Mito da caverna - Mauricio de Souza

7.335 visualizações

Publicada em

Recebi do amigo Cândido, compartilho. Irene Aguiar.

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
175
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mito da caverna - Mauricio de Souza

  1. 20. &quot;Alegoria da Caverna&quot; da obra A República Platão – 400 anos a. C. <ul><li>Se compararmos a maior parte de seu texto com os dias atuais, podemos interpretar que a caverna simboliza o mundo que vivemos. O prisioneiro que fugiu é aquele que tem a oportunidade de adquirir conhecimentos e se libertar da sua ignorância. As pessoas que continuam presas são aquelas que, por medo ou comodismo, não estão dispostas a ir em busca da verdade, preferindo viver amparadas pelas idéias dos outros. </li></ul>
  2. 21. As sombras da vida Versão de Maurício de Souza <ul><li>Maurício de Souza faz uma analogia ao tema de Platão, ilustrando de forma divertida a idéia do filósofo. Em seus quadrinhos, ele consegue mostrar que um texto tão antigo parece ser atual, e como, mesmo com o passar dos séculos, o ser humano continua condicionado a uma vida determinada pelo ambiente à sua volta. </li></ul><ul><li>Na história de Maurício, há um final feliz para os indivíduos da caverna na era pré-histórica, que acabam por conhecer a verdade sobre a vida. Mas, com o passar das eras, a história acaba se repetindo e, nos dias atuais, a televisão passa a ser a grande manipuladora da mente humana, nos induzindo a levar uma vida de acordo com os conceitos e regras apresentados. </li></ul>

×