SlideShare uma empresa Scribd logo
O Reinado de Davi
4º Trimestre
Ano 2019
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético
em Israel
Lição 3 - A Chamada Profética de Samuel
Lição 4 - A Degeneração da Liderança
Sacerdotal
Lição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de
Deus
Lição 7 - Davi é Ungido Rei
Lição 8 - O Exílio de Davi
Lição 9 - O Reinado de Davi
Lição 10 - O Pecado do Homem Segundo o
Coração de Deus
Lição 11 - As Consequências do Pecado de
Davi
Lição 12 - A Rebelião de Absalão
Lição 13 - A Velhice de Davi
Objetivo Geral
❶ Apresentar a constituição de Davi como rei;
❷ Evidenciar a consolidação do reino de Davi;
❸ Atestar a grandeza política do reinado de Davi.
Demonstrar que o reinado de Davi foi
bem-sucedido por causa da boa mão
de Deus que estava sobre ele.
1 - Então, todas as tribos de Israel vieram a Davi, a Hebrom,
e falaram, dizendo: Eis-nos aqui, teus ossos e tua carne
somos.
2 - E também dantes, sendo Saul ainda rei sobre nós, eras tu
o que saías e entravas com Israel; e também o SENHOR te
disse: Tu apascentarás o meu povo de Israel e tu serás chefe
sobre Israel.
3 - Assim, pois, todos os anciãos de Israel vieram ao rei, a
Hebrom; e o rei Davi fez com eles aliança em Hebrom,
perante o SENHOR; e ungiram Davi rei sobre Israel.
4 - Da idade de trinta anos era Davi quando começou a
reinar; quarenta anos reinou.
5 - Em Hebrom reinou sobre Judá sete anos e seis meses; e
em Jerusalém reinou trinta e três anos sobre todo o Israel e
Judá.
2 Samuel 5.1-12
6 - E partiu o rei com os seus homens para Jerusalém, contra
os jebuseus que habitavam naquela terra e que falaram a
Davi, dizendo: Não entrarás aqui, a menos que lances fora os
cegos e os coxos; querendo dizer: Não entrará Davi aqui.
7 - Porém Davi tomou a fortaleza de Sião; esta é a Cidade de
Davi.
8 - Porque Davi disse naquele dia: Qualquer que ferir os
jebuseus e chegar ao canal, e aos coxos, e aos cegos, que a
alma de Davi aborrece, será cabeça e capitão. Por isso, se
diz: Nem cego nem coxo entrará nesta casa.
9 - Assim, habitou Davi na fortaleza e lhe chamou a Cidade
de Davi; e Davi foi edificando em redor, desde Milo até
dentro.
10 - E Davi se ia cada vez mais aumentando e crescendo,
porque o SENHOR, Deus dos Exércitos, era com ele.
2 Samuel 5.1-12
11 - E Hirão, rei de Tiro, enviou mensageiros a Davi, e
madeira de cedro, e carpinteiros, e pedreiros, que edificaram
a Davi uma casa
12 - E entendeu Davi que o SENHOR o confirmava rei sobre
Israel e que exaltara o seu reino por amor do seu povo.
2 Samuel 5.1-12
(2 Samuel 5.12)
“E entendeu Davi que o
SENHOR o confirmava rei
sobre Israel e que
exaltara o seu reino por
amor do seu povo.”
A glória do reinado de Davi
deve-se, antes de tudo, à
boa mão de Deus que
estava sobre ele.
A boa mão de Deus estava
sobre o reinado de Davi,
por isso, ele foi bem-
sucedido
I – Davi é Constituído Rei
II – A Consolidação do Reino de Davi
1 – Três Motivos para sua Escolha
2 – Davi como Pastor e Chefe
3 – Entrando em Aliança com o Povo
1 – A Edificação de Jerusalém
2 – As Reformas Religiosas
3 – A Suprema Aliança Davídica
III – A Grandeza Política do Reinado de Davi
1 – As Realizações Militares
2 – As Administrações de Davi
3 – O Culto Público
O pujante reinado de Davi, suas vitórias e
fortalecimento se originavam em Deus
(2 Sm 8.6).
Davi é considerado um tipo
do Messias (Mq 5.2),
