SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
PARÓQUIA SANTA CRUZ
                                  IGREJA NOSSA SENHORA APARECIDA
                              G R U P O D E O R A Ç Ã O N O S S A S EN H O R A A P A R EC I D A



            JORNAL DO GONSA
                                     V OLUME 1, EDIÇÃO 1         12/2011



                               H I S TÓRI CO - GO N SA                                              Liturgia Dominical

    A inspiração de Deus despertou os nossos corações de um sono profundo, para uma missão
que o próprio Criador nos chamou e que a cada GONSA (Grupo de Oração Nossa Senhora
Aparecida) Ele vem ampliando em nós a nossa visão para um grande e lindo plano de salvação
para o seu povo amado.
    Há alguns anos atrás, membros do grupo de jovens JAC (Jovens Amigos de Cristo) de nos-
sa comunidade Nossa Senhora Aparecida, situado no Loteamento Luar, teve uma experiência
que marcou seus corações com o Senhor Jesus Cristo através da Espiritualidade da RCC
(Renovação Carismática Católica) e desde então, o ardor                                           04/12/11
em seus corações incentivou alguns deles a continuarem a                                                    1ª leitura:
buscar e a vivenciar esse Pentecostes em suas vidas. Fre-                                         - Isaías 40, 1-5.9-11;
quentamos, durante seis meses o Grupo de Orações Eis-
                                                                                                           2ª leitura:
me aqui Senhor, em Serraria, que na época era um grupo                                            - 2º Pedro 3, 8-14;
pequeno e muitas foram às vezes que lá encontravam
somente os nosso jovens com alguns servos do grupo e                                                      Evangelho:
Deus ali já iniciava o projeto de resgate das famílias para                                        - Marcos 1, 1-8;
o povo de nossa comunidade, pois justamente o motivo                                              _____________________
de participarmos lá era porque em nossa comunidade não                                            11/12/11
tinha Grupo de Oração da RCC. Durante os seis meses,                                                         1ª leitura:
Deus enviou o Seminarista Cléo para fazer Pastoral em                                             - Isaías 61, 1-2.10-11;
nossa comunidade NSA, e ali revelamos a ele nosso dese-
                                                                                                             2ª leitura:
jo de organizar um grupo de orações, durante algumas conversas esse desejo começou a se           - 1º Tessalonicenses 5, 16-24;
tornar realidade até que no dia do Santo São Pascal Bailão - um homem de Deus, que era edifi-
cado a cada visita ao Santíssimo Sacramento - Deus confirmou em nossos corações que era e é                Evangelho:
seu próprio desejo em aumentar sua intimidade com seu povo e Deus em sua plenitude confir-        - João 1, 6-8.19-28;
ma na Sagrada Escritura como em Apocalipse 3,8 que diz: “ Eu pus diante de ti uma porta           _____________________
aberta, que ninguém pode fechar; porque apesar de tua fraqueza, guardastes a minha palavra e      18/12/11
não renegaste o meu nome”. Com isso, a cultura de Pentecostes começou a ser semeada e                       1ª leitura:
graças a Deus neste ano se completou 8 anos de existência deste movimento que tem transfor-       - 2º Samuel 7, 1-5.8-12.14.16;
mado e restaurado em nome de JESUS os filhos de DEUS.
                                                                                                          2ª leitura:
                                                                                                  - Romanos 16, 25-27;
   Hoje um conjunto de Ministérios faz com que o GONSA se fortaleça na Misericórdia de
Deus, que são estes:                                                                                       Evangelho:
   + Ministério de Intercessão;                                                                   - Lucas 1, 26-38;
   + Ministério de Cura e Libertação;                                                             _____________________
   + Ministério de Pregação;                                                                      25/12/11
   + Ministério das Artes;                                                                                   1ª leitura:
   + Ministério das Crianças;                                                                     - Isaías 52, 7-10;
   + Ministério de Comunicações;
   + Ministério das famílias.                                                                              2ª leitura:
                                                                                                  - Hebreus 1, 1-6;

   Que o Bom Deus, continue Abençoando cada fez mais o nosso Grupo. Amém                                   Evangelho:
                                                                                                  - João 1, 1-18;
P ÁGINA 2                                                                                         JORNAL DO GONSA


                                                     Tes te mu n h o
      Eu me chamo Maruzia, sou casada         dessa Comunidade que tanto aprendemos e         to, confraternização e acima de tudo
com o Agostinho e temos uma filha chama-      crescemos mesmo com tão pouco tempo de          Deus, que estava aqui o tempo todo
da Yasmim. Somos uma família abençoada,       caminhada. Hoje eu e meu marido nos             esperando pela minha família. É aqui
pois na nossas vidas Deus é mais importante   sentimos curados de toda tentação diabóli-      que sempre, estaremos, pois sabemos
que tudo, e nossa fé inabalável, mesmo que    ca, ódio, discórdia, mentira, falsidade, dis-   que temos um porto seguro onde pode-
as vezes venha o desânimo, as fraquezas, e    cussão e desentendimento familiar e não         mos voltar, onde sempre terá pessoas de
os problemas, estamos firmes como uma         permitimos que nada e nem ninguém nos           braços abertos pra nos receber, nós
rocha porque pra nós não existe vida e nem    tire a fé, esperança e conhecimentos que        compreender e principalmente nos
família sem Deus, e que a Oração, o conhe-    aprendemos e conquistamos. Nesse quase          amar, amor esse que só se encontra na
cimento da palavra, a obediência e a doação   um ano no grupo nossa Fé nos curou, quan-       vida com Deus e com a família GON-
para uma vida religiosa só depende do valor   do percebemos que o perdão é a porta para       SA. Obrigada a todos por tudo, que
que damos pra ela. A oito meses minha         cura e libertação de uma vida infeliz. Foi      Deus sempre esteja no meio de nós.
família segue uma rotina Espiritual que tem   aqui que renovamos nossa fé, nossa união,       Amem.
nos engrandecido muito, participamos de       aqui conhecemos o significado da palavra
todas as Missas Dominicais e Carismática      amizade verdadeira, companheirismo, e               E desejamos desde já um abençoa-
somos servos e coordenadores do Ministério    doação sem troca. Foi aqui que depois de        do Natal e Ano Novo, cheios das bên-
das Famílias no GONSA, e minha filha faz      muito tempo nos sentimos seguros, ama-          çãos do Bom Deus.
parte do coral aqui na Igreja Nossa Senhora   dos, e aceitos como somos, foi aqui que
Aparecida, e pra nós é uma honra participar   minha família encontrou paz, união, respei-



