1                                                                        ANO 1 - EDIÇÃO Nº1 - ABRIL/2012                  ...
2                                              Agenda: Mês de Maio     01 - Missa Festiva de São José Trabalhador.        ...
3                                                               Na Comunidade...    Domingo de Ramos                Setor ...
4    Gente que faz a diferença!                    “Dona Josefa” – assim é conhecida, uma das mulheres mais especiais da n...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal sto antonio modelo

1.211 visualizações

Publicada em

I EDIÇÃO DO JORNAL INFORMATIVO DIÁLOGO

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.211
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal sto antonio modelo

  1. 1. 1 ANO 1 - EDIÇÃO Nº1 - ABRIL/2012 Informativo da Paróquia Santo Antônio - Agudos SP Contatos: Tel.: (14) 3262-1423 E-Mail: stoantonioagudos.pascom@gmail.com Páscoa, o amor que Destaques Pág 2- Encontro da Família vence a morte. Caminhada Pela Paz Dízimo No tempo litúrgico da quaresma nos Pág 3– Especial Semana Santa preparamos para a Pág 4– Gente que faz a diferença! grande festa de res- 25 Anos da Comunidade São Pedro surreição do Senhor. Pastoral Social A comemoração da Páscoa é a celebra- Páscoa das Crianças ção do amor de Deus. Ao vencer a morte, Jesus revela um Deus apai- A Páscoa das cri- xonado, que com poder ressuscita o seu Filho, fazen- anças da cate- do a vida renascer em toda a sua beleza. quese aconteceu Celebrar a Páscoa é mais do que reviver ritu- no dia 14/04/2012 ais antigos, organizar liturgias festivas, reinventar a partir das 14h símbolos... É abrir-se a uma verdadeira experiência no Seminário. Ti- do ressuscitado que leve à evangelização da própria vemos uma tarde vida. bem alegre e com muitas brincadeiras. En- O espírito de ressurreição e de vida se manifes- cerramos contando parabéns para o Frei ta em nós quando temos coragem de ir para Galileia Ângelo. de todos os tempos, lugar dos pequenos, dos humildes e dos pobres. “Depressa, ide aos seus discípulos: Ele ressuscitou do entre os mortos, e eis que vos precede Aniversariantes na Galileia: é lá que o vereis” (MT 28,7). Não é exata- Louvamos a Deus pela vida do Frei Ângelo e mente àquela região geográfica determinada que do Diácono Marcos que apagaram as veli- devemos ir, mas ter uma atitude em relação aos no- nhas neste mês. vos desafios do ser cristão hoje e do Evangelho que somos chamados a anunciar. A festa da ressurreição de Jesus nos leva a compreender que a paixão e a morte do Senhor é o amor que se revela na sua essência, no que há de mais autêntico e verdadeiro, realizando os anseios de liberdade e de vida da humanidade. Frei Ângelo Cardoso1
  2. 2. 2 Agenda: Mês de Maio 01 - Missa Festiva de São José Trabalhador. 19 - Sacramento da 1ª Eucaristia, às 19h00. (Setor Grande Pastelada após a celebração. Sto. Antônio). 03 - Adoração ao Santíssimo - Sto. Antônio, às 20 - Batismo: Encontro de Preparação no Sto. 20h00. Antônio, às 07h00. 12 - I Bazar da Pechincha (Salas de Catequese, das 26 - Início da Grande Quermesse da Paróquia 8h00 às 16h00). Sto. Antônio. 19 - II Bazar da Pechincha (Salas de Catequese, 27 - Sacramento do Batismo, 09h00. das 8h00 às 16h00). Festa de Pentecostes. 31 - Início da Trezena de Sto. Antônio. Encontro da Família No dia 4 de março foi realizado o I Encontro do ano entre os pais das crianças. Iniciou-se com a celebração presidida pelo Pároco Frei Ângelo, em seguida ouve a reflexão com a psicóloga Maria Rosilene Pinto, que salientou a impor- tância dos pais na formação de seus filhos e também des- tacou a necessidade de cuidarmos da nossa saúde. En- quanto os pais participavam das reflexões, as crianças e adolescentes tinham brincadeiras e dinâmicas preparadas pelos seus catequistas. O encontro foi encerrado com um delicioso almoço. No dia 25 de março, tivemos a “Caminhada Caminhada pela Paz pela Paz”. Durante a caminhada refletimos sobre o tema da Campanha da Fraternidade “Que a saúde se difunda sobre a Terra.” Eclo 38,8. Fizemos várias paradas para refletirmos e na última parada que foi em frente ao posto de saúde, Frei Ângelo abençoou aquele lugar estendendo as bênçãos sobre todas as pessoas que se encontram doentes e sofrem nos leitos e corredores dos hospitais. Logo após, encerramos com a celebração da Santa Missa, presidida por Frei Ângelo e concelebrada com o Diácono Marcos e a participação dos paroquianos. O Jornal “Diálogo” é editado pela Assessoria de Comunica- Dizimistas Sorteados ção da PASCOM (Pastoral da Comunicação). Comunidade Dizimista Agente do dízimo Responsável: Frei Ângelo Cardoso. Santa Clara Sueli Aparecida Assessoria de Comunicação: Ariel Lucas Barca, Diego 09h00 Carla Daiane Pereira Pires Rodrigues e Guilherme Luiz Gonçalves. 