Projeto6ass 090526180054-phpapp02

302 visualizações

Publicada em

Review about feeds.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto6ass 090526180054-phpapp02

  1. 1. Aplicação de Software Social Projeto III FEEDS GRUPO J Augusto Farnese Guilherme Balena Versiani Michel Boaventura
  2. 2. Definição de Feeds <ul><li>Feed é um documento baseado em XML capaz de armazenar itens discretos que representam conteúdos do site que o disponibiliza. </li></ul>
  3. 3. Conceitos Básicos <ul><li>Um feed pode ser considerado como um formato de dados utilizado que um usuário possa acompanhar alterações feitas em determinado site sem a necessidade de acessá-lo. </li></ul>
  4. 4. Produtos no Mercado <ul><li>Feed x RSS1.1 x RSS2.0 x Atom </li><ul><li>Há uma grande confusão entre esses termos, porém seus significados são bem distintos. </li></ul></ul>
  5. 5. Produtos no Mercado (cont) <ul><ul><li>Feed é o nome da ideia de se utilizar um documento como forma de se divulgar atualizações de um site. Essa ideia foi implementada através de diferentes padrões.
  6. 6. Atualmente os mais utilizados são o RSS (versões 1.1 e 2.0) e o Atom. </li></ul></ul>
  7. 7. Produtos no Mercado (RSS) <ul><li>Foi o primeiro formato a ser desenvolvido. No momento duas versões dele são utilizadas simultaneamente: a 1.1 e a 2.0.
  8. 8. Por ser antigo e pela obrigação de manter compatibilidade, possui graves limitações, como impossibilidade de inserção de conteúdos que não sejam texto puro ou html, e proibição do uso de caracteres especiais em URLs e nomes de itens. </li></ul>
  9. 9. Produtos no Mercado (Atom) <ul><li>Criado posteriormente ao RSS, como uma tentativa de resolver todas as limitações deste.
  10. 10. É um formato bem mais completo e útil, e por isso é apadrinhado por grandes empresas, como o Google.
  11. 11. Mesmo assim, seu uso ainda é bem menos comum do que o RSS.
  12. 12. Atualmente os grandes sistemas de blogs disponibilizam RSS e Atom simultaneamente. </li></ul>
  13. 13. Como está sendo usado <ul><li>São utilizados principalmente por sites cujo conteúdo se altera de forma frequente, e seu dono deseja facilitar a divulgação e o acompanhamento dessas mudanças por seus usuários. </li></ul>
  14. 14. Como está sendo usado (cont) <ul><li>De uma forma menos comum é utilizado diretamente por sites para montar um conteúdo mais dinâmico para seus usuários. A previsão climática do iGoogle, por exemplo, é na verdade um leitor de feeds climáticos. </li></ul>
  15. 15. Para os Usuários <ul><li>Para o usuário final, a leitura dos feeds é feita através de software conhecido como agregador. Ele é responsável por ler os arquivos de feed periodicamente, interpretar seu conteúdo e exibi-los ao usuário. Atualmente existem softwares para desktop e versões web. Alguns exemplos são o Google Reader, Akregator e Opera. </li></ul>
  16. 16. Referência Técnica <ul><li>http://www.rss-specifications.com/ (Especificação do RSS)
  17. 17. http://www.ietf.org/rfc/rfc4287.txt (Especificação do Atom Feed)
  18. 18. http://www.atomenabled.org/developers/syndication/atom-format-spec.php (Site oficial dos desenvolvedores do padrão Atom) </li></ul>
  19. 19. Referência Teórica <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Feed
  20. 20. http://www.vilago.com.br/o-que-e-rss-atom-feed
  21. 21. http://pt.wikipedia.org/wiki/Atom
  22. 22. http://brunotorres.net/sobre-feeds-rss-atom
  23. 23. http://en.wikipedia.org/wiki/Atom_(standard ) </li></ul>

×