O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

CHAOSHIP

616 visualizações

Publicada em

Slide-poema por Wilton Cardoso

Publicada em: Tecnologia, Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

CHAOSHIP

  1. 1. nAve aleatória o sentido do sentido é jamais repousar nalgum lugar navegar sem sentido ao acaso dos ventos deixar de lembrança seus rastros no mar propagando infinitos sentidos em ondas irresistíveis palimpsestos sem começo labirintos sem saída do olhar que se perdeu
  2. 45. Tudo é simulacro. Os lacres estão rompidos. Musas & músicas, formas & falas, marcas & máscaras, essências & raízes, a origem é o clone. Sugam-se fadas & vampiros. Uma nuvem dissimulada boia no céu plástico de estrelas elétricas. Bytes se deixam duplicar, ao infinito. Medusas & proteus boquiabertos. Bocas magnéticas repetem palavras empedradas nas paredes da alma. Alma… a alma se desarma de si e desaba da substância dissolvida em onda e se desfaz nas praias do acaso das carnes das coisas & corpos, das matérias que definham num cosmo que se abre, que se abre, que se abre e se replica em outro sem parar, de ser outro. Sem nenhum sinal de um… um dentro
  3. 46. Oficina
  4. 50. CHAOSHIP – slide-poema wilton cardoso Poema visual: CHAOSHIP (45 imagens) Poemas verbais: nAve aleatória e ...n Programas utilizados: BrOffice 3.2 (Writer e Impress), PowerPoint, Paint e PhotoScape. Todos os textos e imagens deste slide-poema são livres para reprodução e remixagem, exceto para fins comerciais . Copyleft © by Wilton Cardoso Todos os direitos perfurados por Plágius Editora ILtda Rua Toda Banda, 666, São Chaos – Capetão

×