                               P A L AV R A DA V I T Ó R I A
                               Só em Deus encontramos a paz,      igualmente importante, é ajudar     que continuemos caminhando e
                               a verdade e o amor                 os outros a alcançar a mesma        para que ajudemos tantas pesso-
   “Ninguém   tem                Somos muito fracos, incons-      graça.                              as ao nosso lado que, como nós,
  maior amor do                tantes e pecadores, por isso não     Seja qual for a situação em       necessitam encontrar a paz, o
                               podemos perder a oportunidade      que vivemos, precisamos confi-      amor e o direcionamento!
  que aquele que               de entregar a Deus toda e qual-    ar:
   se despoja da               quer situação, até aquelas para    Deus é o nosso apoio e susten-      “Ninguém tem maior amor do
                               as quais não acreditamos haver     táculo.                             que aquele que se despoja da
      vida por                 solução.                             Quando aprendemos a obede-        vida por aqueles a quem
     aqueles a                   Enquanto não percebermos de      cer à voz de Deus, temos a          ama” (Jo 15,13)
                               onde vem a força de que preci-     certeza de que o mundo pode
        quem                   samos, ficaremos nos debaten-      desabar ao nosso redor, mas         Um Santo Natal a você e a
     ama” (Jo                  do, buscando soluções huma-
                               nas, querendo vencer as situa-
                                                                  não deixaremos de acreditar
                                                                  que Jesus está no barco de nos-
                                                                                                      todos de sua família.

       15,13)                  ções por nós mesmos. É muito       sa vida.                            Luiz Carlos Coelho
                               importante mergulharmos na           Ao mesmo tempo, sabemos           Coordenador Comarca de Bi-
                               misericórdia de Deus, mas,         que o Senhor nos dá forças para     guaçu pela RCC



                               O RAÇÃO DO M ÊS
                                    Senhor, nós vos louvamos      diferenças de idade, de sexo, de         Ajudai-nos a respeitar e
                               pela nossa família e agradece-     caráter, para nos ajudarmos         incentivar a vocação de nossos
                               mos a vossa presença em nosso      mutuamente, perdoarmos nos-         filhos quando quiserdes chamar
                               lar.                               sos erros e vivermos em harmo-      a Vosso serviço.
                                    Iluminai-nos para que seja-   nia.                                     Que em nossa família
                               mos capazes de assumir nosso            Dai-nos, Senhor, saúde,        reine a confiança, a fidelidade,
                               compromisso de fé na Igreja e      trabalho e um lar onde possa-       o respeito mútuo, para que o
                               de participar da vida de nossa     mos viver felizes.                  amor se fortifique e nos una
                               comunidade.                             Ensinai-nos a partilhar o      cada vez mais.
                                    Ensinai-nos a viver a Vossa   que temos com os mais necessi-            Permanecei em nossa
                               palavra e o Vosso mandamento       tados e empobrecidos, e dai-nos     família, Senhor, e abençoai
                               de Amor, a exemplo da FAMÍ-        a graça de aceitar com fé e sere-   nosso lar hoje e sempre.
                               LIA DE NAZARÉ.                     nidade a doença e a morte           Amém!
                                    Concedei-nos a capacidade     quando se aproximem de nossa
                               de compreendermos nossas           família.
V OLUME 1,     EDIÇÃO    1                                                                                   P ÁGINA 3


