História da Descoberta da Circulação Linfática Thyessa Neiva Martins Brasília – DF 2007
<ul><li>Século XVII: Aconteceu a descoberta dos vasos linfáticos e o reconhecimento do sistema linfático. </li></ul><ul><l...
<ul><li>Mas foi em 1627,  Aseilius , foi o primeiro a se referir ao sistema de vasos linfáticos (ao fazer dissecções de cã...
<ul><li>Em 1863, Von Recklinghausen foi quem  sugeriu que os capilares linfáticos captavam o líquido intersticial por meio...
<ul><li>Em 1896, Saxer descreveu os sacos linfáticos jugulares. </li></ul><ul><li>Mais ou menos na mesma época, William Hi...
<ul><li>Em 1905, Lewis afirmou que os sacos linfáticos se separam de suas veias de origem no estágio do embrião e voltam a...
<ul><li>Em 1931, Kampmeier sugere uma terceira hipótese para a linfaticogênese.  </li></ul><ul><li>Porem, apesar de até ho...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Historia da medicina - História da descoberta da circulação linfática

2.306 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Historia da medicina - História da descoberta da circulação linfática

  1. 1. História da Descoberta da Circulação Linfática Thyessa Neiva Martins Brasília – DF 2007
  2. 2. <ul><li>Século XVII: Aconteceu a descoberta dos vasos linfáticos e o reconhecimento do sistema linfático. </li></ul><ul><li>Hipócrates já havia feito referências ao &quot;sangue branco“. </li></ul><ul><li>Após Hipócrates, Aristóteles descreveu estruturas contendo um &quot;fluido incolor“. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Mas foi em 1627, Aseilius , foi o primeiro a se referir ao sistema de vasos linfáticos (ao fazer dissecções de cães). </li></ul><ul><li>Depois de Aseilius, vários outros autores, como, Van Horne, Leyden, Vesalius, Bartholinus, Rudbeck entre outros, fizeram o reconhecimento dos vasos linfáticos, e o conceituaram como um sistema. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Em 1863, Von Recklinghausen foi quem sugeriu que os capilares linfáticos captavam o líquido intersticial por meio de estomatas em suas paredes. </li></ul><ul><li>William His afirmava serem os tubos linfáticos elementos de um sistema estruturalmente fechado. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Em 1896, Saxer descreveu os sacos linfáticos jugulares. </li></ul><ul><li>Mais ou menos na mesma época, William His, demonstrou que o sistema vascular é formado pela invasão de capilares sanguíneos oriundos do saco vitelino (esta hipótese foi aplicada ao sistema linfático, sob a forma de &quot;teoria centrífuga&quot;, por Florence Sabin). </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Em 1905, Lewis afirmou que os sacos linfáticos se separam de suas veias de origem no estágio do embrião e voltam a se conectar em um outro estágio. </li></ul><ul><li>Em 1910, Huntington e McLure contestaram esta hipótese ontogenética e criaram a &quot;teoria centrípeta&quot; para explicar a origem dos vasos linfáticos. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Em 1931, Kampmeier sugere uma terceira hipótese para a linfaticogênese. </li></ul><ul><li>Porem, apesar de até hoje os vasos linfáticos serem menos estudados que os vasos sangüíneos, já são muito conhecidos. </li></ul>

×