Jornal digital qui 03 11 16

185 visualizações

Publicada em

Jornal Correio do Sul

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital qui 03 11 16

  1. 1. ANO XXVI EDIÇÃO Nº 5.037 QUINTA-FEIRA, 3 DE NOVEMBRO DE 2016 R$ 2,00 www.grupocorreiodosul.com.br 21º 16º ParcialmenteNublado-Solentrepoucasnuvens. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Correio do Sul 9Página ExpoNoivasatraicombelos espaçosevariedadedeopções Sombrio Geral Aprovado projeto que beneficia produtores de polvilho catarinenses Qualidade 11Página Ioiô volta a ser brinquedo da moda e vira coisa séria Tradição do Dia de Finados lota cemitérios da região Inusitado Religião 13Página 3Página
  2. 2. Diante do resultado positivo obtido pelo PMDB na disputa pelas prefeitu- ras do Estado, em especial nos grandes centros, cúpula do PSD do governador Raimundo Colombo já começa a ad- mitir que, talvez, o melhor caminho seja indicar o vice de Mauro Mariani (PMDB) na disputa estadual de 2018. O nome do PSD para a dobradinha seria o do deputado estadual, e atual presidente daAssembleia Legislativa, Gelson Merísio. Já as duas vagas para o senado seriam preenchidas respec- tivamente por Raimundo Colombo e por Paulo Bauer (PSDB) novamente. O grupo deixaria o PP isolado de um lado e o PT de outro. Se o quadro for encaminhado neste sentido, o PP, por óbvio, irá se oferecer para ser vice do PSD, ou do PSDB outra vez. É que com o quadro político a ser instalado no Estado a partir de janeiro, uma aliança entre PMDB, PSD e PSDB ganharia a eleição estadual mesmo antes dela começar. Aceitando Aprovado Mais umSem mudança ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 “Não sou contra as mudanças. São elas que fazem o mundo girar. O cuidado que se precisa ter é para que elas não sejam para pior”. Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 rolando_coelho@hotmail.com (48) 9945.6787 Guimarães Rosa (1908/1967) Escritor brasileiro Projeto de Lei de autoria do depu- tado estadual Manoel Mota (PMDB), que estabelece que só poderá ter a denominação de Polvilho Azedo aquele polvilho que for processado de forma natural, foi aprovado pela Assembleia Legislativa. Muitas indústrias de alimentos do Estado estavam manipulando o amido de mandioca seco de forma química, de modo a lhe dar características do pol- vilho. Ato seguinte este produto era comercializado com a marca Polvilho Azedo, prejudicando frontalmente a comercialização do produto natural, que é produzido em grande escala, em especial no Sul de Santa Catari- na, e mais especificamente aqui em nossa região. De acordo com Mota, o projeto criará uma reserva de mer- cado singular para a economia do Extremo Sul. “Viramos o jogo. Agora é o pequeno produtor que terá uma grande marca e um grande mercado para atuar”, ressaltou. E leição majoritária deste ano em nossa região foi marcada por 15% de eleitores que simples- mente não foram votar, ou votaram em branco ou anularam seus votos. Ainda que seja um percentual alto, ele ficou 2% abaixo da média do país. Os 15%, no entanto, não são uni- formes em todos os 15 municípios aqui do Extremo Sul Catarinense. Em Balneário Arroio do Silva, por exemplo, 21,88% dos eleitores não votaram, ou votaram branco ou nulo. Coincidência ou não, Arroio protagonizou a campanha mais po- lêmica deste ano em nossa região, com acusações pessoais pesadíssi- mas entre as duas candidaturas que disputavam o executivo. É muito provável que boa parte do eleitorado do município tenha virado as costas para o pleito local em decorrência destes desdobramentos. Já o município que apresentou o maior comparecimento e validação de seus votos foi Morro Grande, onde 2.843 dos seus 3.077 eleitores compa- receram as urnas para escolher um dos dois candidatos, totalizando um percentual de 92,39 de votos válidos. Por óbvio que a baixa densidade elei- toral facilita o contato mais próximo do político com o eleitor, o conven- cendo a comparecer a votação. Isto, no entanto, não foi regra em nossa região no pleito deste ano. Há também situações bastante curiosas, como é o caso de Sombrio, onde apenas 80,28% dos eleitores compareceram e votaram de forma válida. Em números absolutos, 17.165 eleitores votaram para pre- feito neste ano. Este total, todavia, corresponde a 582 eleitores a menos do que no pleito de 2012. Ou seja, há quatro anos votaram mais eleitores do que agora. Uma das explicações está ligada ao fato da eleição em Sombrio ter se mostrado definida em favor do prefeito reeleito Zênio Cardoso (PMDB) desde seu início, o que acabou desestimulando uma participação eleitoral mais efusiva. Em nossa região, dos 155.550 eleitores, 132.029 compareceram as urnas para votar efetivamente. Há de se ressaltar que cerca de outros seis mil compareceram, mas acaba- ram votando em branco ou anulando seus votos, fazendo com que tais su- frágios perdessem a validade. Pela legislação, todo voto branco ou nulo simplesmente não vale. Em linha crescente, as menores participações de eleitores foram ano- tadas em Balneário Arroio do Silva, com 78,12% de votos válidos, Sombrio com 80,28%, Balneário Gaivota com 80,54%, São João do Sul com 81,95%, Passo de Torres com 82,74%, Ermo com 83,19%, Araranguá com 84,45%, Santa Rosa do Sul com 88,06%, Me- leiro com 88,39%, Turvo com 89,70%, Jacinto Machado com 90,34%, Mara- cajá com 90,67%, Timbé do Sul com 91,87% e Morro Grande com 92,39%. Geralmente são os municípios de pequeno porte os que apresentam um maior número de votos válidos, mas isto não foi constatado integralmente em nossa região neste ano. Ermo, por exemplo, com seus 3 mil votos, teve uma abstenção, ou comparecimento com anulação de votos, na casa dos 16,81%. Também com 3 mil eleito- res, Morro Grande apresentou um percentual de apenas 7,41% nestes quesitos. Basicamente, o que se pode ob- servar é que cada caso foi um caso distinto no que diz respeito aos votos válidos no pleito deste ano aqui no Extremo Sul. Justiça Eleitoral da Comarca de Araranguá, através do juiz Gustavo dos Santos Motola, cassou o registro de candidatura do vereador reeleito Alexandre Pereira (PPS). De acordo com a sentença,Alexandre abusou do poder econômico para se reeleger. O principal motivo que levou a cassação foi a grande quantidade de combus- tível utilizada por ele, e por pessoas próximas a ele, durante o período elei- toral deste ano em um posto de abas- tecimento deAraranguá. Na prática, o judiciário partiu do princípio queAle- xandre distribuiu gasolina de forma indevida, já que a quantidade que foi utilizada não estava lançada em sua contabilidade de campanha. Os regis- tros do posto também demonstraram que em anos eleitorais, e em especial nos períodos de eleições, Alexandre utilizava bem mais combustível que em outros anos. Vale lembrar que na Cidade dasAvenidas foi cassado ainda o registro de candidatura do também vereador reeleito Cabo Loro (PSD). Nos dois casos cabe recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral. Mesmo com o excelente desempe- nho eleitoral deste ano em nossa re- gião, PSD não cogita lançar candidato a deputado estadual pelo Extremo Sul em 2018, algo, aliás, que não agrada uma significativa parcela do partido, que almeja uma maior representati- vidade da região. Intenção da sigla é permanecer aliada ao projeto de reeleição do deputado Zé Nei Ascari (PSD), de Braço do Norte, que no plei- to de 2014 foi o segundo mais votado do Estado. Em princípio, mesmo que Ascari decida disputar a Câmara Fe- deral, o PSD do Sul do Estado deverá convergir para o apoio a uma candida- tura do partido que surja de Criciúma, ou mesmo Tubarão, sob as bençãos do ex-deputado e atual Conselheiro do TCE,JúlioGarcia.Nestesentido,PSD nitidamente mantém a estratégia de seu ancestral, o PFL, que dividia o Estado em mesorregiões e priorizava em cada uma delas uma candidatura a estadual. Em 2014 isto deu mais do quecerto,tantoqueoPSDelegeunove deputados, dentre os quais os quatro mais votados do Estado. 15% deram as costas a eleição
