Agrupamento de Escolas Maria Pais Ribeiro 
EB “A Ribeirinha” 
Música 
(Noções Teóricos de Nível Básico) 
T.I.C. 
Tecnologi...
Índice Geral 
Página 2 de 19 
ÍNDICE GERAL 
INTRODUÇÃO ......................................................................
Índice Geral 
Página 3 de 19 
7.3. O CORO ...................................................................................
Índice de Figuras 
Página 4 de 19 
ÍNDICE DE FIGURAS 
Figura 1 – Representação da nota Dó no teclado ........................
Índice de Tabelas 
Página 5 de 19 
ÍNDICE DE TABELAS 
Tabela 1 – Nome, figura representativa e duração das figuras musicai...
Introdução 
Página 6 de 19 
INTRODUÇÃO 
Neste trabalho, vou tentar abordar uma temática que me causa interesse! 
Música, p...
Notas Musicais 
Página 7 de 19 
1. NOTAS MUSICAIS 
Na música, existem sete notas musicais. As sete notas musicais existent...
Notas Musicais 
Página 8 de 19 
1.3. MI 
A nota musical “Mi” é a terceira nota da escala diatónica de Dó maior. No teclado...
Notas Musicais 
Página 9 de 19 
1.6. LÁ 
A nota musical “Lá” é a sexta nota da escala diatónica de Dó maior. No teclado, é...
Pauta Claves 
Página 10 de 19 
2. PAUTA 
A música como regra geral é escrita num conjunto de cinco linhas paralelas e quat...
Claves 
Página 11 de 19 
3.1. CLAVE DE SOL 
Figura 13 – Posição das notas musicais na clave de Sol 
3.2. CLAVE DE FÁ 
Figu...
Figuras Musicais Compassos 
Página 12 de 19 
4. FIGURAS MUSICAIS 
Figuras musicais são figuras que determinam o “valor” da...
Compassos Página 13 de 19 
5.1. COMPASSO QUATERNÁRIO 
5.2. COMPASSO TERNÁRIO 
5.3. COMPASSO BINÁRIO 
5.4. BARRAS DE COMPAS...
Acidentes musicais Página 14 de 19 
6. ACIDENTES MUSICAIS 
Acidentes ou alterações musicais são utilizados na notação musi...
Voz Página 15 de 19 
7. VOZ 
Do dicionário: “produção de sons humanos emitidos pela laringe com o ar que sai dos pulmões; ...
Voz Página 16 de 19 
7.2. O VOCALIZE 
A nossa voz é emitida através das cordas vocais mas, na verdade, não são cordas como...
Voz Página 17 de 19 
7.3. O CORO 
Um coro é um instrumento musical que pode ser “tocado” por muitas pessoas ao mesmo tempo...
Conclusão Página 18 de 19 
CONCLUSÃO 
Neste trabalho, espero ter realizado um bom produto final. Ao longo da realização de...
Referências Bibliográficas Página 19 de 19 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: 
 CARNEIRO, I. e ENCARNAÇÃO, M. – Musicando – Edu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Música tecnologias da informação e da comunicação

209 visualizações

Publicada em

Tecnologias da Informação e da Comunicação - 9º ano

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
209
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Música tecnologias da informação e da comunicação

  1. 1. Agrupamento de Escolas Maria Pais Ribeiro EB “A Ribeirinha” Música (Noções Teóricos de Nível Básico) T.I.C. Tecnologias da Informação e da Comunicação Professora Fernanda Nunes Renato Pinheiro Veiga Nº23 9ºC Macieira de Maia, Novembro de 2010
  2. 2. Índice Geral Página 2 de 19 ÍNDICE GERAL INTRODUÇÃO ............................................................................................................................... 6 1. NOTAS MUSICAIS .............................................................................................................. 7 1.1. DÓ ................................................................................................................................ 7 1.2. RÉ ................................................................................................................................ 7 1.3. MI ................................................................................................................................ 8 1.4. FÁ ................................................................................................................................. 8 1.5. SOL ............................................................................................................................... 8 1.6. LÁ ................................................................................................................................. 9 1.7. SI ................................................................................................................................. 9 1.8. Dó agudo .................................................................................................................... 9 2. PAUTA ............................................................................................................................. 10 3. CLAVES ........................................................................................................................... 10 3.1. CLAVE DE SOL ............................................................................................................. 11 3.2. CLAVE DE FÁ ............................................................................................................... 11 3.3. CLAVE DE DÓ .............................................................................................................. 11 4. FIGURAS MUSICAIS ......................................................................................................... 12 5. COMPASSOS .................................................................................................................... 12 5.1. COMPASSO QUATERNÁRIO........................................................................................... 13 5.2. COMPASSO TERNÁRIO ................................................................................................. 13 5.3. COMPASSO BINÁRIO .................................................................................................... 13 5.4. BARRAS DE COMPASSO ................................................................................................ 13 6. ACIDENTES MUSICAIS ..................................................................................................... 14 7. VOZ ................................................................................................................................ 15 7.1. O CORPO ..................................................................................................................... 15 7.2. O VOCALIZE ................................................................................................................ 16
