SlideShare uma empresa Scribd logo
Página 3
Turismo
FAMA E POLÍCIA AMBIENTAL
RECOLHEM 20 CAÇAMBAS E UMA
CARRETA DE PNEUS VELHOS
SANTA CRUZ E BARCELONA SÃO CAMPEÕES
INVICTOS DAS SÉRIES A E B EM ARARANGUÁ
Correio do SulANO XXVI EDIÇÃO Nº 5.219 R$ 2,00SEGUNDA-FEIRA, 31 DE JULHO DE 2017
www.grupocorreiodosul.com.br
23º15º
Predomínio de Sol - Sol na maior
parte do período.
Previsão para hoje
Extremo Sul Catarinense
ARARANGUÁ
FUTEBOL
Página 9
Página 19
PROJETO GEOPARQUEDÁ IMPORTANTE
PASSOAORECEBERASSESSORIAESPECIALIZADA
PSDBdeveserofieldabalança
Boa notícia
Diretor-geral do Dnit, o Departamento
Nacional de Infraestrutura de Transporte,
Valter Casimiro Silveira, confirmou ao
governador Raimundo Colombo (PSD)
que o Governo Federal incluirá R$ 65
milhões no Orçamento da União de
2018 para a conclusão da pavimentação
asfáltica da Serra da Rocinha. O valor
garante que as obras de pavimentação
não serão paralisadas, como se temia. Na
verdade, o temor ainda existe, já que no
Brasil pouco adianta qualquer governo
empenhar sua palavra. De todo modo, é
a primeira vez que o Dnit se manifestou
oficialmente sobre o tema, o que sugere
que os recursos, de fato, serão alocados.
A Rocinha liga Timbé do Sul a São José
dos Ausentes (RS), e faz parte de um
corredor de tráfego entre a Argentina e a
BR 101, na altura de Sanga da Toca, em
Araranguá.
Regra é clara
CassaçãodovereadorsombriensePeriSoares
(PP), que num primeiro momento também
teve cassados seus 892 votos, gerou uma
série de especulações quanto a quem de fato
ficaria em seu lugar na Câmara Municipal,
caso a sentença dada em primeira instância
se confirme no Tribunal Regional Eleitoral.
Inicialmente, com a cassação dos votos, se
especulava a possibilidade de que a vaga de
Peri seria ocupada, ou por Cesar Luchina
(PR), ou por Volneci Baltazar (PRB), ambos
suplentes de coligações opositoras ao PP.
ComoaJustiçaEleitoralacaboumantendoos
votosanteriormentecassados,acabouficando
claro que quem eventualmente assumirá no
lugar de Peri é o primeiro suplente de sua
coligação, Nano Freitas (PSD). Por sua vez,
o atento leitor Belmiro Coelho, diz que a
matemática é bem clara. “Independente dos
votos serem cassados ou não, Nano Freitas
assumiria a vaga de Peri”. De acordo com
ele, em todas as situações, a maior sobra de
votos sempre será a da coligação encabeçada
pelo PP e PSD.
ADVOCACIA EMPRESARIAL
FONE: (48) 3533-0145
F
ontes ligadas ao PSDB ca-
tarinense dão conta de que
o partido está fortemente
imbuído do desejo de disputar o
Governo do Estado, no estilo “duela
a quem duela”. A intenção seria a de
não abrir mão da cabeça de chapa,
nem para o PMDB, nem para o PSD,
e muito menos para o PP, o que pode
ser entendido como uma disposição
franca dos tucanos de disputar o Pa-
lácio Santa Catarina, “só para ver no
que vai dar”.
O PSDB, por óbvio, sabe que não
possui estrutura partidária para chegar
ao comando do Governo do Estado
por suas próprias forças. Em 2014, o
senador Paulo Bauer (PSDB) chegou
aos 30% do eleitorado catarinense,
numa disputa direta com o gover-
nador reeleito Raimundo Colombo
(PSD), meramente porque estava com
sua candidatura alicerçada no PP, do
seu candidato a vice, Joares Ponti-
celli. Não fosse por isto, dificilmente
teria ultrapassado os 10% dos votos
dos catarinenses. E o motivo é um só:
o PSDB não está enraizado em Santa
Catarina, como estão PMDB, PP e
PSD, partido oriundo do antigo PFL.
Para 2018, no entanto, o objetivo
não é exclusivamente o de chegar
ao comando do governo. Se isto der
certo, melhor, mas há também outras
duas situações que estão postas, e
através das quais o PSDB tem muito
a ganhar.Aprimeira delas diz respeito
ao palanque eleitoral que o PSDB ar-
maria para a candidatura dos tucanos
em nível nacional. PMDB e PSD,
naturalmente, manifestarão apoio à
candidatura à presidência do PSDB.
Todavia, caso o PSDB também te-
nha candidato ao governo estadual,
seriam três candidatos a governador
trabalhando, possivelmente, para Ge-
raldoAlckmin (PSDB) à Presidência,
o que faria com que ele tivesse uma
vantagem astronômica sobre qualquer
outro candidato, em especial sobre
Lula da Silva (PT).
Mas nem só de benevolência vive
o tucanato catarinense. No que diz
respeito aos interesses próprios, a
segunda melhor opção do PSDB no
Estado é lançar candidato ao gover-
no, mesmo sem apoio de ninguém.
A melhor, por óbvio, é ter candidato
e ser apoiado por uma grande sigla.
Todavia, caso isto não seja possível,
o PSDB tem muito a ganhar com uma
candidatura própria. É que isto fatal-
mente forçaria um segundo turno na
eleição estadual para governador. Pro-
vavelmente, Mauro Mariani (PMDB)
e Gelson Merísio (PSD) passariam
para a segunda etapa da eleição. Por
sua vez, o PSDB ocuparia o papel de
fiel da balança. Praticamente, ficaria
nas mãos dos tucanos a segurança
da vitória do sucessor de Raimundo
Colombo. Não precisa nem dizer que
com um patrimônio destes os tucanos
têm tudo para dar as cartas do jogo
de 2019 a 2022. Basta eleger uma
bancada consistente na Assembleia
Legislativa, que lhes sirva de segu-
rança política.
Gislaine deputada
Vice-prefeito de Araranguá, Primo Júnior
(PR), descartou possibilidade de ser can-
didato a deputado estadual ano que vem.
Pressionado pelo presidente estadual do
PR, deputado federal Jorginho Mello,
Primo Júnior preferiu se comprometer em
achar um bom nome para representar a
sigla aqui no Extremo Sul Catarinense, no
que diz respeito à disputa pela Assembleia
Legislativa em 2018. “Temos bons nomes
em nossa região, como o da vice-prefeita
de Sombrio, Gislaine Dias da Cunha. Ela
seria uma opção excelente para o PR”,
ressaltou o vice de Araranguá. As tratati-
vas sobre uma possível candidatura do PR
regional à Assembleia aconteceram em
meio ao Encontro Municipal do partido,
que aconteceu no sábado, em Araranguá.
Nele, além de Jorginho Mello, também es-
teve presente o deputado estadual Maurício
Eskudlark (PR).
Finalmente
Presidente estadual do PP, deputado federal
Esperidião Amin, finalmente declarou seu
apoio ao projeto de candidatura ao Governo
do Estado do deputado estadual Gelson
Merísio (PSD). Pressionado nas internas de
seu partido, Amin acabou se rendendo ao
óbvio. É que a maioria absoluta da cúpula
progressista não vê outra saída para o PP,
em 2018, que não seja o apoio ao projeto do
PSD, numa aliança que contemple também,
em princípio, o PSB da família Bornhausen.
“Nosso entendimento está convergindo para
esta realidade. Salvo se algo de muito anor-
mal acontecer daqui para frente, o caminho
do PPserá outro”, disse o deputado estadual
José Milton Scheffer (PP). O pensamento
é compartilhado pelo ex-deputado federal
e atual Secretário Executivo de Habitação
do Estado, LeodegarTiscoski (PP). “Não há
muito sentido em desmontarmos algo que
já estamos construindo a mais de dois anos.
O alinhamento com o PSD e com a família
Bornhausen é, no fundo, apenas uma volta
as origens”, comenta Tiscoski.
Rolando Christian CoelhoRolando Christian Coelho
Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
rolando_coelho@hotmail.com (48) 99945.6787
POLÍTICA
“Nossa militância precisa compreender que o projeto de
união como PMDB passou. Daqui para frente precisamos
construir um novo caminho, com novos parceiros”.
Gelson Merísio (1966)
Deputado estadual pelo PSD e pré-candidato ao Governo
3Geral Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
Ordem Dada
NatalVerãocomeçaem24denovembro
Adearpedeauxílioparasede
Na tarde de sexta-feira,
estiveram reunidos o presi-
dente da Câmara de Verea-
dores de Araranguá, Daniel
Viriato Afonso, o presidente
da Câmara de Dirigentes Lo-
jistas (CDL), Clézio Mota,o
representante da Associação
dos Lojistas do Calçadão
Everaldo João, e a diretora
de Turismo Helen Becker,
que apresentou os detalhes
do projeto elaborado para re-
alização do Natal Verão, que
será realizado entre os meses
de novembro e dezembro.
Sob a responsabilidade
do município, os termos ini-
ciais da programação que ini-
ciará no dia 24 de novembro,
como proposta de decoração,
valores orçados e ideias de
apresentações artísticas foram
detalhados por Helen.
