SlideShare uma empresa Scribd logo
P á g i n a | 1
A doutrinaBíblica dos Anjos
Muitas perguntas e teorias há á respeito dos Anjos, mas a verdade é que poucas
respostas objetivas a Bíblia nos da á esse respeito, esse estudo é uma tentativa de
responder algumas dessas perguntas á luz da bíblia que é nossa Única Regra de fé e
Pratica, sendo assim é ela quem nos da a palavra final sobre esse e outros assuntos, de
forma alguma vamos esgotar aqui o assunto, pois não temos condições nem pretensão
para isso, nosso objetivo, como já dito é dar luz ao assunto, que Deus nos abençoe e nos
dê o devido entendimento.
1 - Os anjos foram criados por Deus.
Anjo: Mensageiro
Os anjos são os Mensageiros de Deus (Gênesis 19:1-13; Números 23:25; Mateus 1:20;
2:13,19,20; Lucas 1:11-13-19; Atos 8:26; 10:3-6; 27:23,24).
Os anjos foram seres criados por Deus assim como o Homem, podemos ver isso em
Colossenses 1:16.
"Porque nele foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, visíveis e invisíveis, quer sejam
tronos ou domínios ou principalidades ou potestades".
A natureza dos anjos é espírito não misturado com materialidade, ou seja, os
anjos não possuem corpos como parte do seu ser, mesmo que ainda assumam corpos
para a execução de certos propósitos de Deus, como em Gênesis 19.1-3. Os anjos não
tem sexo, por isso não podem ter relações com seres humanos.
"Filhos de Deus" em Gênesis 6:2 não são anjos, mas descendentes de Sete:
Chamados verdadeiros adoradores de Deus, como diferenciados dos descendentes de
Caim.
Mesmo sendo espíritos e incorpóreos, os Anjos não são onipresentes.
Que os anjos possuem vontade é claramente anunciado (I Pedro 1:12) pois
anelam investigar aquilo que não são capazes de entender. A obra da salvação é melhor
entendida pelo pecador salvo. A glória da salvação não é conhecida pelos descrentes (I
Cor 1:23; 2:14) e nem pelos anjos sejam eles bons ou maus.
II Ped 2:11 mostra que os anjos decidem por não fazer uma ação e essa decisão
revela que eles são seres racionais.Os anjos que obedecem são chamados anjos santos
(Mat. 25:31; Mar 8:38; Luc 8:26; Atos 10:22; Apoc 14:10), anjos eleitos (I Tim 5:21) ou
anjos de luz (II Cor 11:14). Os anjos obedientes veem a face do Senhor (Mat. 18:10) e
são exemplos para nós (Mat. 6:10, a vontade de Deus está sendo feita no céu pelos anjo;
Judas 9). Os anjos que desobedecem são castigados (João 8:44; II Ped 2:4; Judas 6) e são
eles aqueles que seguem ao Diabo como líder.
Os anjos são maiores do que o homem em poder (2 Pedro 2:11). Porem os anjos
são servos ministrantes dos crentes (Hebreus 1:13-14) e pelos crentes serão julgados (1
Coríntios 6:3). Este último fato parece indicar que o homem, ainda que agora inferior em
natureza aos anjos será depois, no seu estado glorificado e exaltado superior ou igual á
eles.
P á g i n a | 2
Os anjos não devem ser adorados ou cultuados, e eles não aceitam adoração, eles
são conservos do Homem, ou seja, servem junto conosco á Deus, único merecedor de
louvor.
E quando ouvi e vi, prostrei-me ante os pés do anjo que me mostrava estas coisas, para o
adorar: e ele disse-me: "Olha não faças tal, porque eu sou conservo teu e de teus irmãos os profetas e
dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus" (Apoc. 22:8,9).
Em alguns testos a figura do “O Anjo do Senhor” refere-se á Deus ou á Jesus na
pessoa do seu próprio Mensageiro essa figura diferentemente das demais citações de
Anjos aceita adoração. (Gn16.7-13, 18.1-33, 22.11-18, 24.7e 40, 31.11-13, 32.24-30,
48.15-16, Êx 3.2-6, 14.19, 23.20-23, Nm22.22-35, Js5.13-15, Jz 21-5.
A intervenção dos Anjos é ocasional e excepcional; sua atividade está sujeita à
ordem e permissão de Deus, a noção de um anjo da guarda especial para cada individuo
