SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Baixar para ler offline
POR: PB. LEONAM DOS SANTOS
A palavra idolatria (gr. Eidololatria) significa: adoração ou
confiança exarcebada em ídolos, pessoas, espíritos ou objetos.
Quando colocamos algo ou alguém em igualdade ou acima do Senhor
praticamos a idolatria, este pecado gravíssimo é algo muito natural nos
nossos dias, a humanidade em várias gerações, vem praticando este erro sem
o devido entendimento das consequências que virão sobre ela.
As escrituras sagradas afirmam que os que insistirem nessa prática não
herdarão o reino de Deus: “Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos
abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feitiçeiros, e aos
idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com
fogo e enxofre; o que é a segunda morte”( Ap- 21:8 ).
Porém a mesma escritura diz que se houver arrependimento e abandono do
pecado, O senhor Deus em sua grandiosa misericórdia perdoará e reberá
como um filho amado o ofensor (1 Jo – 1:7-9).
Não se sabe ao certo quando a idolatria começou, tudo indica , que esta Prática foi iniciada
nos zigurates(templos) da antiga mesopotâmia através dos:Assírios, Sumérios e Babilônios.
Esta construção tinha o formato de uma pirâmide, porém com a presença de espécies
de degraus. Os zigurates possuíam de 3 a 6 andares. Eram construídos de pedra ou de
tijolos cozidos ao sol. A entrada era feita através do topo do templo, sendo que o
acesso ocorria através de uma rampa espiralada, construída nas paredes externas do
zigurate.
Sua função religiosa era muito importante, pois os antigos Mesopotâmicos
acreditavam que os zigurates serviam de morada para os “ deuses”. Através destas
construções, acreditavam que os “deuses” estariam mais perto da sociedade. Logo,
somente os sacerdotes poderiam acessar as partes internas do zigurate.
Os povos da antiguidade possuíam objetos representativos de suas “divindades”, como
um ponto focal de adoração. Em geral, o “deus” maior nessas crenças idolátricas era
o sol.
Portanto, como o berço da civilização era a Mesopotâmia, logo a idolatria avançou por
todo o oriente, alcançando o Egito e por fim as antigas civilizações do mundo, as
escrituras nos mostram alguns exemplos da expansão da idolatria no mundo
antigo.(Gn – 11:1-7 ; 31:19).
ZIGURATE
NINROD FOI ADORADO COMO O “deus – sol”
PELOS ANTIGOS BABILÔNIOS.
A idolatria Começou quando a igreja que fora perseguida nos três primeiros séculos,
pelos Judeus e depois de forma mais forte pelos Romanos se uni ao estado, se
corrompendo e incorporando os seus costumes pagãos( idolatria , objetos e festividades).
Introduziu o culto a Maria em 431, posteriormente no segundo concílio de Nicéia, realizado
em 787, declarou a legitimidade de utilizar imagens, usando o pretexto de respeito, veneração e até
mesmo a alfabetização dos fiéis.
Porém o dicionário Michaelis diz que: veneração é prestar culto, já o Aurélio é mais claro
quando diz que : veneração é adoração, o que é na verdade condenado pelo próprio Jesus
Cristo (Sl- 90:2 ; Mt- 4:10 ; Lc- 1:46-49 e 1 Tm- 2:5).
(ÊXODO – CAPÍTULO – 20:1-5)
1 Então falou Deus todas estas palavras, dizendo:
2 Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
3 Não terás outros “deuses” diante de mim.
4 Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos
céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5 Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus
zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles
que me odeiam.
Apesar de todas as advertências das escrituras, a igreja evangélica com Algumas
exceções, está partindo para o mesmo caminho, e o pior de tudo é que muitos não estão
enxergando a gravidade do caso. outros estão com a mesma desculpas dos Romanistas: “é
apenas prestar honra”.
A igreja evangélica está adorando os seus ídolos; cantores, pastores e também os objetos
sagrados como: sabão ungido, arca da aliança, rosa do puxamento, banho do descarrego,
sal grosso, etc..., Adotando no seu culto todo tipo de sincretismo religioso, proveniente do
catolicismo, espiritismo e até mesmo do candomblé.
É chocante ver nos dias atuais, o afastamento da igreja evangélica das escrituras sagradas,
vale mais as experiências individuais, os dons, a psicologia, a filosofia e a palavra dos
homens que a Palavra de Deus.
Nos últimos dias saíram duas pesquisas, uma dizia que: “o facebook é mais usado que a
Bíblia pelos Cristãos”, a outra afirmava que : “a cultura secular tem mais influência sobre
os Cristãos do que a Bíblia Sagrada”.
É lamentável ver essa situação na igreja, chegamos ao ponto ter pastores tão vaidosos, que
não se contentam mais com a ordenação pastoral, querem ser apóstolos e até mesmo
papas(patriarcas), o problema não para por aí, eles estão colocando as suas fotos ou os
seus nomes na placa da igreja, no altar e também no púlpito, se glorificando e sendo
adorados pelo povo de Deus, o que segundo as escrituras se configura em algo muito grave:
a famigerada “idolatria gospel”(Is- 42:8; Mt – 4:10; 1 Tm- 2:5 ; 2 Tm- 4:3-4 ; 2 Pe- 2:1).
Não podemos ser omissos ou covardes(Rm- 1:32), apenas achar errado ou Ficar em
oração não é o sufiente, os profetas e os apóstolos oravam e pregavam( agiam ), se
você que está lendo este texto está praticando Involuntariamente a idolatria gospel,
por favor meu irmão se arrependa e abandone esta prática, pois os que praticam tais
coisas não herdarão o reino de Deus( Gl- 5:19-23).
Amado leitor, qual é diferença entre a idolatria gospel e a idolatria católica?
Nenhuma, pois o pecado é o mesmo, devemos pois romper com este sistema corrupto
e corruptor e nos voltar as escrituras, como a nossa regra de fé e prática.
Procure uma igreja que prega o verdadeiro evangelho de Cristo, pois a apostasia
chegou e o Senhor está voltando para buscar os seus fiéis, esteja entre aqueles que
não se dobram a idolatria gospel, na verdade do jeito que está, já não há mais moral
para falar de qualquer religião idolátra( Rm- 12:1-2).
Obs: não sou contrário a tudo que é Bíblico, mais sim aos exageros, Ainda há igrejas
verdadeiras.
VOLTEMOS AO EVANGELHO!
A idolatria na Igreja Evangélica
A idolatria na Igreja Evangélica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Introdução bíblica
Introdução bíblicaIntrodução bíblica
Introdução bíblica
 
