Balada do amor através das   idades
Eu te gosto, você me gosta, desde tempos imemoriais.
Eu era grego, você troiana,  troiana mas não Helena.
Sai do cavalo de pau  para matar seu irmão.
Matei, brigamos...
morremos.
Virei soldado romano, perseguidor de cristãos.
Na porta da catacumba encontrei-te novamente.
Mas quando vi você nua caída na areia do circo  e o leão que vinha vindo...
dei um pulo desesperado e o leão comeu nós dois.
Depois fui pirata mouro,  flagelo da Tripolitânia.
Toquei fogo na fragata onde você se escondia da fúria de meu bergantim.
Mas quando ia te pegar e te fazer minha escrava, você fez o sinal da cruz e...
rasgou o peito a punhal...
me suicidei também.
Depois (tempos mais amenos) fui cortesão de Versailles, espirituoso e devasso.
Você cismou de ser freira... Pulei muro de convento, mas...
complicações políticas  nos levaram à guilhotina.
Hoje sou moço moderno, remo, pulo,danço, boxo, tenho dinheiro no banco.
Você é uma loura notável, boxa, dança, pula, rema.
Seu pai é que não faz gosto.
Mas depois de mil peripécias, eu, herói da Paramount...
Te abraço...
beijo e...
casamos.
Imagens exclusivas do casamento!
 
 
 
 
E assim termina a mais fascinante e avassaladora  história de amor  de todos os tempos!
Créditos <ul><li>Roteiro baseado no poema “Balada do amor através das idades”, de Carlos Drummond. </li></ul><ul><li>Figur...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fotonovela "Balada do amor atravéS das Idades"

2.561 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fotonovela "Balada do amor atravéS das Idades"

  1. 1. Balada do amor através das idades
  2. 2. Eu te gosto, você me gosta, desde tempos imemoriais.
  3. 3. Eu era grego, você troiana, troiana mas não Helena.
  4. 4. Sai do cavalo de pau para matar seu irmão.
  5. 5. Matei, brigamos...
  6. 6. morremos.
  7. 7. Virei soldado romano, perseguidor de cristãos.
  8. 8. Na porta da catacumba encontrei-te novamente.
  9. 9. Mas quando vi você nua caída na areia do circo e o leão que vinha vindo...
  10. 10. dei um pulo desesperado e o leão comeu nós dois.
  11. 11. Depois fui pirata mouro, flagelo da Tripolitânia.
  12. 12. Toquei fogo na fragata onde você se escondia da fúria de meu bergantim.
  13. 13. Mas quando ia te pegar e te fazer minha escrava, você fez o sinal da cruz e...
  14. 14. rasgou o peito a punhal...
  15. 15. me suicidei também.
  16. 16. Depois (tempos mais amenos) fui cortesão de Versailles, espirituoso e devasso.
  17. 17. Você cismou de ser freira... Pulei muro de convento, mas...
  18. 18. complicações políticas nos levaram à guilhotina.
  19. 19. Hoje sou moço moderno, remo, pulo,danço, boxo, tenho dinheiro no banco.
  20. 20. Você é uma loura notável, boxa, dança, pula, rema.
  21. 21. Seu pai é que não faz gosto.
  22. 22. Mas depois de mil peripécias, eu, herói da Paramount...
  23. 23. Te abraço...
  24. 24. beijo e...
  25. 25. casamos.
  26. 26. Imagens exclusivas do casamento!
  27. 31. E assim termina a mais fascinante e avassaladora história de amor de todos os tempos!
  28. 32. Créditos <ul><li>Roteiro baseado no poema “Balada do amor através das idades”, de Carlos Drummond. </li></ul><ul><li>Figurino: Produção coletiva. </li></ul><ul><li>Maquiagem: Produção coletiva. </li></ul><ul><li>Fotografia: Ester </li></ul><ul><li>Edição de imagens e direção: Produção coletiva. </li></ul>Faculdade Sumaré – Pedagogia - Tecnologia Educacional 1 - Turma SPEM2A/2009 – Prof Grácia Lopes Lima Daniela Santos Estefani Cristina Ester Fernandes Flávia Pacheco Simone Bastos

×