Fundado em Janeiro de 1972 - Ano XL N° 488                                                                                ...
2 NOVEMBRO DE 2012                                                                                                   NOVOS...
NOVOS HORIZONTESNOV                                                                                                       ...
4 NOVEMBRO DE 2012                                                                                                   NOVOS...
NOVOS HORIZONTES  NOV                                                                                                     ...
6 NOVEMBRO DE 2012                                                                                 NOVOS HORIZONTES       ...
NOVOS HORIZONTESNOV                                                                                                       ...
8 NOVEMBRO DE 2012                                                                                                 NOVOS H...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal nh nov_2012

381 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal nh nov_2012

  1. 1. Fundado em Janeiro de 1972 - Ano XL N° 488 Novembro de 2012 Outubro: 66 anos de uma Paróquia Almoço festivo no Aniversário da Paróquia comprometida com a missão Missionários animam mês das Missões Sônia Maços - (lmSC) A Associação de leigos missionários do Sagrado Coração (lmSC), ramo leigo da Congregação MSC, comemorou, o mês missionário, junto com o aniversá- rio da Paróquia, no dia 21 de outubro. Não é a primeira vez que a coincidência de datas trouxe a Festa Missionária para a Praça Seca; também em 2008 e 2009 o evento foi realizado em nossa Paróquia. Este ano, o tradicional Bingo foi substituído pelo Show de Prêmios, organizado pelas equipes que atuam na co- munidade, mas o cantador do sorteio não podia ser ou- tro, Antônio Carlos Areias (foto abaixo), ex-jupista e leigo missionário, colaborador incansável da Festa Missionária, juntamente com sua família. Os leigos missionários agradecem a participação da comunidade no almoço festivo que contou com a presença de comunidades como as das Paróquias PaiTerceiro dia do Tríduo. A procissão das luzes saiu do Colégio Pe. Butinhá, rezan- Eterno S. José e N. Sra do Loreto, só para citar algumas. Entre os convidados,do o terço e cantando em louvor a Nossa Senhora, em direção à Matriz, onde foi estava o que-ri-dís-si-mo Pe. Gilberto de Royj (foto acima), ex-pároco da Praçacelebrada a missa Seca, incansável missionário, que veio de Niterói e se juntou aos nossos padres Valentim e Ruaro. Entre almoços e sobremesas, foram vendidos em torno de 480 tíquetes. Parte dos recursos será enviado para a Congregação mSC. Tarde de calor e alegria no terreno da Matriz Lygia MariaCoroação de Nossa Senhora. Os anjinhos da Catequese coroaram a Senhora doSagrado Coração, padroeira de nossa Paróquia, que tem protegido sempre estaComunidade em seus 66 anos de exixtência HOSPEDAGEM DA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE RIO 2013 “Exercei a hospitalidade uns para com os outros” (1Pd 4, 9) O Show de Prêmios foi um sucesso de público e uma tarde de muita expectativa Acolha um peregrino e alegria, em que o calor do dia juntou-se ao calor humano. Foram vendidas 2176 Faça seu cadastro cartelas, totalizando 21.760 reais. Tirando as despesas, 18.402 reais serão desti- Hospede com amor, com alegria nados à obra de cobertura do terreno da Matriz. A cartela premiada com a poupan- Hospede o próprio Cristo! ça foi a da Renata (foto), que doará 10% do valor recebido para o Dízimo. O casal Faça seu cadastro, no final das missas dominicais, na entrada da igreja. Mais Renata e Junior(foto) participa do Grupo Bom Pastor e da Pastoral do Batismo. informações: bruno.novoshorizontes@gmail.com Deus abençoe a todos que se empenharam em servir à Comunidade, no almoço, no bingo, nas barraquinhas da festa e nos conjuntos musicais “Prata da Casa’.
  2. 2. 2 NOVEMBRO DE 2012 NOVOS HORIZONTES NOV E DITORIAL Ponto de Vista PE. VALENTIM, MSC PE. RUARO, MSC VIGÁRIO PAROQUIAL Anunciemos ao mundo a força e a beleza da nossa fé Ao cele- os componentes do Povo de Deus, brar o para tornar Deus novamente presen- cinquentenário te neste mundo e para abrir os homens da abertura do Concilio Ecumênico ao acesso da fé, ao confiar-se àquele Vaticano II e o aniversário de 20 Deus que nos amou até o fim (Jo anos da publicação do Catecismo 13,1) em Jesus Cristo crucificado e da Igreja Católica, o nosso pastor ressuscitado” (Bento XVI, no lança- maior, o Papa Bento XVI, decidiu mento do Ano da Fé - Porta Fidei). Por que a Igreja é perseguida? proclamar o “Ano da Fé”. Come- E o Papa continua conclamando: Meus irmãos e minhas irmãs, estamos igualdade entre as pessoas. Da mesma çou no último dia 11 de outubro e “Mostremos a todos a força e a bele- vivendo o Ano da Fé, aberto solenemen- maneira a Igreja é anunciadora e de- terminará na Solenidade de Cris- za da fé”. Seja um tempo de reflexão te pelo Papa Bento XVI, no dia 11 de nunciadora. Ao se colocar ao lado do to Rei do Universo, no dia 24 de e de redescoberta da fé na família e outubro, em Roma. Neste Ano da Fé, povo e preferencialmente, ao lado do novembro de 2013. na comunidade. Só acreditando é que somos convidados a recuperar o sentido povo pobre, a Igreja mexe com os in- É muito oportuna essa decisão para a fé cresce e se revigora. Ela torna- de nossa fé cristã e a alegria de sermos teresses daqueles que detêm o poder o mundo secularizado. É preciso defi- nos fecundos, porque alarga o cora- seguidores de Jesus de Nazaré. Assumin- econômico-político. nir o espaço da fé, seu lugar nesta cul- ção com a esperança e nos leva à prá- do a missão de salvar a humanidade, Je- Hoje, ainda, muitos irmãos são perse- tura pós-moderna. Neste mundo de tica da caridade. Celebrar a fé con- sus deu a sua vida por cada pessoa. Vi- guidos até a morte, principalmente nas miséria, fome, guerras, violência e fessando-a solenemente em variadas veu comprometido com a verdade, a jus- áreas de conflitos de terra, como aconte- morte, parece que Deus não tem lugar formas e lugares (na família, na es- tiça e a liberdade de cada um dos filhos ceu recentemente com o assassinato de e nem vez. Então, mais do que nunca, cola, no grupo, na comunidade). de Deus. O modo que Jesus vivia e os Irmã Doroty. Contudo, a maior persegui- é necessária a vivência da fé, que não é Descobrir novamente os conteúdos valores que ele defendia tocaram o cora- ção acontece, hoje, de maneira velada. num dogma, mas vivida numa Pessoa, da fé... refletir sobre o próprio ato ção das pessoas que, aos poucos, foram Hoje, aqueles que querem minar o tra- Jesus Cristo, que nos revelou o Pai, seu com que se crê e professá-los pesso- se tornando seguidores. A experiência balho da Igreja não partem para o con- projeto (Reino de Deus), que foi cruci- al e comunitariamente”. de estar com Jesus fazia com que as pes- fronto, mas assumem a linguagem da ficado, morto e, ressuscitando, ven- Motivados para viver oAno da Fé, nos- soas descobrissem um novo modo de ser, Igreja e esvaziam o seu conteúdo. Pode- so Novos Horizontes propõe a temática de se relacionar com as pessoas, de se mos perceber isso no uso das palavras ceu todo o mal. Enviando seu Espírito relacionar com o próprio Deus. Essas “libertação”, “comunidade”, “união”, nos deu a Igreja, a comunidade que ali- do Dízimo, neste mês de novembro, e toda pessoas, discípulos-missionários de Je- palavras que tiveram um significado menta a nossa fé. a nossa Paróquia estará aprofundando sus, formaram a Igreja a qual nós per- quando pertenciam ao processo de resis- Diante da crise de fé que atinge essa dimensão da nossa fé. Dizimo é ex- tencemos hoje. tência dos empobrecidos e que, hoje, foi muitas pessoas, diz o Papa: “Desejo pressão de Fé. Se a Igreja nasce da experiência de praticamente esvaziado. que o Ano da Fé possa contribuir, De Cor, Pe.Valentim, mSC Jesus de Nazaré, é compreensível por Se a Igreja quer ser coerente na sua com a colaboração cordial de todos que ela é perseguida até nos dias de missão de evangelizar, ela não pode te- hoje. Na verdade a Igreja é mer perseguição. Do mesmo modo que Decisões do Conselho Pastoral continuadora da missão de Jesus Cris- to. Sendo fiel aos valores anunciados Jesus assumiu até o fim a sua missão, a Igreja tem que ser profeta, em nosso tem-Convite e testemunhados por Jesus, ela acaba po: anunciar e denunciar. O Reino de A Paróquia de Nossa Senhora do Sagrado Coração convida você e sua família incomodando aquelas pessoas e estru- Deus se faz com renúncia e serviço, amorpara partilhar com o Pe. Ailton, mSC a alegria em celebrar seus 25 anos de turas que defendem valores contrári- e justiça. Peçamos ao Deus da Vida queOrdenação Sacerdotal. Pe. Ailton serviu a Deus e aos irmãos, em nossa Comuni- os. Jesus sempre esteve no meio do nos mantenha firmes na nossa vocaçãodade Paroquial, quando era ainda seminarista. povo, de modo especial, do povo po- de Igreja: discípulos-missionários de Je- Dia 17 de novembro de 2012, a Missa será rezada às 18h, na Capela São Paulo bre. Sempre defendeu a vida, justiça, sus de Nazaré.Apóstolo. Haverá um ofertório especial com frutas e legumes que serão doadospara a creche da comunidade. Dia 18 de dezembro de 2012, a Missa será rezada, às 7h, na Matriz. PRIMEIRA EUCARISTIA Nos dias 5 e 12 de novembro, mas Missas deExpediente - Novos Horizontes 8:30 e 10:30h, na Matriz da Praça Seca, e no diaOrientador: Pe. Valentim Menezes, mSC Site: http://paroquianssc.wordpress.com 26, às 19:00 h, na Capela de Urucuia, 180Redatores: Aurenei Walterfang, Bruno Tortorella, E-mail: paroquianssc@gmail.com crianças de nossa Paróquia participarão pelaCarlos Silveira, Carolina Belisário, Cerqueira Lima, Anúncio: Secretaria ParoquialDiácono Caseira, Diácono Jatobá, Diácono João primeira vez em sua vida da “CEIA DO Administração: Rua Barão, 807 Praça SecaWalterfang, Ir. Gislene fdz, Lygia Mª Ribeiro, Marli Jacarepaguá - Rio de Janeiro / RJ SENHOR”. Com muita alegria a Igreja, que é aJordão, Paulo Amaro, Rita de Cassia de Mattos, Ser- Tel.: (21) 2452-5188 e 2464-1947 COMUNIDADE EM TORNO DE CRISTO,gio de Queiroz, Sônia Maços e Virgínia Lopes Impressão Gráfica: ZM Notícias - R. Prof. receberá tosas estas crianças à sua mesa (...).Revisão: Rita de Cássia de Mattos Heleno Claudio Fragoso, 529 - Nova Iguaçu Equipe da CatequeseEditoração: Lygia Maria - RJ - Tel: (21) 2669-1515Diagramação: Ricardo Jorge (021)8896-8919 Novos Horizontes, Ano I - Novembro - Nº 11