                             O Ú LT I M O F O LH E TO D E M I SS A
Todos os domingos o sobrinho do velho       bando, mas eu só gostaria de dizer quenha da minha casa ou vem me visitar.
vigário saía pela cidade e entregava fo-    Jesus gosta muito da senhora. E lhe man-
                                                                                  'Eu afrouxei a corda do meu pescoço
lhetos de missa. Num desses dias chuvo-     da este folheto que fala Dele. - Virou-se e
                                                                                  e fui ver quem era.. Quando eu abri
sos e frios, o menino se agasalhou e saiu   saiu olhando sempre para ela.         a porta e vi quem era, mal pude
caminhando pelas ruas desertas, parando                                           acreditar. Era um menino, talvez
                                       Na missa do domingo seguinte o Padre
de porta em porta e entregando os fo-                                             mandado por Deus que disse:
                                      perguntou no momento das intenções se
lhetos sacros. Depois de caminhar por
                                      alguém tinha algo a dizer?' Lentamente, -'Senhora, eu só vim aqui para dizer
duas horas na chuva, todo molhado,
                                      na última fila da igreja, uma senhora idosa que Jesus gosta muito da senhora.
faltava entregar o último folheto. Che-
                                      se pôs de pé e começou toda emocionada:
gou até uma casa toda fechada, misterio-                                          'Entregou-me o folheto que eu li
samente fechada e tocou a campainha.  - Desde quando meu marido faleceu dei- palavra por palavra. O resto já sa-
Ninguém respondeu. Tocou de novo.     xando-me totalmente sozinha neste mun- bem...
Tocou mais uma vez, mas ninguém       do, eu perdi a vontade de viver. Então
                                                                                   Não havia na igreja quem não tivesse
abriu a porta. Estranhou tanta demora peguei uma corda e uma cadeira e subi as
pois, naquela cidadezinha, eram todos escadas para o sótão da minha casa. Eu      lágrimas nos olhos. O velho Padre
conhecidos, Virou-se para ir embora,  amarrei a corda numa viga do telhado, desceu do altar e foi abraçar a mu-
mas algo o deteve. Tocou a campainha esubi na cadeira e coloquei a outra ponta lher – ressuscitada - e seu sobrinho
bateu bem forte na porta. Desta vez a da corda no pescoço. De pé naquela ca- que também chorava de emoção.
porta se abriu bem devagar. De pé na  deira, tão só e de coração partido, eu
porta estava uma senhora idosa com um estava a ponto de saltar com a corda no
                                      pescoço, quando, de repente, o toque da
olhar muito triste. Mas ainda conseguiu
murmurar com voz sumida:              campainha me assustou. Vou esperar um
                                      minuto e quem quer que seja, irá embora.
-'O que eu posso fazer por você, meu
                                      Mas a campainha era insistente. Depois a
filho?'
                                      pessoa que estava tocando, começou a
-'Senhora, me perdoe se estou pertur- bater bem forte. Ninguém toca a campai-


                     M I NIS TÉRI O DAS F AM Í LI AS                                                 JESUS
Todos os meses falaremos         pois não havia vaga na estala-   culdades que possam surgir
                                                                                                     MARIA
um pouco sobre cada Minis-       gem. Fico a pensar quantas       pois elas surgem para que             E
tério que formam o Grupo         vezes o Menino Jesus quis        possamos crescer e um dia           JOSÉ,
de Orações Nossa Senhora         nascer em nosso Coração e        chegar a perfeição, e nós do
Aparecida (GONSA). Come-         não encontrou vagas, pois        GONSA lhe desejamos um
                                                                                                     NOSSA
çaremos com o Ministério         estava o nosso coração cheio     Feliz Natal cheio de Bênçãos       FAMILIA
das Famílias que entre varias    de vaidades, luxuria, egoís-     para Você e sua Família e          VOSSA
funções tem a de Evangelizar     mo e ódio ou seja cheio de       que 2012 possamos estar
às Famílias e este mês é todo    coisas mundanas. Neste Na-
                                                                                                         É
                                                                  juntos para Louvar ao Senhor
especial para o Ministério das   tal, vamos guardar três vagas    de todo o Coração. Jesus
Famílias, pois comemoramos       no nosso coração uma para        Maria e José, Nossa Família
o Natal do Senhor. Nosso         Jesus Cristo outra para Nossa    Vossa É.
Senhor poderia ter vindo ao      Senhora e outra para São
                                 José, para que a nossa família   São Coordenadores do Mi-
mundo de varias maneiras
                                 permaneça sempre firme na        nistério das Famílias o Casal
inclusive descer em uma
                                                                  Agostinho Bornhofen e Ma-
nuvem cercado de Anjos,          Fé e baseada na Família Tra-
                                                                  ruzia Sousa da Silva Bornho-
mais quis o Nosso Senhor         dicional de Jesus Cristo. Que
                                 este Natal possamos dar aos      fen.
Jesus nascer numa Família
como todos nós, nasceu nu-       nossos filhos a oportunidade
ma estrebaria cercado de         de crescer numa Família
animais, onde Nossa Senhora      onde haja Paz, Amor, com-
o envolveu em panos e o          preensão, dialogo e Felicida-
deitou em uma manjedoura         des, independente das difi-
Palavra da Coordenadora

                                                             A presença de Jesus Cristo entre nós, significa a
                                                         presença da Paz no mundo. “O Senhor Volte para ti o
                                                         Seu Rosto e te de a Paz” (Num 6,26).
  PROGRAMAÇÃO PARA O
    MÊS DE DEZEMBRO                                           A Paz de Jesus é concedida a todos os povos e ra-
                                                         ças, sem exclusões, privilégios ou eleições.
- Domingo: Santa Missa, às 18:30hs.
                                                               É a paz interior que nos liberta da imagem de um
- Terça-Feira: Hora da Misericórdia, às                   deus opressor e acusador, animando-nos a tomar inicia-
15:00hs.
                                              tivas na pratica do amor e da justiça.
                                                  Um ano novo é um convite a nos tornarmos homens e mulheres
- Quarta-Feira: Terço às 19:30hs e Louvor     novos pela nossa adesão ao projeto de Deus de restaurar e santifi-
e Pregação às 20:00hs.                        car a vida, instaurando a paz na terra, a ser tecida no nosso dia a
                                              dia.
- Sexta-feira: Atendimento de Oração com
horário marcado nas Quartas - Feiras.
                                                 “Feliz aquele que respeita o Senhor” (Salmo 112).
                                                  Louvado seja Deus, irmãos e irmãs pela sua vida e de seus fami-
Obs.: 10/12: Curso de Batismo, às 13:00hs,    liares. Neste mês ao qual comemoramos o nascimento de Jesus
na Igreja Nossa Senhora Aparecida.            Cristo e a vinda de um Novo Ano, que na certeza do Senhor será de
                                              grandes Graças e cheio de amor deste que nos ama acima de tudo.
 Todos os Eventos acontecem em nossa Igreja   Quero agradecer a cada um pelos momentos que passamos juntos
          Nossa Senhora Aparecida.            neste ano de 2011 e tendo a certeza que continuaremos em 2012
                                              juntos na presença do Senhor, aceite o muito abrigado de todos os
                                              Servos do GONSA (Grupo de Orações Nossa Senhora Aparecida).
    Siga-nos nas redes sociais                   Desejamos a Você e aos seus, um Feliz Natal e um Ano Novo
                                              cheio do Amor e da Paz do Senhor Jesus Cristo.
        Facebook: gonsa rcc
        Twitter: @gonsarcc                       Deus os Abençoe
    Orkut: grupo oração nsa rcc
  http://bornhofen.blogspot.com/                                                  Elisete Ivo Longras
  e-mail para sugestões e criticas:                                            Coordenadora do GONSA
     agostinhobor@gmail.com