Além da CDL, os lojistas
do Calçadão, que estão orga-
nizados em uma associação,
são os principais interessados
O novo presidente da
Associação dos Deficientes
Físicos deAraranguá (Adear)
Adilson Duarte, foi à Câmara
de Vereadores de Araranguá
se apresentar na sexta-feira.
Adilson,empossadonoúltimo
dia 15 de julho, foi recepcio-
nado pelo vereador Paulo
Roldão.
A
última sexta-fei-
ra foi de festa em
Praia Grande. O
secretário estadual do Tu-
rismo, Leonel Pavan, esteve
no município para assinar
a ordem de serviço que dá
mais um importante passo nas
atividades para a implantação
do geoparque, projeto que já
está há alguns anos sendo
estudado para a região. “Vim
desde Lages anunciando que
vinha a Praia Grande assinar
a ordem de serviço para trans-
formá-la, definitivamente, em
geoparque. Hoje cumpre-se
um dever que assumimos há
meses atrás”, declarou Pavan
em discurso no CTG Porteira
do Faxinal, onde ocorreu a
assinatura.
A partir de agora, se-
rão seis meses de trabalho,
período em que a empresa
Geodiversidade Soluções
Geológicas, vencedora da
licitação, irá fazer estudos e
prestar consultoria ao lado
catarinense da região candi-
data a geoparque. São sete
municípios incluídos no ter-
ritório, Praia Grande, Jacinto
Machado, Timbé do Sul e
Morro Grande , e os gaúchos
Morrinhos do Sul, Cambará
do Sul e São José dosAusen-
no evento já que as festivi-
dades acontecem, principal-
mente, na região central da
cidade. “Estamos satisfeitos
com o engajamento visto até
agora e colocamos a CDL à
disposição para discutir o que
é melhor para a cidade e que
favoreça o nosso comércio”,
declarou Clézio Mota.
Esta foi a primeira vez
que o presidente da Câmara
de Vereadores foi convidado
para conhecer as propostas
da diretoria do Turismo e dos
Além da visita, o presi-
denteaproveitouparaentregar
um ofício que solicita contri-
buição para a construção da
sede da associação em um
terreno próprio localizado
no bairro Nova Divinéia.
“Estamos pleiteando a verba
para construir a nossa sede e
atender todos os associados.
Esta é principal meta da nova
diretoria”, informou.
Assinatura da ordem de serviço foi acompanhada por várias lideranças em clima de festa
Pavan assina ato sob olhar atento do prefeito, pilchado
Diretora de Turismo apresentou planejamento do Natal
tes. “Agora vamos ficar no
dia-a-dia do projeto, desen-
volver a estratégia de geocon-
servação para os municípios
do território catarinense. A
ideia é fazer capacitações,
reuniões com gestores, le-
vantamentos de geossítios já
conhecidos, fazer parcerias
com as Secretarias de Edu-
cação para iniciativas nas
escolas. Então, serão várias
atividades”, explica Flávia
Fernanda de Lima, geóloga
e uma dos responsáveis por
essa fase do projeto. Após
esses seis meses, um relatório
será encaminhado à Unesco,
que avalia se a região pode ou
não se tornar um geoparque.
comercianteslocaisquantoao
Natal Verão. “É imporante o
envolvimentodetodososseg-
mentos neste sentido. Nossa
população precisa de uma
festa como esta e que volte a
despertar o interesse das pes-
soas em participar.Aproveito
em nome dos vereadores
para convidar as entidades
e a diretora de Turismo para
apresentar as ideias numa
sessão ordinária na Câmara.
O debate com todos é funda-
mental!”, disse Daniel.
O pedido deverá ser en-
caminhado ao prefeito Maria-
no Mazzuco. “Vou entregar o
ofício com o pedido daAdear
aoprefeitoeentraremcontato
com os deputados da minha
confiança para viabilizarem
emendascomestepropósito”,
garantiu Roldão. Também
participou da reunião o asses-
sor LegislativoAlexandre dos
Santos, que integra a Adear.
Geoparqueganhanovaassessoria
G.C.S LTDA - ME
Comercial:
l48l 3533.0870
comercial@grupocorreiodosul.com.br
Diretor Geral
Jabson Muller
l48l 9955.5313
diretor@grupocorreiodosul.com.br
Redação:
editor@grupocorreiodosul.com.br
Publicações legais:
tomaz@grupocorreiodosul.com.br
Financeiro
financeiro@grupocorreiodosul.com.br
Radio 93FM
radio93fm@grupocorreiodosul.com.br
Diagramação/Arte:
correiodosul@grupocorreiodosul.com.br
Sul Gráfica
sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br
Circulação/Assinatura
l48l 3533.0870
assinaturas@grupocorreiodosul.com.br
O momento é de come-
moração, sim, mas ainda há
muito trabalho pela frente.
Até o fim do ano, serão vá-
rias capacitações, reuniões
e muito trabalho de cam-
po. “Queremos sair para
conhecer esse território e
poder levantar o patrimônio
geológico dos municípios”,
destaca Flávia. O prefeito
Henrique Maciel, entusiasta
do turismo, estava muito feliz
com a visita e a assinatura
da ordem. “Estamos muito
felizes por poder prestar esse
serviço à nossa comunidade.
Nada mais justo do que nos
unirmos para melhorar as
vidas de todos os habitantes
de sul de Santa Catarina”,
declarou. Segundo ele, com
a conclusão do projeto, um
novo nível será alcançado
pela região dos cânions.
“Estamos muito focados e
não vamos medir esforços
para que o geoparque saia.
Será a grande alavanca para
que alcancemos nosso obje-
tivo, temos muito potencial
e o turismo, a cada dia, mais
cresce”, analisa.
Também estiveram pre-
sentes outros prefeitos da
região, o secretário regional
Heriberto Schmidt e outras
autoridades. Muito churrasco
e boa comida coroaram o en-
contro, dando à reunião aque-
le ar de descontração, embora
todos soubessem que havia
muito trabalho a ser feito a
partir desta segunda-feira.
Araranguá
Araranguá
Aline Bauer
Praia Grande
4 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
LUCIANO HANG
DONO DA HAVAN
E não vamos parar por aqui.
Nos próximos 5 anos mais 100
megalojas serão inauguradas, gerando
mais empregos, em mais cidades e
estados. Faça parte desta história.
Vamos juntos. Afinal, a Havan é minha,
é sua, é daé sua, é da família, é do Brasil.
Dia 05 de agosto inaugura a 100a
megaloja Havan em
Rio Branco, no Acre. Queremos agradecer aos nossos
12 mil colaboradores, fornecedores e a você,nosso
amigo e cliente.
Aúltima sexta-feira está sendo considerada histórica para o Hospital SantoAntônio deTimbé
do Sul. Neste dia, foi feita a primeira cirurgia de prótese total de joelho, procedimento de alta com-
plexidade inédito no município.
O cirurgião Thiago Segun-
dino foi assessorado pela equipe
de enfermagem do Santo Antô-
nio. “Estamos felizes e a equipe
está de parabéns”, congratula o
diretor técnico Robson Schmitt.
Segundo ele, a intenção é
fomentar ações como essa no
hospital, visando qualificar e
oferecer novos serviços para
Timbé do Sul e toda a região
diretor do hospital Leandro
Fernandes.
Os servidores públicos estaduais receberam na quinta-feira,a me-
tade do 13º salário. Os cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda
mostram que, somando o valor aos pagamentos de junho e julho, o
Governo do Estado está colocando R$ 2,35 bilhões na economia cata-
rinense num intervalo de 30 dias.
Este é o 11º ano consecutivo que o Estado antecipa 50% do paga-
mento do 13º. A segunda parcela será paga em dezembro. A medida
foi anunciada pelo governador Raimundo Colombo em reunião com
secretários do Grupo Gestor de Governo dia 11 de julho. O gesto é
visto como uma importante demonstração de força de Santa Catarina,
especialmente num momento em que muitos Estados têm dificuldades
para manter os pagamentos em dia.
Dia histórico no hospital
Dinheiro a mais na praça
N
a manhã de sábado, o PR (Partido da República) realizou o seu encontro
municipal e empossou o novo diretório. O vice-prefeito deAraranguá, Primo
Júnior, assumiu a presidência, acompanhado de Diran Martins na presidência
do PR Jovem e Margaret Timboni a frente do PR Mulher.
O evento contou com aproximadamente 300 pessoas e fez cerca de 100
filiações, contando com a presença do deputado estadual Maurício Eskudlark, do deputado fe-
deral e presidente estadual do partido, Jorginho Mello, do presidente de honra do PR Araranguá
Primo Menegalli, do prefeito de Araranguá Ma-
riano Mazzuco Neto, da vice-prefeita de Sombrio
Gislaine Dias da Cunha, do vereador Adão dos
Santos, o Vidrinho, do secretário de Planejamento
deAraranguá, Fernando Serrano e do coordenador
do PR Jovem Sul, Nícola Martins.
Segundo Jorginho, o PR, de acordo com da-
dos do Tribunal Regional Eleitoral, foi o partido
que mais cresceu no último ano. “Isso se deu pelo
movimento que fizemos e pela credibilidade que
5Geral Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
Primo JR assume o PR com festa
O passado
que ensina
Técnico vasculha a área
da pavimentação da
Serra da Rocinha atrás
de sítios arqueológicos
ou outros traços de
quem viveu na região
no passado;
Secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande
sobre a Serra da Rocinha e a Barragem do Rio do Salto.