  3. 3. Índice Geral Página 3 de 19 7.3. O CORO ...................................................................................................................... 17 CONCLUSÃO ............................................................................................................................... 18 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: ................................................................................................. 19
  4. 4. Índice de Figuras Página 4 de 19 ÍNDICE DE FIGURAS Figura 1 – Representação da nota Dó no teclado ............................................................... 7 Figura 2 – Representação da nota Ré no teclado ............................................................... 7 Figura 3 – Representação da nota Mi no teclado ................................................................ 8 Figura 4 – Representação da nota Fá no teclado ............................................................... 8 Figura 5 – Representação da nota Sol no teclado .............................................................. 8 Figura 6 – Representação da nota Lá no teclado ............................................................... 9 Figura 7 – Representação da nota Si no teclado ................................................................ 9 Figura 8 – Representação da oitava ...................................................................................... 9 Figura 9 – As linhas e os espaços de uma pauta .............................................................. 10 Figura 10 – Clave de Sol ....................................................................................................... 10 Figura 11 – Clave de Fá ........................................................................................................ 10 Figura 12 – Clave de Dó........................................................................................................ 10 Figura 13 – Posição das notas musicais na clave de Sol ................................................. 11 Figura 14 – Posição das notas musicais na clave de Fá ................................................... 11 Figura 15 – Posição das notas musicais na clave de Dó .................................................. 11 Figura 16 – Compasso Quaternário ..................................................................................... 12 Figura 17 – As diversas barras de um compasso .............................................................. 13 Figura 18 - Bequadro ............................................................................................................. 14 Figura 19 – Aparelho vocal Humano ................................................................................... 15 Figura 20 - Vocalize ............................................................................................................... 16
  5. 5. Índice de Tabelas Página 5 de 19 ÍNDICE DE TABELAS Tabela 1 – Nome, figura representativa e duração das figuras musicais ...................... 12 Tabela 2 – Diferentes naipes de voz consoante o tipo de voz ........................................ 17
  6. 6. Introdução Página 6 de 19 INTRODUÇÃO Neste trabalho, vou tentar abordar uma temática que me causa interesse! Música, para mim, é quase como uma forma de vida; passo todo dia a tocar, cantar ou ouvir qualquer música. Quando soube do facto do tema deste trabalho de T.I.C. ser à escolha do aluno, aproveitei a oportunidade e fiz sobre uma coisa que me agrada. Espero conseguir realizar um bom trabalho e concretizar todas as especificações pedidas.
  7. 7. Notas Musicais Página 7 de 19 1. NOTAS MUSICAIS Na música, existem sete notas musicais. As sete notas musicais existentes correspondem a sete diferentes sons. As sete notas musicais são: DÓ; RÉ; MI; FÁ; SOL; LÁ; SI 1.1. DÓ A nota musical “Dó” é a primeira nota da escala diatónica1 de Dó maior. No teclado, é representada da seguinte forma: Figura 1 – Representação da nota Dó no teclado 1.2. RÉ A nota musical “Ré” é a segunda nota da escala diatónica de Dó maior e a primeira nota do modo dórico2. No teclado, é representado da seguinte forma: Figura 2 – Representação da nota Ré no teclado 1 Escala Diatónica Maior – série de oito sons consecutivos composta por dois intervalos de meio-tom e cinco intervalos de 1 tom. 2 Modo Dórico – escala de oito sons sucessivos com origem na Grécia Antiga. Diferencia da escala diatónica maior porque os dois intervalos de meio-tom são em posições diferentes. Dó Ré
