SlideShare uma empresa Scribd logo
China Potência do Século XXI ?
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Manchúria
Histórico da China Os povos chineses começam a sua formação a 4.000 A.C. e organizam-se como  civilização em torno de 2.000 A.C. Povoações ao longo do rio Yang-Tsé-Kiang Grande Império no século II A.C. (início da construção da Grande Muralha) Mantém contato com Ocidente apenas depois do século XIII - (Marco Polo) Século XVI – portugueses fundam Macau
Domínio Ocidental A partir do século XIX – grande impacto da influência ocidental 1820 – A Inglaterra obtém exclusividade de comércio no Porto de Cantão.  1839 a 1842  – Guerra do Ópio 1856 a 1860  – Guerra do Ópio Os ingleses vencem a guerra, garantem o monopólio do comércio do  Ópio, abrem mais cinco portos na China para o comércio com o  O ocidente e tomam posse de Hong-Kong. 1844 – Estados Unidos e Franca também conquistam direitos de atividades  comerciais com o chineses.
1858 – Rússia ocupa territórios ao norte da China  1885 – França recebe o Vietnã (Anã)  como concessão. 1895 – Perde a península da Coréia e Taiwan (Formosa)  para ao Japão  1898 a 1890 – Guerra dos Boxers – revolta dos nacionalistas contra estrangeiros e  missionários cristãos. (tropas ocidentais e japonesas no conflito) 1908 – É fundado o partido Nacionalista Chinês – (Kuomintang)  (Médico Sun Yat-sem) O Kuomintang é contra a monarquia e à hegemonia estrangeira na China. 1911 – com o apoio do exército  Sun Yat-sem é proclamado presidente provisório. A República não consegue se impor em todo o território Chinês e inicia-se uma  Guerra Civil.
1925 – Morre Sun Yat-sem e Chiang Kai-shek  assume o pode do Kuomintang. União do Kuomintang com o Partido Comunista Chinês (PCCh) fundado em 1921 1927-  acaba a aliança entre o Kuomintang e o PCCh.  Mao Tsé-tung  e os comunistas são colocados na clandestinidade. 1931 – A o Japão invade a China na região da Manchúria Grande Marcha – 1934/35 – 90 mil comunistas liderados por Mao Tsé-tung  viagem 9.000 para o norte da China. Grande divulgação para o comunismo. 1936 – Novo acordo entre Kuomintange e PCCh.  1945 – Com a derrota dos japoneses na II Guerra os comunistas e nacionalistas  começam a ter novos confrontos.  1949/out – É proclamada a República Popular da China  (Mao Tsé-tung  (secretário-geral)   – China continental 1949 – República da China em Taiwan – Chiang Kai-shek –  China Insular
República Popular da China – China Comunista República da China – Capitalista ,[object Object],[object Object],[object Object],1950 – tratado de amizade com a URSS e ocupa o Tibete 1953 – Morre Stalin e a Mao Tsé-tung enfatiza a autonomia chinesa  em relaçao à URSS 1953 –Lança a campanha das “Cem Flores” que seria uma abertura para críticas  ao governo. As críticas foram aceitas até um determinado ponto, quando o PCCh Inicia uma perseguição política aos críticos do governo, geralmente intelectuais. Campanha  anti-direitista.
1958/1960 –  O Grande Salto para a Frente   Projeto de Transformar a China em um país desenvolvida e igualitária.  Comunas agrícolas – grandes aglomerados de agricultores Siderúrgicas – muitas siderúrgicas são construídas em diversos locais da China Resultado Total desorganização econômica Milhares de chineses morrem de fome Mao Tsé-tung é afastado do poder central e fica apenas com a política externa 1960 – Devido às criticas contra a  URSS, esta suspenda  a ajuda econômica e militar à China
1966 – Mao Tsé-tung inicia um movimento de retomada ao poder total do partido do país. A Grande Revolução Cultural Proletária.
Mao Tsé-tung ,[object Object]
[object Object],Mao Tsé-tung
[object Object],Mao Tsé-tung
[object Object],Mao Tsé-tung
1976 – Deng Xiaoping assume o poder  Quatro Grandes Modernizações ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Zonas Econonômicas Especiais – ZEEs Áras livres para investimentos estrangeiros Áreas  de propriedades privadas no campo Para agropecuária Resultado – crescimento econômico a partir de 1978.
Deng Xiaoping ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Xiang Kaixek ,[object Object]
Entrada na modernidade ,[object Object]
Destaques da China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Atual direção da China ,[object Object],Hu Jintao , é um político chinês, atual presidente de seu país e secretário-geral do PCCh. Juntou-se ao Partido Comunista da China (PCC) em 1965, depois de se ter formado em engenharia hidroelétrica na  Universidade de Quinqo , em Pequim. Logo que terminou os estudos foi trabalhar para o Ministério da Conservação da Água e da Energia. Aqui trabalhou, nomeadamente, em questões relacionadas com a gigantesca barragem das Três Gargantas.
