SlideShare uma empresa Scribd logo
CALENDÁRIO DO
FUTEBOL BRASILEIRO
PARA MUDAR O JOGO
É PRECISO CONHECÊ-LO
CALENDÁRIO ATUAL
496 CLUBES NÃO
POSSUEM MAIS
atividades no resto do ano
EM TORNO DE
12 MIL ATLETAS
DESEMPREGADOS
a partir do final dos estaduais
100 CLUBES DISPUTAM
os Campeonatos Nacionais
88 CLUBES DISPUTAM
as Copas Estaduais
684 CLUBES DISPUTAM
os Campeonatos Estaduais
A REALIDADE
DATAS FIFA
DATAS CONMEBOL
DATAS CBF
DATAS FIFA: 10 DATAS
MUNDIAL DE CLUBES: 2 DATAS
ESTADUAL: 17/19 DATAS
BRASILEIRO SÉRIE A e B: 38 DATAS
BRASILEIRO SÉRIE C: 18/24 DATAS
BRASILEIRO SÉRIE D: 8/16 DATAS
COPA DO BRASIL : 8/14 DATAS
SUPERCOPA: 1 DATA
LIBERTADORES: 14/16 DATAS
SULAMERICANA: 8/10 DATAS
RECOPA: 2 DATAS
SURUGA: 1 DATA
COPA AMÉRICA: 6 DATAS
CALENDÁRIO BRASILEIRO
COMO É FORMADO O CALENDÁRIO?
PROPOSTA DE CALENDÁRIO DA CBF PARA 2015?
SÃO 44 SEMANAS DE COMPETIÇÃO OU 88 QUARTAS E DOMINGOS
4 semanas de pré temporada4 semanas de férias
COPA AMÉRICA: 6 DATAS
DATAS FIFA: 10 DATAS
LIBERTADORES: 16 DATAS
SULAMERICANA: 10 DATAS
SURUGA: 1 DATA
RECOPA: 2 DATAS
BRASILEIRO: 38 DATAS
ESTADUAL: 19 DATAS
SUPERCOPA: 1 DATA
Necessidade de 103 DATAS
0
10
20
30
40
50
60
70
80
90
Mín Máx Mín Máx Mín Máx Mín Máx Mín Máx
ESTADUAL SÉRIE D COPA DO BRASIL SÉRIE C SÉRIE B SÉRIE A
LIBERTADORES MUNDIAL RECOPA SULAMERICANA SURUGA SUPERCOPA
15 19 23 49 33 57 55 71 53 85
ESTADUAL SÉRIE D SÉRIE C SÉRIE B SÉRIE A
SIMULAÇÕES DO NÚMERO DE JOGOS
POUCOS JOGOS
PARA OS CLUBES
MENORES
PROBLEMAS DO CALENDÁRIO ATUAL
A REALIDADE DO
CALENDÁRIO DE 2013 EM SÃO PAULO
8
30
19
27
24
24 24
19
27
19
23
0
10
20
30
40
50
60
Mín Máx Mín Máx Mín Máx Mín Máx
SÉRIE B SÉRIE A2 COPA ESTADUAL SÉRIE A3 SÉRIE A1
2ª DIVISÃO SÉRIE A3 SÉRIE A2 SÉRIE A1
SIMULAÇÕES DO NÚMERO DE JOGOS
CALENDÁRIO 2013
Calendário do
AMÉRICA - SP
19 jogos – Recebeu R$ 60.000 da Federação
Calendário do
PRESIDENTE PRUDENTE
Jogou 8 jogos - Recebeu R$14.000 da Federação
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
2ª DIV* 2ª DIV* 2ª DIV*
2ª DIV*
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A3**A3** A3**
A3**
*2ª DIV, 2ª Divisão do Campeonato Paulista
**A3, Campeonato Paulista Série A3
CALENDÁRIO 2013
Calendário do
ATLÉTICO SOROCABA
Jogou 19 jogos - Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação
Calendário do
VELO CLUBE
Jogou 19 jogos – Recebeu R$120.000 da Federação
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A2* A2*A2*
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A1**
A1** A1**A1**
*A2, Campeonato Paulista Série A2
**A1, Campeonato Paulista Série A1
COPA PAULISTA
9 equipes da Série A1 (INATIVOS DE 21/04 à 13/07)
10 equipes da Série A2 (INATIVOS DE 31/03 à 13/07)
8 equipes da série A3 (INATIVOS DE 14/04 à 13/07)
Ao fim da 1ª Fase, 11 dos 27 clubes não avançaram. Ou
seja, montaram um elenco para jogar 2 meses/10 jogos.
como pagar em dia se o contrato mínimo é de 3 meses? De
onde vem a receita? Por que disputar esse torneio?
EM 2013, 27 clubes optaram por jogar a Copa Paulista que
iniciou em 13/07 e terminou SUA 1ª FASE DOIS MESES
DEPOIS, NO DIA 04/09.
Calendário do
NOROESTE
Jogou 19+10 jogos – Recebeu R$ 60.000 da Federação
Calendário do
SERTÃOZINHO
Jogou 19+12 jogos – Recebeu R$ 60.000 da Federação
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A3* A3*A3*
A3*
CP** CP**
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A2***
A2*** A2***A2***
CP** CP**
CALENDÁRIO 2013
*A3, Campeonato Paulista Série A3
**CP, Copa Paulista
***A2, Campeonato Paulista Série A2
Calendário do
XV PIRACICABA
Jogou 19+22 jogos - Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação
Calendário do
AUDAX - SP
Jogou 50 jogos - Recebeu R$120.000 da Federação
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A2* A2*A2*
A2*
CP** CP**
CP** CP**
CP**
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A1***
A1*** A1***A1***
CP** CP** CP**
CP**
CALENDÁRIO 2013
*A2, Campeonato Paulista Série A2
**CP, Copa Paulista
***A1, Campeonato Paulista Série A1
A SITUAÇÃO DA SÉRIE D
24 CLUBES
jogam apenas 8 partidas
(INÍCIO DIA 01/06 E FIM DA PRIMEIRA
FASE DIA 25/08)
Os 2 finalistas jogam
16 PARTIDAS
Clubes que jogaram
o estadual e a Série D
tiveram calendário médio
DE 7 MESES, COM O MÍNIMO
DE 27 JOGOS E O MÁXIMO DE
35 PARTIDAS
SÉRIE D
A SITUAÇÃO DA SÉRIE D EM 2013
• Custo médio por jogo, R$ 11.235,20
• O custo médio da arbitragem da Série D é de
R$ 5.300,29 (PRATICAMENTE METADE DO
CUSTO MÉDIO POR JOGO)
• Média de público, 1.245 PAGANTES
• Custo total dos jogos, R$ 1.797.631,40
• Diferença entre receita de bilheteria e custo
de jogo, + R$ 600 MIL
• 65 JOGOS superavitários
OUTROS NÚMEROS DA SÉRIE D
Calendário do
PENAPOLENSE
Jogou 23 + 8 jogos – Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação
Calendário do
BOTAFOGO - SP
Jogou 21 + 8 jogos - Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A1
A1* A1*A1*
A1* A1*
BRA
D**
BRA
D**
BRA
D**
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A1* A1*A1*