  3. 3. NOVOS HORIZONTESNOV NOVEMBRO DE 2012 36543210987654321 COM A PALAVRA A COMUNIDADE65432109876543216543210987654321654321098765432165432109876543216543210987654321 ACONTECENDO NA PARÓQUIA“Missão é comunicar ao outro uma boa notícia” - Com essas e outras palavras de incentivo, padre Valentim 11º PLANO PASTORALpropôs aos fiéis que fossem às ruas da Praça Seca e levassem um folheto aos moradores que vivem no entorno Já está à venda na livraria da Paróquia o livrinho “Ode nossa Matriz, convidando-os a fazerem parte de nossa Família de Fé e a celebrarem conosco, nas missas. No Rio de Janeiro em Missão”, do 11º Plano de Pastoral dedia 28 de outubro, em que se comemora São Judas Tadeu, um dos doze apóstolos de Cristo, dez fiéis da Paróquia Conjunto. Adquira já o seu exemplar, por R$ 6,00.atenderam ao chamado e, saíram em missão, dois a dois, após a oração de envio. Confira! MISSA DA NOVENA MISSIONÁRIA Julio e Valéria – Conselho Missionário Paroquial (CMP) O encerramento da novena será realizado no dia NH: O que motivou vocês a saírem em missão? 02/11, às 19h15, na Matriz. Vamos celebrar com Júlio e Valéria: A própria pastoral em que atuamos, por ela ser de espírito missionário, convidando vizinho(a)s e natureza missionária, além do incentivo do nosso pároco, é claro. Nós nos sentimos mais seguros, pelo testemunho dado por uma pessoa do amigo(a)s. CMP, que viveu essa experiência em sua comunidade anterior. APROVAÇÃO DO CALENDÁRIO PAROQUIAL NH: Como foi a experiência vivida por vocês? Será no dia 10/11, de 14 às 17h, no Ceuzinho, Júlio e Valéria: Foi válida, significativa. Fomos bem recebidos, in- com a presença de todos os coordenadores de pas- clusive em algumas casas em que moram irmãos evangélicos. De to- torais, grupos e movimentos. das as pessoas com quem estivemos, somente um senhor que estava na CÍRCULOS DO ECC calçada, em frente a um bar, não quis receber o folheto. Os casais dirigentes do ECC convidam os diri- NH: Quais foram as ruas percorridas pelos missionários? gentes de Círculos para uma reunião, no dia Júlio e Valéria: Como éramos poucas pessoas, na hora do envio, Pe. 13/11, terça-feira, às 20h, no Salão do SagradoValentim determinou que percorrêssemos toda a rua Japurá e a rua Içá. Coração.NH: De sua missão, o que vocês querem destacar para os leitores e leitoras? ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTOJúlio e Valéria: Tivemos, especialmente, dois momentos bonitos, com um jovem e um senhor doente. O jovem, A Catequese com Adultos convida você,em frente ao bar, com uma imagem de São Judas Tadeu tatuada na perna, ficou muito feliz em receber o convite, paroquiano(a), a viver um momento santo, nono dia de seu aniversário, e nos disse que viria à igreja. O senhor nos convidou a entrar em sua casa e rezamos dia 25/11, sábado, às 15h, na Igreja Matriz, emjuntos. Como ele não pode sair de casa, nos pediu que gostaria de receber a Eucaristia em sua casa, pois há muito preparação para o Tempo do Advento. Os casaistempo não vinha à igreja. do ECC Carlos e Andréia, Laerte e Eliane condu- zirão o momento. JMJ em ação. No último domingo do mês BAILE DO ECC missionário, jovens da Paróquia fizeram, na O baile será realizado no dia 01/12 (sábado), às 21h, na Casa de Festas Mirian Buffet, na rua Missa das 18h, uma entusiasmada Albano, Praça Seca. manifestação pela Jornada Mundial da ATENÇÃO! A última data de pagamento do carnê Juventude que será realizada em 2013. Que para o baile será no dia 09/11. o Espírito Santo o(a)s conduza e que o(a)s mantenha no ardor missionário. E que mais ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO paroquiano(a)s acolham o(a)s jovens == Na Capela da Matriz == peregrinos. √ 1 domingo, de 16h30 às 17h30, com o Diácono o José Caseira √ 1ª segunda-feira, às 14h, com o Grupo de Oração Projeto Espiritualidade e Saúde Biopsicossocial Brisa Suave Todo o povo procurava tocá-lo, pois saía dEle uma força que os curava a todos. Lc 6, 19 √ 1ª terça-feira, às 20h, com o Grupo de Oração A Equipe do Projeto Espiritualidade e Saúde Biopsicossocial comunica que o Encontro do Projeto acontece- A Jesus por Maria rá no próximo dia 09 de novembro (sexta-feira), às 20h, na Matriz de Nossa Senhora do Sagrado Coração, na √ 4ª quarta-feira, às 15h, com os Círculos Bíblicos Rua Barão - Praça Seca. √ 3ª sexta-feira, às 14h, com a Pastoral da Saúde Tema: Conquistando a Longevidade, com o Dr. Iragildo Machado Adoração: Pe. Gleuson