“Conheço bem estas prioridades e já estou trabalhando em Brasília para de-
senrolar as pendências e fazer com que estas obras aconteçam”
temos. Ninguém vai sobreviver na política se não tiver ‘plugado’, sintonizado e acima de tudo,
fazendo um partido diferente e um projeto transformador”, ressaltou Jorginho Mello.
“Assumo com a missão de fortalecer o partido e o preparar para as próximas eleições, que-
remos construir uma candidatura unificada a deputado estadual, com reais chances de eleição.
Queremos também formar novas lideranças, preparando o partido com uma nominada forte de
nomes a candidatos a vereador para 2020. Conto com todos para alcançarmos esse objetivo e
fazer política levada a sério”, pontuou Primo Júnior.
Durante a reunião, Jorginho Mello também fez a entrega a Primo Júnior de uma emenda de
R$ 200 mil para a Saúde, totalizando o valor de R$ 460 mil já destinados por ele a Araranguá
nesse primeiro semestre.
6 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
7Geral Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
Prevenção
FAN vai trazer grandes nomes
BR 101 recebe novas placas
A Associação Empresa-
rial do Extremo Sul Catari-
nense (Aciva), promove entre
os dias 3 e 5 de outubro o 5º
Fórum Aciva de Networking
– FAN.Aquinta edição tem o
apoio na organização dos nú-
cleos do Jovem e da Mulher,
e será realizado no auditório
PlínioW. Linhares, do Center
Shopping Araranguá.
Conforme o presidente
da Aciva, Beto Rizzotto, a
programação do FAN vai
contemplar grandes nomes
do meio empresarial cata-
rinense. “Ainda não pode-
mos revelar detalhes, mas
já estamos acertados com
O Departamento Nacional
de Infraestrutura de Transpor-
tes (Dnit/SC) finaliza nesta
semana, a instalação de 60
elementos de sinalização ver-
ticalnaBR-101Sul.Sãonovas
placas, painéis e marcadores
instalados em pistas, acessos
e vias laterais entre os municí-
pios de Içara e Passo deTorres,
do km 380 ao km 465, na divi-
sa com o estado do RS.Aação
prevê o acréscimo, quando
necessário, ou substituição das
placas danificadas e faz parte
docronogramadeconservação
da rodovia federal.
A autarquia faz perio-
dicamente a manutenção na
sinalização vertical. No trecho
entre Laguna a Içara foram
acrescidas 30 novos elementos
nomêsdejunho.Oselementos
são indicativos de regulamen-
tação(Pare,DêaPreferência)e
de indicação (aproximação de
lombadas, travessia de pedes-
tres), que foram fixados prin-
cipalmente em vias lindeiras.
Alémdostrabalhosdema-
um grande nome do cenário
estadual e nacional para pro-
ferir a palestra de abertura”,
adiantou.
O objetivo do FAN é o de
fomentar ideais e contribuir
com a troca de contatos e
criar um ambiente para negó-
cios entre empreendedores da
nutenção rotineiros, o Dnit/SC
mantémoprogramaBRLegal.
O projeto atua no acréscimo
e manutenção da sinalização
rodoviária e instalação de
elementos auxiliares, como
as defensas metálicas. Além
disso, faz também, periodica-
mente, trabalhos de conserva-
ção na sinalização rodoviária
instalada na BR-101 Sul, com
serviços de roçada, limpeza
do canteiro central e proteções
instaladas e consertos ou subs-
tituição de placas, painéis e
pórticos danificados. Em caso
Representantes dos municípios discutiram formas de organização da defesa civil
Associação divulga fórum que reúne empreendedores
O
Extremo-Sul Ca-
tarinense foi a 13º
microrregião do
estado a receber, na sexta-
-feira,o II Seminário Regional
da Defesa Civil. O encontro
reuniu mais de 100 pesso-
as, que representaram os 15
municípios da região, e foi
sediado no Parque Ecológico
de Maracajá.
Com o tema ‘A gente não
pode mudar o passado, mas
pode prevenir o futuro’, a
discussão, que estava inserida
na pauta da Associação de
Municípios do Extremo-Sul
(Amesc),contoucomapresen-
çade12prefeitosdaregião,sob
a coordenação do presidente
Valdionir Rocha e do prefeito
anfitriãoArlindo Rocha, do se-
cretário executivo da Agência
de Desenvolvimento Regional
(ADR) Heriberto Afonso Sch-
midt, dos deputados estaduais
Manoel Mota e José Milton
Scheffer, entre outras lideran-
ças, e teve como objetivo dis-
cutir a importância da política
de proteção e defesa civil nos
municípios a fim de despertar
região.Ainda segundo Rizot-
to, além da palestra nacional,
ao todo, o Fórum contará
com quatro cases shows de
grandes nomes do mercado.
“O evento também já tem
confirmado a participação
de mais de 100 empresas ao
logo de três dias”, concluiu.
de acidentes com danificação
de elementos de sinalização, a
autarquiadevesercomunicada
para que faça a substituição
por novo aparato, para garan-
tir a segurança dos usuários,
pedestres e comunidades lin-
deiras.
Em caso de danos na sina-
lização rodoviária instalada na
BR-101 Sul, o Dnit/SC, atra-
vés do consórcio Concremat-
-Tecnosolo, disponibiliza o
telefone 0800 6030 101 para
que seja feita a substituição
dos elementos danificados.
Seminário discute defesa civilo interesse da resiliência local.
O secretário de estado da
Defesa Civil, Rodrigo Mo-
ratelli, foi o palestrante da
manhã. Ele apresentou dados
da Universidade Federal de
Santa Catarina (UFSC), que
apontam que o estado possui a
maior diversidade de desastres
eamaiorperdapercapitaepor
quilômetroquadradodoBrasil.
E alertou sobre a necessidade
de preparação frente aos cená-
rios de risco. “Precisamos de
protocolos, além da definição
de planos de contingência e
de planos de ações conjuntos.
Precisamos de um trabalho
integrado entre União, Estado
e municípios voltado aos cida-
dãos”, destacou.
Moratelli falou ainda so-
bre as ações de Defesa Civil
catarinense. “Este ano teremos
100% de cobertura por radares
emSantaCatarina,jáqueestão
sendo implantados o radar de
Chapecó e o radar móvel sul,
em Araranguá. Temos a cons-
trução do Centro Integrado de
Gerenciamento de Riscos e
Desastres (Cigerd), na capital,
e a construção e instalação de
outros 20 Centros Regionais,
bem como a elaboração dos
mapas de riscos e de perigos,
a elaboração de instrumentos
de prevenção de desastres, por
meio dos planos de contingên-
cia, planos comunitários de
gestão de riscos e núcleos de
prevenção”, explicou.
Heriberto destacou a ne-
cessidade da preparação das
prefeituras para a possível
ocorrência de desastres, e res-
saltou a importância do radar
móvel para toda a região. “É
um investimento que trará a
prevenção para 52 cidades do
Sul”, disse Schmidt.
À tarde, as equipes das
diretorias de Respostas a De-
sastresedePrevençãotambém
palestraram. Além dos gesto-
res públicos, como prefeitos,
vice-prefeitos, vereadores e
secretários, profissionais da
área de proteção e defesa civil,
bombeiros da melhor idade
de Balneário Arroio do Silva
e demais lideranças da região
participaram do seminário.
O coordenador regional
de Defesa Civil, Sebastião
Antônio de Souza, destaca que
nesta segunda-feira e amanhã,
terça, serão realizadas na sede
da ADR em Araranguá, das
8h30min às 17h30min, as Ofi-
cinas Regionais de Proteção e
Defesa Civil, cujo foco serão
o Plano Municipal de Contin-
gência, Planos Comunitários
Araranguá
Região
Maracajá
de Gestão de Risco, NUPDEC
(Núcleo de proteção e Defesa
Civil Comunitário), e Planos
Familiares de Emergência,
com discussões pertinentes à
implantaçãodosprocessosnos
municípios da região.
Os próximos seminários
serão realizados em Joinville,
Jaraguá do Sul, Blumenau,
Itajaí, Caçador e Grande Flo-
rianópolis.
EntretenimentoEntretenimentoNovelas - Horóscopo - Diversão
Cruzadinha Novelas
F
red pede ajuda a um
cúmplice para salvá-lo
de Thomas. Domitila
afirma que terá um filho ho-
mem. Chalaça descobre que
Benedita também está grávi-
da de Dom Pedro. Joaquim
teme que a prisão de Fred
os impeça de tê-lo como
aliado. Thomas coloca Fred em um navio inglês que está
ancorado no porto. O oficial questiona Nívea sobre Miss
Liu. Chalaça se alia a Benedita contra Domitila. Miss Liu
se preocupa com Fred. Licurgo e Germana comemoram
o sucesso da feijoada na taberna.
Novo Mundo -18h
S
abine promete aAdria-
no que vai assumi-lo
como companheiro
no open house. Malagueta
fica tenso quando Nelito lhe
conta sobre o sumiço do
carrinho de chá. Dilson leva
Dom a um baile funk. Eric
diz a Douglas que quer con-
tratar um show da Rúbia para a inauguração do Carioca
Palace. Cristóvão conta a Antônia que Rodolfo, o antigo
gerente do hotel, era amigo de Timóteo. Canivete entrega
uma carta de Timóteo a Malagueta informando ao filho que
vai fugir da cadeia.
A
bel tenta fugir de Mere.
Ivana se reconhece
com as roupas de
Ruy. Zeca procura Abel, e
Mere se apresenta como
sua mãe. Edinalva convida
Mere para ficar em sua casa.
Jeiza conforta Zeca. Nazaré
tenta acalmarAbel. Rubinho
comenta com Bibi que cuidará da contabilidade de Sabiá.
