SlideShare uma empresa Scribd logo
NATUREZA DA LAJE NERVURADA
Prof. Eng. Marcos de Costa Terra
A economia nas lajes, além de serem valores absolutos elevados, refletem diretamente nas
outras partes da obra, dimunindo-as, principalmente as fundações.
Cerca de 60% da estrutura serão as lajes e, como a estrutura é em torno de 30% do custo da
obra, uma economia de 30% naquelas resultará: 60% x 30% x 30% = 5,4% de redução do custo
total da obra. Redução significativa sem contar, ainda, com as reduções conseguentes das
outras partes, pricipalmente, por resultar em menor peso próprio.
Para obter uma redução de 30% nas lajes maciças de uma obra será necessária a LAJE
NERVURADA.
A laje maciça tem altura constante em toda área (hm) e o concreto da região tracionada,
aderido ao aço, transfere a ele a tração que não está suportando. Na região comprimida o
concreto responde sozinho pela resistencia. Princípio da aderencia resultando em concreto
armado: Concreto a compressão e aço a tração.
Willian Boutland Wilkinson, inglês, em 1854, registrou a ideia de retirar parte do concreto da
região tracionada, mantendo apenas ali aquele que transfere a tração ao aço. Tornou-se
então, o pioneiro da laje nervurada, apelidada assim pela aparência cheia de nervuras. Ao
retirar o concreto dispensável da região tracionada a laje resultante ficou mais deformável por
perda de inércia e então, completando sua ideia, podemos dizer que: “a laje nervurada é a
laje maciça como menos concreto na região tracionada, aquele dispensável, porém com um
pouco mais de altura para igualar as inércias.”
Com isso, menos peso próprio e mais altura, a armadura necessária também diminuiu.
Comparando, a laje nervurada tem sempre uma redução de concreto e aço, na ordem de 30%,
em relação a laje maciça de mesma inércia. Exemplo:

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Natureza da Laje Nervurada

Aula 01 e 02 09-2014 concreto i
Aula 01 e 02 09-2014 concreto iAula 01 e 02 09-2014 concreto i
Aula 01 e 02 09-2014 concreto i
Gustavo Moles
 
Estruturas de aço_aula1
Estruturas de aço_aula1Estruturas de aço_aula1
Estruturas de aço_aula1
Clenilton Lima Ximenes
 
Apostila expressão grafica 3 parte 1
Apostila expressão grafica 3   parte 1Apostila expressão grafica 3   parte 1
Apostila expressão grafica 3 parte 1
Mar cone 1
 
formas
formasformas
03 acos
03 acos03 acos
03 acos
gabioa
 
Construções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdf
Construções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdfConstruções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdf
Construções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdf
Antonio Batista Bezerra Neto
 
Marcela, Rafael e Thais - Concreto Armado
Marcela, Rafael e Thais - Concreto ArmadoMarcela, Rafael e Thais - Concreto Armado
Marcela, Rafael e Thais - Concreto Armado
diogenesfm
 
172023544 vigas
172023544 vigas172023544 vigas
172023544 vigas
Michel Rodriguez
 
01 introducao
01 introducao01 introducao
01 introducao
gabioa
 
Concreto II - Dimensionamento Lajes.pptx
Concreto II - Dimensionamento Lajes.pptxConcreto II - Dimensionamento Lajes.pptx
Concreto II - Dimensionamento Lajes.pptx
LucasPereiraVieira2
 
Lajes de ca
Lajes de caLajes de ca
Lajes de ca
EDER OLIVEIRA
 
17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas
gabioa
 
17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas
Dandara Santos
 
Pilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concretoPilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concreto
José Mateus Tavares Dantas
 
Pilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concretoPilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concreto
José Mateus Tavares Dantas
 
13 cisalhamento
13 cisalhamento13 cisalhamento
13 cisalhamento
gabioa
 

Semelhante a Natureza da Laje Nervurada (16)

Aula 01 e 02 09-2014 concreto i
Aula 01 e 02 09-2014 concreto iAula 01 e 02 09-2014 concreto i
Aula 01 e 02 09-2014 concreto i
 
Estruturas de aço_aula1
Estruturas de aço_aula1Estruturas de aço_aula1
Estruturas de aço_aula1
 
Apostila expressão grafica 3 parte 1
Apostila expressão grafica 3   parte 1Apostila expressão grafica 3   parte 1
Apostila expressão grafica 3 parte 1
 
formas
formasformas
formas
 
03 acos
03 acos03 acos
03 acos
 
Construções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdf
Construções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdfConstruções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdf
Construções Especiais - Aula 1 - introdução e revisão cobertura.pdf
 
Marcela, Rafael e Thais - Concreto Armado
Marcela, Rafael e Thais - Concreto ArmadoMarcela, Rafael e Thais - Concreto Armado
Marcela, Rafael e Thais - Concreto Armado
 