  3. 3. Cemitérios ficam lotados no Finados Geral 3Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 foi intenso durante todo o dia, vendedores de flores, velas, salgados, sorvete, algodão-doce e água eram vistos nos acessos e quem chegava tinha dificuldade para encontrar local para estacionar devido à quan- tidade de carros. Famílias inteiras prestaram homenagens aos parentes e amigos já falecidos. Márcia Martins Teixeira Feliz, 36, veio de Içara com a mãe, irmãos e sobrinhos visitar o pai e demais familiares que se encontram sepultados em Araranguá. “Meu pai > ARARANGUÁ O Dia de Fina- dos, celebrado nesta quarta- -feira, lotou os cemitérios de Araranguá. Muitas pessoas foram visitar o tú- mulo de entes queridos e alguns ambulantes apro- veitaram para ganhar um dinheiro extra. No cemitério Cruz das Almas, o mais antigo de Araranguá, o movimento Tradição faleceu faz dois anos e meio, ele morava em Iça- ra, mas a família dele é toda de Araranguá, nós sempre viemos aqui, du- rante todo o ano, limpar o túmulo, deixar bonito, bem cuidado”, disse. Cláudia Martins Tei- xeira,35, irmã de Márcia, também veio de Içara para Araranguá visitar o túmulo do pai, e trouxe o filho João Roberto, de um ano, que já segue a tradi- ção do Dia de Finados. “É uma forma de demonstrar respeito por meu pai, meu filho vem junto para visi- tar o avô, que não chegou a conhecer ele”, declarou. No cemitério da San- ga da Toca, o Dia de Fina- dos foi de reflexão, home- nagens e orações. Serviu também para limpar as capelinhas, acender velas, levar flores e lembrar dos familiares que já se foram. Como fez Eliane Pires, que foi orar no túmulo dos avós. “É um dia especial, quando visitamos os entes queridos que não vemos mais, trazemos orações. Lembramos que eles es- tão melhores e olham por nós”, comentou. Como ela, Neuza Santos da Silva Se- rafim também foi prestar homenagem aos parentes, e aproveitou para limpar e deixar tudo organizado na sepultura. “Faço sem- pre a oração, que é o mais importante. A gente vem mais para rezar por que agora é a alma deles que está aqui, não é só colo- car flor e arrumar. Tem que rezar também. Meu trabalho me impede de vir antes, então vim hoje. A gente precisa cuidar das coisas da família”, declarou. Para aqueles que es- tão longe da sepultura da família, a opção é acender velas aos pés da Santa Cruz. Ana Cristina Ma- teus rezou pelos avós e por todas as almas enquanto prestava a homenagem. “É bom rezar por todas as almas e por aqueles que a gente não pode visitar o túmulo”, concluiu. O Dia de Finados, feriado nacional, serve para lem- brar com saudade quem se ama, mas que não está Gislaine Fontoura Aline Bauer No cemitério de So- ares, em Araranguá, de onde se olha é possível ver uma enorme árvore fazendo sombra nos tú- mulos antigos. No tronco, uma placa marca o nome de Maria Rosa Oliveira e o ano, 1938. O pé de cedro hoje, é o túmulo vivo da mulher já falecida há tanto tempo e é a prova de uma singela homenagem feita pelo esposo enlutado. José Paulo de Oliveira Lúcio, neto de Maria Rosa, contacomoouviaahistória de sua mãe, que também já é falecida, sobre a cruz que virou árvore. “Pelo que minha mãe contava, quando a mãe dela faleceu, opaidelafezumacruzcom galhinhos de árvore e colo- cou no túmulo dela. Dessa plantinha, nasceu essa árvore que está até hoje conservando a história”, Desde antes do Dia de Finados, a venda de flores disparou nos estabeleci- mentos comerciais. Esta é a época em que mais se vendem flores e apesar da crise, muitas floricultu- ras estão avaliando bem as vendas. No local de trabalho de Carla Roxo, a procura foi tanta que abriu até novas vagas de emprego. “Essa é a nossa época, e percebemos um aumento legal. Até contra- tamos mais funcionárias. Não está o melhor dos anos, mas tem bastante movimento”, comenta.Ain- da segundo a vendedora, a busca foi bem variada e os crisântemos deixaram de ser a escolha mais óbvia. “Muitas cestas, arranjos maiores, flores plantadas mesmoemuitasfloresarti- ficiais, diferente dos outros anos”,explicou.Abuscapor flores artificiais também movimentou a loja de Kê- nia Tatiana. Para ela, fazia tampo que o movimento Árvoredavida Comércio relata. A admiração por esse milagre da natureza em um campo santo desti- nado a morte é tanta, que o cedro se tornou lugar de oração. “Virou um símbolo e ainda bem que ninguém nunca quistirareledaqui”, declara o neto, que vem de Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul, homena- gear os parentes no Dia não era tão promissor. “As vendas foram ótimas, não tenho o que reclamar. As pessoas estão buscando de tudo um pouco, sem pensar tanto no preço”, ressaltou. Para ela, as homenagens aos entes queridos este ano foram mais bonitas, e representammuitonahora de escolher que flor levar. “Aqui foi olhou, gostou e le- vou.Escolhemdestaforma, buscando o arranjo mais bonito”, completa. Nesta quarta-feira, de Finados, e não deixa de passar pelo túmulo da avó. Muitas pessoas vão até a árvore para rezar e lem- brar dos entes queridos. Muitos detalhes da histó- ria do cedro do cemitério já se perderam na memória, mas a árvore de quase 90 anos continua lá, provando que da morte, pode nascer a vida. Alexandre Soares Pires, de 32 anos,ambulante há cinco anos, vendeu água e algodão-doce em fren- te ao cemitério Cruz das Almas de Araranguá e ficou contente com o re- sultado. “Todo o Dia de Finados venho para frente docemitério,sempredáum movimento bom, quando está mais calor vendo mais água, hoje (quarta-feira) que o tempo está favorá- vel está saindo bastante algodão-doce”, revelou. Muita gente acendeu vela e rezou nos túmulos Alexandre vendeu água e algodão doce no cemitério Arvore cresceu levando a cruz do túmulo de mulher Aberto das 19h00 às 00h00 de Quarta à Domingo Av. Nereu Ramos, 1082 Parque das Avenidas - Sombrio mais por perto. O Dia de Finados é comemorado desde o sé- culo XI e no século XIII a Igreja Católica deter- minou que a celebração dos mortos fosse feita em 2 de Novembro. A data é celebrada por muitas religiões, porém nem to- das cultivam a tradição, os católicos acreditam que no Dia de Finados os vivos devem interceder pelas almas que estão no purgatório, esperando a purificação para entra- rem no céu.
  4. 4. JABSON MULLER Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br (48) 9955.5313 Região recebe quase R$ 2,5 milhões Teto é bom Debates na93FM De confiança O Governo do Es- tado repassou no mês de outubro, R$ 2.475.270,36 às prefeituras do Extremo-Sul, beneficiando os 15 municípios da região nos mais diversos setores. Os investimentos referem- -se a pagamento de convênios/ transferência aos municípios, conservação de obras de infra- estrutura (tapa-buracos), obras e instalações (manutenção de bens móveis), transferência de recursos às Apaes e pagamento de transporte escolar dos alunos da rede estadual. No que diz respeito aos con- vênios, que obtiveram o maior montante de investimento no mês de outubro (R$ 1,9 milhão), as parcelas são liberadas em conformidade com as medições das obras,além das prestações de contas em dia e certidão negativa. O destino dos recursos re- lacionados ao Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), pode ser acompanhado de perto pela Felizmente, interesses corporativistas não devem impedir a aprovação da PEC 241, Projeto de Emenda Constitucional que limita os gastos públicos. A PEC já passou pelas duas votações na Câmara Federal e já está tramitando no Senado, agora como PEC 55, onde a tendência é que também seja aprovada. A Câmara de Vereadores de Araranguá aprovou uma moção de repúdio à proposta, indicada por um vereador petista. Agora a imprensa nacional lembra que a própria Dilma Roussef tinha um projeto seme- lhante e o PT não chiou. Seria bom os vereadores perguntarem a população o que ela acha de colocar um limite também, bem mais rígido e transparente, sobre os gastos das câmaras municipais. A aprovação com certeza seria geral. No dia da votação da moção de repúdio, alunos e professores foram a câmara protestar contra a PEC. Nas manhãs de segunda-feira, o pro- grama Correio Notícias da Rádio 93FM, está promovendo debates sobre assuntos que estão sendo discutidos em nível na- cional e local. Já foi feita a discussão com professo- res sobre a reformulação no ensino médio, eles contrários e o time da emissora favo- rável a mudança, e na última segunda foi discutida a proposta de reforma política (mais uma) que transita no Congresso Nacional. Os debatedores discordaram em muitos pontos, mas em um todos con- cordaram: tem partido demais no Brasil e uma cláusula de barreira, que impeça que as siglas se proliferem, é bem vinda. A c l á u s u l a de barreira pode acabar com par- tidos históricos, mas sem votação, como os comunis- tas. É o preço a se pagar pelo bem da política, que cai cada vez mais no descrédito no país. O posto de combustíveis Cooperja recebeu no mês de outubro, a Carta de Qualidade Ipiranga, a qual certifica e garante a credibilidade dos combustíveis vendidos pelo revendedor com esta bandeira. “A Coo- perja e a Ipiranga através do Programa de Qualidade, fortalecem a confiança dos combustíveis vendidos aos consumidores, diferenciando-se de outros postos não bandeirados”, destaca o gerente Luiz Carlos Veronez. Segundo a rede Ipiranga, esta carta identifica a adequação do estabelecimento, diante das carac- terísticas próprias e inerentes ao seu Programa de Controle de Qualidade. Quatro vezes ao ano, os postos são fiscalizados aleatoriamente por um laboratório móvel. A carta, por sua vez, atesta e autoriza o uso de adesivo nas bombas, que demonstra as conformidades dos produtos comercializados. população. São mais de R$ 605 milhões investidos pelo progra- ma, e todos os processos dos con- vênios e respectivas prestações de contas foram digitalizados e estão disponíveis em PDF no Sistema de Gestão de Protocolo Eletrônico (SGP-e). No site do SGP-e deverão ser informados o número e o ano do processo desejado. Todos os convênios do programa estão disponíveis no site da Secretaria de Estado da Fazenda e podem ser consultados na página do Fundam. É possível procurar pelo município e pela proposta para localizar o número do processo. Além disso, são atualizados diariamente dados sobre valores disponibilizados e repassados a cada prefeitura, projetos ca- dastrados, tramitação das pro- postas e número de convênios assinados.As informações estão acessíveis na página da Secreta- ria da Fazenda ou no Portal da Transparência do Poder Execu- tivo Estadual.