  4. 4. 4 NOVEMBRO DE 2012 NOVOS HORIZONTES NOV “O dízimo é um exercício da generosidade Dia Nacional da Consciência Negra Um pároco que faz a festa acontecer Carolina Belisário Bruno Tortorella No dia 20 de novembro comemoramos o Dia Na- tes no século XXI.cional da Consciência Negra, dedicado à reflexão Os negros africanos colaboraram muito, durante nos- Foi um dia maravi-sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. sa história, nos aspectos políticos, sociais, lhoso em comemora-Essa data foi escolhida por coincidir com a morte de gastronômicos e em muitos outros aspectos da cultura ção ao aniversário daZumbi, em 1695, líder do Quilombo dos Palmares, do nosso país. É um dia que devemos comemorar nas paróquia, como hágrande figura de resistência, sacrifício e negro escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valo- muito tempo não seguerreiro. A homenagem ao líder foi muito justa, rizando a cultura afro-brasileira. via. O almoço, farto epois ele representou a luta do negro contra a escravi- O preconceito em relação ao negro ainda é presentedão no período do Brasil Colonial, e morreu em com- nos dias de hoje, muitas das vezes camuflado. Diver- delicioso, o bingobate, defendendo seu povo. sas pessoas ainda carregam consigo um sentimento de lotado, o povo reuni- O Dia da Consciência Negra é uma forma de superioridade. Porém, o que realmente é frágil é a for- do em festejo. Muitolembrar o sofrimento dos negros ao longo da histó- mação cultural da sociedade, pois os negros sofreram legal de se ver. Queria, desde a época da colonização do Brasil, tentan- e ficaram à margem da sociedade por motivos históri- possam vir mais fes-do garantir seus direitos sociais. A data é celebrada cos e econômicos, o que não tem nenhuma ligação com tas como essa.desde a década de 1960, embora só tenham amplia- sua cor de pele. Muitos deles, mesmo estando libertos, Mas quem roubou ado seus eventos nos últimos anos. continuaram na mesma vida escravizada, por não te- cena foi um tal de pa- Outros temas debatidos pela comunidade negra e rem condições de se sustentar. dre Valentim Meneses, que é incansável. Celebrou as duas mis-que ganham evidência neste dia são: a inserção do Vamos comemorar, mais um ano, essa data com sas da manhã, sendo a solene, de modo saltitante, e partiu, ànegro no mercado de trabalho, questões sobre a harmonia e reflexão, para que as gerações presen- tarde, para a missão de vender cartelas para o Bingo. Só se viaexistência ou não de discriminação por parte da tes e futuras tenham consciência do que aconte- ele de um lado para o outro, no terreno da Matriz, com a suapolícia, das cotas universitárias, da identificação de ceu no passado, para entendermos nosso presente sacolinha missionária. Foi irreverente, carismático, de tal modo,etnias, moda, beleza negra, etc. e melhorarmos o nosso futuro! Viva o Dia Nacio- como nossa Paróquia nunca viu. E no final de tudo, ainda cele- Existem milhares de Zumbis presentes em nossa so- nal da Consciência Negra, e que não só nesse dia, brou, com o mesmo entusiasmo, as duas missas da noite. Ouciedade: os heróis que lutam pelos ideais dos negros. mas que, em todos os dias, a raça negra seja palco seja, fomos agraciados com um ser formidável como esse nossoEles são peças e figuras fundamentais na luta pelas di- de atenção, respeito e inclusão mais íntima na pastor. Deus o fortaleça e lhe dê muita saúde!versas desigualdades sociais das raças , ainda presen- sociedade atual.
  5. 5. NOVOS HORIZONTES NOV NOVEMBRO DE 2012 5e; a oferta é a generosidade em exercício.” AS PASTORAIS - IX Agora é com os jovens PASTORAL DO DÍZIMO Bruno Tortorella - Acólito Paulo Amaro Celebração dos fiéis defuntos Eis uma Pastoral que mexe com o bolso é usado para se referir às espécies (pão e da gente... É verdade, mas, convenhamos, vinho) ser empregado para dinheiro? Con- “Santo e salutar pensamento este de orar pelos muitas outras coisas mexem com o nosso fesso que também eu fiquei “chocado”. mortos. Eis porque ofereceu um sacrifício expiatório bolso, todo mês, todo dia... Pedi, então, uma entrevista com o padre pelos defuntos, para que fossem livres dos seus pe- “Todos os fiéis, unidos, tinham tudo em Valentim, quando ele me explicou que cados” (II Macab. 12, 41-46). comum. Vendiam as suas propriedades e “consagrar é colocar nas mãos de Deus”. Tradicionalmente este mês de No- restaurar a fé de todos os presentes. os seus bens e dividiam o preço entre todos, No caso, o Dízimo. vembro reserva celebrações diversas Além disso, não há uma segunda-fei- segundo as necessidades de cada um”. (At Quanto ao novo entusiasmo de nossa Igre- 2,44-45). Assim acontecia nas primeiras ja Católica pela arrecadação do Dízimo, que apresentam peculiaridades co- ra em que nossa Matriz fique vazia. comunidades cristãs. Lindo, não é? Mas, depois de décadas de abandono da prática, muns: o envolvimento pessoal do Por quê? Pois o envolvimento das como fazer isso hoje? O Dízimo é uma ele explicou que a Igreja no Brasil se acostu- povo e a demonstração de fé. No dia pessoas é tão marcante, que se torna questão de fé, porque é, antes de tudo, um mou a receber donativos de paróquias estran- 2 passado, celebramos Finados que, necessário, pelo anseio individual de sinal bem concreto de nosso amor a Deus. geiras, principalmente de países europeus e para a Igreja, representa o dia dos fi- cada um, prestar homenagens aos Deus é o primeiro destinatário de nosso a sobreviver (com dificuldade) de ofertas e éis defuntos. Ao olharmos no dicio- seus entes queridos. Dízimo, pois é a Ele que fazemos uma coletas de seus próprios fiéis. Mais recente- nário, é possível perceber um signi- Desta forma, nesta data e em todas oferta regular de uma parte do que temos. mente ela