O pentateuco
O pentateucoO pentateuco
O pentateuco
 
Panorama do AT - Gênesis
Panorama do AT - GênesisPanorama do AT - Gênesis
Panorama do AT - Gênesis
 
8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos8. epístola de paulo aos romanos
8. epístola de paulo aos romanos
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
 
Os Livros Da BíBlia
Os Livros Da BíBliaOs Livros Da BíBlia
Os Livros Da BíBlia
 
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas HeresiasLição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
 
Caráter
CaráterCaráter
Caráter
 
Os dez mandamentos do Senhor
Os dez mandamentos do SenhorOs dez mandamentos do Senhor
Os dez mandamentos do Senhor
 
Homilética arte de pregar
Homilética   arte de pregar Homilética   arte de pregar
Homilética arte de pregar
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
 
Panorama do AT - Levítico
Panorama do AT - LevíticoPanorama do AT - Levítico
Panorama do AT - Levítico
 
HERESIOLOGIA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
 
Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01
 
Cristologia aula04
Cristologia aula04Cristologia aula04
Cristologia aula04
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
 

Destaque

Heresias e modismos - pragmatismo religioso
Heresias e modismos - pragmatismo religiosoHeresias e modismos - pragmatismo religioso
Heresias e modismos - pragmatismo religiosoDaniel M Junior
 
Dízimo: Obreiros da iniquidade
Dízimo: Obreiros da iniquidadeDízimo: Obreiros da iniquidade
Dízimo: Obreiros da iniquidade130180
 
Dizimos e-ofertas-idolatria-evangelica
Dizimos e-ofertas-idolatria-evangelicaDizimos e-ofertas-idolatria-evangelica
Dizimos e-ofertas-idolatria-evangelicaEverton de Jesus
 
Ensinai seitas e heresias 04
Ensinai seitas e heresias 04Ensinai seitas e heresias 04
Ensinai seitas e heresias 04Nivaldo R. Santos
 
35 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...
35   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...35   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...
35 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...Robson Tavares Fernandes
 
34 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)
34   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)34   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)
34 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)Robson Tavares Fernandes
 