A1* BRA
BRA BRA
BRA
D**
BRA
D**
BRA
D**
A1*
CALENDÁRIO 2013
*A1, Campeonato Paulista Série A1
**BRA D, Campeonato Brasileiro Série D
Calendário do
ÁGUIA NEGRA - MS
Jogou 7 meses
Calendário do
YPIRANGA - PE
Jogou 8 meses
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
EST* EST*
EST*
BRA**
EST*
EST* BRA**
BRA**
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
CB***
EST* EST*EST*
BRA**
BRA**
BRA**
CALENDÁRIO 2013
*EST, Campeonato Estadual
**BRA, Campeonato Brasileiro
***CB, Copa do Brasil
Calendário do
VILA NOVA - MG
Jogou 6 meses
Calendário do
NOVA IGUAÇU - RJ
Jogou 7 meses
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
EST* EST*
EST*
BRA**
EST*
BRA**
BRA**
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
A1*** A1***
BRA**
BRA** BRA**
BRA**
CALENDÁRIO 2013
*EST, Campeonato Estadual
**BRA, Campeonato Brasileiro
***A1, Campeonato Mineiro Série A1
A SITUAÇÃO DA SÉRIE C
12 CLUBES
jogam 18 partidas
(INÍCIO DIA 01/06 E FIM
DA PRIMEIRA FASE DIA 09/10)
Os DOIS CLUBES FINALISTAS
jogam 26 PARTIDAS
Clubes que jogaram
o estadual e a Série C
tiveram calendário
“garantido” DE 8 MESES,
COM O MÍNIMO DE 33 JOGOS E O
MÁXIMO DE 43 PARTIDAS
SÉRIE C
NÚMERO DE JOGOS DA SÉRIE C
• Custo médio por jogo, R$ 22.468,63
• Média de público, 4.416 PAGANTES
• Custo total dos jogos, R$ 4.471.257,97
• Diferença entre receita de bilheteria e
custo de jogo, + R$ 7 MILHÕES
• 116 JOGOS superavitários
OUTROS NÚMEROS DA SÉRIE C
Calendário do
FORTALEZA - CE
Jogou 7 meses
Calendário do
GUARANI - SP
Jogou 8 meses
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
EST* EST*
CB**/EST*
BRA*** BRA***
BRA***
EST*
BRA***
BRA***
JAN FEV MAR
ABR MAI JUN
JUL AGO SET
OUT NOV DEZ
CN**** EST*
BRA*** BRA***
BRA***
CN****
EST* BRA***
BRA***
CB**/EST*
CALENDÁRIO 2013
*EST, Campeonato Estadual
**CB, Copa do Brasil
***BRA, Campeonato Brasileiro
***CN, Copa do Nordeste
DOS CLUBES INATIVOS
POR MAIS DE 6 MESES
PROBLEMAS DO CALENDÁRIO
• ESCASSEZ de jogos
• AUSÊNCIA de calendário anual
• Contratos de APENAS 3 MESES com os atletas
• DESINTERESSE do público
• FALTA DE VISIBILIDADE para os patrocinadores
• Desemprego de quase 12 MIL PROFISSIONAIS
• DIFICULDADES DE MANUTENÇÃO do
condicionamento físico ao longo do ano
PROBLEMAS PARA OS CLUBES MENORES
EXCESSO DE JOGOS
PARA OS CLUBES
DA ELITE
PROBLEMAS DO CALENDÁRIO ATUAL
ALEMANHA ITÁLIA ESPANHA INGLATERRA
BRASIL
NÚMERO MÁXIMO DE JOGOS POSSÍVEIS
COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES
SÉRIE B SÉRIE A
ESPANHA
INGLATERRA
BRASIL
ALEMANHA
ITÁLIA
MÉDIA DE JOGOS DOS 20 TIMES DA 1º DIVISÃO
EM MÉDIA, OS CLUBES DA SÉRIE A
JOGAM QUASE 40% A MAIS
DO QUE OS CLUBES DA 1ª DIVISÃO INGLESA
COMPARAÇÃO DA MÉDIA
O EXCESSO DE JOGOS TEM PREJUDICADO A
QUALIDADE DO ESPETÁCULO E
AFASTADO O TORCEDOR
DOS ESTÁDIOS
MÉDIA DE PÚBLICO NOS ESTÁDIOS DO MUNDO
A SITUAÇÃO DA SÉRIE A
SÃO PAULO 32 16
Corinthians 30 15
Atlético Mineiro 26 12
Internacional 26 12
Grêmio 26 12
Cruzeiro 20 8
REAL MADRID 24 4
Barcelona 22 4
BAYERN 18 5
Borussia Dortmund 18 3
Arsenal 16 3
Manchester United 15 3
TIMES DO BRASIL
SEMANAS COM
DOIS JOGOS
SEMANAS SEGUIDAS
COM DOIS JOGOS
Fonte: Universidade do Futebol
TIMES DO EUROPA
SEMANAS COM
DOIS JOGOS
SEMANAS SEGUIDAS
COM DOIS JOGOS
JOGOS DE DOMINGO – QUARTA-DOMINGO
São Paulo 2005 31
Internacional 2006 34
Internacional 2010 29
Santos 2011 34
Corinthians 2012 35
Atlético Mineiro 2013 22
Liverpool 2004/05 80
Barcelona 2005/06 89
Internazionale 2009/10 91
Barcelona 2010/11 78
Chelsea 2011/12 90
Bayern 2012/13 56
CAMPEÕES DA
CHAMPIONS LEAGUE
TEMPORADA DIFERENÇA DE DIAS
Fonte: IPEFut/Universidade do Futebol
BRASILEIROS CAMPEÕES
DA LIBERTADORES TEMPORADA DIFERENÇA DE DIAS
PERÍODO ENTRE O ÚLTIMO E O PRIMEIRO JOGO DA TEMPORADA
• CONFUSÃO de datas
• DESINTERESSE do público
• EQUIPES NÃO DISPUTAM A TOTALIDADE
dos campeonatos com todas as forças
• DISPUTA POR ESPAÇO na mídia
• PREJUÍZO para os patrocinadores
• PREJUÍZO TÁTICO, TÉCNICO E FÍSICO
do espetáculo
• Maior risco de LESÃO PARA ATLETAS
• DESRESPEITO às datas FIFA
• ENFRAQUECIMENTO do produto futebol
PROBLEMAS PARA OS CLUBES DE ELITE
COMO EVITAR
ESSE CENÁRIO?
SOLUÇÃO
IMPLEMENTANDO
UM NOVO
CALENDÁRIO
SOLUÇÃO
QUAIS SÃO
AS MUDANÇAS?
SOLUÇÃO
Divididos em 36 GRUPOS de
12 EQUIPES cada
Mínimo de 30 JOGOS
Máximo de 34 JOGOS
A disputa da SÉRIE E é REGIONALIZADA
Sobem para SÉRIE D AS 36 MELHORES EQUIPES
432 times
CRIA-SE A SÉRIE E
Na fase de acesso nacional sobem 12 EQUIPES PARA SÉRIE C
As 36 PIORES SÃO REBAIXADAS PARA SÉRIE E
Divididos em 12 GRUPOS de
12 EQUIPES cada
Mínimo de 34 JOGOS
Máximo de 38 JOGOS
144 times
NOVO MODELO PARA A SÉRIE D
Sobem as 4 MELHORES EQUIPES PARA A SÉRIE B
As 12 PIORES SÃO REBAIXADAS PARA A SÉRIE D
Divididos em 4 GRUPOS de
12 EQUIPES cada
Mínimo de 34 JOGOS
Máximo de 38 JOGOS
48 times
NOVO MODELO PARA A SÉRIE C
Na Série A as 4 MELHORES EQUIPES SE CLASSIFICAM PARA A LIBERTADORES.
Na Série B as 4 MELHORES EQUIPES SOBEM PARA A SÉRIE A.