  8. 8. Notas Musicais Página 8 de 19 1.3. MI A nota musical “Mi” é a terceira nota da escala diatónica de Dó maior. No teclado, é representado da seguinte forma: Figura 3 – Representação da nota Mi no teclado 1.4. FÁ A nota musical “Fá” é a quarta nota da escala diatónica de Dó maior e a primeira nota da escala diatónica de Fá maior. No teclado, é representado da seguinte forma: Figura 4 – Representação da nota Fá no teclado 1.5. SOL A nota musical “Sol” é a quinta nota da escala diatónica de Dó maior. No teclado, é representado da seguinte forma: Figura 5 – Representação da nota Sol no teclado Mi Fá Sol
  9. 9. Notas Musicais Página 9 de 19 1.6. LÁ A nota musical “Lá” é a sexta nota da escala diatónica de Dó maior. No teclado, é representado da seguinte forma: Figura 6 – Representação da nota Lá no teclado 1.7. SI A nota musical “Si” é a sétima nota da escala diatónica de Dó maior. No teclado, é representado da seguinte forma: Figura 7 – Representação da nota Si no teclado 1.8. Dó agudo Quanto ao Dó agudo, algumas pessoas consideram-no como parte integrante da escala de notas musicais, no entanto, este não faz parte da escala mas sim da próxima oitava3. A oitava é representada da seguinte forma: Figura 8 – Representação da oitava 3 Oitava – intervalo entre duas notas musicais do mesmo nome, distanciadas oito graus. Lá Si Oitava
  10. 10. Pauta Claves Página 10 de 19 2. PAUTA A música como regra geral é escrita num conjunto de cinco linhas paralelas e quatro espaços a que chamamos de pauta (ou pentagrama). Pauta é o nome do conjunto de linhas utilizado para escrever as notas musicais de uma partitura, no sistema de notação de música ocidental. Actualmente, a pauta contém cinco linhas e, por isso é também chamada de pentagrama. Figura 9 – As linhas e os espaços de uma pauta 3. CLAVES As claves servem para indicar ao músico como ler a pauta. Como a notação musical é relativa, cada nota pode ocupar qualquer linha ou espaço na pauta. A clave indica qual a posição de uma das notas e todas as demais são lidas em referência a essa nota. Cada tipo de clave define uma nota diferente de referência. Dessa maneira, a “chave” (do latim clave) usada para decifrar a pauta é a clave, pois é ela que vai dizer como as notas devem ser lidas. Figura 10 – Clave de Sol Figura 11 – Clave de Fá Figura 12 – Clave de Dó 1ª Linha 2ª Linha 5ª Linha 4ª Linha 3ª Linha 3º Espaço 1º Espaço 4º Espaço 2º Espaço
  11. 11. Claves Página 11 de 19 3.1. CLAVE DE SOL Figura 13 – Posição das notas musicais na clave de Sol 3.2. CLAVE DE FÁ Figura 14 – Posição das notas musicais na clave de Fá 3.3. CLAVE DE DÓ Figura 15 – Posição das notas musicais na clave de Dó
  12. 12. Figuras Musicais Compassos Página 12 de 19 4. FIGURAS MUSICAIS Figuras musicais são figuras que determinam o “valor” das notas musicais. Tabela 1 – Nome, figura representativa e duração das figuras musicais 5. COMPASSOS Compassos são pequenos fragmentos que dividem a música em partes iguais. Na notação musical, um compasso é uma forma de dividir de forma igual e em grupos, os sons de uma composição musical em pulsos e repousos! Unidade de Compasso (UC) Unidade de Tempo (UT) Figura 16 – Compasso Quaternário (UC) – unidade de compasso – número de tempos que temos em cada compasso (UT) – unidade de tempo – figura que representa uma unidade de tempo Semibreve 4 Pulsações Pausa de Semibreve Mínima 2 Pulsações Pausa de Mínima Semínima 1 Pulsação Pausa de Semínima Colcheia Meia Pulsação Pausa de Colcheia
  13. 13. Compassos Página 13 de 19 5.1. COMPASSO QUATERNÁRIO 5.2. COMPASSO TERNÁRIO 5.3. COMPASSO BINÁRIO 5.4. BARRAS DE COMPASSO : Figura 17 – As diversas barras de um compasso Barra Dupla – se numa peça ou numa partitura houver uma mudança de tom a barra dupla é colocada no início do compasso alterado. Barra de Divisão (ou barra de compasso) Barra Dupla Barra de Repetição Barra Final
  14. 14. Acidentes musicais Página 14 de 19 6. ACIDENTES MUSICAIS Acidentes ou alterações musicais são utilizados na notação musical para modificar a altura da nota imediatamente à sua direita e de todas as notas na mesma posição da pauta até ao final do compasso corrente, tornando-as meio-tom mais graves ou meio-tom mais agudas, sendo representadas pelo símbolo - sustenido ou - bemol, sendo que o sustenido representa o aumento da nota em um semi-tom e o bemol a diminuição da mesma. Esses símbolos, na partitura musical, aparecem ao lado esquerdo da nota a ser alterada. Existem também os sustenidos duplos e os bemóis duplos. Os primeiros representados pelo símbolo X, fazem a frequência do som em que estão aplicados, subir um tom. Os segundos, os bemóis duplos, representados pelo símbolo, fazem a altura do som descer um tom. Existem também os bequadros que anulam as alterações provocadas pelos sustenidos e pelos bemóis. Figura 18 - Bequadro
  15. 15. Voz Página 15 de 19 7. VOZ Do dicionário: “produção de sons humanos emitidos pela laringe com o ar que sai dos pulmões; faculdade de falar; parte vocal de um trecho musical.” 7.1. O CORPO O acto de cantar é a conjugação e coordenação de vários elementos: audição, respiração, articulação e projecção de voz. A descontracção do corpo é fundamental para cantar correctamente. Por isso, devem realizar-se pequenos exercícios de relaxamento, tal como, movimentar muito lentamente o pescoço, a cabeça, os ombros e os braços. A melhor posição para cantar é de pé, com as mãos ao lado das pernas (caso não se esteja a segurar numa partitura). A respiração deve ser abdominal (costo-abdominal ou diafragmática), que é oposta àquela que usamos no quotidiano, a respiração torácica ou o “encher o peito de ar”. Na inspiração descontrai-se o abdómen e distende-se o diafragma4, afastando ligeiramente as costelas inferiores e deixando o tórax descontraído. Figura 19 – Aparelho vocal Humano 4 Diafragma – músculo largo que separa o tórax do abdómen.
