BOLETIM ESPECIAL        9º ANIVERSÁRIO                                        Ano X—Edição nº 506             09 de Setemb...
Página 2   BOLETIM ESPECIAL
ANO X—EDIÇÃO Nº 506   Página 3
MISSÕES     BOLETIM  MINISTÉRIO  PASTORAL                                                             CESTA DO            ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Boletim 506 especial de 9º aniversário

1.615 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.615
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim 506 especial de 9º aniversário

  1. 1. BOLETIM ESPECIAL 9º ANIVERSÁRIO Ano X—Edição nº 506 09 de Setembro de 2012 ANDANDO COM HOMENS, CORRENDO COM CAVALOS, VOANDO COMO ÁGUIAS O amor de Deus não é possível ser comensurado em padrões humanos. Por mais que tentemos, coma nossa limitação física, compreender o ato amoroso do Trino Deus, nunca poderemos, sequer imaginar aamplitude, a profundidade e a altitude de tamanha ação. O amor de Deus é, humanamente falando, ilógico, uma vez que não é necessário que obtenha umaresposta positiva da parte a ser amada, para ser demonstrado. Mesmo com objeção e renúncia por parte dohomem, Deus continua amando. Todos, sem exceção, somos fruto desse amor, pois quando estávamos perdidos, longe do nosso lar,em um mundo caótico, desconhecido e sem esperanças, o amor de Deus nos alcançou. Não foi necessárionos voltarmos para Ele e suplicarmos a Sua benevolência e misericórdia. Deus, simplesmente, vendo a nossasituação, se colocou em nosso lugar e satisfez o preço de Sua própria ira, nos arrancando de nosso destinofatal. Esta narrativa é muito linda e até, pode-se dizer, utópica para muitos, mas é real, verdadeira, autên-tica, genuína e fidedigna, sendo redundante em todas estas colocações, e um conhecimento que pode e de-ve ser compartilhado por todos nós, independente do grau de preparação que pensemos que devamos ter. O que, então, nos impede de executarmos a “comissão” de nosso Mestre? O que nos falta para ir-mos onde as almas estão, a fim de anunciarmos o amor de Deus, o qual nos constrange? Qual deve ser, deimediato, a nossa atitude como servos do Senhor Deus e embaixadores do Seu Reino, neste mundo? Qual anossa postura diante da missão imposta pelo Mestre, uma vez que estamos lidando com o futuro eterno daspessoas? Quando o amor do Trino Deus nos atingiu e alcançou, fomos arrancados do nosso estado de perdi-ção e mundanismo para que, agora regenerados e em estado de aperfeiçoamento no Reino de Deus, seja-mos direcionados para o local de onde fomos tirados, com o objetivo de iluminarmos e temperarmos aqueleambiente. É claro que esse alvo só pode ser atingido com a graça e o poder de Deus em plena ação e atua-ção em nossas vidas, uma vez que é a misericórdia do Senhor a causa de não sermos consumidos. Como Igreja Batista em Camobi, estamos sendo grandemente agraciados e abençoados pelo nossoDeus. Já não andamos mais com homens, e passamos a correr com cavalos. Até aqui temos tido a direção deDeus em nossas vidas e em tudo o que fazemos dentro de Sua obra. É certo que muitas vezes falhamos, masisto também faz parte do aprendizado e crescimento que estamos tendo na presença do Trino Deus. Eis a razão de não ficarmos prostrados, inertes, enquanto o mundo, fervilhante de almas, sucumbe.As almas estão clamando. Não existe maior milagre do que ver o “Adão” errante, fora do paraíso, reconhe-cer o seu estado de perdição e, arrependido, encontrar o caminho de volta ao lar, depois de se submeter aoTrino Deus. Só assim há festa na glória. Nesses nove anos, como trabalhadores e espectadores, temos tido o privilégio de ver a atuação deDeus nas nossas vidas, bem como de ser usados para que os Seus propósitos sejam concretizados. Afinal,todos somos missionários e, se quisermos voar com as águias, vamos deixar de ser ociosos nas praças e acei-tarmos o convite de trabalho do Senhor da Vinha, para que ao final do dia recebamos o nosso justo salário: avida eterna ao lado do nosso Deus. Que privilégio; que graça; que alegria; que esperança; que galardão. Feliz aniversário Igreja Batista em Camobi. Do seu irmão e amigo, Adilomar Lopes Moreira
  2. 2. Página 2 BOLETIM ESPECIAL
  3. 3. ANO X—EDIÇÃO Nº 506 Página 3
  4. 4. MISSÕES BOLETIM MINISTÉRIO PASTORAL CESTA DO LOUVOR EBD CASAIS UNIÃOMASCULINA LIMPEZA E PATRIMÔNIO CORAL DISCIPULADO INTRODUÇÃOCOREOGRAFIA DIRETORIA BRECHÓ MCA MESA DE SOM INFANTIL JOVENS VISITAÇÃO RECICLAGEM ORAÇÃOLEÕES DE JUDÁ CAFEZINHO COMUNHÃO VIDEOTECA ADOLESCENTES TECNOLOGIA

×