172023544 vigas
172023544 vigas172023544 vigas
172023544 vigas
 
01 introducao
01 introducao01 introducao
01 introducao
 
Concreto II - Dimensionamento Lajes.pptx
Concreto II - Dimensionamento Lajes.pptxConcreto II - Dimensionamento Lajes.pptx
Concreto II - Dimensionamento Lajes.pptx
 
Lajes de ca
Lajes de caLajes de ca
Lajes de ca
 
17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas
 
17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas17 lajes nervuradas
17 lajes nervuradas
 
Pilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concretoPilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concreto
 
Pilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concretoPilares mistos curtos de aco e concreto
Pilares mistos curtos de aco e concreto
 
13 cisalhamento
13 cisalhamento13 cisalhamento
13 cisalhamento
 

Mais de Atex Brasil

Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021
Atex Brasil
 
Presentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System AtexPresentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System Atex
Atex Brasil
 
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
Atex Brasil
 
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab PanelsCost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Atex Brasil
 
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Brasil
 
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Brasil
 
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle SlabConcrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
Atex Brasil
 
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: PortfólioLivro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Atex Brasil
 
Catálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da lajeCatálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da laje
Atex Brasil
 
Atex 700, uma solução econômica para laje nervurada
Atex 700, uma solução econômica para laje nervuradaAtex 700, uma solução econômica para laje nervurada
Atex 700, uma solução econômica para laje nervurada
Atex Brasil
 
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEXINSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
Atex Brasil
 
Atex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervadaAtex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervada
Atex Brasil
 
Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575
Atex Brasil
 
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Atex Brasil
 
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada AtexEstudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Atex Brasil
 
Apresentação Atex
Apresentação AtexApresentação Atex
Apresentação Atex
Atex Brasil
 
Apresentação Atex Norma Acustica e Incêndio
Apresentação Atex Norma Acustica e IncêndioApresentação Atex Norma Acustica e Incêndio
Apresentação Atex Norma Acustica e Incêndio
Atex Brasil
 
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de LajesReportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Atex Brasil
 
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveisPalestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Atex Brasil
 
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje NervuradaCatálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Atex Brasil
 

Mais de Atex Brasil (20)

Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021
 
Presentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System AtexPresentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System Atex
 
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
 
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab PanelsCost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
 
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
 
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
 
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle SlabConcrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
 
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: PortfólioLivro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
 
Catálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da lajeCatálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da laje
 
Atex 700, uma solução econômica para laje nervurada
Atex 700, uma solução econômica para laje nervuradaAtex 700, uma solução econômica para laje nervurada
Atex 700, uma solução econômica para laje nervurada
 
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEXINSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
 
Atex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervadaAtex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervada
 
Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575
 
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
 
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada AtexEstudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
 
Apresentação Atex
Apresentação AtexApresentação Atex
Apresentação Atex
 
Apresentação Atex Norma Acustica e Incêndio
Apresentação Atex Norma Acustica e IncêndioApresentação Atex Norma Acustica e Incêndio
Apresentação Atex Norma Acustica e Incêndio
 
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de LajesReportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
 
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveisPalestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
 
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje NervuradaCatálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
 

Natureza da Laje Nervurada

  • 1. NATUREZA DA LAJE NERVURADA Prof. Eng. Marcos de Costa Terra A economia nas lajes, além de serem valores absolutos elevados, refletem diretamente nas outras partes da obra, dimunindo-as, principalmente as fundações. Cerca de 60% da estrutura serão as lajes e, como a estrutura é em torno de 30% do custo da obra, uma economia de 30% naquelas resultará: 60% x 30% x 30% = 5,4% de redução do custo total da obra. Redução significativa sem contar, ainda, com as reduções conseguentes das outras partes, pricipalmente, por resultar em menor peso próprio. Para obter uma redução de 30% nas lajes maciças de uma obra será necessária a LAJE NERVURADA. A laje maciça tem altura constante em toda área (hm) e o concreto da região tracionada, aderido ao aço, transfere a ele a tração que não está suportando. Na região comprimida o concreto responde sozinho pela resistencia. Princípio da aderencia resultando em concreto armado: Concreto a compressão e aço a tração. Willian Boutland Wilkinson, inglês, em 1854, registrou a ideia de retirar parte do concreto da região tracionada, mantendo apenas ali aquele que transfere a tração ao aço. Tornou-se então, o pioneiro da laje nervurada, apelidada assim pela aparência cheia de nervuras. Ao retirar o concreto dispensável da região tracionada a laje resultante ficou mais deformável por perda de inércia e então, completando sua ideia, podemos dizer que: “a laje nervurada é a laje maciça como menos concreto na região tracionada, aquele dispensável, porém com um pouco mais de altura para igualar as inércias.” Com isso, menos peso próprio e mais altura, a armadura necessária também diminuiu.
  • 2. Comparando, a laje nervurada tem sempre uma redução de concreto e aço, na ordem de 30%, em relação a laje maciça de mesma inércia. Exemplo: