SlideShare uma empresa Scribd logo
Vila Real




            Realizado por:
            Hugo Santos e Pedro Santos
 Vila Real, apresenta-se hoje como
  uma cidade em crescimento, cada vez
  mais identificada como um centro
  urbano, ainda que, agarrada em
  muitos aspectos a traços históricos
  característicos da região
  transmontana.
 As caras, os ruídos, os tons e as
  rotinas de um dia numa cidade do
  interior.
   Man With a Movie Camera é um documentário realizado por Dziga
    Vertov e editado pela sua mulher Elizaveta Svilova em 1929.
   Neste clássico do cinema mudo que não tem nem atores nem
    roteiro, o russo mostra o dia-a-dia da cidade de Odessa numa
    União Soviética em plena ascensão industrial pré-guerra.
   Como diz o título, a única preocupação de Vertov foi ir as ruas
    com uma camera na mão filmando aquilo que lhe causasse
    interesse, proporcionando para o mundo um dos relatos mais
    completos de sua contemporaneidade.
   Técnicas:
     Dupla exposição
     Slow motion
     Time-lapse
     Tela dividida
     Super close up
     Stop motion
   Man with a Movie Camera: The Global Remake
       É uma obra de Perry Bard que baseado e motivado pela obra de
        Vertov convida quem tiver interesse a enviar seu próprio
        relato da actualidade. Esse relato é incorporado ao website
        da artista e fica acessível para o mundo como um acervo de
        diferentes “Agoras” pessoais. Man With a Movie Camera: The
        Global Remake, ao incorporar simultaneamente actualidade e
        criação em rede, é uma das obras que resume o Agora.
   Berlin: Symphony of a Metropolis é um filme de 1927 realizado
    pelo alemão Walter Ruttmann. O filme faz o retracto da vida em
    Berlim, sobretudo através de impressões visuais, num género
    semi-documentário,  sem   o   conteúdo  narrativo   dos  filmes
    mainstream, embora a sequência de imagens implique uma espécie
    de    “narrativa”    da     vida    quotidiana    na    cidade.
    O filme surge da determinação do realizador, em desenvolver um
    filme sinfónico através das diferentes energias que derivam de
    uma metrópole.

   Ficha técnica:
      ▪ Titulo original – Berlin: Die
        Sinfonie der Großstadt
      ▪ País de produção – Deutschland
      ▪ Ano – 1927
      ▪ Direcção – Walther Ruttmann
      ▪ Argumento – Karl Freund, Carl
        Mayer, Walther Ruttmann
      ▪ Música – Edmund Meisel
      ▪ Camera - Robert
        Baberske, Reimar Kuntze, Karl
        Freund, László Schäffer
   A azáfama da zona ribeirinha da cidade do Porto é ilustrada
    tendo o rio Douro como personagem central, como pano de fundo.
    Homens, mulheres e crianças, gente humilde, agitam-se no
    confronto com ele, convergindo num só rosto. O retrato dentro
    de retrato dá-nos a ver o lugar no tempo e o seu ambiente
    humano. Havendo o Douro como fundo, surge o encantamento.

   Ficha técnica:
        Realização - Manoel de
         Oliveira
        Produção - Manoel de Oliveira
        Argumento - Manoel de
         Oliveira
        Fotografia - António Mendes
        Direcção de Som - Fernando
         Vernalde, Eder V. Frazão
        Música - (Versão Sonora) Luís
         de Freitas Branco
        Montagem - Manoel de Oliveira
        Exteriores – Porto

        35 mm pb 575 mt 21 mn
   Inspirado em obras como Berlim - Sinfonia de uma Metrópole, Um
    Homem com uma Camera e a trilogia Qatsi, o filme mostra o
    passar de um dia através de momentos peculiares e triviais do
    quotidiano da cidade. A narrativa se estabelece na relação da
    trilha sonora (original) e a montagem, sem diálogos.

   Ficha técnica:
        Director: Rodrigo Falk
         Brum
        Roteiro: Rodrigo Falk
         Brum
        Produção: Rodrigo Falk
         Brum
        Fotografia: Rodrigo Falk
         Brum
        Montagem: Roger Santos
        Banda Sonora Original:
         Jean Carlos
         Sabatovicz, Jean Douat e
         Rafael Zimath
        Tipo do Filme: Cor
        Formato de Captação:
         MINIDV
   O filme consiste primariamente de imagens de arquivos em
    Camera lenta e em Time-lapse, mostrando cidades e muitas
    paisagens naturais dos Estados Unidos. Com o visual de poema
    sinfónico, o filme não contém nenhum diálogo ou narração; seu
    tom é estabelecido pela justaposição de imagens e música.

