"FAZER AMOR É PISAR NA ETERNIDADE..." Texto tirado da Internet, de autoria de um Frei do Colégio Santo Agostinho.
Fazer amor é coisa seria demais. Não basta um corpo e outro corpo, misturados num desejo.
Fazer amor é percorrer as trilhas da alma, uma alma tateando outra, desvendando sentimentos, descobrindo profundezas, pene...
Porque alma tem textura de cristal, deve ser tocada de leve, apalpada com carinho, até que o corpo descubra cada uma das f...
Quando a descoberta acontece é que o ato de amor começa
As mãos deslizam sobre as curvas, como se tocando nuvens A boca vai acordando e retirando gostos, provando os sabores Bebe...
É o côncavo e o convexo em amorosa conjunção É nascer de novo: no abraço, no beijo que sacia no infinito do orgasmo
Vale chorar! Vale gemer! Vale gritar, porque aí ja se  chegou ao paraíso, e qualquer som há de sair melancólico e afinado,...
Há de ser sempre o acorde faltante quando amantes iniciam o milagre do encontro Corpos se ajustaram, almas matizaram. Fez-...
É o instante da Paz... É escritura da serenidade...
E os amantes...pisam Eternidades!
Formatação Veraarduin Imagem Internet www.mensagensvirtuais.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fazer amor e pisar na

505 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
505
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fazer amor e pisar na

  1. 1. "FAZER AMOR É PISAR NA ETERNIDADE..." Texto tirado da Internet, de autoria de um Frei do Colégio Santo Agostinho.
  2. 2. Fazer amor é coisa seria demais. Não basta um corpo e outro corpo, misturados num desejo.
  3. 3. Fazer amor é percorrer as trilhas da alma, uma alma tateando outra, desvendando sentimentos, descobrindo profundezas, penetrando nos escondidos, sem pressa com a delicadeza
  4. 4. Porque alma tem textura de cristal, deve ser tocada de leve, apalpada com carinho, até que o corpo descubra cada uma das funções
  5. 5. Quando a descoberta acontece é que o ato de amor começa
  6. 6. As mãos deslizam sobre as curvas, como se tocando nuvens A boca vai acordando e retirando gostos, provando os sabores Bebendo a seiva que jorra das nascentes, escorrendo em cascatas
  7. 7. É o côncavo e o convexo em amorosa conjunção É nascer de novo: no abraço, no beijo que sacia no infinito do orgasmo
  8. 8. Vale chorar! Vale gemer! Vale gritar, porque aí ja se chegou ao paraíso, e qualquer som há de sair melancólico e afinado, seja grave, agudo ou pianinho
  9. 9. Há de ser sempre o acorde faltante quando amantes iniciam o milagre do encontro Corpos se ajustaram, almas matizaram. Fez-se o êxtase!
  10. 10. É o instante da Paz... É escritura da serenidade...
  11. 11. E os amantes...pisam Eternidades!
  12. 12. Formatação Veraarduin Imagem Internet www.mensagensvirtuais.com.br

×