edição semanal                                                                                                            ...
edição semanal                                                                                                       03.03...
edição semanal                                                                                                            ...
edição semanal       03.03.2008




  edição semanal   03.03.2008
edição semanal                                                                                                            ...
edição semanal                                                                                                            ...
edição semanal                                                                                                            ...
edição semanal       03.03.2008




  edição semanal   03.03.2008
edição semanal                                                                                                            ...
edição semanal       03.03.2008




  edição semanal   03.03.2008
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

TRANSPORTES & NEGÓCIOS – 03.03.2008

2.599 visualizações

Publicada em

Versão integral da edição electrónica de 3 de Março de 2008 da revista “Transportes & Negócios”. Director: Fernando Gonçalves.

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.599
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TRANSPORTES & NEGÓCIOS – 03.03.2008

  1. 1. edição semanal 03.03.2008 Marítimo Ferroviário Comerciais Maersk, MSC Conteparque VW compra e CMA-CGM liga Setúbal controlo unem serviços à Extremadura da Scania Pág. 2 Pág. 6 Pág. 7 Edição Electrónica • Director Fernando Gonçalves • Semanal • 3 Março 2008 A opção Beato–Mon- ESTUDO COMPARATIVO DAS LOCALIZAÇÕES PARA A TTT tijo é melhor do que a Chelas-Barreiro, reafima José Manuel Vie- gas, com base num estu- do feito pela TIS, na qual a primeira opção ganha à Ponte Beato - Montijo, 14 segunda em 14 dos 15 parâmetros selecciona- das. O estudo é uma “versão Ponte Chelas - Barreiro, 1 aprofundada” do realizado pela CIP e será entregue amanhã ao LNEC, de modo a integrar a análise comparativa entre as opções Chelas-Barreiro e Beato-Montijo, que o LNEC está a elaborar. Em declarações à “Lu- sa”, José Manuel Viegas explicou que o estudo consiste numa análise comparativa entre as duas soluções para a nova tra- vessia do Tejo, tendo por base, além dos custos e do prazo de conclusão, um conjunto de 15 “critéri- os qualitativos”, como or- denamento do território, As dimensões da futura Terceira Travessia do Tejo, o seu impacte na paisagem lisboeta e na operacionalidade do Porto de Lisboa desempenho rodoviário, continuam a alimentar a polémica. Nos últimos dias foram postas a circular imagens que simulam a grandeza da maior ponte tirantada do desempenho ferroviário, mundo, tal como estaria prevista nos estudos iniciais da Rave. Agora, ao que parece, as dimensões terão sido reduzidas - e com elas os operacionalidade do Por- custos estimados - mas agrava-se o problema da navegabilidade, com os navios de maior porte a não poderem passar pelo vão central, to de Lisboa, entre outros. dizem os críticos. O assunto foi de novo abordado na reunião de hoje da Comunidade Portuária de Lisboa, que terminou inconclusiva. “A análise comparativa dos 15 critérios demonstra reiro. solução Beato-Montijo”, ropeia para servir a Alta trução da terceira traves- quer outras que surgissem a superioridade da so- O estudo demonstra destacou Viegas, adian- Velocidade, esta travessia sia do Tejo no eixo Chelas- devidamente fundamenta- lução Beato-Montijo em que, no conjunto dos via- tando que o estudo elabo- no eixo