  5. 5. Geral 5Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 Publicações legais: tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 diretor@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: editor@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Sem orçamento e com problemas O ministro da Saúde, Ricardo Barros, recebeu o governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing, on- tem pela manhã, em seu gabinete, em Brasília. Trataram de liberação de recursos, tanto para o mutirão de cirurgias quanto para socorrer os hospi- tais catarinenses. Barros considerou o pedido justo diante do grande volume de serviços de saúde do Estado e explicou que existe um limite orçamentário que agora precisa ser adequado à demanda por novos serviços. “Dependemos agora de disponibilidade orçamentária. Infelizmente, a queda de arrecadação do go- verno federal vem restringindo a capacidade financeira”, disse ao acrescentar que está em entendimento junto ao Ministério do Planejamento para ampliar o apoio a Santa Catarina. O ministro não quis falar em valores. Ao final do en- contro, Colombo reconheceu que falta de orçamento é uma realidade também no Estado e propôs a soma de esforços para que o problema da Saúde pública não se agrave. “Não temos como fazer novos empenhos porque não há mais orçamento.” De acordo com o governador, só no mutirão de cirurgias a União deve R$ 50 milhões ao Estado e por enquanto reconheceu R$ 20 milhões. Kleinübing frisou que Santa Catarina produz muito mais do que deveria se se limitasse aos recursos vindos do governo federal. Segundo ele, só em serviços de alta complexidade entre 2014 e 2016 foram investidos R$ 300 milhões por Santa Catarina. “O Estado está bancando isso e precisa ter o reconhecimento federal até para podermos continuar trabalhando e ampliando serviços.” Visita Senador Dalirio Beber (PSDB -SC), coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, esteve ontem nos ministérios de Minas e Energia, dos Transportes e das Cidades. Saiu do Ministério dos Transpor- tes com a confirmação de que o ministro Maurício Lessa virá ao estado no dia 9 de dezembro para tratar de assuntos referen- tes ao porto de Itajaí e ao aeroporto de Navegantes. Na ocasião Lessa vai anun- ciar recursos para Santa Catarina. Educação no museu A Assembleia Le- gislativa aprovou ontem o projeto de lei que institui a Política de Preservação do Patrimônio Escolar em Santa Ca- tarina. A iniciativa da deputada Luciane Carminatti (PT) prevê o armazenamento e a catalogação de objetos de uso comum (como mimeógrafo, tinteiro e mata-bor- rão) a símbolos, como bandeiras e unifor- mes. O projeto ainda regulariza a atuação de um especialista capacitado e exposição dos materiais nas próprias escolas. Gasto com pessoal Levantamento rea- lizado pelo Instituto Brasileiro de Econo- mia da Fundação Getúlio Vargas mostra que Santa Catarina tem o quarto menor gasto com pessoal ativo do Brasil, perden- do apenas para Espírito Santo, Rio de Ja- neiro e São Paulo. Para o secretário Anto- nio Gavazzoni, o desempenho do Estado é resultado do investimento contínuo em sistemas de gestão fiscal, que têm reflexos expressivos na produtividade. “Nada do que estamos colhendo agora veio sem es- forço. Em Santa Catarina temos a cultura da disciplina fiscal”, avalia. Revisão Paralelamente às ações de con- trole do gasto público, o governo estadual vem revendo estruturas. Exemplo recente está na fusão de empresas da administra- ção indireta e na mudança de status de secretarias para agências de desenvolvi- mento regional. Gestão de excelência O ExcelênciaSC - Movimento Catarinense pela Excelência - promove na quinta-feira (3), em Lages, o Excelência Talks, debate que vai abor- dar os temas sustentabilidade e excelência em gestão. O evento terá apresentações do diretor presidente da Nord Eletric, Nelson Akimoto, e do presidente do Excelência SC, Roberto Zardo. A inscrição do evento é a entrega de um livro ou um quilo de ali- mento não perecível. Informações no site www.excelenciasc.org.br Por Andréa Leonora redacao@peloestado.com.br 02 e 03/Nov/2016 Valeu a caminhada Depois da conquista da prefeitura de Florianópolis no segundo turno de domingo, o deputado Gean Lou- reiro (PMDB) voltou a assumir sua cadeira na Assembleia Legislativa. No almoço da bancada peemedebis- ta, recebeu a homenagem do coorde- nador da bancada - e da campanha 2016 do PMDB -, deputado Valdir Cobalchini, que entregou um quadro para marcar a vitória. Os presentes destacaram não a vitória em si, mas a caminhada para chegar até ela. Foi o primeiro encontro de Loureiro com o presidente do PMDB, deputado Mauro Mariani, após a vitória, e com a maioria dos colegas parlamentares. Entre os presentes, o deputado Luiz Fernando Cardoso Vampiro, que a partir de ja- neiro será efetivado. O presidente de honra do PMDB, ex-governador Casildo Maldaner, também marcou presença. MarceloTolentino
  6. 6. Entretenimento Novelas-Horóscopo-Diversão Novelas Sol Nascente -18h Haja Coração -19h A Lei do Amor -21h A lice tenta acalmar Carol e César finge preocupação. Ana Clara pede para Tanaka conversar com Alice para nãomagoarCarol.Geppinadecidedividiracasa.César pede para Patrick avisar a Alice do desequilíbrio emocional de Carol. César ouve Alice falar com Mario para não arrumar confusão quando for à Arraial Pescados. Milena vai para casa, mas ignoraVittorio. César provoca Mario, que o agride e deixa Alice furiosa. N ão perca as emoções finais de‘Haja Coração’. Rapidinhas Correio do Sul Quinta-feira, 3 de novembro de 2016 Áries 21/03a20/04 21/04a20/05 21/05a20/06 21/06a20/07 21/07a20/08 21/08a20/09 21/09a20/10 21/10a20/11 21/11a20/12 21/12a20/01 21/01a20/02 21/02a20/03 Mostrará que você realmente é uma pessoa de fibra, forte. Deixarclaroascoisasquevocêpensafacilitaráacomunicação. Marte será um aliado importante para você seguir em frente com maior facilidade. Leão Sagitário Suaformadepensarestarámaisaguçadaparaaspectosde relacionamento.Anãocompreensãodealgumaspessoas podemlhedeixarumpoucochateado.Odiaserádividido cominfluênciadeJúpiterePlutão. Gêmeos Alguns compromissos devem ser reavaliados, pode vir a perder se não avaliar bem. A mudança será um aspecto interessante em conjunto com a forma como Marte vem agindo.Evitandoconfusõeschegaráaoobjetivo. Libra Seráumdiademuitatransparênciasemmuitasuperficiali- dade.Saturnoéumagrandechancedeserofatorresultante destasituação.Podeporvezessetornarumpoucomanipu- ladordevidoaoplanetaMarte. Aquário Touro SeumaterialismoseráevidenciadodevidoaPlutãoeJúpiter. Váemfrenteenãodesistadaquiloquevocêquer.Nãodeixe de valorizar também diretamente as pessoas. Virgem Apresentará um quadro de opiniões mais crítico e combativo. Lua irá transparecer esse seu lado por vezes poucoexplorado.Emborapareçanegativo,emalgumas situações será positivo para resolver problemas. Capricórnio O instinto prático e competitivo estarão bem aflorados. Oelementoterraseráumdosfatoresparaestacondição. Vocêconseguiráconvenceralgumaspessoasquejáesta- vamdesacreditas,principalmentedecâncer. Câncer Suaintuiçãofarácomquevocêpossavirateralgumasideias precipitadas.Saturnolhedeixarásensíveldemais,talveznão suporte algumas situações. Ficará dependente de algumas ideias antigas. Escorpião Externaráumpensamentomaisconservadoroquepode afastaralgumaspessoas.Aáguapoderámudaressequadro um pouco apesar de gerar menos influência que Vênus. Porémnãodesistaesejamaisintenso. Peixes Não terá muitas dificuldades em desenvolver ideias no ambiente social. Alguns podem até se surpreender com sua capacidade de expor pensamento. A Lua intervir trazendo um pouco mais de romantismo. Mostrará o seu grande valor de forma carismática e ele- gante.Netunoestaráfortalecidoperantesuaconstelação. Decisõesnãoserãoumproblemaemalgunsaspectos.Só nãofiquecegodiantededeterminadassituações. Algumas variações ocorrerão durante o dia intercalando bonsmomentoscomregulares.Nãoseráumdiaruim,mas tende a ser um pouco ameno. Mercúrio será responsável porumpoucodemelancoliaduranteoseudia. Marina Ruy Barbosa celebrou o posto de mulher mais sexy do ano A premiação, tradicional da revista VIP, colocou a atriz em primeiro lugar em uma seleção que reúne as 100 mulheres mais deslumbrantes do planeta. Para comemorar, Marina fez um breve textoemsuacontapessoalnoInstagram,na tarde desta quarta-feira, 2.“Muito lisonjeada de ser a mulher do ano da @revistavip! As fotos e a matéria ficaram lindas, do jeitinho que eu queria e imaginei! Eu espero que vocês gostem. Ps: Acho que nos mulheres podemosseroqueagentequiser,ahoraque agentequiser!Semrótulos,semlimites.Nós podemos!”, escreveu a atriz. Filha de peixe, peixinho é! E, no caso de Sofia, filha de Grazi Massafera e Cauã Rey- mond,oestímuloparaserartistaéemdobro. Em conversa com o EGO, a mãe da pequena de 4 anos que está no ar em“A Lei do Amor” como a espalhafatosa Luciane, contou que vê na filha uma grande vocação para seguir a carreira de atriz. Grazi disse que se enxerga na filha quando era pequena. H elô viaja com Pedro. Ana Luiza ouve Vitória dizer que foi obrigadaporCiroadeporcontraPedro.Antôniopedeque Tiago termine seu noivado. Edu conta a Letícia que Tião possui um apartamento para encontros amorosos. Magnólia pede um empréstimo a Tião. Ana Luiza divulga o vídeo com o depoimento de Isabela no blog de Elio.
  7. 7. MARGARETH SILVA Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 margareth.silvaa@yahoo.com.br www.melhoresdosul.com facebook.com/lacymargareth.silva Bernardo e Carla CasamentodeBernardoBaraneCarla Biazotonacapitaldoestadoserealizou no Hotel Maria do Mar, com vista ma- ravilhosaeencantouatodos!Decoração belíssima, jantar dos Deuses regado a espumante.OspaisdonoivoMargarete e Paulo com os pais da noivaAntonio e Shirley perfeitos anfitriões! Mix As famosas LojasAdelino inovam com a promoção da Maior Feira do Sul em todas as Lojas Adelino, durante o mês de novembro.Aequipe mais apaixona- da pelo cliente!O Guri de Uruguaiana também veem e apresenta o seu show no próximo dia 13 a partir das 18h ao lado da loja em Turvo. Casa Nena decorações com excelente crediáriovocêencontraopçõesempapel de parede, laminados de madeira para o piso,cortinas, tapetes de pelo curto e longo e os de sisal maravilhosos! Salão do Rosilei com excelentes profis- sionais, onde você encontra qualidade nos serviços e produtos. Depilação masculina e feminina, limpeza de pele, massagens... As definitivas e o tratamentodebotoxparacabelolevam todos os elogios. Comachegadadasfériasmuitaspesso- as preferem realizar Cirurgia Plástica. Consulte profissionais com esta espe- cialização para obter bons resultados. Cirurgia Plástica se realiza com Cirur- gião Plástico. Consulte no Conselho Regional de Medicina ou Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica www. cirugiaplastica.org.br em nossa região destacamos Dr.Adalberto de Oliveira. 14,90 18,90 FamiliaresdonoivoprestigiandoocasamentodosDeusesdeBernardoeCarla. BrunaeWiliancomospaisdela ZéliaeJulioelegantesnafesta. JoãoeThaisBarancomolindofilho BenjaminnoenlacetopdomanoBernardo eCarla,aarquitetadeprestigiodaWoa empreendimentos. FrancielieRicardo,ela aniversariantequerida destasemana.Parabéns! MargareteBaran comostiosEvelin eJorgeTimbonino glamourdafesta. Ospaisdonoivo Margaretee PauloBarancom afilhaMonique eonetocele- brandonoHotel MariadoMar. BernardoBaraneCarlaBiazotoosnoivosmaravilhososcomAninha eWalterKoringdafamosaWoaempreendimentosimobiliários. TiagoZillivice-prefeito Turvoeeleitoprefeito nestasemanacomemorou aniversário.Noclosecoma esposaaeleganteLuciZilli. Felicidades!
