O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Jornal Mesorregional Numero 05

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Enxaqueca:fatoresdesencadeantese
tratamentos
página 3
TuristasaprovamaOKTOBERFEST
página 7
5curiosidadessobreaOKTOBERFEST
...
2
VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022
A importância do voto!
Aconteceránodomingo,30deoutubro,osegundotur...
3
VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 SAÚDE
A
enxaqueca é umas das principais
causas de falta ao trabalh...
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
DESPADECHO RODOVIAS SC 02.pdf
DESPADECHO RODOVIAS SC 02.pdf
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 12 Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais recentes (20)

Anúncio

Jornal Mesorregional Numero 05

  1. 1. Enxaqueca:fatoresdesencadeantese tratamentos página 3 TuristasaprovamaOKTOBERFEST página 7 5curiosidadessobreaOKTOBERFEST quevocênãosabia(ounãolembrava) página 7 Política:OseleitospeloValedoItajaí página 9 Navegantesrecebeespetáculoinfantil gratuitosobreaimportânciada reciclagem página 4 OKTOBERFESTdeveinjetarcercadeR$ 240minaeconomia página 8 EsporteamadorcomMarcianoRégis página 11 MeioambienteeOKTOBERFEST página 6 Quemdesfilaéumapaixonadopela OKTOBERFEST página 8 Produtorademegafunkblumenauense gravamúsicacomDJJeehFDC,emSão Paulo página 12 CrisLuchtenberg:Novocitytourem ônibusabertoéasensaçãodurantea OktoberfestemBlumenau página 12 SociedadecomGustavoSiqueira página 12 páginas 5 a 8 páginas 5 a 8 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 | Publicação impressa das notícias do portal www.mesorregional.com.br | Ano I | Número 5 Natalino Civiero / Especial Mesorregional
  2. 2. 2 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 A importância do voto! Aconteceránodomingo,30deoutubro,osegundoturnoparaquepossamosescolheropróximo governadordeSantaCatarinaesequeremosmanterouseoptaremosporrecolocarquemjáestevelá anospassados,jáqueJairMessiasBolsonaro(PL)concorreàreeleiçãoeLuizInácioLuladaSilva(PT) quervoltaraopoder,respectivamente. Nestadata,156,4milhõesdebrasileirosirãoàsurnas.EmSantaCatarina,sãocercade5,5milhões depessoasquepoderãovotarparapresidenteeparagovernador,sendoqueoValedoItajaíéumadas regiõesmaisfortes,numericamenteeémuitoimportantequeessaimensidãodepessoascompareçam ásurnasparaexercerolivreexercíciodovoto. Masalémdaimportânciadovoto,éprecisoterconsciênciaelutarcomsabedoria,paraque osmelhoresrepresentantessejameleitosparaoPoderExecutivoFederaleEstadual,paraissoé imprescindívelagircominteligênciaeconversarcompessoas,todaselas,principalmenteàquelasque pensamdiferentedevocê,paraquevocênomínimopossaentenderavisãodela,equemsabeassim, elatambémteouviráepoderáatémudardeopinião. Éodiálogointeligentequeproporcionaasmelhorescoisas.Nãoéhoradeatacarquempensa diferente,tãopoucoascoisasquesempresedemonstraramserextremamenteseguraseexemplo paraomundo.Noquesitosegurançaeconfiabilidade,PolíciaFederal,MinistérioPúblico,JustiçaEleitoral eatémesmoasForçasArmadasestãounindoforçasparaquetudoocorranamáximatransparência, lisura,segurançaeagilidadepossível. Eoutracoisaémuitoimportante:ocombateàdesinformação!Considerandoaimportânciado votoconscienteporpartedoseleitores,osórgãosdosistemadejustiçatêmintensificadoaatuação nocombateàdisseminaçãodenotíciasfalsas,aschamadasfakenews.HáatémecanismosdaJustiça Eleitoralparaqueoeleitorconsigachecaraveracidadedeinformaçõesveiculadasemperfisderedes sociaisoutransmitidaspormeiodeaplicativosdemensagens.Então,faltadeinformaçãonãohá,porém étotalmenteauspiciosoquevocêcheque,antesdecompartilhar,poisamentirasóinteressaaosmaus. Vote,váàurnanopróximodia30,masváconsciente,enãoapaixonado,tãopoucocomódio nocoração.Usesuasabedoria,arazãoeajudeoBrasileSantaCatarinaseguiremfrente,afinalde contas,queméeleitohoje,interferenoamanhãevocêtemessaopção,defazerescolhas,aescolhade progredir,ouentão,deregredir.Pense! Tenhaumaexcelenteleitura! Jefferson Santos Editorial VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 EDITORIAL www.mesorregional.com.br Expediente MAIS VOTADO DO VALE EUROPEU O DEPUTADO 45.304VEZES OBRIGADO Diretor: Jefferson Santos contato@mesorregional.com.br | Equipe de Jornalismo: Tamara da Silva Sedrez redacao@mesorregional.com.br; Olga Helena de Paula imprensa@mesorregional.com.br; Wellington Civiero Ferreira reportagem@mesorregional.com.br | Colunistas: André Cantoni; Brenda Louise Morastoni; Bruno Effori; Cris Luchtenberg; Gustavo Siqueira; Liliani Bento; Taiana Bratfisch; Thiago Schulze colunistas@mesorregional.com.br | Edição: Jefferson Santos | Projeto Gráfico e Diagramação: Estúdio Rabitz | 41 9 9282-0447 | Mesorregional: Fundação: 10/04/2015; Sede: Rua José Deeke, 515 | Blumenau – SC; CEP: 89031-400; Telefone: 47 3080-5433; WhatsApp +55 47 99668-1006 | Comercial: Ivo A. Dickmann Junior comercial@mesorregional.com.br | Jornalista Responsável: Carlos Guilherme Rabitz DRT 8837/PR | Peridiocidade: Quinzenal | Distribuição: Vale do Itajaí (Distribuição Gratuita com comercialização livre)
  3. 3. 3 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 SAÚDE A enxaqueca é umas das principais causas de falta ao trabalho em adultos jovens. A Organização Mun- dial de Saúde estima que até 20% das pessoas sofram de enxaqueca. Mas o que é enxaqueca? É um tipo de dor de cabeça (cefaleia) que normalmente se manifesta de um lado só, latejante, com intolerância à luz e sons, náuseas e vômitos e pode vir precedida por manifestações visuais e/ou de sensibilidade, como flashes de luz ou formigamentos conhecidos como aura da enxaqueca. A dor costuma ser intensa podendo atrapalhar a vida social, familiar e ser incapacitante ao ponto de causar faltas ao trabalho. A enxaqueca é mais frequente em adultos jo- vens, mas pode iniciar durante a adolescência e em alguns casos até na infância. As mulheres sofrem mais com a enxaqueca que os homens, devido os fatores hormonais. A incidência da enxaqueca au- menta entre parentes de primeiro grau dos indiví- duos com a doença em 50% a 90% dos casos, e acredita-se que 80% dos casos tenham natureza genética. As mulheres que sofrem de enxaqueca com aura, especialmente as fumantes que fazem uso de pílulas anticoncepcionais com estrogênio, têm risco aumentado de sofrer acidentes vasculares cerebrais (AVCs). Apesar de não ser aplicável a todos os pacien- tes, o consumo de alguns alimentos pode desenca- dear crises de enxaqueca, como: queijos amarelos, vinho, chocolate e produtos com conservante. Caso o sintoma seja percebido, é preciso evitar o alimento. Outros fatores desencadeantes são: os emocionais (ansiedade e depressão), os distúrbios do sono, ingestão alcoólica, jejum prolongado, es- tímulos olfativos e/ou luminosos intensos, tensão muscular no pescoço e menstruação. O diagnóstico de enxaqueca é clínico, os exa- mes de imagem como a tomografia e ressonância de crânio são normais. É fundamental a avaliação com médico neurologista para definição do diag- nóstico e tratamento adequado. O tratamento sintomático é realizado nas crises de enxaqueca com analgésicos, anti-infla- matórios e medicamentos específicos para enxa- queca como os vasoconstritores cerebrais. Já o tratamentoprofiláticodeveserrealizadocomoob- jetivo de evitar as crises e pode ser realizado com medicamentos de uso contínuo como antidepres- sivoseanticonvulsivantes,anticorposmonoclonais injetáveis ou medidas não farmacológicas