Beato-Montijo se- Barreiro está orçada em 1 das – para a localização 14”, sublinhou José Manu- jantes, a opção Beato- rado pelos técnicos da TIS ria complementada por 700 milhões de euros, dos da Terceira Travessia do el Viegas precisando que Montijo representa “gran- inclui também uma aná- outra mais pequena, com quais 600 milhões serão Tejo (TTT). o único critério em que a des ganhos de valor de lise de impacto paisagís- 1,8 quilómetros, destina- para a Alta Velocidade e Este novo estudo da TIS solução avançada no tempo e apresenta um tico. da a assegurar a ligação 500 milhões para o tabu- foi realizado “por serviço estudo da CIP “perde” para melhor enquadramento na A construção da tercei- do serviço suburbano à lin- leiro rodoviário. público”, ou seja, não tem a solução da Rave é o rede viária e no transporte ra travessia do Tejo no ha do Barreiro, asseguran- A ponte terá duas vias um cliente nem um finan- tempo de ligação dos de mercadorias”, acres- eixo Beato-Montijo, exclu- do a ligação à linha de bi- para a Alta Velocidade, ciador, adiantou José comboios suburbanos a centou aquele especialis- sivamente ferroviária, está tola ibérica em direcção duas para a rede conven- Manuel Viegas à “Lusa”. Lisboa: na solução Beato- ta em Transportes. orçada em 1 150 milhões ao Pinhal Novo. cional e duas vias laterais Todavia, aquele especia- Montijo o tempo de liga- “O desenvolvimento ex- de euros. Esta travessia rodo-fer- com três faixas cada uma lista espera que o Esta- ção do serviço suburbano tenso da solução resolve Dotada de quatro vias, roviária entre o Montijo e para o tráfego rodoviário. do venha a pagá-lo, uma a Lisboa demora mais 1 de forma definitiva todas duas em bitola ibérica pa- o Barreiro está orçada em Ao LNEC, o Governo vez que, sustenta, “esta- minuto e 44 segundos que as dúvidas que havia so- ra os comboios suburba- 100 milhões de euros. deu 45 dias para comparar mos a contribuir com val- na solução Chelas-Bar- bre a viabilidade física da nos e duas em bitola eu- Por seu turno, a cons- as duas opções – e quais- or para uma solução”. 75 edição semanal 03.03.2008
  2. 2. edição semanal 03.03.2008 w LEIXÕES... PROGRAMA w w. 03.03 PORT DOURO Caniçal CT PORTMAR t 03.03 LAGOA CT TRANSINSULAR r S. Vicente, Praia 03.03 EURO SNOW CT K LINE PORT. a Felixtowe, Teesport, Gotemburgo, Aarhus, Hamburgo, Roterdão 13. Março. 2008 Le Meridien - Porto n 03.03 GRACECH. PLANET CT MARMEDSA s Cardiff, Liverpool 03.03 DELMAS LEIXÕES CT OREY p Luanda 9h00 Recepção dos Participantes o 04.03 NDS PROMINENCE Ro MARMEDSA Luanda, Lobito, Namibe 9h30 Abertura r 04.03 GRAC. CROWN CT MARMEDSA 9h45 1º Painel - Shortsea e AE Marítimas t Castellon, Piraeus, Limassol, Ashdod, Haifa, Mersin, Salerno Moderador: António Belmar da Costa (APTMCD) e 05.03 ATLANTIC COMET CT GREEN IBÉRICA Luís Valente de Oliveira (Coordenador Europeu MoS) s Roterdão 06.03 NT EXPRESS CT MACANDREWS e Darwin Carlos Alvarez-Cascos (Transmediterránea) n 06.03 MARF. PROVENCE CT MACANDREWS Brisbane, Sidney, Melbourne, Savannah, Inmaculada Ugarteche (Uniport Bilbao) e Auckland 11h00 Coffee-break g 06.03 CMA-CGM PARSIFAL CT MACANDREWS Damman, Ryadh, Bahrain, Hong Kong, 11h30 Girolamo Carignani (Grimaldi) o Yantian, Zhaoqing, Zhuai, Abu Dhabi, Dubai, Jebel Ali, Khor Fakkan, Sharjah, Bandar Filipe de Prest (Delphis/Samskip) c Abbas, Kuwait, Mina Qaboos, Doha 12h10 Debate i 06.03 CMA CGM NORMA CT MACANDREWS Ningbo, Xangai o 06.03 CMA CGM BERLIOZ CT MACANDREWS s. Jeddah, Tasmanian Ports, Adelaide, Freemantle, Chittagong, Chiwan, Dalian, 12h45 Almoço c Qingdao, Weihai, Xiamen, Xingang Tianjin, o Busan, Nava Sheva, Calcutá, Cochin, Chennai, Tutticorin, Belawan, Jacarta, Pasir Gudang, 14h30 2º Painel – O futuro dos portos no contexto m (continua...) europeu Moderador: Representante do Porto de Leixões Edgar Espinosa (Maersk Line) Eduard Rodés (AP Barcelona) João Carvalho (CP Lisboa) Álvaro Rodriguez Dapena (Puertos del Estado) Natércia Cabral (IPTM) 16h15 Debate 16h45 Sua Exª. a Secretária de Estado dos Transportes Eng.