Leila discute com Caio por causa de Bibi. Jeiza revela a
Cândida a ficha policial de Amilcar. Ruy exige que Cibele
não se aproxime mais de seu filho. Ritinha tem uma ideia
para afastar Cibele de Ruyzinho.
AForça do Querer-21h
Pega Pega -19h
Rapidinhas
Áries 21/03 a 20/04
21/04 a 20/05
21/05 a 20/06
21/06 a 20/07
21/07 a 20/08
21/08 a 20/09
21/09 a 20/10
21/10 a 20/11
21/11 a 20/12
21/12 a 20/01
21/01 a 20/02
21/02 a 20/03
Leão
HoróscopoHoróscopo
Sagitário
Gêmeos Libra Aquário
Touro
Terá um excelente entusiasmo e algumas coisas
lhe favorecerão para isso. Uma dessas coisas
será o Sol que iluminará bem o seu caminho.
Evite se estressar por qualquer coisa pare e
reflita antes.
Alguns problemas dentro do seu planejamento
acontecerão. Júpiter será um agente negativo
nesta sua empreitada. Não se entregue fa-
cilmente a essas dificuldades. Vênus poderá
ajudar a superar com perseverança.
Não deve tornar tudo em algo complexo. Tente
ser mais simples na forma de pensar e de agir.
Júpiter na atividade diante da constelação gemi-
niana fará com que você se sinta mais sozinho
e deprimido.
Será um dia repleto de emoções, com algumas
boas novidades. Porém Vênus deixa-lo um pouco
instável. Tende a ficar mais pegajoso, o que irá
afastar algumas pessoas. Tente conter algumas
emoções neste dia.
Irá impor algumas regras que algumas pessoas
levaram como uma ofensa. Pela forte presença
de Mercúrio você deve ficar mais atento em de-
terminadas atitudes que você vem tendo neste
período.
Uma atividade Lunar impositiva sobre Urano irá
transformar o seu dia.Asua capacidade de mudar
será importante para um melhor desenvolvimento
do seu dia. Deve buscar na praticidade o caminho
para melhorar.
Os acontecimentos que circundam Saturno li-
bertarão o seu sentido democrático. As energias
serão de convergência positiva para as atividades
sociais de diálogo. Procure abrir o caminho para
novas ideias.
A ideia de transformação cairá sobre você como
uma luva. Plutão revelará seu instinto de inten-
sidade. Sua estabilidade pode ser balançada por
Vênus que lhe será negativo.
Notará uma divergência de ideias com algumas
pessoas de Gêmeos. Mercúrio lhe deixará mais
confuso na sua busca de dar sentido a tudo.
Buscar um equilíbrio de ideias será a melhor
opção.
Buscar a competitividade será de extrema
importância para o signo de Capricórnio. Pois
Júpiter tende a levar para baixo um pouco sua
eficiência. Seja realista e avalie a opções que
você tem.
O autocontrole será uma constante durante um
dia com algumas perturbações. O Ar lhe ajudará
a pensar em aspectos emocionais mais aprofun-
dados. Deve deixar florescer uma energia mais
harmoniosa.
Muita amabilidade durante este dia, será cati-
vante para você. Não deve frequentar ambientes
de muito baixo astral. Isso poderá ressaltar
instintos melancólicos e demasiadamente de-
preciativos.
Virgem Capricórnio
Câncer Escorpião Peixes
Fazendo cada vez mais sucesso, pelos qua-
tro cantos do Brasil, Viviane Araújo não deixa de
ter sempre um tempinho em sua agenda para
colocar em dia o ótimo relacionamento que pos-
sui, com seus milhares de fãs. Neste domingo
(30), por exemplo, a atriz se divertiu pra valer,
ao marcar presença no Arraiá da Vivi, festa or-
ganizada por um de seus fã-clubes, no Rio de
Janeiro. Com um caprichado e sincero sorriso no
rosto, ela não só posou para várias fotos, como
também aproveitou a presença dos fotógrafos
para exibir o look todo meigo que escolheu, para
a ocasião, com direito até a graciosos lacinhos
em seus cabelos e tudo mais.
Mesmo quando não está mostrando, nas
telinhas, o talento que possui, para a atuação,
Mariana Ximenes costuma fazer sucesso entre
os fãs, principalmente os quase três milhões de
internautas que seguem sua página oficial no
Instagram. Neste domingo (30), por exemplo, a
atriz só recebeu ainda mais elogios, depois de
apostar na rede social, para compartilhar uma
caprichada imagem, feita durante um passeio
de barco.Na foto, a artista aparece exibindo sua
fina silhueta de dar inveja, enquanto também
aproveitava a ocasião para dar aquela reforçada
básica no bronzeado.
Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
9Segurança Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
Terreno Cheio
Rapaz se exibe e se complica
Colisãodemotosdeixamulherferida
Pescador cai no mar e desaparece
A apreensão foi realizada
na tarde da última sexta-feira
pelaPolíciaCivildomunicípio,
após informações da Polícia
Militar de que um jovem de
19 anos, morador do bairro
Cidade Alta em Turvo, estava
se vangloriando através de fo-
tos postadas nas redes sociais,
mostrando uma espingarda
semelhante a um fuzil antigo e
uma pistola.
Os policiais foram até aUmacidenteaconteceupor
volta das 11h40min de sexta-
-feira, na rua Oscar de Oliveira
(próximo ao Dico Pneus)no
bairro Figueira, em Jacinto
Machado.
A vítima, uma mulher de
41 anos, estava voltando do
trabalho com sua moto, uma
Honda Biz vermelha, e se
distraiu com um veículo que
seguia na frente e logo atrás
desse veículo trafegava uma
motocicleta Honda CG com
placas de Sombrio. As duas
O Corpo de Bombeiros de
PassodeTorreeregiãoestáem
alertadesdeamadrugadadoúl-
timo sábado, quando recebeu a
informação de que um homem
residênciadorapaz,quenãoes-
tavaemcasa,edurantearevista
encontraram a espingarda e um
simulacro (imitação) de arma
de fogo, que foram recolhidas.
O delegado Bruno Fernandes
diz que ficou em dúvida sobre
ofuncionamentodaarmalonga
erequisitouumaperícia.Opro-
prietáriovairesponderemliber-
dade um inquérito policial por
posse ilegal de arma de fogo.
motos acabaram colidindo e
caindo. A mulher teve fratura
fechada no fêmur da perna
direita e suspeita de fratura na
cintura pélvica, assim como
laceração no pé direito.
Ela foi conduzida ao Hos-
pital Regional de Araranguá
para avaliação e cuidados
médicos. O condutor da CG
permaneceu aos cuidados do
Samu.
Em Turvo, o Corpo de
Bombeiros foi acionado para
de 28 anos, tripulante do barco
Manoel Lessa, desapareceu.
A embarcação estava em alto
mar quando o pescador caiu na
água, e até a tarde de domingo
não tinha sido encontrado.
Bombeiros de Passo de
Terreno guardava grande quantidade de pneus e já tinha sido denunciado várias vezes
Rapaz exibia fotos das armas até que a polícia bateu em sua casa e as recolheu
M
ais de dez mil
pneus foram
retirados de
uma casa, localizada às mar-
gens da BR-101, antigo tra-
jeto, no bairro Barranca, em
Araranguá. O proprietário do
terreno usava a borracha na
fabricação de proteção para
pregos e parafusos de telhas.
Conforme o presiden-
te da Fundação Ambiental
do Município de Araranguá
(Fama) Luiz Leme, a ativida-
de estava sendo realizada de
Também em Turvo, por
volta das 21h40min de sábado,
policiais militares em rondas
pelaruaRuiBarbosaprenderam
em flagrante dois indivíduos
que estavam assaltando um
mercado. Os ladrões de 20 e
18 anos, são moradores do
bairro Polícia Rodoviária, em
Araranguá.
Com eles foram recupe-
rados o dinheiro e os produtos
roubados do estabelecimento e
apreendido um revólver calibre
22 usado no crime.
atender uma ocorrência na
rodovia SC 108, no bairro São
Luiz, onde uma mulher sofreu
quedademotocicleta.Nolocal,
encontrava-se a vítima de 31
anos, deitada na estrada.Amu-
lherestavaconscienteeorienta-
da, e reclamava de fortes dores
naregiãotorácicaeabdominal,
mas segundo os bombeiros,
sem suspeita de fratura.
Ela relatou que a roda de
sua moto travou, fazendo com
que caísse. Após os primeiros
atendimentos no local, ela foi
encaminhada ao Hospital São
Sebastião de Turvo.
Torres e região, do norte do
Rio Grande do Sul e a Capi-
tania dos Portos de Laguna,
aguardam a possibilidade do
corpo aparecer nas praias. A
Capitania vai investigar como
o pescador desapareceu.
Fama recolhe mais de 10 mil pneus
forma irregular, pois desde o
ano passado o local já havia
sido embargado e o dono
deveria ter retirado os pneus.
A propriedade fica entre as
duas principais vias de acesso
à cidade e constantemente
populares denunciavam em
redes sociais e na imprensa
o amontoado de pneus, que
poderiam virar focos de mos-
quito da dengue.
A limpeza foi realizada
pela prefeitura e coordenada
pela Fama, com apoio do
Polícia Militar Ambiental,
após determinação do Minis-
tério Público de Araranguá.
