Casca de ovo composição

445 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
445
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Casca de ovo composição

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE ALIMENTOS Valorização de Resíduos Sólidos: Casca de Ovos como Matéria-Prima no Desenvolvimento de Novos Produtos M té i P i D l i t d N P d t Daniela Oliveira; Patrícia Benelli; Edna Regina Amante
  2. 2. Produção mundial de ovos - 59,2 milhões de toneladas China - 41,1%. CASCAS = RESÍDUOS SÓLIDOS ~ 10 % APLICAÇÃO INSIGNIFICANTE EM PRODUTOS DE BAIXO VALOR AGREGADO media.ebaumsworld.com/picture/R2D2/strange-eg... , SIMONS, 2007
  3. 3. 5,92 milhões de , toneladas de cascas
  4. 4. MINIMIZAR RESÍDUOS POTENCIAL TECNOLÓGICO - COMPOSIÇÃO QUÍMICA CASCA DE OVOS: CaCO3 – 94 a 96 %; MgCO3 ~1 %; Ca3PO4~1% 1 1% Proteínas, principalmente glicoproteínas ~4 % MEMBRANA DA CASCA – predominam p p proteínas MATERIAL BIOLÓGICO COM POTENCIAL POLUIDOR
  5. 5. Objetivo Apresentar o potencial tecnológico da fração mineral e da membrana da casca do ovo na forma de sistemas para a valorização dos resíduos como matérias primas.
  6. 6. Estudo de caso Produção industrial de 110 ton/mês de cascas de ovos Lana, 2000.
  7. 7. Sistema 1 Citrato de cálcio para consumo humano
  8. 8. Sistema 2 Pó da casca para adubo, alimentação animal e/ou remoção de d metais pesados t i d
  9. 9. Sistema 3 Carbonato de cálcio para adubo, alimentação animal e/ou remoção de metais pesados com separação da membrana da casca
  10. 10. Sistema 4 Carbonato de cálcio puro
  11. 11. Sistema 5 Produção de hidroxi-apatita
  12. 12. Sistema 6 Hidrolisado proteico
  13. 13. Sistema 7 Concentrado proteico p
  14. 14. Estimativas dos benefícios ambientais, econômicos e investimento dos sistemas propostos Benefício econômico: Baixo (B): benefício econômico ≤ custo do tratamento convencional de resíduos; Médio (M): benefício econômico ≤ 5 x custo do tratamento convencional de ; resíduos; Alto (A): benefício econômico ≥ 5 x custo do tratamento convencional de resíduos. Benefício ambiental: Baixo (B): valores dos parâmetros de avaliação ambiental são reduzidos em até 60%; Médio (M): valores dos parâmetros de avaliação ambiental são reduzidos em ; até 90%; Alto (A): valores dos parâmetros de avaliação ambiental são reduzidos acima de 90%. Investimento envolvido: Baixo (B): investimento instalação do sistema US$500.000,00; Médio (M): investimento instalação do sistema acima $ , ; US$500.000,00; Alto (A): investimento instalação do sistema acima US$1.000.000,00. de até de de de de
  15. 15. CONSIDERAÇÕES FINAIS O Brasil produziu em 2008, 27,368 bilhões de unidades de ovos, as cascas geradas (~2.000.000 ton) foram aplicadas como corretivo do solo e ração animal A utilização das cascas significa a redução da disposição destes resíduos com elevado potencial poluidor em aterros sanitários As cascas de ovos devidamente tratadas podem ser transformadas em matérias primas Restrições microbiológicas ao consumo de cascas de ovos devem ser consideradas Este trabalho de elaboração dos sistemas com base em dados da literatura, é indicado estudos em escala piloto, confirmando rendimentos e adequando procedimentos Estudos em escala piloto dos sistemas propostos para comprovar as estimativas de impacto ambiental, benefícios econômicos e de investimentos.
  16. 16. Muito obrigada!
  17. 17. G upo Grupo de Pesquisa em Tecnologias Limpas no esqu sa e ec o og as pas o Processamento de Alimentos Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos Centro de Ciências Agrárias g Universidade Federal de Santa Catarina Edna Regina Amante +55 48 37215371 eamante@cca.ufsc.br

×