Todos jogam contra todos em
turno e returno
38 JOGOS
20 times
Série A Série B
O FORMATO SE MANTÉM
Na Série A as 4 PIORES EQUIPES CAEM PARA A SÉRIE B.
Na Série B as 4 PIORES EQUIPES CAEM PARA A SÉRIE C.
NOVO MODELO PARA A SÉRIE C
OS TIMES PEQUENOS
MORRERIAM SE NÃO
ENFRENTASSEM OS GRANDES?
Vs.
E OS ESTADUAIS?
• Mas como explicar os 85 CLUBES DAS SÉRIES A2, A3 E B
QUE ESTÃO “SOBREVIVENDO” há anos sem enfrentar
os grandes?
• Qual é a diferença financeira/estrutural entre os 8 CLUBES
DA SÉRIE A1 que recebem R$1.8 MILHÕES PARA JOGAR O
PAULISTÃO mas QUE NÃO DISPUTAM AS SERIES A, B, C
ou D do BRASILEIRO para os outros 85 TIMES do Estado?
• Então a proposta das Federações de reduzir de 19 PARA
15 O NÚMERO DE JOGOS DA PRIMEIRA FASE DOS
ESTADUAIS, ALÉM DE NÃO DESAFOGAR O CALENDÁRIO
DOS GRANDES, PREJUDICOU AINDA MAIS
OS PEQUENOS
E O BOM SENSO DIZ QUE NÃO
SENSO COMUM DIZ QUE SIM
• DIMINUIÇÃO DO NÚMERO DE JOGOS.
• JOGOS MAIS EXCLUSIVOS E DECISIVOS.
• ESTRATÉGIAS PARA GERAR MAIOR INTERESSE E MAIOR AUDIÊNCIA.
• RESGATAR O PÚBLICO DOS ESTÁDIOS.
• FOMENTAR AS RIVALIDADES REGIONAIS.
• FOMENTAR A PRÁTICA ESPORTIVA NA COMUNIDADE.
• CONTATO DO INTERIOR COM OS TIMES GRANDES (PLANO DE MARKETING).
• FIDELIZAR A TORCIDA DENTRO DO ESTADO.
• PROMOVER AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL.
• PROMOVER EVENTOS TÉCNICOS (SIMPÓSIOS, SEMINÁRIOS ETC.).
• ETC.
COMO MEXER NOS ESTADUAIS E MANTER SUA TRADIÇÃO
E IMPORTÂNCIA HISTÓRICA?
• PONTOS CORRIDOS
• PONTOS CORRIDOS + MATA MATA
• COPA
COPA DO MUNDO
CHAMPIONS LEAGUE
$$$$
Eliminatórias com
200 PAÍSES E 10 A 16 DATAS
Fase final com
32 EQUIPES E 7 DATAS
EXISTEM 3 FORMATOS DE COMPETIÇÃO
• O CAMPEONATO ESTADUAL PASSARÁ A SER A COPA ESTADUAL
• CADA ESTADO TERÁ APENAS UMA COPA ESTADUAL
• AS COPAS ESTADUAIS PODERÃO SER JOGADAS EM ATÉ 8 DATAS
• AS COPAS ESTADUAIS SERÃO CUSTOMIZADAS DE ACORDO COM
CADA ESTADO, PODENDO CONTER 8 OU 10 / 16 OU 20 / 32
OU 40 EQUIPES
• AS EQUIPES DAS SÉRIES A, B e C TERÃO VAGAS GARANTIDAS
NA COMPETIÇÃO
• AS EQUIPES DAS SÉRIE D e E DISPUTARÃO AS ELIMINATÓRIAS DAS
COPAS ESTADUAIS
PROPOSTA PARA OS ESTADUAIS
• SERÃO ESCOLHIDAS 4 OU 8 SEDES
POR ESTADO
• HAVERÁ PRÉ-REQUISITOS PARA A
ESCOLHA DAS SEDES:
ETC.
REDE HOTELEIRA CAMPOS DE TREINAMENTOS ESTÁDIOS
OUTRAS OPÇÕES
COMPARAÇÃO DAS PROPOSTAS
*
* 22 JOGOS NA SÉRIE E + ELIMINATÓRIAS DAS COPAS ESTADUAIS DE 8 OU 10 JOGOS
COMPARAÇÃO DAS PROPOSTAS
32
RECAPITULANDO
CRIAMOS UMA SÉRIE E PARA AUMENTAR O NÚMERO DE CLUBES
COM CALENDÁRIO O ANO INTEIRO.
AUMENTAMOS O NÚMERO DE JOGOS DAS EQUIPES
DAS SÉRIES C e D.
OFERECEMOS PREVISIBILIDADE NAS DATAS PARA GERAR SEGURANÇA
E ATRAIR OS INVESTIDORES LOCAIS, REGIONAIS, PÚBLICO, ETC...
REGIONALIZAMOS AS COMPETIÇÕES NACIONAIS PARA DIMINUIR
O CUSTO DE SUAS OPERAÇÕES (LOGÍSTICA NA TABELA PARA
OTIMIZAR VIAGENS).
POSSIBILIDADE DE QUALQUER CLUBE DO PAÍS ASCENDER À PRIMEIRA
DIVISÃO EM 4 ANOS.
I. RESUMO DAS PROPOSTAS
O CAMPEONATO ESTADUAL PASSARÁ A SER A COPA ESTADUAL
CADA ESTADO TERÁ APENAS UMA COPA ESTADUAL
AS COPAS ESTADUAIS PODERÃO SER JOGADAS EM ATÉ 8 DATAS
AS COPAS ESTADUAIS SERÃO CUSTOMIZADAS DE ACORDO COM
CADA ESTADO, PODENDO CONTER 8 OU 10 / 16 OU 20 /
32 OU 40 EQUIPES
AS EQUIPES DAS SÉRIES A, B e C TERÃO VAGAS GARANTIDAS
NA COMPETIÇÃO
AS EQUIPES DAS SÉRIE D e E DISPUTARÃO AS ELIMINATÓRIAS DAS
COPAS ESTADUAIS
II. RESUMO DAS PROPOSTAS
AUMENTO DO NÚMERO DE PARTIDAS OFICIAIS.
CALENDÁRIO COM JOGOS DURANTE TODO O ANO
MAIOR POSSIBILIDADE DE CONTRATOS ANUAIS COM OS
ATLETAS
GERAÇÃO DE RENDA CONTÍNUA AO LONGO DO ANO
PERSPECTIVA DE CRESCIMENTO E PROFISSIONALIZAÇÃO DA
ESTRUTURA DO FUTEBOL
MAIOR PREVISIBILIDADE E INCENTIVOS PARA
PATROCINADORES LOCAIS
I. VANTAGENS PARA OS CLUBES MENORES
REDUÇÃO DO NÚMERO DE PARTIDAS OFICIAIS.
CAMPEONATO BRASILEIRO DISPUTADO SOMENTE AOS
FINAIS DE SEMANA (PRODUTO PREMIUM, MÉDIA DE
PÚBLICO E TICKET MÉDIO MAIORES).
BRASILEIRÃO DE FEVEREIRO A DEZEMBRO - SEU PRODUTO
FUTEBOL SE TORNA MAIS EXCLUSIVO E QUALIFICADO, A
RECEITA TENDE A SUBIR.
ELENCOS MENOS INCHADOS, MAIS QUALIFICADOS,
MENOR CUSTO COM FOLHA SALARIAL.
MENOR RISCO DE LESÕES E DESGASTE FÍSICO DOS PRINCIPAIS
ATLETAS, OTIMIZAÇÃO DO CUSTO BENEFÍCIO.
REDUÇÃO DO PREJUÍZO:
TEMPO DE INATIVIDADE x SALÁRIO.
II. VANTAGENS PARA OS CLUBES MENORES
TEMPORADA DE 44 SEMANAS OU 88 DATAS DISPONÍVEIS
2015
Necessidade de 94 datas
4 semanas de pré temporada4 semanas de férias
COPA AMÉRICA: 6 DATAS
DATAS FIFA: 10 DATAS
LIBERTADORES: 16 DATAS
SULAMERICANA: 10 DATAS
SURUGA: 1 DATA
RECOPA: 2 DATAS
BRASILEIRO: 38 DATAS
ESTADUAL: 8 DATAS
SUPERCOPA: 1 DATA
2016
94-6 (Copa América) = 88
COMO FICARIA PARA QUEM DISPUTA AS SÉRIES A e B
EM 2015 E 2016
Apresentação do Calendário do Futebol Brasileiro - Bom Senso F.C.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Henrique Nóbrega - Atleta de Jiu Jitsu
Henrique Nóbrega - Atleta de  Jiu JitsuHenrique Nóbrega - Atleta de  Jiu Jitsu
Henrique Nóbrega - Atleta de Jiu Jitsu
Mintz Comunicação
 
