ENTRE A PEDRA E A MULHER!
Puseram a mulher no
meio e eles em volta,
pedras, na mão,
pedras no olhar
e o coração de pedra...
Ela, encolhida, morta de vergonha,
antecipa tremendo a primeira pedrada,
pensando se será na testa ou se no
rosto...
no ro...
Ah, que adiantam agora e de que servem
pétalas de flor do prazer proibido
que se vão transformar, brevemente, em
pedradas?...
É que foram buscar Jesus para assistir
como se faz justiça a uma pecadora.
O mestre chega e, então,
um astuto judeu de lon...
"Que dizes, Mestre? Esta mulher foi
presa,
ainda há pouco, em flagrante
adultério!
Moisés, o nosso pai,
ordenou que essa l...
Se ele recomendar perdão para a infeliz,
agirá contra a lei das escrituras,
contra a lei de Moisés;
se Ele mandar, porém, ...
E agora "Seu Jesus"?... Sai dessa se
puder!
Puseram-te a perder entre a pedra e a
mulher!
Jesus não se perturba. Inclina-s...
talvez deixasse em letras, sobre a
areia,
a maldade interior dos que ali
desejavam
lavar, com mão impura, uma
impureza alh...
O certo é que ao lerem as palavras
riscadas sobre o solo,
das mãos as pedras vão caindo
inofensivas,
pingando reticências ...
Cristo não faz "sermão", não diz:
"Olha em que deu a falta de vergonha! Afinal
que lucraste no teu breve pecado? O prazer
...
Ele olhou a mulher com bondade e lhe
disse:
"Mulher, pobre mulher,
onde é que estão agora os que te
ameaçavam?
Ninguém te ...
Assim se desmontou uma armadilha
e ficou, para sempre, comprovado
que o coração de Deus é feito de ternura
e o coração hum...
Apresentação e arranjos:
Maria Salete Elizio de Carvalho
Cacoal/RO
Texto: pe. Heber Salvador de Lima
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Entre a pedra_e_a_mulher

111 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
111
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entre a pedra_e_a_mulher

  1. 1. ENTRE A PEDRA E A MULHER!
  2. 2. Puseram a mulher no meio e eles em volta, pedras, na mão, pedras no olhar e o coração de pedra...
  3. 3. Ela, encolhida, morta de vergonha, antecipa tremendo a primeira pedrada, pensando se será na testa ou se no rosto... no rosto de que sempre ela cuidou com tanta vaidade e com tanto esmero para ofertar aos beijos do pecado...
  4. 4. Ah, que adiantam agora e de que servem pétalas de flor do prazer proibido que se vão transformar, brevemente, em pedradas? Mas por que não começam logo a cena hedionda em que adúlteros ferem uma adúltera em nome da pureza, em nome de Moisés e até em nome de Deus?...
  5. 5. É que foram buscar Jesus para assistir como se faz justiça a uma pecadora. O mestre chega e, então, um astuto judeu de longas barbas, olhar parado e penetrante de serpente, com perfídias na voz, pergunta sorrateiro:
  6. 6. "Que dizes, Mestre? Esta mulher foi presa, ainda há pouco, em flagrante adultério! Moisés, o nosso pai, ordenou que essa laia fosse apedrejada". Brilha um sorriso mau em todos os semblantes... está pronta a armadilha:
  7. 7. Se ele recomendar perdão para a infeliz, agirá contra a lei das escrituras, contra a lei de Moisés; se Ele mandar, porém, que a lei se cumpra, as pedras voarão sobre a mulher e Ele vai fracassar diante do povo, vai perder sua fama de bondade, tornando-se o advogado das pedradas o mesmo que se diz Paladino do amor!
  8. 8. E agora "Seu Jesus"?... Sai dessa se puder! Puseram-te a perder entre a pedra e a mulher! Jesus não se perturba. Inclina-se até o chão e começa a escrever com o dedo sobre a areia... Quem sabe o que escreveu?... Talvez revelações dos pecados de todos os presentes:
  9. 9. talvez deixasse em letras, sobre a areia, a maldade interior dos que ali desejavam lavar, com mão impura, uma impureza alheia!
  10. 10. O certo é que ao lerem as palavras riscadas sobre o solo, das mãos as pedras vão caindo inofensivas, pingando reticências de vergonha no incômodo silêncio que se fez... E, de cabeça, a partir dos mais velhos, vão todos se afastando do local e só fica Jesus diante da mulher, e só fica a inocência em face da impureza e só fica o pecado em face do perdão.
  11. 11. Cristo não faz "sermão", não diz: "Olha em que deu a falta de vergonha! Afinal que lucraste no teu breve pecado? O prazer dura pouco, mas é longo o remorso! Então, valeu a pena?" Não diz isso porque seria uma pedrada e não tem pedra alguma o coração de Deus!
  12. 12. Ele olhou a mulher com bondade e lhe disse: "Mulher, pobre mulher, onde é que estão agora os que te ameaçavam? Ninguém te condenou?" "Ninguém, Senhor", diz ela, arrancando uma voz quase inaudível do fundo da vergonha e do arrependimento... "Pois nem eu te condeno! Agora vai em paz. Volta ao teu lar, mas nunca, nunca peques mais!"
  13. 13. Assim se desmontou uma armadilha e ficou, para sempre, comprovado que o coração de Deus é feito de ternura e o coração humano é, às vezes, pedra dura!
  14. 14. Apresentação e arranjos: Maria Salete Elizio de Carvalho Cacoal/RO Texto: pe. Heber Salvador de Lima

×