não encontra fundamento na Escritura.
A Bíblia não dá um número exato de anjos, mas pode dar-nos uma ideia.
• Deut 33:2 - dez milhares de santos
• Sal 68:17 - vinte milhares, milhares de milhares
• Mar 5:9,15 - muitos
• Mat. 26:53 - doze legiões (cada legião é composta entre 3.000 - 6.000)
• Heb 12:22 - muitos milhares
• Apoc 5:11 - milhões de milhões, e milhares de milhares (Dan 7:10)
Apoc 12:4 relata que a terça parte das “estrelas do céu” foi lançada para a terra.
2 – A organização e graus entre os Anjos
O anjo Miguel e o anjo Gabriel são os únicos anjos mencionados pelo nome na
Biblia.Em Judas 9 temos Miguel mencionado como um arcanjo, Também 1
Tessalonicenses 4:16. No grego encontramos Michael , heb. mika'el . O nome Miguel
significa "quem é como El (Deus)?".
"Arcanjo" significa o chefe dos anjos. Gabriel também parece ocupar o mesmo
lugarentre os anjos (Daniel 8:16, Lucas 1:19. O vocábulo hebraico Gabriel significa
"homem de Deus" (heb. geber , "varão" e El - forma abreviada de Elohim , "Deus").
Os "querubins" de Gênesis, Êxodo e Ezequiel, com os quais identificaríamos
também os "serafins" de Isaias são seres de aparências simbólicas, ilustrando verdades da
atividade e do governo divino. Representam a presença grandeza e majestade de Deus.
Os vinte e quatro anciãos associados às criaturas viventes parecem representar a
humanidade redimida, é bom notar que as criaturas viventes não se incluem entre
aqueles redimidos para Deus.
Nenhum ser Humano ao morrer se torna anjo, Anjos são anjos e Homens são
Homens, há certas doutrinas que dizem que crianças recém nascidas por exemplo ao
morrerem se transformariam em anjos, essa ideia não tem nenhum fundamento Bíblico
ou base doutrinaria se não em tradições e cultos pagãos. Uma criança que falece será
como qualquer outro ser humano que falece, a sua alma ira fazer parte das muitas almas
que habitam o paraíso á espera da volta de Cristo. (ninguém subiu ao céu se não aquele
que de lá desceu)
P á g i n a | 3
3 –Os anjos Caídos
Os espíritos ou anjos maus combatem contra Deus e seus santos. Vê-se isto em
Efésios 6:12 e na possessão demoníaca nos primeiros tempos do Novo Testamento.
Satanás é o líder de todos os anjos maus sendo chamado o seu pai (João 8:44), o
seu príncipe (Mat. 9:34; Efés 2:2) . Sua principal obra é opor-se a Deus (Isa 14:13,14;
Atos 13:10). Ele ataca ao homem por que o homem é o principal objeto das suas obras
(Gên. 1:26). As Escrituras o apontam como aquele que originou o pecado (Gên. 3:1-3;
Ezequiel 28:15; João 8:44; II Cor 11:3; I João 3:8; Apoc 12:9; 20:10) e o deus de toda a
impureza (João 12:31; II Cor 4:4) mostrando não a sua soberania mas o controle sobre
tudo o que Deus entregou na sua mão. Satanás é de grande poder mas não onipotente,
tem influência mas não é soberano.
Temosduas relações Bíblicas da queda de Satanás.
Ezequiel 28:12-18 e Isaías 14:12-17.
Essas passagens, como em outras profecias tem uma dupla referência, ou seja
remetem á fatos do presente ou futuro próximo em que são proferidas, bem como á
tempos distantes do seu tempo, seguindo a revelação progressiva de Deus.
Nas passagens que estamos considerando, Ezequiel e Isaias, os reis de Tiro e
Babilônia foram tomados como tipos "do homem do pecado" (2 Tessalonicenses 2:3,4), a
"besta" do Apocalipse (Apocalipse 13 e 17), que não será senão uma ferramenta nas mãos
de Satanás. Portanto, as palavras dos profetas veem além desses reis ao poder dominante
atrás deles, dirigindo-se a Satanás através dos seus representantes. Temos outros casos
onde Satanás está assim endereçado. Em Gênesis 3:15 Satanás está endereçado através da
serpente, seu instrumento e em Mateus 16:22,23 através de Pedro, em quem Cristo
percebeu o espírito ou tentativa de influencia de Satanás.
"Tu és o Selador da soma, cheio de sabedoria e perfeito em formosura; estavas no Edem,
jardim de Deus, toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônica, topázio, diamante, ônix, jaspe,
safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estava em ti, foram
preparados no dia em que foste criados. Tu eras o querubim, ungido para cobridor e te estabeleci; no
monte santo de Deus estavas, no meio das pedras fulgentes andavas. Perfeito eras nos teus caminhos
desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti" (Ezequiel 28:12-15).
Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência e pecaste; pelo que te
lançarei profanado do monte de Deus e te farei perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras
fulgentes. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa
do teu resplendor, por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que a ti olhem. Pela multidão das
tuas iniquidades, pela injustiça do teu comércio profanaste os teus santuários. Eu, pois, fiz sair do
meio de ti um fogo que te consumiu a ti e te tornei em cinzas sobre a terra, aos olhos de todos os que
te veem" (Ezequiel 28:16-18).
"Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva do dia? Como foste cortado por
terra, tu que debilitavas as nações? E tu dizias no teus coração: Eu subirei ao céu, por cima das
estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, da banda dos lados
do Norte. Subirei sobre as alturas das nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. E contudo derribado
serás no inferno, aos lados da cova. Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão e dirão: É este
o varão que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos? Que punha o mundo como deserto e
assolava as suas cidades? Que a seus presos não deixava soltos para suas casas?" (Isaías 14:12-17).
P á g i n a | 4
Por Ezequiel entendemos que Satanás ocupava lugar muito elevado entre os anjos
no seu estado intacto. "Eras o querubim ungido que cobrias e eu te estabeleci, de maneira
que estavas sobre o santo monte de Deus". Notai que ele não era "um querubim ungido",
mas "o querubim ungido". "Ungido" quer dizer separado como um sacerdote ao serviço
de Deus. "O ungido querubim que cobre" alude provavelmente ao querubim que cobria o
propiciatório com suas asas no templo (Êxodo 37:9). Isto parece indicar que o diabo era
o líder da adoração angélica; provavelmente ocupava o lugar que agora é ocupado por
Miguel, o arcanjo.
Sabemos que Satanás caiu antes do homem, porquanto Satanás incitou o homem
ao pecado. “O pecado não foi uma criação, mas uma origem: veio a existir pelo auxilio
daquele que teve existência anterior, nomeadamente, personalidade e o poder de livre
escolha”(Bancroft, Elemental Theology). Deus não criou esse ser como o Diabo, mas como
um anjo santo, o qual originou o pecado pela desobediência e se transformou no diabo
ímpio que é hoje.
"E o diabo que os enganou foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde também estão a besta e o falso
profeta; e serão atormentados dia e noite para todo o sempre" (Apocalipse 20:10).
Estas são algumas informações confiáveis á respeito dos Anjos que temos, há
muitas conjecturas, doutrinas pagãs e ideologias não fundamentadas na Bíblia, esperamos
que este tenha sido proveitoso para sanar responder algumas de nossas perguntas, oque
não nos é possível responder, esperamos em Deuteronômio 29.29.
Wellington L. Silva
Referencias Bibliográficas:
Bíblia de Estudo De Genebra.
Dicionário da Bíblia de Almeida 2ª Edição.
Estudos sobre angelologia por Thomas Paul Simmons, D.Th
A Doutrina dos Anjos - Calvin Gardner