Hu Jintao Em 1977 e 1978, com a chegada de Deng Xiaoping ao poder, Hu Jintao começou a subir na hierarquia do poder, o que o levou a abandonar as actividades em engenharia. Em 1982 é eleito membro suplente do XII Comité Central do PCC, sendo assim, aos 39 anos, o mais jovem daquele que é o órgão mais importante do partido entre a realização de cada congresso.
China  GeoGrafia Física Terceiro maior país do mundo, depois da Rússia e Canadá.
Inserir  mapa grandes geograficas regiões da china Tibete, Sinkiang, Mongólia Interior, Manchúria e China do Leste. Livro pag. 211
China Ocidental Tibete, Sinkiang e Mongólia Interior ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Também pode-se dividir em Ocidental e Oriental
China Oriental Manchúria (China do Norte) e a China do Leste ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Inserir info gráfico chuvas
Climas Climas áridos e semi-aridos ao norte Desertos de Gobi  (Mongólia Interior) e  Takli Makan  (Sinkiang)
O clima na China em geral é o clima de monção continental, com grandes amplitudes térmicas.  Norte e interior, o clima é continental -  (Desértica e semi-desértica) Mongólia o clima é mesmo desértico.  Sudeste e no sul o clima é tropical úmido do tipo monção.  As temperaturas variam entre 0 °C e 22 °C, em Janeiro, e entre 23 °C e 37 °C, em Julho.   Nas bacias montanhosas e planaltos do interior os verões são quentes, os invernos frios e a chuva escassa. Climas
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Climas
Vegetação ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Inserir dados de precipitaçao. Pag 66, nat. geographic
Hidrografia ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A bacia do Yang-Tsé percorre algumas das regiões mais férteis de toda a China, em todo seu percurso recebe águas de diversos afluentes, entre os mais importantes estão rio Min, Wu e o Han.  Informações gerais sobre o Yang-Tsé  Extensão: 6.300 quilômetros.  Nascente: monte kuulum.  Altitude da nascente: 5.042 metros.  Foz: Mar da China Oriental.  Área da Bacia: 1.900,000 km2.  País: República Popular da China.  Esse rio chinês ocupa o terceiro lugar entre os maiores rios do mundo, nasce no planalto do Tibete. Ao longo da extensão desse rio teve início o surgimento da civilização chinesa, há aproximadamente 4.000 anos a.C.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Usina Hidrelétrica Três Gargantas
A estimativa era de produzir 63,7 bilhões de quilowatts-hora de eletricidade em 2007, equivalente ao consumo total de Beijing, capital chinesa, e uma das duas maiores cidades do país. Atualmente, 19 turbinas já entraram em operação, com uma capacidade instalada total de 13,3 milhões de quilowatts.       O Projeto das Três Gargantas já produziu 205 bilhões de quilowatts-hora de eletricidade desde julho de 2003, quando a primeira turbina entrou em operação.  O projeto de US$ 22,5 bilhões começou a ser construído em 1993 no curso médio do rio Yangtze, o rio mais extenso da China.  De acordo com o projeto, a maior usina hidrelétrica chinesa finalmente terá 26 geradores-turbinas e poderá produzir 84,7 bilhões de quilowatts-hora de eletricidade anualmente.  A construção da usina estará concluída em 2008.  O projeto de Três Gargantas incrementou recentemente sua descarga de água como parte dos esforços para manter a navegação normal do rio Yangtse, o mais longo da China, que está sofrendo a estiagem mais grave nos últimos 50 anos.
Relevo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
AO SUL DO RIO YANG TSÉ-KIANG (AZUL)  - planaltos rebaixados e inúmeras pequenas bacias fluviais SUDESTE  - a planície da China setentrional, marcada pela presença do Rio Azul (Tsé-Kiang) e dos baixos planaltos da Bacia Vermelha LESTE  - extensas planícies aluviais cortadas por grandes rios, como o Rio Amarelo (Huang Ho), com solos extremamente férteis  CENTRO-OESTE  - o planalto do Tibete NORDESTE  - o planalto da Mongólia interior contorna o deserto de Gobi,onde se localiza a planície da Manchúria  NOROESTE  - os planaltos da Ásia Central, com destaque para o Sin Kiang, de estrutura sedimentar, onde estão presentes bacias hidrográficas sem escoamento para o mar, fundamentalmente o rio Tarim  OESTE  - cordilheiras e planaltos que descem em direção a leste, destacando-se a Cordilheira do Himalaia, com altitudes superiores a 4.000 m O RELEVO CHINÊS
 