mencionada pelos escribas
nos dias de Herodes
(2Sm 5.2) e pela profecia de
Gênesis 49.10 em relação a
Jesus Cristo.
I – Davi é Constituído Rei
1 – Três Motivos para sua Escolha.
Davi foi aclamado por toda a tribo de Israel (norte)
e ungido rei por três razões:
❶ Ele preenchia todas as condições da realeza, o
que prontamente excluía a possibilidade de uma
liderança estrangeira (Dt 17.15), pois era irmão da
nação (1 Cr 11.1).
❷ Devido à sua liderança militar (1 Sm 18.16).
❸ Estava pautado em uma promessa da parte de
Deus, de que o trono entregue a Davi seria levantado
tanto sobre Israel quanto sobre Judá (2 Sm 3.10).
2 – Davi Como Pastor e Chefe.
I – Davi é Constituído Rei
Na qualidade de
chefe ele seria um
capitão, príncipe,
líder;
como pastor
ele cuidaria,
apascentaria;
Está escrito que Davi deveria agir como chefe e
pastor do rebanho.
2 – Davi Como Pastor e Chefe.
Estava claro que para Davi ter um reinado
consolidado bastava apenas ser um líder, um pastor
amoroso, não um déspota ou um tirano.
O apóstolo Pedro
diz que o pastor deve
pastorear o rebanho
sem qualquer exibição
de domínio, mas sendo
o exemplo do rebanho
(1 Pe 5.3).
I – Davi é Constituído Rei
Paulo disse que não
queria dominar a fé de
ninguém, antes,
desejava ser
cooperador da alegria
de cada cristão
(2 Co 1.24).
3 – Entrando em Aliança com o Povo.
Ninguém consegue fazer alguma coisa sozinho
Davi não poderia governar sem o povo, portanto
precisava fazer aliança com todos para ter um reino
bem fortalecido.
I – Davi é Constituído Rei
Observe que a
aliança que ele
firma tem
características
pastorais, não
monárquicas;
Todos
prometeram
lealdade ao
novo rei .
A constituição de Davi
como rei se deu porque,
primeiro, ele preenchia
as condições da realeza;
segundo, tinha liderança
militar; terceiro, estava
pautado numa promessa
de Deus.
II – A Consolidação do Reino de Davi
1 – A Edificação de Jerusalém.
Tão logo é ungido rei, Davi se lança ao trabalho.
Quanto a Jerusalém, Davi a considerava
algo particularmente seu, pois fora
conquistada sob a sua liderança.
II – A Consolidação do Reino de Davi
1 – A Edificação de Jerusalém.
Davi tencionava fazer de Jerusalém uma capital
religiosa para manter o povo leal a si;
2 – As Reformas Religiosas
O capítulo 6 de
2 Samuel trata
da ação de Davi
em busca da
Arca para
Jerusalém.
II – A Consolidação do Reino de Davi
Ao contrário de Saul, Davi respeitava o sacerdócio,
a Arca, e procurava preservar toda essa herança
espiritual, inclusive elevá-la.
3 – A Suprema Aliança Davídica.
a) a firmeza da sua família na terra;
b) seus sucessores teriam a presença de Deus; e
c) uma dinastia eterna (2 Sm 7.11-16).
II – A Consolidação do Reino de Davi
Podemos ver que três coisas importantes iriam
caracterizar a aliança davídica:
Quem profetizou sobre a aliança davídica foi Natã.
A consolidação do reinado
de Davi passa pela
edificação de Jerusalém,
pelas reformas religiosas e
de sua aliança com
todo o povo.
III – A Grandeza Política
do Reinado de Davi
Nas Escrituras, há registros das diversas ações
militares de Davi (2 Sm 8.1-14).
1 – As Realizações Militares.
Tv Record
A lista de
povos
vencidos
inclui:
filisteus,
moabitas,
sírios,
edomitas.
III – A Grandeza Política
do Reinado de Davi
Não demorou para que importantes possessões
gentílicas estivessem sob o controle de Davi.
1 – As Realizações Militares.
Como é