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apache Hudi: The Path Forward
Apache Hudi: The Path ForwardApache Hudi: The Path Forward
Apache Hudi: The Path Forward
Alluxio, Inc.
 
Oracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse Support
Oracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse SupportOracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse Support
Oracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse Support
nkarag
 
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
O tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completaO tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completa
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
ANTONIO CORDEIRO DA SILVA - ADORADOR
 
【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]
【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]
【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]
オラクルエンジニア通信
 
Introduction to Galera Cluster
Introduction to Galera ClusterIntroduction to Galera Cluster
Introduction to Galera Cluster
Codership Oy - Creators of Galera Cluster
 
OpenZFS send and receive
OpenZFS send and receiveOpenZFS send and receive
OpenZFS send and receive
Matthew Ahrens
 
Oração que transporta montes gordon lindsay
Oração que transporta montes   gordon lindsayOração que transporta montes   gordon lindsay
Oração que transporta montes gordon lindsay
deusdetdfsoares
 
Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖
Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖
Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖
Koji Shinkubo
 
Teologia da prosperidade
Teologia da prosperidadeTeologia da prosperidade
Teologia da prosperidade
Gcom digital factory
 
1 apocalipse ilustrado versão completa
1 apocalipse ilustrado versão completa1 apocalipse ilustrado versão completa
1 apocalipse ilustrado versão completa
Dickson7
 
Service Connector Hub ご紹介
Service Connector Hub ご紹介Service Connector Hub ご紹介
Service Connector Hub ご紹介
オラクルエンジニア通信
 
34. salmo 34 sabiduría máxima
34.  salmo 34 sabiduría máxima34.  salmo 34 sabiduría máxima
34. salmo 34 sabiduría máxima
Comparte la Biblia
 
AF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on Flash
AF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on FlashAF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on Flash
AF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on Flash
Ceph Community
 
Teologia do livro de Samuel
Teologia do livro de SamuelTeologia do livro de Samuel
Teologia do livro de Samuel
Jean Francesco
 
El Tesoro de David Charles Spurgeon
El Tesoro de David  Charles SpurgeonEl Tesoro de David  Charles Spurgeon
El Tesoro de David Charles Spurgeon
agape instituto biblico
 
Apache Kafka Security
Apache Kafka Security Apache Kafka Security
Apache Kafka Security
DataWorks Summit/Hadoop Summit
 
Leo's notes - Oracle DBA 2 Days
Leo's notes - Oracle DBA 2 DaysLeo's notes - Oracle DBA 2 Days
Leo's notes - Oracle DBA 2 Days
Léopold Gault
 

Mais procurados (17)

Apache Hudi: The Path Forward
Apache Hudi: The Path ForwardApache Hudi: The Path Forward
Apache Hudi: The Path Forward
 
Oracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse Support
Oracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse SupportOracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse Support
Oracle SQL Tuning for Day-to-Day Data Warehouse Support
 
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
O tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completaO tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completa
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
 
【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]
【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]
【旧版】Oracle Gen 2 Exadata Cloud@Customer:サービス概要のご紹介 [2021年12月版]
 
Introduction to Galera Cluster
Introduction to Galera ClusterIntroduction to Galera Cluster
Introduction to Galera Cluster
 
OpenZFS send and receive
OpenZFS send and receiveOpenZFS send and receive
OpenZFS send and receive
 
Oração que transporta montes gordon lindsay
Oração que transporta montes   gordon lindsayOração que transporta montes   gordon lindsay
Oração que transporta montes gordon lindsay
 
Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖
Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖
Tech JAM 2016 TEC 11 実践 SAP HANA 大解剖
 
Teologia da prosperidade
Teologia da prosperidadeTeologia da prosperidade
Teologia da prosperidade
 
1 apocalipse ilustrado versão completa
1 apocalipse ilustrado versão completa1 apocalipse ilustrado versão completa
1 apocalipse ilustrado versão completa
 
Service Connector Hub ご紹介
Service Connector Hub ご紹介Service Connector Hub ご紹介
Service Connector Hub ご紹介
 
34. salmo 34 sabiduría máxima
34.  salmo 34 sabiduría máxima34.  salmo 34 sabiduría máxima
34. salmo 34 sabiduría máxima
 
AF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on Flash
AF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on FlashAF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on Flash
AF Ceph: Ceph Performance Analysis and Improvement on Flash
 
Teologia do livro de Samuel
Teologia do livro de SamuelTeologia do livro de Samuel
Teologia do livro de Samuel
 
El Tesoro de David Charles Spurgeon
El Tesoro de David  Charles SpurgeonEl Tesoro de David  Charles Spurgeon
El Tesoro de David Charles Spurgeon
 
Apache Kafka Security
Apache Kafka Security Apache Kafka Security
Apache Kafka Security
 
Leo's notes - Oracle DBA 2 Days
Leo's notes - Oracle DBA 2 DaysLeo's notes - Oracle DBA 2 Days
Leo's notes - Oracle DBA 2 Days
 

Semelhante a A doutrina bíblica dos anjos

Apostila doutrina dos anjos
Apostila  doutrina dos anjosApostila  doutrina dos anjos
Apostila doutrina dos anjos
Antonio Rodrigues
 
ANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptx
ANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptxANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptx
ANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptx
LucianoMachado52
 
Doutrinas Bíblicas - Angelologia
Doutrinas Bíblicas - AngelologiaDoutrinas Bíblicas - Angelologia
Doutrinas Bíblicas - Angelologia
Roberto Trindade
 