  16. 16. Voz Página 16 de 19 7.2. O VOCALIZE A nossa voz é emitida através das cordas vocais mas, na verdade, não são cordas como as de um violino ou de uma guitarra. As cordas vocais são uma membrana muscular que fica imediatamente a seguir à boca e que nos permite não só falar, como também cantar. Para se cantar de forma correcta, é preciso exercitar as cordas vocais. Para isso, existem exercícios adequados para fortalecer e aprender a controlar a voz: os vocalizes. Como as cordas vocais são músculos, precisam de ser treinadas e aquecidas antes de do ensaio ou do concerto. Como exemplo, podem-se cantar as notas musicais Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Fá, Mi, Ré, Dó sobre a vogal “ô”. Figura 20 - Vocalize
  17. 17. Voz Página 17 de 19 7.3. O CORO Um coro é um instrumento musical que pode ser “tocado” por muitas pessoas ao mesmo tempo. Divide-se em quatro vozes diferentes: sopranos e contraltos (vozes femininas), e tenores e baixos (vozes masculinas). As sopranos e os tenores são as vozes mais agudas, aquelas que conseguem cantar as notas mais agudas. Os contraltos e os baixos correspondem às vozes mais graves, ou seja, aquelas que cantam as notas mais graves. Mas também se podem fazer mais divisões como, por exemplo, o mezzo-soprano que fica entre o soprano e o contralto, e o barítono que fica entre o tenor e o baixo. Existe ainda uma voz pouco comum que é feita pelas vozes masculinas que conseguem cantar sons muito agudos, à qual se chama contra-tenor. Cantar em coro implica saber cantar a diferentes vozes. Cada naipe de cantores deve aprender a sua voz (soprano, contralto, tenor, baixo, …) e depois cantá-la em conjunto com as outras vozes. É preciso treino para que o resultado seja satisfatório. Para principiar, devem juntar-se só duas vozes diferentes e só depois ir acrescentando as outras. Tipo de voz (M/F) Naipe de voz Vozes Femininas Soprano Contralto Mezzo-soprano Vozes Masculinas Tenor Baixo Barítono Contra-tenor Tabela 2 – Diferentes naipes de voz consoante o tipo de voz
  18. 18. Conclusão Página 18 de 19 CONCLUSÃO Neste trabalho, espero ter realizado um bom produto final. Ao longo da realização deste trabalho fiquei muito satisfeito por poder passar a informação que me foi passada a mim. Espero também ter cumprido todas as especificações do trabalho pedidos pela professora e que esta tenha gostado.
  19. 19. Referências Bibliográficas Página 19 de 19 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:  CARNEIRO, I. e ENCARNAÇÃO, M. – Musicando – Educação Musical – 5º Ano, A Folha Cultural Editores, 2005.  NEVES, A., AMARAL, D. e DOMINGUES, J. – 100% MÚSIC@ - Educação Musical – 6º Ano, Texto Editores, 2006.  Documentação oficial do Coral Exsultate Deo de Santa Marinha de Vilar do Pinheiro relativo à Formação Musical.  http://www.gta.ufrj.br/grad/09_1/versao-final/impvocal/propdosinal.html  http://www.grupolevanta.com.br/2009/11/exercicios-de-aquecimento- vocal.html  http://www.walmirsilva.com.br/iniciante/notas-musicais/  http://notasverbais.blogspot.com/2010_09_01_archive.html  http://musicabela.wikispaces.com/A+pauta+e+a+Clave+de+Sol  http://www.luzesdaalvorada.com.br/musica/escrever_notas.html  http://corounl.no.sapo.pt/glossario/glossario_c.htm  http://www.ribeirinha.net/

×