                                 A TI VIDADES PARA A S C RI ANÇAS




                                                                                             Legenda da imagem ou do elemento gráfico.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
Márcio E Maria
 
Boletim Março 2012
Boletim Março 2012Boletim Março 2012
Boletim Março 2012
willams
 
Boletim Janeiro 2012
Boletim Janeiro 2012Boletim Janeiro 2012
Boletim Janeiro 2012
willams
 
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
cnisbrasil
 
Seminario abel corrigido
Seminario abel corrigidoSeminario abel corrigido
Seminario abel corrigido
Márcio E Maria
 
Oração inicial e acolhida - Encontro de Formação Missionária
Oração inicial e acolhida - Encontro de Formação MissionáriaOração inicial e acolhida - Encontro de Formação Missionária
Oração inicial e acolhida - Encontro de Formação Missionária
Bernadetecebs .
 

Mais procurados (20)

Letra e Cifras dos cânticos das Santas Missões
Letra e Cifras dos cânticos das Santas MissõesLetra e Cifras dos cânticos das Santas Missões
Letra e Cifras dos cânticos das Santas Missões
 
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todosLivreto CEBs  - Comunidade:  Igreja de todos e para todos
Livreto CEBs - Comunidade: Igreja de todos e para todos
 
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
 
04 12 11
04 12 1104 12 11
04 12 11
 
Restaurando o Altar
Restaurando o Altar Restaurando o Altar
Restaurando o Altar
 
Boletim Março 2012
Boletim Março 2012Boletim Março 2012
Boletim Março 2012
 
Boletim Janeiro 2012
Boletim Janeiro 2012Boletim Janeiro 2012
Boletim Janeiro 2012
 
1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA
 
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
 
[EBD Maranata] Revista Atos dos Apóstolos | Lição 06 - A Importância da Disci...
[EBD Maranata] Revista Atos dos Apóstolos | Lição 06 - A Importância da Disci...[EBD Maranata] Revista Atos dos Apóstolos | Lição 06 - A Importância da Disci...
[EBD Maranata] Revista Atos dos Apóstolos | Lição 06 - A Importância da Disci...
 
Boletim da SAF - 2011
Boletim da SAF - 2011Boletim da SAF - 2011
Boletim da SAF - 2011
 
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe GesildoCelebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
 
Informativo "Lá Vem o Trem das CEBs..."
Informativo "Lá Vem o Trem das CEBs..."Informativo "Lá Vem o Trem das CEBs..."
Informativo "Lá Vem o Trem das CEBs..."
 
13 11 11
13 11 1113 11 11
13 11 11
 
Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)
Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)
Oração e benção de envio 2º congresso diocesano (1)
 
Formação animadores(as) CEBs _2015
Formação animadores(as)  CEBs _2015Formação animadores(as)  CEBs _2015
Formação animadores(as) CEBs _2015
 
Seminario abel corrigido
Seminario abel corrigidoSeminario abel corrigido
Seminario abel corrigido
 
Oração inicial e acolhida - Encontro de Formação Missionária
Oração inicial e acolhida - Encontro de Formação MissionáriaOração inicial e acolhida - Encontro de Formação Missionária
Oração inicial e acolhida - Encontro de Formação Missionária
 
Novena de Natal 2013 - Arquidiocese de Florianópolis
Novena de Natal 2013 - Arquidiocese de FlorianópolisNovena de Natal 2013 - Arquidiocese de Florianópolis
Novena de Natal 2013 - Arquidiocese de Florianópolis
 
Boletim175
Boletim175   Boletim175
Boletim175
 

Semelhante a Jornal do gonza dezembro 2011

Edição 13 setembro 2013
Edição 13 setembro 2013Edição 13 setembro 2013
Edição 13 setembro 2013
ensantidade
 
Boletim 292 - 01/07/12
Boletim 292 - 01/07/12Boletim 292 - 01/07/12
Boletim 292 - 01/07/12
stanaami
 
3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia
Irmão Feliciano Sv
 
2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende
Irmão Feliciano Sv
 
Boletim Fevereiro 2012
Boletim Fevereiro 2012Boletim Fevereiro 2012
Boletim Fevereiro 2012
willams
 
minha nova familia, a igreja
minha nova familia, a igrejaminha nova familia, a igreja
minha nova familia, a igreja
iabpcsorocaba
 