como: acupuntura, fisioterapia, exercícios físicos, yoga e mudanças de comportamentos para evitar fatores desencadeantes. Dra . Cristiane de Camargo Enxaqueca: fatores desencadeantes e tratamentos SAÚDE É VIDA Entre 2016 e 2021, o número de mamografias convencionais realizadas por beneficiárias de planos de saúde caiu 10,6% no País. No mesmo período, tam- bém houve redução (-8,7%) no mesmo tipo de exame direcionadoaogrupoetárioprioritário(de50a59anos), revela a Análise da Assistência à Saúde da Mulher na SaúdeSuplementarBrasileira,desenvolvidapeloInstitu- todeEstudosdeSaúdeSuplementar(IESS). De acordo com o estudo, o procedimento seguiu comtendênciadequedaduranteoscincoanosanalisa- doseacendeumpontodeatenção,jáqueocâncerde mamaéotipomaisincidenteemmulhereseaprimeira causa de morte. Para se ter uma ideia, em 2016, foram realizados5,12milhõesdeexames,númeroquefoiredu- zidopara5,02milhõesnoanoseguinte(-1,9%).De2017 para2018,houvenovaqueda(-0,4%),comtotalde4,99 milhõesdeexames. Entre 2018 e 2019 houve uma leve alta (1,8%), quandoatingiu5,08milhões.Valelembrarqueapande- mia da Covid-19 teve influência direta na realização de mamografias.Assim,entre2019e2020,houveredução considerável (-28,3%), já que as pessoas acabaram postergando exames e consultas, bem como casos médicosnãoemergenciais. “Com o fim do isolamento social, as mulheres retornaram às clínicas e o volume de exames voltou a crescer – passou de 3,64 milhões para 4,57 milhões (altade25,4%).Maséimportantelembrarqueovolume ainda segue abaixo do registrado em 2016”, observa o superintendente executivo do IESS, José Cechin, acres- centando que a mamografia ainda é o exame mais eficiente para detecção precoce do câncer de mama, recomendadoparamulheresde50a69anos. Outubro Rosa: Exames de mamografia apresentam queda de 10,6% entre 2016 e 2021
  4. 4. 4 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 DireitocomBrendaMorastoni: Advogadaespecialistaemdireitoempresarial edosnegócios,comênfaseemcontratos, inventários,divórcios,indenizaçõesedireitodo trabalho.Atuantenaáreadasaúdeedodireito médico. Brenda Morastoni O Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial de Cultu- ra, apresenta o espetáculo infan- til gratuito “Reciclar é uma festa”. São seis apresentações em três esco- las municipais de Navegantes, no Vale do Itajaí, com início entre os dias 18 e 20 de outubro. O objetivo do projeto é levar às crianças, de forma lúdica, os benefícios da reciclagem ao meio ambiente. A peça teatral é uma inicia- tiva do Ministério do Turismo e Secre- taria Especial da Cultura e conta com o patrocínio da Portonave, terminal privado de contêineres em Navegan- tes, com produção da Incentivar. A peça conscientiza sobre a situação dos li- xões e aterros no país e os alunos vão elaborar sugestões sobre como reduzir lixo por meio de bons hábitos no dia a dia. Para isso, a iniciativa conta com músicas compostas especialmente para a montagem. A interação dos personagens com o público é outro diferencial do espetáculo. O enredo apresenta um vilarejo distante, onde dois irmãos viviam com a avó. O lugar exalava harmonia e felicidade, os animais vi- viam soltos, a natureza era exuberante e o ar muito puro. Tudo ia bem até aparecer o Sr. Bes- teirinha – uma terrível criatura, cujo maior pra- zer era semear hábitos ruins, como jogar lixo fora do lugar. Sem controle, é preciso união dos dois irmãos para se livrarem do convidado nada ilustre. E a partir dos ensinamentos da vó Rosa, uma verdadeira mensagem de amor ao planeta surge para devolver paz ao vilarejo. Um dos principais desafios das cidades brasileiras é dar destino correto ao lixo gerado pelos seus habitantes. No Brasil, a maior parte dos resíduos sólidos urbanos coletados segue para disposição em aterros sanitários. Foram 46 milhões de toneladas enviadas para esses locais em 2020, superando a marca dos 60% dos resíduos coletados que tiveram destinação adequada no país, segundo levantamento da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). A falta de consciência da população, que descarta lixo de forma inapropriada, é um grande problema. Se os lixões ainda são uma realidade pelo país, a taxa de reciclagem, por sua vez, é bai- xa. Apenas 5,4% dos materiais recolhidos pelos serviços públicos de coleta são reciclados, de acordo com diagnóstico do Ministério do De- senvolvimento Regional. EMPREENDEDORISMO Comarca de Ascurra conquista certificação 100% digital A Vara Única da comarca de Ascurra recebeu na úl- tima semana o certificado de unidade 100% digital, emitido pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ). O documento representa a digitalização total dos pro- cessos físicos da unidade, que agora passam a ser totalmenteinformatizados. O magistrado Josmael Rodrigo Camargo, titular da comarca de Ascurra, ressalta a importância do de- dicadotrabalhodetodososservidoreseestagiários da comarca de Ascurra envolvidos no processo de digitalização do acervo, hoje com aproximadamente 10.300processos,osquais,nãodeixandodeatender as rotinas e tarefas do dia a dia forense, ainda se- guiamcomoescaneamentodosautosfísicos,auxi- liandooPoderJudiciáriodeSantaCatarinaatornar-se 100%digitale,dessemodo,amelhoraraindamaisa prestaçãojurisdicionalàpopulaçãocatarinense. CONSCIENTIZAÇÃO Navegantesrecebeespetáculoinfantil gratuitosobreaimportânciadareciclagem Foisancionadaumanovalegislaçãoque trazapoioaospais,madrastas,padrastose responsáveislegaiscomcriançasdeaté6(seis) anosdeidade.Amesmaregraseaplicaparaos casosdedeficiência,massemlimitedeidade. Valeressaltarqueparatodososefeitos,é reconhecidaamaternidadee/oupaternidadecom basenoafeto,semquehajavínculodesangue. Otextodeclaraqueosempregadoresestão autorizadosaadotarobenefíciodereembolso- creche,conformeosrequisitosespecíficos.A novidadecontemplatambémosempregadores queficamdesobrigados,naadoçãodosrequisitos, dainstalaçãodelocalparaassistênciade empregadasnoperíododaamamentação. Outranovidadeéapreferêncianasvagasque possamserefetuadaspormeiodeteletrabalho, trabalhoremoto,outrabalhoadistância. Alémdisso,aadoçãodeumregimede trabalhoedefériasdeformadiferenciada,comoo regimedetempoparcial,acompensaçãodebanco dehoras,antecipaçãodeférias,jornadade(doze) horastrabalhadaspor36(trintaeseis)horas ininterruptasdedescansoe,ainda,horáriosde entradaesaídaflexíveis. Umavezcumpridososrequisitosprevistos nalei,odiplomatrazapoioeummaiorconvívio parental. Direitodospais:Reembolso- crecheejornadade trabalhoadaptada JornalistaformadapelaUCPELepós- graduadapeloINPG,comespecializaçãoem ModaeComunicaçãopeloSenaieMestradoem DesenvolvimentoRegionalpelaFurb.Empresária, sóciadaNewAgeComunicação. liliani.bento@gmail.com Liliani Bento DadosrecentesmostramqueoBrasiléo7ºpaís commaiornúmerodeempreendedorasdomundo. E,deformasíncrona,indicativosdaRedeMulher Empreendedoraapontamquemaisdametade dasempresárias(55%)brasileirasabriramseus negóciosduranteapandemia.Dos52milhõesde empreendedoresbrasileiros,48%sãodosexofeminino, ouseja,somos30milhõesdemulheresquedecidiram terseupróprionegócio. Essesnúmerosmuitomealegram,pois demonstramqueasmulheresestãoacreditando maisnoseupoderdedecisãoetransformandoseus talentosemnovosnegócios. Eudesperteiparao empreendedorismonofinaldadécadade90,muito nova,quandoaindanemsabiaexatamenteoqueisso significava.Estavanafaculdadeedecidiqueumdia teriameupróprionegócio. Naépoca,poucosefalavaem empreendedorismofeminino.Mas,mesmoassim,eu