Mar amor

395 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
395
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mar amor

  1. 2. O meu olhar de desespero descansa em suas ondas mansas, assim tão leve como a pluma, este gigante em seu repouso . . .
  2. 3. Ao debater-se porém em vã tortura, qual min ´alma agita-se em agonia para morrer em tresloucadas buscas, na beleza deserta destas praias . . .
  3. 4. Assim, este dilema nunca finda. Ora sereno mar; a calmaria. Ora estrondoso; em ondas bravias . . .
  4. 5. Quanto minha vida é tua vida neste espelho que se alonga no horizonte, a febre agitando suas vagas . . .
  5. 6. Minh ´alma, ansiando a calmaria . . . poema de: Fausta Nogueira Pacheco Apresentação: [email_address] www.mensagensvirtuais.com.br

×