SlideShare uma empresa Scribd logo
Rua Olympio de Carvalho, 83-Cep 33400-000 - Lagoa Santa/MG - Tel:(31) 3681-3611 - Fax:(31) 3681-3622 - DDG 0800 979 3611 atex@atex.com.br www.atex.com.br
ATEX 700 = ECONOMIA E BOM DESEMPENHO EM INCÊNDIO
Engº Marcos da Costa Terra
Com alturas de 18, 21, 26, 30, 35 e 40 cm, largura mínima das nervuras 12 cm e espaçamento
eixo a eixo 70 cm, encontra-se a fôrma ATEX 700 para moldar lajes nervuradas de vãos até 13m
com grande economia de concreto e aço. Outra característica especial é que também atende a
NBR 15200/2012, Projeto de Estruturas de Concreto em Situação de Incêndio, para até o
TRRF=120min (Te=90min). Veja o comparativo abaixo:
“ COMPARATIVO ENTRE LAJE MACIÇA E LAJE ATEX ”
ATEX 700 / 18 + 4 = 22,0 cm
Norma NBR 6118/14
Inércia / nervura = 21512 cm4
Laje maciça equivalente em inércia → heq = 15,4cm
70
21512x123 =
EXEMPLO: LAJE MACIÇA h = 12 cm fck=20 MPa
q = 0,12 x 2500 (pp) + 150 (sc) + 75 (rev) + 90 (div) = 615 Kg / m2 y = 6 m
f = 465 + 0,75 x 150 x 6,04 x 4,1 = 2,0 cm = 600 (limite a longo prazo)
887 x 123 300 x = 6 m
Mx = My = 615 x 6,02 : 100 x 3,68 = 815 Kgm / m As = 2,7 cm2 Ø 8,0 c.17,5
2 x 34 x 0,4 kg / m x 6 m = 163,2 kg : 36 m2 = 4,5 kg / m2
LAJE ATEX 700 / 18,0 + 4,0 = 22 cm Concreto = 0,101 m³/ m²
q = 0,101 x 2500 (pp) + 150 (sc) + 75 (rev) + 90 (div) = 567,5 Kg / m2
Mx = My = 567,5 x 6,02 : 100 x 3,68 = 751,8 Kgm / m x 0,7 m (espaçamento) = 526 Kgm / nerv.
As = 0,90 cm2 2 Ø 8.0 2 x 9 nerv. x 6 m x 2 x 0,4 kg / m = 86,4 kg
Qx =Qy= 567,5 x 6,0 : 4 = 851 kg / m x 0,7 m = 596 Kg / nerv. sd = 596 x 1,4 = 3,5 kg / cm2
12 x 20
Rd1 = 0,0375 x 20 2/3 (1,6 – 0,20) (1,2 + 40 x 1,0 ) = 0,52 MPa = 5,2 Kg / cm² > 3,5 Kg / cm² ( não armar)
12 x 20
86,4 kg : 6,0 2 = 2,4 kg / m2
3,2 c.15 (malha Q54 superior) = 0,9 kg / m2
3,3 kg / m2
Rua Olympio de Carvalho, 83-Cep 33400-000 - Lagoa Santa/MG - Tel:(31) 3681-3611 - Fax:(31) 3681-3622 - DDG 0800 979 3611 atex@atex.com.br www.atex.com.br
RESUMO
Concreto Aço
Maciça h = 12 cm 0,12 m3 / m2 4,5 kg / m2
Atex h = 20 cm 0,101 m3 / m2 3,3 kg / m2
DIFERENÇA - 16 % - 27 %
Este comparativo demonstra que para uma laje 6 m x 6 m a economia de concreto (16%) e aço
(27%) da laje ATEX 700 é considerável em relação a uma laje maciça de 12 cm.
Como esta laje ATEX 700 tem inércia equivalente a uma maciça de 15 cm, comparando, a
economia se amplia para 33% de concreto e 20% de aço, ou seja:
Laje ATEX 700/18+4 = 22 cm substitui laje maciça com:
h = 12 cm com economia de concreto = 16% e aço = 27%
h = 13 cm com economia de concreto = 22% e aço = 25%
h = 14 cm com economia de concreto = 28% e aço = 22%
h = 15 cm com economia de concreto = 33% e aço = 20%
ainda atendendo até TRRF = 120 min (Te=90 min) da NBR 15200/2012.
Atende até TRRF = 120 min (Te=90 min)
NBR 15200/2012 – Projeto de Estruturas de Concreto em Situação de Incêndio.
TRRF Capa + X b min.
TRRF
Reduzido
Capa + X b min.
30 min 6 cm 8 cm 30 min 6 cm 8 cm
60 min 8 cm 10 cm 30 min 6 cm 8 cm
90 min 10 cm 12 cm 60 min 8 cm 10 cm
120 min 12 cm 16 cm 90 min 10 cm 12 cm
NBR 15575 – 3/2013 – Edificações Habitacionais – Desempenho Acústico L’nT,w ≤ 80 dB
Laje maciça h=12,0 cm (pág. 63*) - L’nT,w = 60 dB
Laje nervurada capa = 5,5 cm (pág. 68*) - L’nT,w = 62 dB
* Estudo de Tipologias de Lajes Quanto ao Isolamento do Ruído de Impacto , Daniel Pereyron (2008).
X - (contrapiso + argamassa de
assentamento de cimento e areia).