A ação aconteceu em duas
etapas, a primeira no dia 21 e
a segunda na sexta-feira. No
primeiro dia, 20 caçambas e
uma carreta, lotadas de pneus,
foramretiradasdapropriedade
e descarregadas no Eco Ponto,
do bairro Mato Alto, para
posteriormente o material ser
encaminhado a uma empresa
de reciclagem, em Curitiba,
Paraná. Na sexta, segundo dia
de serviço, mais 20 caçambas
e uma carreta foram utiliza-
das para o recolhimento dos
pneus, novamente o material
ficou armazenado no Eco
Ponto até ser encaminhado
Turvo
Jacinto Machado
Passo de Torres
Gislaine Fontoura
Araranguá
Mulher cai
de moto
Roubo a
mercado
para a empresa de reciclagem.
Ainda sobrou no terreno uma
última pilha de pneus, que
serão retirados esta semana,
provavelmente cabendo em
uma carreta.
O Eco Ponto é um galpão
coberto e apropriado para o
armazenamento do material,
na casa onde estavam, antes
da apreensão, muitos pneus
estavam com acúmulo de
água, ocasionando risco para
a saúde da população araran-
guaense. A reportagem tentou
conversar com o proprietário
da residência e ele não quis
dar declarações. Se voltar a
descumprir a determinação
judicial e acumular novamen-
te pneus, ele pode responder
processo e até ser preso.
10 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
S
e alguém tem lembranças vívidas de
Sombrio, este alguém é seu Toninho
do Correio. Na verdade, o nome do
distinto senhor de fala sempre correta é
Antônio Bernardino de Oliveira, que aos
86 anos, passa os dias em casa, tranquilo, ciente
de que fez muito pela cidade que adotou como sua.
Casado com a mesma mulher que conheceu quan-
do adolescente, dona Ilma Espíndola de Oliveira,
com quem teve sete filhos, seu Toninho teve uma
movimentada vida social. Era telegrafista, e nos
anos que ficou à frente dos Correios, todos os te-
legramas recebidos passavam por ele. Conhecido
pelo carinho no trabalho, seu Toninho foi também
juiz de paz, fundou clube de serviço, fez amigos
ilustres e esteve presente em momentos históricos
do município. É tanta história, que uma coluna
fica pequena para tudo. Resumi aqui, as palavras
desse cidadão que carrega na própria memória, as
grandes notícias que vinham por correspondência
para Sombrio.
Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
ALISSANDRA PAGANINI
ali@grupocorreiodosul.com.br facebook.com/alissandrapaganini
EmpresarialEmpresarial
Um senhor em seu aconchego
De Laguna
Sou de Laguna, e lá, aos 8 anos eu já ajudava meu pai
entregando cartas.Aí me tornei mensageiro aos 14 anos,
para entregar telegrama. Comecei a aprender a telegrafia,
e comecei a fazer isso. Aí me casei com uma moça de
Araranguá e vim para cá.
Serviço de Correio
Vagou um lugar de telégrafo aqui em Sombrio e eu, com a
família, vim para cá. O povo aqui me acolheu muito bem.
Eu também entregava as cartas, às vezes, separava num
montinho e entregava a alguém que fosse para os lados
de Garuva, Retiro da União.
Sem celular
Nossa única comunicação era aquela, só aquele som do
Código Morse. Tinha uma fiação que ligava aqui aAraran-
guá, depois a Tubarão e ia até a capital federal, que na
época era Rio de Janeiro. Mas eu não falava direto com a
capital, eu falava comAraranguá e dali ia passando pelas
linhas. Demorava bastante a chegar lá.Tinha o guarda-fio,
uma pessoa que era responsável por cuidar se os cabos
não estavam encostando no chão, ou em uma poça de
água. Quando a linha tocava no chão, a gente ouvia pelo
aparelho e as mensagens não passavam.
Do som ao lápis
No começo era difícil, tinha que transformar os sonzinhos
em palavras, mas com o tempo, eu só ouvia e já sabia o
que era a mensagem. De ouvido eu já sabia.
Reconhecimento
O progresso vem, e continua vindo, e hoje vimos Sombrio
como está. Hoje, nós temos uma cidade apresentável,
com recursos, mas devemos olhar para trás, para aque-
les prefeitos que tinham vontade de fazer, mas era tudo
escasso. Aqueles iam com machado para os matos abrir
estradas. Hoje estamos bem, mas temos que lembrar
daqueles que trabalhavam sem máquinas.
Padre João Reitz
Eu e padre João nos dávamos como dois irmãos. Nossa
amizade era forte, ele confiava muito em mim, e eu nele
também.
Clube Lobisomens
O primeiro juiz de direito da Comarca, me pediu para
apresentá-lo as pessoas, queria conhecer mais o povo,
e eu o levei no clube. Acabou se tornando amigo nosso.
Eu gostava muito do clube, era muitas festas... Nós can-
távamos também, na praça.
12 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
13Segurança Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
PM prende dupla com crack
Casal é preso por tráfico
Helicópteroéusadopara apagarincêndio
Nas últimas semanas, a
Polícia Militar de Santa Rosa
doSulvemconseguindofechar
o cerco contra a criminalidade,
realizando um trabalho em
parceria com a Polícia Civil e
a comunidade, que denuncia.
Aunião de esforços vem dan-
do bons resultados, a favor da
Depois de receber uma de-
núnciadetráficodedrogassendo
realizado em uma casa no bairro
Lagoão,emAraranguá,aPolícia
Militar foi ao local e prendeu o
traficante. A ação aconteceu na
noitedesábado,depoisdevárias
rondas feitas nas imediações.
Homens do Pelotão de Pa-
trulhamento Tático (PPT) pas-
savam pela rua Nossa Senhora
MãedosHomens,quandoviram
Durante as últimas duas
semanas, vários incêndios em
vegetação foram registrados no
costãodaSerradaRocinha,cha-
mando a atenção de populares
dosmunicípiosdeTurvo,Morro
Grande e Timbé do Sul.
Emumadessasqueimadas,
devido a dificuldade de chegar
a área por terra, foi acionado o
helicópteroArcanjodoCorpode
Bombeiros de Santa Catarina,
paraconteraschamasqueavan-
çavam pelo território de Morro
Grande, e que não permitia a
chegadadosbombeirosporterra
até o local de difícil acesso.
Na primeira tentativa de
conter as chamas na mata foi
usadaumamáquinadaprefeitu-
ra de Morro Grande para repre-
sarorioedeleretiraraáguacom
o helicóptero, mas para facilitar
comunidade e da segurança
pública.
Na última quinta-feira,
policiais militares estavam
fazendo rondas em Glorinha,
às margens da BR 101, quando
observaram que dois homens
estavampróximoaoviadutoem
atitude suspeita. Ambos já são
figurasconhecidasdapolíciade
Santa Rosa do Sul por vários
umusuáriocomprandodrogaeo
traficante jogando algo no chão
ao se deparar com a viatura. Era
um recipiente com 19 pedras de
crack prontas para a comercia-
lização. O traficante ainda saiu
correndo, porém foi abordado
dentro do pátio de uma resi-
dência na mesma rua. Durante
a tentativa de fuga,ele se livrou
de um torrão de maconha e de
R$ 177,00.
O acusado de tráfico, con-
fessou aos militares que está
a logística e agilizar a ação, o
helicóptero foi abastecido com
água pega na parte superior
da serra, já no estado do Rio
Grande do Sul. estimativa do
Batalhão de Operações Aéreas
(BOA) de Florianópolis é que
entre 30 e 40 hectares tenham
sido atingidos pelo fogo
Segundo os bombeiros, os
crimes, entre eles o tráfico de
drogas que já tinha sido denun-
ciado por moradores.
Os policiais então aborda-
ram os dois em revista encon-
traram nove pedras de crack
prontas para a venda, um pape-
lotedemaconhaeR$154,00em
dinheiro. A dupla recebeu voz
deprisão,sendoconduzidapara
a Delegacia da Polícia Civil.
vendendodrogasháaproximada-
mentedoismeses.Naresidência
apontada como ponto de tráfico,
estava a esposa dele e com ela
foi encontrada uma peteca de
cocaína. O casal foi preso e en-
caminhado juntamente com os
entorpecentes e o dinheiro, para
a Central de Plantão Policial. O
usuário também foi conduzido
e após ser ouvido, foi liberado.
O casal foi autuado em fla-
grantepelodelegadoplantonista
Luiz Otávio Pohlmann.
focos maiores foram apagados
utilizando2400litrosdeágua.O
Corpo de Bombeiros de Turvo
e os moradores das localidade
próximas continuam em ob-
servação, para caso seja visto
algum foco de incêndio acionar
osbombeirosomaisrápidopos-
sível, evitando perder grandes
áreas da reserva florestal.
Santa Rosa do Sul
Araranguá
Morro Grande
Caso Cassinho
Júri foi realizado no fórum da comarca de Sombrio durante a manhã de sexta-feira
Helicóptero transportou água para apagar focos de fogo
F
oi julgado e con-
denado em sessão
de júri popular na
manhã de sexta-feira, na co-
marca de Sombrio, Henrique
Rodrigues da Rosa, acusado
pela morte de Cássio Gene-
roso dos Santos, em 2016, em
Balneário Gaivota.
O julgamento teve início
às 9h30min e terminou por
volta das 13 horas, quando foi
anunciada a sentença. O réu
alegou inocência dizendo que
a única coisa que fez na noite
do crime foi dar uma carona
a Cassinho até próximo a um
posto de combustível, onde
ele iria encontrar umas garo-
tas. Segundo Henrique, quem
estava em sua companhia no
carro era um rapaz chamado
Michel, e nãoAlexsandro dos
Santos Antunes, que chegou
a ser acusado, mas depois foi
absolvido.