  8. 8. Publicidade8 Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016
  9. 9. Especial 9Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 Equipe do Correio do Sul e organizadores acompanham primeiro dia da Expo Noivas > SOMBRIO A Expo Noivas no Shopping Ou- tLet Japonês começou e já é sucesso. Expositores e organizado- res avaliam a feira como promissora e comemora- ram o público interessado e em busca de novidades que apareceujánoprimeirodia. Nesta quarta-feira, quem foi ao shopping passear, já aproveitou para dar uma olhadanoqueestavaexpos- to e pesquisar preços. Stan- ds de todos os segmentos do ramo dos casamentos estão apresentando produtos para personalizar a festa. Omundoencantadodoscasamentos Expo Noivas Dona de uma empresa de fotografia, Fabiana Alano estava comemorando a abertura da Expo Noivas. “Entramos na última hora, mas foi uma oportunidade legal e estamos muito espe- rançosos. Só começou e já atendemos vários casais”, contou. Além dela, a fotó- grafa Giorgia Cabral tam- bém está otimista. “Nossa expectativa é abranger o máximo de pessoas. Que- remos que elas vejam o quanto temos profissionais incríveis aqui. Estamos com um mercado bem legal para casamentos em Som- brio”, disse. Ontem foi apenas o primeiro dos quatro dias da feira que já está movi- mentando a cidade. Mar- celo Anuar, organizador da exposição, está satisfeito com a resposta do público a abertura na tarde de feriado nacional. “Estamos impressionados com a be- leza dos stands e a aceita- ção do público. Estou bem contente com a dedicação dos empreendedores que deixaram tudo tão lindo, cada espaço diferente um do outro”, completou. O Grupo Correio do Sul também está envolvido nesta novidade em termos de negócio com cobertu- ra através de flashes ao vivo na Rádio 93 FM e em suas redes sociais. A Expo Noivas vai até domingo e está acontecendo em todo o Shopping OutLet Japonês, em Sombrio. Aline Bauer FOTOGRAFIACRIATIVA Decorações & Eventos Sombrio-SC
  10. 10. Publicidade10 Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016
  11. 11. Geral 11Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 Polvilheiroscomemoramnovalei mandioca obtido pe- las grandes indústrias pode levar ao desa- parecimento das pe- quenas empresas que produzem o polvilho azedo verdadeiro, com o processo natural que leva em torno de 90 dias para ficar pronto. “Não podemos aceitar isso, principalmente porque gera o desem- prego e afeta a produ- ção de polvilho azedo verdadeiro”, completa. A sessão foi acom- panhada por produ- tores de polvilho aze- do do extremo sul e a aprovação em primeiro e segundo turno foi comemorada por eles. Um dos produtores que viajou a Florianópolis é Gilvan Simão de Car- valho, de Sombrio. Ele confirma que o polvilho original, produzido há décadas na região, da moagem da mandio- ca até a secagem no sol, leva em média 90 dias para ficar pronto. Enquanto o produto que está chegando ao mercado catarinense vindo principalmen- te do Paraná, não ul- trapassa seis horas. > REGIÃO Foi aprovado na sessão ordinária de terça-feira, o Projeto de Lei (PL) 564/2015, de autoria do deputa- do Manoel Mota, que estabelece que as em- presas produtoras de mandioca no estado poderão denominar como polvilho azedo apenas o amido resul- tante de processo de fermentação natural e secagem ao sol. Este é o processo tradicional- mente utilizado pelas empresas da região. Para o parlamen- tar, a aprovação da matéria foi uma con- quista para o estado, em especial para a re- gião sul. “Sabemos que muitos produtores têm como principal fonte de renda a mandioca e seus derivados, como o polvilho azedo e a nor- mativa estabelecida através desta lei é fun- damental para manter o agricultor no campo”, acredita Mota. Ele completa ainda que a maior preocupa- ção é que o amido da Economia “Eles usam um pro- cesso químico, não é natural como o nosso. Então eles produzem mais, colocam mais no mercado e vendem mais barato, fazendo uma concorrência des- leal”, critica Gilvan. Mesmo assim, o con- sumidor logo percebe a diferença e costuma adquirir os dois tipos, misturando o polvilho tradicional ao químico para que a diferença na qualidade não seja tão grande. Gilvan es- tima que somente na região sul catarinen- se saiam aproxima- damente quatro mil toneladas de polvilho para comercialização. A luta dos polvilhei- ros foi apoiada também por todos os prefeitos da região, alguns deles chegaram a ir a capital acompanhar a sessão de votação do projeto de lei. A iniciativa re- cebeu a contribuição na elaboração do pro- jeto dos técnicos da Cidasc, Epagri, Secre- taria de Agricultura, professores de univer- sidade federal e dos polvilheiros do estado. Entenda > REGIÃO Com o aval da Agên- cia Nacional de Águas (ANA) nesta semana, o Comitê da Bacia do Rio Araranguá poderá seguir seu projeto de ampliação, integrando os afluen- tes catarinenses do rio Mampituba à sua área de atuação. A iniciativa, inclusive, servirá como exemplo para a solução de problemas semelhan- tes em bacias hidrográfi- cas de todo o Brasil. De acordo com o co- ordenador de Instâncias Colegiadas do Sistema Nacional de Gerencia- mento de Recursos Hí- dricos, Nelson Neto de Freitas, a ANA vê a ação com bons olhos. “Temos várias bacias importan- tíssimas de domínio da União, mas que em um olhar estratégico acabam ficando em segundo plano na hora das intervenções. Uma solução valorizando os comitês locais permite que construamos uma alternativa para a pre- servação da água de ou- tros rios por todo o país”, argumenta. Com a aprovação na- cional, a partir de agora o ComitêAraranguá dará continuidade ao processo de integração, seguindo com a organização de do- cumentos, busca de par- cerias e sensibilização do poder público municipal, tanto legislativo, quanto executivo. “Agora temos a certeza que podemos continuar esse trabalho, cada vez mais intensi- ficando, oficializando e consolidando essa inte- gração”, completa o pre- sidente, Sérgio Marini. Tanto o Governo do Estado de Santa Catari- na, quanto do Rio Grande do Sul, também aprova- ram a ideia de integra- ção, principalmente por conta da diminuição da burocracia e da mobili- zação de mais partes da sociedade para auxiliar IntegraçãotemavaldaANA na preservação das águas dos rios do Extremo Sul catarinense e Norte gaú- cho. Neste caso a alter- nativa encontrada foi mobilizar os dois esta- dos de forma separada: Santa Catarina com a integração dos afluentes ao Comitê Araranguá e o Rio Grande do Sul com a criação do Comitê Mampituba. “Um modelo novo que pode funcionar com a participação con- junta dos dois comitês estaduais atuando de forma simultânea e arti- culada. Fato que fortalece o entendimento de que os comitês precisam ser fortes e estruturados, e fortalece a politica de ampliar a atuação dos já instalados, cobrindo todo o nosso território”, afirma o diretor de Recursos Hí- dricos de Santa Catarina, Bruno Henrique Beilfuss. Como a criação de um Comitê Federal é inviá- vel, essa será uma forma de gerenciamento muito mais rápida. “Assim tere- mos dois comitês estadu- ais trabalhando de forma conjunta para gerenciar a calha do Rio Mampi- tuba. Esse arranjo será um piloto para solução de outros problemas se- melhantes em bacias do Brasil inteiro”, finaliza o diretor do Departamento de Recursos Hídricos do Rio Grande do Sul, Fer- nando Setembrino Cruz Meireles. A Bacia Hidrográ- fica do Rio Mampituba é compartilhada pelos estados de Santa Cata- rina e do Rio Grande do Sul. Considerando que é uma bacia federal, a gestão deveria ser feita pela Agencia Nacional de Águas. Porém, devido ao tamanho reduzido e a dificuldade no processo de criação deste Comitê Federal, o Rio Grande do Sul decretou a criação do Comitê Gaúcho dos afluentes do Rio Mam- pituba. Agora, em Santa Catarina, os afluentes serão integrados à área de atuação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá. Grupo de produtores e lideranças da região acompanhou a votação do projeto Rio Mampituba terá seus afluentes juntos ao comitê Além do benefício comercial, medida garante continuidade de um processo que se mistura a história da região
  12. 12. Publicidade12 Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016
  13. 13. Geral 13Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 Projetolevaioiôparaasescolas cememtodaaregião,eem Sombrio, os campeonatos se estendem até o final do ano. “O ioiô trabalha a coordenação motora e desperta a atenção para outras manobras. E ainda incentivamos questões como caráter, diminuindo palavrões que os alunos dizem, e tal. Falamos a língua deles, o que atinge melhor os pequenos. Aca- ba sendo algo até social”, continua Allan, que não pára de jogar nem en- quanto dá entrevista. “O barato é mostrar que todo mundo pode ser grande com o ioiô. Nós inclusive jogamos com o ioiô deles para que tenham noção de que também podem”, > SOMBRIO Moda nos anos 1990, o ioiô andava meio es- quecido das novas gera- ções até agora. Até agora. Um projeto desenvolvido por empresas nacionais trouxe para a região, dois jogadores profissionais de ioiô, que estão levando o esporte às escolas e con- quistando cada vez mais adeptos. Oito manobras básicas são ensinadas aos alunos de cada município, e campeonatos semanais são organizados com di- reito a premiação para os melhores na arte de ma- nusear o brinquedo. Allan Vierne é um dos desenvolvedores do projeto. Praticante pro- fissional há dez anos, ele diz que a meta é envolver mais de 120 mil crianças e adolescentes. “Nosso foco é divulgar o ioiô como es- porte de forma dinâmica, divertida, que faça a me- ninada gostar. É tudo de graça pra eles e o esporte atinge vários públicos. É muito legal e é uma coisa que todo mundo pode jo- gar”, comenta ele, que des- pontou de uma iniciativa parecida.As ações aconte- Vai e Vem ressalta. O seu companheiro de demonstração é o pró- prio irmão, Luiz Henri- que Vierne, que também joga profissionalmente e é apaixonado pelo esporte. “É muito legal, eu aprendi a jogar bem com as duas mãos, e é sensacional. Mas para mim mesmo, trabalhar com crianças é um sonho realizado”, completa. São os dois que se apresentam nas escolas e promovem as competi- ções. O evento final, que vai consagrar o campeão regional, será no dia 15 dezembro em Araranguá, com premiações maiores, como skate, vídeo game e bicicleta. Para muitas > REGIÃO O conhecimento sobre a cultura popular dos mais diversos povos faz parte do processo de aprendizagem nas escolas brasileiras. Na a Escola Básica Municipal Otávio Manoel Anastácio, localizada no bairro Jardim Cibeli, em Araranguá,a terça-feira, foi marcada peloenvolvimentodealunos do pré-escolar ao 5º ano do ensino fundamental, na ce- lebração do Dia das Bruxas. O halloween, como é conhecido nos Estados Uni- dos, virou marca na esco- la após o primeiro ano do projeto ter sido realizado em 2015. “Pensamos em aprofundar mais o estudo sobre o Dia das Bruxas e o trabalho entre professoras e alunos foi realizado em conjunto. Em cada sala de aula foi trabalhado um personagem, como a bruxa, o vampiro e o fantasma”, re- lata a professora Cristiane Gomes Cechinel, uma das coordenadoras do projeto. Ainda de acordo com ela, a iniciativa proporciona aos Escolascomemoramhalloweenalunos conhecimento de for- ma mais lúdica. “Tudo vira festa,porisso,nãodeixamos passar este dia em branco”, acrescenta. Paraodiretordaescola, Manoel Soares, o projeto oportuniza aos alunos vi- venciar as diferentes cultu- ras existentes. Escola de Araranguá (acima) e do Arroio comemoram Crianças ficam encantadas com as manobras feitas com ioiô e passam a treinar crianças como Dieferson Pereira Guarita, um prê- mio é mais do que os frutos que ele já está colhendo. “Elesforamnaescola,mos- traram e eu achei legal. Gostei de aprender a ma- nobra do balanço. Incen- tivei muitos amigos e fico a tarde inteira treinando”, conta o garoto tímido que já sabe bem como impres- sionarcomumioiônamão. Ruan Jacinto Borges é outro que não larga mais o brinquedo, abandonando outros passatempos que nemeramtãolegaisassim. “É muito melhor que estar nafrentedocomputadorou do celular. Aprendi várias manobras e o tempo que eu tenho, treino”, relata. Em Sombrio, os campeonatos acontecem semanalmente em frente a Igreja Matriz, às 10 da manhã.
