SlideShare uma empresa Scribd logo
Tua graça nos faz dançar,
Com toda a força celebrar!
Dançaremos, gratos por Teu amor.
SÍNTESE TÓPICO I
AUTOR: Paulo
DESTINATÁRIO: Igreja de Roma
LOCAL: Corinto
DATA: 56 E 57 d.C
SÍNTESE TÓPICOII
COMO FOI ESCRITA: Em forma de diálogo
CONTEÚDO: TEMAS BEM ESPECÍFICOS
• PECADO
• SALVAÇÃO
• JUSTIFICAÇÃO
• GRAÇA
PROPÓSITO: Vários
 Apresentar Paulo aos Romanos.
 Sintetizar sua mensagem
 Fazer da igreja Romana base missionária
Slides 1
LIÇÃO 2
A NECESSIDADE UNIVERSAL DA SALVAÇÃO EM CRISTO
totalmente: mente, coração e vontade.
O homem pecador não tem capacidade para fazer
o bem espiritual ou para produzir a sua salvação.
O pecado é como uma doença mortal e contagiosa
que matou o homem.
Ef 2:1 Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados.
1Meu amigo, não importa quem você seja, você não tem desculpa quando
julga os outros. Pois, quando você os julga, mas faz as mesmas coisas que
eles fazem, você está condenando a você mesmo.
2Nós sabemos que Deus é justo quando condena os que fazem essas
coisas.
3Mas você, que faz as mesmas coisas que condena nos outros, será que
você pensa que escapará do julgamento de Deus?
4Ou será que você despreza a grande bondade, a tolerância e a paciência
de Deus? Você sabe muito bem que ele é bom e que quer fazer com que
você mude de vida.
5Mas o seu coração é duro e teimoso. Por isso você está aumentando
ainda mais o castigo que vai sofrer no dia em que forem revelados a ira e
os julgamentos justos de Deus,
6pois ele recompensará cada um de acordo com o que fez.
7Deus dará a vida eterna às pessoas que perseveram em fazer o bem e
buscam a glória, a honra e a vida imortal.
8Mas fará cair a sua ira e o seu castigo sobre os egoístas e sobre os que
rejeitam o que é justo a fim de seguir o que é mau.
9Haverá sofrimentos e aflições para todos os que fazem o mal, primeiro
para os judeus e também para os não judeus.
10Mas Deus dará glória, honra e paz a todos os que fazem o bem, primeiro
aos judeus e também aos não judeus.
11Pois ele trata a todos com igualdade.
12Todos aqueles que pecam sem conhecer a lei de Deus se perderão sem
essa lei; mas todos aqueles que pecam conhecendo a lei serão julgados
por ela.
13Porque as pessoas que Deus aceita não são aquelas que somente
ouvem a lei, mas aquelas que fazem o que a lei manda.
14Os não judeus não têm a lei. Mas, quando fazem pela sua própria
vontade o que a lei manda, eles são a sua própria lei, embora não tenham
a lei.
15Eles mostram, pela sua maneira de agir, que têm a lei escrita no seu coração. A
própria consciência deles mostra que isso é verdade, e os seus pensamentos, que às
vezes os acusam e às vezes os defendem, também mostram isso.
16E, de acordo com o evangelho que eu anuncio, assim será naquele dia em que Deus,
por meio de Cristo Jesus, julgará os pensamentos secretos de todas as pessoas.
Os judeus e a lei
17O que dizer de você? Você diz que é judeu, confia na lei e se orgulha do Deus que
você adora.
18Você sabe o que Deus quer que você faça e aprende na lei a escolher o que é certo.
19Você tem a certeza de que é guia dos cegos, luz para os que estão na escuridão,
20orientador dos que não têm instrução e professor dos jovens. Você está
certo de que encontra na lei a apresentação completa do conhecimento e
da verdade.
21Você, que ensina os outros, por que é que não ensina a você mesmo?
Se afirma que não se deve roubar, por que é que você mesmo rouba?
22Se você diz que não se deve cometer adultério, por que é que você
mesmo comete adultério? Você odeia os ídolos, mas rouba as coisas dos
templos.
23Você se orgulha de ter a lei de Deus, mas você é uma vergonha para
Deus porque desobedece à sua lei.
24Pois as Escrituras Sagradas dizem: “Os não judeus falam mal de Deus
por causa de vocês, os judeus.”
25A circuncisão tem valor se você, que é judeu, obedecer à lei; porém, se não obedecer,
é como se você não tivesse sido circuncidado.
26E, se um homem que não foi circuncidado obedecer aos mandamentos da lei, Deus o
tratará como se ele fosse circuncidado.
27Assim vocês, judeus, serão condenados pelos não judeus, pois vocês desobedecem
à lei apesar de terem essa lei escrita e de serem circuncidados, enquanto que os não
judeus obedecem à lei, embora não sejam circuncidados.
28Portanto, eu pergunto: quem é judeu de fato e circuncidado de verdade? É claro que
não é aquele que é judeu somente por fora e circuncidado só no corpo.
29Pelo contrário, o verdadeiro judeu é aquele que é judeu por dentro, aquele que tem o
coração circuncidado; e isso é uma coisa que o Espírito de Deus faz e que a lei escrita
não pode fazer. E o louvor que essa pessoa recebe não vem de seres humanos, mas
vem de Deus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Que Deus te bendiga sempre
Que Deus te bendiga sempreQue Deus te bendiga sempre
Que Deus te bendiga sempre
Aldo Mariano
 