O Ministério Público,
representado pelo promo-
tor Daniel Granzotto Nunes,
admitiu durante a acusação,
que faltavam provas contra
Henrique, pois foram apre-
sentados contra ele uma tes-
temunha, um rapaz que após
Réuécondenadoa14anosdeprisão
o depoimento nunca mais foi
encontrado, e a investigação
da Polícia Civil. O promotor
usou um Power Point para
ilustrar sua acusação, mas
chegou a dizer-se envergo-
nhado pela falta de provas e
materialidade do crime. Ele
informouqueduranteoanode
2015, em Balneário Gaivota,
a vítima Cássio Generoso dos
Santos envolveu-se em brigas
com amigos do denunciado
Henrique Rodrigues da Rosa.
Teria surgido aí a intenção de
Henrique de matar Cássio a
tiros na manhã de primeiro de
janeiro de 2016.
DanielNunesleuosrelato
de uma testemunha de acu-
sação e de um investigador
da Polícia Civil e finalizou
dizendo que apesar da falta
de provas acreditava que o réu
era culpado.
Posteriormente, o advo-
gado Ito de Sá iniciou a defesa
e depois da fala do promotor
tudo levava a crer na absol-
vição do réu. O advogado
afirmou que Henrique, em
2015 tinha feito um curso pro-
fissionalizante no Rio Grande
do Sul, e planejava seguir o
caminho profissional de seu
pai e trabalhar com refrige-
ração, mas teve o projeto
impedido pela prisão, que se-
gundo o advogado, foi injusta.
Segundo Ito de Sá, Cássio
e Henrique eram amigos e
a única testemunha ouvida
era envolvida com tráfico de
drogas e o que teria visto foi
Henrique mostrando a arma
no dia do crime e dando uma
carona para Cassinho.
O júri formado por quatro
homens e três mulheres deci-
diu pela condenação do réu.
Antes do anúncio, familiares
de Henrique mantinham gran-
de expectativa de que ele seria
absolvido. Foi uma surpresa
quandoojuizEvandroVolmar
Rizzo apresentou a decisão
do júri e a pena de 14 anos
de prisão em regime fechado.
Marlon Tadeu da Rosa,
pai de Henrique, conversou
com a reportagem do Jornal
Correio do Sul. “ Eu acho que
foi injusto a decisão do júri,
não se tinha provas, a acusa-
ção mesmo disse isso, então
é lamentável! Infelizmente
a única coisa que podemos
fazer é esperar, o nosso advo-
gado vai recorrer da decisão e
vamos continuar no desejo de
provar a inocência de nosso
filho”.
Sombrio/Gaivota
14 GeralJornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
ESTADO DE SANTA CATARINA
MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA
PROCESSO LICITATÓRIO Nº 18/2017
DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 06/2017
FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA
RATIFICAÇÃO E AUTORIZAÇÃO
Objeto: Dispensa de licitação, através do Processo Licitatório nº 18/2017, para a aquisição de medicamentos
pertencentes ao componente básico da assistência Farmacêutica, de acordo com a RENAME 2013, REMUME
2014 e a Deliberação 501/CIB/13 do Estado de Santa Catarina, para atender as necessidades do Município
de Balneário Arroio do Silva/SC, para o segundo semestre de 2017, conforme solicitação da Secretaria de
Saúde de Balneário Arroio do Silva, que atendam às necessidades do contratante.
Fornecedor: Consórcio Intermunicipal de Saúde da AMESC.
Fundamentação legal: A presente dispensa de licitação encontra fundamento no inciso XXVI, do artigo 24
da Lei nº 8.666/93; parecer da Consultoria Geral do Tribunal de Contas nº COG/638/00 de 16/11/00, no
Processo de Consulta nº COM-00/06009549, que resultou no pré-julgado nº 0944; art. 2°, § 1°, inciso III da
Lei n° 11.107/05 e art. 18, do Decreto n° 6.017/07.
Justificativa da contratação: A dispensa de licitação, no caso em questão, encontra justificativa na
autorização legislativa que permite a aquisição de medicamentos pelos Municípios, diretamente de Consórcio
Intermunicipal de Saúde, com preços notoriamente abaixo dos praticados no mercado. Na presente situação,
será contratado o Consórcio Intermunicipal de Saúde da AMESC (CIS-AMESC), com preços notoriamente
abaixo dos praticados no mercado. Assim sendo, a dispensa da licitação encontra amparo no artigo 24,
inciso XXVI da Lei nº 8.666/93, e justifica-se pela obediência a todos os requisitos estabelecidos pelo
dispositivo mencionado.
Justificativa do preço: O valor global estimado dos serviços importa em R$ 150.000,00 (cento e cinquenta
mil reais), que serão pagos conforme fornecimento do objeto.
Da dotação orçamentária: As despesas decorrentes desta aquisição correrão por conta das seguintes
dotações: 3.3.90.32.02.00.00.00 (8); 3.3.90.32.02.00.00.00 (21); 3.390.32.02.00.00.00 (6).
Balneário Arroio do Silva/SC, 28 de julho de 2017.
GRAZIELA MINATTO DE SOUZA
Gestora do Fundo Municipal de Saúde de Balneário Arroio do Silva
ESTADO DE SANTA CATARINA
MUNICÍPIO DE SOMBRIO
PORTARIA Nº. 196 DE 28 DE JULHO DE 2017
NOMEIA SERVIDOR APROVADO PELO CONCURSO PÚBLICO
EDITAL N 001/2015 (ADMINISTRAÇÃO)
O PREFEITO MUNICIPAL DE SOMBRIO-SC, Senhor Zênio Cardoso, no uso da competência
privativa que lhe confere a Lei Orgânica do Município de Sombrio, de 06 de abril de 1990 combinado com
a Lei nº. 1.414 de 20 de Maio de 2003, e suas alterações.
RESOLVE:
Art. 1º. Nomear o servidor abaixo relacionado, aprovado no Concurso Público Edital nº. 001/2015
(Administração), para o cargo de Odontólogo, com Carga Horária de 40 (quarenta) horas semanais, sendo
que o referido candidato deverá comparecer no prazo de 10 (dez) dias, no Departamento de Recursos
Humanos da Prefeitura Municipal de Sombrio, munido dos documentos exigidos pelo Edital do Concurso
Público nº. 001/2015, (Administração) para tomar posse:
NOME
Thais Freitas Formozo
Esta Portaria Entra em vigor na data de sua publicação.
Município de Sombrio – SC, 28 de julho de 2017.
Zênio Cardoso
Prefeito Municipal
Registrada e publicada nesta secretaria em data supracitada
José Sidnei Januário
Secretário Municipal de Finanças e Administração
Av. Papa João XXIII, 438, Parque das Avenidas, Sombrio - SC
15Geral Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
[PeloEstado] - O que se espera
com o concurso público para 600
professores efetivos, anunciado na
semana passada?
Eduardo Deschamps - Tem muito
a ver com a questão de qualidade.
O professor efetivo fica mais fixo
na escola onde vai atuar, enquan-
to o contrato do ACT (Admitido
em Caráter Temporário) é inter-
rompido a cada período letivo.
Ele pode até voltar no ano seguin-
te, mas não necessariamente para
a mesma escola. Com o professor
efetivo é possível fazer um plane-
jamento melhor no ambiente es-
colar. Esse é o objetivo principal.
Nós temos uma meta no Plano
Estadual de Educação de chegar
a 2024 com 80% de professores
efetivos na rede.
[PE] - Como está hoje?
Deschamps - Hoje, pelo cálculo
bruto, temos 54% de ACTs e 46%
de efetivos. Mas, quando transfor-
mo a carga horária para uma base
única, de 40 horas semanais, essa
relação se inverte. Por isso está
errado o cálculo que foi divulgado
pela imprensa de que as 600 vagas
que estamos abrindo para pro-
fessores efetivos representam so-
mente 3% dos ACTs. O concurso
é para 10 horas semanais garan-
tidas, mas o professor pode pegar
mais horas. Um efetivo novo pode
substituir até quatro ACTs. Só
vou saber exatamente como vai
ficar essa relação no começo das
aulas de 2018, quando os novos
professores começam a trabalhar.
Mas tem outro aspecto importan-
te com a abertura desse concurso,
que é a periodicidade. Fizemos
um em 2012, com cerca de 5 mil
profissionais efetivados, e estamos
fazendo outro em 2017, que já é
um tempo menor que o anterior,
realizado em 2005. Periodicida-
de de concursos e de chamadas.
