Empresas apresentam alta taxa de sobrevivência na região de Bauru

265 visualizações

Publicada em

Durante coletiva de imprensa o diretor do Sebrae-SP, Bruno Caetano, anunciou que na região de Bauru, das empresas registradas no CNPJ em 2005, 72,2% conseguem sobreviver após dois anos no mercado. O número está próximo da média de 74,4% constatada em todo o Estado de São Paulo. Para 2006, verificou-se um aumento na taxa de sobrevivência na região de Bauru para 75,7%, enquanto a média paulista foi de 77%.
(Apresentação feita em março de 2013)

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
265
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Empresas apresentam alta taxa de sobrevivência na região de Bauru

  1. 1. Taxa de Sobrevivência de Empresas Região de Bauru Empresas registradas em 2005 e 2006 Março| 2013
  2. 2. Região atendida pelo ER de Bauru: Agudos, Arealva, Avaí, Balbinos, Bariri, Barra Bonita, Bauru,Bocaina, Boracéia, Borebi, Cabrália Paulista, Cafelândia, Dois Córregos, Duartina, Guaiçara, Guarantã, Iacanga, Igaraçu do Tietê, Itaju, Itapuí, Jaú, Lençóis Paulista, Lins, Lucianópolis,Macatuba, Mineiros do Tietê, Paulistânia, Pederneiras, Pirajuí,Piratininga, Pongaí, Presidente Alves, Promissão, Reginópolis, Sabino, Ubirajara e UruForam selecionadas empresas que tiveram inicio das atividades em 2005 e 2006, para que pudéssemos acompanhar a sobrevivência do negócio por dois anos. A pesquisa também leva em consideração a entrega da declaração de renda no ano seguinte, a fim de comprovar que elas estavam ainda em atividade.
  3. 3. Ambiente EmpreendedorLei Geral Lei aprovada em 2012 - 19 municípios: Bauru, Agudos,Macatuba, Lençóis Paulista, Dois Córregos, Mineiros do Tietê,Barra Bonita, Igaraçu do Tietê, Bocaina, Bariri, Iacanga,Presidente Alves, Lins, Guarantã, Guaiçara, Promissão,Duartina, Pederneiras e Jaú Lei implementada em 2012 - 3 municípios: Bauru, LençóisPaulista e Lins Foco de implementação no ano de 2013 – 3 municípios:Agudos, Macatuba e Guaiçara
  4. 4. Metodologia Para um dado ano, a taxa de sobrevivência foi definida como a relação entre o número de empresas sobreviventes após dois anos no mercado e o número de empresas que obtiveram registro no CNPJ no ano.• O número de empresas sobreviventes foi definido como o número de empresas consideradas ativas no cadastro da Receita Federal do Brasil (RFB) e que entregaram a declaração de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) nos dois anos seguintes.• Foram consideradas as empresas com registro no CNPJ, matrizes, de capital nacional, com natureza jurídica de atividade mercantil. Os setores abrangidos no estudo são: comércio, indústria e serviços.• De acordo com essa metodologia, na região de Bauru, em 2005, 4.051 empresas obtiveram registro no CNPJ (2,7% das empresas registradas no CNPJ, no estado de São Paulo, no ano). Em 2006, foram 3.477 empresas com registro no CNPJ (2,4% dos registros paulistas no CNPJ, no ano).
  5. 5. Sobrevivência das empresas no BrasilFonte: Sebrae-NA. Taxa de sobrevivências das empresas no Brasil.
  6. 6. Taxa de Sobrevivência das empresas por Estado90% 79% 79% 79% 78% 77%80% 76% 75% 75% 75% 74% 73% 73% 73% 73% 72% 72% 71% 70% 70% 68% 68% 68% 67%70% 65% 64% 62% 60% 59% 58%60%50%40%30%20%10%0% RJ MG MT ES DF RS MA BA MS PA SP AM AL AP PB RN CE PI SC TO PR SE GO AC RR BR RO Bauru PE Fonte: Sebrae-NA. Taxa de sobrevivências das empresas no Brasil.
  7. 7. Taxas de sobrevivência empresas registradas em 2005 e 2006 Região de Bauru76 75.7757473 72.2727170 2005 2006 Fonte: Elaborado pelo Sebrae-SP a partir de dados da RFB.
  8. 8. Taxas de sobrevivência empresas registradas em 2005 e 2006 Por Região de Bauru Setores 78 77 76.7 76 75 74.4 74 74 73.2 73 72.4 72 71.6 71 70 69 Indústria Comércio Serviços 2005 2006Fonte: Elaborado pelo Sebrae-SP/ Inteligência de Mercado/ Pesquisas Econômicas a partir de dados da RFB.
  9. 9. Ações do SebraeAgronegócios 2012:CaféDois Córregos com 12 propriedades ruraisOlericulturaLins e Promissão com 30 propriedades ruraisPirajuí, Uru e Balbinos com 30 propriedades ruraisPederneiras com 15 propriedades ruraisCana-de-açúcarBariri com 70 propriedades ruraisComércio Varejista3 Municípios, 51 empresas atendidas