Spfc - São Paulo Futebol Clube
Spfc - São Paulo Futebol ClubeSpfc - São Paulo Futebol Clube
Spfc - São Paulo Futebol Clube
Raphael Bertassin
 
Vôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa VôleiVôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa Vôlei
InnovateSports
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
bbpn
 
Arremessos
ArremessosArremessos
Arremessos
kairoMLB
 
Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018
Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018
Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018
Thales Moreno De Assis
 
Projeto Esporte Social
Projeto Esporte SocialProjeto Esporte Social
Projeto Esporte Social
MBA_CEMPRESARIAL2014
 
Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4
Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4
Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4
Cultura e Mercado
 
Apresentação escolas de futebol do boca juniors
Apresentação escolas de futebol do boca juniorsApresentação escolas de futebol do boca juniors
Apresentação escolas de futebol do boca juniors
Murilo Motta
 
Futebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair AguilarFutebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Basquete - Projeto Bauru Basquete
Basquete - Projeto Bauru BasqueteBasquete - Projeto Bauru Basquete
Basquete - Projeto Bauru Basquete
InnovateSports
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
Hilda Lucki
 
Briefing de Apresentação a patrocinadores
Briefing de Apresentação a patrocinadoresBriefing de Apresentação a patrocinadores
Briefing de Apresentação a patrocinadores
Susana Santos
 
Toronto Argonauts
Toronto ArgonautsToronto Argonauts
Toronto Argonauts
abhishek iyer
 
ここがつらいよ8thwall
ここがつらいよ8thwallここがつらいよ8thwall
ここがつらいよ8thwall
Atsuto Inoue
 
Proposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - Bahia
Proposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - BahiaProposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - Bahia
Proposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - Bahia
Paulo Carneiro
 
Smart Building Reference Architectureのご紹介
Smart Building Reference Architectureのご紹介Smart Building Reference Architectureのご紹介
Smart Building Reference Architectureのご紹介
IoTビジネス共創ラボ
 

Mais procurados (17)

Henrique Nóbrega - Atleta de Jiu Jitsu
Henrique Nóbrega - Atleta de  Jiu JitsuHenrique Nóbrega - Atleta de  Jiu Jitsu
Henrique Nóbrega - Atleta de Jiu Jitsu
 
Spfc - São Paulo Futebol Clube
Spfc - São Paulo Futebol ClubeSpfc - São Paulo Futebol Clube
Spfc - São Paulo Futebol Clube
 
Vôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa VôleiVôlei - Projeto do Floripa Vôlei
Vôlei - Projeto do Floripa Vôlei
 
Apostila de basquetebol
Apostila de basquetebolApostila de basquetebol
Apostila de basquetebol
 
Arremessos
ArremessosArremessos
Arremessos
 
Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018
Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018
Proposta de Patrocinio - Vulcao 2018
 
Projeto Esporte Social
Projeto Esporte SocialProjeto Esporte Social
Projeto Esporte Social
 
Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4
Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4
Formatação de Projetos de Audiovisual - Aulas 2, 3 e 4
 
Apresentação escolas de futebol do boca juniors
Apresentação escolas de futebol do boca juniorsApresentação escolas de futebol do boca juniors
Apresentação escolas de futebol do boca juniors
 
Futebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair AguilarFutebol - Prof. Altair Aguilar
Futebol - Prof. Altair Aguilar
 
Basquete - Projeto Bauru Basquete
Basquete - Projeto Bauru BasqueteBasquete - Projeto Bauru Basquete
Basquete - Projeto Bauru Basquete
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Briefing de Apresentação a patrocinadores
Briefing de Apresentação a patrocinadoresBriefing de Apresentação a patrocinadores
Briefing de Apresentação a patrocinadores
 
Toronto Argonauts
Toronto ArgonautsToronto Argonauts
Toronto Argonauts
 
ここがつらいよ8thwall
ここがつらいよ8thwallここがつらいよ8thwall
ここがつらいよ8thwall
 
Proposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - Bahia
Proposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - BahiaProposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - Bahia
Proposta Patrocinio Atleta Rafael Rocha - Tênis de Mesa - Bahia
 
Smart Building Reference Architectureのご紹介
Smart Building Reference Architectureのご紹介Smart Building Reference Architectureのご紹介
Smart Building Reference Architectureのご紹介
 

Destaque

Bom Senso F.C. - Fair Play Financeiro
Bom Senso F.C. - Fair Play FinanceiroBom Senso F.C. - Fair Play Financeiro
Bom Senso F.C. - Fair Play Financeiro
Bom Senso F.C.
 
Futebol alemão x futebol brasileiro - Amir Somoggi
Futebol alemão x futebol brasileiro - Amir SomoggiFutebol alemão x futebol brasileiro - Amir Somoggi
Futebol alemão x futebol brasileiro - Amir Somoggi
Amir Somoggi
 
Calendrio 2015 sugesto 2
Calendrio 2015    sugesto 2Calendrio 2015    sugesto 2
Calendrio 2015 sugesto 2
Pena Ocana
 
Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013
Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013
Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013
Bom Senso F.C.
 