 
Geografia Humana da China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Formação dos povos ,[object Object],[object Object],[object Object]
População Chinesa ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cerâmica de alta temperatura – 1.600 a.c Ferro batido – 1.400 a.c. Sistema decimal – 1.400 a.c. Arado de lâminas de ferro – 600 a.c. Bússola – 400 a.c. Carrinho de mão – 200 a.c. Besta – 200 a.c. Papel  (bambu, casca de amoreira, cânhamo e seda) – 200 a.c. Estribo – 200 d.c. Sismômetro – 200 d.c. Porcelana fina – 600 d.c. Pólvora – 600 d.c. Papel-moeda – 1.000 d.c. Impressão – 1.200 d.c. Ábaco – 1.300 d.c. Navio de carga – 1.500 d.c.   Invenções dos povos chineses
Evolução da  taxa de fertilidade chinesa
Evolução da Pirâmide Etária da China
Principais cidades chinesas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Religiões da China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Religiões da China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
Religiões da China ,[object Object],[object Object],[object Object],Confucionismo
Influência na China O confucionismo influencia formas de pensamento, educação e governo desde a unificação chinesa, no século II, até a Proclamação da República pelo Kuomintang, em 1911.  Entre 1966 e 1976, durante a Grande Revolução Cultural Proletária, é novamente atacado por contrariar os interesses comunistas.
Religiões da China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Destaques da China nos últimos anos
Destaques da China ,[object Object]
Massacre da Praça da Paz Celestial O Protesto na Praça da Paz Celestial ( Tian'anmen ) em  1989  ou  Massacre da Praça da Paz Celestial, em  4 de Junho consistiu em uma série de manifestações  lideradas por estudantes  na RPC, que ocorreram entre os dias 15 de abril e 4 de junho de 1989.  O protesto recebeu o nome do lugar em que o exercito suprimiu a mobilização: a praça  Tiananmen , em Pequin. Os manifestantes ( em torno de cem mil ) eram  intelectuais  que acreditavam que o governo do Partido Comunista era demasiado repressivo e corrupto, bem como  trabalhadores  da cidade, que acreditavam que as reformas econômicas na China haviam sido lentas e que a inflaçao e o  desemprego estavam dificultando suas vidas. Os protestos consistiam em marchas (caminhadas) pacíficas nas ruas de Pequim.
Destaques da China ,[object Object],[object Object],Fim de um acordo de 30 anos de restrição do comercio internacional de texteis.
Destaques da China ,[object Object],[object Object],[object Object]
Destaques da China
Destaques da China ,[object Object],[object Object],[object Object]
Controle – Sensura – Artistas - Shows
Quarta-feira, 5 de março de 2008, 11:35   "Björk pode ser banida da China por defender 'Tibete livre'" "A cantora islandesa Björk será provavelmente banida da China por tempo indefinido por ter gritado "Tibete livre" ao final de um show realizado na semana passada em Xangai, segundo informou a imprensa de Hong Kong. A imprensa chinesa, controlada pelo governo, censurou a notícia, que foi difundida na China apenas na noite de terça-feira, 4, por uma gravação no site YouTube no qual é possível ouvir Björk gritar "Tibete, Tibete, levanta a tua bandeira". Fonte  www.estadao.com.br
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Destaques da China
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Destaques da China
[object Object],[object Object],[object Object],Destaques da China
Nova Economia Chinesa
O levantamento foi realizado pela Austin Rating a pedido da Folha Online, com base em valores preliminares e estimativas do  PIB (Produto Interno Bruto)  de  2005  entre 155 países convertidos em dólares. A agência de classificação de risco utilizou como fonte primária dados do FMI (Fundo Monetário Internacional).  1 -  Estados Unidos (US$ 12,452 trilhões)   2 - Japão (US$ 4,672 trilhões)  3- Alemanha (US$ 2,799 trilhões)  4 - Reino Unido (US$ 2,196 trilhões)  5 - França (US$ 2,113 trilhões)  6 - China (US$ 1,909 trilhão)   7 - Itália (US$ 1,718 trilhão)  8 - Espanha (US$ 1,124 trilhão)  9 - Canadá (US$ 1,106 trilhão)  10 - Coréia (US$ 799 bilhões)  11 - Brasil (US$ 795 bilhões)   12 - Rússia (US$ 772 bilhões)  13 - México (US$ 758 bilhões)  14 - Índia (US$ 746 bilhões)  15 - Austrália (US$ 683 bilhões)  16 - Holanda (US$ 622 bilhões)  17 - Bélgica (US$ 365 bilhões)  18 - Suíça (US$ 364 bilhões)  19 - Suécia (US$ 354 bilhões)  20- Turquia (US$ 353 bilhões)  21 - Taiwan (US$ 330 bilhões)  22 - Arábia Saudita (US$ 314 bilhões)  23 - Áustria (US$ 306 bilhões)  24 - Noruega (US$ 294 bilhões)  25 - Polônia (US$ 285 bilhões)
Economia Chinesa ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
China e Brasil  relações comerciais
Negócios do Brasil com a China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Produtos   Chineses Mais do que produtos de consumo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Produtos Chineses Mais do que produtos de consumo
Equipamentos para setores de siderurgia. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Equipamentos para setores de siderurgia. Equipamentos para setores de siderurgia.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Equipamentos para setores de siderurgia. China Minmetals Corporations e China Metallurgical Construction Group
China Minmetals Corporations  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Companhia Siderúrgica Nacional CSN ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Construção de Gasodutos para a Petrobrás ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Equipamentos para companhias telefônicas. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Empresas Alcatel-Lucentec (USA/FRA) – reclamaram da concorrência chinesa
Motocicletas e Componentes ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Empresas brasileiras na China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Produtos   Chineses   Disfarçados ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Microprocessadores de som Philips; Tocadores de DVD Philco; Grills Mallory, Ferro de passar Arno; Microondas Brastemp e Consul; Aspiradores de Pó Eletrolux; Secadores de Cabelo Britânia; Celulares Gradiente; Etc.
As marcas chinesas começam a aparecer ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Carros chineses no Brasil ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Indústria automobilística na China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Joint Ventures ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Os chineses dominam o mundo: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Incidentes com produtos chineses ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Minério de Ferro do Brasil ao Aço Chinês ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Fluxo comercial Brasil e China ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Comnodities – produtos tipo matérias primas: soja, petróleo, metais, etc. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Compras da China de produtos do Brasil ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Competição dos mercados internacionais com a China ,[object Object],[object Object],Conquistar o próprio mercado chinês de milhões de consumidores da classe média.
Conseqüências da Influência chinesa para o Brasil ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A energia que alavanca o crescimento ,[object Object],[object Object],[object Object]
China supera EUA como maior emissor de gases do efeito estufa Artigo publicado em 15/07/2007 ,[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Quem tem medo da China?
A Arte da Guerra ,[object Object],[object Object],[object Object],A Arte da Guerra e a consquista da economia mundial.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