despertou para estimular as paró- Pela fé, somos convidados a olhar nossos quias a serem autossustentáveis. Daí, as cam- ficado distorcido de seu real sentido. as Celebrações que rezamos por nos- ganhos como dádivas divinas. Pela fé, panhas para organizar e dinamizar as pasto- Na verdade, para nós, DEFUNTO é sos irmãos e irmãs falecidos é, na ver- também, sabemos que temos um rais do Dízimo. aquele que cumpriu inteiramente a dade, uma verdadeira profissão de fé compromisso, como cristãos, de partilha Padre Valentim finalizou a nossa entrevista sua missão e que se satisfez comple- na Vida. Não estamos em oração por com nossos irmãos mais necessitados de com uma mensagem: “O paroquiano deve pe- tamente. Isto é, ao falecer, este reali- pessoas que morreram, mas sim em nossa comunidade, ou de comunidades que dir a graça de entender e sentir o Dízimo como zou plenamente a prática do amor e, agradecimento pela passagem desta dependem da nossa. Assim, temos que o expressão do seu compromisso de fé.” por isso, pode desfrutar da vida eter- vida para a eternidade. Contrariam- Dízimo é uma questão de crença e, ainda, Em nossa Paróquia, a Pastoral do Dízimo na junto de Deus. se, assim, as conclusões equivocadas de amor às criaturas nossas semelhantes. foi organizada no tempo do padre Fernando O quinto mandamento da Igreja diz: “Ofertar Magalhães (1991/1997). Atualmente con- Em nossa Paróquia, há diversos de outros credos quanto à Missa da o dizimo conforme o costume.” E qual vinha ta com 33 membros (agentes de pastoral) anos, realizamos a Missa da Esperan- Esperança e às motivações que nos sendo o costume em nossas paróquias até bem sob a coordenação da Morgana, que con- ça, às segundas-feiras. Desde então levam a colocar intenções por aque- pouco tempo? – Não pagar! vida os interessados em trabalhar na Pas- diversas Igrejas passaram a executar les que já morreram. Nosso atual pároco, padre Valentim, vem toral a procurá-la no horário da missa das esta celebração, repleta de significa- É nesta conjuntura que continua- inovando em matéria de Dízimo. Primei- 20h de domingo, ou deixar o telefone para dos e bonitos gestos por parte daque- remos louvando e agradecendo ao ramente, registremos que ele, no segundo contato na secretaria paroquial. les que a celebram. Frequento esta Senhor pela oportunidade de ter nos domingo, desce os degraus do presbitério Em tempo: o cristão-católico não está e junto com o “povão”, deposita o seu en- obrigado a dar 10% de tudo o que recebe Missa e percebo a entrega filial e con- permitido conviver com pessoas que velope do Dízimo na urna que ele criou. para o Dízimo, mas nosso pároco aconse- fiante que todos os familiares, ami- nos ajudaram a crescer como seres A palavra conduz, o exemplo arrasta, dis- lha a quem não pode dar esse percentual gos e conhecidos daquele que fale- humanos, além de aproveitarmos tal se alguém muito sábio. “histórico” (tem origem no judaísmo), a ceu, comprometem-se a fazer. A mai- ocasião para rever nossa vida e ana- Outra coisa nova foi o sacerdote convi- estabelecer uma parcela mensal (5%, 3% oria sequer tem o costume de entrar lisar como anda nossa comunhão dar a assembleia a “consagrar o Dízimo”, etc.) ou quanto puder reservar, sem prejuí- em uma igreja. Mas a Missa da Es- com o Pai neste tempo terrestre que no momento do Glória (ou Hino de Lou- zo do atendimento das necessidades essen- perança é capaz de criar, renovar e nos resta. vor), na missa dominical. Essa de consa- ciais de sua família. grar assustou algumas pessoas: o verbo que
  6. 6. 6 NOVEMBRO DE 2012 NOVOS HORIZONTES NOV Paróquia de Nossa Senhora O Ano da Fé – “Porta Fidei”do Sagrado Coração pertence, Rita da Cássia Como poderemos viver o Ano da Fé, em nossas comunidades? O Papa, na sua agora, à 8ª Forania Carta Apostólica Porta Fidei apresenta os elementos fundamentais para que pos- Devido às alterações nas foranias do Vicariato samos viver bem esse período de reevangelização individual e, fortalecidos, naSuburbano, a nossa Paróquia, que pertencia à nossa crença no Deus da Vida, sejamos alegres anunciadores do Cristo que deseja viver em cada um de nós.7ª Forania, agora passa a pertencer à 8ª Forania, A Comissão Arquidiocesana para o Ano da Fé preparou um roteiro do que deve-junto com as Paróquias Nossa Senhora Assun- rá ser estudado mês a mês, tendo como fonte o Catecismo da Igreja Católica.ção (Sulacap), Nossa Senhora Conceição “Em novembro, o tema dos estudos é: a fé que espera contra toda esperança.