A terra e o sol da meia noite
A terra e o sol da meia noiteA terra e o sol da meia noite
A terra e o sol da meia noite
Cida Fernandes
 
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013
Idel Halfen
 
Relatório e Contas FC Porto
Relatório e Contas FC PortoRelatório e Contas FC Porto
Relatório e Contas FC Porto
Fcporto Blogspot
 
Formação dirigentes clubes
Formação dirigentes   clubesFormação dirigentes   clubes
Formação dirigentes clubes
Jaime F. Ribeiro
 
Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...
Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...
Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...
Idel Halfen
 
Marketing associativo - CNC
Marketing associativo - CNCMarketing associativo - CNC
Marketing associativo - CNC
CNC
 
Ética e Fairplay.
Ética e Fairplay.Ética e Fairplay.
Ética e Fairplay.
Arita155
 
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012
Idel Halfen
 
Finanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir Somoggi
Finanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir SomoggiFinanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir Somoggi
Finanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir Somoggi
Amir Somoggi
 
Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017
Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017
Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017
Idel Halfen
 
Fair play
Fair playFair play
Fair play
Nicolas Wijaya
 

Destaque (16)

Bom Senso F.C. - Fair Play Financeiro
Bom Senso F.C. - Fair Play FinanceiroBom Senso F.C. - Fair Play Financeiro
Bom Senso F.C. - Fair Play Financeiro
 
Futebol alemão x futebol brasileiro - Amir Somoggi
Futebol alemão x futebol brasileiro - Amir SomoggiFutebol alemão x futebol brasileiro - Amir Somoggi
Futebol alemão x futebol brasileiro - Amir Somoggi
 
Calendrio 2015 sugesto 2
Calendrio 2015    sugesto 2Calendrio 2015    sugesto 2
Calendrio 2015 sugesto 2
 
Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013
Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013
Bom Senso F.C. - Público e Renda Série A - 2013
 
Fair Play
Fair PlayFair Play
Fair Play
 
A terra e o sol da meia noite
A terra e o sol da meia noiteA terra e o sol da meia noite
A terra e o sol da meia noite
 
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2013
 
Relatório e Contas FC Porto
Relatório e Contas FC PortoRelatório e Contas FC Porto
Relatório e Contas FC Porto
 
Formação dirigentes clubes
Formação dirigentes   clubesFormação dirigentes   clubes
Formação dirigentes clubes
 
Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...
Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...
Marcas esportivas nas principais ligas do futebol na América do Norte - 2013-...
 
Marketing associativo - CNC
Marketing associativo - CNCMarketing associativo - CNC
Marketing associativo - CNC
 
Ética e Fairplay.
Ética e Fairplay.Ética e Fairplay.
Ética e Fairplay.
 
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012
Principais clubes do mundo e suas marcas esportivas - 2012
 
Finanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir Somoggi
Finanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir SomoggiFinanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir Somoggi
Finanças 4 clubes do RJ em 2015 - Amir Somoggi
 
Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017
Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017
Marcas esportivas nas 20 ligas de futebol mais valiosas - 2016-2017
 
Fair play
Fair playFair play
Fair play
 

Semelhante a Apresentação do Calendário do Futebol Brasileiro - Bom Senso F.C.

Futebol globo radio_copa_2018
Futebol globo radio_copa_2018Futebol globo radio_copa_2018
Futebol globo radio_copa_2018
Meio & Mensagem
 
Campeonato Regional
Campeonato RegionalCampeonato Regional
Campeonato Regional
gabrielnunes
 
Palestra abtf 2013 introdução ao futebol ciência prof jairo santos
Palestra abtf 2013   introdução ao futebol ciência prof jairo santosPalestra abtf 2013   introdução ao futebol ciência prof jairo santos
Palestra abtf 2013 introdução ao futebol ciência prof jairo santos
Henrique Guedes
 
Classificação
ClassificaçãoClassificação
Classificação
Jean Rogers
 
Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02
Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02
Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02
Paulo Prestes
 
Plano de Oportunidade Copa verde 2014
Plano de Oportunidade Copa verde  2014Plano de Oportunidade Copa verde  2014
Plano de Oportunidade Copa verde 2014
Carol Esperança
 
De
DeDe
Boleti001 copA DOS CONDOMINIOS
Boleti001 copA DOS CONDOMINIOSBoleti001 copA DOS CONDOMINIOS
Boleti001 copA DOS CONDOMINIOS
Carlos Daliga
 
UOL Futebol 2018
UOL Futebol 2018UOL Futebol 2018
UOL Futebol 2018
Meio & Mensagem
 
UOL Copa
UOL CopaUOL Copa
UOL Copa
Meio & Mensagem
 
Uol copa do mundo_110817.pptx
Uol copa do mundo_110817.pptxUol copa do mundo_110817.pptx
Uol copa do mundo_110817.pptx
Meio & Mensagem
 
Esporte interativo
Esporte interativoEsporte interativo
Esporte interativo
Meio & Mensagem
 
Regulamento da Série D 2010
Regulamento da Série D 2010Regulamento da Série D 2010
Regulamento da Série D 2010
Blog do Torcedor/JC Online
 

Semelhante a Apresentação do Calendário do Futebol Brasileiro - Bom Senso F.C. (13)

Futebol globo radio_copa_2018
Futebol globo radio_copa_2018Futebol globo radio_copa_2018
Futebol globo radio_copa_2018
 
Campeonato Regional
Campeonato RegionalCampeonato Regional
Campeonato Regional
 
Palestra abtf 2013 introdução ao futebol ciência prof jairo santos
Palestra abtf 2013   introdução ao futebol ciência prof jairo santosPalestra abtf 2013   introdução ao futebol ciência prof jairo santos
Palestra abtf 2013 introdução ao futebol ciência prof jairo santos
 
Classificação
ClassificaçãoClassificação
Classificação
 
Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02
Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02
Match Day Relatório Final - Brasileirão 2017 parte-02
 
Plano de Oportunidade Copa verde 2014
Plano de Oportunidade Copa verde  2014Plano de Oportunidade Copa verde  2014
Plano de Oportunidade Copa verde 2014
 
De
DeDe
De
 
Boleti001 copA DOS CONDOMINIOS
Boleti001 copA DOS CONDOMINIOSBoleti001 copA DOS CONDOMINIOS
Boleti001 copA DOS CONDOMINIOS
 
UOL Futebol 2018
UOL Futebol 2018UOL Futebol 2018
UOL Futebol 2018
 
UOL Copa
UOL CopaUOL Copa
UOL Copa
 
Uol copa do mundo_110817.pptx
Uol copa do mundo_110817.pptxUol copa do mundo_110817.pptx
Uol copa do mundo_110817.pptx
 
Esporte interativo
Esporte interativoEsporte interativo
Esporte interativo
 
Regulamento da Série D 2010
Regulamento da Série D 2010Regulamento da Série D 2010
Regulamento da Série D 2010
 

Apresentação do Calendário do Futebol Brasileiro - Bom Senso F.C.