ª Ana Paula Vitorino (*) 17h15 Encerramento (*) A confirmar Patrocínios: Apoios: INSCRIÇÕES: EURO 80 (+iva) - www.transportesenegocios.com/seminarios tel. 224339160 - fax. 224339162 - seminarios@transportesenegocios.com edição semanal 03.03.2008
  3. 3. edição semanal 03.03.2008 Maersk, MSC e CMA-CGM ...LEIXÕES... juntas no trans-Pacífico Port Kelang, Noumea, Tauranga, Nelson, Wellington, Port Chalmers, Lyttleton, Carachi, Singapura, Colombo, Papeete, Bangkok, Laem Chabang, Kaoshiung, Keelung, Haiphong, Hi Sinal dos tempos. Os do, a utilização de navios Chi Minh três maiores armadores de grandes dimensões 06.03 PAC. DISCOVERER CT MACANDREWS mundiais decidiram unir obriga a reorganizar os Townsville, Gladestone, Pago Pago, Suva, esforços para rendibilizar horários e as escalas para Oniara, Port Moresby, Lae, Apia, Port Villa, as operações entre a Ásia concentrar cargas sem Santo e a América do Norte. prejudicar os transit-times. 06.03 MSC CRISTIANA CT MSC PORTUGAL A Maersk Line, a MSC O acordo tornar-se-á e- Antuérpia, Dublin, Bristol (Liverpool e Irlanda, e a CMA-CGM, números fectivo a partir de Abril e Norte da Europa, Canadá, EUA - Golfo, India e um, dois e três no ranking consubstanciar-se-á na Paquistão, América Central, Europa Central, mundial de transporte de criação de três novos Escandinávia e Países Bálticos, Rússia, Ásia contentores, decidiram serviços entre a Ásia e a Central) unir esforços no Trans-Pa- América do Norte, cada 06.03 MARGARETA B CT GREEN IBÉRICA cífico. É o maior acordo um assegurado por cinco Vigo, Roterdão de partilha de capacidade navios, disponibilizados 07.03 RBD BOREA CT BURMESTER alguma vez feito e per- pelos armadores envolvi- Roterdão, Antuérpia, Hamburgo, Bremen, mitirá às companhias en- dos. Felixtowe, Gdynia, Cork, Dublin, Helsínquia, volvidas “trocar” quatro dos A primeira rotação Hamina, Oslo, Larvik, Kristiansand, Trondheim, seus serviços por três no- servirá essencialmente a Gotemburgo, Estocolmo, Klaipeda, Tallin, vos sem perderem quali- China Central e do Sul. Se- Riga, S.Petersburgo dade, garantem. rá garantida por cinco na- JRS CAPELLA CT DELPHIS O acordo é justificado vios de 8 000 TEU cada, Felixtowe, Roterdão, Antuérpia pela necessidade de cor- sendo quatro da Maersk também aqui utilizados mente por cinco navios de 07.03 MANX LION CT PORTMAR tar custos e adaptar a o- Line e um da CMA-CGM. cinco navios de 8 000 TEU 4 000 TEU cada da Mae- Las Palmas, S. Vicente, Praia, Banjul, ferta às preferências dos Os navios escalarão Hong cada: quatro da MSC e rsk Line, tendo a MSC e a Conakry, Bissau carregadores e às neces- Kong, Yantian, Kaoshi- um da CMA-CGM. Os por- CMA-CGM “slot agree- 07.03 CALA PONENTE CT GARLAND NAV. sidades dos operadores. A ung, Qingdao, Los Ange- tos escalados serão ments”. Serão servidos Halifax, Montreal, Toronto, Havana, St. Thomas verdade é que, dizem os les e regresso a Hong Dalian, Xingang, Shangai, portos da Coreia e do Ja- Castilla, Veracruz, Altamira, Kingston, Rio armadores, a evolução Kong. Ningbo, Long Beach, Oak- pão: Kwangyang, Busan, Haina dos fretes não tem acom- A segunda rotação co- land e regresso a Dalian. Kobe, Shimizu, Nagoya, 07.03 GRACECH. STAR CT MARMEDSA panhado a alta dos com- brirá os portos da China do A terceira rotação será Yokohama, Los Angeles, (continua...) bustíveis. E, por outro la- Norte e Central. Serão assegurada exclusiva- e Oakland. edição semanal 03.03.2008
