Jornal I Salão Baiano de Turismo n° 03

946 visualizações

Publicada em

Jornal I Salão Baiano de Turismo n° 03

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
946
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal I Salão Baiano de Turismo n° 03

  1. 1. JORNAL DO SALÃO Programação cultural Rodadas de negócios mostrou o que é que também marcaram o a Bahia tem Salão Salão Baiano de Turismo recebeu 10 mil visitantesEvento foi elogiado pelo trade local, agentes e operadores brasileiros e estrangeiros Foto: Tatiana AzevichePrincipal operação de marketing e ta-feira (17), até o encerramento, do Brasil e do exterior. O presidentevendas do Destino Bahia, o I Salão no sábado (19), o I Salão Baiano da Abav, Pedro Galvão, disse queBaiano de Turismo foi um verda- de Turismo foi elogiado por prati- muitos negócios foram fechadosdeiro sucesso. O evento, que rece- camente todos os representantes durante o evento. Nelson Abreubeu 10 mil visitantes em três dias, dos segmentos presentes. “Acho Pinto, da Confederação Nacionalreuniu 120 operadores brasileiros que cumprimos bem o nosso obje- do Turismo (CNTur) parabenizou oe estrangeiros, 40 jornalistas na- tivo de fazer com que os agentes e governo da Bahia pela iniciativa, as-cionais e internacionais, além de operadores de fora compreendes- sim como os secretários de Turismoempresas de receptivo, hotéis, rep- sem que a Bahia tem sol e praia e do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro eresentantes de segmentos, câma- também muitos outros atrativos”, de Pernambuco, Alberto Feitosa. Járas técnicas e empresários das 13 afirmou o secretário Domingos Le- o presidente do Conselho Baianozonas turísticas do Estado. Desde onelli. Além do Salão, a segunda de Turismo, Silvio Pessoa, ressal-a abertura, que contou com a pre- edição da Feira da Abav-Bahia ocor- tou a importância do Salão. “Achosença do governador do Estado, reu paralelamente ao evento, com que foi um evento muito represen-Jaques Wagner e o ministro do Tur- a participação de empresários que tativo, com importantes atores doismo, Gastão Vieira, na última quin- comercializam os destinos da Bahia, turismo nacional e internacional”.
  2. 2. OperadoresComentam Palestras do Núcleo do Conhecimento sempre lotadasO operador Adriano Gomes, daNascimento Turismo, ressaltou quea Bahia é um importante produtode comercialização. “Entre os dezpacotes brasileiros mais vendidos,quatro estão no Estado: Salvador,Praia do Forte, Porto Seguro/ArraialD´Ajuda e Costa do Sauípe. O Nor-deste é um polo turístico do port-fólio de qualquer operadora, porisso é muito importante participardeste Salão. A Península do Maraú,Morro de São Paulo e Chapada Dia-mantina são destinos que estãoregistrando boa procura. A Bahiapossui o apelo de esporte, incenti-vo e eventos e de resorts. Além dis-so, muitas datas populares ao longo As palestras do Núcleo do Conhe- Entre os locais visitados estão Boi-do ano motivam vendas não ape- cimento, ministradas durante o peba, Cairu, Belmonte, Canavieirasnas no tradicional carnaval”, disse I Salão Baiano de Turismo, foram e Santo André, que tiveram suasem entrevista ao Pan Rotas. Para a bastante concorridas. Turismólo- belezas naturais e cenários de-Master Viagens, a Praia do Forte é o gos, empresários, estudantes stacados pelo viajante que escrevenacional mais vendido. “Percebo a e profissionais do setor acom- o blog Viaje na Viagem (www.via-presença expressiva de operadores panharam de perto as principais jenaviagem.com). Também par-do País no evento. A Bahia sempre tendências do mercado aborda- ticiparam das palestras do Núcleofoi um destino turístico que busca o das durante as explanações. Um do Conhecimento, o historiadorconsumidor final junto com os pro- dos momentos mais esperados foi espanhol Tony Galvez, a jornalistafissionais, e em parcerias oferece o painel O viajante