SlideShare uma empresa Scribd logo
PAULO URRUTH E RODRIGO MUNIZ EM: ASSEMBLEIA DE DEUS
DANIEL BERG GUNNAR VINGREN  FUNDADORES
ORIGEM Os movimentos pentecostais nos EUA surgiram no século XIX, influenciando Vingren e Berg  que freqüentavam eventos batistas; 18/06/1911 - Ano da Fundação Oficial  (1 ano depois da factual) Juntamente com missionários estrangeiros fundaram a Missão de Fé Apostólica no Brasil, em Belém do Pará.  Desvinculação da Ig. Batista;
1918 – A Igreja que nascia, por sugestão de Vingren, passou a chamar-se Assembléia de Deus. O nome fazia alusão às Assembléias de Deus  que haviam sido fundadas em  Hot Springs,  Arkansas, EUA.  Sem ligação. ORIGEM
LIVRO SAGRADO O livro sagrado utilizado é a Bíblia,  que contém algumas diferenças  quanto à usada pela Igreja Católica; A versão Católica conta com 73 livros (46 AT/ 27 NT) enquanto que a versão da Assembléia de Deus  conta com 66 livros no total, e ainda com algumas diferenças em alguns poucos pontos de alguns livros;
CORPO DOUTRINÁRIO A fé absoluta na Bíblia Sagrada de acordo com o protestantismo fundamentalista, interpretado assim: Um só Deus em três pessoas; Nascimento de Jesus e sua morte Redentora; Ressurreição e Ascensão ao Céu; Batismo por imersão;
CORPO DOUTRINÁRIO A fé absoluta na Bíblia Sagrada de acordo com o protestantismo fundamentalista, interpretado assim: Os dons do ES à Igreja; O pagamento consciente do dízimo; A segunda vinda de Jesus; Ponto Alto: salvação e vida eterna por meio de Jesus, e a santificação do homem pela bíblia, pelo sangue de Cristo e pelo ES, que recebe ênfase;
Doutrina X Costume Quanto à origem: A doutrina é divina; O costume é humano; Quanto ao alcance: A doutrina é geral; O Costume é local; Quanto ao tempo: A doutrina é imutável; O costume é temporário;
PRINCIPIOS ÉTICOS OU MORAIS O principal objetivo da Igreja  é a pregação do Evangelho: A Igreja e as Autoridades; A Igreja e o Divórcio; A Igreja e o Aborto; A Igreja e o Homossexualismo; A Igreja e a Eutanásia;
FESTAS RELIGIOSAS Celebram o Natal,  que é o nascimento de Jesus, e a Páscoa,  que é a sua ressurreição (retorno à vida depois do padecimento);
VIDA APÓS MORTE Crêem na vida após a morte como sendo um caminho duplo, que durante a vida, você pode escolher; Com uma vida harmoniosa, seguindo os preceitos e dogmas você será digno de viver a vida com Cristo, sendo essa a definição do Paraíso. Caso você incorra em desvios da Doutrina,  não será digno de viver com Cristo, perecendo eternamente a falta Dele.
EXPANSIONISMO A  Assembléia de Deus sempre tivera fama  de expansionista pela agressividade da ação missionária,  pelo ardor insistente da doutrina,  e pela abrangência de sua atuação  (todas as classes sociais).  Se diz a maior Igreja Evangélica do país. Porém, atualmente algumas igrejas locais estagnaram,  por falta de visão e de objetivo de seus líderes.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seminario de seitas_e_heresias[1]
Seminario de seitas_e_heresias[1]Seminario de seitas_e_heresias[1]
Seminario de seitas_e_heresias[1]
Joao Fernandes
 
R. c. sproul jesus cristo como o unigênito
R. c. sproul   jesus cristo como o unigênitoR. c. sproul   jesus cristo como o unigênito
R. c. sproul jesus cristo como o unigênito
sialep
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
LuukasN
 
Origem arrebatamento-pre schwertley
Origem arrebatamento-pre schwertleyOrigem arrebatamento-pre schwertley
Origem arrebatamento-pre schwertley
Franck Lenzi
 
1 - Por que sou cristão?
1 - Por que sou cristão?1 - Por que sou cristão?
1 - Por que sou cristão?
Pibatef Primeira Igreja Batista
 
3 lição
3 lição3 lição
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
emrcja
 
As 03 ondas do pentecostalismo
As 03 ondas do pentecostalismo As 03 ondas do pentecostalismo
As 03 ondas do pentecostalismo
Jorge A. Ferreira
 