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Atex 700, uma solução econômica para laje nervurada

Tabelas concretos e_argamassas
Tabelas concretos e_argamassasTabelas concretos e_argamassas
Tabelas concretos e_argamassas
Diego Alves
 
Estruturas
EstruturasEstruturas
exercicio
exercicioexercicio
exercicio
Thays Alves
 
5 proj cobmadparte1
5 proj cobmadparte15 proj cobmadparte1
5 proj cobmadparte1
Roney de Oliveira Lima
 
Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos
Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidosRevisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos
Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos
Cleiton Rosa
 
dimentub.ppt
dimentub.pptdimentub.ppt
dimentub.ppt
ssuserfbbfd5
 
111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii
111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii
111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii
twolipa
 
Parte 03 distribuição vapor
Parte 03   distribuição vaporParte 03   distribuição vapor
Parte 03 distribuição vapor
confidencial
 
Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013
Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013
Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013
Dion Réullis Ferreira Viana
 
Produtos BRITANITE
Produtos BRITANITEProdutos BRITANITE
Produtos BRITANITE
MARCIO MAZZA
 
Chumb fcs e_fcs_liquid
Chumb fcs e_fcs_liquidChumb fcs e_fcs_liquid
Chumb fcs e_fcs_liquid
henriquefibra
 
Bcca para alvenaria sem função estrutural
Bcca para alvenaria sem função estruturalBcca para alvenaria sem função estrutural
Bcca para alvenaria sem função estrutural
Eduardo Abreu
 
Projeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de Infiltração
Projeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de InfiltraçãoProjeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de Infiltração
Projeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de Infiltração
Felipe Harano
 
Fios cordoalhas
Fios cordoalhasFios cordoalhas
Fios cordoalhas
Flaviano José Girotto
 
Concreto armado exemplo[1]
Concreto armado exemplo[1]Concreto armado exemplo[1]
Concreto armado exemplo[1]
Leily Francy Oliveira
 
dosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsx
dosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsxdosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsx
dosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsx
Priscila Honório
 
5 lajes especiais
5  lajes especiais5  lajes especiais
5 lajes especiais
Pedro Paulo Maciel
 
Gb2013 ilo borba_construções, projetos e representações
Gb2013 ilo borba_construções, projetos e representaçõesGb2013 ilo borba_construções, projetos e representações
Gb2013 ilo borba_construções, projetos e representações
Galvabrasil
 
Nbr 13277 1995 - argamassa para assentamento - retenção de
Nbr 13277   1995 - argamassa para assentamento - retenção deNbr 13277   1995 - argamassa para assentamento - retenção de
Nbr 13277 1995 - argamassa para assentamento - retenção de
Rosângela Silva Pinto
 