Escola Dominical - Feita pra mim e pra você
Escola Dominical - Feita pra mim e pra vocêEscola Dominical - Feita pra mim e pra você
Escola Dominical - Feita pra mim e pra você
Jaque Rufino
 
11ª Aula - Formação de Discipuladores
11ª Aula - Formação de Discipuladores11ª Aula - Formação de Discipuladores
11ª Aula - Formação de Discipuladores
IBC de Jacarepaguá
 
Descobir a deus
Descobir a deusDescobir a deus
Descobir a deus
Pastor Robson Colaço
 
Que Deus te bendiga
Que Deus te bendigaQue Deus te bendiga
Que Deus te bendiga
Mensagens Virtuais
 
A vitória na tentação
A vitória na tentaçãoA vitória na tentação
A vitória na tentação
Jediael Gonçalves
 
Entrega Daniela Araújo
Entrega Daniela AraújoEntrega Daniela Araújo
Entrega Daniela Araújo
conexaoad
 
Leituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano A
José Lima
 
Anjinhos
AnjinhosAnjinhos
Anjinhos
Rosemeri
 
João 3.16
João 3.16João 3.16
João 3.16
Rui Mota
 
Odeia o Pecado e Ama o Pecador?
Odeia o Pecado e Ama o Pecador?Odeia o Pecado e Ama o Pecador?
Odeia o Pecado e Ama o Pecador?
Silvio Dutra
 
O Espinho na Carne
O Espinho na CarneO Espinho na Carne
O Espinho na Carne
Silvio Dutra
 
Para Que Lado? - Parte 1
Para Que Lado? -  Parte 1Para Que Lado? -  Parte 1
Para Que Lado? - Parte 1
guestac33663
 
Fazer o Vazio
Fazer o VazioFazer o Vazio
Fazer o Vazio
acolitossd
 
Distração Espiritual
Distração EspiritualDistração Espiritual
Distração Espiritual
Pastor Robson Colaço
 
Confie em deus e não nas suas ideias brilhantes
Confie em deus e não nas suas ideias brilhantesConfie em deus e não nas suas ideias brilhantes
Confie em deus e não nas suas ideias brilhantes
Robson Lacerda Ferrari
 
10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce
10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce
10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce
Presentepravoce SOS
 

Mais procurados (17)

Que Deus te bendiga sempre
Que Deus te bendiga sempreQue Deus te bendiga sempre
Que Deus te bendiga sempre
 
Escola Dominical - Feita pra mim e pra você
Escola Dominical - Feita pra mim e pra vocêEscola Dominical - Feita pra mim e pra você
Escola Dominical - Feita pra mim e pra você
 
