Trem aranhashow

230 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trem aranhashow

  1. 1. Roupa Nova De Milton Nascimento Esta é a história de Pinduca. Pinduca era o chefe de uma estação de trem no interior e que... De uma maneira atípica, tinha um compromisso de fé, com os maquinistas, e assim...
  2. 2. Todos os dias, toda manhã Todos os dias, todas as manhãs
  3. 3. Sorriso aberto e roupa nova Feliz, ele se aprontava com seu uniforme de trabalho, impecavelmente...
  4. 4. Passarim preto de terno branco Um contraste de homem negro com roupa branca.
  5. 5. Pinduca vai esperar o trem E seguia para a estação aguardar o trem que se aproximava.
  6. 6. Todos os dias, toda manhã Sistemático; diariamente ele repetia aquela mesma atividade...
  7. 7. Ele sozinho na plataforma Só que ela estava vazia naquela hora, todos sabiam, porque não era um trem programado para parar.
  8. 8. Ouve o apito, sente a fumaça Mas... Em certo momento que só ele sabia, sentia no ar a sua presença, se colocava de prontidão.
  9. 9. E vê chegar o amigo trem Pronto, lá vinha a Maria-Fumaça se aproximando da plataforma à toda velocidade.
  10. 10. Que acontece que nunca parou Que passava e prosseguia sem mesmo se dar conta de onde estava e que ali...
  11. 11. Nessa cidade de fim de mundo Era como se estivessem no meio de lugar algum.
  12. 12. E quem viaja pra capital Era o trem-expresso que seguia para a Capital.
  13. 13. Não tem olhar para o braço que acenou Os de bordo nem sequer se davam ao trabalho de observa Pinduca de pé em sua posição, braço erguido acenando para o maquinista e passageiros.
  14. 14. O gesto humano fica no ar Mas o que tem isso de importante...
  15. 15. O abandono fica maior Eles se foram deixando um ar de vazio...
  16. 16. E lá na curva desaparece com sua fé E a curva acabava com a sua fé e compromisso, que seriam renovados no dia seguinte .
  17. 17. Homem que é homem não perde a esperança não Certa vez perguntaram a Pinduca o por quê daquela rotina diária. Tenho um compromisso firmado comigo mesmo, respondeu.
  18. 18. Ele vai parar De que um dia o trem irá parar por algum motivo e que o maquinista irá precisar do meu auxílio, mesmo que não fosse minha obrigação estar lá.
  19. 19. Quem é teimoso não sonha outro sonho não E quando isso acontecer, lá estarei para prestar a ajuda que for necessária, completou.
  20. 20. Qualquer dia ele para Qualquer dia ele para e tenho fé de que isto irá acontecer, acrescentou – eis o seu sonho e compromisso de ser prestativo.
  21. 21. E assim Pinduca toda manhã E é por isso que na manhã seguinte...
  22. 22. Sorriso aberto e roupa nova Com aquele mesmo sorriso de sempre, vestido impecavelmente como sempre...
  23. 23. Passarim preto de terno branco Aquele simpático negro vestido de branco...
  24. 24. Vem renovar a sua fé Renova o seu compromisso com a sua fé, na plataforma da estação do trem...
  25. 25. Homem que é homem não perde a esperança não
  26. 26. O trem vai parar De que um dia o trem irá parar por algum motivo e que o maquinista irá precisar do seu auxílio, mesmo que não fosse sua obrigação de estar lá.
  27. 27. Quem é teimoso não sonha outro sonho não E quando isso acontecer, lá ele estará para prestar a ajuda que for necessária.
  28. 28. Qualquer dia ele para Qualquer dia ele para e ele tem fé de que isto um dia irá acontecer – seu sonho e compromisso de ser prestativo.
  29. 29. E assim Pinduca toda manhã E é por isso que na manhã seguinte...
  30. 30. Sorriso aberto e roupa nova Com aquele mesmo sorriso de sempre, vestido impecavelmente como sempre...
  31. 31. Passarim preto de terno branco Aquele simpático negro vestido de branco...
  32. 32. Vem renovar a sua fé Renova o seu compromisso com a sua fé, na plataforma da estação do trem...

×