18h00 Alessandro de Barros Maria Terezinha Leão Colaboradora: Helena Aparecida Gica Arantes. Impressão: Gráfica Agudos. Santo Antonio 07h30 Maria Lurdes Moreno Regina L. Caldieri Tiragem: 1000 exemplares. 19h00 Aparecida R. Simão Leila Ap. Araújo Contato: Tel.: (14) 3262-1423 E-Mail: stoantonioagudos.pascom@gmail.com São Pedro 19h30 Clarete Ap, dos Santos Zerenilda M. P. Ribeiro2 2
  3. 3. 3 Na Comunidade... Domingo de Ramos Setor Santo Antônio Setor Santa Clara Missa do Lava Pés Setor Santo Antônio Setor São Pedro Cerimônia da Paixão de Cristo Paróquia Santo Antônio Via Sacra Vigília Pascal3 3
  4. 4. 4 Gente que faz a diferença! “Dona Josefa” – assim é conhecida, uma das mulheres mais especiais da nos- sa Paróquia. Com seu jeito simples, acolhedor e de muita fibra. Enfrenta to- das as dificuldades e limitações de qualquer mulher de sua idade para servir a Deus na pessoa do irmão. Somos felizes em tê-la conosco. Sempre firme, presente em todos os mo- mentos de nossa comunidade e que nos estimula a seguir em frente. A palavra “Dona”, talvez seja mesmo por ser dona de um coração generoso, que se preocupa em visitar os doentes, levando-os à comunhão com a comunidade através da eucaristia, ou pelo fato de ser responsável pelos pãezinhos de Santo Antonio, que estimula a equipe que prepara as cestas básicas para serem entregues às famílias carentes. Mesmo cansada, sempre diz: “... que alegria estar aqui...”. Dona de uma força que humanamente não se explica. Temos certeza também que ela não vai se envaidecer ao ler estas palavras, pois o seu caráter e seus princípios cristãos não permitirão. Talvez ela pense assim, sou amada, e de fato é, vou continuar as- sim mesmo, nos moldes da vida de Santo Antonio com um coração franciscano. Só pode ser isso... Valeu mãe, irmã, a- miga “DONA Josefa”, Deus a abençoe, hoje e sempre, Amém! 25 anos da Comunidade São Pedro Gostaria de iniciar retransmitindo esta Pastoral Social acertada definição: “A Pastoral Social tem a missão de anunciar os caminhos do Evangelho que levam a uma sociedade justa e solidária, como tam- bém de denunciar as formas de injustiça e exclusão” (Irmã Delci Maria Franzen – Assessora da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade da Justiça e da Paz/CNBB). A nossa Paróquia vem já há tempo desenvolvendo o trabalho pastoral em um dos bairros mais necessitados em todos os aspectos, desde material até mesmo espiritual. É uma equipe atuante que realiza visitas peri- ódicas às casas de algumas famílias, levando através de seu testemunho a presença da Igreja. Muitos pensam que Pas- toral Social é assistencialismo ou paternalismo, como queiram, mas na verdade se trata de um trabalho mais afinco, vislumbrando possibilidades a estes nossos irmãos levantando sua auto estima. Nas visitas, os agentes procuram ouvir as necessidades e buscam de uma forma ou de outra encontrar caminhos para solucioná-las, dando orientações e encaminhamentos. É bem verdade que estamos longe do ideal, porém são ho- mens e mulheres de boa vontade. De forma resumida para que se possa compreender melhor, temos como objetivo buscar de alguma forma: in- tegrar, junto com outros Organismos e setores, a exigência do Serviço na ação evangelizadora da Igreja no Brasil. Assim, entende-se que o Objetivo Geral dessa dimensão é “contribuir, à luz da Palavra de Deus e das Diretrizes Gerais da CNBB, para a transformação dos corações e das estruturas da sociedade em que vivemos, em vista da construção de uma nova sociedade, o Reino de Deus”. A coordenação desta pastoral está a cargo da Srª. Ana Galdino de Araújo Chaves, que aproveita este momen- to para convidar a todos aqueles que queiram ajudar para que se ajunte a nós, neste propósito evangélico. Diácono Marcos Alberto Arantes Diretor espiritual da Pastoral4 4

×