  4. 4. edição semanal 03.03.2008 edição semanal 03.03.2008
  5. 5. edição semanal 03.03.2008 Hapag-Lloyd encomenda ...LEIXÕES 15 navios de 8 000 TEU Dublin, Liverpool 07.03 CAP VILANO CT HAMBURG-SUD No dia em que baptizou Buenaventura, Kingston, Cristobal, Guayaquil, o Bremen Express, a Ha- Callao, Valparaíso, Arica, Iquique, pag-Lloyd reafirmou a en- Antofagasta, Talcahuano comenda de mais 15 por- 07.03 CMA-CGM CORTES CT HAMBURG-SUD ta-contentores com capa- San Juan, Porto Rico, La Guaira, Antilhas cidade de transporte de 8 Holandesas, Cartagena, Santa Marta, 749 TEU. Barranquilla, Puerto Limon, Puerto Cortez, St. Com a incorporação do Thomas de Castilla, Belize, Rio Haina Bremen Express, a Ha- 07.03 MONTE PASCOAL CT HAMBURG-SUD pag-Lloyd passou a deter Suape, Salvador, Sepetiba, Santos, Rio uma frota de 142 porta- Grande, Paranaguá, Manaus, Fortaleza, Vila -contentores, com uma do Conde, Buenos Aires, Montevideu, capacidade de transporte Assuncion de mais de 514 mil TEU. 07.03 PARANAGUA EXP. CT HAMBURG-SUD Os cinco navios encomen- Suape, Salvador, Sepetiba, Santos, Rio dados à Hyundai Heavy Grande, Paranaguá, Manaus, Fortaleza, Vila Industries deverão ser en- do Conde, Buenos Aires, Montevideu, tregues até ao final de Assuncion 2011. 07.03 CAP REINGA CT HAMBURG-SUD A justificar estes inves- Melbourne, Sidney, Brisbane, Auckland, timentos, o armador ale- Wellington, Christchurch, Port Chalmers mão, um dos cinco maio- TEU, registados em 2007, Oriente, podendo atingir sado, com o argumento da 07.03 MADEIRENSE CT NAVEX res do mundo, lembra o para os 153 milhões de uma velocidade de 25 nós. dupla poupança: na conta Funchal rápido crescimento do TEU, previstos para 2012. Mas não deverá navegar do combustível e nas e- 07.03 HANSA BERGEN CT MAERSK comércio mundial e as pro- Este ano, a actividade de- tão depressa. Porque uma missões poluentes. Algeciras jecções favoráveis dos verá crescer cerca de 7%, redução para as 20 nós As preocupações ambi- 07.03 REGGEBORG CT OREY analistas para o tráfego de quase o dobro do espera- (ou 20%) permite poupar entais estão, de facto, pre- Antuérpia, Roterdão contentores. Segundo a do para o comércio mun- até 50% do combustível. sentes, e a atestá-lo está 08.03 MSC MEE MAY CT MSC PORTUGAL Global Insight, o tráfego dial (3.7%). A Hapag-Lloyd foi a o “Environmental Pass- Valência (Mediterrâneo, Mar Negro, Mar mundial de contentores O Bremen Express será primeira a decidir reduzir port”, conferido pela en- Vermelho, Golfo Pérsico, África Oriental, deverá passar, em cinco utilizado nas ligações en- a velocidade média dos tidade de classificação, a Oceano Indico, Extremo Oriente, Africa anos, dos 110 milhões de tre a Europa e o Extremo seus navios, no ano pas- Germanischer Lloyd Ocidental, África do Norte, Canárias, México, (continua...) edição semanal 03.03.2008
  6. 6. edição semanal 03.03.2008 Conteparque liga ...LEIXOES América do Sul - Costa Oeste, Austrália, Setúbal a Mérida 08.03 África do Sul e Moçambique) WERDER BREMEN CT MACANDREWS Aarhus, Tallin, Helsínquia, Roterdão, Dublin, O porto de Setúbal dis- Rejkjavik, Larvik, Oslo, Gdynia, Felixtowe, põe de uma ligação diária, Greenock, Liverpool, Moscovo, S. Petersburgo, por via férrea, a Espanha. Archangelsk, Kaliningrad, Gotemburgo A iniciativa é da Conte- 08.03 PONTA DO SOL CT TRANSINSULAR parque, que aposta cada P. Delgada, Pico, Flores vez mais na oferta de 08.03 CALA PALMA CT GARLAND NAV. serviços porta-a-porta La Guaira, Puerto Cabello, Barrranquilla, A ligação é feita entre o Cartagena, Puerto Limon, Cristóbal, S. Terminal Multiusos II de Salvador, Puerto Cortez, S. Pedro Sula, Setúbal, concessionado à Puerto Quetzal, Guanta Sadoport, e o Porto Seco 08.03 CALA PALAMOS CT GARLAND NAV. de Santa Eulália, em Mé- Rio de Janeiro, Santos, Buenos Aires, rida, operado pelo grupo Montevideu, Assunción, Rio Grande, S. Conteparque. O serviço Francisco do Sul, Fortaleza garante o transporte de 08.03 CALA PHOENICIA CT GARLAND NAV. contentores e de carga Alger, Oran geral. 