“A fé é pelo ouvir”
“A fé é pelo ouvir”“A fé é pelo ouvir”
“A fé é pelo ouvir”JUERP
 
Estudo SuíçA Heresias
Estudo SuíçA HeresiasEstudo SuíçA Heresias
Estudo SuíçA Heresiasguest1b3a53
 
SEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMO
SEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMOSEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMO
SEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMOLeonam dos Santos
 
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...Sergio Silva
 
Lição 4 por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...
Lição 4   por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...Lição 4   por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...
Lição 4 por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...Sergio Silva
 
A Luta Contra o Pecado
A Luta Contra o PecadoA Luta Contra o Pecado
A Luta Contra o PecadoJUERP
 
Apresentaã§ã£o seitas e heresias
Apresentaã§ã£o seitas e heresiasApresentaã§ã£o seitas e heresias
Apresentaã§ã£o seitas e heresiasEscol Dominical
 
Ensino Religioso Hinduísmo
Ensino Religioso HinduísmoEnsino Religioso Hinduísmo
Ensino Religioso Hinduísmoiraciva
 
Seitas e-heresias-aula-05-nova-era
Seitas e-heresias-aula-05-nova-eraSeitas e-heresias-aula-05-nova-era
Seitas e-heresias-aula-05-nova-eraadão Ferreira
 
Elias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baalElias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baalMoisés Sampaio
 

Destaque (20)

Heresias e modismos - pragmatismo religioso
Heresias e modismos - pragmatismo religiosoHeresias e modismos - pragmatismo religioso
Heresias e modismos - pragmatismo religioso
 
Dízimo: Obreiros da iniquidade
Dízimo: Obreiros da iniquidadeDízimo: Obreiros da iniquidade
Dízimo: Obreiros da iniquidade
 
Dizimos e-ofertas-idolatria-evangelica
Dizimos e-ofertas-idolatria-evangelicaDizimos e-ofertas-idolatria-evangelica
Dizimos e-ofertas-idolatria-evangelica
 
Seitas e heresias cristãs primitivas
Seitas e heresias cristãs primitivasSeitas e heresias cristãs primitivas
Seitas e heresias cristãs primitivas
 
A influencia do pragmatismo na teologia
A influencia do pragmatismo na teologiaA influencia do pragmatismo na teologia
A influencia do pragmatismo na teologia
 
Ensinai seitas e heresias 04
Ensinai seitas e heresias 04Ensinai seitas e heresias 04
Ensinai seitas e heresias 04
 
35 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...
35   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...35   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...
35 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 2 - Marco F...
 
34 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)
34   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)34   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)
34 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 1)
 
“A fé é pelo ouvir”
“A fé é pelo ouvir”“A fé é pelo ouvir”
“A fé é pelo ouvir”
 
Seitas Evangélicas
Seitas EvangélicasSeitas Evangélicas
Seitas Evangélicas
 
Estudo SuíçA Heresias
Estudo SuíçA HeresiasEstudo SuíçA Heresias
Estudo SuíçA Heresias
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
 
SEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMO
SEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMOSEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMO
SEITAS E HERESIAS - HINDUÍSMO
 
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
Lição 6 - A verdadeira igreja - 2º quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Reli...
 
Lição 4 por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...
Lição 4   por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...Lição 4   por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...
Lição 4 por que estudar seitas e heresias - 2º quadrimestre 2012 - ebd - re...
 
A Luta Contra o Pecado
A Luta Contra o PecadoA Luta Contra o Pecado
A Luta Contra o Pecado
 
Apresentaã§ã£o seitas e heresias
Apresentaã§ã£o seitas e heresiasApresentaã§ã£o seitas e heresias
Apresentaã§ã£o seitas e heresias
 
Ensino Religioso Hinduísmo
Ensino Religioso HinduísmoEnsino Religioso Hinduísmo
Ensino Religioso Hinduísmo
 
Seitas e-heresias-aula-05-nova-era
Seitas e-heresias-aula-05-nova-eraSeitas e-heresias-aula-05-nova-era
Seitas e-heresias-aula-05-nova-era
 
Elias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baalElias e os profetas de baal
Elias e os profetas de baal
 

Semelhante a A idolatria na Igreja Evangélica

Lição 4 - Não farás imagens de esculturas
Lição 4 - Não farás imagens de esculturasLição 4 - Não farás imagens de esculturas
Lição 4 - Não farás imagens de esculturasAdriano Pascoa
 