   Ficha técnica:
        Director: Godfrey Reggio
        Roteiro:
            conceito - Godfrey
             Reggio
            Dramaturgo - Walter
             Bachauer
            Cenário - Ron
             Fricke, Godfrey
             Reggio, Michael
             Hoenig
        Produção: Godfrey Reggio
        Edição: Alton
         Walpole, Ron Fricke
        Musica: Philip Glass
        cinematografia: Ron
         Fricke
   Powaqqatsi, também conhecido como Powaqqatsi: Life in
    Transformation, é um documentário americano lançado em
    1988, dirigido por Godfrey Reggio e com música do compositor
    Philip Glass.
   Como os demais filmes da trilogia, não são apresentadas
    narrativas ou diálogos durante todo documentário. Apenas no
    final é revelado o significado do nome powaqqatsi.

   Ficha técnica:
        Director: Godfrey Reggio
        Roteiro: Godfrey Reggio, Ken
         Richards
        Produção: Mal
         Lawrence, GodfreyReggio, Lawrenc
         e Taub
        Edição: Iris Cahn, Miroslav
         Jaek, Alton Walpole
        Musica: Philip Glass
        cinematografia:GrahamBerry,
         Leonidas Zourdoumis
   É o último filme da trilogia Qatsi, que é composta juntamente com os
    documentários Koyaanisqatsi (1983) e Powaqqatsi (1988). O primeiro
    aborda principalmente o hemisfério norte, o segundo o sul e países
    asiáticos, ficando com este terceiro a grandiosidade de abordar o
    planeta como um todo, conectado, globalizado, mergulhado na tecnologia
    que encurta distâncias e acelera processos de destruição devido ao seu
    mau uso.
   Naqoyqatsi é uma expressão da língua Hopi que significa "a vida como
    uma guerra" ou "a guerra como um meio de vida". Também há uma sugestão
    de interpretação como "violência civilizada".
   Como os demais filmes da trilogia, não são apresentadas narrativas ou
    diálogos durante todo documentário.

   Ficha técnica:
       Director: Godfrey Reggio
       Roteiro: Godfrey Reggio
       Produção: Steven
        Soderbergh, Godfrey Reggio
       Edição: Jon Kane
       Musica: Philip Glass
       cinematografia: Russell Lee
        Fine
   O filme, de 14 minutos, ainda mudo, foi o resultado de meses a fio de
    filmagem meticulosamente editada. E tem como trunfo um ritmo exuberante
    que busca acompanhar a importância da água dentro da paisagem e do
    quotidiano de uma cidade tão marcada pela presença dela como
    Amesterdão.
   O dispositivo adoptado por Ivens passa sobretudo pelo de aproximar a
    água da chuva de outras superfícies igualmente húmidas ou refractárias
    dessa humidade:
    canais, calhas, poças, cisternas, clarabóias, coxias, vitrinas, vidraça
    s, o asfalto molhado, etc. Num dos planos mais belos, capta-se o rastro
    de luz que água deixa sobre a cobertura preta dos guarda-chuvas.

   Ficha técnica:
       Director: Joris
        Ivens, Mannus Franken
       Camera: Joris Ivens
       Produção: Joris
        Ivens, Mannus Franken
       Edição: Joris Ivens
       Musica: Lou Lichtveld

        black&white / 35mm
   http://en.wikipedia.org/wiki/Man_with_a_Movie_Camera
   http://blogmultiplicidade.wordpress.com/category/man-
    with-a-movie-camera/
   http://dziga.perrybard.net/
   http://en.wikipedia.org/wiki/Berlin:_Symphony_of_a_Gre
    at_City
   http://wn.com/Berlin,_Symphony_of_a_City
   http://www.curtadoc.tv/curta/index.php?id=334
   http://pt.wikipedia.org/wiki/Koyaanisqatsi
   http://pt.wikipedia.org/wiki/Powaqqatsi
   http://pt.wikipedia.org/wiki/Naqoyqatsi
   http://www.ivens.nl/film29-5.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dziga Vertov
Dziga Vertov Dziga Vertov
Dziga Vertov
Nuno Nogueira
 