08.03 CHAMPLAIN STRAIT CT GARLAND NAV. Em declarações ao Istambul. Gemlik, Izmir TRANSPORTES & NE- 08.03 CALA PROGRESSO CT GARLAND NAV. GÓCIOS, António Evan- Mersin, Lattakia, Tartous, Beirute, Alexandria gelista, director-geral da 08.03 CORVO CT NAVEX Conteparque, garantiu P. Delgada, P. Vitória, Horta, Pico, Velas que a operação “está a 09.03 GRAC. PLANET CT MARMEDSA superar as expectativas” Castellon, Piraeus, Limassol, Ashdod, Haifa, mas escusou-se a adian- Mersin, Salerno tar números de cargas transportadas. As ligações para Méri- da realizam-se “todos os dias úteis”. O terminal de Santa Eulália permite rea- lizar ali todas as opera- ções de consolidação e Ligações diárias Comboio cresce lómetros dos terminais LISBOA... desconsolidação de mer- com serviço e ajuda portuários, com acessos cadorias, com a recolha- porta-a-porta a fixar navios ferroviários, e onde pode- 03.03 REP. DI ROMA Ro-CT GRIMALDI entrega das mesmas a mos também realizar di- Dakar, Lomé, Cotonou,. Lagos, Douala, ser feita porta-a-porta, se cou-se na sequência da has a escalar regular- versas operações, desde Matadi, Boma, Point Noire, Luanda, Libreville, tal for o desejo dos car- mudança para aquele por- mente o porto de Setúbal, o parqueamento à ma- Salvador, Vitória, Rio de Janeiro, Santos, regadores, com recurso à to das escalas do serviço mas sublinha a importân- nutenção de contentores, Paranaguá, Buenos Aires, Zarate, Montevideu frota própria da Activa Car- da Guiver, da Portline, no cia da oferta co-modal da passando pelo manusea- 03.03 ATLANTIC COMET CT GREEN IBÉRICA ga, uma subsidiária de início de Fevereiro. Os car- Conteparque para a atrac- mento e armazenagem de Nova Iorque, Norfolk, Savannah, Miami transporte rodoviário de regadores/recebedores, ção e fixação dos servi- cargas”. 03.03 XCL LIS VCI CT MAERSK mercadorias que cobre as habituados a movimentar ços. “Algo que nem todos Recorde-se que o porto Valência províncias da Extremadu- as suas cargas em Lis- compreenderam…”, diz, de Setúbal tem por objec- 04.03 PORT DOURO CT PORTMAR ra e da Andaluzia. boa, passaram a entregá- sem citar. tivo tornar-se uma das por- Caniçal Para as mercadorias -las ou recebê-las na Bo- Relativamente ao porto tas de acesso ao merca- 04.03 LAGOA CT TRANSINSULAR que tenham como origem/ badela, no terminal da de Setúbal, a oferta da do da região de Madrid. A S. Vicente, Praia destino Madrid, o reenca- Conteparque, que asse- Conteparque não se res- ligação ferroviária à Extre- 04.03 EURO SNOW CT K LINE PORT. minhamento é feito tam- gura a ligação com o por- tringe, de resto, à realiza- madura espanhola tem po- Felixtowe, Teesport, Gotemburgo, Aarhus, bém por via férrea, nesse to do Sado. ção dos transportes fer- tencial de crescimento, Hamburgo, Roterdão caso usando o comboio António Evangelista re- roviários. Aquele respon- para mais considerando 05.03 NDS PROMINENCE Ro MARMEDSA ibérico Teco. conhece que a actividade sável lembra, a propósito, que, sustenta António E- Luanda, Lobito, Namibe O último reforço da ac- do transporte ferroviário só a existência “do terminal vangelista, “mais de 85% 05.03 THUROE MAERSK CT MAERSK tividade da Conteparque pôde crescer com o au- de segunda linha de Vale daquele mercado já é ser- Algeciras no porto de Setúbal verifi- mento do número de lin- da Rosa, a escassos qui- vido por portos nacionais”. (continua...) edição semanal 03.03.2008
