Introdução ao tratamento de exceções(Try-Catch)

161 visualizações

Publicada em

Explicação curta e rápida sobre o tratamento de exceções.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
161
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução ao tratamento de exceções(Try-Catch)

  1. 1. Tratamento de Exceções Tratamento de Erro Comandos Try, Catch e Finally 15/07/15 André Martins IV3
  2. 2. Exceções: ● São erros não esperados que ocorrem durante a execução de um programa. ● São causados por erro de lógica ou pelo acesso a dispositivos ou arquivos externos. ● Também ocorre quando a entrada de dados não é compatível com o tipo de dado esperado. ● Existem vários tipos de exceções, sendo também possível criar a própria exceção para um caso mais específico.
  3. 3. Tratando Exceções: ● As exceções podem ser tratada, fazendo assim que a execução do programa não seja interrompida. ● O tratamento deve ser feitos em locais no código em que existe a possibilidade de serem lançadas exceções. Ex: Consulta no banco, arquivos, entrada de dados, etc.
  4. 4. Try, Catch e Finally ● Try é o comando utilizado no trecho de código que pode vir a lançar exceções ● Catch é usado para uma ação a ser tomada caso alguma exceção seja lançada. ● Finally é usado no trecho de código que sempre é executado, se uma exceção for lançada ou não.
  5. 5. Exemplo de sintaxe: ● Try{ //Trecho de código com possível exceção } ● Catch(TipoDeExcecao variavel){ //Ação a ser tomada no caso de tipo de exceção específico } ● Finally{ // Trecho que sempre vai ser executado, com ou sem exceção }

×