(Campinho), São Roque (Vila Valqueire), Di- Reflexão sobre os símbolos da fé e a vida eterna: Creio na vida eterna (parágrafosvina Misericórdia (Vila Valqueire), São Sebas- CIC 1020-1050)tião (Vila Militar). Em Dezembro: A fé que adora e contempla. Reflexão sobre o mistério da Vigário Forâneo: Pe. José Eugenio Encarnação e espiritualidade do Advento: O Filho Único do Pai encarnou sem perder a natureza divina e, assumiu a natu-Evangelista Moura Souza reza humana. (parágrafos CIC 456 - 478).” O principal documento com que trabalharemos é o Catecismo da Igreja Católica. Se você, caro leitor, não o Dízimo tem ainda, procure adquiri-lo. Procure-o em nossa Livraria! Como sugestão, para ajudá-lo na reflexão durante este ano, baixe o Texto integral na INTERNET, com comen- tários muito bons, no endereço: http://catecismo-az.tripod.com/ FONTE: Jornal Testemunho de Fé, Edição Semanal 611 – de 21 a 27 de outubro de 2012, p.10. e http://catecis- Dízimo é fonte mo-az.tripod.com/, acessado em 28/10/2012. de bênçãos e elo PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃOde comunhão na comunidade SAV PAROQUIAL SAV – SERVIÇO DE ANIMAÇÃO VOCACIONAL PAROQUIAL Ir. Gislene Danielski - FDZVIAGENS: NOVEMBRO e DEZEMBRO Sede santos como vosso Pai é Santo√ 10 NOV: APARECIDA (Viagem diurna)√ 17 NOV: Sítio JONOSAKE – Lazer O mês de novembro nos convida a refletir acerca Ser santo ou santa, portanto, é acolher com alegria√ 09 DEZ: PENEDO E QUATIS (CASA DO de nossa vocação, ou seja, o chamado a sermos se- e disposição o cha-mado para tomar parte ativa naPAPAI NOEL E FEIRA DA ROÇA) melhantes ao nosso Criador. Buscar a santidade é missão evangelizadora da Igreja, para anunciar a to- compromisso de todo batizado, e não apenas de das as pessoas o projeto de vida que a Trindade San-√ 14 DEZ PETRÓPOLIS (Compras; Turismo) consagrados(as) e sacerdotes. Temos em nosso meio ta tem para toda a humanidade. Enquanto anúncio, 3350-0770 / 9518-2830 / 9265-4431 muitos homens e mulheres que, como leigos e leigas, convite para proclamar a boa notícia, a santidade é Reserve conosco: Conceição e Antonio Areias entregam sua vida ao amor a Deus servindo-o em to- também uma convocação ao teste-munho. dos os irmãos(ãs). Felizmente a Igreja, povo de Deus, Peçamos por toda a Igreja, para que, guiada pelo dá passos na compreensão de que todo o “corpo” é Espírito Santo, caminhe em busca da santidade: ACUPUNTURA chamado a santidade, e já o Vaticano II, na Consti- tuição Dogmática Lumen Gentium, afirma: “O Se- Senhor da Vinha e Pastor do Rebanho, somos tua Igreja, Povo de Deus a serviço da Vida. Cria em nós Dr. Marcelo Sampaio Rocha nhor Jesus, Mestre e Modelo divino de toda perfei- a consciência missionária, ajuda-nos a ser-mos ção, a todos e a cada um dos discípulos de qualquer corresponsáveis na Evangelização, escutando o teu Problemas ortopédicos, ansiedade, condição pregou a santidade de vida da qual Ele mandato. Dá-nos, Senhor, servidores do teu Reino: distúrbios alimentares mesmo é o autor e o consumador, dizendo: ‘sede, bispos, presbíteros, diáco-nos, irmãs e irmãos de Vida portanto, perfeitos, assim como também vosso Pai Consagrada e cristãos leigos e leigas. Que todos (FISIOTERAPEUTA / ACUPUNTURISTA) celeste é perfeito’ (Mt 5,48). Pois sobre todos enviou res-pondam com alegria e disponibilidade à tua con- CREFITO / 36842-F o Espí-rito Santo para interiormente os mover e ama- vocação. Amém. rem a Deus com todo o coração, toda a alma, toda a TELEFONE: 7977- 9610 (TIM) *ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO* mente e toda a sua força (cf. Mc 12,30), e para que se amassem mutuamente como Cristo os amou (cf. Jo Calendário 13,34; 15,12).” (LG nº 40 ) Deus Pai nos chama, pelo seu Filho Jesus, na ação do Espírito, a sermos povo santo, sua “particular pro- priedade”, a serviço da Vida e da Esperança. Isso sig- nifica que somos aqueles e aquelas que são escolhi- dos e amados pelo Criador. Somos frutos do amor de Deus e somos predestinados ao amor. Somos filhos e - Terço vocacional, todas as quintas- filhas de Deus. Porque somos amados e amadas de feiras, às 18h, na Capela do Deus, recebemos a missão de comu-nicar o seu amor a toda humanidade. Santíssimo, na Matriz
  7. 7. NOVOS HORIZONTESNOV NOVEMBRO DE 2012 712 SEMANAS PARA MUDAR UMA VIDA O Evangelho de João (continuação) Marli Jordão O capítulo 20 de João inicia com o túmulo vazio e Diácono Caseira termina com o livro aberto e cheio de sinais. Simão Trabalhar os papéis da memória: reeditar o filme do inconsciente Pedro não crê ao vê-lo vazio. Apesar do testemunho Nossos erros históricos relativos à memória parecem com todas as suas forças para apagar seus conflitos, da comunidade, Tomé também não crê e exige pro-coisas de ficção. Nos computadores, o registro depen- pode tentar com toda a sua habilidade destruir as pes- vas para crer. Maria Madalena escuta a Palavra dede de um comando do usuário. No ser humano, o regis- soas que o machucaram, bem como os momentos mais Jesus e crê nele. Este capítulo pode ser consideradotro é involuntário. Cada idéia, pensamento, reação an- difíceis de sua vida, mas não terá êxito. uma catequese sobre a ressurreição de Jesus.siosa, momento de solidão, períodos de insegurança é Jesus atingiu patamares de gentileza e mansidão. Ele nun- Para a comunidade do discípulo amado, com a res-registrado em sua memória e fará parte da colcha de ca pediu conta dos erros das pessoas. O desprendimento de surreição de Jesus, inicia-se oretalhos da sua história existencial, do filme da sua Jesus indica uma excelente proteção da sua memória. Não dia da Páscoa que não termi-vida. Você tem plantado flores no secreto do seu ser ou ficava remoendo pensamentos negativos em relação à trai- na; tudo acontece no primeiroacumulado entulhos? A melhor maneira de filtrar os ção de Judas e nem contaminando sua memória. dia da semana, o domingo,estímulos estressantes