  • 1. CALENDÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO PARA MUDAR O JOGO É PRECISO CONHECÊ-LO
  • 3. 496 CLUBES NÃO POSSUEM MAIS atividades no resto do ano EM TORNO DE 12 MIL ATLETAS DESEMPREGADOS a partir do final dos estaduais 100 CLUBES DISPUTAM os Campeonatos Nacionais 88 CLUBES DISPUTAM as Copas Estaduais 684 CLUBES DISPUTAM os Campeonatos Estaduais A REALIDADE
  • 4. DATAS FIFA DATAS CONMEBOL DATAS CBF DATAS FIFA: 10 DATAS MUNDIAL DE CLUBES: 2 DATAS ESTADUAL: 17/19 DATAS BRASILEIRO SÉRIE A e B: 38 DATAS BRASILEIRO SÉRIE C: 18/24 DATAS BRASILEIRO SÉRIE D: 8/16 DATAS COPA DO BRASIL : 8/14 DATAS SUPERCOPA: 1 DATA LIBERTADORES: 14/16 DATAS SULAMERICANA: 8/10 DATAS RECOPA: 2 DATAS SURUGA: 1 DATA COPA AMÉRICA: 6 DATAS CALENDÁRIO BRASILEIRO COMO É FORMADO O CALENDÁRIO?
  • 5. PROPOSTA DE CALENDÁRIO DA CBF PARA 2015? SÃO 44 SEMANAS DE COMPETIÇÃO OU 88 QUARTAS E DOMINGOS 4 semanas de pré temporada4 semanas de férias COPA AMÉRICA: 6 DATAS DATAS FIFA: 10 DATAS LIBERTADORES: 16 DATAS SULAMERICANA: 10 DATAS SURUGA: 1 DATA RECOPA: 2 DATAS BRASILEIRO: 38 DATAS ESTADUAL: 19 DATAS SUPERCOPA: 1 DATA Necessidade de 103 DATAS
  • 6. 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 Mín Máx Mín Máx Mín Máx Mín Máx Mín Máx ESTADUAL SÉRIE D COPA DO BRASIL SÉRIE C SÉRIE B SÉRIE A LIBERTADORES MUNDIAL RECOPA SULAMERICANA SURUGA SUPERCOPA 15 19 23 49 33 57 55 71 53 85 ESTADUAL SÉRIE D SÉRIE C SÉRIE B SÉRIE A SIMULAÇÕES DO NÚMERO DE JOGOS
  • 7. POUCOS JOGOS PARA OS CLUBES MENORES PROBLEMAS DO CALENDÁRIO ATUAL
  • 8. A REALIDADE DO CALENDÁRIO DE 2013 EM SÃO PAULO
  • 9. 8 30 19 27 24 24 24 19 27 19 23 0 10 20 30 40 50 60 Mín Máx Mín Máx Mín Máx Mín Máx SÉRIE B SÉRIE A2 COPA ESTADUAL SÉRIE A3 SÉRIE A1 2ª DIVISÃO SÉRIE A3 SÉRIE A2 SÉRIE A1 SIMULAÇÕES DO NÚMERO DE JOGOS
  • 10. CALENDÁRIO 2013 Calendário do AMÉRICA - SP 19 jogos – Recebeu R$ 60.000 da Federação Calendário do PRESIDENTE PRUDENTE Jogou 8 jogos - Recebeu R$14.000 da Federação JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ 2ª DIV* 2ª DIV* 2ª DIV* 2ª DIV* JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A3**A3** A3** A3** *2ª DIV, 2ª Divisão do Campeonato Paulista **A3, Campeonato Paulista Série A3
  • 11. CALENDÁRIO 2013 Calendário do ATLÉTICO SOROCABA Jogou 19 jogos - Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação Calendário do VELO CLUBE Jogou 19 jogos – Recebeu R$120.000 da Federação JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A2* A2*A2* JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A1** A1** A1**A1** *A2, Campeonato Paulista Série A2 **A1, Campeonato Paulista Série A1
  • 12. COPA PAULISTA 9 equipes da Série A1 (INATIVOS DE 21/04 à 13/07) 10 equipes da Série A2 (INATIVOS DE 31/03 à 13/07) 8 equipes da série A3 (INATIVOS DE 14/04 à 13/07) Ao fim da 1ª Fase, 11 dos 27 clubes não avançaram. Ou seja, montaram um elenco para jogar 2 meses/10 jogos. como pagar em dia se o contrato mínimo é de 3 meses? De onde vem a receita? Por que disputar esse torneio? EM 2013, 27 clubes optaram por jogar a Copa Paulista que iniciou em 13/07 e terminou SUA 1ª FASE DOIS MESES DEPOIS, NO DIA 04/09.
  • 13. Calendário do NOROESTE Jogou 19+10 jogos – Recebeu R$ 60.000 da Federação Calendário do SERTÃOZINHO Jogou 19+12 jogos – Recebeu R$ 60.000 da Federação JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A3* A3*A3* A3* CP** CP** JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A2*** A2*** A2***A2*** CP** CP** CALENDÁRIO 2013 *A3, Campeonato Paulista Série A3 **CP, Copa Paulista ***A2, Campeonato Paulista Série A2
  • 14. Calendário do XV PIRACICABA Jogou 19+22 jogos - Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação Calendário do AUDAX - SP Jogou 50 jogos - Recebeu R$120.000 da Federação JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A2* A2*A2* A2* CP** CP** CP** CP** CP** JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A1*** A1*** A1***A1*** CP** CP** CP** CP** CALENDÁRIO 2013 *A2, Campeonato Paulista Série A2 **CP, Copa Paulista ***A1, Campeonato Paulista Série A1
  • 15. A SITUAÇÃO DA SÉRIE D
  • 16. 24 CLUBES jogam apenas 8 partidas (INÍCIO DIA 01/06 E FIM DA PRIMEIRA FASE DIA 25/08) Os 2 finalistas jogam 16 PARTIDAS Clubes que jogaram o estadual e a Série D tiveram calendário médio DE 7 MESES, COM O MÍNIMO DE 27 JOGOS E O MÁXIMO DE 35 PARTIDAS SÉRIE D A SITUAÇÃO DA SÉRIE D EM 2013
  • 17. • Custo médio por jogo, R$ 11.235,20 • O custo médio da arbitragem da Série D é de R$ 5.300,29 (PRATICAMENTE METADE DO CUSTO MÉDIO POR JOGO) • Média de público, 1.245 PAGANTES • Custo total dos jogos, R$ 1.797.631,40 • Diferença entre receita de bilheteria e custo de jogo, + R$ 600 MIL • 65 JOGOS superavitários OUTROS NÚMEROS DA SÉRIE D