  7. 7. edição semanal 03.03.2008 VW reforça na Scania ...LISBOA e abre caminho à fusão com a MAN 07.03 NT EXPRESS Darwin CT MACANDREWS A Wolkswagen adquiriu na América Latina. 07.03 MARF. PROVENCE CT MACANDREWS as posições da Investor e Juntas, a Scania e a Brisbane, Sidney, Melbourne, Savannah, da família Wallenberg na MAN valerão cerca de 176 Auckland Scania. O grupo alemão 500 camiões e autocarros 07.03 CMA-CGM PARSIFAL CT MACANDREWS tem agora quase tudo para vendidos. A que acres- Damman, Ryadh, Bahrain, Hong Kong, fazer avançar o seu projec- cerão cerca de 440 mil da Yantian, Zhaoqing, Zhuai, Abu Dhabi, Dubai, to de integração com a VW (incluindo ai os co- Jebel Ali, Khor Fakkan, Sharjah, Bandar MAN e de criação do maior merciais ligeiros). Abbas, Kuwait, Mina Qaboos, Doha construtor europeu de Mas o negócio terá ain- 07.03 CMA CGM NORMA CT MACANDREWS veículos comerciais. da de ser aprovado pelas Ningbo, Xangai A Volkswagen anunciou autoridades da concorrên- 07.03 CMA CGM BERLIOZ CT MACANDREWS hoje a compra de 30,6% quência da operação frus- A VW já disse tencionar cia da União Europeia. As Jeddah, Tasmanian Ports, Adelaide, dos direitos de voto da trada (a MAN oferecia 10,3 alterar muito pouco na mesmas que, no final dos Freemantle, Chittagong, Chiwan, Dalian, Scania, por 1,9 mil mil- mil milhões de euros), a Scania. A equipa de ges- anos 90, inviabilizaram a Qingdao, Weihai, Xiamen, Xingang Tianjin, hões de euros, à família Volkswagen entrou no ca- tão mantém-se (também já fusão entre a Volvo e a Busan, Nava Sheva, Calcutá, Cochin, Chennai, Wallenberg e à sua hol- pital da MAN e tentou ne- era em boa parte escolhi- Scania, intentada pela In- Tutticorin, Belawan, Jacarta, Pasir Gudang, ding financeira Investor gociar com a Investor e a da pelos alemães). Man- vestor AB e pelos Wallen- Port Kelang, Noumea, Tauranga, Nelson, AB. Quando a operação família Wallenberg uma têm-se também os trabal- berg. Para estes, a venda Wellington, Port Chalmers, Lyttleton, Carachi, se concretizar – o que es- parceria a três – VW, Sca- hadores. E, por maioria de porá termo a uma ligação Singapura, Colombo, Papeete, Bangkok, Laem tá dependente das autori- nia e MAN -, que não che- razão, manter-se-á a mar- de quase nove décadas Chabang, Kaoshiung, Keelung, Haiphong, Hi dades do mercado – a VW gou a concretizar-se. ca, a “jóia da coroa” do com a Scania. Chi Minh controlará 68,6% dos di- Agora, a VW controla sector, dizem os especia- A actual gestão da Sca- 07.03 PAC. DISCOVERER CT MACANDREWS reitos de voto e 37,73% do 68,6% dos direitos de voto listas, com uma rendibi- nia já saudou o reforço da Townsville, Gladestone, Pago Pago, Suva, capital do construtor sue- da Scania e a MAN con- lidade operacional muito posição da VW na estru- Oniara, Port Moresby, Lae, Apia, Port Villa, co. trola mais 17%. O que dá superior à da concorrência tura accionista da empre- Santo Chegam assim ao fim um total de 85,6%. E co- (14,4% das vendas, con- sa. Para este ano, a mar- 07.03 WERDER BREMEN CT MACANDREWS as negociações que se ini- mo a VW é a maior ac- tra 10,2%, no caso da ca espera crescer mais Aarhus, Tallin, Helsínquia, Roterdão, Dublin, ciaram há cerca de ano e cionista da MAN, com MAN). de 10%, com o input da Rejkjavik, Larvik, Oslo, Gdynia, Felixtowe, meio, na sequência da 29,9%, tudo parece pron- O projecto da VW con- Rússia, para onde projec- Greenock, Liverpool, Moscovo, S. Petersburgo, OPA lançada pela MAN to para avançar com o pro- siste, no fundamental, ge- ta a instalação de uma Archangelsk, Kaliningrad, Gotemburgo sobre a Scania e rejeita- jecto de criação do maior rar sinergias entre a Sca- fábrica e a duplicação da 07.03 MONTE BRASIL