11ª Aula - Formação de Discipuladores
11ª Aula - Formação de Discipuladores11ª Aula - Formação de Discipuladores
11ª Aula - Formação de Discipuladores
 
Descobir a deus
Descobir a deusDescobir a deus
Descobir a deus
 
Que Deus te bendiga
Que Deus te bendigaQue Deus te bendiga
Que Deus te bendiga
 
A vitória na tentação
A vitória na tentaçãoA vitória na tentação
A vitória na tentação
 
Entrega Daniela Araújo
Entrega Daniela AraújoEntrega Daniela Araújo
Entrega Daniela Araújo
 
Leituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 8° Domingo do Tempo Comum - Ano A
 
Anjinhos
AnjinhosAnjinhos
Anjinhos
 
João 3.16
João 3.16João 3.16
João 3.16
 
Odeia o Pecado e Ama o Pecador?
Odeia o Pecado e Ama o Pecador?Odeia o Pecado e Ama o Pecador?
Odeia o Pecado e Ama o Pecador?
 
O Espinho na Carne
O Espinho na CarneO Espinho na Carne
O Espinho na Carne
 
Para Que Lado? - Parte 1
Para Que Lado? -  Parte 1Para Que Lado? -  Parte 1
Para Que Lado? - Parte 1
 
Fazer o Vazio
Fazer o VazioFazer o Vazio
Fazer o Vazio
 
Distração Espiritual
Distração EspiritualDistração Espiritual
Distração Espiritual
 
Confie em deus e não nas suas ideias brilhantes
Confie em deus e não nas suas ideias brilhantesConfie em deus e não nas suas ideias brilhantes
Confie em deus e não nas suas ideias brilhantes
 
10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce
10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce
10 motivos-para-ler-a-biblia-presentepravoce
 

Destaque

Hlthcare & Media Midterm Exam F.08
Hlthcare & Media Midterm Exam F.08Hlthcare & Media Midterm Exam F.08
Hlthcare & Media Midterm Exam F.08
guestab8a357
 
jenspollakCV
jenspollakCVjenspollakCV
jenspollakCV
Jens Pollak
 
Evaluation question 3
Evaluation question 3Evaluation question 3
Evaluation question 3
Matilda Adkinson
 
محاضرة 6
محاضرة 6محاضرة 6
21 Maneiras de um cão matar um gato
21 Maneiras de um cão matar um gato21 Maneiras de um cão matar um gato
21 Maneiras de um cão matar um gato
Gabriela
 
Pristupni rad_Fiskalna_reviewed
Pristupni rad_Fiskalna_reviewedPristupni rad_Fiskalna_reviewed
Pristupni rad_Fiskalna_reviewed
Filip Mitrovic
 
IT Strategy : Communication & Challenges
IT Strategy : Communication & ChallengesIT Strategy : Communication & Challenges
IT Strategy : Communication & Challenges
hblowers
 
Innovation Starts w "I"
Innovation Starts w "I" Innovation Starts w "I"
Innovation Starts w "I"
hblowers
 
Zagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarn
Zagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarnZagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarn
Zagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarn
Slovenian Photovoltaic Association (ZSFV)
 
How to use Google Sheets
How to use Google SheetsHow to use Google Sheets
How to use Google Sheets
bonnie hill malayas
 
Sistema cientifico y tecnologico de venezuela
Sistema cientifico y tecnologico de venezuelaSistema cientifico y tecnologico de venezuela
Sistema cientifico y tecnologico de venezuela
barbara castellano
 
A.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلول
A.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلولA.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلول
A.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلول
ABIDI MARWA
 

Destaque (12)

Hlthcare & Media Midterm Exam F.08
Hlthcare & Media Midterm Exam F.08Hlthcare & Media Midterm Exam F.08
Hlthcare & Media Midterm Exam F.08
 
jenspollakCV
jenspollakCVjenspollakCV
jenspollakCV
 
Evaluation question 3
Evaluation question 3Evaluation question 3
Evaluation question 3
 