C H I N A Slides Geane
C H I N A  Slides  GeaneC H I N A  Slides  Geane
C H I N A Slides Geane
Tataia Araujo
 
A revolução comunista na china
A revolução comunista na china A revolução comunista na china
A revolução comunista na china
clarosado
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Valeria Kosicki
 
China Comunista
China Comunista China Comunista
China Comunista
Ester Tôrres Ribeiro
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
GabriellaNascimento17
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
Jorge Miklos
 
revolução chinesa
revolução chinesarevolução chinesa
revolução chinesa
marise brandao
 
Power Point o Comunismo Chines
Power Point o Comunismo ChinesPower Point o Comunismo Chines
Power Point o Comunismo Chines
Turma3v3
 
Aula revolução chinesa
Aula revolução chinesaAula revolução chinesa
Aula revolução chinesa
tyromello
 
Revolução chinesa.
Revolução chinesa.Revolução chinesa.
Revolução chinesa.
Renan Rodrigues
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
Rodrigo Luiz
 
Guerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e CubaGuerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e Cuba
Paulo Alexandre
 
China Comunista
China ComunistaChina Comunista
China Comunista
krrico93
 
Revolucão Chinesa
Revolucão ChinesaRevolucão Chinesa
Revolucão Chinesa
eiprofessor
 
China professor wanderso cursinho
China professor wanderso cursinhoChina professor wanderso cursinho
China professor wanderso cursinho
wandermart
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Fabrício Colombo
 
A revolução chinesa francisca, julia e luiza
A revolução chinesa   francisca, julia e luizaA revolução chinesa   francisca, julia e luiza
A revolução chinesa francisca, julia e luiza
soniawanderley
 
360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china
crpp
 
China comunista
China comunistaChina comunista
China comunista
tanafrente
 

Mais procurados (19)

C H I N A Slides Geane
C H I N A  Slides  GeaneC H I N A  Slides  Geane
C H I N A Slides Geane
 
A revolução comunista na china
A revolução comunista na china A revolução comunista na china
A revolução comunista na china
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
China Comunista
China Comunista China Comunista
China Comunista
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
revolução chinesa
revolução chinesarevolução chinesa
revolução chinesa
 
Power Point o Comunismo Chines
Power Point o Comunismo ChinesPower Point o Comunismo Chines
Power Point o Comunismo Chines
 
Aula revolução chinesa
Aula revolução chinesaAula revolução chinesa
Aula revolução chinesa
 
Revolução chinesa.
Revolução chinesa.Revolução chinesa.
Revolução chinesa.
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Guerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e CubaGuerra Fria (2)- China e Cuba
Guerra Fria (2)- China e Cuba
 
