Aula 1 - história da poluição do ar

7.993 visualizações

Publicada em

Esta é a cópia fiel da primeira aula do curso de física da poluição do ar ministrada no ano de 2008 na USP. Os méritos por este trabalho devem ser dados ao Prof. Dr. Américo Kerr, do Instituto de Física da USP. Em breve postarei aqui a minha versão sobre esta aula.

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.993
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
217
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
95
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 1 - história da poluição do ar

  1. 1. FAP346- FÍSICA DA POLUIÇÃO DO AR INFORMAÇÕES – 2º Semestre de 2007 Professor: Américo Sansigolo Kerr Ramal: (3091).6861 E-mail: akerr@if.usp.br Edifício Basílio Jafet, sala 205. Avaliação: Provas com consulta aos apontamentos e à bibliografia disponível e trabalho.
  2. 2. Datas das provas: 1ª Prova: 20/09/2007; 2ª Prova: 03/12/2007; Substitutiva: 11/12/2007 Trabalho escrito, com apresentação de Seminário -Formar grupos de 5 colegas. -Apresentar uma proposta de trabalho até 23/agosto/2007. -A entrega do trabalho escrito deve ser até a apresentação do seminário, nos dias 24/09, 27/09, 01/10 e 04/10/2007. -A ordem de apresentação será determinada por sorteio depois da entrega e da definição da propostas. -Os grupos terão 25 minutos para apresentação e 05 minutos para responder perguntas. -A avaliação será feita pelo professor e pelos colegas que assistirem ao seminário. A nota será uma média entre a nota média dada pelos colegas, a nota do professor e a nota do trabalho escrito.
  3. 3. -Instruções para elaboração do trabalho: -1) Procure seguir um formato que dê boa legibilidade e que facilite a compreensão do texto, como aqueles que apresentam índice, introdução do problema, desenvolvimento do tema, conclusão e referências bibliográficas. -2) As referências devem ser feitas em algum formato padrão, nos pontos onde elas são citadas (por um número de ordem na listagem da bibliografia ou indicadas por autor/data, conforme apresentação ordenada alfabeticamente na bibliografia). Caso baseie seu trabalho sobre um ou dois textos específicos, indique isso já na introdução ao invés de ficar apresentando múltiplas citações sobre o mesmo trabalho. Referências que você cite e que pertençam aos textos que você consultou, também devem estar na sua Bibliografia. -3) As referências básicas usadas para explicar modelos e análises devem ter credibilidade aceitável na comunidade acadêmica. Ou seja, não fundamente o trabalho em artigos de cunho jornalístico, elaborados por leigos com base em consulta a especialistas. -4) Não faça cópia ou colagem de textos. Leia sua bibliografia e elabore uma síntese própria sobre o problema tratado, demonstrando que você o compreendeu e tem capacidade de explicá-lo. Desta forma o trabalho não deve exceder a 15 páginas datilografadas ou 20 manuscritas (incluindo figuras e tabelas).
  4. 4. Tópicos a serem tratados no curso •Introdução Geral sobre Poluição do Ar e a questão Ambiental. •Principais poluentes – fontes geradoras, características, danos à saúde, aos vegetais e a materiais. •Padrões de Qualidade do Ar. •Métodos de Medida dos Poluentes. •Aerossóis atmosféricos – caracterização, importância. •Reações Fotoquímicas - O3, Chuvas ácidas , smog fotoquímico. •Meteorologia I: Circulação atmosférica •Camada de Ozônio/ Buraco de Ozônio. •Efeito Estufa e Mudanças Climáticas. •Espalhamento de luz. •Análise PIXE de Aerossóis, Introdução aos Modelos Receptores. •Meteorologia II: elementos básicos para problemas de Poluição do Ar. •Modelos de Dispersão – a Pluma Gaussiana.
  5. 5. Poluição Ambiental é Problema que Surgiu com a Sociedade Moderna?
  6. 6. Problemas associados ao uso de Combustíveis Fósseis: 19/11/2002 Costa da Espanha e Portugal
  7. 7. Ilha de Calor na RMSP
  8. 8. LI AM BP CA AT JU ITU SJC JA SO S C M SP E R BXS
  9. 9. Fábrica de Fertilizantes em Cubatão - 1984
  10. 10. Danos à Vegetação da Serra do Mar