Semelhante a Jornal do gonza dezembro 2011 (20)

RELATÓRIO NOVEMBRO/2014 - JAIR E DENY
RELATÓRIO NOVEMBRO/2014 - JAIR E DENYRELATÓRIO NOVEMBRO/2014 - JAIR E DENY
RELATÓRIO NOVEMBRO/2014 - JAIR E DENY
 
Jornal sta. bernadete edição 41
Jornal sta. bernadete   edição 41Jornal sta. bernadete   edição 41
Jornal sta. bernadete edição 41
 
Apocalipse 07 de outubro 2012
Apocalipse 07 de outubro 2012Apocalipse 07 de outubro 2012
Apocalipse 07 de outubro 2012
 
Edição 13 setembro 2013
Edição 13 setembro 2013Edição 13 setembro 2013
Edição 13 setembro 2013
 
390
390390
390
 
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJJornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
 
Boletim 292 - 01/07/12
Boletim 292 - 01/07/12Boletim 292 - 01/07/12
Boletim 292 - 01/07/12
 
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno LageO que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
O que Jesus espera da igreja? A estrutura de Deus (3ª parte) by Pr. Nuno Lage
 
3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia
 
Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2
 
Livrodeefesios pg
Livrodeefesios pgLivrodeefesios pg
Livrodeefesios pg
 
Carta Rodrigo Fev2017
Carta Rodrigo Fev2017Carta Rodrigo Fev2017
Carta Rodrigo Fev2017
 
2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende2º dia um coração que aprende
2º dia um coração que aprende
 
Boletim 129
Boletim 129Boletim 129
Boletim 129
 
28 08 11
28 08 1128 08 11
28 08 11
 
Boletim Fevereiro 2012
Boletim Fevereiro 2012Boletim Fevereiro 2012
Boletim Fevereiro 2012
 
minha nova familia, a igreja
minha nova familia, a igrejaminha nova familia, a igreja
minha nova familia, a igreja
 
7 Condições para o Avivamento
7 Condições para o Avivamento7 Condições para o Avivamento
7 Condições para o Avivamento
 
Boletim155
Boletim155Boletim155
Boletim155
 
Igreja relevante estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
Igreja relevante   estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicasIgreja relevante   estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
Igreja relevante estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
 

Mais de Agostinhobor

Jornal do gonsa novembro 2012
Jornal do gonsa novembro 2012Jornal do gonsa novembro 2012
Jornal do gonsa novembro 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa outubro 2012 especi al
Jornal do gonsa outubro 2012 especi alJornal do gonsa outubro 2012 especi al
Jornal do gonsa outubro 2012 especi al
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa outubro 2012
Jornal do gonsa outubro 2012Jornal do gonsa outubro 2012
Jornal do gonsa outubro 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa setembro 2012
Jornal do gonsa setembro 2012Jornal do gonsa setembro 2012
Jornal do gonsa setembro 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa julho 2012
Jornal do gonsa julho 2012Jornal do gonsa julho 2012
Jornal do gonsa julho 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012
Agostinhobor
 
Jornal do gonsa maio 2012 especi al
Jornal do gonsa maio 2012 especi alJornal do gonsa maio 2012 especi al
Jornal do gonsa maio 2012 especi al
Agostinhobor
 
Pasme se com estas fotos !!! -
Pasme se com estas fotos !!! -  Pasme se com estas fotos !!! -
Pasme se com estas fotos !!! -
Agostinhobor
 
Pai nosso em aramaico
Pai nosso em aramaicoPai nosso em aramaico
Pai nosso em aramaico
Agostinhobor
 
Jornal do gonza maio 2012
Jornal do gonza maio 2012Jornal do gonza maio 2012
Jornal do gonza maio 2012
Agostinhobor
 
JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012
JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012
JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012
Agostinhobor
 

Mais de Agostinhobor (20)

Jornal do gonsa novembro 2012
Jornal do gonsa novembro 2012Jornal do gonsa novembro 2012
Jornal do gonsa novembro 2012
 
Jornal do gonsa outubro 2012 especi al
Jornal do gonsa outubro 2012 especi alJornal do gonsa outubro 2012 especi al
Jornal do gonsa outubro 2012 especi al
 
Jornal do gonsa outubro 2012
Jornal do gonsa outubro 2012Jornal do gonsa outubro 2012
Jornal do gonsa outubro 2012
 
Jornal do gonsa setembro 2012
Jornal do gonsa setembro 2012Jornal do gonsa setembro 2012
Jornal do gonsa setembro 2012
 
Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012
 
Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012Jornal do gonsa agosto 2012
Jornal do gonsa agosto 2012
 
Jornal do gonsa julho 2012
Jornal do gonsa julho 2012Jornal do gonsa julho 2012
Jornal do gonsa julho 2012
 
Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012
 
Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012Jornal do gonsa junho 2012
Jornal do gonsa junho 2012
 
Jornal do gonsa maio 2012 especi al
Jornal do gonsa maio 2012 especi alJornal do gonsa maio 2012 especi al
Jornal do gonsa maio 2012 especi al
 
Paravoc!!!
Paravoc!!!Paravoc!!!
Paravoc!!!
 