محاضرة 6
محاضرة 6محاضرة 6
محاضرة 6
 
21 Maneiras de um cão matar um gato
21 Maneiras de um cão matar um gato21 Maneiras de um cão matar um gato
21 Maneiras de um cão matar um gato
 
Pristupni rad_Fiskalna_reviewed
Pristupni rad_Fiskalna_reviewedPristupni rad_Fiskalna_reviewed
Pristupni rad_Fiskalna_reviewed
 
IT Strategy : Communication & Challenges
IT Strategy : Communication & ChallengesIT Strategy : Communication & Challenges
IT Strategy : Communication & Challenges
 
Innovation Starts w "I"
Innovation Starts w "I" Innovation Starts w "I"
Innovation Starts w "I"
 
Zagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarn
Zagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarnZagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarn
Zagotavljanje zanesljivega delovanja sončnih elektrarn
 
How to use Google Sheets
How to use Google SheetsHow to use Google Sheets
How to use Google Sheets
 
Sistema cientifico y tecnologico de venezuela
Sistema cientifico y tecnologico de venezuelaSistema cientifico y tecnologico de venezuela
Sistema cientifico y tecnologico de venezuela
 
A.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلول
A.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلولA.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلول
A.MARWA QNET: أسباب الفشل في التسويق الشبكي مع الحلول
 

Semelhante a Slides 1

Cuidado com o Mero Moralismo
Cuidado com o Mero MoralismoCuidado com o Mero Moralismo
Cuidado com o Mero Moralismo
Silvio Dutra
 
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-411.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
Igreja Evangélica Tanque de Betesda - I.E.T.B.
 
Ebd lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016
Ebd   lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016Ebd   lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016
Ebd lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016
Joel Silva
 
Carta de Romanos
Carta de RomanosCarta de Romanos
Carta de Romanos
William Almeida
 
Romanos 2
Romanos  2Romanos  2
Romanos 2
Elva Judy Nieri
 
Romanos 2
Romanos 2Romanos 2
Racismo e Direitos Humanos
Racismo e Direitos HumanosRacismo e Direitos Humanos
Racismo e Direitos Humanos
Hugo Machado
 
A morte de Cristo e a lei_622014_GGR
A morte de Cristo e a lei_622014_GGRA morte de Cristo e a lei_622014_GGR
A morte de Cristo e a lei_622014_GGR
Gerson G. Ramos
 
A perpetuidade da Lei Deus - C. H. Spurgeon
A perpetuidade da Lei Deus - C. H. SpurgeonA perpetuidade da Lei Deus - C. H. Spurgeon
A perpetuidade da Lei Deus - C. H. Spurgeon
Pr. Régerson Molitor
 
Epistolade Tiago
Epistolade TiagoEpistolade Tiago
Epistolade Tiago
JNR
 
A justiça divina
A justiça divinaA justiça divina
A justiça divina
Dr. Walter Cury
 
As batalhas espirituais finais parte 2
As batalhas espirituais finais   parte 2As batalhas espirituais finais   parte 2
As batalhas espirituais finais parte 2
Silvio Dutra
 
Cristo, a lei e o evangelho_922014_GGR
Cristo, a lei e o evangelho_922014_GGRCristo, a lei e o evangelho_922014_GGR
Cristo, a lei e o evangelho_922014_GGR
Gerson G. Ramos
 
Justificado para Ser Justo
Justificado para Ser JustoJustificado para Ser Justo
Justificado para Ser Justo
Silvio Dutra
 
É Necessária uma Devida Consideração De Deus
É Necessária uma Devida Consideração De DeusÉ Necessária uma Devida Consideração De Deus
É Necessária uma Devida Consideração De Deus
Silvio Dutra
 
Leituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano A
José Lima
 
JUSTIÇA E MISERICÓRDIA
JUSTIÇA E MISERICÓRDIAJUSTIÇA E MISERICÓRDIA
JUSTIÇA E MISERICÓRDIA
Centro Cristão da Cidade
 
Hebreus 10
Hebreus 10Hebreus 10
Hebreus 10
Mensagens Virtuais
 
Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.
Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.
Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.
pascoal reload
 