China Comunista
China ComunistaChina Comunista
China Comunista
 
Revolucão Chinesa
Revolucão ChinesaRevolucão Chinesa
Revolucão Chinesa
 
China professor wanderso cursinho
China professor wanderso cursinhoChina professor wanderso cursinho
China professor wanderso cursinho
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
A revolução chinesa francisca, julia e luiza
A revolução chinesa   francisca, julia e luizaA revolução chinesa   francisca, julia e luiza
A revolução chinesa francisca, julia e luiza
 
360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china360 a socialismo real na china
360 a socialismo real na china
 
China comunista
China comunistaChina comunista
China comunista
 

Destaque

A nova china
A nova chinaA nova china
A nova china
Professor
 
China
ChinaChina
China
ChinaChina
China
ChinaChina
China
ChinaChina
Seminário china
Seminário chinaSeminário china
Seminário china
Suzana Fernandes
 
China UMA POTENCIA
China UMA POTENCIAChina UMA POTENCIA
China UMA POTENCIA
David Willames
 
China
ChinaChina
Cultura Chinesa
Cultura ChinesaCultura Chinesa
Cultura Chinesa
Eunice Pereira
 
China
ChinaChina
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliatoChina – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
RONALDO N CICILIATO Ciciliato
 
Slides população (1)
Slides população (1)Slides população (1)
Slides população (1)
terceirob
 
História do tempo reunificação da china-signed
História do tempo   reunificação da china-signedHistória do tempo   reunificação da china-signed
História do tempo reunificação da china-signed
VANNEI
 
China healthy province index final
China healthy province index finalChina healthy province index final
China healthy province index final
vanstocher
 
1 ano inversão térmica
1 ano inversão térmica1 ano inversão térmica
1 ano inversão térmica
Geová da Silva
 
Geografía de China
Geografía de ChinaGeografía de China
Geografía de China
Luis Maraví Zavaleta
 
Cap. 11 - A índia
Cap. 11 - A índiaCap. 11 - A índia
Cap. 11 - A índia
Acácio Netto
 
China
ChinaChina
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
Uilson Pereira da Silva
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
flaviocosac
 

Destaque (20)

A nova china
A nova chinaA nova china
A nova china
 
China
ChinaChina
China
 
China
ChinaChina
China
 
China
ChinaChina
China
 
China
ChinaChina
China
 
Seminário china
Seminário chinaSeminário china
Seminário china
 
China UMA POTENCIA
China UMA POTENCIAChina UMA POTENCIA
China UMA POTENCIA
 
China
ChinaChina
China
 
Cultura Chinesa
Cultura ChinesaCultura Chinesa
Cultura Chinesa
 
China
ChinaChina
China
 
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliatoChina – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
 
Slides população (1)
Slides população (1)Slides população (1)
Slides população (1)
 
História do tempo reunificação da china-signed
História do tempo   reunificação da china-signedHistória do tempo   reunificação da china-signed
História do tempo reunificação da china-signed
 
China healthy province index final
China healthy province index finalChina healthy province index final
China healthy province index final
 
1 ano inversão térmica
1 ano inversão térmica1 ano inversão térmica
1 ano inversão térmica
 
Geografía de China
Geografía de ChinaGeografía de China
Geografía de China
 
Cap. 11 - A índia
Cap. 11 - A índiaCap. 11 - A índia
Cap. 11 - A índia
 
China
ChinaChina
China
 
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
 

Semelhante a China Palestra

3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi
Isabel Aguiar
 
revolução chinesa.pdf
revolução chinesa.pdfrevolução chinesa.pdf
revolução chinesa.pdf
felipescherner
 
China
ChinaChina
Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)
Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)
Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)
Marcos Mamute
 
Seminário revolução cultural chinesa
Seminário   revolução cultural chinesaSeminário   revolução cultural chinesa
Seminário revolução cultural chinesa
Denis Fernandes
 
554588.pptx
554588.pptx554588.pptx
554588.pptx
HelenaSaitoAutuori1
 
Revolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filéRevolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filé
mundica broda
 
História - Guerra fria
História - Guerra friaHistória - Guerra fria
História - Guerra fria
Carson Souza
 
Revoluções Socialistas
  Revoluções Socialistas   Revoluções Socialistas
Revoluções Socialistas
Fabio Salvari
 
Aulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptx
Aulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptxAulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptx
Aulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptx
JacksonFrigotto
 
China e Japão
China e JapãoChina e Japão
China e Japão
João Lima
 
O socialismo além da urss aula
O socialismo além da urss   aulaO socialismo além da urss   aula
O socialismo além da urss aula
profmarloncardozo
 
dfkchvçldçokv
dfkchvçldçokvdfkchvçldçokv
dfkchvçldçokv
Deli Paranhos
 
Socialismo na china
Socialismo na chinaSocialismo na china
Socialismo na china
Nicole Gouveia
 