Cristianismo 9º a
Cristianismo 9º aCristianismo 9º a
Cristianismo 9º a
Zaara Miranda
 
6 ano t
6 ano t6 ano t
Ecumenismo e Sincretismo Religioso
Ecumenismo e Sincretismo ReligiosoEcumenismo e Sincretismo Religioso
Ecumenismo e Sincretismo Religioso
RODRIGO FERREIRA
 
Como surgiu o cristianismo
Como surgiu o cristianismoComo surgiu o cristianismo
Como surgiu o cristianismo
Fatoze
 
Cristianismo - Prof. Altair Aguilar
Cristianismo - Prof. Altair AguilarCristianismo - Prof. Altair Aguilar
Cristianismo - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Escatologia estudo 01
Escatologia  estudo 01Escatologia  estudo 01
Escatologia estudo 01
Joao Franca
 
O cristianismo!
O cristianismo!O cristianismo!
O cristianismo!
Zaara Miranda
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
Alexandre E Karllinha
 
Trabalho Cristianismo
Trabalho CristianismoTrabalho Cristianismo
Trabalho Cristianismo
Pepe Rocker
 
“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”
JUERP
 
Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3
Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3
Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3
igreja-crista
 

Mais procurados (20)

Seminario de seitas_e_heresias[1]
Seminario de seitas_e_heresias[1]Seminario de seitas_e_heresias[1]
Seminario de seitas_e_heresias[1]
 
R. c. sproul jesus cristo como o unigênito
R. c. sproul   jesus cristo como o unigênitoR. c. sproul   jesus cristo como o unigênito
R. c. sproul jesus cristo como o unigênito
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
 
Origem arrebatamento-pre schwertley
Origem arrebatamento-pre schwertleyOrigem arrebatamento-pre schwertley
Origem arrebatamento-pre schwertley
 
1 - Por que sou cristão?
1 - Por que sou cristão?1 - Por que sou cristão?
1 - Por que sou cristão?
 
3 lição
3 lição3 lição
3 lição
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
 
As 03 ondas do pentecostalismo
As 03 ondas do pentecostalismo As 03 ondas do pentecostalismo
As 03 ondas do pentecostalismo
 
Cristianismo 9º a
Cristianismo 9º aCristianismo 9º a
Cristianismo 9º a
 
6 ano t
6 ano t6 ano t
6 ano t
 
Ecumenismo e Sincretismo Religioso
Ecumenismo e Sincretismo ReligiosoEcumenismo e Sincretismo Religioso
Ecumenismo e Sincretismo Religioso
 
Como surgiu o cristianismo
Como surgiu o cristianismoComo surgiu o cristianismo
Como surgiu o cristianismo
 
Cristianismo - Prof. Altair Aguilar
Cristianismo - Prof. Altair AguilarCristianismo - Prof. Altair Aguilar
Cristianismo - Prof. Altair Aguilar
 
Escatologia estudo 01
Escatologia  estudo 01Escatologia  estudo 01
Escatologia estudo 01
 
O cristianismo!
O cristianismo!O cristianismo!
O cristianismo!
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
 
Cristianismo
CristianismoCristianismo
Cristianismo
 
Trabalho Cristianismo
Trabalho CristianismoTrabalho Cristianismo
Trabalho Cristianismo
 
“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”
 
Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3
Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3
Introducao Biblica - A inspiracao do NV e a inspiracao da Biblia - Aula 3
 

Destaque

Mapa mundi
Mapa mundiMapa mundi
Mapa mundi
tatygeography
 
Conviver aval-geo-ano5-bim2
Conviver aval-geo-ano5-bim2Conviver aval-geo-ano5-bim2
Conviver aval-geo-ano5-bim2
Helenice Silva
 
Construir mapa da_europa
Construir mapa da_europaConstruir mapa da_europa
Construir mapa da_europa
Ilda Bicacro
 
Minas Gerais
Minas GeraisMinas Gerais
Minas Gerais
ecsette
 
Mapa Mundi PolíTico
Mapa Mundi PolíTicoMapa Mundi PolíTico
Mapa Mundi PolíTico
ecsette
 
Mapa mundi
Mapa mundiMapa mundi

Destaque (6)

Mapa mundi
Mapa mundiMapa mundi
Mapa mundi
 
Conviver aval-geo-ano5-bim2
Conviver aval-geo-ano5-bim2Conviver aval-geo-ano5-bim2
Conviver aval-geo-ano5-bim2
 
Construir mapa da_europa
Construir mapa da_europaConstruir mapa da_europa
Construir mapa da_europa
 
