Ilhéus lá se foram 22 anos de atraso.

3.927 visualizações

Publicada em

Ilhéus 22 anos de atraso.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.927
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.624
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ilhéus lá se foram 22 anos de atraso.

  1. 1. ILHÉUS – LÁ SE FORAM 22 ANOS DE ATRASO Desde aproximadamente 1965, com meus 14 anos de idade, que sempre despontou em mim esta vontade de escrever aos quatro cantos da minha cidade, com ideias práticas e inovadoras que pudessem pelo menos, servirem de sugestões ao poder público. A partir daí, e foi ao longo de toda minha vida, nessas incessantes metas, que ao meu ver, serviriam para delinear alguns projetos de planejamentos, tanto a nível municipal, estadual e federal, de acordo a complexidade das obras ou serviços a serem realizados. Recentemente numa “roda de amigos”, e dentre eles o colega ceplaqueano Guy do Blog O Sarrafo, na Praça J. J. Seabra, entre tantos assuntos sobre nossa cidade, veio à tona e dito por alguns, que a tal 2ª ponte entre o Pontal e o Centro, não deveria mais ser no espaço já alocado, e sim no Rio Cachoeira nas proximidades do Banco da Vitória, num semi anel rodoviário. Como citei acima, que sempre fui atento a tudo isso, lembrei-me que 1993 já tinha enviado ao então prefeito Dr. Antônio Olímpio e ao mesmo tempo ao então Vice-Governador Dr. Paulo Souto, solicitando seu apoio ao nosso prefeito em 5 (cinco), das 13 (treze) sugestões enviadas. E nunca se sequer acusaram recebimento, como manda a ética nestes casos. Apesar que seria demais pedir ética na política. Como tenho por hábito guardar no meu “arquivo morto/vivo”, todos os documentos enviados, e quase todos protocolados ou com registros de AR, não foi difícil encontrar os tais documentos/cartas, que os amigos verão que há 22 anos eu já tinha enviado ao
  2. 2. prefeito Dr. Antônio Olímpio ao Dr. Paulo Souto, a sugestão do anel rodoviário nas mediações do Banco da Vitória. Com isto, quero afirmar e reafirmar que Ilhéus precisa SIM desta 2ª ponte onde fora alocada, apenas para conjuntamente a Ponte Lomanto Júnior, venham melhorar a mobilidade na nossa cidade, e o tal semi anel ou anel rodoviário, não seria pra AGORA, e SIM, pra ONTEM. Mas, como o ONTEM já se foi há 22 anos, que este anel rodoviário saia em definitivo com a tal duplicação da BR-415, no trecho Ilhéus/Itabuna, onde estão previstas mais 3 (três) pontes que ligarão a pista atual a nova pista pelo o outro lado do Rio Cachoeira. Então, com se ver tudo para Ilhéus era pra ontem, e como o tempo não perdoa, chegamos ao presente sem nada realizado neste sentido, e sim, só promessas do governo do estado, que vão se perpetuando, e o FUTURO que já está logo ali, teremos que ficar de braços cruzados vendo a “banda passar” na mesma Praça J. J. Seabra. Em anexo a este texto, às cópias das cartas enviadas e o mapa do município de Ilhéus, com o semi anel rodoviário que foram enviadas as duas autoridades da época. José Rezende Mendonça.
  3. 3. ANEXOS:

×