Revocão chinesa
Revocão chinesaRevocão chinesa
Revocão chinesa
carlaodapimenta
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
Fatima Freitas
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
Julio Cesar Yusuf Cavalcanti
 
Revolução Russa.pptx
Revolução Russa.pptxRevolução Russa.pptx
Revolução Russa.pptx
JacksonFrigotto
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
eiprofessor
 
China de Mao Tsé-Tung
China de Mao Tsé-TungChina de Mao Tsé-Tung
China de Mao Tsé-Tung
home
 

Semelhante a China Palestra (20)

3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi3 ano china seculo xxi
3 ano china seculo xxi
 
revolução chinesa.pdf
revolução chinesa.pdfrevolução chinesa.pdf
revolução chinesa.pdf
 
China
ChinaChina
China
 
Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)
Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)
Revolução Chinesa e China atual (Hong Kong, Macau, Taiwan e Tibete)
 
Seminário revolução cultural chinesa
Seminário   revolução cultural chinesaSeminário   revolução cultural chinesa
Seminário revolução cultural chinesa
 
554588.pptx
554588.pptx554588.pptx
554588.pptx
 
Revolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filéRevolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filé
 
História - Guerra fria
História - Guerra friaHistória - Guerra fria
História - Guerra fria
 
Revoluções Socialistas
  Revoluções Socialistas   Revoluções Socialistas
Revoluções Socialistas
 
Aulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptx
Aulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptxAulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptx
Aulas 3 e 4- Revoluções Socialistas China e Cuba.pptx
 
China e Japão
China e JapãoChina e Japão
China e Japão
 
O socialismo além da urss aula
O socialismo além da urss   aulaO socialismo além da urss   aula
O socialismo além da urss aula
 
dfkchvçldçokv
dfkchvçldçokvdfkchvçldçokv
dfkchvçldçokv
 
Socialismo na china
Socialismo na chinaSocialismo na china
Socialismo na china
 
Revocão chinesa
Revocão chinesaRevocão chinesa
Revocão chinesa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução chinesa
Revolução chinesaRevolução chinesa
Revolução chinesa
 
Revolução Russa.pptx
Revolução Russa.pptxRevolução Russa.pptx
Revolução Russa.pptx
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
China de Mao Tsé-Tung
China de Mao Tsé-TungChina de Mao Tsé-Tung
China de Mao Tsé-Tung
 

Último

CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
marcos oliveira
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
ALEXANDRODECASTRODOS
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
MarcoAurlioResende
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
MarcoAurlioResende
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 

