Relatório de jogo Vianense vs Vilaverdense

2.590 visualizações

Publicada em

3ª Divisão Nacional - Época 2011/2012

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.590
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
103
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de jogo Vianense vs Vilaverdense

  1. 1. RELATÓRIO DE JOGOJOGO: Vianense VS VilaverdenseLocal: Viana Data: 02 / 10 /2011 Hora: 15:00hCompetição: Campeonato nacional da terceira divisão Resultado 1-0Condições Climatéricas: Tarde de muito sol, ausência de vento. Estado Relvado: Boas Condições SISTEMA DE JOGO INICIAL Equipa Inicial Nome Nº Posição Miguel 1 GR Luisinho 2 DD Alexandre 30 DC João Paulo 33 DC Sérgio 3 DE Gel 6 MDC Kazeem kareem 23 MDC 1 Paulinho Lopes 77 MO 4 Dino 10 ED Matias 20 EE Armando 15 PL 1-4-2-3-1 Substituições: Sai o nº23 (Kazeem kareem) – entra o nº16 (Pi). Sai o nº20 (Matias) – entra o nº 7 (Luís Ribeiro). Sai o nº6 (Gel) – entra o nº 9 (Fábio Pimenta). NOTAS João Pedro Araújo 1
  2. 2. ORGANIZAÇÃO OFENSIVA EM 1-4-2-3-1 Na organização ofensiva desta equipa assumem um papel fundamental na construção de jogo os dois médios defensivos da equipa, o nº 6 Gel pela capacidade de organização e criatividade, e o nº 23 Kazeem Kareem pela mobilidade que empresta á frente de ataque. Quando a equipa recupera a posse de bola em terrenos mais recuados, o médio defensivo Gel é a 1ª referência para iniciar o processo ofensivo, é um jogador com mau feitio, um pouco agressivo mas com confiança e qualidade nas funções que desempenha, é uma equipa que tenta jogar sempre de uma forma organizada e paciente, optando por jogar de pé para pé. O médio defensivo Kazeem é também importante pois é um jogador que sai muito da sua posição para terrenos ofensivos, criando superioridade numérica do lado esquerdo da sua equipa, não só baralha marcações como dá mais uma linha de passe na frente de ataque. É uma equipa que gosta de flanquear o seu jogo apostando na velocidade e rápidas combinações dos seus extremos. No processo de organização ofensiva, o PL nº 15 (Armando) é um homem de área e possante fisicamente mas muito fixo, deu-se muito á marcação dos pesados centrais do Vianense tendo sido facilmente anulado. O defesa direito luisinho dá muita profundidade ao seu corredor combinando também com o seu extremo, deixa muito espaço para defender, sendo este o seu ponto fraco aliando a uma capacidade física muito débil no que diz respeito á sua força física e capacidade de choque. Movimentação dos jogadores no processo ofensivo O defesa direito sobe muito no terreno. O médio defensivo Kareem sobe muito no terreno de preferência no lado esquerdo. O médio ofensivo nos cruzamentos efectuados em ambos os flancos tenta aparecer nas costas do PL criando mais uma solução na área.Pontapé de baliza (O GR desta equipa optou sempre pelo pontapé de baliza longo, quer pela pressão dosjogadores do Vianense, quer por alguma intranquilidade e ineficácia de passe por parte dos centrais. O nº23Kareem junta-se aos homens da frente). João Pedro Araújo 2
  3. 3. ORGANIZAÇÃO DEFENSIVA Quer na sua organização defensiva, quer no momento em que perdem a bola, a equipa procura rapidamente posicionar-se em 4-4-2, ficando na frente juntamente com o PL Armando o extremo esquerdo Matias pois é um jogador com uma velocidade bem acima da média e muito perigoso quando sai à pressão. Os médios defensivos são competentes na tarefa defensiva, especialmente o nº 6 Gel. Outro jogador referência neste processo é o extremo direito nº10 Dino, pois transforma-se num médio que defende muito bem, pois alia a sua velocidade e força física a um bom poder de recuperação. Quando recuperam a posse de bola, procuram sair a jogar de forma organizada através de passes