Ponte rio

632 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
632
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ponte rio

  1. 1. Ponte Rio / Niterói
  2. 2. Entidades envolvidas em assuntos técnicos da Ponte Rio / Niterói • Entidades envolvidas em assuntos técnicos • Administradora da obra durante a construtora: ECEX • Projeto da ponte de concreto e acessos: Noronha Engenharia • Projeto da Ponte de aço: Howard, Needles, Tammen & Bergendof • Construção das fundações e das estruturas de concreto: Consórcio • Construtor Guanabara =Camargo Correa+ Mendes Junior+ • Construtora Rabelo • Construção da ponte de aço: Redpath Dorman Long+ Cleveland • Bridge +Montreal • Equipamentos de fabricação e montagem das aduelas: Campenon • Bernard • Administradora técnica da ponte antes da Concessão: Noronha Eng. • Concessionária da PRN: Concessionária Ponte S.A. • Controle Técnico da Concessionária do grupo CCR: Engelog
  3. 3. Períodos Importantes de gestão técnica • Períodos Importantes de gestão técnica • Projeto, assessoria técnica supervisão: Noronha Engenharia + HNTB De 1967-jul a 1974-mar • Primeiro Construtor- CCRN- Consorcio Construtor Rio Niterói De 1968-dez a 1971-jan • Período de construção: 20 meses depois da disponibilidade dos equipamentos. • Inauguração da Ponte Rio Niterói1974-mar-04 Pres. Emilio Garrastazu Medici • Concessão e acompanhamento técnico pela Concessionária Ponte S.A.De 1995-2008
  4. 4. Os modelos de estruturas em que o projeto da Ponte se baseou • Ponte da Ilha de Oleron- Construída pela Campenon Bernardponte colada em aduelas pré-moldadas, 1966, vãos de 79m,altura variável. • Ponte do Vale do Sieg, Alemanha- Construída pela Polenski &Zollner. 1969, ponte moldada in situ, balanços sucessivos, vãos de 105m, treliça de aço vencendo o vão de 105m.
  5. 5. Pont d’Oleron- França
  6. 6. Siegtal Brücke - Alemanha
  7. 7. Condicionantes de projeto A ponte está localizada em ambiente de agressividade elevada e sujeita a: • umidade elevada • temperatura elevada • ambiente salino
  8. 8. Condicionantes de projeto • Cuidados especiais deveriam ser tomados com referencia a cobrimentos dos elementos de fundação, dos pilares e da superestrutura. • A estrutura deveria ser simples e robusta para facilitar a suamanutenção. • A execução deveria ser rápida e eficiente
  9. 9. Condicionantes de projeto • Cuidados especiais deveriam ser tomados com referencia a cobrimentos dos elementos de fundação, dos pilares e da superestrutura. • A estrutura deveria ser simples e robusta para facilitar a suamanutenção. • A execução deveria ser rápida e eficiente
  10. 10. Condicionantes de projeto • O acesso teria que ser possível a todos os elementos estruturais. • O concreto precisaria de um teor dequado de cimento para manter a sua alcalinidade. O concreto especificado para a super foi fck>=30MPa e fck>=35MPa. • Na época o consumo de cimento foi elevado (1970-1974).
  11. 11. Características de Projeto Viga • Viga contínua de 80m de vão com rótula intermediária • Trecho sem juntas 400m e 480m • Famílias de cabos retos superiores e inferiores independentes • Altura constante • Espessura de alma constante • Protensão vertical adicional das almas: barras 25mm 1050MPa(ruptura) • Cabos longitudinais de 12 cord. 12.7mm aço 1750MPa (ruptura) RN • Cabos da laje: 12 fios de 8mm aço 1400MPa (ruptura)
  12. 12. Corte
  13. 13. Conseqüências da solução • A esbeltez da viga vão/altura é 16.5 – Consumo baixo de cabos. • A cablagem é a mais simples de todas. • Os cabos retos facilitaram a execução e enfiação • A ponte pode ser visitada andando pela laje inferior permitindo umamanutenção adequada sem necessidade imperiosa de inspeção • por fora • Há passagem fácil em todo o comprimento da ponte (há exceções) • Só há um tipo de pilar para toda a ponte
  14. 14. Fundações • Inúmeros tipos de fundação foram empregados. Mas o tipo principal é formado por estacas escavadas de 1.8m de diâmetro com carga admissível de 10000kN, tensão fictícia na base de 3930kPa. • Escavação por equipamento Bade-Wirth com perfuração de 5m na • rocha fraturada, suportado por plataforma auto-elevatória de aço • A camisa de aço de 10mm é perdida • Cobrimento exigido da armadura das estacas de 9cm (preconizado • por Richard Stratfull da California Department of Highways)

×