sabiaoquequeriaeissonãomeassustava.Comecei atrabalharcomcarteiraassinadaemalgunsjornais, agradeçoaexperiênciaqueobtivecomtodos,e há20anossouempreendedora.Há18anostenho aNewAgeComunicação,quenasceuincialmente comumaamiga,eprestoserviçosdeassessoria decomunicação,planejamentodecomunicação, redaçãodematériasjornalísticas,revistas customizadaseoutrosserviçosqueenvolvam conteúdo.Nãoéfácilserempreendedora,masfoia escolhamaiscertadaminhavida. Naépoca,pasmem,masaindaseesperavaque oprojetodevidadasmulheresfossecasar,sermãe eatépodiatrabalharfora,mascomoempregada deempresasque,namaioria,eramadministradas porhomens.Nadacontraessearranjo,masacredito queoserhumano,independentedegênero,deve serlivreparafazeroquetivervontadecomasua vida,escolheroquelhefazfeliz.E,muitasvezes,a felicidadedamulherpassapeloempreendedorismo, quenãoanulaasoutrasescolhas.Elapodeser mãe,casada,edonadoseunegócioeesse empreendimentoserrentável. NofinaldoséculoXX,oquemaisconhecíamosde empreendedorismofemininoeramasconsultorasde Avon,Naturaeoutrasmarcas.E,mesmolevandorenda paradentrodecasa,naquelaépoca,otrabalhodelas nãoeravalorizado.Acoisacomeçouamudarcoma chegadadaMaryKay,em1998,aoBrasil. Criadaporumamulher,MaryKay,em1963,a empresatemporlemacapacitarmulheresecolocá-las nocontroledoseuprópriofuturo.Comessaformade encararotrabalho,temdiretorasqueganhammais deR$100milpormês.Essasmulheressetornaram chefesdefamíliaenãoéraroencontrarmaridos queabandonaramsuasprofissõesparaajudarsuas esposasconsultoras. Deiesseexemploparamostrarquequalquer mulherquequeiraserempreendedorapode.Não precisatergraduação,massimtervontade,coragem eseespecializarnaáreaquedecidiuempreender,que podeservendas,fazermarmitas,docinhos,objetosde decoração,artesanato.Aúnicaqualidadequenãopode faltaréadeterminaçãoparaseguiremfrente,apesar dasdificuldadesqueavidaempreendedoraapresenta. Masémuitocompensadorsesentirresponsávelpor umnegócioqueproporcionaoseusustentoe,emboa partedoscasos,deoutrasfamílias. Brasil é o 7º país com o maior número de empreendedoras do mundo Divulgação
  5. 5. 5 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 5 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 ESPECIAL OKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST 37ªOKTOBERFEST É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO! É UM SUCESSO!
  6. 6. 6 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 ESPECIAL OKTOBERFEST P ela primeira vez nesses 37 anos de existência, a Oktoberfest conta com um plano de sustentabilidade para compensar o impacto ambiental e a pegada de carbono que o evento inevita- velmente provoca. “Contamos com dois grandesparceiros,aVeoliaeaHering,para desenvolver o projeto que teve início com o plantio, por mim, de um ipê roxo, ali no Parque Ramiro Ruediger”, diz o secretário deTurismoepresidentedaVilaGermânica, MarceloGreuel. Aaçãoprevê,entreoutras coisas, o plantio de cerca de quatro mil árvoresemumaáreadeaproximadamente 100milmetrosquadrados. O plantio deve compensar cerca de um terço das quase duas mil toneladas de CO2 que o evento gerou em 2019, quando dados do tipo foram cole- tados pela primeira vez por engenheiros florestais em um inventário de emissões de gases de efeito estufa da festa. O projeto tem um ciclo inicial de cinco anos, com o objetivo de transformar a festa em um evento Carbono Zero até 2026. Trata-se da maior ação ambiental já desenvolvida em eventos em Santa Catarina. Árvores Greuel faz questão de explicar que solicitou que todas as árvores fossem plantadas em Blu- menau. “Há muitos projetos de zero carbono, mas que as árvores podem ser plantadas em qualquer local. Então pedi um estudo para a Faema e foram identificadas as áreas mais degradadas de Blume- nau para que sejam plantadas as árvores”, conta. Além disso, o secretário optou por árvores já com 1,20 a 1,80 de altura e a empresa responsável pelo plantio está obrigada a cuidar delas por dois anos. Sabemos que as mudas têm uma taxa de letalida- de de até 70%. Por isso optei por árvores maiores”, explica. Resíduos De acordo com a organização da Oktoberfest, cerca de 150 toneladas de resíduos devem ser geradas durante o evento e 100% deles terá uma destinação ambientalmente correta. As lixeiras, identificadas por cores para dar o destino corre- to ao lixo, agradaram a festeira Maristela Junges. “A iniciativa é válida”, diz. Todos os cerca de dois milhões de copos descartáveis utilizados na fes- ta serão valorizados, passando por um processo de blendagem para coprocessamento, trans- formando-se em CDR, Combustível Derivado de Resíduos, considerado uma opção “verde” para a indústria, em substituição aos combustíveis fós- seis, altamente poluentes. Além disso, 100% do óleo utilizado nas cozinhas da Vila Germânica será recolhido. Para o diretor de Desenvolvimento de Negó- cios Públicos da Veolia Brasil, Bruno Muehlbauer, a correta gestão e valorização dos resíduos trazem vantagens ambientais, sociais e econômicas para toda a sociedade. “Além de reduzir a emissão de gases poluentes, o coprocessamento também di- minui a quantidade de lixo destinado aos aterros sanitários, aumentando sua vida útil e contribuindo de forma significativa para a economia circular, a economia de baixo carbono e a mitigação das mu- danças climáticas”, afirma. Ações junto ao público para reforçar a importância do descarte correto e da reciclagem vão complementar os esforços do projeto, que vai contar com uma equipe de enge- nharia ambiental durante todos os dias de festa para separar de forma correta os resíduos. “Quere- mosdeixarumlegadocomaOktoberfest”,enfatiza Greuel. Pelaprimeiraveznahistória,a OKTOBERFESTtemumplanode sustentabilidade MEIO AMBIENTE Michele Lamin Liliani Bento Liliani Bento Diversas ações estão sendo desenvolvidas com o objetivo de neutralizar o carbono gerado e dar um destino correto aos dejetos produzidos durante a festa As lixeiras, identificadas por cores para dar o destino correto ao lixo, agradaram a festeira Maristela Junges Organização investe na limpeza Entre tantas mudanças que foram implemen- tadas esse ano na Oktoberfest, uma delas pode passar despercebida pelos olhares menos atentos, mas faz muita diferença no asseio. O secretário de Turismo e presidente da Vila Germânica, Marcelo Greuel, explica que os cerca de 350 prestadores de serviço da área de limpeza foram divididos em três frentes de trabalho: uma equipe ficou respon- sável apenas pela limpeza das mesas, outra pelos banheiros e outra pela limpeza geral. De acordo com Greuel, não foi a COVID que motivou essa alteração na forma de trabalho, mas ajudou para identificarem que seria mais higiênico fazer essa divisão, evitando-se de levar bactérias de um lugar para o outro. Até os colaboradores elogiam essa forma de trabalho. As auxiliares de limpeza, Kalima de Assis e Simone Takeshita, responsáveis pelos banheiros, em um dos pavilhões, elogiaram a medida. “Não perdemos tempo se deslocando de um pavilhão ao outro e o nosso serviço rende mais”, declararam. Para Greuel, a festa amadureceu e a cada edição serão tomadas novas medidas para tornar a expe- riência melhor. Expediente Esse é um informativo comercial do Jornal Mesorregional, que tem periodicidade quinzenal. Redação: Liliani Bento (DRT-817)/NewAge Comunicação. Fotografias: Divulgação/Prefeitura de Blumenau, Eraldo Schneider, Daniel Zimmermann, Michele Lamin e Liliani Bento, além de arquivo pessoal de entrevistados.