Aula 1 estruturas-madeira_tracao
Aula 1 estruturas-madeira_tracaoAula 1 estruturas-madeira_tracao
Aula 1 estruturas-madeira_tracao
Marcio Araujo Mortoni Silva
 

Semelhante a Atex 700, uma solução econômica para laje nervurada (20)

Tabelas concretos e_argamassas
Tabelas concretos e_argamassasTabelas concretos e_argamassas
Tabelas concretos e_argamassas
 
Estruturas
EstruturasEstruturas
Estruturas
 
exercicio
exercicioexercicio
exercicio
 
5 proj cobmadparte1
5 proj cobmadparte15 proj cobmadparte1
5 proj cobmadparte1
 
Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos
Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidosRevisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos
Revisão de dilatação térmica dos sólidos e líquidos
 
dimentub.ppt
dimentub.pptdimentub.ppt
dimentub.ppt
 
111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii
111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii
111272491 exercicios-resolvidos-termo-ii
 
Parte 03 distribuição vapor
Parte 03   distribuição vaporParte 03   distribuição vapor
Parte 03 distribuição vapor
 
Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013
Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013
Planilha gilberto mestrinho aditivo (valores antigos) readp fev 2013
 
Produtos BRITANITE
Produtos BRITANITEProdutos BRITANITE
Produtos BRITANITE
 
Chumb fcs e_fcs_liquid
Chumb fcs e_fcs_liquidChumb fcs e_fcs_liquid
Chumb fcs e_fcs_liquid
 
Bcca para alvenaria sem função estrutural
Bcca para alvenaria sem função estruturalBcca para alvenaria sem função estrutural
Bcca para alvenaria sem função estrutural
 
Projeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de Infiltração
Projeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de InfiltraçãoProjeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de Infiltração
Projeto de Drenagem Urbana utilizando Poços de Infiltração
 
Fios cordoalhas
Fios cordoalhasFios cordoalhas
Fios cordoalhas
 
Concreto armado exemplo[1]
Concreto armado exemplo[1]Concreto armado exemplo[1]
Concreto armado exemplo[1]
 
dosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsx
dosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsxdosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsx
dosagem-do-concreto-metodo-abcp-xlsx
 
5 lajes especiais
5  lajes especiais5  lajes especiais
5 lajes especiais
 
Gb2013 ilo borba_construções, projetos e representações
Gb2013 ilo borba_construções, projetos e representaçõesGb2013 ilo borba_construções, projetos e representações
Gb2013 ilo borba_construções, projetos e representações
 
Nbr 13277 1995 - argamassa para assentamento - retenção de
Nbr 13277   1995 - argamassa para assentamento - retenção deNbr 13277   1995 - argamassa para assentamento - retenção de
Nbr 13277 1995 - argamassa para assentamento - retenção de
 
Aula 1 estruturas-madeira_tracao
Aula 1 estruturas-madeira_tracaoAula 1 estruturas-madeira_tracao
Aula 1 estruturas-madeira_tracao
 

Mais de Atex Brasil

Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021
Atex Brasil
 
Natureza da Laje Nervurada
Natureza da Laje NervuradaNatureza da Laje Nervurada
Natureza da Laje Nervurada
Atex Brasil
 
Presentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System AtexPresentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System Atex
Atex Brasil
 
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
Atex Brasil
 
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab PanelsCost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Atex Brasil
 
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Brasil
 
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Brasil
 
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle SlabConcrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
Atex Brasil
 
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: PortfólioLivro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Atex Brasil
 
Catálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da lajeCatálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da laje
Atex Brasil
 
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEXINSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
Atex Brasil
 
Atex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervadaAtex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervada
Atex Brasil
 
Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575
Atex Brasil
 
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Atex Brasil
 
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada AtexEstudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Atex Brasil
 
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de LajesReportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Atex Brasil
 
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveisPalestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Atex Brasil
 
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje NervuradaCatálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Atex Brasil
 