maravilhoso
ter um líder
cujo coração
e força são
dominados
pelo Senhor!
III – A Grandeza Política
do Reinado de Davi
Lendo o capítulo 8.15-18 e 20.23-26, observamos
como Davi fez importantes mudanças na área
administrativa.
2 – As Administrações de Davi.
Tv Record
Campo
Militar
Campo
Religioso
Campo
administrativo
Estava à frente
Joabe; havia uma
guarda real, um
superintendente
da corveia ...
Tinha dois
sacerdotes:
Zadoque e
Aimeleque
(2 Sm 8.17);
Um cronista, Um
escrivão (1 Cr 24.3),
responsáveis pelos
registros e documentos
do Estado.
III – A Grandeza Política
do Reinado de Davi
O sucesso de um obreiro depende de oração,
pregação, ensino, mas também de saber
administrar com eficiência as coisas de Deus;
para isso são chamados.
2 – As Administrações de Davi.
“Por esta causa te deixei em
Creta, para que pusesses em
boa ordem as coisas que
ainda restam, e de cidade em
cidade estabelecesses
presbíteros, como já te
mandei:” (Tito 1.5)
Os presbíteros que governam
bem sejam estimados por
dignos de duplicada honra,
principalmente os que
trabalham na palavra e na
doutrina;
(1 Timóteo 5.17)
III – A Grandeza Política
do Reinado de Davi
Davi fez consideráveis mudanças no culto público,
(vejas as mudanças litúrgicas de Davi, I Cr 23.1-30)
3 – O Culto Público.
porque tinha
interesse pelo culto;
ele o faz com todo
cuidado, amor e
reverência, tendo
sempre como
objetivo a maior
glória de Deus.
III – A Grandeza Política
do Reinado de Davi
3 – O Culto Público.
pois os que o fazem
de qualquer jeito, por
vontade própria, sem
a prescrição das
normas divinas,
poderão sofrer
consequências da
parte de Deus.
A organização do culto é algo que deve
ser pensado com todo cuidado,
III – A Grandeza Política
do Reinado de Davi
Foi o que aconteceu com Nadabe e Abiú, que,
querendo fazer culto por conta própria, foram
fulminados pelo fogo do Senhor (Lv 10.1,2).
3 – O Culto Público.
Tv Record
As realizações
militares, as
administrações de
Davi e as mudanças
no culto público
demonstram a
grandeza política do
reinado davídico.
O reinado de Davi, e de seu filho, Salomão, ficou
conhecido como a era de ouro de Israel.
“Porque quem sou eu,
e quem é o meu povo
para que pudéssemos
dar voluntariamente
estas coisas? Porque
tudo vem de ti, e das
tuas mãos to damos” (1
Cr 29.14).
Mas na verdade, o rei Davi sabia que a fonte
verdadeira de toda a grandeza do reino vinha de
Deus:
Por quais razões Davi foi aclamado rei?
Davi foi aclamado por toda a tribo de Israel (norte)
e ungido rei por três razões :
❶ Ele preenchia todas as condições da realeza;
❷ Sua liderança militar;
❸ Uma promessa da parte de Deus de que o trono
seria entregue a Davi.
O que estava claro para Davi?
Estava claro que para Davi ter um reinado
consolidado bastava apenas ser um líder, um
pastor amigo, não um déspota ou um tirano.
Qual o primeiro intento de Davi após ser ungido rei?
Imagem : Tv Record
Tv Record
O primeiro intento é tornar sua capital
forte e bonita.
Dentre outras coisas, o que Davi valorizava?
Dentre outras coisas, Davi valorizava tudo aquilo
que estava relacionado às ordenanças divinas.
Tv Record
Quais os sacerdotes que serviriam
no reinado de Davi?
Os sacerdotes que estarão servindo são
Zadoque e Aimeleque (2 Sm 8.17).
Tv Record
Lição 10 - O Pecado do Homem Segundo o
Coração de Deus
Deus Abençoe !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