Estudo sobre anjos
Estudo sobre anjosEstudo sobre anjos
Estudo sobre anjos
JOSIAS MOURA DE MENEZES
 
anjos-1223906965162057-8.pdf
anjos-1223906965162057-8.pdfanjos-1223906965162057-8.pdf
anjos-1223906965162057-8.pdf
MarcosPacheco61
 
Angelologia - INCITH.pptx
Angelologia - INCITH.pptxAngelologia - INCITH.pptx
Angelologia - INCITH.pptx
CarlosAzevedo109
 
Restauração completa22 apocalípse
Restauração completa22   apocalípseRestauração completa22   apocalípse
Restauração completa22 apocalípse
Oucam
 
Satanás e seu destino
Satanás e seu destinoSatanás e seu destino
Satanás e seu destino
Antonio Ferreira
 
Anjos e Demônios
Anjos e DemôniosAnjos e Demônios
Anjos e Demônios
Daniel de Carvalho Luz
 
Estudo sobre anjos
Estudo sobre anjosEstudo sobre anjos
Estudo sobre anjos
Instituto Teológico Gamaliel
 
Angelologia bíblica
Angelologia bíblicaAngelologia bíblica
Angelologia bíblica
Luiz Ferreira
 
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo EspiritualLição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Hamilton Souza
 
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo EspiritualLição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Éder Tomé
 
5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia
5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia
5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia
Cristian Mateus
 
Angeologia Aula Unica
Angeologia Aula UnicaAngeologia Aula Unica
Angeologia Aula Unica
neymattos
 
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
GiovanaCosta40
 
ESTUDO NO BREVE CATECISMO
ESTUDO NO BREVE CATECISMOESTUDO NO BREVE CATECISMO
ESTUDO NO BREVE CATECISMO
Eli Vieira
 
Apocalipse versículo por versículo severino pedro da silva
Apocalipse versículo por versículo   severino pedro da silvaApocalipse versículo por versículo   severino pedro da silva
Apocalipse versículo por versículo severino pedro da silva
Alexandre Magno sousa
 
Estudos sobre anjos
Estudos sobre anjosEstudos sobre anjos
Estudos sobre anjos
Luiz Ferreira
 

Semelhante a A doutrina bíblica dos anjos (20)

Apostila doutrina dos anjos
Apostila  doutrina dos anjosApostila  doutrina dos anjos
Apostila doutrina dos anjos
 
ANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptx
ANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptxANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptx
ANGEOLOGIA DEMONOLOGIA SATANOLOGIA.pptx
 
Doutrinas Bíblicas - Angelologia
Doutrinas Bíblicas - AngelologiaDoutrinas Bíblicas - Angelologia
Doutrinas Bíblicas - Angelologia
 
Estudo sobre anjos
Estudo sobre anjosEstudo sobre anjos
Estudo sobre anjos
 
anjos-1223906965162057-8.pdf
anjos-1223906965162057-8.pdfanjos-1223906965162057-8.pdf
anjos-1223906965162057-8.pdf
 
Angelologia - INCITH.pptx
Angelologia - INCITH.pptxAngelologia - INCITH.pptx
Angelologia - INCITH.pptx
 
Restauração completa22 apocalípse
Restauração completa22   apocalípseRestauração completa22   apocalípse
Restauração completa22 apocalípse
 
Satanás e seu destino
Satanás e seu destinoSatanás e seu destino
Satanás e seu destino
 
Anjos e Demônios
Anjos e DemôniosAnjos e Demônios
Anjos e Demônios
 
Estudo sobre anjos
Estudo sobre anjosEstudo sobre anjos
Estudo sobre anjos
 
Angelologia bíblica
Angelologia bíblicaAngelologia bíblica
Angelologia bíblica
 
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo EspiritualLição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
 
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo EspiritualLição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual
 
5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia
5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia
5052892 apostila-de-teologia-sistematica-angelologia-demonologia
 
Angeologia Aula Unica
Angeologia Aula UnicaAngeologia Aula Unica
Angeologia Aula Unica
 
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
 
ESTUDO NO BREVE CATECISMO
ESTUDO NO BREVE CATECISMOESTUDO NO BREVE CATECISMO
ESTUDO NO BREVE CATECISMO
 
Anjos
AnjosAnjos
Anjos
 
Apocalipse versículo por versículo severino pedro da silva
Apocalipse versículo por versículo   severino pedro da silvaApocalipse versículo por versículo   severino pedro da silva
Apocalipse versículo por versículo severino pedro da silva
 