Minas Gerais
Minas GeraisMinas Gerais
Minas Gerais
 
Mapa Mundi PolíTico
Mapa Mundi PolíTicoMapa Mundi PolíTico
Mapa Mundi PolíTico
 
Mapa mundi
Mapa mundiMapa mundi
Mapa mundi
 

Semelhante a ApresentaçãO1

Erros e contradições na teologia Unicista
Erros e contradições na teologia UnicistaErros e contradições na teologia Unicista
Erros e contradições na teologia Unicista
Flávio Miguel Luigi
 
tabela das religiões.pptx
tabela das religiões.pptxtabela das religiões.pptx
tabela das religiões.pptx
Pib Penha
 
Conhecendo as religiões
Conhecendo as religiõesConhecendo as religiões
Conhecendo as religiões
silviaanalia5473
 
antonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasil
antonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasilantonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasil
antonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasil
ANTONIO INACIO FERRAZ
 
ENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS
ENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSASENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS
ENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS
Rodrigo Basílio da Silva
 
Pentecostalismo e a heresia unicista professor alberto
Pentecostalismo e a heresia unicista   professor albertoPentecostalismo e a heresia unicista   professor alberto
Pentecostalismo e a heresia unicista professor alberto
Jose Ventura
 
O CRISTIANISMO.pptx
O CRISTIANISMO.pptxO CRISTIANISMO.pptx
O CRISTIANISMO.pptx
ProfEmanoelJhonatan
 
trabalho de religiao sobre o cristianismo
trabalho de religiao sobre o cristianismotrabalho de religiao sobre o cristianismo
trabalho de religiao sobre o cristianismo
mayannefrancasilva
 
Algumas formas de religião.
Algumas formas de religião.Algumas formas de religião.
Algumas formas de religião.
Nicole Gouveia
 
Algumas Religiões.8 Série
Algumas Religiões.8 SérieAlgumas Religiões.8 Série
Algumas Religiões.8 Série
nicollegouveia
 
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptxeclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
Belmirofil
 
STNB-SMR-M3A
STNB-SMR-M3ASTNB-SMR-M3A
STNB-SMR-M3A
Milton JB Sobreiro
 
Historiadaigreja 120810204845-phpapp02
Historiadaigreja 120810204845-phpapp02Historiadaigreja 120810204845-phpapp02
Historiadaigreja 120810204845-phpapp02
Valdivino Grasselli
 
Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal i ebd 2017
Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal  i ebd 2017Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal  i ebd 2017
Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal i ebd 2017
Denis de Pereira
 
Origem da IASD.ppt
Origem da IASD.pptOrigem da IASD.ppt
Origem da IASD.ppt
CintiaCajamar
 
cristianismo
 cristianismo cristianismo
cristianismo
iraciva
 
STNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2ASTNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2A
Milton JB Sobreiro
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
Jessé Lopes
 
Assembleia De Deus
Assembleia De DeusAssembleia De Deus
Assembleia De Deus
Rodrigo Muniz
 
Cristianismo2
Cristianismo2Cristianismo2
Cristianismo2
Mariana Monteiro
 

Semelhante a ApresentaçãO1 (20)

Erros e contradições na teologia Unicista
Erros e contradições na teologia UnicistaErros e contradições na teologia Unicista
Erros e contradições na teologia Unicista
 
tabela das religiões.pptx
tabela das religiões.pptxtabela das religiões.pptx
tabela das religiões.pptx
 
Conhecendo as religiões
Conhecendo as religiõesConhecendo as religiões
Conhecendo as religiões
 
antonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasil
antonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasilantonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasil
antonio inacio ferraz-Congregaçáo Cristã do Brasil
 
ENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS
ENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSASENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS
ENSINO RELIGIOSO - ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS
 
Pentecostalismo e a heresia unicista professor alberto
Pentecostalismo e a heresia unicista   professor albertoPentecostalismo e a heresia unicista   professor alberto
Pentecostalismo e a heresia unicista professor alberto
 
O CRISTIANISMO.pptx
O CRISTIANISMO.pptxO CRISTIANISMO.pptx
O CRISTIANISMO.pptx
 
trabalho de religiao sobre o cristianismo
trabalho de religiao sobre o cristianismotrabalho de religiao sobre o cristianismo
trabalho de religiao sobre o cristianismo
 
Algumas formas de religião.
Algumas formas de religião.Algumas formas de religião.
Algumas formas de religião.
 
