Evidências izildinha
O silêncio de tuas palavras,dão livre arbítrio ao que penso Me levaram á evidências, que me recuso acreditar... Extinção d...
E o ciúme nada vale perante o amor.Até faz fenecer... Errado passou do lado de lá.O certo precisa cerrar as portas Os riso...
O poder conjuga amar.Quem jamais desperta para tal... Embalo agora uma paz premiada pela solidão comigo Entendo que não há...
O amor é amor sempre.Por nada pede! E de  nada reclama! Eu queria! Te coloquei e guardei dentro meus quereres Mas sou pobr...
Felicidade se apodera do pranto.E agora já se faz hora Do olhar agradecido!O que nunca ama.Não está perdido! Só perde quem...
[email_address] O que encontro, sempre além, do que é normal É o que nunca ninguém vê, além de mim Mas tanto tempo, e se f...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

E V I DÊ N C I A S

239 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E V I DÊ N C I A S

  1. 1. Evidências izildinha
  2. 2. O silêncio de tuas palavras,dão livre arbítrio ao que penso Me levaram á evidências, que me recuso acreditar... Extinção de meus abraços.Mudança no teu jeito de amar Passarão!Outros amores virão.Nada!Nada terás tão intenso
  3. 3. E o ciúme nada vale perante o amor.Até faz fenecer... Errado passou do lado de lá.O certo precisa cerrar as portas Os risos escancaram...E sopram essas tantas cinzas mortas E no meio de tudo.Há quem ainda consiga entender...
  4. 4. O poder conjuga amar.Quem jamais desperta para tal... Embalo agora uma paz premiada pela solidão comigo Entendo que não há perda.Há perdão sem castigo... O que foi levado.Vivia amparado.Ou jogado no vendaval.
  5. 5. O amor é amor sempre.Por nada pede! E de nada reclama! Eu queria! Te coloquei e guardei dentro meus quereres Mas sou pobre.Tenho desejos! E deles só meus deveres, Entre eles.Deixar em paz E na paz tudo aquilo que se ama
  6. 6. Felicidade se apodera do pranto.E agora já se faz hora Do olhar agradecido!O que nunca ama.Não está perdido! Só perde quem não conhece.Perde o descaso do desconhecido O momento vale tudo...Quando se vira e vai embora...
  7. 7. [email_address] O que encontro, sempre além, do que é normal É o que nunca ninguém vê, além de mim Mas tanto tempo, e se for tempo demais para o fim? Deixaremos olhares dispersos a se perderem noutro temporal.

×