  7. 7. 7 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 ESPECIAL OKTOBERFEST 7 ESPECIAL OKTOBERFEST ESPECIAL OKTOBERFEST ApresentadordopodcastBlumencast, sucessoemBlumenau,comagravaçãode cercade150episódios. André Cantoni 1. Blumenau já teve 2 Oktoberfests ao mesmo tempo: Isso aconteceu em 1993 quando algumas pessoas estavam descontentes com a organização da festa oficial. Diziam que a festa já não era a mais mesma de quando começou e decidiram até dar um slogan para a festa paralela: “A Oktoberfest dos Bons Tempos”. O evento ocorreu no outlet center Celeiro do Vale e para concorrer com a festividade que ocorria na PROEB, hoje Vila Germânica, chamaram o famoso cantor alemão Fredy Quinn e venderam chopp mais barato. Mesmo assim, o evento acabou não emplacando, permanecendo apenas na primeira edição. 2. Nada a ver com enchente: Muitas passagens históricas recebem alguns “enredos” que nem sempre condizem com a realidade, isso geralmente acontece para vender a história de superação de um povo e dar valor superestimado ao evento. Com a Oktoberfest Blumenau não foi diferente. Quem acredita que a festa foi pensada para dar um pouco de alegria aos blumenauenses num momento pós-enchente, sinto muito em quebrar o encanto, mas não foi bem assim que aconteceu. A festa já estava mapeada há anos e era promessa de campanha de vários prefeitos, porém, somente Dalto dos Reis teve comprometimento para tirá-la do papel. A enchente acabou jogando contra, mas não foi o suficiente para postergá-la ainda mais. 3. O prefeito que trouxe a Oktoberfest não gosta de chopp: Não é surpresa que o atual prefeito de Blumenau, Mario Hildebrandt, não toma chopp com álcool. Ele é abstêmio há 30 anos. A surpresa mesmo fica por conta de Dalto dos Reis que em entrevista ao Blumencast, disse que não gostar da principal bebida alemã. Ele ainda revelou que os brindes feitos após a sangria do barril à época de prefeito, eram com refrigerantes de guaraná. 4. Bastidores dos desfiles: Os desfiles sempre foram um show à parte, uma espécie de Oktoberfest a céu aberto na Rua XV de Novembro. Nas primeiras edições, Beto Carrero vinha com sua trupe e seus animais. Artistas famosos como Tony Ramos, Glória Menezes e Tarcísio Meira também já agregaram valor ao desfile. O Planetapéia, que hoje é uma das atrações mais aguardadas, começou com Nerino Furlan em uma bicicleta adaptada para quatro lugares furando o cerco e entrando no desfile sem permissão. Outra figura audaciosa foi Luiz Cé, o criador do Vovô Chopão, que também havia sido barrado, esperou uma lacuna para entrar no desfile. E quem teria coragem de tirar um dos símbolos da Oktoberfest? Bem que dizem que uma dose de ousadia compõe a fórmula do sucesso. 5. Sorteios de automóveis: Uma das curiosidades que poucos vão lembrar, é dos sorteios de automóveis nas primeiras edições da Oktoberfest Blumenau. O ingresso da festa, vinha com um número no canhoto, que ao ser depositado em uma urna, passava a concorrer automóveis zero quilometro. Se você conhece alguém que já foi sorteado com um carro na Oktoberfest, entre em contato com a gente. Queremos conhecer sua história. 5curiosidadessobrea Oktoberfestquevocênão sabia(ounãolembrava) Depois de 2 anos sem Oktoberfest, os turistas estavam com muita vontade de dar uma volta por Blumenau. Tanto que os primeiros dias de festa já tiveram um incremento de 15% no público, se for comparado ao mesmo período da última edição, em 2019. A alegria dos foliões satisfeitos com a festa é visível em todos os cantos da cidade. Mas, o “point” é a Vila Germânica, local onde encontra- mos turistas dos 4 cantos do Brasil e até de fora. Muitos são os motivos para os turistas elogia- rem a festa e Blumenau. Mas 3 são quase unani- midade: a organização, a segurança e a qualidade da comida. Um grupo de amigos, no primeiro sá- bado de festa, passeava pela Vila Germânica en- cantado com tudo que via. Estavam em 10 pesso- as e apenas um deles já conhecia a Oktoberfest. O gerente técnico Daniel Zapparoli, 35 anos, há muito tempo queria conhecer a Oktoberfest. Ele é de São Sebastião do Paraíso, em Minas Ge- rais, e deu nota 9,5 para a Oktoberfest. O agrôno- mo Matheus França, 27 anos, veio de Pato Branco e só não deu nota 10 para a festas porque, quan- do entrevistado, ainda não havia encontrado uma namorada. Brincadeiras à parte, o fato é que todos es- tavam satisfeitos com tudo que encontraram em Blumenau. O também agrônomo Gabriel Mocelim, 28 anos, morador de Londrina, elogiou muito a logística da festa. “A Oktoberfest é maravilhosa”, declarou. Um setor que está sendo muito beneficiado com a Oktoberfest e ajuda a incrementar os R$ 240 milhões, previstos pela organização, de movi- mentação econômica durante a festa, é o de hos- pedagem alternativa. São pessoas que alugam suas casas e quartos direto com o turista ou os que utilizam o serviço da plataforma Airbnb. Blumenau tem, segundo dados de uma pes- quisa da Secretaria de Turismo, 3.748 leitos dis- poníveis em 1.578 estabelecimentos, sejam ho- téis, hostéis ou pousadas, e, mesmo assim, não dá conta do público da Oktoberfest nos fins de semana. Esse público movimenta a hospedagem alternativa. Alguns preferem também não ficar em hotéis e estar mais próximo dos pavilhões. O vendedor Francisco A. Flor, que possui um apartamento próximo da Vila Germânica, conta que é a primeira vez que disponibiliza um quar- to na Oktoberfest e está muito contente com o resultado. Desde o primeiro dia de festa ele está com hóspedes. “Alguns ficam somente uma noi- te, outros o fim de semana. O fato é que estou lotado até o dia 23 de outubro, quando termina a Oktoberfest”, conta. Francisco trabalha com o Airbnb há 8 me- ses e conta que nos primeiros 6 dias de festa faturou cerca de R$ 7 mil. Em outros meses, a média faturada em 30 dias, era de R$ 1.500,00. “Dá muito trabalho, porque às vezes um hóspe- de sai de manhã e ao meio já vai entrar outro. É muita correria para organizar tudo, trocar roupa de cama, limpar, mas vale muito a pena. Além da renda extra, faço amigos de tudo que é lugar do Brasil”, explica. Camila Pisetta Campos mora em uma casa com sua família próximo da Vila Germânica e também coloca para locação 3 quartos. Este ano ela foi prejudicada porque a casa estava reser- vada, para uma empresa que trabalha dentro da festa, e cancelaram a hospedagem dois dias antes do início da Oktoberfest. “Acabei perdendo o primeiro final de semana de festa. Mas agora já estou com reservas para esse segundo final de semana”, diz. Além disso, Camila é beneficiada pela festa porque trabalha como motorista para um apli- cativo. Desempregada, o dinheiro que está fa- zendo durante a Oktoberfest será usado para a subsistência. “ A festa é muito importante para a economia da cidade. Esses dois anos sem festa foram difíceis para quem conta com esse dinhei- ro”, diz. O lojista João Carlos Deluca aluga um aparta- mento, próximo ao Hospital Santa Catarina, pelo Airbnb, desde 2016, e diz que a renda extra é muito bem-vinda. Ele explica que optou pela pla- taforma pela segurança. “O Airbnb dá segurança tanto para quem está oferecendo hospedagem, como para quem loca. O turista tem a certeza de que encontrará o imóvel quando chegar”, diz. Turistas aprovam a OKTOBERFEST Com hotéis lotados, hospedagem alternativa é a solução