Algumas Religiões.8 Série
Algumas Religiões.8 SérieAlgumas Religiões.8 Série
Algumas Religiões.8 Série
 
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptxeclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
eclesiologia 7 igreja nos dias atuais.pptx
 
STNB-SMR-M3A
STNB-SMR-M3ASTNB-SMR-M3A
STNB-SMR-M3A
 
Historiadaigreja 120810204845-phpapp02
Historiadaigreja 120810204845-phpapp02Historiadaigreja 120810204845-phpapp02
Historiadaigreja 120810204845-phpapp02
 
Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal i ebd 2017
Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal  i ebd 2017Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal  i ebd 2017
Aula 06 juvenis ia explosão do movimento pentecostal i ebd 2017
 
Origem da IASD.ppt
Origem da IASD.pptOrigem da IASD.ppt
Origem da IASD.ppt
 
cristianismo
 cristianismo cristianismo
cristianismo
 
STNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2ASTNB-SMR-M2A
STNB-SMR-M2A
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
 
Assembleia De Deus
Assembleia De DeusAssembleia De Deus
Assembleia De Deus
 
Cristianismo2
Cristianismo2Cristianismo2
Cristianismo2
 

Último

2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 

Último (20)

2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 

ApresentaçãO1

  • 1. PAULO URRUTH E RODRIGO MUNIZ EM: ASSEMBLEIA DE DEUS
  • 2. DANIEL BERG GUNNAR VINGREN FUNDADORES
  • 3. ORIGEM Os movimentos pentecostais nos EUA surgiram no século XIX, influenciando Vingren e Berg que freqüentavam eventos batistas; 18/06/1911 - Ano da Fundação Oficial (1 ano depois da factual) Juntamente com missionários estrangeiros fundaram a Missão de Fé Apostólica no Brasil, em Belém do Pará. Desvinculação da Ig. Batista;
  • 4. 1918 – A Igreja que nascia, por sugestão de Vingren, passou a chamar-se Assembléia de Deus. O nome fazia alusão às Assembléias de Deus que haviam sido fundadas em Hot Springs, Arkansas, EUA. Sem ligação. ORIGEM
  • 5. LIVRO SAGRADO O livro sagrado utilizado é a Bíblia, que contém algumas diferenças quanto à usada pela Igreja Católica; A versão Católica conta com 73 livros (46 AT/ 27 NT) enquanto que a versão da Assembléia de Deus conta com 66 livros no total, e ainda com algumas diferenças em alguns poucos pontos de alguns livros;
  • 6. CORPO DOUTRINÁRIO A fé absoluta na Bíblia Sagrada de acordo com o protestantismo fundamentalista, interpretado assim: Um só Deus em três pessoas; Nascimento de Jesus e sua morte Redentora; Ressurreição e Ascensão ao Céu; Batismo por imersão;
  • 7. CORPO DOUTRINÁRIO A fé absoluta na Bíblia Sagrada de acordo com o protestantismo fundamentalista, interpretado assim: Os dons do ES à Igreja; O pagamento consciente do dízimo; A segunda vinda de Jesus; Ponto Alto: salvação e vida eterna por meio de Jesus, e a santificação do homem pela bíblia, pelo sangue de Cristo e pelo ES, que recebe ênfase;
  • 8. Doutrina X Costume Quanto à origem: A doutrina é divina; O costume é humano; Quanto ao alcance: A doutrina é geral; O Costume é local; Quanto ao tempo: A doutrina é imutável; O costume é temporário;
  • 9. PRINCIPIOS ÉTICOS OU MORAIS O principal objetivo da Igreja é a pregação do Evangelho: A Igreja e as Autoridades; A Igreja e o Divórcio; A Igreja e o Aborto; A Igreja e o Homossexualismo; A Igreja e a Eutanásia;
  • 10. FESTAS RELIGIOSAS Celebram o Natal, que é o nascimento de Jesus, e a Páscoa, que é a sua ressurreição (retorno à vida depois do padecimento);
  • 11. VIDA APÓS MORTE Crêem na vida após a morte como sendo um caminho duplo, que durante a vida, você pode escolher; Com uma vida harmoniosa, seguindo os preceitos e dogmas você será digno de viver a vida com Cristo, sendo essa a definição do Paraíso. Caso você incorra em desvios da Doutrina, não será digno de viver com Cristo, perecendo eternamente a falta Dele.
  • 12. EXPANSIONISMO A Assembléia de Deus sempre tivera fama de expansionista pela agressividade da ação missionária, pelo ardor insistente da doutrina, e pela abrangência de sua atuação (todas as classes sociais). Se diz a maior Igreja Evangélica do país. Porém, atualmente algumas igrejas locais estagnaram, por falta de visão e de objetivo de seus líderes.
  • 13.