20. o livro de esdras
20. o livro de esdras20. o livro de esdras
20. o livro de esdras
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Lição 7 - Davi é Ungido Rei
Lição 7 - Davi é Ungido ReiLição 7 - Davi é Ungido Rei
Lição 7 - Davi é Ungido Rei
Éder Tomé
 
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
leitemel
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
Aula 11 - Livros Poéticos
Aula 11 - Livros PoéticosAula 11 - Livros Poéticos
Aula 11 - Livros Poéticos
Gustavo Zimmermann
 
22. o livro de ester
22. o livro de ester22. o livro de ester
22. o livro de ester
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese
21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese
21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese
Ping Ponga
 
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.comO Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
leitemel
 
Aula 04 e 05 provérbios
Aula 04 e 05   provérbiosAula 04 e 05   provérbios
Aula 04 e 05 provérbios
Pastor W. Costa
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bodeDaniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Daniel 3
Daniel 3Daniel 3
Livro de Jonas
Livro de JonasLivro de Jonas
Livro de Jonas
Rogério Nunes
 
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
leitemel
 
14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Daniel 4
Daniel 4Daniel 4
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
Rogério Nunes
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIAS
Enerliz
 
Daniel 2
Daniel 2Daniel 2

Mais procurados (20)

20. o livro de esdras
20. o livro de esdras20. o livro de esdras
20. o livro de esdras
 
Lição 7 - Davi é Ungido Rei
Lição 7 - Davi é Ungido ReiLição 7 - Davi é Ungido Rei
Lição 7 - Davi é Ungido Rei
 
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
Histórias Bíblias para Crianças - Os Livros de 1 Samuel a 2 Reis - Disponível...
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
Aula 11 - Livros Poéticos
Aula 11 - Livros PoéticosAula 11 - Livros Poéticos
Aula 11 - Livros Poéticos
 
22. o livro de ester
22. o livro de ester22. o livro de ester
22. o livro de ester
 
21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese
21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese
21 Davi, o rei (Parte 2) / 21 david the king part 2 portuguese
 
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.comO Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
 
Aula 04 e 05 provérbios
Aula 04 e 05   provérbiosAula 04 e 05   provérbios
Aula 04 e 05 provérbios
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bodeDaniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
 
Daniel 3
Daniel 3Daniel 3
Daniel 3
 
Livro de Jonas
Livro de JonasLivro de Jonas
Livro de Jonas
 
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
 
14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel
 
Daniel 4
Daniel 4Daniel 4
Daniel 4
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Pentateuco
PentateucoPentateuco
Pentateuco
 
MIQUÉIAS
MIQUÉIASMIQUÉIAS
MIQUÉIAS
 
Daniel 2
Daniel 2Daniel 2
Daniel 2
 

Semelhante a Lição 9 - O Reinado de Davi

LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVILIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
Hamilton Souza
 
4 Trimestre Lições CPAD 2019
4 Trimestre Lições CPAD 20194 Trimestre Lições CPAD 2019
4 Trimestre Lições CPAD 2019
Atevaldo Fernandes do Nascimento
 
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REILição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
Hamilton Souza
 
EBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdf
EBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdfEBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdf
EBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdf
DouglasMoraes54
 
Lição 7: Davi é Ungido Rei
Lição 7: Davi é Ungido ReiLição 7: Davi é Ungido Rei
Lição 7: Davi é Ungido Rei
Marina de Morais
 
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israselAULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
milhomem10
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
Joel Silva
 
Resumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.D
Resumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.DResumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.D
Resumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.D
Konker Labs
 
2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx
Joel Silva
 
Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em Israel
Éder Tomé
 
Licao 3 Davi Na Corte Real
Licao 3  Davi Na  Corte  RealLicao 3  Davi Na  Corte  Real
Licao 3 Davi Na Corte Real
FUNVIC
 
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Apresentação - Livros Históricos - Samuel.pptx
Apresentação - Livros Históricos - Samuel.pptxApresentação - Livros Históricos - Samuel.pptx
Apresentação - Livros Históricos - Samuel.pptx
DouglasMoraes54
 
LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES
LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES
LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES
Lourinaldo Serafim
 
Os livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 ReisOs livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 Reis
Alberto Simonton
 
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de DeusLição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Éder Tomé
 
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Pr. Andre Luiz
 
Licao 6 3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para face
Licao 6  3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para faceLicao 6  3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para face
Licao 6 3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para face
Vilma Longuini
 
Licao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptx
Licao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptxLicao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptx
Licao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptx
FilipeBaptista13
 
Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016
Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016
Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016
Marcus Wagner
 

Semelhante a Lição 9 - O Reinado de Davi (20)

LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVILIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
LIÇÃO 9: O REINADO DE DAVI
 
4 Trimestre Lições CPAD 2019
4 Trimestre Lições CPAD 20194 Trimestre Lições CPAD 2019
4 Trimestre Lições CPAD 2019
 
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REILição 7: DAVI É UNGIDO REI
Lição 7: DAVI É UNGIDO REI
 
EBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdf
EBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdfEBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdf
EBD - 2 SAMUEL - Aula 4 - 18.06.2023.pdf
 