China Palestra

  • 1. China Potência do Século XXI ?
  • 2.
  • 3.
  • 4.  
  • 6. Histórico da China Os povos chineses começam a sua formação a 4.000 A.C. e organizam-se como civilização em torno de 2.000 A.C. Povoações ao longo do rio Yang-Tsé-Kiang Grande Império no século II A.C. (início da construção da Grande Muralha) Mantém contato com Ocidente apenas depois do século XIII - (Marco Polo) Século XVI – portugueses fundam Macau
  • 7. Domínio Ocidental A partir do século XIX – grande impacto da influência ocidental 1820 – A Inglaterra obtém exclusividade de comércio no Porto de Cantão. 1839 a 1842 – Guerra do Ópio 1856 a 1860 – Guerra do Ópio Os ingleses vencem a guerra, garantem o monopólio do comércio do Ópio, abrem mais cinco portos na China para o comércio com o O ocidente e tomam posse de Hong-Kong. 1844 – Estados Unidos e Franca também conquistam direitos de atividades comerciais com o chineses.
  • 8. 1858 – Rússia ocupa territórios ao norte da China 1885 – França recebe o Vietnã (Anã) como concessão. 1895 – Perde a península da Coréia e Taiwan (Formosa) para ao Japão 1898 a 1890 – Guerra dos Boxers – revolta dos nacionalistas contra estrangeiros e missionários cristãos. (tropas ocidentais e japonesas no conflito) 1908 – É fundado o partido Nacionalista Chinês – (Kuomintang) (Médico Sun Yat-sem) O Kuomintang é contra a monarquia e à hegemonia estrangeira na China. 1911 – com o apoio do exército Sun Yat-sem é proclamado presidente provisório. A República não consegue se impor em todo o território Chinês e inicia-se uma Guerra Civil.
  • 9. 1925 – Morre Sun Yat-sem e Chiang Kai-shek assume o pode do Kuomintang. União do Kuomintang com o Partido Comunista Chinês (PCCh) fundado em 1921 1927- acaba a aliança entre o Kuomintang e o PCCh. Mao Tsé-tung e os comunistas são colocados na clandestinidade. 1931 – A o Japão invade a China na região da Manchúria Grande Marcha – 1934/35 – 90 mil comunistas liderados por Mao Tsé-tung viagem 9.000 para o norte da China. Grande divulgação para o comunismo. 1936 – Novo acordo entre Kuomintange e PCCh. 1945 – Com a derrota dos japoneses na II Guerra os comunistas e nacionalistas começam a ter novos confrontos. 1949/out – É proclamada a República Popular da China (Mao Tsé-tung (secretário-geral) – China continental 1949 – República da China em Taiwan – Chiang Kai-shek – China Insular
  • 10.
  • 11. 1958/1960 – O Grande Salto para a Frente Projeto de Transformar a China em um país desenvolvida e igualitária. Comunas agrícolas – grandes aglomerados de agricultores Siderúrgicas – muitas siderúrgicas são construídas em diversos locais da China Resultado Total desorganização econômica Milhares de chineses morrem de fome Mao Tsé-tung é afastado do poder central e fica apenas com a política externa 1960 – Devido às criticas contra a URSS, esta suspenda a ajuda econômica e militar à China
  • 12. 1966 – Mao Tsé-tung inicia um movimento de retomada ao poder total do partido do país. A Grande Revolução Cultural Proletária.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23. Hu Jintao Em 1977 e 1978, com a chegada de Deng Xiaoping ao poder, Hu Jintao começou a subir na hierarquia do poder, o que o levou a abandonar as actividades em engenharia. Em 1982 é eleito membro suplente do XII Comité Central do PCC, sendo assim, aos 39 anos, o mais jovem daquele que é o órgão mais importante do partido entre a realização de cada congresso.
  • 24. China GeoGrafia Física Terceiro maior país do mundo, depois da Rússia e Canadá.
  • 25. Inserir mapa grandes geograficas regiões da china Tibete, Sinkiang, Mongólia Interior, Manchúria e China do Leste. Livro pag. 211
  • 26.
  • 27.
  • 28. Climas Climas áridos e semi-aridos ao norte Desertos de Gobi (Mongólia Interior) e Takli Makan (Sinkiang)
  • 29. O clima na China em geral é o clima de monção continental, com grandes amplitudes térmicas. Norte e interior, o clima é continental - (Desértica e semi-desértica) Mongólia o clima é mesmo desértico. Sudeste e no sul o clima é tropical úmido do tipo monção. As temperaturas variam entre 0 °C e 22 °C, em Janeiro, e entre 23 °C e 37 °C, em Julho. Nas bacias montanhosas e planaltos do interior os verões são quentes, os invernos frios e a chuva escassa. Climas
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33. A bacia do Yang-Tsé percorre algumas das regiões mais férteis de toda a China, em todo seu percurso recebe águas de diversos afluentes, entre os mais importantes estão rio Min, Wu e o Han. Informações gerais sobre o Yang-Tsé Extensão: 6.300 quilômetros. Nascente: monte kuulum. Altitude da nascente: 5.042 metros. Foz: Mar da China Oriental. Área da Bacia: 1.900,000 km2. País: República Popular da China. Esse rio chinês ocupa o terceiro lugar entre os maiores rios do mundo, nasce no planalto do Tibete. Ao longo da extensão desse rio teve início o surgimento da civilização chinesa, há aproximadamente 4.000 anos a.C.
  • 34.