Estudos sobre anjos
Estudos sobre anjosEstudos sobre anjos
Estudos sobre anjos
 

Mais de Wellington L. Silva

10 mandamentos para alcançar seus objetivos
10 mandamentos para alcançar seus objetivos10 mandamentos para alcançar seus objetivos
10 mandamentos para alcançar seus objetivos
Wellington L. Silva
 
Os 4 pilares de missões
Os 4 pilares de missõesOs 4 pilares de missões
Os 4 pilares de missões
Wellington L. Silva
 
O galardão da graça
O galardão da graçaO galardão da graça
O galardão da graça
Wellington L. Silva
 
Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)
Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)
Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)
Wellington L. Silva
 
Forma e conteúdo
Forma e conteúdoForma e conteúdo
Forma e conteúdo
Wellington L. Silva
 
Aprendendo com a simbologia da chuva
Aprendendo com a simbologia da chuvaAprendendo com a simbologia da chuva
Aprendendo com a simbologia da chuva
Wellington L. Silva
 

Mais de Wellington L. Silva (6)

10 mandamentos para alcançar seus objetivos
10 mandamentos para alcançar seus objetivos10 mandamentos para alcançar seus objetivos
10 mandamentos para alcançar seus objetivos
 
Os 4 pilares de missões
Os 4 pilares de missõesOs 4 pilares de missões
Os 4 pilares de missões
 
O galardão da graça
O galardão da graçaO galardão da graça
O galardão da graça
 
Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)
Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)
Vivendo santidade (congresso de jovens ib funcionarios)
 
Forma e conteúdo
Forma e conteúdoForma e conteúdo
Forma e conteúdo
 
Aprendendo com a simbologia da chuva
Aprendendo com a simbologia da chuvaAprendendo com a simbologia da chuva
Aprendendo com a simbologia da chuva
 