Dziga vertov power point
Dziga vertov power point Dziga vertov power point
Dziga vertov power point
Nuno Nogueira
 
apresentação Dziga Vertov
apresentação Dziga Vertov apresentação Dziga Vertov
apresentação Dziga Vertov
Nuno Nogueira
 
Alain Resnais
Alain ResnaisAlain Resnais
Alain Resnais
António Teixeira
 
Pesquisa sobre Walter Ruttmann
Pesquisa sobre Walter RuttmannPesquisa sobre Walter Ruttmann
Pesquisa sobre Walter Ruttmann
claudiowww
 
Leni Riefenstahl
Leni RiefenstahlLeni Riefenstahl
Leni Riefenstahl
Lúcia Vieira
 
Características de alguns dos realizadores do cinema
Características de alguns dos realizadores do cinemaCaracterísticas de alguns dos realizadores do cinema
Características de alguns dos realizadores do cinema
Francisco Vitorino
 
Robert doisneu
Robert doisneuRobert doisneu
Robert doisneu
camila gross
 
Vila real : A sinfonia de uma grande cidade
Vila real : A sinfonia de uma grande cidadeVila real : A sinfonia de uma grande cidade
Vila real : A sinfonia de uma grande cidade
Helena Marques
 
Herz frank
Herz frankHerz frank
Herz frank
Marco Mourao
 
Herz Frank
Herz FrankHerz Frank
Herz Frank
Marco Mourao
 
Metropolis
MetropolisMetropolis
Metropolis
zucolandia
 
Dziga Vertov
Dziga VertovDziga Vertov
Dziga Vertov
Nuno Nogueira
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
Alex Martins
 
Krzysztof Kieslowski
Krzysztof Kieslowski Krzysztof Kieslowski
Krzysztof Kieslowski
FilipaSimao
 
Jose luis guerin
Jose luis guerinJose luis guerin
Jose luis guerin
São Gomes
 
Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)
Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)
Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)
AnaaManso
 
História do cinema portugues
História do cinema portuguesHistória do cinema portugues
História do cinema portugues
efaescacilhastejo
 

Mais procurados (18)

Dziga Vertov
Dziga Vertov Dziga Vertov
Dziga Vertov
 
Dziga vertov power point
Dziga vertov power point Dziga vertov power point
Dziga vertov power point
 
apresentação Dziga Vertov
apresentação Dziga Vertov apresentação Dziga Vertov
apresentação Dziga Vertov
 
Alain Resnais
Alain ResnaisAlain Resnais
Alain Resnais
 
Pesquisa sobre Walter Ruttmann
Pesquisa sobre Walter RuttmannPesquisa sobre Walter Ruttmann
Pesquisa sobre Walter Ruttmann
 
Leni Riefenstahl
Leni RiefenstahlLeni Riefenstahl
Leni Riefenstahl
 
Características de alguns dos realizadores do cinema
Características de alguns dos realizadores do cinemaCaracterísticas de alguns dos realizadores do cinema
Características de alguns dos realizadores do cinema
 
Robert doisneu
Robert doisneuRobert doisneu
Robert doisneu
 
Vila real : A sinfonia de uma grande cidade
Vila real : A sinfonia de uma grande cidadeVila real : A sinfonia de uma grande cidade
Vila real : A sinfonia de uma grande cidade
 
Herz frank
Herz frankHerz frank
Herz frank
 
Herz Frank
Herz FrankHerz Frank
Herz Frank
 
Metropolis
MetropolisMetropolis
Metropolis
 
Dziga Vertov
Dziga VertovDziga Vertov
Dziga Vertov
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
 
Krzysztof Kieslowski
Krzysztof Kieslowski Krzysztof Kieslowski
Krzysztof Kieslowski
 
Jose luis guerin
Jose luis guerinJose luis guerin
Jose luis guerin
 
Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)
Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)
Robert Doisneau - Pesquisa 1 (Ana Manso)
 
História do cinema portugues
História do cinema portuguesHistória do cinema portugues
História do cinema portugues
 

Semelhante a Sinfonia de uma cidade

Cinema, o mundo em movimento
Cinema, o mundo em movimentoCinema, o mundo em movimento
Cinema, o mundo em movimento
lorers
 
Relatório sobre o filme
Relatório sobre o filmeRelatório sobre o filme
Relatório sobre o filme
Luis Matos
 
Dziga vertov power point (2)
Dziga vertov power point (2)Dziga vertov power point (2)
Dziga vertov power point (2)
Nuno Nogueira
 