Pasme se com estas fotos !!! -
Pasme se com estas fotos !!! -  Pasme se com estas fotos !!! -
Pasme se com estas fotos !!! -
 
O terco
O tercoO terco
O terco
 
Oração do amor
Oração do amorOração do amor
Oração do amor
 
Sinal da cruz
Sinal da cruzSinal da cruz
Sinal da cruz
 
Pai nosso em aramaico
Pai nosso em aramaicoPai nosso em aramaico
Pai nosso em aramaico
 
Shalom
ShalomShalom
Shalom
 
POEMA DO AMIGO
POEMA DO AMIGOPOEMA DO AMIGO
POEMA DO AMIGO
 
Jornal do gonza maio 2012
Jornal do gonza maio 2012Jornal do gonza maio 2012
Jornal do gonza maio 2012
 
JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012
JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012
JORNAL DO GONSA - ABRIL DE 2012
 

Jornal do gonza dezembro 2011

  • 1. PARÓQUIA SANTA CRUZ IGREJA NOSSA SENHORA APARECIDA G R U P O D E O R A Ç Ã O N O S S A S EN H O R A A P A R EC I D A JORNAL DO GONSA V OLUME 1, EDIÇÃO 1 12/2011 H I S TÓRI CO - GO N SA Liturgia Dominical A inspiração de Deus despertou os nossos corações de um sono profundo, para uma missão que o próprio Criador nos chamou e que a cada GONSA (Grupo de Oração Nossa Senhora Aparecida) Ele vem ampliando em nós a nossa visão para um grande e lindo plano de salvação para o seu povo amado. Há alguns anos atrás, membros do grupo de jovens JAC (Jovens Amigos de Cristo) de nos- sa comunidade Nossa Senhora Aparecida, situado no Loteamento Luar, teve uma experiência que marcou seus corações com o Senhor Jesus Cristo através da Espiritualidade da RCC (Renovação Carismática Católica) e desde então, o ardor 04/12/11 em seus corações incentivou alguns deles a continuarem a 1ª leitura: buscar e a vivenciar esse Pentecostes em suas vidas. Fre- - Isaías 40, 1-5.9-11; quentamos, durante seis meses o Grupo de Orações Eis- 2ª leitura: me aqui Senhor, em Serraria, que na época era um grupo - 2º Pedro 3, 8-14; pequeno e muitas foram às vezes que lá encontravam somente os nosso jovens com alguns servos do grupo e Evangelho: Deus ali já iniciava o projeto de resgate das famílias para - Marcos 1, 1-8; o povo de nossa comunidade, pois justamente o motivo _____________________ de participarmos lá era porque em nossa comunidade não 11/12/11 tinha Grupo de Oração da RCC. Durante os seis meses, 1ª leitura: Deus enviou o Seminarista Cléo para fazer Pastoral em - Isaías 61, 1-2.10-11; nossa comunidade NSA, e ali revelamos a ele nosso dese- 2ª leitura: jo de organizar um grupo de orações, durante algumas conversas esse desejo começou a se - 1º Tessalonicenses 5, 16-24; tornar realidade até que no dia do Santo São Pascal Bailão - um homem de Deus, que era edifi- cado a cada visita ao Santíssimo Sacramento - Deus confirmou em nossos corações que era e é Evangelho: seu próprio desejo em aumentar sua intimidade com seu povo e Deus em sua plenitude confir- - João 1, 6-8.19-28; ma na Sagrada Escritura como em Apocalipse 3,8 que diz: “ Eu pus diante de ti uma porta _____________________ aberta, que ninguém pode fechar; porque apesar de tua fraqueza, guardastes a minha palavra e 18/12/11 não renegaste o meu nome”. Com isso, a cultura de Pentecostes começou a ser semeada e 1ª leitura: graças a Deus neste ano se completou 8 anos de existência deste movimento que tem transfor- - 2º Samuel 7, 1-5.8-12.14.16; mado e restaurado em nome de JESUS os filhos de DEUS. 2ª leitura: - Romanos 16, 25-27; Hoje um conjunto de Ministérios faz com que o GONSA se fortaleça na Misericórdia de Deus, que são estes: Evangelho: + Ministério de Intercessão; - Lucas 1, 26-38; + Ministério de Cura e Libertação; _____________________ + Ministério de Pregação; 25/12/11 + Ministério das Artes; 1ª leitura: + Ministério das Crianças; - Isaías 52, 7-10; + Ministério de Comunicações; + Ministério das famílias. 2ª leitura: - Hebreus 1, 1-6; Que o Bom Deus, continue Abençoando cada fez mais o nosso Grupo. Amém Evangelho: - João 1, 1-18;
  • 2. P ÁGINA 2 JORNAL DO GONSA Tes te mu n h o Eu me chamo Maruzia, sou casada dessa Comunidade que tanto aprendemos e to, confraternização e acima de tudo com o Agostinho e temos uma filha chama- crescemos mesmo com tão pouco tempo de Deus, que estava aqui o tempo todo da Yasmim. Somos uma família abençoada, caminhada. Hoje eu e meu marido nos esperando pela minha família. É aqui pois na nossas vidas Deus é mais importante sentimos curados de toda tentação diabóli- que sempre, estaremos, pois sabemos que tudo, e nossa fé inabalável, mesmo que ca, ódio, discórdia, mentira, falsidade, dis- que temos um porto seguro onde pode- as vezes venha o desânimo, as fraquezas, e cussão e desentendimento familiar e não mos voltar, onde sempre terá pessoas de os problemas, estamos firmes como uma permitimos que nada e nem ninguém nos braços abertos pra nos receber, nós rocha porque pra nós não existe vida e nem tire a fé, esperança e conhecimentos que compreender e principalmente nos família sem Deus, e que a Oração, o