  14. 14. Segurança14 Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 > ARARANGUÁ Mais um assalto foi registrado em Ara- ranguá, por volta das Frentista atento evita assalto De Olho 21h30min de segunda- -feira, último dia do mês de outubro, na rua Isabel Flores Hubbe, no bair- ro Urussanguinha. Um homem estava na rua quando foi abordado por dois marginais que se Polícia Militar foi acionada e prendeu dois suspeitos Motoristas param em locais proibidos e preocupam fiscalização de segurança aproximaram em uma bicicleta, sendo que um portava uma arma de fogo e anunciou o assalto. Os bandidos leva- ram o celular da vítima e fugiram em direção ao colégio estadual do bairro. A Polícia Militar montou um cerco, varreu as ruas próximas e locais considerados críticos, com o intuito de prender os criminosos, porém não obteve êxito. Já nesta quarta-feira, um trabalhador conse- guiu evitar um assalto, acionando a PM. Por volta da meia-noite, a Polícia Militar de Ara- ranguá foi chamada por um frentista de posto, o qual temia que o esta- belecimento comercial, localizado às margens da rodovia BR-101, no bairro MatoAlto, fosse assaltado. De acordo com o fren- tista, uma motocicleta pre- ta, com descarga aberta, passou mais de três vezes na frente do estabeleci- mento onde ele trabalha. O veículo estava com a sinaleira traseira total- mente apagada e havia condutor e passageiro. Os policiais iniciaram rondas e a moto foi abor- dada na rua Antônio Ber- toncini, também no bairro Mato Alto. Ao visualizar a viatura, os suspeitos joga- ram uma arma no mato, a qual foi encontrada e constatado se tratar de um revólver calibre 22. Diante dos fatos, a dupla foi presa e encaminhada à Central de Polícia. > BALN. GAIVOTA Uma residência no município de Balne- ário Gaivota, no lado sul da avenida Inter- praias, foi tomada pelo fogo que começou na vegetação. A casa foi completamente des- truída. Uma vizinha que preferiu não se identificar, relatou que viu as chamas se apro- ximando e ligou para os bombeiros, só que foi tudo muito rápido e quando a ajuda chegou > TURVO Na tarde de terça- -feira, policiais civis de Turvo, coordenados pelo delegado André Gazzo- ni Coltro, prenderam em flagrante um casal pelo crime de tráfico de drogas. A operação policial montada para cumpri- mento de mandado de busca e apreensão loca- lizou drogas e dinheiro > REGIÃO Os motoristas que trafegam pela BR-101 devem evitar a para- da ou estacionamento em locais proibidos, sobre a plataforma de pistas duplicadas. O alerta é feito pelo De- partamento Nacional de Infraestrutura em Transporte (Dnit), que tem flagrado várias irregularidades pela região. Além de proibidos, esses espaços, quando ocupados indevida- mente por automó- veis, geram riscos de Queimadassaemdocontrole Casalépresoportráfico Dnitalertasobreparadas o imóvel já estava quei- mando. Os bombeiros apenas evitaram que outras residências fos- sem atingidas A casa destruída tinha alguns móveis, porém ninguém ficou desabrigado, pois os proprietários são vera- nistas que moram no Rio Grande do Sul. Os bombeiros vol- tam a lembrar da ne- cessidade de tomar cui- dado ao limpar terreno com fogo ou queimar lixo na rua. O vento que está soprando na na residência do casal, onde moravam também dois adolescentes que foram apreendidos. A polícia já estava de olho no imóvel da Vila Manenti, devido a denúncias de venda de drogas no local. Foram apreendidas porções de crack e maconha, além de dinheiro. O casal, preso em flagrante, es- tava há poucos meses na cidade e, recente- mente, era investigado acidentes para outros motoristas em movi- mentação pela BR 101. Pelo código, o artigo 181, parágrafo quinto, afirma que é proibido estacionar veículos na pista de rolamento das estradas, das rodovias, das vias de trânsito rá- pido e das vias dotadas de acostamento. Pelo fluxo e pela velocida- de nessas plataformas de trânsito, um veí- culo parado torna-se obstáculo aos demais, gerando risco de aci- dente. O motorista que proceder dessa forma Infração está passivo de receber multa do região nos últimos dias torna esta atividade ainda mais perigosa, Foi o que aconte- ceu por volta do meio- -dia de segunda-feira, quando a corporação foi acionada para aten- der uma ocorrência na comunidade de Retiro da União, em Sombrio, onde um galpão de al- venaria estava pegan- do fogo. O proprietário re- latou que estava quei- mando alguns entulhos dentro do galpão, mas o fogo saiu do controle. por tráfico no Balneário Arroio do Silva. Conforme o dele- gado André Coltro, a mulher possui antece- dentes por tráfico de drogas e cumpria pena em regime aberto. Os adolescentes – um ra- paz e uma moça - foram liberados aos responsá- veis, sendo que respon- derão a procedimento criminal pela prática de ato infracional de tráfico de drogas. tipo gravíssima com remoção do veículo. O paragrafo oitavo, desse mesmo artigo, também mostra que a para- da em acostamento, sem motivo de forma maior, configura infra- ção leve, com multa e remoção do veículo. Outra situação de- finida pelo artigo 181 – e muito comum nas pistas da BR-101 Sul, é o estacionamento de veículos em túneis, pontes e viaduto. Essa atitude configura in- fração de trânsito tipo grave, com geração de multa e remoção do veículo. Gislaine Fontoura
  15. 15. Publicações Legais 15Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado naAv. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 151615; Devedor(es): CAMILA GUIMARAES SUPP - 074.818.629-82, End: Rua Demétrio José Coelho, 548, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 12192 ; Apr: FCDL; VEN: 05/08/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 509,59 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 151666; Devedor(es): DANIEL MENDES - 050.105.829-02, End: Rua Marcelino Marques Pereira, 395, Sombrio;Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 1231 ; Apr: FCDL; VEN: 06/10/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 195,84 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 61,03.Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 16,03 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 61,03. Prot: 151659; Devedor(es): ELIANA KARINA BATISTA CORDEIRO - 431.424.108-05, End: Rua Maximo RodriguesdaSilva,667,Sombrio;Tip:Normal; Mot:Faltadepagamento;Ced:NOVAGAIVOTACOBRANCAS E ZELADORIA LTDA - ME; Sac: NOVA GAIVOTA COBRANCAS E ZELADORIA LTDA - ME; Tit: 443 ; Apr: FCDL; VEN: 22/09/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 592,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86.Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 151658; Devedor(es): ELIANA KARINA BATISTA CORDEIRO - 431.424.108-05, End: Rua Maximo RodriguesdaSilva,667,Sombrio;Tip:Normal; Mot:Faltadepagamento;Ced:NOVAGAIVOTACOBRANCAS E ZELADORIA LTDA - ME; Sac: NOVA GAIVOTA COBRANCAS E ZELADORIA LTDA - ME; Tit: 443 ; Apr: FCDL; VEN: 25/08/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 592,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86.Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 151673; Devedor(es): FRANCISCO JOSE DASILVA- 535.773.370-87, End: Rua MArcilio Elias da Cunha, sn, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: FTG - FOMENTO COMERCIAL LTDA; Sac: MFP TAPETES E ENXOVA; Tit: 2408B/2 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 24/10/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 500,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 151660; Devedor(es): JACINTO SANTOS DE SOUZA - 342.483.239-15, End: Rua Passo Fundo, 177, Balneario Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: ELIETE DE OLIVEIRA VARGAS EPP; Sac: ELIETE DE OLIVEIRA VARGAS EPP; Tit: 001 ; Apr: FCDL; VEN: 27/10/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 570,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 77,98. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 16,98 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 77,98. Prot: 151614; Devedor(es): JOSSEL DE FREITAS HENRIQUE - 295.489.930-15, End: Rua Narcejas, 13, Balneario Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: ELIETE DE OLIVEIRAVARGAS EPP; Sac: ELIETE DE OLIVEIRA VARGAS EPP; Tit: 21552 ; Apr: FCDL; VEN: 10/01/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 562,73 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 77,98. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 16,98 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 77,98. Prot: 151628; Devedor(es): LIDIANE DE LIMA CECHELLA - 008.175.820-02, End: Rua Pedro José Soares, 297, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: SANTA LUZIA VEICULOS LTDA; Sac: SANTA LUZIA VEICULOS LTDA; Tit: 47270/04 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 21/10/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 65,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SOMBRIO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº. 049/2016 CONCURSO PÚBLICO – EDITAL 001/2015 (ADMINISTRAÇÃO) Pelo presente Edital, O PREFEITO MUNICIPAL DE SOMBRIO, Senhor Zênio Cardoso, vem a público convocar os candidatos aprovados no Concurso Público – Edital nº 001/2015 (Administração) para os cargos de: Agente de Controle Interno e Técnico de Enfermagem, abaixo relacionados, sendo que os referidos candidatos deverão comparecer no prazo de 30 (trinta) dias, no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Sombrio, munidos dos documentos exigidos pelo Edital do Concurso Público nº. 001/2015, (Administração) para tomar posse: AGENTE DE CONTROLE INTERNO POSIÇÃO INSCRIÇÃO CANDIDATO 2 99935 Julio Cesar de Oliveira TÉCNICO DE ENFERMAGEM POSIÇÃO INSCRIÇÃO CANDIDATO 5 99739 Patricia Martins de Oliveira Gomes Município de Sombrio - SC 01 de novembro de 2016 Zênio Cardoso Prefeito Municipal ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SOMBRIO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº. 050/2016 PROCESSO SELETIVO - ACT - EDITAL 001/2016 (ADMINISTRAÇÃO) Pelo presente Edital, o Prefeito Municipal de Sombrio, Sr. ZÊNIO CARDOSO, vem a público convocar o candidato aprovado no Processo Seletivo – ACT - 001/2016, (Administração), para o cargos de: Odontólogo, abaixo relacionado, sendo que o referido candidato deverá apresentar-se no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Sombrio, munido dos documentos exigidos pelo Edital de Processo Seletivo – ACT - Edital nº. 001/2016, (Administração), para contratação imediata: DISCIPLINA: 18 – ODONTÓLOGO Nome do Candidato Classificação Rafaela Maria Diniz 1 Município de Sombrio- SC, 01 de novembro de 2016. Zênio Cardoso Prefeito Municipal Prot: 151583; Devedor(es): PAULO ROBERTOALMEIDAPIMENTEL- 179.050.280-20, End:Av. Santa Catarina, 115, BALNEARIO GAIVO;Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: SOLUCOES INTEGRADAS VERDES VALES LTDA; Sac: SOLUCOES INTEGRADAS VERDES VALES LTDA; Tit: 0016803-01 ; Apr: BANCO DO BRASILSA; VEN: 17/10/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 600,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 77,98. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 16,98 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 77,98. Prot: 151613; Devedor(es): PEDRO LOPES DE BORBAME - 10.141.926/0001-50, End: Rua Manoel Floriano Borges, 380, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: ELIETE DE OLIVEIRA VARGAS EPP; Sac: ELIETE DE OLIVEIRAVARGAS EPP; Tit: 21347 ;Apr: FCDL; VEN: 20/11/2013; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 152,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot:151645;Devedor(es):ROYSWALLACEMELODESOUZA-22.591.112/0001-05,End:RuaBrenoCardoso, 1860, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: SULTANTEX INDUSTRIAE COMERCIO LTDA; Sac: SULTANTEX INDUSTRIA E COMERCIO LTDA; Tit: 175239/01 ; Apr: BANCO BRADESCO S A; VEN: 18/10/2016; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 983,27 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 51,86. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 30,00 - Condução R$ 6,86 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 51,86. Prot: 151568; Devedor(es): VALDEMAR ANTONIO GRUNIPP - 120.282.820-53, End: Rua B, S/N, Balneário Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO GAIVOTA; Sac: ; Tit: 12393 ;Apr: 1ª VARADACOMARCADE SOMBRIO-SC; VEN: 26/11/2015; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: R$ 7.337,48 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 110,21. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 49,21 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 110,21. Prot: 151566; Devedor(es): VALDEMAR ANTONIO GRUNIPP - 120.282.820-53, End: Rua G, S/N, Balneário Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO GAIVOTA; Sac: ; Tit: 12391 ;Apr: 1ª VARADACOMARCADE SOMBRIO-SC; VEN: 26/11/2015; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: R$ 7.337,48 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 110,21. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 49,21 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 110,21. Prot: 151565; Devedor(es): VALDEMAR ANTONIO GRUNIPP - 120.282.820-53, End: Rua H, S/N, Balneário Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO GAIVOTA; Sac: ; Tit: 12390 ;Apr: 1ª VARADACOMARCADE SOMBRIO-SC; VEN: 26/11/2015; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: R$ 7.337,48 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 110,21. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 49,21 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 110,21. Prot: 151564; Devedor(es): VALDEMAR ANTONIO GRUNIPP - 120.282.820-53, End: Rua I, S/N, Balneário Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO GAIVOTA; Sac: ; Tit: 12389 ;Apr: 1ª VARADACOMARCADE SOMBRIO-SC; VEN: 26/11/2015; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: R$ 7.892,62 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 110,21. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 49,21 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 110,21. Prot: 151563; Devedor(es): VALDEMAR ANTONIO GRUNIPP - 120.282.820-53, End: Rua Beira Mar, S/N, Balneário Gaivota;Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO GAIVOTA; Sac: ; Tit: 12388 ;Apr: 1ª VARADACOMARCADE SOMBRIO-SC; VEN: 26/11/2015; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: R$ 5.152,09 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 110,21.Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 49,21 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 110,21. Prot: 151562; Devedor(es): VALDEMAR ANTONIO GRUNIPP - 120.282.820-53, End: Rua Central, S/N, Balneário Gaivota;Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO GAIVOTA; Sac: ; Tit: 12410 ;Apr: 1ª VARADACOMARCADE SOMBRIO-SC; VEN: 26/11/2015; Esp: Certidão de DívidaAtiva; Val: R$ 538,77 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 110,21.Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 49,21 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 110,21. Prot: 151618; Devedor(es): VALMIR GENEROSO FERREIRA - 656.789.319-20, End: Estrada GEral, 18, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: ELIETE DE OLIVEIRA VARGAS EPP; Sac: ELIETE DE OLIVEIRA VARGAS EPP; Tit: 0002 ; Apr: FCDL; VEN: 30/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: R$ 309,00 + Juros Legais (1% a.m.); Emol.: R$ 72,99. Apontamento R$ 15,00 - Selo R$ 1,70 - Distribuição R$ 0,00 - Diligência R$ 46,00 - Condução R$ 11,99 - Digitalização R$ 0,00- Total Emolumentos R$ 72,99. Certifico, para os devidos fins, que o presente edital foi afixado no mural da serventia em: 03/11/2016. Sombrio - SC, 03/11/2016 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO Comarca - Araranguá / 2ª Vara Cível Av.Coronel João Fernandes, nº 195, Centro - CEP 88900-904, Fone: (48) 3521-6023, Araranguá-SC - E-mail: ararangua.civel2@tjsc.jus.br Juiz de Direito: Gustavo Santos Mottola Escrivão: Marcelo Vitto Bongiolo EDITAL DE CITAÇÃO - EXECUÇÃO - COM PRAZO DE 30 DIAS Execução de Título Extrajudicial n. 0004983-36.2013.8.24.0004 Requerente:Cooperativa de Crédito Livre Admissão Associados Litorânea SICOOB/SC CREDIJA Réu: Jorge Luiz Francisco e outro Citando(a)(s): Ernestina Pereira de Souza (alcunha "Tina"), brasileiro(a), viúva, aposentada, pai Francisco de Souza Pereira, mãe Bernardina da Silva Pereira, natural de Rio Fortuna, inscrita no CPF nº 659.432.449-72, com endereço na Rua Roseno Pereira, próximo ao Mariscão, Nova Búzios - CEP 88914-000, Balneário Arroio do Silva-SC, e Jorge Luiz Francisco, brasileiro(a), solteiro, agricultor, pai Pedro José Francisco, mãe Zalia Alves Francisco, inscrito no CPF 785.092.389-87 e RG 2.392.910/SSP/SC, com endereço na Rua Roseno Pereira, 106, Mariscão - CEP 88914-000, Fone (048)9165-4069, Aurora-SC. Valor do Débito: R$ 6.546,30 (seis mil quinhentos e quarenta e seis mil e trinta centavos). Data do Cálculo: 19/11/2014. Pelo presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou não sabido, FICA(M) CIENTE(S) de que neste Juízo de Direito tramitam os autos do processo epigrafado e CITADA(S) para, em 3 (três) dias úteis, contados do primeiro dia útil seguinte ao transcurso do prazo deste edital (art. 231, IV, do CPC), efetuar o pagamento do principal, acessórios, honorários advocatícios e despesas processuais. Não ocorrendo o pagamento, proceder-se-á à penhora de bens do executado. Os executados poderão opor-se à execução por meio de embargos, no prazo de 15 (quinze) dias úteis, a contar do primeiro dia útil seguinte ao transcurso do prazo deste edital (art. 231, IV, do CPC). E para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 1 vez(es), com intervalo de 0 dias, na forma da lei. Araranguá (SC), 06 de outubro de 2016. Rossane Martins Bianchi Código de Normas da Corregedoria-Geral da Justiça - Art. 212 DOCUMENTO ASSINADO DIGITALMENTE Lei n. 11.419/2006, art. 1º, § 2º, III, “a” j,informeoprocesso0004983-36.2013.8.24.0004ecódigo6AF3F3F. ,écópiadooriginalassinadodigitalmenteporROSSANEMARTINSBIANCHI. fls. 144
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE TERMO DE RESCISÃO CONTRATUAL Contrato Nº....: 80/2015 Contratante....: PREFEITURAMUNICIPAL DE PRAIAGRANDE. Contratada.....: PORTABILIS TECNOLOGIA LTDA Objeto............:Arescisão contratual foi feita por ato unilateral da Administração, a partir de 13/10/2016. PRAIA GRANDE, 13 de Outubro de 2016. Valcir Daros Prefeito Municipal TOMADA DE PREÇO Nº 7/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 28/16 HOMOLOGAÇÃO: 19/10/16 CONTRATADO: DOAL PLASTIC INDUSTRIA E COMERCIO LTDA. CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório vislumbra como escopo a aquisição de tubos e conexões de PVC e FºFº para estoque de almoxarifado e posteriormente aplicados em ampliação, substituição e manutenção de redes de distribuição de água, manutenção de redes do sistema de esgotamento sanitário, conforme quantidades e especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 1.275,00 (um mil duzentos e setenta e cinco reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 7/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 28/16 HOMOLOGAÇÃO: 19/10/16 CONTRATADO: ANGOLINI & ANGOLINI LTDA. CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório vislumbra como escopo a aquisição de tubos e conexões de PVC e FºFº para estoque de almoxarifado e posteriormente aplicados em ampliação, substituição e manutenção de redes de distribuição de água, manutenção de redes do sistema de esgotamento sanitário, conforme quantidades e especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 4.760,00 (quatro mil setecentos e sessenta reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 7/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 28/16 HOMOLOGAÇÃO: 19/10/16 CONTRATADO: SAINT-GOBAIN CANALIZACAO LTDA. CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE Extrato de Termo Aditivo PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 32/2016, assinado em 27/01/2016 entre a Prefeitura Municipal de Praia Grande e a Empresa LUAN INFORMÁTICALTDAME, cujo objeto é o aditamento de mais R$ 8.497,00 (oito mil e quatrocentos e noventa e sete reais), correspondente a 25% (vinte e cinco por cento) dos produtos licitados e homologados, totalizando o valor de R$ 42.487,42 (quarenta e dois mil e quatrocentos e oitenta e sete reais e quarenta e dois centavos). Administração, a partir de 13/10/2016. PRAIA GRANDE, 13 de