  • 18. Calendário do PENAPOLENSE Jogou 23 + 8 jogos – Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação Calendário do BOTAFOGO - SP Jogou 21 + 8 jogos - Recebeu R$ 1.8 milhão da Federação JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A1 A1* A1*A1* A1* A1* BRA D** BRA D** BRA D** JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A1* A1*A1* A1* BRA BRA BRA BRA D** BRA D** BRA D** A1* CALENDÁRIO 2013 *A1, Campeonato Paulista Série A1 **BRA D, Campeonato Brasileiro Série D
  • 19. Calendário do ÁGUIA NEGRA - MS Jogou 7 meses Calendário do YPIRANGA - PE Jogou 8 meses JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ EST* EST* EST* BRA** EST* EST* BRA** BRA** JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ CB*** EST* EST*EST* BRA** BRA** BRA** CALENDÁRIO 2013 *EST, Campeonato Estadual **BRA, Campeonato Brasileiro ***CB, Copa do Brasil
  • 20. Calendário do VILA NOVA - MG Jogou 6 meses Calendário do NOVA IGUAÇU - RJ Jogou 7 meses JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ EST* EST* EST* BRA** EST* BRA** BRA** JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ A1*** A1*** BRA** BRA** BRA** BRA** CALENDÁRIO 2013 *EST, Campeonato Estadual **BRA, Campeonato Brasileiro ***A1, Campeonato Mineiro Série A1
  • 21. A SITUAÇÃO DA SÉRIE C
  • 22. 12 CLUBES jogam 18 partidas (INÍCIO DIA 01/06 E FIM DA PRIMEIRA FASE DIA 09/10) Os DOIS CLUBES FINALISTAS jogam 26 PARTIDAS Clubes que jogaram o estadual e a Série C tiveram calendário “garantido” DE 8 MESES, COM O MÍNIMO DE 33 JOGOS E O MÁXIMO DE 43 PARTIDAS SÉRIE C NÚMERO DE JOGOS DA SÉRIE C
  • 23. • Custo médio por jogo, R$ 22.468,63 • Média de público, 4.416 PAGANTES • Custo total dos jogos, R$ 4.471.257,97 • Diferença entre receita de bilheteria e custo de jogo, + R$ 7 MILHÕES • 116 JOGOS superavitários OUTROS NÚMEROS DA SÉRIE C
  • 24. Calendário do FORTALEZA - CE Jogou 7 meses Calendário do GUARANI - SP Jogou 8 meses JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ EST* EST* CB**/EST* BRA*** BRA*** BRA*** EST* BRA*** BRA*** JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ CN**** EST* BRA*** BRA*** BRA*** CN**** EST* BRA*** BRA*** CB**/EST* CALENDÁRIO 2013 *EST, Campeonato Estadual **CB, Copa do Brasil ***BRA, Campeonato Brasileiro ***CN, Copa do Nordeste
  • 25. DOS CLUBES INATIVOS POR MAIS DE 6 MESES PROBLEMAS DO CALENDÁRIO
  • 26. • ESCASSEZ de jogos • AUSÊNCIA de calendário anual • Contratos de APENAS 3 MESES com os atletas • DESINTERESSE do público • FALTA DE VISIBILIDADE para os patrocinadores • Desemprego de quase 12 MIL PROFISSIONAIS • DIFICULDADES DE MANUTENÇÃO do condicionamento físico ao longo do ano PROBLEMAS PARA OS CLUBES MENORES
  • 27. EXCESSO DE JOGOS PARA OS CLUBES DA ELITE PROBLEMAS DO CALENDÁRIO ATUAL
  • 28. ALEMANHA ITÁLIA ESPANHA INGLATERRA BRASIL NÚMERO MÁXIMO DE JOGOS POSSÍVEIS COMPARAÇÃO COM OUTROS PAÍSES
  • 29. SÉRIE B SÉRIE A ESPANHA INGLATERRA BRASIL ALEMANHA ITÁLIA MÉDIA DE JOGOS DOS 20 TIMES DA 1º DIVISÃO EM MÉDIA, OS CLUBES DA SÉRIE A JOGAM QUASE 40% A MAIS DO QUE OS CLUBES DA 1ª DIVISÃO INGLESA COMPARAÇÃO DA MÉDIA
  • 30. O EXCESSO DE JOGOS TEM PREJUDICADO A QUALIDADE DO ESPETÁCULO E AFASTADO O TORCEDOR DOS ESTÁDIOS MÉDIA DE PÚBLICO NOS ESTÁDIOS DO MUNDO
  • 31. A SITUAÇÃO DA SÉRIE A
  • 32. SÃO PAULO 32 16 Corinthians 30 15 Atlético Mineiro 26 12 Internacional 26 12 Grêmio 26 12 Cruzeiro 20 8 REAL MADRID 24 4 Barcelona 22 4 BAYERN 18 5 Borussia Dortmund 18 3 Arsenal 16 3 Manchester United 15 3 TIMES DO BRASIL SEMANAS COM DOIS JOGOS SEMANAS SEGUIDAS COM DOIS JOGOS Fonte: Universidade do Futebol TIMES DO EUROPA SEMANAS COM DOIS JOGOS SEMANAS SEGUIDAS COM DOIS JOGOS JOGOS DE DOMINGO – QUARTA-DOMINGO
  • 33. São Paulo 2005 31 Internacional 2006 34 Internacional 2010 29 Santos 2011 34 Corinthians 2012 35 Atlético Mineiro 2013 22 Liverpool 2004/05 80 Barcelona 2005/06 89 Internazionale 2009/10 91 Barcelona 2010/11 78 Chelsea 2011/12 90 Bayern 2012/13 56 CAMPEÕES DA CHAMPIONS LEAGUE TEMPORADA DIFERENÇA DE DIAS Fonte: IPEFut/Universidade do Futebol BRASILEIROS CAMPEÕES DA LIBERTADORES TEMPORADA DIFERENÇA DE DIAS PERÍODO ENTRE O ÚLTIMO E O PRIMEIRO JOGO DA TEMPORADA
  • 34. • CONFUSÃO de datas • DESINTERESSE do público • EQUIPES NÃO DISPUTAM A TOTALIDADE dos campeonatos com todas as forças • DISPUTA POR ESPAÇO na mídia • PREJUÍZO para os patrocinadores • PREJUÍZO TÁTICO, TÉCNICO E FÍSICO do espetáculo • Maior risco de LESÃO PARA ATLETAS • DESRESPEITO às datas FIFA • ENFRAQUECIMENTO do produto futebol PROBLEMAS PARA OS CLUBES DE ELITE
  • 38. Divididos em 36 GRUPOS de 12 EQUIPES cada Mínimo de 30 JOGOS Máximo de 34 JOGOS A disputa da SÉRIE E é REGIONALIZADA Sobem para SÉRIE D AS 36 MELHORES EQUIPES 432 times CRIA-SE A SÉRIE E
  • 39. Na fase de acesso nacional sobem 12 EQUIPES PARA SÉRIE C As 36 PIORES SÃO REBAIXADAS PARA SÉRIE E Divididos em 12 GRUPOS de 12 EQUIPES cada Mínimo de 34 JOGOS Máximo de 38 JOGOS 144 times NOVO MODELO PARA A SÉRIE D
  • 40. Sobem as 4 MELHORES EQUIPES PARA A SÉRIE B As 12 PIORES SÃO REBAIXADAS PARA A SÉRIE D Divididos em 4 GRUPOS de 12 EQUIPES cada Mínimo de 34 JOGOS Máximo de 38 JOGOS 48 times NOVO MODELO PARA A SÉRIE C