A doutrina bíblica dos anjos

  • 1. P á g i n a | 1 A doutrinaBíblica dos Anjos Muitas perguntas e teorias há á respeito dos Anjos, mas a verdade é que poucas respostas objetivas a Bíblia nos da á esse respeito, esse estudo é uma tentativa de responder algumas dessas perguntas á luz da bíblia que é nossa Única Regra de fé e Pratica, sendo assim é ela quem nos da a palavra final sobre esse e outros assuntos, de forma alguma vamos esgotar aqui o assunto, pois não temos condições nem pretensão para isso, nosso objetivo, como já dito é dar luz ao assunto, que Deus nos abençoe e nos dê o devido entendimento. 1 - Os anjos foram criados por Deus. Anjo: Mensageiro Os anjos são os Mensageiros de Deus (Gênesis 19:1-13; Números 23:25; Mateus 1:20; 2:13,19,20; Lucas 1:11-13-19; Atos 8:26; 10:3-6; 27:23,24). Os anjos foram seres criados por Deus assim como o Homem, podemos ver isso em Colossenses 1:16. "Porque nele foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, visíveis e invisíveis, quer sejam tronos ou domínios ou principalidades ou potestades". A natureza dos anjos é espírito não misturado com materialidade, ou seja, os anjos não possuem corpos como parte do seu ser, mesmo que ainda assumam corpos para a execução de certos propósitos de Deus, como em Gênesis 19.1-3. Os anjos não tem sexo, por isso não podem ter relações com seres humanos. "Filhos de Deus" em Gênesis 6:2 não são anjos, mas descendentes de Sete: Chamados verdadeiros adoradores de Deus, como diferenciados dos descendentes de Caim. Mesmo sendo espíritos e incorpóreos, os Anjos não são onipresentes. Que os anjos possuem vontade é claramente anunciado (I Pedro 1:12) pois anelam investigar aquilo que não são capazes de entender. A obra da salvação é melhor entendida pelo pecador salvo. A glória da salvação não é conhecida pelos descrentes (I Cor 1:23; 2:14) e nem pelos anjos sejam eles bons ou maus. II Ped 2:11 mostra que os anjos decidem por não fazer uma ação e essa decisão revela que eles são seres racionais.Os anjos que obedecem são chamados anjos santos (Mat. 25:31; Mar 8:38; Luc 8:26; Atos 10:22; Apoc 14:10), anjos eleitos (I Tim 5:21) ou anjos de luz (II Cor 11:14). Os anjos obedientes veem a face do Senhor (Mat. 18:10) e são exemplos para nós (Mat. 6:10, a vontade de Deus está sendo feita no céu pelos anjo; Judas 9). Os anjos que desobedecem são castigados (João 8:44; II Ped 2:4; Judas 6) e são eles aqueles que seguem ao Diabo como líder. Os anjos são maiores do que o homem em poder (2 Pedro 2:11). Porem os anjos são servos ministrantes dos crentes (Hebreus 1:13-14) e pelos crentes serão julgados (1 Coríntios 6:3). Este último fato parece indicar que o homem, ainda que agora inferior em natureza aos anjos será depois, no seu estado glorificado e exaltado superior ou igual á eles.
  • 2. P á g i n a | 2 Os anjos não devem ser adorados ou cultuados, e eles não aceitam adoração, eles são conservos do Homem, ou seja, servem junto conosco á Deus, único merecedor de louvor. E quando ouvi e vi, prostrei-me ante os pés do anjo que me mostrava estas coisas, para o adorar: e ele disse-me: "Olha não faças tal, porque eu sou conservo teu e de teus irmãos os profetas e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus" (Apoc. 22:8,9). Em alguns testos a figura do “O Anjo do Senhor” refere-se á Deus ou á Jesus na pessoa do seu próprio Mensageiro essa figura diferentemente das demais citações de Anjos aceita adoração. (Gn16.7-13, 18.1-33, 22.11-18, 24.7e 40, 31.11-13, 32.24-30, 48.15-16, Êx 3.2-6, 14.19, 23.20-23, Nm22.22-35, Js5.13-15, Jz 21-5. A intervenção dos Anjos é ocasional e excepcional; sua atividade está sujeita à ordem e permissão de Deus, a noção de um anjo da guarda especial para cada individuo não encontra fundamento na Escritura. A Bíblia não dá um número exato de anjos, mas pode dar-nos uma ideia. • Deut 33:2 - dez milhares de santos • Sal 68:17 - vinte milhares, milhares de milhares • Mar 5:9,15 - muitos • Mat. 26:53 - doze legiões (cada legião é composta entre 3.000 - 6.000) • Heb 12:22 - muitos milhares • Apoc 5:11 - milhões de milhões, e milhares de milhares (Dan 7:10) Apoc 12:4 relata que a terça parte das “estrelas do céu” foi lançada para a terra. 2 – A organização e graus entre os Anjos O anjo Miguel e o anjo Gabriel são os únicos anjos mencionados pelo nome na Biblia.Em Judas 9 temos Miguel mencionado como um arcanjo, Também 1 Tessalonicenses 4:16. No grego encontramos Michael , heb. mika'el . O nome Miguel significa "quem é como El (Deus)?". "Arcanjo" significa o chefe dos anjos. Gabriel também parece ocupar o mesmo lugarentre os anjos (Daniel 8:16, Lucas 1:19. O vocábulo hebraico Gabriel significa "homem de Deus" (heb. geber , "varão" e El - forma abreviada de Elohim , "Deus"). Os "querubins" de Gênesis, Êxodo e Ezequiel, com os quais identificaríamos também os "serafins" de Isaias são seres de aparências simbólicas, ilustrando verdades da atividade e do governo divino. Representam a presença grandeza e majestade de Deus. Os vinte e quatro anciãos associados às criaturas viventes parecem representar a humanidade redimida, é bom notar que as criaturas viventes não se incluem entre aqueles redimidos para Deus. Nenhum ser Humano ao morrer se torna anjo, Anjos são anjos e Homens são Homens, há certas doutrinas que dizem que crianças recém nascidas por exemplo ao morrerem se transformariam em anjos, essa ideia não tem nenhum fundamento Bíblico ou base doutrinaria se não em tradições e cultos pagãos. Uma criança que falece será como qualquer outro ser humano que falece, a sua alma ira fazer parte das muitas almas que habitam o paraíso á espera da volta de Cristo. (ninguém subiu ao céu se não aquele que de lá desceu)
