Campanha Arepe

866 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Campanha Arepe

  1. 1. IGREJA RENASCER EM CRISTO COPACABANA Rua Felipe de Oliveira, 4
  2. 3. 2 Sm 12.26Entretanto, pelejou Joabe contra Rabá, dos filhos de Amom, e tomou a cidade real. 27Então, mandou Joabe mensageiros a Davi e disse: Pelejei contra Rabá e tomei a cidade das águas. 28Ajunta, pois, agora o resto do povo, e cerca a cidade, e toma-a, para não suceder que, tomando-a eu, se aclame sobre ela o meu nome.
  3. 4. Joabe chamou a Davi que não estava na Guerra, para que este tomasse a cidade das Águas. Ao invés de ir à Guerra Davi se envolveu com Bate Seba. A Cidade das Águas é a cidade onde há manancial, lugar de fertilidade, lugar principal.
  4. 5. Hoje você vai tomar hoje a cidade das águas, tomar o lugar importante, o lugar do suprimento, o lugar principal onde o inimigo ocupava.
  5. 6. 1) Nunca deixe o inimigo te envolver com questões que te desviam do que é principal – vencer a carne O diabo levou Davi a pecar com Bate Seba ao invés de ir à guerra, precisamos nos envolver com a conquista e não com aquilo que agrada a nossa carne.
  6. 7. 2) Não perca o Foco Davi perdeu o foco, deixou de olhar para o seu objetivo. Para tomar a cidade não posso perdê-la de vista. Ainda que esteja longe e seja complicado, nunca tire seus olhos da terra, nunca se esqueça da tua promessa.
  7. 8. 3) Não seja roubado no seu tempo, otimize suas ações Não podemos gastar tempo com o que não é importante. As 24h do nosso dia não podem ser conturbadas pelo inimigo
  8. 9. 4) Vença as resistências Nunca se esqueça que as maires conquistas estão ocupadas pelo inimigo, são as frentes de maior resistência que enfentamos. Não é hora de desânimo, é tempo de resistir.

×