O de 2012, chamamos aprovados
até 2014. O que estamos abrindo
PeloEstado Entrevista EDUARDO DESCHAMPS
O recomeço do ano letivo da rede pública estadual, nesta segunda-feira, vai movimentar 1.073
escolas, 518.916 alunos e 40.675 mil professores. Uma grande estrutura que recebe atenção
permanente do secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps. Até quinta-feira (3 de
agosto), ele vai participar da inauguração de reformas, ampliações e escolas novas em Lages, São
José do Cerrito, Tijucas, Florianópolis, São João do Oeste, Bom Retiro, Pescaria Brava e Palhoça,
parte de um pacote de 36 obras previstas para serem entregues ao longo do segundo semestre. Para
dar conta de parte das novas demandas, a Secretaria anunciou, na semana passada, concurso
público para 600 professores e 400 cargos administrativos. Em entrevista exclusiva para a Coluna
Pelo Estado, Deschamps falou da importância desse concurso, dos investimentos na rede estadual
e de novas ações que estão sendo desenvolvidas. Secretário da Educação desde 2012, ele concilia
a tarefa com a presidência do Conselho Nacional de Educação e com participação nos conselhos
Consultivo do EduLab 21, do Instituto Ayrton Senna, e do Instituto Nacional de Estudos e
Pesquisas Educacionais (Inep); de Governança do Movimento Santa Catarina pela Educação,
da Federação das Indústrias (Fiesc); e de Administração do Centro de Inovação para a Educação
Brasileira (CIEB) e da Rede Rede Nacional de Ciência para a Educação (CPE). “Fizemos
muito para a nossa capacidade financeira e de recursos humanos. Mas, como a rede é muito grande,
ainda resta muita a fazer”. Leia a íntegra da entrevista em www.centraldediarios.com.br/cnr
agora, vamos poder chamar pro-
fessores até 2020. Ou seja, vamos
fazer chamadas de acordo com o
planejamento feito ano a ano.
[PE] - O concurso abre vagas para
quais outras funções?
Deschamps - Vamos totalizar mil
vagas com as 400 abertas também
para assistentes e orientadores
educacionais, e administradores e
supervisores escolares. Os últimos
concursos para esses cargos foram
em 1998 e 2005. Da mesma forma,
não tinha concurso para profes-
sores de escola indígena e Cedup
(Centro de Educação Profissio-
nal), que estamos contemplando
agora. Estamos criando uma pos-
sibilidade de planejamento de ges-
tão de recursos na rede pública es-
tadual que vai, certamente, ajudar
na qualidade da própria gestão.
[PE] - Como foi definido o número
de vagas?
Deschamps - A limitação em mil
vagas está relacionada a dois fa-
tores. Um fator é a cautela para
a chamada, feita de acordo com o
número de aposentadorias, de tur-
mas abertas, áreas de maior de-
manda... na região Oeste eu tenho
queda de matrículas, enquanto no
litoral o número é crescente. Outro
fator é a Lei de Responsabilidade
Fiscal. O Estado está no limite.
[PE] - Qual vai ser o nível de for-
mação exigido para esses novos
professores?
Deschamps - Graduação de acor-
do com a área. Os de séries iniciais
têm que ter formação em Peda-
gogia. Os de Ensino Médio vão
precisar apresentar Licenciatura.
Mas tudo estará definido no Edi-
tal, que sai na primeira quinzena
de agosto. E a distribuição dos
aprovados será feita de acordo
com a demanda.
[PE] - A Secretaria implantou um
novo modelo de contagem da ali-
mentação escolar. Do que se trata?
Deschamps - É um trabalho que
fazemos já há algum tempo, junto
com a Secretaria da Fazenda, de
auditoria da alimentação escolar.
Temos alimentação terceirizada,
abrangendo 90% das unidades da
rede, e autogestão. Sempre faze-
mos um comparativo de custo e
temos o indicativo de que a tercei-
rizada ainda é mais barata e sem
perda de qualidade. Só que temos
um sistema arcaico de controle e
as empresas contratadas são re-
muneradas por refeição servida.
Por isso queremos precisão na
contagem. A Fazenda identificou
inconsistências e partimos para a
correção. O aluno receberá uma
carteirinha com código de barras
ou QR Code, que será apresentada
para leitura em um tablet quando
ele for se alimentar. Assim, o rela-
tório é imediato e preciso. Vamos
ter dados para monitorar. Até
o final do ano, 270 escolas, com
mais de 900 alunos cada, terão
esse sistema, que suporta outras
aplicações. O projeto piloto mos-
trou que podemos ter uma queda
de 10% do número de registros de
refeições servidas pelas terceiriza-
das, gerando economia. A ideia é
que até o final de 2019 todas as
escolas estaduais sejam atendidas
pelo sistema, mas esse ritmo vai
depender da capacidade de dis-
tribuição de tablets e rede Wi-Fi
para girar o sistema. O investi-
mento inicial, só com os tablets, é
de aproximadamente R$ 300 mil.
[PE] - A Secretaria de Educação
está investindo também em siste-
mas de prevenção nas escolas. O
que vai ser feito?
Deschamps - Temos feito um tra-
balho, junto com o Ministério
Público e o Corpo de Bombeiros,
da necessidade de adequação de
todas as estruturas públicas, no
nosso caso são as escolas, às nor-
mas de prevenção de incêndio e
exigências da legislação. Começa-
mos a receber muitas notificações
dos bombeiros por problemas nos
chamados sistemas vitais, forma-
dos por extintores de incêndio,
iluminação de emergência e si-
nalização de abandono do local.
Vários foram os motivos: faltou
manutenção, ficaram obsoletos ou
foram danificados em atos de van-
dalismo. Há casos em que o siste-
ma é implantado e duas semanas
depois já não existe mais. Extin-
tores são frequentemente rouba-
dos, assim como temos registrado
muitos roubos de fiação elétrica,
mesmo em escolas com vigilância.
É assustador o que está aconte-
cendo. Já tínhamos feito um in-
vestimento de R$ 4 milhões, há
dois anos, em um conjunto de cer-
ca de 400 escolas, apontado como
mais crítico pelos bombeiros, e
agora será uma nova investida,
para 888 unidades escolares e R$
12,2 milhões em recursos.
[PE] - Como está o Pacto por SC
Educação?
Deschamps - Evoluímos bastante.
O Pacto foi lançado em 2012, mas,
na verdade, passamos pelo menos
dois anos botando ordem na casa.
Fizemos uma lista de escolas que
precisávamos atender, organi-
zamos com o BNDES (Banco
Nacional de Desenvolvimento
Econômico e Social) a forma de
prestação de contas e, nesse senti-
do, era preciso ter a dominialida-
de do local. Aí nos deparamos com
um grande número de escolas sem
escritura para o Estado. Foram
doações da comunidade nunca le-
galizadas. Levamos muito tempo
para colocar esses documentos em
dia. Depois foi preciso legalizar os
projetos, fazer as licitações e obter
os alvarás nas prefeituras, outra
etapa que por vezes demora mui-
to. Foram muito os problemas bu-
rocráticos vencidos e as primeiras
licitações começaram em 2013,
mas o grosso foi em 2014 e 2015.
Acredito que hoje temos 50% das
obras previstas no Pacto já con-
cluídas, índice que sobe para 90%
se falarmos em obras iniciadas.
[PE] - Quantas unidades novas fo-
ram entregues?
Deschamps - É preciso explicar
que o Pacto está dividido em três
fontes de financiamento – FNDE
(Fundo Nacional de Desenvolvi-
mento da Educação), BNDES e
Banco do Brasil. O FNDE finan-
ciou basicamente escolas novas e
quadras. O Banco do Brasil e o
BNDES, as grandes reformas. Tí-
nhamos 40 escolas novas para en-
tregar e uma leva já foi. Restam
agora 15 escolas novas, das quais
só uma ou duas vão ficar para o
começo do ano que vem. Se consi-
derarmos escolas novas, reformas
e ampliações, no segundo semes-
tre vamos entregar 36 unidades,
sem contar as quadras. Nesse pe-
ríodo todo, fizemos algum tipo de
intervenção em mais de 800 esco-
las, com investimento mínimo de
R$ 50 mil em cada uma. Fizemos
muito para a nossa capacidade fi-
nanceira e de recursos humanos,
mas, como a rede é muito grande,
ainda resta muita a fazer.
“Investimos em planejamento
para qualificar a gestão”
Por Andréa Leonora
redacao@peloestado.com.br
ThiagoMarthendal
Concurso Público Educação Estadual
Professores - 600 vagas
Cargos administrativos - 400 vagas
Validade do concurso - dois anos prorrogáveis por mais dois
Inscrições - de 14/agosto a 12/setembro
Provas - 08/outubro
Resultado final - 05/dezembro
16 PublicidadeJornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
17Publicidade Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
"Nãoqueroequipedefreiras",dizRenato
após jogo duro e expulsão de Edílson
Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
ARARANGUAENSE RAMON
ABATTI AGORA É ARBITRO CBF
Araranguá
Porto Alegre
O
Grêmioatétentou,
mas não conse-
guiu furar mais
de uma vez o bloqueio do
Santos na noite deste domingo,
na Arena, e ficou no empate
em 1 a 1. O segundo tempo,
principalmente, foi mais pega-
do do que jogado. Nos últimos
momentos, Edílson empurrou
Thiago Ribeiro e foi expulso.
Osjogadoresficaramnabronca
07-13-18-25-31-49
03-09-16-24-30-36
CONCURSO
1.674
DUPLA SENA
29/07
02-15-33-39-78
CONCURSO
4.442
QUINA
29/07
09-26-29-42-43-45
CONCURSO
1.953
MEGA SENA
29/07
com o árbitro Braulio da Silva
Machado,masotécnicoRenato
Gaúcho preferiu não reclamar.
Afirmou apenas que não quer
"freiras" nem "padres" em sua
equipe.
O treinador tricolor tem
por costume não comentar
decisões dos homens do apito
apósaspartidas,pormaisqueos
atletas,direçãoetorcidatenham
reclamado de uma espécie de
"antijogo" do Santos. Ao falar
sobre a expulsão de Edílson
OpresidentedaFederação
CatarinensedeFutebol,Rubens
Angelotti, entregou na última
quinta-feira, na sede da enti-
dade, em Balneário Camboriú,
insígnias a novos integrantes
do quadro da Confederação
Brasileira de Futebol (CBF).