não é tendo raiva, ódio, rejei- Quantas vezes você disse que seria uma pessoa mais “Dia do Senhor”.tando-os ou reclamando deles, mas entendendo-os e paciente, mas uma ofensa o levou à ira? Quantas vezes Jesus comunica o Espírito àusando-os como oportunidade para crescer. você prometeu que amaria mais, sorriria mais, viveria comunidade e, com isso, ela Uma crítica mal trabalhada pode romper uma amizade. mais suavemente, trabalharia menos, se preocuparia professa sua fé na vitória defi-Uma discriminação sofrida pode encarcerar uma vida. menos, mas não cumpriu sua promessa?Alguns traem nitiva da vida sobre a morte.Uma decepção afetiva pode gerar intensa insegurança. seu sono, outros traem seus sonhos. O Mestre da quali- Para ela, todos os dias, até oUma falha pública pode gerar bloqueio intelectual. As dade de vida tem muito a nos ensinar. Você está dispos- final dos tempos, são semprebrincadeiras em que certos alunos são chamados por ape- to a ser um pequeno aprendiz? domingo, festa da ressurreição,lidos pejorativos podem gerar graves conflitos. (12 Semanas para mudar uma vida – Augusto Cury - Cap. 7) vitória da vida. A memória não pode ser deletada: Você pode contar Maria Madalena representa, num primeiro momen- to, a comunidade incapaz de crer e assimilar a morte de Jesus. De fato, ela fala no plural. “Tiraram do Referências de uma vida túmulo o Senhor, e não sabemos onde o colocaram” Carlos Silveira e Virgínia Lopes (Jo 20, 2-8). O gesto de Maria Madalena resume as buscas das comunidades ansiosas de vida e amor, mas Ao longo dos anos, montamos uma vida com um con- cotidianas. As ruas de pedra fo- que procuram essas coisas em lugar errado. junto de informações das mais variadas possíveis: soci- ram asfaltadas. Há pouco foi a A intenção do evangelho é bem clara: sem a fé em ais, materiais e espirituais. Assim formamos o nosso mansão do Armindo da Fonse- Jesus ressuscitado nenhuma comunidade se mantém perfil como pessoa, sabendo que muitas alegrias e tris- ca que todos paravam para ad- de pé. tezas vão nos acompanhar. Pertencemos com muitas mirar, com os irerês a nadar e a Quem ama corre mais (Jo 20, 4), chega antes e crê. referências a um lugar. Então, cada elemento retirado piar. Construíram um conjunto O discípulo amado se solidarizou com Jesus no amor, ou colocado mexe com nosso emocional. Vivemos em de prédios sem a menor preo- pois o amor gera a fé. Para quem ama, o túmulo não é comunidade desde a nossa casa até a nossa cidade. cupação estética para substituir, o lugar de morte. É o lugar do descanso do amado Dentro do nosso lar quando alguém muda um obje- à altura, o elemento anterior. que deu a vida por amor, até o fim. to de lugar, percebemos logo. Quando fechamos uma Daqui a pouco perderemos ou- Qual é a conclusão do discípulo que ama? Ele des- janela, a luz do ambiente diminui e o calor aumenta. tro espaço, o do Colégio cobre que o corpo de Jesus não foi roubado. Com o Isso acontece com o nosso bairro. Quando caminha- Tamandaré, e é melhor parar- olhar de quem ama, sente que o túmulo não é o lugar mos, encontramos amigos, vizinhos e sabemos de nas- mos por aqui! do fim trágico de Jesus, e sim o lugar de sua vitória cimentos, dos óbitos e a vida flui... Mas, o que nos Este texto surgiu do lamento das pessoas e dos pás- sobre a morte. Ele está vivo e possui a plenitude da incomoda mesmo é quando mexem em nosso ambi- saros. Uma grande derrubada de árvores aconteceu vida. Em Jesus, a vida é plena e jamais se esgota. O ente sem nos consultar e, muitas vezes, nem sabemos no final de semana. Com o corte da imensa árvore da discípulo amado fica com a certeza de que o amor, quem foi o responsável. esquina da rua Barão com a Desembargador Gastão mais forte que a morte, gera a fé na presença de Jesus Há algum tempo, começaram as mudanças nos bair- Macedo. Essa árvore foi cortada, imaginem, por uma ressuscitado. ros da nossa cidade. Jacarepaguá é uma região muito empresa de limpeza urbana, segundo contam os vizi- Continua na próxima edição. grande, um lugar agradável, arborizado, entre duas nhos. A população chorou e lá se foi mais uma refe- montanhas lindas com um bom clima. A Praça Seca rência. o Sr. Pedro da barraquinha que o diga: pela tem uma história peculiar: aqui existiu, até o início do manhã vende suas bananas de um lado da rua; à tarde, século XX, uma grande concentração de residências de veraneio com grandes lotes que, gradativamente, do outro, porque, agora, não há mais a sombra refres- cante. As mudanças foram tantas, que já não mora- Excursão foram sendo demolidas dando lugar a prédios com centenas de apartamentos e, no lugar de jardins e dos mos no mesmo lugar. Essas indagações foram reproduzidas da indignação de moradores. Ninguém Pe. Marcelo, Aparecida do Norte seus pomares, colocaram cimentados e carros, que não aqui pretende frear as mudanças, afinal de contas, a e Frei Galvão dão frutos e não permitem a irrigação da terra. Com cidade cresce e mais pessoas precisam de moradias, √ Saída: 17 de novembro, às 5h os prédios vieram as instituições bancárias e uma de- mas mexem até em nossas casas sem nos consultar. √ Chegada: 18 de novembro, às 20h las ficou exatamente numa casa que todos admiravam, Necessitamos de critérios, e esses não existem. Quem √ Valor: R$260,00 parcelados com acesso em forma de passarela em rampa, em frente poderia fazê-lo não o faz. Só nos resta rezar e denun- à praça. Cine Baronesa! Até hoje todos lamentam o ciar, pois sabemos que o interesse é de poucos, em √ Contatos: Fernando e Lucia Tel. 3340-0227 e seu término. E assim, vamos citando as referências detrimento da descaracterização da vida de muitos. 7757-6748
