Jee e eduardo

379 visualizações

Publicada em

Comunicao Nao Verbal

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
379
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jee e eduardo

  1. 1. ESCOLA SECUNDÁRIA DE MEM MARTINS O Braille Trabalho realizado por: • Eduardo Martins Nº5 • Fábio Jeirinhas Nº6 •Oumar Sylla Nª 13
  2. 2. INTRODUÇÃO  Nós usamos a comunicação verbal para informar, seja para informar os outros das nossas necessidades ou para transmitir conhecimentos. O esclarecimento é um componente-chave da comunicação verbal. Muitas vezes, não nos articulamos com clareza, as nossas palavras ou ações são mal interpretadas. Comunicação verbal ajuda a esclarecer mal-entendidos e fornece informações em falta.
  3. 3. Continuação da Introdução  A comunicação não verbal é uma comunicação sem palavras, ou seja, através de gestos, sorrisos, movimentos dos olhos, toques, volume da voz e, até mesmo através do silêncio ocorre uma comunicação. As expressões não verbais contribuem com 55% da mensagem que se quer dar. Os 38% restantes ficam por conta das características vocais do emissor.
  4. 4. O BRAILLE  O Braille é um sistema de leitura com o tato para cegos inventado pelo francês Louis Braille no ano de 1827 em Paris.
  5. 5. CARACTERISTICAS DO BRAILLE Cada célula braille possui 6 pontos de preenchimento, permitindo 63 combinações.  O braille é lido da esquerda para a direita.  As primeiras dez letras (A a J) só usam os pontos das duas fileiras de cima.  As dez letras seguintes (K a T) acrescentam o ponto no canto inferior esquerdo a cada uma das dez primeiras letras.  As últimas cinco letras (U a Z) acrescentam ambos os pontos inferiores às cinco primeiras letras. 
  6. 6. PICOTAÇÃO DO BRAILLE  O braille é picotado através de máquinas. Normalmente a máquina mais utlizada é a Perkins Brailler, criada por David Abraham que era professor numa escola de cegos.
  7. 7. ESCOLA PARA INVISUAIS EM PORTUGAL  A ACAPO, Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, fundada a 20 de Outubro de1989 por fusão da Associação de Cegos Louis Braille.
  8. 8. EMENTAS DE RESTAURANTES PARA INVISUAIS http://www.youtube.com/watch?v=bct413kx9hI
  9. 9. BRAILLE VIRTUAL http://www.braillevirtual.fe.usp.br/pt/Portugues/ braille.html
  10. 10. CONCLUSÃO  Com este trabalho aprendemos que o braille é uma forma de comunicação muito importante para que os invisuais consigam comunicar sem terem de recorrera outros meios. Foi muito interessante fazer este trabalho pois os invisuais merecem respeito e atenção da sociedade.
  11. 11. WEBGRAFIA http://www.braillevirtual.fe.usp.br/pt/Portugue s/braille.html  http://pt.wikipedia.org/wiki/Braille  http://www.acapo.pt/  http://www.youtube.com/watch?v=bct413kx9 hI  http://pt.wikipedia.org/wiki/Comunica%C3%A 7%C3%A3o_verbal 

×