EXPRESSÃO DAS CONEXINAS NAS
CRISES
Modelos animais
A expressão das conexinas-32, 43 e 36 foi analisada no fo
co epiléptico...
http://www.sobiologia.co
m.br/figuras/Histologia/n
euronio.jpg

http://www.infoescola.
com/wpcontent/uploads/2010/
04/celu...
Da mesma forma, Szente e cols. (2002) investigaram a expressão de
conexinas no neocórtex de ratos e observaram que após a
...
Estudo em humano

http://static.portaleducacao.com.br
/arquivos/imagens_artigos/2401201
3185043neuropsicologia.jpg
• Mudanças na expressão das conexinas ;
• Acoplamento intercelular, incluindo as
doenças neurodegenerativas.
• De acordo com Perez-Velazquez e cols.
(1994), os níveis de RNAm das conexinas
encontram-se elevados em tecidos de
pacien...
• Os resultados do estudo indicaram que na ELTM
(epilepsia do lobo temporal mesial), h ouve um aumento
nos níveis de marca...
• Foi observado que pacientes epilépticos apresentam menor
nível de conexina-32, porém a conexina-43 foi mais expressa
em ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Expressão das conexinas nas crises epiléticas

394 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
394
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Expressão das conexinas nas crises epiléticas

  1. 1. EXPRESSÃO DAS CONEXINAS NAS CRISES Modelos animais A expressão das conexinas-32, 43 e 36 foi analisada no fo co epiléptico e na área análoga contralateral, após crises induzidas por 4-AP em ratos. : Um significante aumento na expressão destas conexinas depois de repetidas crises foi observado tanto no foco principal quanto na área análoga contralateral.
  2. 2. http://www.sobiologia.co m.br/figuras/Histologia/n euronio.jpg http://www.infoescola. com/wpcontent/uploads/2010/ 04/celulas-glia.jpg
  3. 3. Da mesma forma, Szente e cols. (2002) investigaram a expressão de conexinas no neocórtex de ratos e observaram que após a administração de 4-AP houve um aumento dos níveis de RNAm das conexinas-32 e 43 no foco ictal. http://tecnoartene ws.com/wpcontent/uploads/20 12/03/ratoslaboratorioimplantelembranc%CC%A7a s1.jpeg
  4. 4. Estudo em humano http://static.portaleducacao.com.br /arquivos/imagens_artigos/2401201 3185043neuropsicologia.jpg
  5. 5. • Mudanças na expressão das conexinas ; • Acoplamento intercelular, incluindo as doenças neurodegenerativas.
  6. 6. • De acordo com Perez-Velazquez e cols. (1994), os níveis de RNAm das conexinas encontram-se elevados em tecidos de pacientes epilépticos, sugerindo o envolvimento das JC nas epilepsias humanas.
  7. 7. • Os resultados do estudo indicaram que na ELTM (epilepsia do lobo temporal mesial), h ouve um aumento nos níveis de marcação imunohistoquímica da conexina-43 comparado com hipocampos controle humano. • Os autores sugerem que as JC podem ter um papel na geração de crises e que essa ampla regulação pode levar a um estado de crises generalizadas na progressão da ELTM.
  8. 8. • Foi observado que pacientes epilépticos apresentam menor nível de conexina-32, porém a conexina-43 foi mais expressa em pacientes epilépticos que em indivíduos não epilépticos. • Os níveis de conexina-32 permaneceram inalterados nestes pacientes quando comparados aos controles. http://2.bp.blogspot.co m/wRh6cg7XIZs/Ul9R7nkE OGI/AAAAAAABVaI/xPKr 3x7UXVw/s1600/laborat orio.jpg

×