Lição 7: Davi é Ungido Rei
Lição 7: Davi é Ungido ReiLição 7: Davi é Ungido Rei
Lição 7: Davi é Ungido Rei
 
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israselAULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
 
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12E.b.d   adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
E.b.d adultos 4ºtrimestre 2016 lição 12
 
Resumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.D
Resumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.DResumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.D
Resumo Das Lições do IV Trimestre da E.B.D
 
2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx
2016 4º trimestre adultos lição 12.pptx
 
Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em Israel
 
Licao 3 Davi Na Corte Real
Licao 3  Davi Na  Corte  RealLicao 3  Davi Na  Corte  Real
Licao 3 Davi Na Corte Real
 
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
 
Apresentação - Livros Históricos - Samuel.pptx
Apresentação - Livros Históricos - Samuel.pptxApresentação - Livros Históricos - Samuel.pptx
Apresentação - Livros Históricos - Samuel.pptx
 
LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES
LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES
LIÇÃO 12 - SABEDORIA DIVINA PARA A TOMADA DE DECISÕES
 
Os livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 ReisOs livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 Reis
 
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de DeusLição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
Lição 10 - Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
 
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
 
Licao 6 3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para face
Licao 6  3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para faceLicao 6  3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para face
Licao 6 3 t - 2019 - a mordomia da adorac-ao para face
 
Licao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptx
Licao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptxLicao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptx
Licao-07-A-Lideranca-de-Davi.pptx
 
Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016
Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016
Lição 11: O Louvor de Davi. Juniores. 2016
 

Mais de Éder Tomé

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Éder Tomé
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Éder Tomé
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Éder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
 

Último

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 

Último (18)