Lição 2 os perigos do desvio espiritual
Lição 2   os perigos do desvio espiritualLição 2   os perigos do desvio espiritual
Lição 2 os perigos do desvio espiritualprvladimir
 
Ecumenismo
EcumenismoEcumenismo
Ecumenismolutero7
 
Os jesuitas rastros de sangue -suas pegadas na historia
Os jesuitas   rastros de sangue -suas pegadas na historiaOs jesuitas   rastros de sangue -suas pegadas na historia
Os jesuitas rastros de sangue -suas pegadas na historiaREFORMADOR PROTESTANTE
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismolucena
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismolucena
 
Um Chamado à Separação - A. W. Pink
Um Chamado à Separação - A. W. PinkUm Chamado à Separação - A. W. Pink
Um Chamado à Separação - A. W. PinkSilvio Dutra
 
A SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdf
A SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdfA SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdf
A SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdfNelson Pereira
 
Sexualidade e reformissão mark driscoll
Sexualidade e reformissão   mark driscollSexualidade e reformissão   mark driscoll
Sexualidade e reformissão mark driscollwww.osEXgays.com
 
Isis sem véu 3 h p blavatsky
Isis sem véu 3   h p blavatskyIsis sem véu 3   h p blavatsky
Isis sem véu 3 h p blavatskyNunes 777
 

Semelhante a A idolatria na Igreja Evangélica (20)

Lição 4 - Não farás imagens de esculturas
Lição 4 - Não farás imagens de esculturasLição 4 - Não farás imagens de esculturas
Lição 4 - Não farás imagens de esculturas
 
Idolatria Moderna
Idolatria ModernaIdolatria Moderna
Idolatria Moderna
 
Escatologia
Escatologia  Escatologia
Escatologia
 
Lição 2 os perigos do desvio espiritual
Lição 2   os perigos do desvio espiritualLição 2   os perigos do desvio espiritual
Lição 2 os perigos do desvio espiritual
 
Ecumenismo
EcumenismoEcumenismo
Ecumenismo
 
Os jesuitas rastros de sangue -suas pegadas na historia
Os jesuitas   rastros de sangue -suas pegadas na historiaOs jesuitas   rastros de sangue -suas pegadas na historia
Os jesuitas rastros de sangue -suas pegadas na historia
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Um Chamado à Separação - A. W. Pink
Um Chamado à Separação - A. W. PinkUm Chamado à Separação - A. W. Pink
Um Chamado à Separação - A. W. Pink
 
Tempo de Apostasia
Tempo de ApostasiaTempo de Apostasia
Tempo de Apostasia
 
(15) seitas e heresias
(15) seitas e heresias(15) seitas e heresias
(15) seitas e heresias
 
Catolicismo romano brain schwertley
Catolicismo romano   brain schwertleyCatolicismo romano   brain schwertley
Catolicismo romano brain schwertley
 
Catolicismo romano brain schwertley
Catolicismo romano   brain schwertleyCatolicismo romano   brain schwertley
Catolicismo romano brain schwertley
 
As oito características do crente como luz
As oito características do crente como luzAs oito características do crente como luz
As oito características do crente como luz
 
O ULTIMO ENGANO DE SATANÁS.ppt
O ULTIMO ENGANO DE SATANÁS.pptO ULTIMO ENGANO DE SATANÁS.ppt
O ULTIMO ENGANO DE SATANÁS.ppt
 
A SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdf
A SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdfA SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdf
A SATÂNICA BABILÔNIA MODERNA AVANÇA .pdf
 
Religiões Vociferantes
Religiões VociferantesReligiões Vociferantes
Religiões Vociferantes
 
Vociferantes
VociferantesVociferantes
Vociferantes
 
Sexualidade e reformissão mark driscoll
Sexualidade e reformissão   mark driscollSexualidade e reformissão   mark driscoll
Sexualidade e reformissão mark driscoll
 
Isis sem véu 3 h p blavatsky
Isis sem véu 3   h p blavatskyIsis sem véu 3   h p blavatsky
Isis sem véu 3 h p blavatsky
 

Mais de Leonam dos Santos (20)

Sindrome de Lúcifer
Sindrome de LúciferSindrome de Lúcifer
Sindrome de Lúcifer
 
Dias melhores
Dias melhoresDias melhores
Dias melhores
 
Como identificar uma seita
Como identificar uma seitaComo identificar uma seita
Como identificar uma seita
 
Acordem!
Acordem!Acordem!
Acordem!
 