Outubro de 2016. Valcir Daros Prefeito Municipal ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE Extrato de Termo Aditivo PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 19/2016, assinado em 04/01/2016 entre a Prefeitura Municipal de Praia Grande e a EmpresaARMAZEM SOUPAC LTDAEPP, cujo objeto é o aditamento de mais R$ 17.000,00 (dezessete mil reais), correspondente a 25% (vinte e cinco por cento) dos produtos licitados e homologados, totalizando o valor de R$ 85.423,60 (oitenta e cinco mil, quatrocentos e vinte e três reais e sessenta centavos). Administração, a partir de 13/10/2016. PRAIA GRANDE, 13 de Outubro de 2016. Valcir Daros Prefeito Municipal ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE PRAIA GRANDE Extrato de Termo Aditivo PRIMEIRO TERMO ADITIVO AO CONTRATO Nº 16/2016, assinado em 20/09/2016 entre a Prefeitura Municipal de Praia Grande e a Empresa HERCIDIO MARCIANO CARDOSO E CIA LTDA, cujo objeto é o aditamento de mais R$ 5.787,25 (cinco mil e setecentos e oitenta e sete reais e vinte e cinco centavos), correspondente a 25% (vinte e cinco por cento) dos produtos licitados e homologados, totalizando o valor de R$ 28.936,25 (vinte e oito mil e novecentos e trinta e seis reais e vinte e cinco centavos). Administração, a partir de 13/10/2016. PRAIA GRANDE, 13 de Outubro de 2016. Valcir Daros Prefeito Municipal OBJETO: O referido procedimento licitatório vislumbra como escopo a aquisição de tubos e conexões de PVC e FºFº para estoque de almoxarifado e posteriormente aplicados em ampliação, substituição e manutenção de redes de distribuição de água, manutenção de redes do sistema de esgotamento sanitário, conforme quantidades e especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 4.711,35 (quatro mil setecentos e onze reais e trinta e cinco centavos) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 7/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 28/16 HOMOLOGAÇÃO: 19/10/16 CONTRATADO: C.E.MACEDO COMERCIO DE MATERIAIS HIDRAULICOS - EIR CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório vislumbra como escopo a aquisição de tubos e conexões de PVC e FºFº para estoque de almoxarifado e posteriormente aplicados em ampliação, substituição e manutenção de redes de distribuição de água, manutenção de redes do sistema de esgotamento sanitário, conforme quantidades e especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 10.795,00 (dez mil setecentos e noventa e cinco reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 7/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 28/16 HOMOLOGAÇÃO: 19/10/16 CONTRATADO: HG COMERCIO DE MATERIAIS HIDRAULICOS LTDA - ME CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório vislumbra como escopo a aquisição de tubos e conexões de PVC e FºFº para estoque de almoxarifado e posteriormente aplicados em ampliação, substituição e manutenção de redes de distribuição de água, manutenção de redes do sistema de esgotamento sanitário, conforme quantidades e especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 5.400,00 (cinco mil e quatrocentos reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 7/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 28/16 HOMOLOGAÇÃO: 19/10/16
  17. 17. Publicações Legais 17Correio do Sul Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 CONTRATADO: VIA D’ AGUA COM. DE PROD. DE MED. HIDR. E SANEAMEN CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório vislumbra como escopo a aquisição de tubos e conexões de PVC e FºFº para estoque de almoxarifado e posteriormente aplicados em ampliação, substituição e manutenção de redes de distribuição de água, manutenção de redes do sistema de esgotamento sanitário, conforme quantidades e especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 335,46 (trezentos e trinta e cinco reais e quarenta e seis centavos) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 7/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 28/16 HOMOLOGAÇÃO: 19/10/16 CONTRATADO: SANEGOLD TUBOS E CONEXOES LTDA - EPP CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório vislumbra como escopo a aquisição de tubos e conexões de PVC e FºFº para estoque de almoxarifado e posteriormente aplicados em ampliação, substituição e manutenção de redes de distribuição de água, manutenção de redes do sistema de esgotamento sanitário, conforme quantidades e especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 5.951,00 (cinco mil novecentos e cinqüenta e um reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 8/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 29/16 HOMOLOGAÇÃO: 20/10/16 CONTRATADO: ELSTER MEDICAO DE AGUA LTDA CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório possui como escopo a recuperação de 1.000 hidrômetros, os mesmos serão aplicados em novas instalações de água como também na substituição de hidrômetros danificados, conforme especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 44.000,00 (quarenta e quatro mil reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- PREGÃO PRESENCIAL Nº 13/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 31/16 HOMOLOGAÇÃO: 25/10/16 CONTRATADO: METROLOGICA EQUIPAMENTOS E PRODUTOS PARA LABOR. LT CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: A presente Licitação tem como escopo, a aquisição de produtos para aplicação no Laboratório da Estação de Tratamento de Esgoto ETE-I e aquisição de reagentes, soluções e vidrarias para uso no Laboratório da Estação de Tratamento Nº. 3 (ETA-III) desta Autarquia Municipal, em consonância com as especificações aduzidas no ANEXO I do presente Edital. VALOR DA DESPESA: R$ 889,50 (oitocentos e oitenta e nove reais e cinqüenta centavos) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- PREGÃO PRESENCIAL Nº 13/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 31/16 HOMOLOGAÇÃO: 25/10/16 CONTRATADO: HEXIS CIENTIFICA S.A. CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: A presente Licitação tem como escopo, a aquisição de produtos para aplicação no Laboratório da Estação de Tratamento de Esgoto ETE-I e aquisição de reagentes, soluções e vidrarias para uso no Laboratório da Estação de Tratamento Nº. 3 (ETA-III) desta Autarquia Municipal, em consonância com as especificações aduzidas no ANEXO I do presente Edital. VALOR DA DESPESA: R$ 5.839,47 (cinco mil oitocentos e trinta e nove reais e quarenta e sete centavos) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- PREGÃO PRESENCIAL Nº 13/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 31/16 HOMOLOGAÇÃO: 25/10/16 CONTRATADO: VWR PRODUTOS E SOLUCOES PARA LABORATORIO LTDA CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: A presente Licitação tem como escopo, a aquisição de produtos para aplicação no Laboratório da Estação de Tratamento de Esgoto ETE-I e aquisição de reagentes, soluções e vidrarias para uso no Laboratório da Estação de Tratamento Nº. 3 (ETA-III) desta Autarquia Municipal, em consonância com as especificações aduzidas no ANEXO I do presente Edital. VALOR DA DESPESA: R$ 3.245,00 (três mil duzentos e quarenta e cinco reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- PREGÃO PRESENCIAL Nº 14/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 32/16 HOMOLOGAÇÃO: 25/10/16 CONTRATADO: CIENLAB EQUIPAMENTOS CIENTIFICOS LTDA - EPP CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: A presente Licitação tem como escopo, a aquisição de equipamentos para uso no Laboratório da Estação de Tratamento de Esgoto ETE-I, desta Autarquia Municipal, em consonância com as especificações aduzidas no ANEXO I do presente Edital. VALOR DA DESPESA: R$ 7.389,00 (sete mil trezentos e oitenta e nove reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- PREGÃO PRESENCIAL Nº 14/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 32/16 HOMOLOGAÇÃO: 25/10/16 CONTRATADO: LINECONTROL COMERCIO IMPORTACAO E EXPORTACAO LTDA CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: A presente Licitação tem como escopo, a aquisição de equipamentos para uso no Laboratório da Estação de Tratamento de Esgoto ETE-I, desta Autarquia Municipal, em consonância com as especificações aduzidas no ANEXO I do presente Edital. VALOR DA DESPESA: R$ 4.240,00 (quatro mil duzentos e quarenta reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- PREGÃO PRESENCIAL Nº 14/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 32/16 HOMOLOGAÇÃO: 25/10/16 CONTRATADO: LUCADEMA TRADE INDUSTRIA E COMERCIO EIRELI - EPP CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: A presente Licitação tem como escopo, a aquisição de equipamentos para uso no Laboratório da Estação de Tratamento de Esgoto ETE-I, desta Autarquia Municipal, em consonância com as especificações aduzidas no ANEXO I do presente Edital. VALOR DA DESPESA: R$ 7.535,00 (sete mil quinhentos e trinta e cinco reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 9/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 30/16 HOMOLOGAÇÃO: 27/10/16 CONTRATADO: N.B. FALCE & CIA. LTDA. CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório possui como escopo a aquisição de 40 hidrômetros, 2.000 tubetes curto, 2.000 porcas sextavadas e 2.000 guarnições para tubete, os mesmos serão aplicados em novas instalações de água como também na substituição de hidrômetros danificados, conforme especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 6.858,00 (seis mil oitocentos e cinqüenta e oito reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 9/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 30/16 HOMOLOGAÇÃO: 27/10/16 CONTRATADO: ITRON SOLUCOES PARA ENERGIA E AGUA LTDA CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório possui como escopo a aquisição de 40 hidrômetros, 2.000 tubetes curto, 2.000 porcas sextavadas e 2.000 guarnições para tubete, os mesmos serão aplicados em novas instalações de água como também na substituição de hidrômetros danificados, conforme especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 4.000,00 (quatro mil reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral. ----------------------------------------------------------------------------------------------- TOMADA DE PREÇO Nº 9/16 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 30/16 HOMOLOGAÇÃO: 27/10/16 CONTRATADO: ESAPLAST INDUSTRIA E COMERCIO DE MATERIAL PLASTICO CONTRATANTE: SERVICO AUT. MUN. DE AGUA E ESGOTO DE ARARANGUA OBJETO: O referido procedimento licitatório possui como escopo a aquisição de 40 hidrômetros, 2.000 tubetes curto, 2.000 porcas sextavadas e 2.000 guarnições para tubete, os mesmos serão aplicados em novas instalações de água como também na substituição de hidrômetros danificados, conforme especificações descritas no anexo I do presente edital. VALOR DA DESPESA: R$ 2.880,00 (dois mil oitocentos e oitenta reais) DATA: 01/11/16 - EVERSON CASAGRANDE - Diretor Geral.
