www.fee.rs.gov.br
Inovação e cooperação
nos parques científicos e
tecnológicos gaúchos:
podemos comemorar?
Carta de Conjun...
www.fee.rs.gov.br
PARQUE CIENTÍFICO E/OU TECNOLÓGICO (PCT)
Definição – International Association of Science Parks (IASP)
-...
www.fee.rs.gov.br
PROCESSOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
Três fatores essenciais:
- dinâmicas de aprendizagem associadas aos es...
www.fee.rs.gov.br
Principais PCTs do RS:
Tecnopuc
Tecnosinos
Valetec
(Feevale Techpark)
www.fee.rs.gov.br
Número e percentual das empresas situadas nos parques
Tecnopuc, Tecnosinos e Valetec, segundo as organiz...
www.fee.rs.gov.br
INOVAÇÃO E COOPERAÇÃO (comparações)
% de empresas que cooperaram para inovar:
- os 3 PCTs do RS ...........
www.fee.rs.gov.br
Número e percentual das empresas situadas nos parques
Tecnopuc, Tecnosinos e Valetec, segundo as organiz...
www.fee.rs.gov.br
INOVAÇÃO E COOPERAÇÃO (comparações)
% de empresas que cooperaram para inovar com
universidades e institu...
www.fee.rs.gov.br
Parques científicos e tecnológicos consolidados e em
implantação no RS — 2014
www.fee.rs.gov.br
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Aspectos importantes das experiências dos PCTs do RS:
- união Universidade-Empresa-...
www.fee.rs.gov.br
Fundação de Economia e Estatística
Siegfried Emanuel Heuser
Diretoria
Presidente: Igor Alexandre Clement...
www.fee.rs.gov.br
REFERÊNCIAS
RODRÍGUEZ-POSE, Andrés. Los parques científicos y tecnológicos en
América Latina: Un análisi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Inovação e cooperação nos parques científicos e tecnológicos gaúchos podemos comemorar

1.008 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.008
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
453
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inovação e cooperação nos parques científicos e tecnológicos gaúchos podemos comemorar