Instruções de Montagem Fôrma Atex
Instruções de Montagem Fôrma AtexInstruções de Montagem Fôrma Atex
Instruções de Montagem Fôrma Atex
Atex Brasil
 

Mais de Atex Brasil (19)

Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021Concrete Magazine Article 2021
Concrete Magazine Article 2021
 
Natureza da Laje Nervurada
Natureza da Laje NervuradaNatureza da Laje Nervurada
Natureza da Laje Nervurada
 
Presentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System AtexPresentation of Floor System Atex
Presentation of Floor System Atex
 
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
10,8x10,8m Presentation of Waffel Slab for Cost Comparision
 
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab PanelsCost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
Cost Comparison of Various Sizes and Types of Slab Panels
 
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)Atex Techcnical Catalogue (Metric)
Atex Techcnical Catalogue (Metric)
 
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
Atex Technical Catalogue 2021 (Imperial)
 
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle SlabConcrete Magazine´s article about Waffle Slab
Concrete Magazine´s article about Waffle Slab
 
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: PortfólioLivro: Engenharia Estrutural: Portfólio
Livro: Engenharia Estrutural: Portfólio
 
Catálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da lajeCatálogo da Atex, a forma da laje
Catálogo da Atex, a forma da laje
 
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEXINSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
INSTRUCCIONES PARA MONTAJE Y UTILIZACIÓN DE LOS CASETONES ATEX
 
Atex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervadaAtex, el encofrado para losa nervada
Atex, el encofrado para losa nervada
 
Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575Norma de Desempenho NBR 15.575
Norma de Desempenho NBR 15.575
 
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
Estudo Acústica em Laje Nervurada Atex - Protherm
 
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada AtexEstudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
Estudo Acústica em uma Laje Nervurada Atex
 
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de LajesReportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
Reportagem sobre Processo Construtivo de Lajes
 
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveisPalestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
Palestra Técnica sobre Laje Nervurada com moldes recuperáveis
 
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje NervuradaCatálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
Catálogo 2011 Atex do Brasil - A Fôrma da Laje Nervurada
 
Instruções de Montagem Fôrma Atex
Instruções de Montagem Fôrma AtexInstruções de Montagem Fôrma Atex
Instruções de Montagem Fôrma Atex
 

Último

Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
pereiramarcossantos0
 
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdfAULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
MaxwellBentodeOlivei1
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
Consultoria Acadêmica
 
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de SementesAula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
WeltonAgostinhoDias1
 
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123
GabrielGarcia356832
 
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.pptElementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Wagner Moraes
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
Consultoria Acadêmica
 

Último (8)

Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
 
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdfAULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
 
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de SementesAula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
 
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
 
Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123
 
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.pptElementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
 