  11. 11. Cariatides - Acrópole (originais estão no museu)
  12. 12. Duomo di Milano
  13. 13. • Há cerca de 1,42 milhões de anos hominídeos usavam fogo para caçar, limpeza de área etc, mesmo quando ainda não se dominava a técnica de produção do fogo. Ao pé de uma elevação rochoza na França, encontrou-se despojos de mais de 100 mil cavalos selvagens, provavelmente acossados por caça com fogo.
  14. 14. • Hábitos nômades das tribos podem em parte ser associados ao impacto que causavam ao meio ambiente • Esgotamento de recursos e procuravam afastar-se dos dejetos animais, vegetais e humanos que se acumulavam na área ocupada.
  15. 15. Creta (~2000AC) Grécia(~1300AC) minóicos Grécia(~600AC) - Atenas • O uso da madeira para construção, aquecimento, fundição, cocção etc, devastou o solo. • Primeiro a civilização micênica decaiu em Creta, depois na Grécia continental.
  16. 16. Império Romano • Controlou a área do Mediterrâneo, oeste da Europa e norte da África (durou cerca de 600 anos). • Em 50 AC extraiam 5 milhões de t/ano de minério para cunhar 50 t de moedas de prata. • Aproximadamente em 200 DC as estradas romanas cobriam 100.000 km de vias principais, para viabilizar o controle do império. Isso também conectou Via Romana em Efesus, Turquia ecossistemas até então isolados.
  17. 17. • Os espetáculos no Coliseu, Circus Maximus e outras arenas promoviam a matança de milhares de animais - tigres, leões, rinocerontes, elefantes, leopardos, crocodilos. • Trajano promoveu a execução de 11.000 animais para comemorar suas vitórias. • Chegou a ocorrer extinção de alguns animais no norte da África.
  18. 18. • Sêneca em 61 DC relata sua mudança de disposição ao se afastar do “ar pesado de Roma e do fedor das chaminés fumacentas, as quais, sendo ativadas, despejavam para fora quaisquer vapores pestilentos e fuligem que tivessem guardado dentro de si…”
  19. 19. • Desde o início do segundo milênio há registros de conflitos por causa da queima de carvão mineral na Inglaterra. • A lenha (+folha e estrume) era o combustível “limpo” , uma vez que o carvão mineral contém enxofre (originado dos aminoácidos empregados na síntese de proteínas). • “Cheiro de inferno.” & bruxarias • Foi-se escasseando a lenha em torno das cidades. Enquanto os nobres tinham servos para buscar lenha em pontos distantes, a população desprovida de recursos recorria ao carvão que “brotava do mar e era mais energético”.
  20. 20. • Os problemas ambientais aumentaram de intensidade com o crescimento da população mundial • Aproximadamente a 9000 BC, estima-se que havia uma população mundial de cerca de 5 a 10 milhões de habitantes (o que imagina-se que a terra suportaria antes da revolução agrícola). • Ano Zero até 1000 - ~300 milhões • 1750 - 800 milhões Agricultura • 1820 - 1 bilhão • 1930 - 2 bilhões Saneamento e • 1960 - 3 bilhões • 1974 - 4 bilhões controle de pragas • 1990 - 5 bilhões • atual ~ 6.1 bilhões
  21. 21. • Na última metade do século passado perdeu-se 1/5 da comada superficial do solo, 1/5 das terras cultiváveis e 1/3 das florestas. • Biodiversidade - Nos últimos 65 milhões de anos, estima- se que ocorria a extinção de 1 espécie/milhão de ano. Atualmente são 1000! Estima-se que 2/3 das espécies atuais terão desaparecido até o final do século. • Nos anos 90, 40% da população mundial sofria com déficit de água. • ~20% da população mundial não tem acesso a água potável • ~25% da população mundial vive com menos de US$1/dia. • 50% a 1/8 da população mundial padece de desnutrição • 20% consomem 80% dos recursos; 80% consomem 20%
  22. 22. • EUA têm 4.5% da população mundial e consome 25% dos benefícios produzidos. É o país industrializado que menos contribui com assistência internacional. Gastam US$30 a 60 bilhões em ações militares no Golfo Pérsico para manter a compra de US$21,4 bilhões de petróleo. (orçamento militar 2002 - ~US$378 bilhões). • Seriam necessárias 3 terras para estender o padrão de vida dos países desenvolvidos para todo o planeta.

×