  • 41. Na Série A as 4 MELHORES EQUIPES SE CLASSIFICAM PARA A LIBERTADORES. Na Série B as 4 MELHORES EQUIPES SOBEM PARA A SÉRIE A. Todos jogam contra todos em turno e returno 38 JOGOS 20 times Série A Série B O FORMATO SE MANTÉM Na Série A as 4 PIORES EQUIPES CAEM PARA A SÉRIE B. Na Série B as 4 PIORES EQUIPES CAEM PARA A SÉRIE C. NOVO MODELO PARA A SÉRIE C
  • 42. OS TIMES PEQUENOS MORRERIAM SE NÃO ENFRENTASSEM OS GRANDES? Vs. E OS ESTADUAIS?
  • 43. • Mas como explicar os 85 CLUBES DAS SÉRIES A2, A3 E B QUE ESTÃO “SOBREVIVENDO” há anos sem enfrentar os grandes? • Qual é a diferença financeira/estrutural entre os 8 CLUBES DA SÉRIE A1 que recebem R$1.8 MILHÕES PARA JOGAR O PAULISTÃO mas QUE NÃO DISPUTAM AS SERIES A, B, C ou D do BRASILEIRO para os outros 85 TIMES do Estado? • Então a proposta das Federações de reduzir de 19 PARA 15 O NÚMERO DE JOGOS DA PRIMEIRA FASE DOS ESTADUAIS, ALÉM DE NÃO DESAFOGAR O CALENDÁRIO DOS GRANDES, PREJUDICOU AINDA MAIS OS PEQUENOS E O BOM SENSO DIZ QUE NÃO SENSO COMUM DIZ QUE SIM
  • 44. • DIMINUIÇÃO DO NÚMERO DE JOGOS. • JOGOS MAIS EXCLUSIVOS E DECISIVOS. • ESTRATÉGIAS PARA GERAR MAIOR INTERESSE E MAIOR AUDIÊNCIA. • RESGATAR O PÚBLICO DOS ESTÁDIOS. • FOMENTAR AS RIVALIDADES REGIONAIS. • FOMENTAR A PRÁTICA ESPORTIVA NA COMUNIDADE. • CONTATO DO INTERIOR COM OS TIMES GRANDES (PLANO DE MARKETING). • FIDELIZAR A TORCIDA DENTRO DO ESTADO. • PROMOVER AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL. • PROMOVER EVENTOS TÉCNICOS (SIMPÓSIOS, SEMINÁRIOS ETC.). • ETC. COMO MEXER NOS ESTADUAIS E MANTER SUA TRADIÇÃO E IMPORTÂNCIA HISTÓRICA?
  • 45. • PONTOS CORRIDOS • PONTOS CORRIDOS + MATA MATA • COPA COPA DO MUNDO CHAMPIONS LEAGUE $$$$ Eliminatórias com 200 PAÍSES E 10 A 16 DATAS Fase final com 32 EQUIPES E 7 DATAS EXISTEM 3 FORMATOS DE COMPETIÇÃO
  • 46. • O CAMPEONATO ESTADUAL PASSARÁ A SER A COPA ESTADUAL • CADA ESTADO TERÁ APENAS UMA COPA ESTADUAL • AS COPAS ESTADUAIS PODERÃO SER JOGADAS EM ATÉ 8 DATAS • AS COPAS ESTADUAIS SERÃO CUSTOMIZADAS DE ACORDO COM CADA ESTADO, PODENDO CONTER 8 OU 10 / 16 OU 20 / 32 OU 40 EQUIPES • AS EQUIPES DAS SÉRIES A, B e C TERÃO VAGAS GARANTIDAS NA COMPETIÇÃO • AS EQUIPES DAS SÉRIE D e E DISPUTARÃO AS ELIMINATÓRIAS DAS COPAS ESTADUAIS PROPOSTA PARA OS ESTADUAIS
  • 47. • SERÃO ESCOLHIDAS 4 OU 8 SEDES POR ESTADO • HAVERÁ PRÉ-REQUISITOS PARA A ESCOLHA DAS SEDES: ETC. REDE HOTELEIRA CAMPOS DE TREINAMENTOS ESTÁDIOS OUTRAS OPÇÕES
  • 49. * * 22 JOGOS NA SÉRIE E + ELIMINATÓRIAS DAS COPAS ESTADUAIS DE 8 OU 10 JOGOS COMPARAÇÃO DAS PROPOSTAS 32
  • 51. CRIAMOS UMA SÉRIE E PARA AUMENTAR O NÚMERO DE CLUBES COM CALENDÁRIO O ANO INTEIRO. AUMENTAMOS O NÚMERO DE JOGOS DAS EQUIPES DAS SÉRIES C e D. OFERECEMOS PREVISIBILIDADE NAS DATAS PARA GERAR SEGURANÇA E ATRAIR OS INVESTIDORES LOCAIS, REGIONAIS, PÚBLICO, ETC... REGIONALIZAMOS AS COMPETIÇÕES NACIONAIS PARA DIMINUIR O CUSTO DE SUAS OPERAÇÕES (LOGÍSTICA NA TABELA PARA OTIMIZAR VIAGENS). POSSIBILIDADE DE QUALQUER CLUBE DO PAÍS ASCENDER À PRIMEIRA DIVISÃO EM 4 ANOS. I. RESUMO DAS PROPOSTAS
  • 52. O CAMPEONATO ESTADUAL PASSARÁ A SER A COPA ESTADUAL CADA ESTADO TERÁ APENAS UMA COPA ESTADUAL AS COPAS ESTADUAIS PODERÃO SER JOGADAS EM ATÉ 8 DATAS AS COPAS ESTADUAIS SERÃO CUSTOMIZADAS DE ACORDO COM CADA ESTADO, PODENDO CONTER 8 OU 10 / 16 OU 20 / 32 OU 40 EQUIPES AS EQUIPES DAS SÉRIES A, B e C TERÃO VAGAS GARANTIDAS NA COMPETIÇÃO AS EQUIPES DAS SÉRIE D e E DISPUTARÃO AS ELIMINATÓRIAS DAS COPAS ESTADUAIS II. RESUMO DAS PROPOSTAS
  • 53. AUMENTO DO NÚMERO DE PARTIDAS OFICIAIS. CALENDÁRIO COM JOGOS DURANTE TODO O ANO MAIOR POSSIBILIDADE DE CONTRATOS ANUAIS COM OS ATLETAS GERAÇÃO DE RENDA CONTÍNUA AO LONGO DO ANO PERSPECTIVA DE CRESCIMENTO E PROFISSIONALIZAÇÃO DA ESTRUTURA DO FUTEBOL MAIOR PREVISIBILIDADE E INCENTIVOS PARA PATROCINADORES LOCAIS I. VANTAGENS PARA OS CLUBES MENORES
  • 54. REDUÇÃO DO NÚMERO DE PARTIDAS OFICIAIS. CAMPEONATO BRASILEIRO DISPUTADO SOMENTE AOS FINAIS DE SEMANA (PRODUTO PREMIUM, MÉDIA DE PÚBLICO E TICKET MÉDIO MAIORES). BRASILEIRÃO DE FEVEREIRO A DEZEMBRO - SEU PRODUTO FUTEBOL SE TORNA MAIS EXCLUSIVO E QUALIFICADO, A RECEITA TENDE A SUBIR. ELENCOS MENOS INCHADOS, MAIS QUALIFICADOS, MENOR CUSTO COM FOLHA SALARIAL. MENOR RISCO DE LESÕES E DESGASTE FÍSICO DOS PRINCIPAIS ATLETAS, OTIMIZAÇÃO DO CUSTO BENEFÍCIO. REDUÇÃO DO PREJUÍZO: TEMPO DE INATIVIDADE x SALÁRIO. II. VANTAGENS PARA OS CLUBES MENORES
  • 55. TEMPORADA DE 44 SEMANAS OU 88 DATAS DISPONÍVEIS 2015 Necessidade de 94 datas 4 semanas de pré temporada4 semanas de férias COPA AMÉRICA: 6 DATAS DATAS FIFA: 10 DATAS LIBERTADORES: 16 DATAS SULAMERICANA: 10 DATAS SURUGA: 1 DATA RECOPA: 2 DATAS BRASILEIRO: 38 DATAS ESTADUAL: 8 DATAS SUPERCOPA: 1 DATA 2016 94-6 (Copa América) = 88 COMO FICARIA PARA QUEM DISPUTA AS SÉRIES A e B EM 2015 E 2016