CT TRANSINSULAR da pela VW, então já o construtor europeu de veí- nia, a MAN e a sua própria rede de vendas e assistên- P. Delgada, P. Vitória, Horta principal accionista da culos comerciais, à frente divisão de comerciais, cia, num horizonte de dois 07.03 DAL EAST LONDON CT MAERSK companhia sueca. Na se- da Daimler e da Volvo. com produção de pesados anos. (continua...) Agents for NILE DUTCH (Europe/China/South America to/from West Africa) Agents for Gracechurch Container Line Ltd and Borchard Lines Ltd (UK/Eire/Portugal to/from Mediterranean) Other Activities: Project Cargo & HeavyLift, Regular Line, Tramp Agency, Multimodal services, Import and export Customs, Specialized Isotank and Flexitank Rua Antero de Quental, 236 - Sala 304 Freixieiro 4455-586 Perafita Phone: +351 22 998 34 50 Fax: +351 22 994 21 60 Telex: 27222 KELLER P Email: marmedsa@mamp.marmedsa.com www.marmedsa.com edição semanal 03.03.2008
  8. 8. edição semanal 03.03.2008 edição semanal 03.03.2008
  9. 9. edição semanal 03.03.2008 EDITORIAL 04.03 CHIQUITA ROSTO CT NAVIGOMES ...LISBOA Vado Os do costume... Cape Town, East London, Durban, P. 06.03 GRANDE SPAGNA Ro Livorno, Salerno, Piraeus GRIMALDI No seu melhor estilo, propósito, ainda recente- Elizabeth 06.03 AUSTRALIAN HIGH. Ro NAVIGOMES Belmiro de Azevedo voltou mente patrocinou um 08.03 CALA PONENTE CT GARLAND NAV. Emden, Santander a dar que falar, desta feita estudo sobre o futuro do Halifax, Montreal, Toronto, Havana, St. Thomas 06.03 TBN CT NAVIGOMES a propósito do “perdócio” aeroporto de Lisboa. Mas Puerto Moin, Puerto Limon Castilla, Veracruz, Altamira, Kingston, Rio que disse estar disposto também não terá nunca 08.03 MANX LION CT PORTMAR a tentar com a exploração patrocinado uma propos- Haina 08.03 MAERSK V. CRUZ CT MAERSK Las Palmas, S. Vicente, Praia, Banjul, do aeroporto Francisco ta concreta de investimen- Sá Carneiro. to no aeroporto. Que se Thamesport, Antuérpia, Bremerhaven, Le Havre Conakry, Bissau Não interessa, para o saiba. 08.03 REGGEBORG CT OREY 09.03 ORIENTAL HIGH. Ro NAVIGOMES caso, se Belmiro foi, ou E todavia, noutras pa- Antuérpia, Roterdão Emden, Santander não, convidado, ou desa- ragens, que todos - e ain- 09.03 CALA PALMA CT GARLAND NAV. fiado, e por quem, a da mais os líderes de opi- La Guaira, Puerto Cabello, Barrranquilla, avançar para o empreen- nião – gostamos de citar Cartagena, Puerto Limon, Cristóbal, S. dimento. Como não impor- “por dá aquela palha”, no Salvador, Puerto Cortez, S. Pedro Sula, SINES ta se o negócio será as- estrangeiro é comum as Puerto Quetzal, Guanta sim tão desastroso como associações empresari- 09.03 CALA PALAMOS CT GARLAND NAV. 03.03 MSC D. GIOVANNI CT MSC PORTUGAL ele o “pintou”, ao ponto de ais e as câmaras de co- Rio de Janeiro, Santos, Buenos Aires, Piraeus (Heraklion e Volvos), Tessalónica, criar o vocábulo “perdócio” mércio participarem acti- para o definir. E ainda me- vamente na definição, na Montevideu, Assunción, Rio Grande, S. Izmir nos se é sentido o altruís- gestão, e no investimen- Francisco do Sul, Fortaleza 05.03 MSC CRISTIANA CT MSC PORTUGAL mo e sentido de cidada- to, pois claro, de grandes 09.03 CALA PHOENICIA CT GARLAND NAV. Antuérpia, Dublin, Bristol (Liverpool e Irlanda, nia que também o motiva- projectos de transportes. Alger, Oran Norte da Europa, Canadá, EUA - Golfo, India e rão a enfrentar o sistema Os empresários, indi- 09.03 CHAMPLAIN STRAIT CT GARLAND NAV. Paquistão, América Central, Europa Central, e a lutar pelo Norte. vidualmente ou em con- Istambul. Gemlik, Izmir Escandinávia e Países Bálticos, Rússia, Ásia O que me permito sub- sórcio, poderiam também 09.03 CALA PROGRESSO CT GARLAND NAV. Central) linhar é o facto de, uma vez