O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 

Lição 9 - O Reinado de Davi

  • 3. Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em Israel Lição 3 - A Chamada Profética de Samuel Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal Lição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus Lição 7 - Davi é Ungido Rei Lição 8 - O Exílio de Davi Lição 9 - O Reinado de Davi Lição 10 - O Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus Lição 11 - As Consequências do Pecado de Davi Lição 12 - A Rebelião de Absalão Lição 13 - A Velhice de Davi
  • 4. Objetivo Geral ❶ Apresentar a constituição de Davi como rei; ❷ Evidenciar a consolidação do reino de Davi; ❸ Atestar a grandeza política do reinado de Davi. Demonstrar que o reinado de Davi foi bem-sucedido por causa da boa mão de Deus que estava sobre ele.
  • 5. 1 - Então, todas as tribos de Israel vieram a Davi, a Hebrom, e falaram, dizendo: Eis-nos aqui, teus ossos e tua carne somos. 2 - E também dantes, sendo Saul ainda rei sobre nós, eras tu o que saías e entravas com Israel; e também o SENHOR te disse: Tu apascentarás o meu povo de Israel e tu serás chefe sobre Israel. 3 - Assim, pois, todos os anciãos de Israel vieram ao rei, a Hebrom; e o rei Davi fez com eles aliança em Hebrom, perante o SENHOR; e ungiram Davi rei sobre Israel. 4 - Da idade de trinta anos era Davi quando começou a reinar; quarenta anos reinou. 5 - Em Hebrom reinou sobre Judá sete anos e seis meses; e em Jerusalém reinou trinta e três anos sobre todo o Israel e Judá. 2 Samuel 5.1-12
  • 6. 6 - E partiu o rei com os seus homens para Jerusalém, contra os jebuseus que habitavam naquela terra e que falaram a Davi, dizendo: Não entrarás aqui, a menos que lances fora os cegos e os coxos; querendo dizer: Não entrará Davi aqui. 7 - Porém Davi tomou a fortaleza de Sião; esta é a Cidade de Davi. 8 - Porque Davi disse naquele dia: Qualquer que ferir os jebuseus e chegar ao canal, e aos coxos, e aos cegos, que a alma de Davi aborrece, será cabeça e capitão. Por isso, se diz: Nem cego nem coxo entrará nesta casa. 9 - Assim, habitou Davi na fortaleza e lhe chamou a Cidade de Davi; e Davi foi edificando em redor, desde Milo até dentro. 10 - E Davi se ia cada vez mais aumentando e crescendo, porque o SENHOR, Deus dos Exércitos, era com ele. 2 Samuel 5.1-12
  • 7. 11 - E Hirão, rei de Tiro, enviou mensageiros a Davi, e madeira de cedro, e carpinteiros, e pedreiros, que edificaram a Davi uma casa 12 - E entendeu Davi que o SENHOR o confirmava rei sobre Israel e que exaltara o seu reino por amor do seu povo. 2 Samuel 5.1-12
  • 8. (2 Samuel 5.12) “E entendeu Davi que o SENHOR o confirmava rei sobre Israel e que exaltara o seu reino por amor do seu povo.”
  • 9. A glória do reinado de Davi deve-se, antes de tudo, à boa mão de Deus que estava sobre ele.
  • 10. A boa mão de Deus estava sobre o reinado de Davi, por isso, ele foi bem- sucedido
  • 11. I – Davi é Constituído Rei II – A Consolidação do Reino de Davi 1 – Três Motivos para sua Escolha 2 – Davi como Pastor e Chefe 3 – Entrando em Aliança com o Povo 1 – A Edificação de Jerusalém 2 – As Reformas Religiosas 3 – A Suprema Aliança Davídica III – A Grandeza Política do Reinado de Davi 1 – As Realizações Militares 2 – As Administrações de Davi 3 – O Culto Público
  • 12. O pujante reinado de Davi, suas vitórias e fortalecimento se originavam em Deus (2 Sm 8.6). Davi é considerado um tipo do Messias (Mq 5.2), mencionada pelos escribas nos dias de Herodes (2Sm 5.2) e pela profecia de Gênesis 49.10 em relação a Jesus Cristo.
  • 13. I – Davi é Constituído Rei 1 – Três Motivos para sua Escolha. Davi foi aclamado por toda a tribo de Israel (norte) e ungido rei por três razões: ❶ Ele preenchia todas as condições da realeza, o que prontamente excluía a possibilidade de uma liderança estrangeira (Dt 17.15), pois era irmão da nação (1 Cr 11.1). ❷ Devido à sua liderança militar (1 Sm 18.16). ❸ Estava pautado em uma promessa da parte de Deus, de que o trono entregue a Davi seria levantado tanto sobre Israel quanto sobre Judá (2 Sm 3.10).
  • 14. 2 – Davi Como Pastor e Chefe. I – Davi é Constituído Rei Na qualidade de chefe ele seria um capitão, príncipe, líder; como pastor ele cuidaria, apascentaria; Está escrito que Davi deveria agir como chefe e pastor do rebanho.
  • 15. 2 – Davi Como Pastor e Chefe. Estava claro que para Davi ter um reinado consolidado bastava apenas ser um líder, um pastor amoroso, não um déspota ou um tirano. O apóstolo Pedro diz que o pastor deve pastorear o rebanho sem qualquer exibição de domínio, mas sendo o exemplo do rebanho (1 Pe 5.3). I – Davi é Constituído Rei Paulo disse que não queria dominar a fé de ninguém, antes, desejava ser cooperador da alegria de cada cristão (2 Co 1.24).
  • 16. 3 – Entrando em Aliança com o Povo. Ninguém consegue fazer alguma coisa sozinho Davi não poderia governar sem o povo, portanto precisava fazer aliança com todos para ter um reino bem fortalecido. I – Davi é Constituído Rei Observe que a aliança que ele firma tem características pastorais, não monárquicas; Todos prometeram lealdade ao novo rei .