Atex 700, uma solução econômica para laje nervurada

  • 1. Rua Olympio de Carvalho, 83-Cep 33400-000 - Lagoa Santa/MG - Tel:(31) 3681-3611 - Fax:(31) 3681-3622 - DDG 0800 979 3611 atex@atex.com.br www.atex.com.br ATEX 700 = ECONOMIA E BOM DESEMPENHO EM INCÊNDIO Engº Marcos da Costa Terra Com alturas de 18, 21, 26, 30, 35 e 40 cm, largura mínima das nervuras 12 cm e espaçamento eixo a eixo 70 cm, encontra-se a fôrma ATEX 700 para moldar lajes nervuradas de vãos até 13m com grande economia de concreto e aço. Outra característica especial é que também atende a NBR 15200/2012, Projeto de Estruturas de Concreto em Situação de Incêndio, para até o TRRF=120min (Te=90min). Veja o comparativo abaixo: “ COMPARATIVO ENTRE LAJE MACIÇA E LAJE ATEX ” ATEX 700 / 18 + 4 = 22,0 cm Norma NBR 6118/14 Inércia / nervura = 21512 cm4 Laje maciça equivalente em inércia → heq = 15,4cm 70 21512x123 = EXEMPLO: LAJE MACIÇA h = 12 cm fck=20 MPa q = 0,12 x 2500 (pp) + 150 (sc) + 75 (rev) + 90 (div) = 615 Kg / m2 y = 6 m f = 465 + 0,75 x 150 x 6,04 x 4,1 = 2,0 cm = 600 (limite a longo prazo) 887 x 123 300 x = 6 m Mx = My = 615 x 6,02 : 100 x 3,68 = 815 Kgm / m As = 2,7 cm2 Ø 8,0 c.17,5 2 x 34 x 0,4 kg / m x 6 m = 163,2 kg : 36 m2 = 4,5 kg / m2 LAJE ATEX 700 / 18,0 + 4,0 = 22 cm Concreto = 0,101 m³/ m² q = 0,101 x 2500 (pp) + 150 (sc) + 75 (rev) + 90 (div) = 567,5 Kg / m2 Mx = My = 567,5 x 6,02 : 100 x 3,68 = 751,8 Kgm / m x 0,7 m (espaçamento) = 526 Kgm / nerv. As = 0,90 cm2 2 Ø 8.0 2 x 9 nerv. x 6 m x 2 x 0,4 kg / m = 86,4 kg Qx =Qy= 567,5 x 6,0 : 4 = 851 kg / m x 0,7 m = 596 Kg / nerv. sd = 596 x 1,4 = 3,5 kg / cm2 12 x 20 Rd1 = 0,0375 x 20 2/3 (1,6 – 0,20) (1,2 + 40 x 1,0 ) = 0,52 MPa = 5,2 Kg / cm² > 3,5 Kg / cm² ( não armar) 12 x 20 86,4 kg : 6,0 2 = 2,4 kg / m2 3,2 c.15 (malha Q54 superior) = 0,9 kg / m2 3,3 kg / m2
  • 2. Rua Olympio de Carvalho, 83-Cep 33400-000 - Lagoa Santa/MG - Tel:(31) 3681-3611 - Fax:(31) 3681-3622 - DDG 0800 979 3611 atex@atex.com.br www.atex.com.br RESUMO Concreto Aço Maciça h = 12 cm 0,12 m3 / m2 4,5 kg / m2 Atex h = 20 cm 0,101 m3 / m2 3,3 kg / m2 DIFERENÇA - 16 % - 27 % Este comparativo demonstra que para uma laje 6 m x 6 m a economia de concreto (16%) e aço (27%) da laje ATEX 700 é considerável em relação a uma laje maciça de 12 cm. Como esta laje ATEX 700 tem inércia equivalente a uma maciça de 15 cm, comparando, a economia se amplia para 33% de concreto e 20% de aço, ou seja: Laje ATEX 700/18+4 = 22 cm substitui laje maciça com: h = 12 cm com economia de concreto = 16% e aço = 27% h = 13 cm com economia de concreto = 22% e aço = 25% h = 14 cm com economia de concreto = 28% e aço = 22% h = 15 cm com economia de concreto = 33% e aço = 20% ainda atendendo até TRRF = 120 min (Te=90 min) da NBR 15200/2012. Atende até TRRF = 120 min (Te=90 min) NBR 15200/2012 – Projeto de Estruturas de Concreto em Situação de Incêndio. TRRF Capa + X b min. TRRF Reduzido Capa + X b min. 30 min 6 cm 8 cm 30 min 6 cm 8 cm 60 min 8 cm 10 cm 30 min 6 cm 8 cm 90 min 10 cm 12 cm 60 min 8 cm 10 cm 120 min 12 cm 16 cm 90 min 10 cm 12 cm NBR 15575 – 3/2013 – Edificações Habitacionais – Desempenho Acústico L’nT,w ≤ 80 dB Laje maciça h=12,0 cm (pág. 63*) - L’nT,w = 60 dB Laje nervurada capa = 5,5 cm (pág. 68*) - L’nT,w = 62 dB * Estudo de Tipologias de Lajes Quanto ao Isolamento do Ruído de Impacto , Daniel Pereyron (2008). X - (contrapiso + argamassa de assentamento de cimento e areia).