Terceiro templo
Terceiro temploTerceiro templo
Terceiro templo
 
Sinais do anticristo
Sinais do anticristoSinais do anticristo
Sinais do anticristo
 
Síndrome de Lúcifer
Síndrome de LúciferSíndrome de Lúcifer
Síndrome de Lúcifer
 
Dias melhores
Dias melhoresDias melhores
Dias melhores
 
É hora de acordar!
É hora de acordar!É hora de acordar!
É hora de acordar!
 
FOLHETOS PARA EVANGELISMO
FOLHETOS PARA EVANGELISMOFOLHETOS PARA EVANGELISMO
FOLHETOS PARA EVANGELISMO
 
04- DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
04-  DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO04-  DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
04- DISCIPULADO NO NOVO TESTAMENTO
 
03- A ORIGEM DO DISCIPULADO
03-  A ORIGEM DO DISCIPULADO03-  A ORIGEM DO DISCIPULADO
03- A ORIGEM DO DISCIPULADO
 
Cuidado com os Neo-Gnósticos
Cuidado com os Neo-GnósticosCuidado com os Neo-Gnósticos
Cuidado com os Neo-Gnósticos
 
02 - JESUS E O DISCIPULADO
02 - JESUS E O DISCIPULADO02 - JESUS E O DISCIPULADO
02 - JESUS E O DISCIPULADO
 
01- DISCIPULADO
01- DISCIPULADO01- DISCIPULADO
01- DISCIPULADO
 
O Anticristo Será Muçulmano?
O Anticristo Será Muçulmano?O Anticristo Será Muçulmano?
O Anticristo Será Muçulmano?
 
Quem tem razão?
Quem tem razão?Quem tem razão?
Quem tem razão?
 
TERCEIRA GUERRA - PARTE 2
TERCEIRA GUERRA - PARTE 2TERCEIRA GUERRA - PARTE 2
TERCEIRA GUERRA - PARTE 2
 
HIPOCRISIA
HIPOCRISIAHIPOCRISIA
HIPOCRISIA
 
O SEGREDO DA SABEDORIA
O SEGREDO DA SABEDORIAO SEGREDO DA SABEDORIA
O SEGREDO DA SABEDORIA
 

Último

Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxLuisCarlosAlves10
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 

Último (20)

Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptxRomero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
Romero Britto - biografia 6º ano (1).pptx
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 