  10. 10. Ações do SebraeAgronegócios 2013CaféDois Córregos com 10 propriedades ruraisOlericulturaLins e Promissão com 20 propriedades ruraisPirajuí, Uru e Balbinos com 30 propriedades ruraisPederneiras com 15 propriedades ruraisGuarantã com 12 propriedades rurais
  11. 11. Ações do SebraeProjetado para 2013LeiteBalbinos, Guarantã, Iacanga, Pongaí, Pirajuí, Reginópolis e Uru com 105 propriedades ruraisTurismo: Circuito turístico “Caminhos do Centro Oeste Paulista”10 municípiosPMC – Cadeia de Calçados Femininos Jaúindústrias participantesAPL do Calçados Femininos Jaú: 40 empresas participantesComércio varejista - 20136 municípios com média de 20 empresas por município
  12. 12. Ações do SebraeEventos especiais em 2012Fomenta RegionalBauruCenários 2012 – OportunidadesBauruEncontro Regional Café e Cana de AçúcarDois CórregosFórum de Educação Empreendedora/ Encontro regional ER´s/ Fórum deCompetitividadeJaúI Projeto Comprador de Calçados Femininos de JauJaú
  13. 13. Ações do SebraeEventos especiais em 2012Semana da IndústriaJaúSeminário de OlericulturaLinsRodada de Agronegócios RegionalLins e JaúEncontros Agro13 encontros, 11 municípios antendidosFAEPIRA – Feira Agropecuária e Empresarial de Pirajuí (Parceiro)PirajuíAGRIFAM - Feira da Agricultura Familiar (Parceiro)Lençóis Paulista
  14. 14. Ações do SebraeEventos especiais em 2013Fórum do Circuito Turístico “Caminhos do Centro Oeste Paulista”/ Lançamento doII catálogo de negócios do circuito turístico/ Como Vender Para os ÓrgãosGovernamentais (já realizado)BauruFAEPIRA – Feira Agropecuária e Empresarial de Pirajuí (Parceiro)PirajuíAGRIFAM - Feira da Agricultura Familiar (Parceiro)Lençóis PaulistaSeminário de OlericulturaLins
  15. 15. Ações do SebraeEventos especiais em 2013Encontros Agro6 encontros, 6 municípios atendidosEncontro Regional Café e Cana de AçúcarDois Córregos
  16. 16. Ações do SebraePROJETOS E PROGRAMAS 2012 E 2013Agronegócios: Programa AgroSebrae (36 meses – Foco no mercado)Café - certificação “fair trade”OlericulturaLeiteTurismo: Circuito turístico “Caminhos do Centro Oeste Paulista”Seminários de inovação em tendências na gestão de meios de alimentação fora dolar nos 10 municípios participantes do projetoRealização de compra conjunta com o grupo de alimentação fora do lar - BauruPMC – Cadeia de Calçados Femininos JaúAPL do Calçados Femininos Jaú:Projeto Comércio/Vestuário: Material de Construção
  17. 17. Ações do SebraePROJETOS E PROGRAMAS 2012 E 2013Projeto Serviços: Alimentação fora do lar – 80 empresas prospectadasOficina Mecânica – 250 empresas prospectadasProjeto de Indústria: Confecção-Alimentos-Móveis-EPI-Metal MecânicoPrograma ALI – Inovação : 22 agentes credenciados – meta 1.100 indústrias –período de atuação 2013/2014.
  18. 18. Orientações do Sebrae para reduzir Mortalidade Identificação da oportunidade de negócio identificar seu diferencial ter afinidade e gostar de atuar no segmento escolhido buscar conhecimento atualizado do ramo avaliar oportunidades de negócios pertinentes Estudo de viabilidade Mercado: estudar demanda, fornecedores, concorrência Finanças: investimento inicial, preço justo para cobrir os custos e gerar lucro Capacitação Empresarial profissionalização continuada da gestão perfil empreendedorFonte: Sebrae-NA. Taxa de sobrevivências das empresas no Brasil.
  19. 19. 10 Dicas para Reduzir a Mortalidade de Empresas1 Planeje-se sempre2 Respeite sua capacidade financeira3 Não misture as finanças da empresa com finanças pessoais4 Fique de olho na concorrência5 Prospecte novos fornecedores6 Tenha controle do seu estoque7 Marketing não se resume a anúncio, invista em outras estratégias8 Inove, mesmo que seja um produto/serviço de sucesso9 Invista sempre na formação empresarial10 Seja fiel aos seus valores e do seu negócio Fonte: Sebrae-NA. Taxa de sobrevivências das empresas no Brasil.
  20. 20. Obrigadobcaetano@sebraesp.com.br twitter.com/bcaetano facebook.com/bcaetano1

×