abalançar-se ao negócio. Mersin, Lattakia, Tartous, Beirute, Alexandria 05.03 MSC EVEREST CT MSC PORTUGAL mais, ser Belmiro de Aze- Principalmente os que Boston, Nova Iorque, Baltimore, Norfolk, vedo a apresentar-se co- criticam o actual estado Charleston mo o único que se propõe de coisas. Mas nenhum o 06.03 MSC PINA CT MSC PORTUGAL fazer, pagando para isso, fez até agora. Que se sai- se for o caso, o que tan- ba. E mesmo as grandes De/Para Extremo Oriente tos reclamam. construtoras, que ultima- 07.03 MSC ENFORCER CT MSC PORTUGAL O aeroporto do Porto é mente tão activas têm Las Palmas (Angola), Cape Town, Durban um caso de sucesso. O estado no domínio das in- SETUBAL (Moçambique) seu potencial é enorme, fraestruturas de trans- 08.03 MSC VENEZUELA CT MSC PORTUGAL cobrindo todo o Noroeste portes e logística, só se 04.03 GR. SCANDINAVIA Ro-CT GRIMALDI Veracruz, Altamira, Houston, Port Everglades, Peninsular. Os empresári- mostram verdadeiramente Portbury, Cork, Esbjerg, Wallhamn, Antuérpia, Savannah,Charleston, Jacksonville, New os e as empresas do Nor- interessadas quando Southampton, Salerno, Malta, Piraeus, Izmir, Orleans, Freeport (Long Beach e SAWEC, St. te merecem mais e mel- pressentem, no imediato, Hashdod, Limassol, Alexandria Thomas, Puerto Cortes, Puerto Limon) hor. E o Governo não per- muito trabalho de cons- cebe nada de nada se não trução e obra pública. percebe os que assim fa- E no entanto, o momen- Contactos lam… to parece propício a con- Mas a verdade é que nin- frontar o Governo com pro- Bensaúde Navegação Tel. 213 243 620 Fax. 213 243 650 shipping.lx@bensaude.pt guém avança. A AEP, por postas concretas. E as- Euronave Tel. 229 390 700 Fax. 229 378 484 euronave@euronave.pt mais de uma vez, criticou sim fazê-lo repensar a es- Garland Navegação, Lda. Tel. 226 194 966 Fax. 226 194 999 ccl.opo@garlandlaidley.com www.garlandlaidley.com este e os anteriores Exe- tratégia. Pois não foi isso cutivos por causa do ae- que aconteceu com o Tel. 213 211 320 Fax. 213 466 224 ccl.lis@garlandlaidley.com www.garlandlaidley.com roporto. Mas nunca avan- NAL, primeiro, e com a Green Ibérica Tel. 210 026 555 Fax. 213 520 429 lsb.expbiz@greeniberica.pt www.greeniberica.pt çou com uma proposta TTT, agora? Tel. 229 991 300 Fax. 229 960 912 lxo.expbiz@greeniberica.pt www.greeniberica.pt concreta. Que se saiba. E No caso do aeroporto K Line Portugal Tel. 226 194 930 Fax. 226 187 550 mkt.opo@klineportugal.com www.garlandlaidley.com menos ainda se dispôs a do Porto, porém, apenas MacAndrews Tel. 229 397 760 Fax. 229 397 765 oporto@macandrews.com www.macandrews.com investir a sério no projec- Belmiro de Azevedo es- MSC Tel. 229 396 500 Fax. 229 385 095 msc@mscportugal.com www.mscgva.ch to. Mesmo se no seu seio tará disposto a passar das Tel. 213 928 410 Fax. 213 953 715 msc@msclis.mscgva.ch www.mscgva.ch tem gente com os meios palavras aos actos. E se Navex Tel. 229 992 910 Fax. 229 992 920 jvaldemar@navex.pt www.navex.pt necessários para alavan- assim for, por muito egoís- car tal iniciativa. tas e interessadas que Hamburg Süd Tel. 229 992 910 Fax. 229 992 920 joao.valdemar@lxo.hamburgsud.com www.hamburgsud.com A ACP também, vastas sejam, afinal, as suas in- Orey - Com. Navegação Tel. 229 384 057 Fax. 229 378 328 leixoes@orey.com www.orey.pt vezes, tem criticado o des- tenções, teremos de Delphis Tel. 229 982 900 Fax. 229 957 806 delphis@delphis.pt www.delphis.be tino que diz quererem dar agradecer-lhe. De novo. Grimaldi Tel. 213 216 300 Fax. 213 465 415 lisboa@grimaldi.pt ao aeroporto do Porto. A Fernando Gonçalves Tel. 265 526 018 Fax. 265 523 002 setubal@grimaldi.pt edição semanal 03.03.2008
  10. 10. edição semanal 03.03.2008 edição semanal 03.03.2008

×