conhe- aprendemos e conquistamos. Nesse quase amar, amor esse que só se encontra na cimento da palavra, a obediência e a doação um ano no grupo nossa Fé nos curou, quan- vida com Deus e com a família GON- para uma vida religiosa só depende do valor do percebemos que o perdão é a porta para SA. Obrigada a todos por tudo, que que damos pra ela. A oito meses minha cura e libertação de uma vida infeliz. Foi Deus sempre esteja no meio de nós. família segue uma rotina Espiritual que tem aqui que renovamos nossa fé, nossa união, Amem. nos engrandecido muito, participamos de aqui conhecemos o significado da palavra todas as Missas Dominicais e Carismática amizade verdadeira, companheirismo, e E desejamos desde já um abençoa- somos servos e coordenadores do Ministério doação sem troca. Foi aqui que depois de do Natal e Ano Novo, cheios das bên- das Famílias no GONSA, e minha filha faz muito tempo nos sentimos seguros, ama- çãos do Bom Deus. parte do coral aqui na Igreja Nossa Senhora dos, e aceitos como somos, foi aqui que Aparecida, e pra nós é uma honra participar minha família encontrou paz, união, respei- P A L AV R A DA V I T Ó R I A Só em Deus encontramos a paz, igualmente importante, é ajudar que continuemos caminhando e a verdade e o amor os outros a alcançar a mesma para que ajudemos tantas pesso- “Ninguém tem Somos muito fracos, incons- graça. as ao nosso lado que, como nós, maior amor do tantes e pecadores, por isso não Seja qual for a situação em necessitam encontrar a paz, o podemos perder a oportunidade que vivemos, precisamos confi- amor e o direcionamento! que aquele que de entregar a Deus toda e qual- ar: se despoja da quer situação, até aquelas para Deus é o nosso apoio e susten- “Ninguém tem maior amor do as quais não acreditamos haver táculo. que aquele que se despoja da vida por solução. Quando aprendemos a obede- vida por aqueles a quem aqueles a Enquanto não percebermos de cer à voz de Deus, temos a ama” (Jo 15,13) onde vem a força de que preci- certeza de que o mundo pode quem samos, ficaremos nos debaten- desabar ao nosso redor, mas Um Santo Natal a você e a ama” (Jo do, buscando soluções huma- nas, querendo vencer as situa- não deixaremos de acreditar que Jesus está no barco de nos- todos de sua família. 15,13) ções por nós mesmos. É muito sa vida. Luiz Carlos Coelho importante mergulharmos na Ao mesmo tempo, sabemos Coordenador Comarca de Bi- misericórdia de Deus, mas, que o Senhor nos dá forças para guaçu pela RCC O RAÇÃO DO M ÊS Senhor, nós vos louvamos diferenças de idade, de sexo, de Ajudai-nos a respeitar e pela nossa família e agradece- caráter, para nos ajudarmos incentivar a vocação de nossos mos a vossa presença em nosso mutuamente, perdoarmos nos- filhos quando quiserdes chamar lar. sos erros e vivermos em harmo- a Vosso serviço. Iluminai-nos para que seja- nia. Que em nossa família mos capazes de assumir nosso Dai-nos, Senhor, saúde, reine a confiança, a fidelidade, compromisso de fé na Igreja e trabalho e um lar onde possa- o respeito mútuo, para que o de participar da vida de nossa mos viver felizes. amor se fortifique e nos una comunidade. Ensinai-nos a partilhar o cada vez mais. Ensinai-nos a viver a Vossa que temos com os mais necessi- Permanecei em nossa palavra e o Vosso mandamento tados e empobrecidos, e dai-nos família, Senhor, e abençoai de Amor, a exemplo da FAMÍ- a graça de aceitar com fé e sere- nosso lar hoje e sempre. LIA DE NAZARÉ. nidade a doença e a morte Amém! Concedei-nos a capacidade quando se aproximem de nossa de compreendermos nossas família.
  • 3. V OLUME 1, EDIÇÃO 1 P ÁGINA 3 O Ú LT I M O F O LH E TO D E M I SS A Todos os domingos o sobrinho do velho bando, mas eu só gostaria de dizer quenha da minha casa ou vem me visitar. vigário saía pela cidade e entregava fo- Jesus gosta muito da senhora. E lhe man- 'Eu afrouxei a corda do meu pescoço lhetos de missa. Num desses dias chuvo- da este folheto que fala Dele. - Virou-se e e fui ver quem era.. Quando eu abri sos e frios, o menino se agasalhou e saiu saiu olhando sempre para ela. a porta e vi quem era, mal pude caminhando pelas ruas desertas, parando acreditar. Era um menino, talvez Na missa do domingo seguinte o Padre de porta em porta e entregando os fo- mandado por Deus que disse: perguntou no momento das intenções se lhetos sacros. Depois de caminhar por alguém tinha algo a dizer?' Lentamente, -'Senhora, eu só vim aqui para dizer duas horas na chuva, todo molhado, na última fila da igreja, uma senhora idosa que Jesus gosta muito da senhora. faltava entregar o último folheto. Che- se pôs de pé e começou toda emocionada: gou até uma casa toda fechada, misterio- 'Entregou-me o folheto que eu li samente fechada e tocou a campainha. - Desde quando meu marido faleceu dei- palavra por palavra. O resto já sa- Ninguém respondeu. Tocou de novo. xando-me totalmente sozinha neste mun- bem... Tocou