  18. 18. Quinta-feira, 03 de novembro 2016 > ARARANGUÁ Eles são 'mais do que se imagina e menos do que querem ser'. A frase profe- rida por um motociclista resume bem o sentimento de toda uma nação amante de couro preto, ronco forte de motores e muito rock and roll. Só emAraranguá, o Grupo de Motociclismo Terça Nervosa mobiliza ao menos uma vez por sema- na, apaixonados por motos de diferentes idades. Apoiador do grupo e participante ativo das atividades, o vereador Ronaldo Soares, Ronal- dinho lembra que eles participam de eventos, representam e ajudam a divulgar o município em outras regiões, além de desenvolveram atividades valorizando a confrater- nização entre familiares, amigos e aficionados pelo motociclismo. Desde 2009, os inte- grantes do Terça Nervosa reúnem-se no Bar do Neno, no bairro Jardim das Ave- nidas.Ali, os proprietários de motos de diferentes cilindradas trocam ideias, falam sobre motociclismo, Motociclistasprepa- ramconfraternização > SOMBRIO A segunda edi- ção da par- ceria entre a Prefeitura de Sombrio, a Liga Atlética Vale do Mampituba e a Mattric Sports começa na próxi- ma sexta-feira. Trata-se da Copa Mattric Sports de Futsal, com estrutura fornecida pelo poder pú- blico, premiação da loja Mattric e arbitragem da Lavm. Na última sexta-fei- ra aconteceu o Congres- so técnico que definiu as chaves do certame na categoria livre e as formas de disputa da competição que deve durar pouco mais de um confraternizam e projetam ações da entidade. “Nosso grupo é bem harmonioso. Estamos unidos pelo amor ao motociclismo”, revelou o presidente da Clube, Dario Junior. Dario não esconde que está ansioso pela promo- ção da quarta edição do maior evento da entidade: a IV Confraternização dos Amigos Motociclistas da Terça Nervosa. Desta vez, a programação será realizada no dia 19 de no- vembro, sábado, na Beira- -Rio. “A expectativa é que centenas de motociclistas de Araranguá e de outras cidades prestigiem esta festa de integração. Ha- verá exposição de motos, sorteio de brindes entre os motociclistas participan- tes e show musical com a Banda de Rock Katia Flávia, de Tubarão, que vai apresentar o melhor do repertório da década de 80”, disse o presidente. Dario Junior informa que o ingresso para o pú- blico participar do evento é gratuito e lembrou que os motociclistas podem inscrever-se pelo e-mail: darios9480@hotmail.com, os pelos fones: (48) 9161- 5622 e 3522-0643. mês, com jogos nas noi- tes de segunda, terça e sexta-feira. Serão 16 times na categoria principal, qua- tro na categoria sub 15 e cinco na categoria sub 17. Na livre o melhor time de cada grupo se classifica para as quar- tas de final e aguarda confrontos de segunda CopaMattricdeFutsalcomeçasexta 04-05-31-42-70CONCURSO 4.223 QUINA 01/11 fase entre segundos e terceiros colocados, ou seja, apenas um time de cada chave será elimi- nado da competição na primeira fase. Na categoria sub 15 o líder está direto na final, segundo e terceiro se enfrentam na semifi- nal. Já no sub 17 os qua- tro melhores se classifi- cam para as semifinais. Chaves da categoria livre: A - Torino, Base Sombriense, Elos Contabilidade e Maradouglas; B - Construshop/Project, Sombrio City/Casa das Tintas, Tabajara e União; C - Fábio, Torrone, Zueira e Argafit; D - Taity, São Luiz, Guarani e Raizeira Júnior. 05-10-18-25-27-28 20-21-23-27-28-49 CONCURSO 1.564 DUPLA SENA 01/11
  19. 19. Política 19CORREIO DO SUL Quinta-Feira, 3 de novembro de 2016 > PORTO ALEGRE A p ó s n o v e anos, o Grê- mio está no- vamente em uma final que não seja do Gau- chão. Com a vantagem de 2 a 0 construída no primeiro jogo em Mi- nas Gerais, o Tricolor ficou no empate sem gols com o Cruzeiro na noite desta quarta- -feira, com mais de 52 mil pessoas na Arena, e garantiu passaporte para decidir a Copa do Brasil de 2016 contra o Atlético-MG, que eli- minou o Inter na outra semifinal. A primeira partida da disputa pelo título será no dia 23, com local a ser definido em sorteio na CBF, na sex- ta-feira. Os gaúchos não chegavam em con- dições de levantar uma taça a nível nacional ou internacional desde 2007, quando perdeu o caneco da Libertadores para o Boca Jrs. Agora, as equipes se voltam à 34ª rodada do Brasileirão. Enquanto o Grêmio volta a atuar na Arena contra o Sport, so- mente na segunda-feira, às 20h, o Cruzeiro recebe o Fluminense no Minei- rão, no domingo, às 17h. Para tentar surpre- ender o Grêmio em ter- ritório alheio, Mano Me- nezes mudou seu ataque. Sacou Rafael Sobis e Ábi- la e apostou em Alisson e William. Com o retorno de Henrique para o meio- -campo, também deslocou Romero para a lateral direita, com a entrada de Ariel Cabral. Renato Gaúcho manteve a mes- ma equipe que venceu a GrêmioempatacomoCruzeirona ArenaefaráfinalcontraoAtlético-MG primeira partida por 2 a 0 e adotou uma postura cautelosa na primeira etapa. O primeiro chute a gol ocorreu somente aos 13 minutos. Robinho ar- riscou da entrada da área para defesa segura de Marcelo Grohe. Aos 16, o Grêmio assustou após Luan deixar Marcelo Oli- veira na cara de Rafa- el, mas o lateral tentou por cobertura e mandou muito alto. A partir daí, os mineiros passaram a controlar a partida e, aos 22,Ariel Cabral acertou o travessão de Grohe. Na sequência, Arrascaeta cobrou falta próximo da área e quase mandou no ângulo. Nos últimos 15 minutos, o primeiro tempo se arrastou para o empate sem gols. O Cruzeiro voltou a deixar os gremistas em apuros no início do segundo tempo. Aos seis, Alisson recebeu na ponta esquerda da área, limpou e mandou chute veneno- so, que Marcelo Grohe es- palmou bem no canto di- reito. No contra-ataque, Pedro Rocha tabelou com Luan, deu belo drible no marcador e finalizou cara a cara com Rafael. Foi a vez do goleiro do Cruzeiro operar um milagre na Arena. Na cobrança de escanteio, Douglas acer- tou a trave esquerda do gol mineiro. Quase ao mesmo tempo, Mano Menezes colocou Rafael Sobis, e Renato, Everton. Aos 16, o atacante chutou com perigo para a defesa de Marcelo Grohe. Um minuto depois, Everton puxou contra-ataque, e a bola chegou em Rami- ro, que bateu cruzado para Rafael defender. Depois, Douglas cruzou na cabeça de Geromel, e novamente o arqueiro da Raposa segurou. Aos 22, os gremistas reclama- ram de pênalti de Bruno Rodrigo em Ramiro após choque entre os dois den- tro da área mineira. Mas o árbitro Thiago Duarte ignorou. Na segunda parte da etapa final, o Cruzeiro foi para o tudo ou nada, mas esbarrou na marcação gremista. Os donos da casa passaram a tocar a bola até levar a partida para o fim sem maiores percalços. Mesmo sem vencer diante de 52.363 torcedores – o segundo maior público da Arena –, o Grêmio está em uma final a nível nacional ou internacional após nove anos.
  20. 20. QUINTA-FEIRA, 3 DE NOVEMBRO DE 2016 O lugar perfeito para sua lua de mel... FOTOGRAFIACRIATIVA Decorações & Eventos Sombrio-SC

×