Gerenciamento Costeiro & Marketing de Destinos<br />Aristides Faria. Consultor e Palestrante da [RH em Hospitalidade]. Dir...
Estrutura da apresentação<br />Gerenciamento Costeiro<br />A Região Metropolitana da Baixada Santista<br />Conceito<br />I...
Localização<br />
Alguns números da região<br />População: 1.682.435 de habitantes<br />Área territorial: 2.422,78km²<br />Densidade: 694,42...
A relação: Gerenciamento Costeiro & Turismo<br /><ul><li>LEI Nº 7.661, DE 16 DE MAIO DE 1988, que institui o Plano Naciona...
Zona Costeira divide-se em:
Faixa Marítima: que se estende mar afora até a distância de 12 milhas marítimas;
Faixa Terrestre: área do continente formada pelos municípios que sofrem influência direta dos fenômenos ocorrentes na Zona...
Gestão de Impactos: o negócio do Gerenciamento Costeiro<br /><ul><li>Contaminação das águas superficiais por esgotos domés...
Invasão e ocupação de áreas de risco e de preservação permanente como mangues, morros e margens de rios;
Condições impróprias de balneabilidade (www.cetesb.sp.gov.br);
Escassez de pescado e/ou pescado impróprio para consumo;
Inadequada disposição final de resíduos sólidos;
Uso irregular de equipamentos na orla marítima;
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria

1.266 visualizações

Publicada em

Apresentacao 'Gerenciamento Costeiro e Marketing de Destinos: o caso da Costa da Mata Atlantica', realizada na Semana de Turismo da Fatec, em Sao Paulo (12 de maio de 2011).

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.266
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
137
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria

  1. 1. Gerenciamento Costeiro & Marketing de Destinos<br />Aristides Faria. Consultor e Palestrante da [RH em Hospitalidade]. Diretor de Comunicação da ABBTUR São Paulo.<br />Assessor de Eventos e Novos Negócios do Santos e Região Convention & Visitors Bureau.<br />
  2. 2. Estrutura da apresentação<br />Gerenciamento Costeiro<br />A Região Metropolitana da Baixada Santista<br />Conceito<br />Impactos: negativos e positivos<br />Marketing de Destinos<br />Case: Santos e Região Convention & Visitors Bureau<br />Ações institucionais<br />Promoção e Marketing do destino<br />Parcerias fundamentais<br />Captação de eventos<br />Relacionamento com associados e parceiros<br />
  3. 3. Localização<br />
  4. 4. Alguns números da região<br />População: 1.682.435 de habitantes<br />Área territorial: 2.422,78km²<br />Densidade: 694,42 habitantes/km²<br />Grau de urbanização: 99,79% (maior índice do Estado)<br />PIB per capita: R$ 24.988,70<br />Matriz da atividade economia (%):<br />Agropecuária: 0,27; Indústria: 31,48; Serviços: 68,25<br />Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE)<br />
  5. 5. A relação: Gerenciamento Costeiro & Turismo<br /><ul><li>LEI Nº 7.661, DE 16 DE MAIO DE 1988, que institui o Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro (PNGC), afirma que Zona Costeira é a “área de interação do ar, do mar e da terra, incluindo ou não os seus recursos naturais renováveis”, e transfere aos estados a tarefa de delimitação das áreas que serão objeto do Gerenciamento Costeiro.
  6. 6. Zona Costeira divide-se em:
  7. 7. Faixa Marítima: que se estende mar afora até a distância de 12 milhas marítimas;
  8. 8. Faixa Terrestre: área do continente formada pelos municípios que sofrem influência direta dos fenômenos ocorrentes na Zona Costeira.</li></ul>www.planalto.gov.br<br />
  9. 9. Gestão de Impactos: o negócio do Gerenciamento Costeiro<br /><ul><li>Contaminação das águas superficiais por esgotos domésticos e industriais;
  10. 10. Invasão e ocupação de áreas de risco e de preservação permanente como mangues, morros e margens de rios;
  11. 11. Condições impróprias de balneabilidade (www.cetesb.sp.gov.br);
  12. 12. Escassez de pescado e/ou pescado impróprio para consumo;
  13. 13. Inadequada disposição final de resíduos sólidos;
  14. 14. Uso irregular de equipamentos na orla marítima;
  15. 15. Especulação imobiliária e degradação da paisagem;
  16. 16. Perda da diversidade cultural e desarticulação das comunidades tradicionais;
  17. 17. Subemprego e desemprego.</li></li></ul><li>Santos e Região Convention & Visitors Bureau<br />Fundado em 08 de abril de 2002<br />Entidade sem fins lucrativos, formada pela união da iniciativa privada, do poder público e de entidades de classe (3º setor)<br />Área de atuação: Região Metropolitana da Baixada Santista<br />Missão<br />Promoção,captação, geração e incremento de eventos que aumentem o fluxo de visitantes na região, especialmente na Baixa Temporada.<br />Costa da Mata Atlântica<br />Abril de 2003: Criação da marca turística da região<br />Produto turístico diferenciado, mais atraente, com apelo nacional e internacional<br />Tendência mundial: consolidação do destino regional e não mais municipal<br />
  18. 18. Promoção e Marketing do Destino<br /> Presença garantida nas principais feiras nacionais e internacionais do trade turístico, com o Estande Metropolitano, divulgando a região e nossos parceiros para mais de 50 mil profissionais de 17 Estados do Brasil e Argentina. Participação em mais de 12 feiras anuais.<br />Parceria com a ECOVIAS, com distribuição de material informativo no pedágio do Sistema Anchieta-Imigrantes, por onde passam mais de 3 milhões de pessoas por temporada.<br />Produção contínua de material (folders, guias, mapas, sacolas, brindes, etc) com informações de toda região. Em média são 45 mil impressos por ano.<br />
  19. 19. Promoção e Marketing do Destino<br /> Realização do 1º Road Show de Desenvolvimento e Capacitação em Eventos, em parceria com a ABEOC, apresentando o destino aos organizadores de eventos, representantes da Embratur, Ministério do Turismo, entidades de classe, e autoridades.<br />Estande no Terminal do Concais, há cinco anos, durante a temporada de cruzeiros, com atendentes bilíngues, divulgando a região e aplicando pesquisas sobre a percepção dos turistas para mais de 600 mil cruzeiristas que passam pelo local.<br /> Publicações e espaços em grandes mídias nacionais, e especializadas, como Veja, Panrotas, Jornal de Turismo, Brasil Travel News, Mercado & Eventos, entre outros<br />
  20. 20. Promoção e Marketing do Destino<br /> Também fomos notícia em jornais e diversas mídias(TV, internet, rádios), de estados como São Paulo, Minas Gerais, Paraíba, Bahia, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, entre outros, divulgando o Circuito Turístico da Costa da Mata Atlântica, e as principais ações do Convention Bureau. <br />Diversos Press Trips, com jornalistas de importantes publicações do País, que renderam grandes matérias, e até cadernos especiais inteiros sobre nosso destino.<br />Retorno de mídia em nível nacional: apenas nos últimos sete meses tivemos um retorno na ordem de R$ 800 mil em mídia espontânea, fruto do trabalho de assessoria de imprensa e ações de divulgação em nível regional e nacional.<br />
  21. 21. Promoção e Marketing do Destino<br />Lançamento portal do Bureau:<br />Até o momento:<br />- 2.500 acessos mensais, em média<br />- Internautas de todo Brasil, além de países como Estados Unidos, Argentina, Portugal, Itália, Espanha, Irlanda, Cuba, China e até da Nigéria, entre outros.<br />CVC lança o Cruzeiro Temático da Costa da Mata Atlântica, homenageando a nossa região.<br />Em janeiro de 2010, a bordo do navio Zenith, o público terá a oportunidade de embarcar num cruzeiro temático da região, com gastronomia típica, artesanato, entre outras atrações. <br />
  22. 22. Promoção e Marketing do Destino<br />Bureau, AGEM e Prefeituras implantaram seis unidades das Centrais de Informações Turísticas Metropolitana (CIT), em Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe. <br />Restam apenas 3 cidades (Guarujá, Bertioga e Cubatão) em fase de conclusão.<br />Criação do Circuito Turístico da Costa da Mata Atlântica, em parceria com o Sebrae-SP, e lançamento do catálogo que apresenta sugestões de roteiros, que variam de 1 a 10 dias, divididos em Histórico e Cultural, Ecológico e Rural e o Científico e Ambiental.<br />
  23. 23.  <br /> <br /> <br />Um case de sucesso!<br />
  24. 24. Muito obrigado!!!<br />Aristides Faria<br />Consultor | Palestrante<br />(13) 3302-3499 | 8136-3397<br />www.rhemhospitalidade.com<br />aristidesfaria@rhemhospitalidade.com<br />

×