  • 36. A estimativa era de produzir 63,7 bilhões de quilowatts-hora de eletricidade em 2007, equivalente ao consumo total de Beijing, capital chinesa, e uma das duas maiores cidades do país. Atualmente, 19 turbinas já entraram em operação, com uma capacidade instalada total de 13,3 milhões de quilowatts.      O Projeto das Três Gargantas já produziu 205 bilhões de quilowatts-hora de eletricidade desde julho de 2003, quando a primeira turbina entrou em operação. O projeto de US$ 22,5 bilhões começou a ser construído em 1993 no curso médio do rio Yangtze, o rio mais extenso da China. De acordo com o projeto, a maior usina hidrelétrica chinesa finalmente terá 26 geradores-turbinas e poderá produzir 84,7 bilhões de quilowatts-hora de eletricidade anualmente. A construção da usina estará concluída em 2008. O projeto de Três Gargantas incrementou recentemente sua descarga de água como parte dos esforços para manter a navegação normal do rio Yangtse, o mais longo da China, que está sofrendo a estiagem mais grave nos últimos 50 anos.
  • 37.
  • 38. AO SUL DO RIO YANG TSÉ-KIANG (AZUL) - planaltos rebaixados e inúmeras pequenas bacias fluviais SUDESTE - a planície da China setentrional, marcada pela presença do Rio Azul (Tsé-Kiang) e dos baixos planaltos da Bacia Vermelha LESTE - extensas planícies aluviais cortadas por grandes rios, como o Rio Amarelo (Huang Ho), com solos extremamente férteis CENTRO-OESTE - o planalto do Tibete NORDESTE - o planalto da Mongólia interior contorna o deserto de Gobi,onde se localiza a planície da Manchúria NOROESTE - os planaltos da Ásia Central, com destaque para o Sin Kiang, de estrutura sedimentar, onde estão presentes bacias hidrográficas sem escoamento para o mar, fundamentalmente o rio Tarim OESTE - cordilheiras e planaltos que descem em direção a leste, destacando-se a Cordilheira do Himalaia, com altitudes superiores a 4.000 m O RELEVO CHINÊS
  • 39.  
  • 40.  
  • 41.
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45. Evolução da taxa de fertilidade chinesa
  • 46. Evolução da Pirâmide Etária da China
  • 47.
  • 48.
  • 49.
  • 50.  
  • 51.  
  • 52.
  • 53. Influência na China O confucionismo influencia formas de pensamento, educação e governo desde a unificação chinesa, no século II, até a Proclamação da República pelo Kuomintang, em 1911. Entre 1966 e 1976, durante a Grande Revolução Cultural Proletária, é novamente atacado por contrariar os interesses comunistas.
  • 54.
  • 55. Destaques da China nos últimos anos
  • 56.
  • 57. Massacre da Praça da Paz Celestial O Protesto na Praça da Paz Celestial ( Tian'anmen ) em 1989 ou Massacre da Praça da Paz Celestial, em 4 de Junho consistiu em uma série de manifestações lideradas por estudantes na RPC, que ocorreram entre os dias 15 de abril e 4 de junho de 1989. O protesto recebeu o nome do lugar em que o exercito suprimiu a mobilização: a praça Tiananmen , em Pequin. Os manifestantes ( em torno de cem mil ) eram intelectuais que acreditavam que o governo do Partido Comunista era demasiado repressivo e corrupto, bem como trabalhadores da cidade, que acreditavam que as reformas econômicas na China haviam sido lentas e que a inflaçao e o desemprego estavam dificultando suas vidas. Os protestos consistiam em marchas (caminhadas) pacíficas nas ruas de Pequim.
  • 58.
  • 59.
  • 61.
  • 62. Controle – Sensura – Artistas - Shows
  • 63. Quarta-feira, 5 de março de 2008, 11:35 "Björk pode ser banida da China por defender 'Tibete livre'" "A cantora islandesa Björk será provavelmente banida da China por tempo indefinido por ter gritado "Tibete livre" ao final de um show realizado na semana passada em Xangai, segundo informou a imprensa de Hong Kong. A imprensa chinesa, controlada pelo governo, censurou a notícia, que foi difundida na China apenas na noite de terça-feira, 4, por uma gravação no site YouTube no qual é possível ouvir Björk gritar "Tibete, Tibete, levanta a tua bandeira". Fonte www.estadao.com.br
  • 64.
  • 65.
  • 66.
  • 68. O levantamento foi realizado pela Austin Rating a pedido da Folha Online, com base em valores preliminares e estimativas do PIB (Produto Interno Bruto) de 2005 entre 155 países convertidos em dólares. A agência de classificação de risco utilizou como fonte primária dados do FMI (Fundo Monetário Internacional). 1 - Estados Unidos (US$ 12,452 trilhões) 2 - Japão (US$ 4,672 trilhões) 3- Alemanha (US$ 2,799 trilhões) 4 - Reino Unido (US$ 2,196 trilhões) 5 - França (US$ 2,113 trilhões) 6 - China (US$ 1,909 trilhão) 7 - Itália (US$ 1,718 trilhão) 8 - Espanha (US$ 1,124 trilhão) 9 - Canadá (US$ 1,106 trilhão) 10 - Coréia (US$ 799 bilhões) 11 - Brasil (US$ 795 bilhões) 12 - Rússia (US$ 772 bilhões) 13 - México (US$ 758 bilhões) 14 - Índia (US$ 746 bilhões) 15 - Austrália (US$ 683 bilhões) 16 - Holanda (US$ 622 bilhões) 17 - Bélgica (US$ 365 bilhões) 18 - Suíça (US$ 364 bilhões) 19 - Suécia (US$ 354 bilhões) 20- Turquia (US$ 353 bilhões) 21 - Taiwan (US$ 330 bilhões) 22 - Arábia Saudita (US$ 314 bilhões) 23 - Áustria (US$ 306 bilhões) 24 - Noruega (US$ 294 bilhões) 25 - Polônia (US$ 285 bilhões)
  • 69.
  • 70. China e Brasil relações comerciais
  • 71.
  • 72.
  • 73.
  • 74.
  • 75.
  • 76.
  • 77.
  • 78.
  • 79.
  • 80.
  • 81.
  • 82.
  • 83.
  • 84.
  • 85.
  • 86.
  • 87.
  • 88.
  • 89.
  • 90.
  • 91.
  • 92.
  • 93.
  • 94.
  • 95.
  • 96.
  • 97.
  • 98.
  • 99.