Da minha janela Quando olho da minha janela, O que vejo? Muitos carros na pista, Pequenos como um percevejo. Vejo também m...
A janela Da janela da minha casa, Eu vejo senhoras, senhores e crianças Aproveitando o bom tempo da infância,  Mas se você...
Janela para o   mundo Da minha janela,  vejo o mundo,  vejo o todo ,  vejo tudo.  Da minha janela,  vejo gente,  seguindo ...
Minha visão Da minha janela  Vejo coisas que nunca ninguém viu, Do amanhecer até o anoitecer. Acordo com os gatos cantando...
 
 
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentações dos alunos

731 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
731
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
61
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentações dos alunos

  1. 1. Da minha janela Quando olho da minha janela, O que vejo? Muitos carros na pista, Pequenos como um percevejo. Vejo também muitos telhados, Alguns marrons e muitos malhados. Acima dos prédios, existem montanhas, Onde, quem sabe, aconteçam coisas estranhas. No meio das montanhas, uma estrada, Que sempre que a olho fico calada. No calor vejo o azul do céu E no frio, Uma névoa branca como véu. Letícia de Cássia Loiola Escola Municipal Irmão José Gregório
  2. 2. A janela Da janela da minha casa, Eu vejo senhoras, senhores e crianças Aproveitando o bom tempo da infância, Mas se você quiser se destruir, Está no lugar certo, Maconha, craque, cocaína Sempre por perto a cada cem,duzentos metros Da janela pra fora É bom ficar esperto Por um outro lado Lá estão os meus sentimentos Vejo pessoas felizes e outras no sofrimento, Mas dentro da minha janela, Eu tenho franguinho na panela. Michael Coelho Escola Municipal Irmão José Gregório
  3. 3. Janela para o mundo Da minha janela, vejo o mundo, vejo o todo , vejo tudo. Da minha janela, vejo gente, seguindo em frente, e não olhando para trás. Da minha janela, vejo a chuva, vejo o sol , vejo a rua, e até um caracol. . Enfim, da minha janela , vejo o todo, vejo o tudo, vejo o nada, vejo o mundo. Felipe H. De Paula Silva Escola Municipal Irmão José Gregório
  4. 4. Minha visão Da minha janela Vejo coisas que nunca ninguém viu, Do amanhecer até o anoitecer. Acordo com os gatos cantando, Barulho de ônibus passando E pra variar, celular despertando. Dias felizes, o sol aquece, As nuvens se escondem, O vento desaparece, O céu azul aparece E cada pássaro amanhece. Dias magoados, O céu nublado, Escuro como o chão E eu só na desilusão. Marcela Bernardes Rufino Escola Municipal Irmão José Gregório

×