  • 3. P á g i n a | 3 3 –Os anjos Caídos Os espíritos ou anjos maus combatem contra Deus e seus santos. Vê-se isto em Efésios 6:12 e na possessão demoníaca nos primeiros tempos do Novo Testamento. Satanás é o líder de todos os anjos maus sendo chamado o seu pai (João 8:44), o seu príncipe (Mat. 9:34; Efés 2:2) . Sua principal obra é opor-se a Deus (Isa 14:13,14; Atos 13:10). Ele ataca ao homem por que o homem é o principal objeto das suas obras (Gên. 1:26). As Escrituras o apontam como aquele que originou o pecado (Gên. 3:1-3; Ezequiel 28:15; João 8:44; II Cor 11:3; I João 3:8; Apoc 12:9; 20:10) e o deus de toda a impureza (João 12:31; II Cor 4:4) mostrando não a sua soberania mas o controle sobre tudo o que Deus entregou na sua mão. Satanás é de grande poder mas não onipotente, tem influência mas não é soberano. Temosduas relações Bíblicas da queda de Satanás. Ezequiel 28:12-18 e Isaías 14:12-17. Essas passagens, como em outras profecias tem uma dupla referência, ou seja remetem á fatos do presente ou futuro próximo em que são proferidas, bem como á tempos distantes do seu tempo, seguindo a revelação progressiva de Deus. Nas passagens que estamos considerando, Ezequiel e Isaias, os reis de Tiro e Babilônia foram tomados como tipos "do homem do pecado" (2 Tessalonicenses 2:3,4), a "besta" do Apocalipse (Apocalipse 13 e 17), que não será senão uma ferramenta nas mãos de Satanás. Portanto, as palavras dos profetas veem além desses reis ao poder dominante atrás deles, dirigindo-se a Satanás através dos seus representantes. Temos outros casos onde Satanás está assim endereçado. Em Gênesis 3:15 Satanás está endereçado através da serpente, seu instrumento e em Mateus 16:22,23 através de Pedro, em quem Cristo percebeu o espírito ou tentativa de influencia de Satanás. "Tu és o Selador da soma, cheio de sabedoria e perfeito em formosura; estavas no Edem, jardim de Deus, toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônica, topázio, diamante, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estava em ti, foram preparados no dia em que foste criados. Tu eras o querubim, ungido para cobridor e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras fulgentes andavas. Perfeito eras nos teus caminhos desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti" (Ezequiel 28:12-15). Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência e pecaste; pelo que te lançarei profanado do monte de Deus e te farei perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras fulgentes. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor, por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que a ti olhem. Pela multidão das tuas iniquidades, pela injustiça do teu comércio profanaste os teus santuários. Eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo que te consumiu a ti e te tornei em cinzas sobre a terra, aos olhos de todos os que te veem" (Ezequiel 28:16-18). "Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva do dia? Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações? E tu dizias no teus coração: Eu subirei ao céu, por cima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, da banda dos lados do Norte. Subirei sobre as alturas das nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. E contudo derribado serás no inferno, aos lados da cova. Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão e dirão: É este o varão que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos? Que punha o mundo como deserto e assolava as suas cidades? Que a seus presos não deixava soltos para suas casas?" (Isaías 14:12-17).
  • 4. P á g i n a | 4 Por Ezequiel entendemos que Satanás ocupava lugar muito elevado entre os anjos no seu estado intacto. "Eras o querubim ungido que cobrias e eu te estabeleci, de maneira que estavas sobre o santo monte de Deus". Notai que ele não era "um querubim ungido", mas "o querubim ungido". "Ungido" quer dizer separado como um sacerdote ao serviço de Deus. "O ungido querubim que cobre" alude provavelmente ao querubim que cobria o propiciatório com suas asas no templo (Êxodo 37:9). Isto parece indicar que o diabo era o líder da adoração angélica; provavelmente ocupava o lugar que agora é ocupado por Miguel, o arcanjo. Sabemos que Satanás caiu antes do homem, porquanto Satanás incitou o homem ao pecado. “O pecado não foi uma criação, mas uma origem: veio a existir pelo auxilio daquele que teve existência anterior, nomeadamente, personalidade e o poder de livre escolha”(Bancroft, Elemental Theology). Deus não criou esse ser como o Diabo, mas como um anjo santo, o qual originou o pecado pela desobediência e se transformou no diabo ímpio que é hoje. "E o diabo que os enganou foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde também estão a besta e o falso profeta; e serão atormentados dia e noite para todo o sempre" (Apocalipse 20:10). Estas são algumas informações confiáveis á respeito dos Anjos que temos, há muitas conjecturas, doutrinas pagãs e ideologias não fundamentadas na Bíblia, esperamos que este tenha sido proveitoso para sanar responder algumas de nossas perguntas, oque não nos é possível responder, esperamos em Deuteronômio 29.29. Wellington L. Silva Referencias Bibliográficas: Bíblia de Estudo De Genebra. Dicionário da Bíblia de Almeida 2ª Edição. Estudos sobre angelologia por Thomas Paul Simmons, D.Th A Doutrina dos Anjos - Calvin Gardner