independente, britânica Alison Mcgowan, o ex-capacitações ao longo do ano”, res- coordenado pelo blogueiro Ricar- atacante Bebeto, que falou sobresaltou Bruna Castro. do Freire. Na ocasião, ele compar- Copa do Mundo e o dirigente da tilhou com o público as histórias Embratur, Marcos Lomanto, que “ que viveu durante uma viagem destacou a participação brasileira que fez na Bahia pelas costas do no mercado do turismo corpora- Dendê e do Descobrimento duran- tivo. A conta satélite no turismo e “Entre os te 20 dias. O palestrante contou a nova classificação hoteleira, que que para fazer o roteiro foi pre- está sendo implantada pelo Minis- dez pacotes ciso viajar de ferry-boat, lancha, tério do Turismo também foram brasileiros canoa, ônibus e voadeira (canoa alguns dos temas abordados, as- mais vendidos, de alumínio com motor de popa). sim como o Geoturismo. quatro estão no Estado: Salvador, Praia do Forte, Porto Seguro/Arraial D´Ajuda e Costa do Sauípe. Adriano Gomes “ Operador de Turismo Foto: Tatiana Azeviche/Setur
  3. 3. Programação cultural mostrou oque é que a Bahia temOs operadores de turismo e agen- quadrilha junina Asa Branca, a maistes de viagem que estiveram tradicional do estado. No segundopresentes no I Salão de Turismo dia de Salão, Paulinho Boca, Fredpuderam conferir de perto os rit- Menendez e Jam no Mam forammos e agitos da Terra de Todos-os- as principais estrelas. Já na noiteSantos. Um show de forró com os de encerramento, houve um des-artistas Adelmário Coelho, Zelito file com as principais manifesta-Miranda, Gereba, Carlos Pitta, Léo ções culturais da Bahia (Samba-Macedo, Cicinho de Assis, Jota e de-roda, Zabiapunga, Marujada,Cia e Val Macambira abriu a pro- dentre outros), além da Fubica dagramação cultural do evento, jun- Família Macedo, banda de pífanostamente com a apresentação da e outros artistas. Foto: Rita Barreto Rodadas de negócio também marcaram o Salão Foto: Tatiana Azeviche/Setur A Rodada de Negócios do I Salão tos elogios favoráveis – de brasileiros esse modelo de rodada fortalece as Baiano de Turismo foi bastante e estrangeiros – para a continuidade relações entre os empreendedores. proveitosa para os empreendedores do projeto”, conta. Ele também per- “Vim apresentar a pousada para os do turismo brasileiro. Represent- cebeu diferença entre os diferen- operadores de turismo. Já consegui antes de diversas empresas do país, tes convidados que passaram pelo fazer parcerias e acho que ainda vou ligadas à hotelaria e prestação de Salão. “Ontem, por ser a rodada fechar bons negócios após o Salão”, serviços, conseguiram fechar novas internacional, o público era mais es- diz. Já Luan Leony Krug, da empresa parcerias para as altas temporadas pecífico e as negociações envolviam de turismo de aventura Fora da Tril- de turismo. Representante do Se- transações de maior valor. Já o se- ha Escalada, acredita que a Rodada brae, José Élio Souza fez um balanço gundo dia, com a rodada nacional, a de Negócios proporciona a realiza- das reuniões. “Conseguimos fazer prioridade ficou para os empreend- ção de parcerias não tão comuns em com que todos os encontros fossem edores do eixo sul e sudeste”, anali- outras épocas do ano. “Aqui podem- realizados. Em uma rápida pesquisa sa. A representante da pousada Por- os divulgar destinos não tão conhe- de ‘boca de urna’, recebemos mui- to da Barra, Vera Rigato, disse que cidos pelos turistas de fora”, afirma.
  4. 4. Expediente:Secretário de Turismo do Estado da Bahia: DomingosLeonelliAssessoria de Imprensa Setur/BahiatursaCoordenação: Gabriel Carvalho, Bruna Santana.Redação: Adriana Barbosa, Amanda Santana, AnaPaula Cabral, Carmen Correia, Danielle Del Coli,Dolores Góes, Elson Aguiar, Henrique Brinco, KarinaBrasil, Monique Adorno, Marcia Melo. FLASHES DO SALÃOProjeto Gráfico e Diagramação: Fernanda PinheiroApoio: Frederico Fan

×