  8. 8. 8 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 ESPECIAL OKTOBERFEST A Oktoberfest não é só uma festa, e os números falam por si. A festa gera, direta e indiretamente, cerca de 6 mil empregos. A estimativa da organização é de que cerca de R$ 240 milhões sejam injetados na economia local, favorecendo mais de 60 segmentos. Entre eles, hotéis, restaurantes, comércio, indústrias, músi- cos, motoristas de aplicativos, taxistas e outros. Os últimos 2 anos de pandemia, quando não ocorreuafesta,forammuitodifíceisparaaquelesque produzem artigos direcionados para a Oktoberfest ou vêm na festa uma oportunidade de guardar dinheiro para as despesas de fim de ano, como férias e dé- cimo terceiro. Tem também aqueles que tiram férias dos seus empregos para trabalhar na Oktoberfest e usar o dinheiro extra para pagamento de contas ou a realizaçãodesonhos. Trajestípicos AaposentadaLianeSchmittdaRosaháanostra- balhava alguns meses antes da Oktoberfest criando trajes típicos. Quando foi cancelada a edição de 2020, elajátinhatrajesprontosequeficaramguardadosaté 2022. Na época, ela resolveu investir em jogos ameri- canos,quedeumuitocerto,edecidiuquenãoiriamais apostaremtrajestípicos. No entanto, depois de 2 longos anos, nesta edi- ção vendeu praticamente todos os trajes que tinha guardado,sobrousóum,ebateuumacoceirinhapara voltar a criar. “Eu amo fazer trajes típicos e já estou pensandonoquevoucriarpara2023.Tantoquepenso emcomeçaraproduçãojádepoisdaPáscoa”,conta. Cerveja A Schöler´s Bier, de Blumenau, é debutante na festa e fez um investimento alto para estar na maior vitrine cervejeira do país. O diretor Jorge An- tônio Schöler conta que o pai e o avô faziam cerveja em casa, para atender as festas familiares, e daí tirou a ideia de transformar o hobby em profissão. A Schöler´s Bier foi criada há cerca de 2 anos e já pode serapreciadanosetor2daVilaGermânica. Para atender a festa, Schöler conta que alugou umcontainerrefrigerado,aestruturaquetematende o movimento normal, comprou alguns equipamentos, está trabalhando mais horas e contratou alguns cola- boradorestemporários.“Fizemosessesinvestimentos para atender a demanda da festa e, por enquanto, as vendasestãodentrodasnossasexpectativas,afirma. Embutidos O diretor da IPOM Defumados Blumenau, João Rodrigues de Souza Júnior, está fornecendo linguiça Blumenau e bacon moído para diversos estabele- cimentos comerciais da cidade. Além disso, vende hamburgueres de linguiça e de costelinha para um ponto de gastronomia dentro da festa. Para atender a demanda também está trabalhando a todo vapor, comhorasextrasecontrataçãodetemporários.Nos primeiros 5 dias de festa, de acordo com Júnior, só para um estabelecimento dentro da festa, foram vendidos mil quilos de linguiça moída. Para atender a festa, estão sendo produzidos de 35% a 40% a mais dos itens mais pedidos. “A festa é a oportunidade de fazermos uma reserva para as contas do fim de ano”, declara. OKTOBERFESTdeveinjetarcercade R$ 240minaeconomia GERAÇÃO DE RENDA São mais de 60 segmentos beneficiados com a movimentação da maior festa alemã do Brasil. Entre eles, costureiras, frigoríficos, bares, restaurantes, hotéis, entre outros Animais domésticos foram aceitos nas segundas-feiras Uma novidade na 37ª Oktoberfest é o pro- jeto Pet Friendly, 2 dias nos quais os tutores podem ir passear na maior festa alemã do Brasil com seus pets. Como é uma experiência, foram definidas duas segundas-feiras, dias 10 e 17. O secretário de Turismo e presidente da Vila Germânica, Marcelo Greuel, explica que os passeios ocorreram das 11h às 17h no pátio ex- terno, inclusive, na área de alimentação. “Nesse primeiro momento, eles ainda não são permiti- dos nos pavilhões. Temos que cuidar muito com o barulho e tem animais que ficam estressados com muito agito”, diz. Segundo o secretário, foram aceitos animais de todos os portes. A organização disponibilizou em alguns pontos da Vila Germânica totens com água e saqui- nhos coletores. O projeto é resultado de uma indicação, em julho, do vereador Bruno Cunha. Na indicação, ele, que também é autor da lei nº 1258/2019, na qual permite a permanência de animais domésticos em estabelecimentos de alimentação no município, pediu que a orga- nização da Vila Germânica estudasse a possi- bilidade de permitir o acesso dos animais em alguns dias e horários. “Para muitas pessoas, os animais são parte integrante da família. E o que pedimos aqui já faz parte da realidade em grandes eventos de outros países. Desde que, claro, a ação não atrapalhe a festa e nem seja motivo de estresse para os animais”, enfatiza. A magia dos desfiles de Oktoberfest não encantasomenteosturistas,mastam- bémquemparticipadeles.Somenteno desfiledoprimeirosábadodefesta,aproxi- madamente12milpessoasficaramextasia- das com as mais de 80 atrações e a alegria decercade4milpessoasquedesfilaramna Rua15deNovembro. Os últimos 2 anos de pandemia foram de tris- tezas para quem é apaixonado pelo evento. Uma dessas pessoas, que os olhos brilham quando fala em desfile, é a estilista blumenauense, Juceli Mari Cunha. Paixão essa que ela desenvolveu depois que casou com Clóvis Effting. Paixão que contagiou também a filha Brigitte Camilla, de 11 anos, que ain- da bebê já ia num carrinho para o desfile. “Ela ama desfilar, desde que nasceu participa de todos os desfiles”, conta Juceli. A estilista conta que sempre teve vontade de desfilar, mas não tinha um grupo para participar. O casamento trouxe de presente a participação no Wurstwagem – carro da linguiça, que existe des- de 2006. O carro, como o nome já diz, apresenta a linguiça Blumenau como um dos ícones da gastro- nomia alemã. Cerca de 50 pessoas participam de cada desfile. Outra apaixonada pelos desfiles é a blume- nauense Carol Peixer. Faz 12 anos que ela desfila e, coincidentemente, também foi incentivada pelo ex-marido. Carol conta que depois do primeiro desfile, entendeu a importância em participar e se tornou um caso de amor eterno. “É cansativo. Muitacorreriaparaaprenderascoreografias.Masé maravilhoso participar e, principalmente, saber que estamos contribuindo para difundir a cultura da nossa cidade, dos nossos antepassados”, declara. Quemdesfilaéumapaixonadopela OKTOBERFEST ALEGRIA Mais de 4 mil pessoas participam dos desfiles, que são vistos por milhares de turistas encantados pela beleza, criatividade e organização do evento