A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)
A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)
A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)
Deusdete Soares
 

Semelhante a Slides 1 (20)

Cuidado com o Mero Moralismo
Cuidado com o Mero MoralismoCuidado com o Mero Moralismo
Cuidado com o Mero Moralismo
 
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-411.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
 
Ebd lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016
Ebd   lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016Ebd   lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016
Ebd lições séries 06 - 2ºtrimestre 2016
 
Carta de Romanos
Carta de RomanosCarta de Romanos
Carta de Romanos
 
Romanos 2
Romanos  2Romanos  2
Romanos 2
 
Romanos 2
Romanos 2Romanos 2
Romanos 2
 
Racismo e Direitos Humanos
Racismo e Direitos HumanosRacismo e Direitos Humanos
Racismo e Direitos Humanos
 
A morte de Cristo e a lei_622014_GGR
A morte de Cristo e a lei_622014_GGRA morte de Cristo e a lei_622014_GGR
A morte de Cristo e a lei_622014_GGR
 
A perpetuidade da Lei Deus - C. H. Spurgeon
A perpetuidade da Lei Deus - C. H. SpurgeonA perpetuidade da Lei Deus - C. H. Spurgeon
A perpetuidade da Lei Deus - C. H. Spurgeon
 
Epistolade Tiago
Epistolade TiagoEpistolade Tiago
Epistolade Tiago
 
A justiça divina
A justiça divinaA justiça divina
A justiça divina
 
As batalhas espirituais finais parte 2
As batalhas espirituais finais   parte 2As batalhas espirituais finais   parte 2
As batalhas espirituais finais parte 2
 
Cristo, a lei e o evangelho_922014_GGR
Cristo, a lei e o evangelho_922014_GGRCristo, a lei e o evangelho_922014_GGR
Cristo, a lei e o evangelho_922014_GGR
 
Justificado para Ser Justo
Justificado para Ser JustoJustificado para Ser Justo
Justificado para Ser Justo
 
É Necessária uma Devida Consideração De Deus
É Necessária uma Devida Consideração De DeusÉ Necessária uma Devida Consideração De Deus
É Necessária uma Devida Consideração De Deus
 
Leituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano ALeituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano A
Leituras: 6° Domingo do Tempo Comum - Ano A
 
JUSTIÇA E MISERICÓRDIA
JUSTIÇA E MISERICÓRDIAJUSTIÇA E MISERICÓRDIA
JUSTIÇA E MISERICÓRDIA
 
Hebreus 10
Hebreus 10Hebreus 10
Hebreus 10
 
Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.
Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.
Livreto: O maior erro das testemunhas de jeová.
 
A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)
A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)
A perpetuidade da lei de deus (charles h. spurgeon)
 

Último

10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 

Último (15)