Claquete Alternativa 2015
Claquete Alternativa 2015Claquete Alternativa 2015
Claquete Alternativa 2015
Felipe Henrique
 
Georges rouquier
Georges rouquierGeorges rouquier
Georges rouquier
AndreFilipe41071
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
Tiago Capitão
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
Luis Matos
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
Luis Matos
 
Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)
Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)
Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)
Isaac Ribeiro
 
Documentários
DocumentáriosDocumentários
Documentários
Karen Sica
 
Cinemas de vanguarda
Cinemas de vanguardaCinemas de vanguarda
Cinemas de vanguarda
André Conti Silva
 
Breve história do cinema
Breve história do cinemaBreve história do cinema
Breve história do cinema
Thiago Assumpção
 
Evolução do Cinema
Evolução do CinemaEvolução do Cinema
Evolução do Cinema
Michele Pó
 
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
Mauricio Mallet Duprat
 
1º dziga vertov
1º dziga vertov1º dziga vertov
1º dziga vertov
Moisés Paiva
 
1º dziga vertov
1º dziga vertov1º dziga vertov
1º dziga vertov
Moisés Paiva
 
Cinema transform(ação) ppt1 introdução.pptx
Cinema transform(ação) ppt1 introdução.pptxCinema transform(ação) ppt1 introdução.pptx
Cinema transform(ação) ppt1 introdução.pptx
CarolinaMagalhes54
 
Aula 10 EdiçãO Rev2[1]
Aula 10 EdiçãO Rev2[1]Aula 10 EdiçãO Rev2[1]
Aula 10 EdiçãO Rev2[1]
videoparatodos
 
Trabalho cinema
Trabalho  cinemaTrabalho  cinema
Trabalho cinema
Franciscab25
 

Semelhante a Sinfonia de uma cidade (20)

Cinema, o mundo em movimento
Cinema, o mundo em movimentoCinema, o mundo em movimento
Cinema, o mundo em movimento
 
Relatório sobre o filme
Relatório sobre o filmeRelatório sobre o filme
Relatório sobre o filme
 
Dziga vertov power point (2)
Dziga vertov power point (2)Dziga vertov power point (2)
Dziga vertov power point (2)
 
Claquete Alternativa 2015
Claquete Alternativa 2015Claquete Alternativa 2015
Claquete Alternativa 2015
 
Georges rouquier
Georges rouquierGeorges rouquier
Georges rouquier
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
 
Dziga vertov
Dziga vertovDziga vertov
Dziga vertov
 
Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)
Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)
Dzigavertovofficepowerpoint 120302200850-phpapp02 (1)
 
Documentários
DocumentáriosDocumentários
Documentários
 
Manoel de oliveira 2
Manoel de oliveira 2Manoel de oliveira 2
Manoel de oliveira 2
 
Cinemas de vanguarda
Cinemas de vanguardaCinemas de vanguarda
Cinemas de vanguarda
 
Breve história do cinema
Breve história do cinemaBreve história do cinema
Breve história do cinema
 
Evolução do Cinema
Evolução do CinemaEvolução do Cinema
Evolução do Cinema
 
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
CINEMA - Parte 2 (Desenvolvimento e indústria)
 
1º dziga vertov
1º dziga vertov1º dziga vertov
1º dziga vertov
 
1º dziga vertov
1º dziga vertov1º dziga vertov
1º dziga vertov
 
Cinema transform(ação) ppt1 introdução.pptx
Cinema transform(ação) ppt1 introdução.pptxCinema transform(ação) ppt1 introdução.pptx
Cinema transform(ação) ppt1 introdução.pptx
 
Aula 10 EdiçãO Rev2[1]
Aula 10 EdiçãO Rev2[1]Aula 10 EdiçãO Rev2[1]
Aula 10 EdiçãO Rev2[1]
 
Trabalho cinema
Trabalho  cinemaTrabalho  cinema
Trabalho cinema
 

Mais de Pedro Santos

Dossier de pré produção
Dossier de pré produçãoDossier de pré produção
Dossier de pré produção
Pedro Santos
 
Guião
GuiãoGuião
Guião
Pedro Santos
 
Dossier produção
Dossier produçãoDossier produção
Dossier produção
Pedro Santos
 
Presentation1
Presentation1Presentation1
Presentation1
Pedro Santos
 
Jornal i
Jornal iJornal i
Jornal i
Pedro Santos
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Pedro Santos
 