mais uma vez, mas ninguém do, eu perdi a vontade de viver. Então Não havia na igreja quem não tivesse abriu a porta. Estranhou tanta demora peguei uma corda e uma cadeira e subi as pois, naquela cidadezinha, eram todos escadas para o sótão da minha casa. Eu lágrimas nos olhos. O velho Padre conhecidos, Virou-se para ir embora, amarrei a corda numa viga do telhado, desceu do altar e foi abraçar a mu- mas algo o deteve. Tocou a campainha esubi na cadeira e coloquei a outra ponta lher – ressuscitada - e seu sobrinho bateu bem forte na porta. Desta vez a da corda no pescoço. De pé naquela ca- que também chorava de emoção. porta se abriu bem devagar. De pé na deira, tão só e de coração partido, eu porta estava uma senhora idosa com um estava a ponto de saltar com a corda no pescoço, quando, de repente, o toque da olhar muito triste. Mas ainda conseguiu murmurar com voz sumida: campainha me assustou. Vou esperar um minuto e quem quer que seja, irá embora. -'O que eu posso fazer por você, meu Mas a campainha era insistente. Depois a filho?' pessoa que estava tocando, começou a -'Senhora, me perdoe se estou pertur- bater bem forte. Ninguém toca a campai- M I NIS TÉRI O DAS F AM Í LI AS JESUS Todos os meses falaremos pois não havia vaga na estala- culdades que possam surgir MARIA um pouco sobre cada Minis- gem. Fico a pensar quantas pois elas surgem para que E tério que formam o Grupo vezes o Menino Jesus quis possamos crescer e um dia JOSÉ, de Orações Nossa Senhora nascer em nosso Coração e chegar a perfeição, e nós do Aparecida (GONSA). Come- não encontrou vagas, pois GONSA lhe desejamos um NOSSA çaremos com o Ministério estava o nosso coração cheio Feliz Natal cheio de Bênçãos FAMILIA das Famílias que entre varias de vaidades, luxuria, egoís- para Você e sua Família e VOSSA funções tem a de Evangelizar mo e ódio ou seja cheio de que 2012 possamos estar às Famílias e este mês é todo coisas mundanas. Neste Na- É juntos para Louvar ao Senhor especial para o Ministério das tal, vamos guardar três vagas de todo o Coração. Jesus Famílias, pois comemoramos no nosso coração uma para Maria e José, Nossa Família o Natal do Senhor. Nosso Jesus Cristo outra para Nossa Vossa É. Senhor poderia ter vindo ao Senhora e outra para São José, para que a nossa família São Coordenadores do Mi- mundo de varias maneiras permaneça sempre firme na nistério das Famílias o Casal inclusive descer em uma Agostinho Bornhofen e Ma- nuvem cercado de Anjos, Fé e baseada na Família Tra- ruzia Sousa da Silva Bornho- mais quis o Nosso Senhor dicional de Jesus Cristo. Que este Natal possamos dar aos fen. Jesus nascer numa Família como todos nós, nasceu nu- nossos filhos a oportunidade ma estrebaria cercado de de crescer numa Família animais, onde Nossa Senhora onde haja Paz, Amor, com- o envolveu em panos e o preensão, dialogo e Felicida- deitou em uma manjedoura des, independente das difi-
  • 4. Palavra da Coordenadora A presença de Jesus Cristo entre nós, significa a presença da Paz no mundo. “O Senhor Volte para ti o Seu Rosto e te de a Paz” (Num 6,26). PROGRAMAÇÃO PARA O MÊS DE DEZEMBRO A Paz de Jesus é concedida a todos os povos e ra- ças, sem exclusões, privilégios ou eleições. - Domingo: Santa Missa, às 18:30hs. É a paz interior que nos liberta da imagem de um - Terça-Feira: Hora da Misericórdia, às deus opressor e acusador, animando-nos a tomar inicia- 15:00hs. tivas na pratica do amor e da justiça. Um ano novo é um convite a nos tornarmos homens e mulheres - Quarta-Feira: Terço às 19:30hs e Louvor novos pela nossa adesão ao projeto de Deus de restaurar e santifi- e Pregação às 20:00hs. car a vida, instaurando a paz na terra, a ser tecida no nosso dia a dia. - Sexta-feira: Atendimento de Oração com horário marcado nas Quartas - Feiras. “Feliz aquele que respeita o Senhor” (Salmo 112). Louvado seja Deus, irmãos e irmãs pela sua vida e de seus fami- Obs.: 10/12: Curso de Batismo, às 13:00hs, liares. Neste mês ao qual comemoramos o nascimento de Jesus na Igreja Nossa Senhora Aparecida. Cristo e a vinda de um Novo Ano, que na certeza do Senhor será de grandes Graças e cheio de amor deste que nos ama acima de tudo. Todos os Eventos acontecem em nossa Igreja Quero agradecer a cada um pelos momentos que passamos juntos Nossa Senhora Aparecida. neste ano de 2011 e tendo a certeza que continuaremos em 2012 juntos na presença do Senhor, aceite o muito abrigado de todos os Servos do GONSA (Grupo de Orações Nossa Senhora Aparecida). Siga-nos nas redes sociais Desejamos a Você e aos seus, um Feliz Natal e um Ano Novo cheio do Amor e da Paz do Senhor Jesus Cristo. Facebook: gonsa rcc Twitter: @gonsarcc Deus os Abençoe Orkut: grupo oração nsa rcc http://bornhofen.blogspot.com/ Elisete Ivo Longras e-mail para sugestões e criticas: Coordenadora do GONSA agostinhobor@gmail.com A TI VIDADES PARA A S C RI ANÇAS Legenda da imagem ou do elemento gráfico.