curtos, raramente se precipitam. Os dois centrais são dois jogadores com alguma agilidade e sentem-se confortáveis em pressionar alto, não se sentem confortáveis quando pressionados, e o ponto fraco de ambos é serem duros de rins, são bastante lentos quando têm que se virar e mudar de direcção, foi o ponto-chave do jogo, o único golo da partida saiu através de um passe de ruptura do médio Luís Coentrão no meio dos dois centrais.Trocas posicionais na 2ª parte: O médio ofensivo Paulinho Lopes nº77 troca de posição com o médio defensivoKareem nº23.Entrou o nº 7 Luís Ribeiro para extremo direito, passando o nº10 Dino para extremo esquerdo, de realçar que,após esta alteração a equipa ficou mais perigosa e com muito poder de fogo nos dois flancos, o extremo Ribeiroé um esquerdino que partiu muito de fora para dentro trazendo muitos problemas ao Vianense, já o extremoDino tornou-se mais perigoso naquele flanco, aparecendo mais no jogo após um período em que desapareceudo jogoCom a entrada do nº 16 Pi, a equipa passou a jogar em 4-3-3, com dois médios centro, Paulinho Lopes e Pi quetrouxe mais organização e criatividade á equipa, alguns minutos depois com a expulsão do central doVilaverdense, o jogador Pi por ser também um jogador alto passou para uma posição bastante mais recuada noterreno, entre o Central/Trinco.Para arriscar tudo por tudo, saíu o esgotadíssimo Gel para a entrada do PL nº9 Fábio Pimenta. João Pedro Araújo 3
  4. 4. BOLAS PARADAS A FAVOR Tanto nos cantos do lado direito como esquerdo, o Vilaverdense coloca sempre 5 homens na área, não me pareceu haver jogadas estudadas mas sim uma movimentação em ambos os cantos, em que os dois centrais e o PL ficam á entrada da área descaídos lateralmente, quando a bola é batida estes movem-se muito rapidamente para o centro da área. Fica sempre um homem com o GR e outro no centro da área. Do lado esquerdo bate o nº6 Gel, do lado direito é o defesa esquerdo Sérgio o responsável pela cobrança. BOLAS PARADAS CONTRANão tiveram lances de muito perigo na sua zona defensiva, é uma equipa pouco faltosa e quando fazem falta é emzonas mais afastadas da sua área.Defendem á zona. João Pedro Araújo 4
  5. 5. RESUMO Pontos Fortes, Pontos Fracos e SugestõesResumo: O vianense acaba por ser um justo vencedor pelo golo marcado e pelas inúmeras ocasiões de golodesperdiçadas, na sua grande maioria em contra ataque.O vilaverdense, não conseguiu penetrar a defesa do Vianense mas fez um jogo esforçado tendo praticado na maiorparte do jogo um futebol agradável e vistoso.Pontes fortes:Futebol mais técnico do que o habitual neste campeonato, opta por um jogo simples de posse de bola, commovimentações perigosas na frente.Centrais fortíssimos no jogo aéreo.Corredor direito é muito ofensivo.Pontes fracos:É uma equipa que na eventualidade de sofrer um golo cedo, vão-se desposicionar cada vez mais ao longo do jogo.Centrais duros de rins, lentos na rotação.Alguns jogadores mais agressivos, é o caso do Central João Paulo, do médio defensivo Gel e o ponta de lançaArmando.Dão-se mal com jogadores móveis e rápidos na frente.O corredor direito é muito permeável, o defesa direito é um jogador muito franzino.Sugestões:Entrada agressiva no jogo.Explorar flancos.Bolas paradas, não é uma equipa muito forte no jogo aéreo tem apenas dois centrais altos. João Pedro Araújo 5