Annie leibovitz
Annie leibovitzAnnie leibovitz
Annie leibovitz
Pedro Santos
 
Martin parr
Martin parrMartin parr
Martin parr
Pedro Santos
 

Mais de Pedro Santos (8)

Dossier de pré produção
Dossier de pré produçãoDossier de pré produção
Dossier de pré produção
 
Guião
GuiãoGuião
Guião
 
Dossier produção
Dossier produçãoDossier produção
Dossier produção
 
Presentation1
Presentation1Presentation1
Presentation1
 
Jornal i
Jornal iJornal i
Jornal i
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Annie leibovitz
Annie leibovitzAnnie leibovitz
Annie leibovitz
 
Martin parr
Martin parrMartin parr
Martin parr
 

Sinfonia de uma cidade

  • 1. Vila Real Realizado por: Hugo Santos e Pedro Santos
  • 2.  Vila Real, apresenta-se hoje como uma cidade em crescimento, cada vez mais identificada como um centro urbano, ainda que, agarrada em muitos aspectos a traços históricos característicos da região transmontana.  As caras, os ruídos, os tons e as rotinas de um dia numa cidade do interior.
  • 3. Man With a Movie Camera é um documentário realizado por Dziga Vertov e editado pela sua mulher Elizaveta Svilova em 1929.  Neste clássico do cinema mudo que não tem nem atores nem roteiro, o russo mostra o dia-a-dia da cidade de Odessa numa União Soviética em plena ascensão industrial pré-guerra.  Como diz o título, a única preocupação de Vertov foi ir as ruas com uma camera na mão filmando aquilo que lhe causasse interesse, proporcionando para o mundo um dos relatos mais completos de sua contemporaneidade.  Técnicas:  Dupla exposição  Slow motion  Time-lapse  Tela dividida  Super close up  Stop motion
  • 4. Man with a Movie Camera: The Global Remake  É uma obra de Perry Bard que baseado e motivado pela obra de Vertov convida quem tiver interesse a enviar seu próprio relato da actualidade. Esse relato é incorporado ao website da artista e fica acessível para o mundo como um acervo de diferentes “Agoras” pessoais. Man With a Movie Camera: The Global Remake, ao incorporar simultaneamente actualidade e criação em rede, é uma das obras que resume o Agora.
  • 5. Berlin: Symphony of a Metropolis é um filme de 1927 realizado pelo alemão Walter Ruttmann. O filme faz o retracto da vida em Berlim, sobretudo através de impressões visuais, num género semi-documentário, sem o conteúdo narrativo dos filmes mainstream, embora a sequência de imagens implique uma espécie de “narrativa” da vida quotidiana na cidade. O filme surge da determinação do realizador, em desenvolver um filme sinfónico através das diferentes energias que derivam de uma metrópole.  Ficha técnica: ▪ Titulo original – Berlin: Die Sinfonie der Großstadt ▪ País de produção – Deutschland ▪ Ano – 1927 ▪ Direcção – Walther Ruttmann ▪ Argumento – Karl Freund, Carl Mayer, Walther Ruttmann ▪ Música – Edmund Meisel ▪ Camera - Robert Baberske, Reimar Kuntze, Karl Freund, László Schäffer
  • 6. A azáfama da zona ribeirinha da cidade do Porto é ilustrada tendo o rio Douro como personagem central, como pano de fundo. Homens, mulheres e crianças, gente humilde, agitam-se no confronto com ele, convergindo num só rosto. O retrato dentro de retrato dá-nos a ver o lugar no tempo e o seu ambiente humano. Havendo o Douro como fundo, surge o encantamento.  Ficha técnica:  Realização - Manoel de Oliveira  Produção - Manoel de Oliveira  Argumento - Manoel de Oliveira  Fotografia - António Mendes  Direcção de Som - Fernando Vernalde, Eder V. Frazão  Música - (Versão Sonora) Luís de Freitas Branco  Montagem - Manoel de Oliveira  Exteriores – Porto  35 mm pb 575 mt 21 mn
