O clube do senhor b

886 visualizações

Publicada em

Trabalhos elaborados pelo 4º ano da EBI c/JI Dr. Manuel Magro Machado para o projecto "Clube do Senhor B".

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
886
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
186
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O clube do senhor b

  1. 1.
  2. 2. Um dia, os meninos do 4º ano, de Santo António e os da Portagem, foram à Casa da Cultura a Marvão. Quando chegaram, uma senhora disse para não gritar, porque lá dentro estava um senhor. Era o senhor b. E o senhor B pergunta a uma menina da Portagem:<br /> - Como te chamas?<br /> - Eu chamo-me Ana!<br /> - Oh!... Que nome maravilhoso!<br /> - Como se chama o teu amigo?<br /> - Chama-se Valentim. Ele tem um problema no ouvido, por isso eu vou ajudar o meu amigo a ficar melhor do ouvido.<br /> E a Ana perguntou ao senhor B.<br /> - O Senhor conhece a ilha da Madeira?<br /> - Sim, porquê?<br /> - Porque o meu pai está lá.<br /> - É verdade?<br /> - Sim! É verdade.<br /> - E como se chama o teu pai?<br /> - Chama-se Lourenço David.<br /> - E quantos anos tem?<br /> - Tem 30 anos.<br /> Chegou a hora dos meninos irem para as escolas, então tiveram de se despedir do senhor B. <br />Trabalho realizado por:<br />Marisa Piano<br />Bruno Piano<br />
  3. 3.
  4. 4. Era uma vez um senhor que era pai do João. E como era dia de São Valentim, o pai, que se chamava António, queria fazer uma surpresa à mãe do João que se chamava Ana.<br /> O António foi pedir ajuda ao seu amigo Tiago para ele lhe emprestar um piano. Então, ele foi para casa e tocou uma canção de amor à Ana. E a Ana pôs-se a gritar:<br /> - Amo-te.<br /> Então o António alugou um barco para irem passear a uma ilha.<br /> Quando estavam a olhar para o pôr-do-sol o António disse ao ouvido da Ana:<br /> - Amo-te.<br />Trabalho realizado por: João Miguel Piano e Tiago Piano.<br />
  5. 5.
  6. 6. Era uma vez uma menina chamada Ana, que pediu ajuda ao pai para lhe arranjar o piano, para a aula de música.<br /> De repente ouviu um amigo a gritar por ela:<br /> - Ana, Ana, ganhei um concurso. É para ir a uma ilha e posso levar amigos, quero levar-te a ti e aos teus pais.<br /> - Está bem, está bem, vou perguntar aos meus pais, espera aí.<br /> - Pai, mãe, quero dizer-vos uma coisa.<br /> - Primeiro tenho de te dizer um segredo ao ouvido - exclamou o pai.<br /> - Está bem!<br /> - Vá, já podes dizer filha.<br /> - O Luís ganhou um concurso para ir a uma ilha e quer levar-nos.<br /> -Está bem, está combinado, vai dizer ao teu amigo que pode contar connosco. <br />Trabalho realizado por:<br />Beatriz Piano<br />Inês Piano<br />
  7. 7.
  8. 8. A Ana, num concurso da escola, ganhou uma viagem à ilha de S. Miguel e podia levar um amigo.<br /> Lá na ilha havia um ruído que era ensurdecedor, entrava no ouvido e não saía.<br /> Era o berbequim do pai do Francisco, um menino irritante que estava sempre a gritar.<br /> Com os gritos do Francisco e com o berbequim do seu pai, toda a gente da ilha precisava de ajuda porque o ruído era muito forte. Teve de ir lá o médico! Então, o médico aconselhou que se tocasse piano. <br />  Trabalho realizado por:<br /> Miguel Piano<br /> João Piano<br />
  9. 9.
  10. 10. Era uma vez uma menina chamada Ana que tocava piano.<br /> Ela era artista e foi contratada para tocar numa ilha.<br /> Mas o pai dela não gostou dessa ideia.<br /> A Ana ficou muito triste e foi gritar para a rua.<br /> As vizinhas lá da rua tinham bom ouvido e foram pedir ajuda a um amigo.<br /> O amigo das vizinhas era amigo do pai da Ana.<br /> O amigo do pai convenceu-o.<br /> E lá foi a Ana para a ilha. <br />Trabalho realizado por:<br />Maria Piano<br />Leonor Piano <br />
  11. 11.
  12. 12. O pai da Ana foi buscar um piano a uma ilha. Quando lá chegou encontrou o seu amigo Alberto, que tinha o piano. O Alberto era surdo porque perdeu o ouvido numa guerra. O pai da Ana tinha de gritar muito alto. Quando chegou a casa, a Ana tocou muito mas mesmo muito, até que o pai se cansou e teve que o vender. Assim, teve que pedir ajuda para o transportar. <br /> <br />Alexandre Piano e Rafael Piano <br />
  13. 13. Biblioteca Escolar<br />2010 / 2011<br />

×