  6. 6. Caracterização individual dos jogadores do VilaverdenseGr- Miguel nº1: Um GR experiente, na minha opinião um pouco baixo e muito pesado para a sua posição, ao longodos 90min correspondeu ás contrariedades e mostrou-se seguro, no golo sofrido não teve qualquer culpa.DD- Luisinho nº 2: É um jogador baixo e muito franzino, o seu forte passa pelas subidas no seu corredor, por serum jogador veloz e com uma boa capacidade ofensiva, em contraste o seu jogo defensivo é débil devido ás suascaracteristicas, não tem poder de choque e é apanhado várias vezes em contrapé.DC- Alexandre nº30: É um central alto e com alguma mobilidade, tal como o seu colega de posição não se sentemuito cómodo com a bola no pé, quando a tem despacha-a rapidamente,utiliza muito os cotovelos quando seeleva, prejudicando a integridade física dos adversários, valendo-lhe um vermelho directo.DC- João Paulo nº33: É o mais alto da equipa, um jogador forte no jogo aéreo e com razoável velocidade, talcomoo seu colega de posição é duro de rins, sendo lento na rotação para mudar de direcção. É também bastantejovem e um pouco impetuoso, na minha opinião o melhor defesa do quarteto.DE- Sérgio nº3: Jogador de estatura média, é o homem das bolas paradas do lado direito da sua equipa, não tem amobilidade nem a profundiade do seu colega Luisinho, mas é bem mais experiente e competente a defender.Sobeocasionalmete no terreno, já leva 3 golos no campeonato, muito bom para um defesaMDC- Gel nº6: É um jogador de 27anos, de estatura media e forte fisicamente, descrevo-o como um médiodefensivo moderno com boa capacidade de organizar jogo, é experiente e raramente passa do meio-campo, étambém um jogador com mau feitio, envolvido em algumas picardias, tem capacidade para jogar curto como umbom passe longo, opta quase sempre por jogar no colega mais próximo.MDC- Kazeem Kareem nº23: Jovem jogador nigeriano, de estatura média mas bastante rápido, creio que é umjogador mais valioso do que mostrou ser neste jogo, tem como qualidades aparentes, a capacidade de mobilidade,caracteristicas de ataque, mas foi caíndo ao longo do jogo tendo sido substituido, jogou no inicio da 2ª parte naposição 10.MO – Paulinho Lopes nº 77: Um vetereno que fez uma exibição muito discreta na 1ª parte do jogo,é um jogadorde estatura média e ágil, foi como médio mais recuado que sobressaíu na 2ª parte, estando nas acções ofensivasda equipa e competente no processo defensivo, mas no geral foi uma exibição muito discreta. Reparei que não é ohabitual titular mas sim o nº8 Rafa que há excepção deste jogo foi sempre titular, é um jovem jogador.ED –Dino nº10: É um jogador na casa dos 30, é forte fisicamente quer no choque, quer na condução de bolaaliando a uma boa velocidade, é um jogador que sabe ocupar os espaços mostrando ser um jogador com um nívelde jogo superior á maioria dos colegas de equipa, foi na ala esquerda que mais desiquilibrios provocou, tornou-seum jogador mais vertical e forte no 1 para 1.EE-Matias nº20: Jovem extremo de estatura média, muito rápido e forte no pressing, foi quase sempre superadopelo melhor defesa direito do campeonato Pedro Coentrão.PL- Armando nº15: Um veterano de 40 anos é o titular da equipa, está lento é verdade mas continua a dartrabalho aos centrais, porque é um PL possante com forte remate, não tem cerimónias em rematar á baliza e nãoconvém facilitar, deu-se muito á marcação sendo um homem de área.Suplentes:MC- Pi nº16: Jovem jogador e alto, trouxe frescura, qualidade no passe e criatividade, quando começou a dar nasvistas teve que recuar muito no terreno para colmatar a expulsão do central Alexandre, na minha opinião pode serum titular.ED- Luis Ribeiro nº 7: Conheço este jogador, é um esquerdino que passou pelo Fão, tem uma criatividade acima damédia e com moral para ser titular, entrou e mexeu com o jogo, parte do corredor direito para a zona central,utiliza o pé esquerdo para um forte remate, é também um jogador rápido.PL- Fábio Pimenta nº9: Jovem jogador, trouxe mais ao jogo aéreo da sua equipa, é forte fisicamente e ronda o1.90m, mas não foi feliz tal como a restante equipa. João Pedro Araújo 6
  7. 7. João Pedro Araújo 7
  8. 8. João Pedro Araújo 8

×