  9. 9. 9 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 POLÍTICA D os 40 deputados estaduais eleitos em 2022 para a Assembleia Legisla- tiva de Santa Catarina (Alesc), para compora20ªLegislaturaapartirde1ºde fevereirodoanoquevem9sãodoValedo Itajaí e você confere uma breve apresen- taçãodecadaumdeles: AnaCampagnolo Aos 31 anos, foi reeleita para o segundo mandato, é professora de História e escritora, conservadora e antifeminista. Ana é filiada ao PL e foi a parlamentar estadualmaisbemvotadanestepleito,poisconquistou 196.571votosválidos. CarlosHumberto O empresário da construção civil tem 41 anos e estánosegundomandatodevice-prefeitodeBalneário Camboriú e foi eleito para o primeiro mandato na Alesc peloPL. IvanNaatz ReeleitoparaosegundomandatonaAlesc,éadvo- gado, foi quatro vezes candidato a prefeito em Blume- nau e vereador no município por um mandato. Tem 55 anos e também é filiado ao PL e busca à liderança do governocasoJorginhoMello(PL)sejaeleitogovernador. OscarGutz Empresário, tem 58 anos renunciou neste ano ao segundo mandato consecutivo de prefeito de Pouso Redondo,noAltoValedoItajaíparadisputaraseleições. SeráseuprimeiromandatonaAlescpeloPL. JerryComper Reeleito para o segundo mandato na Alesc pelo MDB, aos 47 anos, tem como base eleitoral as regiões doAltoeMédioValedoItajaí. Paulinha Reeleita para o segundo mandato na Alesc, foi vereadora e duas vezes prefeita de Bombinhas. Atual- mente está filiada ao Podemos e faz parte da situação do atual governo, alinhada com Carlos Moisés (Repu- blicanos) que não conseguiu chegar ao segundo turno nestepleito. NapoleãoBernardes Blumenauense, de 40 anos, é advogado e profes- sor, foi vereador e prefeito por duas vezes em Blume- nau. Em 2018, foi candidato a vice-governador. É seu primeiromandatonaAlescpeloPSD. MarcosdaRosa É formado em Administração, está no terceiro mandatonaCâmaradeVereadoresdeBlumenau.Eleito pela primeira vez para a Alesc. Tem 46 anos e é filiado aoUniãoBrasil. DelegadoEgidioFerrari Tem41anos,estáfiliadoaoPTB,éDelegadodaPo- líciaCivilemBrusque,temdestaquenadefesadacausa animal e domicílio em Blumenau, onde atuou por anos, assim como em Gaspar. Vai exercer seu primeiro cargo eletivo. Já dos deputados federais, Santa Catarina tem direito a 16 cadeiras e desses pelo menos 5 ligados diretamente ao Vale do Itajaí. Dos 16 deputados da bancada catarinense, 9 foram reeleitos. Entre os partidos,oPLconquistou6vagas;MDB,3;PTePSD, 2 cada; Cidadania, Novo e União Brasil, 1 cada. Pelo Vale foram eleitos: Jorge Goetten de Lima (PL) NaturaldeMirimDoce,noAltoValedoItajaíeéem- presário,queconquistou159.339votosaos60anosde idadeejáocupouumaCadeiranoCongressodurante4 meses, já que era o primeiro suplente da coligação que elegeuPeninha(MDB),quedeuaoportunidadeaocole- ga,atravésdeumafastamentomomentâneo. Ana Paula Lima (PT) Ana Paula de Souza Lima, já foi primeira dama em Blumenau, assim como vereadora e já ocupou o cargo de deputada estadual, sempre pelo PT. Ela é esposa do candidato Décio Nery de Lima, do mesmo partido que estánadisputadosegundoturnoparagovernodoEsta- do.ElafoiumadasmaisvotadasparaaCâmaraFederal, conquistando148.781votos. Ismael dos Santos (PSD) Focado no seguimento religioso, palestrante e es- critor, Ismael dos Santos, atualmente no seu terceiro mandato como deputado estadual, resolveu disputar uma vaga ao Congresso e obteve êxito. Ele também já foi vereador em Blumenau, onde conquistou boa parte dosseusvotos,sendoque40%foramdapopulaçãodo Vale.Elefoieleitocom110.531votos. Gilson Marques Vieira (NOVO) DePomerode,GilsonMarquesconseguiuseroúni- co da região a se reeleger, tendo em vista que a última legislaturaficoucompoucosrepresentantesdoValedo Itajaí atuando no Congresso Federal. Focou em assun- tos como favorecimento às leis mais duras para quem cometeilícitos,sedemonstracontrárioalegalizaçãodo aborto, pelo fim do fundo eleitoral e privilégios, além da reduçãodeimpostosentreoutrasquestões.Conseguiu obter87.894votos. Rafael Pezenti (MDB) Assessor parlamentar, com foco na comunicação do deputado federal Peninha, Rafael Pezenti conse- guiu executar bem sua campanha obtendo resultado expressivo nessas eleições. É jornalista, tem 35 anos, é natural da pequena cidade de Petrolândia, trabalhou nacampanhacomoslogan“UmcolononaCâmarados Deputados”erecebeu68.208votos. Senador eleito Jorge Seif Junior O Vale do Itajaí também terá novamente um representante da terra (e do mar) no Senado Fede- ral. Jorge Seif Júnior (PL), que foi secretário da Api- cultura e da Pesca do governo do atual presidente da República, Jair Bolsonaro recebeu expressivos 1.484.110 votos, desbandando até mesmo o ex-go- vernador Raimundo Colombo (PSD) e o concorrente àreeleiçãoDárioBerger(PSB),alémdeoutrospolíti- cosexperientesebemconceituados. ELEIÇÕES 2022 Os eleitospeloValedoItajaí
  10. 10. 10 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 POLÍTICA Eleições 2022: o primeiro turno já foi, mas a decisão principal ficou para o segundo tempo Foi uma apuração cheia de emoção, a cada vi- rada o coração disparava. Não importa o candidato, o dia 02 de outubro não foi para os fracos. Durante odia,trânsitointensonasproximidadesdoscolégios eleitorais, falta de vagas para estacionar e nas se- ções, filas intermináveis. De acordo com o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, esse foi o maior pleito em 90 anos de existência da Justiça Eleitoral (JE). Sendo que de um total de 156 milhões de eleitores aptos a votar, mais de 123 milhões compareceram às ur- nas, o que equivale a quase 80% do eleitorado apto. O índice de abstenção ficou em 20,95%, próximo da média registrada em pleitos anteriores. As Eleições 2022 totalizaram 118 milhões de vo- tos válidos. Os votos nulos foram 3,4 milhões, o que corresponde a 2,82% do total de votos. Já os em branco somaram 1,9 milhão, ou seja, 1,59% do total. Somados, brancos e nulos totalizam 4,41%. OpresidentedoTSEinformouaindaqueaúltima urna apurada foi de uma seção de Coari, no Amazo- nas. Por problemas técnicos, a votação eletrônica precisou ser substituída pela manual, em cédulas de papel. No total, foram apuradas 472.075 seções eleitorais. Sobre as filas registradas em algumas seções eleitorais, o presidente do TSE afirmou que a Corte Eleitoral está tomando as medidas necessárias, jun- to aos TREs, para que não ocorram novamente