  1. 1. www.fee.rs.gov.br Inovação e cooperação nos parques científicos e tecnológicos gaúchos: podemos comemorar? Carta de Conjuntura FEE Iván G. Peyré Tartaruga (Geógrafo, Pesquisador da FEE)
  2. 2. www.fee.rs.gov.br PARQUE CIENTÍFICO E/OU TECNOLÓGICO (PCT) Definição – International Association of Science Parks (IASP) - aglomeração de empresas, universidades, instituições de P&D - gerenciado por profissionais especializados - promoção da cultura da inovação - estimular e administrar os fluxos de conhecimento e de tecnologia entre universidades, instituições de P&D, empresas e mercado - disponibiliza espaço e facilidades de alta qualidade
  3. 3. www.fee.rs.gov.br PROCESSOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Três fatores essenciais: - dinâmicas de aprendizagem associadas aos esforços de inovação - dinâmicas de interação entre empresas e instituições, no sentido da promoção de redes de cooperação - conjunto de recursos existentes em cada território, que caracterizaria o capital territorial de cada região (patrimônios natural e cultural, recursos humanos, etc.)
  4. 4. www.fee.rs.gov.br Principais PCTs do RS: Tecnopuc Tecnosinos Valetec (Feevale Techpark)
  5. 5. www.fee.rs.gov.br Número e percentual das empresas situadas nos parques Tecnopuc, Tecnosinos e Valetec, segundo as organizações com que cooperaram para inovar, no RS — 2012-13 DISCRIMINAÇÃO EMPRESAS Número Percentual Universidades .......................................... 28 22,6 Clientes .................................................... 16 12,9 Concorrentes (firma do mesmo setor) ..... 14 11,3 Empresa de outro setor ........................... 13 10,5 Fornecedores ........................................... 7 5,6 Empresas de consultoria ......................... 6 4,8 Instituições de pesquisa .......................... 4 3,2 Instituições de testes, ensaios e certificações ............................................. 3 2,4 Outra empresa do grupo .......................... 2 1,6 Centros de capacitação profissional ou assistência técnica ................................... 1 0,8 Total de empresas que cooperaram para inovar ............................................. 49 39,5 TOTAL DE EMPRESAS .......................... 124 100,0 FONTE: TARTARUGA, I. G. P. Inovação, território e cooperação: Um novo panorama da Geografia Econômica do Rio Grande do Sul. 2014. 334 f. Tese (Doutorado em Geografia) — Instituto de Geociências, UFRGS, Porto Alegre, 2014. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/106435.
  6. 6. www.fee.rs.gov.br INOVAÇÃO E COOPERAÇÃO (comparações) % de empresas que cooperaram para inovar: - os 3 PCTs do RS .............................................................. 39,5% - média da indústria brasileira(1) ......................................... 15,9% - média da indústria gaúcha(1) .............................................. 9,3% - média de PCTs da América Latina(2) ......................... quase nula - PCT de Cartuja (Espanha)(3) ............................................... 78% (1) IBGE (2013). (2) Rodríguez-Pose (2012). (3) González Romero (2006).
  7. 7. www.fee.rs.gov.br Número e percentual das empresas situadas nos parques Tecnopuc, Tecnosinos e Valetec, segundo as organizações com que cooperaram para inovar, no RS — 2012-13 DISCRIMINAÇÃO EMPRESAS Número Percentual Universidades .......................................... 28 22,6 Clientes .................................................... 16 12,9 Concorrentes (firma do mesmo setor) ..... 14 11,3 Empresa de outro setor ........................... 13 10,5 Fornecedores ........................................... 7 5,6 Empresas de consultoria ......................... 6 4,8 Instituições de pesquisa .......................... 4 3,2 Instituições de testes, ensaios e certificações ............................................. 3 2,4 Outra empresa do grupo .......................... 2 1,6 Centros de capacitação profissional ou assistência técnica ................................... 1 0,8 Total de empresas que cooperaram para inovar ............................................. 49 39,5 TOTAL DE EMPRESAS .......................... 124 100,0 FONTE: TARTARUGA, I. G. P. Inovação, território e cooperação: Um novo panorama da Geografia Econômica do Rio Grande do Sul. 2014. 334 f. Tese (Doutorado em Geografia) — Instituto de Geociências, UFRGS, Porto Alegre, 2014. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/106435.
  8. 8. www.fee.rs.gov.br INOVAÇÃO E COOPERAÇÃO (comparações) % de empresas que cooperaram para inovar com universidades e institutos de pesquisa: - os 3 PCTs do RS .................................................... 25,8% - média da indústria brasileira(1) ................................. 4,8% - média da indústria gaúcha(1) .................................... 3,5% (1) IBGE (2013).
  9. 9. www.fee.rs.gov.br Parques científicos e tecnológicos consolidados e em implantação no RS — 2014
  10. 10. www.fee.rs.gov.br CONSIDERAÇÕES FINAIS Aspectos importantes das experiências dos PCTs do RS: - união Universidade-Empresa-Governo (Hélice Tríplice) - ancoragem territorial das ações e das políticas - maior coesão social para interação/ cooperação entre os agentes
  11. 11. www.fee.rs.gov.br Fundação de Economia e Estatística Siegfried Emanuel Heuser Diretoria Presidente: Igor Alexandre Clemente de Morais Diretor Técnico: Martinho Roberto Lazzari Diretora Administrativa: Nóra Angela Gundlach Kraemer Rua Duque de Caxias, 1691 Centro Histórico, Porto Alegre CEP: 90010-283 (51) 3216.9000 Obrigado Iván G. Peyré Tartaruga Email: ivan@fee.tche.br Núcleo de Desenvolvimento Regional (NDR) Centro de Estudos Econômicos e Sociais (CEES) Carta de Conjuntura FEE carta.fee.tche.br
  12. 12. www.fee.rs.gov.br REFERÊNCIAS RODRÍGUEZ-POSE, Andrés. Los parques científicos y tecnológicos en América Latina: Un análisis de la situación actual. Washington, D.C.: BID, 2012. GONZÁLEZ ROMERO, Gema. Innovación, redes y territorio en Andalucía. Sevilla (España): Universidad de Sevilla, 2006. IBGE. Pesquisa de Inovação 2011. Rio de Janeiro: IBGE, 2013. (1) Pintec (2013). (2) Rodríguez-Pose (2012). (3) González Romero (2006).

×