Integrating Microservices

593 visualizações

Publicada em

Mini palestra sobre integração com microservices, prós X contras

Publicada em: Software
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
593
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
40
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Integrating Microservices

  1. 1. Microservices { Como integrar?
  2. 2. Agenda 1. Aplicações monolíticas 2. Microserviços 3. Microserviços e Bounded Contexts 4. Arquitetura orientada à eventos 5. Integrando Serviços 6. Quem usa?
  3. 3. Aplicações Monolíticas…
  4. 4. Pros X Contras…
  5. 5. Pros • Mais fácil de desenvolver (IDE Support) • Mais fácil de testar os componentes(testes de integração e aceitação) • Mais fácil de fazer deploy
  6. 6. Contras • Quanto maior, mais difícil de manter e desenvolver • Testes de integração podem levar horas • Qualquer erro pode quebrar toda a plicação no deploy • Difícil de adicionar nova arquitetura ou framework
  7. 7. Contras • Quanto maior, mais difícil de manter e desenvolver • Testes de integração podem levar horas • Qualquer erro pode quebrar toda a plicação no deploy • Difícil de adicionar nova arquitetura ou framework
  8. 8. Microservices…
  9. 9. O que são? Pequenos serviços, cada um executando em seu próprio processo e se comunicando através de mecanismos leves como o HTTP.
  10. 10. Pros • São pequenos sendo fáceis de entender e dar manutenção • Não deixam a IDE lenta, o que melhorar a produtividade • Inicializam muito mais rápido aumentando a velocidade de desenvolvimento • São mais fáceis de fazer deploy • Se um microserviço quebrar a aplicação continua rodando • Torna o processo de deploy contínua muito mais fácil
  11. 11. Contras • Mais difícil de gerenciar todos os componentes • Complexidade adicional para se trabalhar com sistemas distribuídos • Casos de uso que transpassam mais de um serviço são mais dificeis de testar • Não há suporte de IDE’s • Necessita de uma nível de automação muito maior e mais confiável
  12. 12. Microservices e Bounded Contexts
  13. 13. Microservices e Bounded Contexts • Cada bounded context possui uma linguagem ubíquota própria • O time entende os conceitos de negócio • Perfeito candidato para microserviço
  14. 14. Assincronicidade com Mensageria
  15. 15. Assincronicidade com Mensageria Fonte: http://codetunes.com/2014/event-sourcing-on-rails-with-rabbitmq/
  16. 16. Livro escrito em 2003 sobre padrões de integração.
  17. 17. Quem usa microservices?
  18. 18. “If you can’t build a structured monolith, what makes you think microservices are the answer?” - Simon Brown

×