no segundo turno das Eleições, marcado para o dia 30 de outubro. Jorginho vs Décio Outra decisão que ficou para o segundo turno, em 30 de outubro, foi a do cargo de governador de Santa Catarina. A disputa será entre Jorginho Mello (PL) e Décio Lima (PT). Jorginho obteve 1.575.912 vo- tos(38,61%dosvotosválidos),contra710.859votos (17,42%) recebidos por Décio Lima. Segundo turno Mesmo aqueles que não votaram no primeiro turnotêmdireitodevotarnosegundo.Ouseja,oelei- tor que deixou de votar ontem poderá votar no dia 30, desde que o título de eleitor esteja regularizado. IssoocorreporqueoTSEtratacadaturnocomouma eleição independente. Dessa forma, o eleitor poderá votar se estiver em situação regular com a Justiça Eleitoral,ouseja,otítuloeleitoralnãopodeestarcan- celado ou suspenso. Justificativa Caso o eleitor não tenha votado no primeiro tur- no, deverá apresentar justificativa à Justiça Eleitoral ematé60dias.Ouseja,comoosegundoturnoéain- da este mês, a menos de 30 dias do primeiro turno, será possível votar antes mesmo de justificar a au- sêncianazonaeleitoralnodia02deoutubro.Oprazo para justificar a ausência no primeiro turno é 1º de dezembro de 2022. Já a ausência no segundo turno deve ser justificada até 9 de janeiro de 2023. Existem muitas formas de justificar, mas o TSE indica que essa ação seja feita, preferencialmente, pelo aplicativo e-Título. Mas ela também poderá ser enviada pelo Sistema Justifica ou por meio do envio do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) – pós-eleição à zona eleitoral competente. Será pre- ciso entregar ainda a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito. O exame da justificativa ficará, sempre, a cargo da autoridade judiciária da zona eleitoral responsável pelo título. Multa Quem não justificar poderá pagar uma multa referente a cada turno, entre o mínimo de 3% e o máximo de 10% do valor utilizado como base de cál- culo (R$ 35,13), sendo que esse valor pode mudar de acordo com a situação econômica do eleitor, confor- me a Resolução TSE nº 23.659/2021. Aplicativo Pardal bate recorde de de- núncias De acordo com o site do TSE, foram mais de 5,3 mil denúncias registradas no 1º turno, no domingo (02),noaplicativoPardal.Em24horas,foramregis- tradas 5.332 denúncias de propaganda eleitoral ir- regular. Este foi o segundo recorde consecutivo: no sábado (1º), o app havia recebido 2.069 denúncias. Os dados foram atualizados nesta segunda-feira (03). Desde 16 de agosto, quando começou a funcio- nar em versão atualizada, o Pardal recebeu, em mé- dia, 765 denúncias por dia. Ao todo, até o momento, foram 37.489 denúncias de propaganda eleitoral irregular, compra de votos, uso da máquina pública e abuso de poder político e econômico. Ainda segundo o TSE, as denúncias deram ori- gem a 8.984 (22,45%) processos em tramitação no Processo Judicial Eletrônico (PJe) da Justiça Eleitoral. Por Olga Helena de Paula Os mais antigos, principalmente entre os que residiam em regiões interioranas, talvez ainda lembrem de como as eleições eram feitas quando era obrigatório apresentar o título de eleitor na cabine de votação. Coronéis de partidos concorrentes, conhecendo os redutos eleitorais de seus adversários, “alugavam” títulos de eleitores de prováveis votos contrários e ficavam na posse deles até o dia seguinte às eleições. Era como se comprava votos no tempo de nossos avós. Com a informatização do voto e das confirmações cadastrais, tal possibilidade de fraude fora dificultada, porém não erradicada. O eleitor consegue depositar seu intento nas urnas com uma mera Carteira de Habilitação e a impressão digital de seu dedo indicador, mas será que, na prática, o sistema funciona adequadamente? Não é incomum observarmos, por exemplo, diversos casos de eleitores que compareceram à sua Zona Eleitoral e não puderam votar, porque outra pessoa provavelmente havia votado em seu lugar. Curiosamente, estes eleitores costumam ter algo em comum: pertencem ao um dos chamados “currais eleitorais”, isto é, uma zona eleitoral onde determinado candidato costuma tradicionalmente fazer muitos votos. Na prática, se o processo fosse seguido à risca, sem exceções, cada eleitor somente poderia votar se sua digital confirmasse quem estava votando, entretanto, caso a digital não seja captada, os mesários são orientados pelo Tribunal Superior Eleitoral a confirmar alguns dados da identidade fornecida pelo eleitor e, posteriormente, permitir a votação mediante a simples assinatura no caderno de votação. Eis a possibilidade de fraude. Ora, caros leitores, não sejamos ingênuos de modo a pensar que todos os mesários e mesárias terão capacidade técnica para averiguar, com exatidão, tanto a autenticidade do documento de identificação fornecido, quanto a veracidade da assinatura do eleitor, em análise grafotécnica. De fato, a possibilidade de fraude eleitoral, no Brasil, é possível e até iminente. E, pior que isso, é lembrar que o Tribunal Superior Eleitoral teve em seu poder um protótipo que poderia resolver o problema: uma urna eletrônica com voto impresso sem contato manual, onde a cédula, após a confirmação digital pelo eleitor, cairia em uma outra caixa lacrada, acoplada à primeira, e possibilitaria eventual contagem alternativa em auditoria futura. A questão não é “por que implementar” tal dispositivo, mas sim “por que não implementar”. Ou será que o Processo Eleitoral não é tão importante quanto o Futebol, onde já existe o VAR desde 2016? O principal modelo de Fraude Eleitoral no Brasil Thiago Schulze é advogado, especialista nas áreas do Direito Bancário, Consumidor, Família e Trabalhista, pós-graduando em Ciência Política, ex-coordenador do Movimento Brasil Livre e colunista do Mesorregional desde 2020. Thiago Schulze 10 POLÍTICA POLÍTICA @thiago.schulze A86Store Legging básica P ao GG R$ 27,00 Fazemos entrega (consultar taxa) Instagram: @a86store Facebook: @a86store WhatsApp: (47)99945-7044 (47)98878-5330