  • 17. A constituição de Davi como rei se deu porque, primeiro, ele preenchia as condições da realeza; segundo, tinha liderança militar; terceiro, estava pautado numa promessa de Deus.
  • 18. II – A Consolidação do Reino de Davi 1 – A Edificação de Jerusalém. Tão logo é ungido rei, Davi se lança ao trabalho. Quanto a Jerusalém, Davi a considerava algo particularmente seu, pois fora conquistada sob a sua liderança.
  • 19. II – A Consolidação do Reino de Davi 1 – A Edificação de Jerusalém. Davi tencionava fazer de Jerusalém uma capital religiosa para manter o povo leal a si;
  • 20. 2 – As Reformas Religiosas O capítulo 6 de 2 Samuel trata da ação de Davi em busca da Arca para Jerusalém. II – A Consolidação do Reino de Davi Ao contrário de Saul, Davi respeitava o sacerdócio, a Arca, e procurava preservar toda essa herança espiritual, inclusive elevá-la.
  • 21. 3 – A Suprema Aliança Davídica. a) a firmeza da sua família na terra; b) seus sucessores teriam a presença de Deus; e c) uma dinastia eterna (2 Sm 7.11-16). II – A Consolidação do Reino de Davi Podemos ver que três coisas importantes iriam caracterizar a aliança davídica: Quem profetizou sobre a aliança davídica foi Natã.
  • 22. A consolidação do reinado de Davi passa pela edificação de Jerusalém, pelas reformas religiosas e de sua aliança com todo o povo.
  • 23. III – A Grandeza Política do Reinado de Davi Nas Escrituras, há registros das diversas ações militares de Davi (2 Sm 8.1-14). 1 – As Realizações Militares. Tv Record A lista de povos vencidos inclui: filisteus, moabitas, sírios, edomitas.
  • 24. III – A Grandeza Política do Reinado de Davi Não demorou para que importantes possessões gentílicas estivessem sob o controle de Davi. 1 – As Realizações Militares. Como é maravilhoso ter um líder cujo coração e força são dominados pelo Senhor!
  • 25. III – A Grandeza Política do Reinado de Davi Lendo o capítulo 8.15-18 e 20.23-26, observamos como Davi fez importantes mudanças na área administrativa. 2 – As Administrações de Davi. Tv Record Campo Militar Campo Religioso Campo administrativo Estava à frente Joabe; havia uma guarda real, um superintendente da corveia ... Tinha dois sacerdotes: Zadoque e Aimeleque (2 Sm 8.17); Um cronista, Um escrivão (1 Cr 24.3), responsáveis pelos registros e documentos do Estado.
  • 26. III – A Grandeza Política do Reinado de Davi O sucesso de um obreiro depende de oração, pregação, ensino, mas também de saber administrar com eficiência as coisas de Deus; para isso são chamados. 2 – As Administrações de Davi. “Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei:” (Tito 1.5) Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina; (1 Timóteo 5.17)
  • 27. III – A Grandeza Política do Reinado de Davi Davi fez consideráveis mudanças no culto público, (vejas as mudanças litúrgicas de Davi, I Cr 23.1-30) 3 – O Culto Público. porque tinha interesse pelo culto; ele o faz com todo cuidado, amor e reverência, tendo sempre como objetivo a maior glória de Deus.
  • 28. III – A Grandeza Política do Reinado de Davi 3 – O Culto Público. pois os que o fazem de qualquer jeito, por vontade própria, sem a prescrição das normas divinas, poderão sofrer consequências da parte de Deus. A organização do culto é algo que deve ser pensado com todo cuidado,
  • 29. III – A Grandeza Política do Reinado de Davi Foi o que aconteceu com Nadabe e Abiú, que, querendo fazer culto por conta própria, foram fulminados pelo fogo do Senhor (Lv 10.1,2). 3 – O Culto Público. Tv Record
  • 30. As realizações militares, as administrações de Davi e as mudanças no culto público demonstram a grandeza política do reinado davídico.
  • 31. O reinado de Davi, e de seu filho, Salomão, ficou conhecido como a era de ouro de Israel. “Porque quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos dar voluntariamente estas coisas? Porque tudo vem de ti, e das tuas mãos to damos” (1 Cr 29.14). Mas na verdade, o rei Davi sabia que a fonte verdadeira de toda a grandeza do reino vinha de Deus:
  • 32. Por quais razões Davi foi aclamado rei? Davi foi aclamado por toda a tribo de Israel (norte) e ungido rei por três razões : ❶ Ele preenchia todas as condições da realeza; ❷ Sua liderança militar; ❸ Uma promessa da parte de Deus de que o trono seria entregue a Davi.
  • 33. O que estava claro para Davi? Estava claro que para Davi ter um reinado consolidado bastava apenas ser um líder, um pastor amigo, não um déspota ou um tirano.
  • 34. Qual o primeiro intento de Davi após ser ungido rei? Imagem : Tv Record Tv Record O primeiro intento é tornar sua capital forte e bonita.
  • 35. Dentre outras coisas, o que Davi valorizava? Dentre outras coisas, Davi valorizava tudo aquilo que estava relacionado às ordenanças divinas. Tv Record
  • 36. Quais os sacerdotes que serviriam no reinado de Davi? Os sacerdotes que estarão servindo são Zadoque e Aimeleque (2 Sm 8.17). Tv Record
  • 37. Lição 10 - O Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus
  • 38.