  • 7. Inspirado em obras como Berlim - Sinfonia de uma Metrópole, Um Homem com uma Camera e a trilogia Qatsi, o filme mostra o passar de um dia através de momentos peculiares e triviais do quotidiano da cidade. A narrativa se estabelece na relação da trilha sonora (original) e a montagem, sem diálogos.  Ficha técnica:  Director: Rodrigo Falk Brum  Roteiro: Rodrigo Falk Brum  Produção: Rodrigo Falk Brum  Fotografia: Rodrigo Falk Brum  Montagem: Roger Santos  Banda Sonora Original: Jean Carlos Sabatovicz, Jean Douat e Rafael Zimath  Tipo do Filme: Cor  Formato de Captação: MINIDV
  • 8. O filme consiste primariamente de imagens de arquivos em Camera lenta e em Time-lapse, mostrando cidades e muitas paisagens naturais dos Estados Unidos. Com o visual de poema sinfónico, o filme não contém nenhum diálogo ou narração; seu tom é estabelecido pela justaposição de imagens e música.  Ficha técnica:  Director: Godfrey Reggio  Roteiro:  conceito - Godfrey Reggio  Dramaturgo - Walter Bachauer  Cenário - Ron Fricke, Godfrey Reggio, Michael Hoenig  Produção: Godfrey Reggio  Edição: Alton Walpole, Ron Fricke  Musica: Philip Glass  cinematografia: Ron Fricke
  • 9. Powaqqatsi, também conhecido como Powaqqatsi: Life in Transformation, é um documentário americano lançado em 1988, dirigido por Godfrey Reggio e com música do compositor Philip Glass.  Como os demais filmes da trilogia, não são apresentadas narrativas ou diálogos durante todo documentário. Apenas no final é revelado o significado do nome powaqqatsi.  Ficha técnica:  Director: Godfrey Reggio  Roteiro: Godfrey Reggio, Ken Richards  Produção: Mal Lawrence, GodfreyReggio, Lawrenc e Taub  Edição: Iris Cahn, Miroslav Jaek, Alton Walpole  Musica: Philip Glass  cinematografia:GrahamBerry, Leonidas Zourdoumis
  • 10. É o último filme da trilogia Qatsi, que é composta juntamente com os documentários Koyaanisqatsi (1983) e Powaqqatsi (1988). O primeiro aborda principalmente o hemisfério norte, o segundo o sul e países asiáticos, ficando com este terceiro a grandiosidade de abordar o planeta como um todo, conectado, globalizado, mergulhado na tecnologia que encurta distâncias e acelera processos de destruição devido ao seu mau uso.  Naqoyqatsi é uma expressão da língua Hopi que significa "a vida como uma guerra" ou "a guerra como um meio de vida". Também há uma sugestão de interpretação como "violência civilizada".  Como os demais filmes da trilogia, não são apresentadas narrativas ou diálogos durante todo documentário.  Ficha técnica:  Director: Godfrey Reggio  Roteiro: Godfrey Reggio  Produção: Steven Soderbergh, Godfrey Reggio  Edição: Jon Kane  Musica: Philip Glass  cinematografia: Russell Lee Fine
  • 11. O filme, de 14 minutos, ainda mudo, foi o resultado de meses a fio de filmagem meticulosamente editada. E tem como trunfo um ritmo exuberante que busca acompanhar a importância da água dentro da paisagem e do quotidiano de uma cidade tão marcada pela presença dela como Amesterdão.  O dispositivo adoptado por Ivens passa sobretudo pelo de aproximar a água da chuva de outras superfícies igualmente húmidas ou refractárias dessa humidade: canais, calhas, poças, cisternas, clarabóias, coxias, vitrinas, vidraça s, o asfalto molhado, etc. Num dos planos mais belos, capta-se o rastro de luz que água deixa sobre a cobertura preta dos guarda-chuvas.  Ficha técnica:  Director: Joris Ivens, Mannus Franken  Camera: Joris Ivens  Produção: Joris Ivens, Mannus Franken  Edição: Joris Ivens  Musica: Lou Lichtveld  black&white / 35mm
  • 12. http://en.wikipedia.org/wiki/Man_with_a_Movie_Camera  http://blogmultiplicidade.wordpress.com/category/man- with-a-movie-camera/  http://dziga.perrybard.net/  http://en.wikipedia.org/wiki/Berlin:_Symphony_of_a_Gre at_City  http://wn.com/Berlin,_Symphony_of_a_City  http://www.curtadoc.tv/curta/index.php?id=334  http://pt.wikipedia.org/wiki/Koyaanisqatsi  http://pt.wikipedia.org/wiki/Powaqqatsi  http://pt.wikipedia.org/wiki/Naqoyqatsi  http://www.ivens.nl/film29-5.htm