  11. 11. 11 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 Divulgação / Metropolitano Joguinhos Abertos de Santa Catarina - Blumenau com a prata da casa fica na segunda colocação no geral A cidade de Blumenau finalizou na segunda colocação a participação nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina realizado na cidade de Blumenau no mês de setembro. Poderia ter conquistado o Título devido o município sede poder participar de todas as modalidades e a cidade se não tem essa condição está muito perto de ter. Ficou atrás de Jaraguá do Sul. Precisamos destacar que as equipes da cidade representam com atletas da casa, nada de importar, mas pela quantidade poderíamos levantar o caneco. SESI, e agora Moises? Com o fim das eleições para o Governos do Estado e a derrota do atual Governador Carlos Moises a situação da municipalização tem preocupado o desportista blumenauense, o silencio da Prefeitura e do Governo do Estado assustam quem ta cansado de promessas. Fontes ligadas ao assunto garantem que está tudo certo e que em 2023 a estrutura do Sesi será do município. Vamos aguardar. Amador O Atlético Itoupava do estreante técnico Bicudo (que conhece o caminho do gol) está realizando uma campanha gigante no municipal de Blumenau organizado pela LBF. A equipe venceu os favoritos Canto Rio e Loes mais o Metropolitano e o Corinthians. Caminho pavimentado para a semifinal. O Dragão Salto Norte assustou no início abaixo do esperado mas parece ganhar folego na competição. As rodadas finais da faze prometem. Base O Blumenau Esporte Clube está disputando a Copa SC Sub 17 com a participação de mais treze equipes. A equipe é formada por atletas da base de Indaial e tem o apoio da Prefeitura de Indaial com a estrutura de treinamentos. O Tricolor está na chave B com Barra, Brusque, Seara, Jaraguá, Juventus e Nação. Quatro equipes avançam para a segunda fase. Apresentador, narrador esportivo na Rádio Blu Esportes, trabalha no Rádio Blumenauense desde 2006 iniciando sua trajetória na Rádio Bandeirantes, após Rádio Blumenau, Rádio Arca da Aliança e Rádio Nereu Ramos. Repórter Setorista nas equipes profissionais do futebol da cidade de Blumenau desde 2006. Atualmente Gerencia a Rádio Blu Esportes, um canal digital que desenvolve transmissões esportivas e conteúdo esportivo nos portais Facebook, Youtube , site e aplicativo. Apaixonado por esporte. Marciano Regis Metropolitano participa pela primeira vez do Estadual feminino OClubeAtléticoMetropolitanoestáparticipandopela primeiravezdoCampeonatoEstadualdefutebolfemini- no.AequipetemparceriaatravésdoInstitutoMetropoli- tanocomaAssociaçãoBlumenauensedeFutebol. Além do Metropolitano mais quatro equipes estão na disputa da competição, Avaí/Kindermann, Criciúma, Juventus de Jaraguá e Pedra Branca de Palhoça. As equipes se enfrentam em turno único, as quatro melhores campanhas disputam as semi- finais e finais. Veja a tabela do Metro: 08/10 – Juventus x Metropolitano 15/10 – Avaí/Kindermann x Metropolitano 22/10 – Metropolitano x ´Pedra Branca 29/10 – Metropolitano x Criciúma. ESPORTES
  12. 12. 12 VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 VARIEDADE Cris Luchtenberg, membro de uma geração de cozinheiros, atua na área fazem 7 anos. Estudou Turismo e Lazer na FURB, Gastronomia no SENAC, possui vários cursos na área do turismo e da gastronomia. Cris Luchtenberg Uma empresa de turismo veicular trouxe uma novidade: um City Tour nos principais pontos turísticos de Blumenau, em veículo de dois andares e aberto. O passeio tem duração de quatro horas (alguns dias da semana), saindo da Vila Germânica, passando em pontos estratégicos do centro, recolhendo passageiros. Músicas animadas são embaladas durante os trajetos, animando ainda mais a turma em olhares nas contruções coloniais e urbanas da cidade. Entre seus pontos turísticos, o mais aguardado pelos passageiros é a passagem na Ponte de Ferro, inaugurada como Ponte Aldo Pereira de Andrade, e no túnel de Blumenau, no qual foi construída com material importado da Alemanha e inaugurada em 1931. Até meados de 1970, serviu de passagem para o trem que ia de Blumenau a Itajaí, transportando alimentos e produtos industrializados. A guia que acompanha a turma, através de som, vai explicando aos passageiros toda a história de Blumenau, um passeio imperdível para moradores (que possuem um desconto especial) e aos turistas que se apaixonam pela cultura e história de Blumenau. Entre as paradas, os pontos gastronômicos são os mais aguardados para se tomar um belo chopp e ainda provar um petisco como o torresmo (os gastos são por conta do passageiro). Novo city tour em ônibus aberto é a sensação durante a Oktoberfest em Blumenau VALE DO ITAJAÍ, 18 de Outubro a 6 de Novembro de 2022 M isturar mega funk com man- delão, esse é o desejo de João Henrique Deluvino, diretor da produtora blumenauense Impactus Produções. No final de setembro, a equipe viajou para São Paulo (SP) levando dois artistas da região: os Djs Krauss e Aron Kawillian. O objetivo é firmar uma parceria com a produtora paulista Portu- ga Records, que é responsável por artistas como, Kevinho, Jottapê, Fioti, Tainá Costa e também DJ Jeeh FDC, contato principal da empresa de Blumenau. O DJ Jeeh FDC, já havia vindo para o Vale do Itajaí para participar de um festival de mandelão (gênero derivado do eletrofunky e do funk ousadia) organizado pela Impactus, o sucesso tamanho que 1.600 pessoas compareceram ao show. O evento impressionou tanto o Dj quanto a Portuga, o que acabou culminando na parceria. Deluvino, vê a colaboração como uma grande oportunidade para a produtora blumenauense. “Vamos em busca de experiência, temos como meta unir o mega funk (som que mistura funk com música eletrônica) com o mandelão. Estamos produzindo a música e vamos soltar informações apenas na metade do mês de outubro. Em breve, ela ficará disponível em todas as plataformas digi- tais”, destaca o diretor. O blumenauense está ansioso para começar a produzirasmúsicasdeKrausseAronKawilliancom o DJ Jeeh FDC. “Eu quero o reconhecimento que merecemos, quanto aos artistas que estou levan- do, a produtora e, é claro, o mega funk”, completa. Por Olga Helena de Paula FUNK Produtorademega funk blumenauense grava músicacomDJ JeehFDC,emSãoPaulo Cris Luchtenberg #MEDICINA #PODEROSAS #COPA #BRINDE #FOFURA #BEAUTY Maria Luiza Koerich é a mais nova médica da região com o carinho único de Ionára de Amorim e Joni Zutter! Viva!!!! Jojo Doneda e Gi Caldas celebrando o sucesso de mais um evento fashion do Neumarkt Shopping! Jaison e Lenita Silveira reuniram a família para celebrar a troca de idade do Gustavo! Pensa num sítio lindo é uma família plena? Viva!!! Em ritmo de Oktober, Rodrigo Gonçalves fechou o espaço vip do Norten para celebrar mais um feliz aniversário ao lado da esposa Moira! Jonathan e Ma Benkendorff em ritmo contagiante da chegada da nova baby! Dra. Aline Cristina Foss e Jackson Felipe Gobetti estão radiantes com o novo reduto de beleza na cidade! Olá!Écommuitasatisfaçãoqueestamos iniciandoaprimeiraediçãodoMesoregionalImpresso! Aediçãopilotofoiumsucessoenaspróximasvamos trazeromelhordenossasociedade,umapitadados acontecimentosbacanaseempreendedoresnos enchemdeorgulho!!! ParabénsaoJeff,Ivoetodootimepelaapostano impresso,vivaoMesorregional!Contocomacolaboração detodosatravésdoInstagram @gustavosiqueiratv!Prosit!!!! Gustavo Siqueira @gustavosiqueiratv

×