10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 

Slides 1

  • 1. Tua graça nos faz dançar, Com toda a força celebrar! Dançaremos, gratos por Teu amor. SÍNTESE TÓPICO I AUTOR: Paulo DESTINATÁRIO: Igreja de Roma LOCAL: Corinto DATA: 56 E 57 d.C
  • 2. SÍNTESE TÓPICOII COMO FOI ESCRITA: Em forma de diálogo CONTEÚDO: TEMAS BEM ESPECÍFICOS • PECADO • SALVAÇÃO • JUSTIFICAÇÃO • GRAÇA PROPÓSITO: Vários  Apresentar Paulo aos Romanos.  Sintetizar sua mensagem  Fazer da igreja Romana base missionária
  • 4. LIÇÃO 2 A NECESSIDADE UNIVERSAL DA SALVAÇÃO EM CRISTO
  • 5. totalmente: mente, coração e vontade. O homem pecador não tem capacidade para fazer o bem espiritual ou para produzir a sua salvação. O pecado é como uma doença mortal e contagiosa que matou o homem. Ef 2:1 Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados.
  • 6. 1Meu amigo, não importa quem você seja, você não tem desculpa quando julga os outros. Pois, quando você os julga, mas faz as mesmas coisas que eles fazem, você está condenando a você mesmo. 2Nós sabemos que Deus é justo quando condena os que fazem essas coisas. 3Mas você, que faz as mesmas coisas que condena nos outros, será que você pensa que escapará do julgamento de Deus? 4Ou será que você despreza a grande bondade, a tolerância e a paciência de Deus? Você sabe muito bem que ele é bom e que quer fazer com que você mude de vida.
  • 7. 5Mas o seu coração é duro e teimoso. Por isso você está aumentando ainda mais o castigo que vai sofrer no dia em que forem revelados a ira e os julgamentos justos de Deus, 6pois ele recompensará cada um de acordo com o que fez. 7Deus dará a vida eterna às pessoas que perseveram em fazer o bem e buscam a glória, a honra e a vida imortal. 8Mas fará cair a sua ira e o seu castigo sobre os egoístas e sobre os que rejeitam o que é justo a fim de seguir o que é mau. 9Haverá sofrimentos e aflições para todos os que fazem o mal, primeiro para os judeus e também para os não judeus.
  • 8. 10Mas Deus dará glória, honra e paz a todos os que fazem o bem, primeiro aos judeus e também aos não judeus. 11Pois ele trata a todos com igualdade. 12Todos aqueles que pecam sem conhecer a lei de Deus se perderão sem essa lei; mas todos aqueles que pecam conhecendo a lei serão julgados por ela. 13Porque as pessoas que Deus aceita não são aquelas que somente ouvem a lei, mas aquelas que fazem o que a lei manda. 14Os não judeus não têm a lei. Mas, quando fazem pela sua própria vontade o que a lei manda, eles são a sua própria lei, embora não tenham a lei.
  • 9. 15Eles mostram, pela sua maneira de agir, que têm a lei escrita no seu coração. A própria consciência deles mostra que isso é verdade, e os seus pensamentos, que às vezes os acusam e às vezes os defendem, também mostram isso. 16E, de acordo com o evangelho que eu anuncio, assim será naquele dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgará os pensamentos secretos de todas as pessoas. Os judeus e a lei 17O que dizer de você? Você diz que é judeu, confia na lei e se orgulha do Deus que você adora. 18Você sabe o que Deus quer que você faça e aprende na lei a escolher o que é certo. 19Você tem a certeza de que é guia dos cegos, luz para os que estão na escuridão,
  • 10. 20orientador dos que não têm instrução e professor dos jovens. Você está certo de que encontra na lei a apresentação completa do conhecimento e da verdade. 21Você, que ensina os outros, por que é que não ensina a você mesmo? Se afirma que não se deve roubar, por que é que você mesmo rouba? 22Se você diz que não se deve cometer adultério, por que é que você mesmo comete adultério? Você odeia os ídolos, mas rouba as coisas dos templos. 23Você se orgulha de ter a lei de Deus, mas você é uma vergonha para Deus porque desobedece à sua lei. 24Pois as Escrituras Sagradas dizem: “Os não judeus falam mal de Deus por causa de vocês, os judeus.”
  • 11. 25A circuncisão tem valor se você, que é judeu, obedecer à lei; porém, se não obedecer, é como se você não tivesse sido circuncidado. 26E, se um homem que não foi circuncidado obedecer aos mandamentos da lei, Deus o tratará como se ele fosse circuncidado. 27Assim vocês, judeus, serão condenados pelos não judeus, pois vocês desobedecem à lei apesar de terem essa lei escrita e de serem circuncidados, enquanto que os não judeus obedecem à lei, embora não sejam circuncidados. 28Portanto, eu pergunto: quem é judeu de fato e circuncidado de verdade? É claro que não é aquele que é judeu somente por fora e circuncidado só no corpo. 29Pelo contrário, o verdadeiro judeu é aquele que é judeu por dentro, aquele que tem o coração circuncidado; e isso é uma coisa que o Espírito de Deus faz e que a lei escrita não pode fazer. E o louvor que essa pessoa recebe não vem de seres humanos, mas vem de Deus.