A idolatria na Igreja Evangélica

  • 1. POR: PB. LEONAM DOS SANTOS
  • 2. A palavra idolatria (gr. Eidololatria) significa: adoração ou confiança exarcebada em ídolos, pessoas, espíritos ou objetos. Quando colocamos algo ou alguém em igualdade ou acima do Senhor praticamos a idolatria, este pecado gravíssimo é algo muito natural nos nossos dias, a humanidade em várias gerações, vem praticando este erro sem o devido entendimento das consequências que virão sobre ela. As escrituras sagradas afirmam que os que insistirem nessa prática não herdarão o reino de Deus: “Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feitiçeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte”( Ap- 21:8 ). Porém a mesma escritura diz que se houver arrependimento e abandono do pecado, O senhor Deus em sua grandiosa misericórdia perdoará e reberá como um filho amado o ofensor (1 Jo – 1:7-9).
  • 3. Não se sabe ao certo quando a idolatria começou, tudo indica , que esta Prática foi iniciada nos zigurates(templos) da antiga mesopotâmia através dos:Assírios, Sumérios e Babilônios. Esta construção tinha o formato de uma pirâmide, porém com a presença de espécies de degraus. Os zigurates possuíam de 3 a 6 andares. Eram construídos de pedra ou de tijolos cozidos ao sol. A entrada era feita através do topo do templo, sendo que o acesso ocorria através de uma rampa espiralada, construída nas paredes externas do zigurate. Sua função religiosa era muito importante, pois os antigos Mesopotâmicos acreditavam que os zigurates serviam de morada para os “ deuses”. Através destas construções, acreditavam que os “deuses” estariam mais perto da sociedade. Logo, somente os sacerdotes poderiam acessar as partes internas do zigurate. Os povos da antiguidade possuíam objetos representativos de suas “divindades”, como um ponto focal de adoração. Em geral, o “deus” maior nessas crenças idolátricas era o sol. Portanto, como o berço da civilização era a Mesopotâmia, logo a idolatria avançou por todo o oriente, alcançando o Egito e por fim as antigas civilizações do mundo, as escrituras nos mostram alguns exemplos da expansão da idolatria no mundo antigo.(Gn – 11:1-7 ; 31:19).
  • 4. ZIGURATE NINROD FOI ADORADO COMO O “deus – sol” PELOS ANTIGOS BABILÔNIOS.
  • 5. A idolatria Começou quando a igreja que fora perseguida nos três primeiros séculos, pelos Judeus e depois de forma mais forte pelos Romanos se uni ao estado, se corrompendo e incorporando os seus costumes pagãos( idolatria , objetos e festividades). Introduziu o culto a Maria em 431, posteriormente no segundo concílio de Nicéia, realizado em 787, declarou a legitimidade de utilizar imagens, usando o pretexto de respeito, veneração e até mesmo a alfabetização dos fiéis. Porém o dicionário Michaelis diz que: veneração é prestar culto, já o Aurélio é mais claro quando diz que : veneração é adoração, o que é na verdade condenado pelo próprio Jesus Cristo (Sl- 90:2 ; Mt- 4:10 ; Lc- 1:46-49 e 1 Tm- 2:5). (ÊXODO – CAPÍTULO – 20:1-5) 1 Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: 2 Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. 3 Não terás outros “deuses” diante de mim. 4 Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. 5 Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
  • 6. Apesar de todas as advertências das escrituras, a igreja evangélica com Algumas exceções, está partindo para o mesmo caminho, e o pior de tudo é que muitos não estão enxergando a gravidade do caso. outros estão com a mesma desculpas dos Romanistas: “é apenas prestar honra”. A igreja evangélica está adorando os seus ídolos; cantores, pastores e também os objetos sagrados como: sabão ungido, arca da aliança, rosa do puxamento, banho do descarrego, sal grosso, etc..., Adotando no seu culto todo tipo de sincretismo religioso, proveniente do catolicismo, espiritismo e até mesmo do candomblé. É chocante ver nos dias atuais, o afastamento da igreja evangélica das escrituras sagradas, vale mais as experiências individuais, os dons, a psicologia, a filosofia e a palavra dos homens que a Palavra de Deus. Nos últimos dias saíram duas pesquisas, uma dizia que: “o facebook é mais usado que a Bíblia pelos Cristãos”, a outra afirmava que : “a cultura secular tem mais influência sobre os Cristãos do que a Bíblia Sagrada”. É lamentável ver essa situação na igreja, chegamos ao ponto ter pastores tão vaidosos, que não se contentam mais com a ordenação pastoral, querem ser apóstolos e até mesmo papas(patriarcas), o problema não para por aí, eles estão colocando as suas fotos ou os seus nomes na placa da igreja, no altar e também no púlpito, se glorificando e sendo adorados pelo povo de Deus, o que segundo as escrituras se configura em algo muito grave: a famigerada “idolatria gospel”(Is- 42:8; Mt – 4:10; 1 Tm- 2:5 ; 2 Tm- 4:3-4 ; 2 Pe- 2:1).
  • 7. Não podemos ser omissos ou covardes(Rm- 1:32), apenas achar errado ou Ficar em oração não é o sufiente, os profetas e os apóstolos oravam e pregavam( agiam ), se você que está lendo este texto está praticando Involuntariamente a idolatria gospel, por favor meu irmão se arrependa e abandone esta prática, pois os que praticam tais coisas não herdarão o reino de Deus( Gl- 5:19-23). Amado leitor, qual é diferença entre a idolatria gospel e a idolatria católica? Nenhuma, pois o pecado é o mesmo, devemos pois romper com este sistema corrupto e corruptor e nos voltar as escrituras, como a nossa regra de fé e prática. Procure uma igreja que prega o verdadeiro evangelho de Cristo, pois a apostasia chegou e o Senhor está voltando para buscar os seus fiéis, esteja entre aqueles que não se dobram a idolatria gospel, na verdade do jeito que está, já não há mais moral para falar de qualquer religião idolátra( Rm- 12:1-2). Obs: não sou contrário a tudo que é Bíblico, mais sim aos exageros, Ainda há igrejas verdadeiras. VOLTEMOS AO EVANGELHO!