  8. 8. 8 NOVEMBRO DE 2012 NOVOS HORIZONTES NOV E o Brasil se redime Antonio Cerqueira Lima Crônica do Mês: O último país da América a se livrar Verdades ou mentiras?da escravatura, num passo de magia, Sergio de Queirozdepois de quinhentos anos passados sobo chorar das senzalas, resolve inserir os Procurando um filme que aindanegros, os índios e todo autodescendente, não tinha visto na TV, me depareino contexto de sua sociedade. O proces- com um “inédito” naquele canalso amadureceu lentamente, chegando, no que me interessou e pude, então,final do mês de outubro, às mãos do rever e analisar com mais cuida-Congresso Nacional, sendo aprovado e do a sua mensagem.sancionado, de imediato, pela Presiden- Era uma sátira sobre a falsida-te Dilma. Foi uma vitória, sem dúvida, de humana, pois o personagem era qualquer outra parte do mundo. Peloda corrente racialista. O projeto das co- um cara super-sincero e ninguém contrário vai fortalecer a luta étnica.tas pretende democratizar o ensino a par- gostava dele. Pudera, o sujeito só Não sou legislador. Mesmo assim nãotir do pré-escolar e criar condições para falava a verdade. entendo como vai se escrever na Cons-que todos tenham acesso a todos os seg- Realmente se formos analisar tituição do país que: “todos são iguaismentos da vida escolar, esticando o re- o nosso dia a dia, notamos que perante as leis”.lacionamento escolar a cursos de gradu- vivemos mergulhados na hipocrisia e mentira. O filme nos faz pesar Acredito eu que nossos nobres constituin-ação e pósgraduação no exterior. É inte- em quantas vezes somos obrigados a mentir para não contrariar ou tes, preocupados com o mensalão, não tive-ressante se destacar que no início da ex- magoar as pessoas. ram tempo de se dedicarem um pouco aopansão do projeto “Ciência sem Fron- É fato que a verdade espontânea e um elogio natural podem vir acompa- conhecimento das Leis que deram origem aoteira”, as dificuldades foram imensas nhados de sinceridade, mas quando se pergunta, talvez por uma questão de Direito Romano e que foram compiladas pordiante do fraco desempenho da Escola autoafirmação, é aí que o bicho pega: Gostou do meu cabelo? Da cor do Justiniano. As Leis emanam dos costumesPública. Para participar do Programa meu esmalte? Do meu batom? Estou dirigindo bem? Gostou da minha rou- sendo, portanto, consuetudinárias, o que não“Ciência e Fronteira” o aluno tem de pa? Mas, às vezes, isso é pouco, pois a pergunta já vem acompanhada de é o caso do regime de cotas.saber usar a língua inglesa. Caso contrá- uma resposta: Olha que sapatinho lindo que eu comprei! O homem deve vencer através do seurio, apenas Portugal teria as suas portas Diante disso só nos resta dizer: Nossa, ele é horrível, bem que o fabri- conhecimento e em razão da perseveran-aberta para nós. cante poderia não ter colocado esse laço cafona no bico. Ainda mais com ça de seu trabalho. O que se pretende Vista por outro ângulo, o sistema de o tamanho do seu pé, ficou ridículo. Deus do céu, a pessoa pode até ficar com o regime de cotas é enfraquecer,cotas, principalmente raciais, é a nosso deprimida, chamar algo seu de ridículo é pior que xingar a mãe. Se alguns ainda mais, o ensino fundamental, e en-ver, racista, discriminatório e, como sen- de nós disser para um amigo: Sai daqui, Satanás! Caramba... é perder o tregar ao mercado brasileiro mão de obratimos, não será a solução para a educa- amigo na certa. Portanto, algumas verdades só podem vir de Deus mesmo, cada vez mais desclassificada, e um en-ção brasileira e nem a solução para aca- e que Ele perdoe as nossas educadas mentiras. sino superior de baixa qualidade.bar com o racismo em nosso país ou em EXPEDIENTE PAROQUIAL 4 Domingo Ap 7,2-4.9-14 / Sl 23(24),1-2.3-4ab.5-6 (R. cf. 6) / /1Jo 3,1-3 / Mt Leituras da Semana 5,1-12a Missas: Segunda, quarta, quinta e sexta-feira na Matriz, às 19h15 e aos domingos, às 7h, 9h, 5 Segunda Fl 2,1-4 / Sl 130,1.2.3 / Lc 14,12-14 18h15 e 20h. Todos os sábados, às18h, Missa no Repouso Santa Maria, Rua Japurá, 555. 6 Terça Fl 2,5-11 / Sl 21 (22),26b-27 .28-30a. 31-32 (R. Cf.26a) / Lc 14,15-24 Celebração: Terça-feira, às 19h15, na Matriz, com o Diácono Caseira 7 Quarta Fl 2,12-18 / Sl 26 (27),1. 4. 13-14 (R. 1a) / Lc 14,25-33 Secretaria Paroquial: Atendimento de segunda a sexta-feira, de 8h30 às 20h. Sábados, de 8 Quinta Fl 3,3-8a / Sl 104 (105),2-3. 4-5. 6-7 (R. 3b) / Lc 15,1-10 8h30 às 12h. 9 Sexta Ez 47,1-2.8-9.12 / Sl 45(46),2-3.5-6.8-9 (R. 5) / 1Cor 3,9c-11.16-17 Inscrição para o Batismo: Atendimento no 1º domingo, às 8h. / Jo 2,13-22 Confissões e Aconselhamentos: Quinta e sexta-feira, marcando antes na secretaria paroquial. 10 Sábado Fl 4,10-19 / Sl 111 (112),1-2. 5-6. 8a.9 (R. 1a) / Lc 16,9-15

×