Diretor do Departamento de
Arbitragem da FCF, Marco
Antônio Martins, presenciou a
entregasimbólicadasinsígnias.
O jovem araranguaen-
se Ramon Abatti Abel, que
de goleiro dos campeonatos
amadores de Araranguá e re-
gião, virou árbitro e vem se
destacando no estado, por sua
idade,desenvoltura,humildade
e trabalho sério, foi um dos que
receberam o distintivo, e agora
faz parte do quadro de árbitros
da CBF. Ramon sempre gos-
tou de atuar nos campeonatos
amadores, onde era um grande
goleiro e conquistou títulos nas
competições da região. Depois
começouamontarboasequipes
nofutsal,eaapitarcompetições
amadoras. Logo o ararangua-
ense se tornou conhecido no
estado todo, apesar da pouca
idade, o que proporciona ainda
muitos anos de atuação e busca
pelo sucesso no Brasil e quem
sabe chegar a árbitro Fifa.
Além de Ramon, tam-
bém são do quadro da CBF
agora, Fernando Henrique de
Medeiros,a árbitra assistente
Gizeli Casari e o árbitro as-
sistente Gianlucca Perrone de
Vasconcellos.
Atualmente o quadro na-
cionaldearbitragemcontacom
35 integrantes filiados à Fede-
ração Catarinense de Futebol,
são 12 árbitros, uma árbitra,
17 árbitros assistentes e cinco
árbitras assistentes.
“Em minhas colunas sem-
pre comentei que o Ramon
seria sucesso, sempre apitando
comdesenvolturaepulsofirme.
Não tenho dúvidas que ele será
escolhido o melhor árbitro do
país em breve e será arbitro
Fifa muito em breve, podem
apostar nisso”disse o colunista
esportivo Cleder Maciel.
no fim, porém, Renato usou
de suas figuras de linguagem
para salientar que o time não
deixará barato nos lances mais
fortesenegouquetenhafaltado
"malandragem".
– Eles (jogadores) são
malandros. Mas também não
queroumaequipedefreiraaqui.
Quero que ninguém seja padre
dentro do campo. Na hora que
tiver que chegar junto dentro
de casa, tem que chegar junto,
mas sempre com respeito ao
adversário e ao árbitro. Minha
equipe é de homens, não vai
aceitar tudo, ficar cabisbaixo,
mãozinhaparatrásevendotudo
que acontece dentro de campo.
Não falo de arbitragem, mas
meu time não vai ser de freira,
não. Sempre que tiver que
chegar, vai chegar. Não com
deslealdade, mas para mostrar
que tem gente em casa – disse.
Quanto ao resultado, Por-
taluppimostrouinsatisfaçãopor
a bola não ter entrado pela se-
gundavez.Fezquestãodedizer
que, caso houvesse vencedor,
este seria o Grêmio, e elogiou a
atuaçãodaequipe.Minimizoua
chanceperdidadeaproximação
ao Corinthians ao lembrar que
nem sempre o Tricolor irá ven-
cer no Brasileirão.
– Normal no futebol. Nem
sempre você vai ganhar. Mas o
que me deixa feliz é que minha
equipe jogou bem de novo. O
Vanderlei foi muito bem mais
uma vez. Nós trabalhamos
muito, tentamos, não deixamos
de criar. O Santos veio bem
postado.MasoGrêmiofoibem
superior. Criamos chances cla-
ras, mas ele fizeram o primeiro
gol, conseguimos o emapte.
No segundo tempo, voltamos
a criar, mas a bola não entrou
mais – comentou Renato.
O empate manteve o
Grêmio em segundo, com 33
pontos, e os mesmos oito de
diferença para o Timão. Na
próxima quarta-feira, enfrenta
o Atlético-GO, em Goiânia, às
21h45, pela 18ª rodada.
Santa Cruz e Barcelona
são campeões invictos
Araranguá
F
esta bonita no CT
Emerson Almeida
lotado para assistir
duas grandes partidas que de-
cidiam os títulos deste ano,da
segunda e da primeira divisão
do campeonato de futebol
amador de Araranguá.
Na partida entre Santa
Cruz e Coloniense, o Santa
foi melhor no toque de bola
e envolveu o adversário. O
time do Geraldo Aurélio foi
perfeito na marcação e na
posse de bola e envolveu o
time do Dango e do goleiro
Ati. O Coloniense não esteve
bem no jogo, só foi acordar
mesmo depois que estava per-
dendo de goleada. O meio de
campo do Coloniense jogou
mal, o que deixou bastante
Brasileirão
Série A
Brasileirão
Série B
19Esporte Jornal Correio do Sul
Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
espaço para a forte equipe do
Santa Cruz jogar. O zagueiro
Anderson Bill fez dois gols
de cabeça, Ramon e Maykon
Viana também anotaram seus
gols. Quando parecia que o
time do bairro Mato Alto iria
fazer mais, o Coloniense di-
minuiu com dois gols de Luiz
Henrique, e já nos
acréscimo o Santa
Cruz, com um ho-
memamenos,sofreu
uma grande pressão,
mas o goleiro Júlio
César, em uma tarde
inspirada, conseguiu
fazer defesas importantes.
Do outro lado, o goleiro Ati
também fez grandes defesas,
mesmo assim o Santa Cruz
venceu de 4 x 2 e conquistou
o título invicto.
O Santa Cruz além de
levar o troféu de campeão,
ainda conquistou medalhas e
uma moto CG Honda 0km. Já
o Coloniense levou para casa
a premiação de R$ 2 mil em
dinheiro, troféu e medalhas,
e ainda o artilheiro da com-
petição Luiz Henrique, e o
goleiro menos vazado até as
semifinais, Ati.
Barce-
lona
invicto na
série B
A final da série
B foi uma belíssima partida
entre Barcelona Aru e Ave-
nida, os dois melhores times
da segunda divisão deste
ano, e que estão garantidos
na primeira divisão do ano
que vem.
Apartida foi bastante dis-
putada, de um lado um time
jovem e do outro um mais
experiente, os dois correndo
bastante e fazendo jogadas
que levantaram as duas tor-
cidas.
O Barcelona perdeu um
pênalti com o experiente Pas-
tor Jean, mesmo assim não se
abalou e partiu para o ataque
buscando seu gol. Enquanto
isso, os jovens jogadores do
Avenida buscaram de todas as
formas o gol, porém paravam
nas mãos do experiente golei-
ro Fabiano Borges.
De tanto tentar, o Bar-
celona conseguiu marcar, o
zagueiro Toninho de cabeça
anotou o único gol da partida.
O Barcelona conquistou seu
título com a vitória de 1 x 0
sobre o Avenida. O resultado
foibastantecomemoradopelo
presidente Jonas, pelo trei-
nador Clei, atletas e comis-
são técnica. O Avenida saiu
também de cabeça erguida e
parabenizou o adversário.
O time do Barcelona
Aru levou para casa o tro-
féu de campeão, as meda-
lhas e a premiação de R$
1.500,00. O Avenida faturou
troféu,medalhas e mil reais.
O goleiro Fabiano Borges
do Barcelona foi o menos
vazado, já o artilheiro foi o
Adriano Réus do Centenário.
“Quero aqui agradecer a
todos que compareceram, fe-
chamosessecampeonatocom
chavedeouro”,disseodiretor
de Esportes Marcel Pedro.
Se fizeram presentes na
entregadaspremiações,opre-
feito Mariano Mazzuco Neto,
o deputado estadual Manoel
Mota, o presidente da câmara
de vereadores Daniel Viriato
Afonso, o diretor do Samae
JoséHilsonSasso, secretários
e vereadores.
Familiares do homena-
geado com o nome da taça,
Nascimento José dos Santos,
ajudaram a entregar as pre-
miações e foram homenage-
ados pelo prefeito municipal.
SEGUNDA-FEIRA, 31 DE JULHO DE 2017

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal digital 05 09-2018
Jornal digital 05 09-2018Jornal digital 05 09-2018
Jornal digital 05 09-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 11 01-18
Jornal digital 11 01-18Jornal digital 11 01-18
Jornal digital 11 01-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 5039_seg_07112016
Jornal digital 5039_seg_07112016Jornal digital 5039_seg_07112016
Jornal digital 5039_seg_07112016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal Correio do Sul 20-01-17
Jornal Correio do Sul 20-01-17Jornal Correio do Sul 20-01-17
Jornal Correio do Sul 20-01-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 11-17
Jornal digital 13 11-17Jornal digital 13 11-17
Jornal digital 13 11-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 15 03-18
Jornal digital 15 03-18Jornal digital 15 03-18
Jornal digital 15 03-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 30 07-18
Jornal digital 30 07-18Jornal digital 30 07-18
Jornal digital 30 07-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 17 04-18
Jornal digital 17 04-18Jornal digital 17 04-18
Jornal digital 17 04-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 06 08-18
Jornal digital 06 08-18Jornal digital 06 08-18
Jornal digital 06 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 29 11-17
Jornal digital 29 11-17Jornal digital 29 11-17
Jornal digital 29 11-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 23 08-17
Jornal digital 23 08-17Jornal digital 23 08-17
Jornal digital 23 08-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 07-17
Jornal digital 13 07-17Jornal digital 13 07-17
Jornal digital 13 07-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 23 07-18
Jornal digital 23 07-18Jornal digital 23 07-18
Jornal digital 23 07-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 15 10-2018
Jornal digital 15 10-2018Jornal digital 15 10-2018
Jornal digital 15 10-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4943_ter_21062016
Jornal digital 4943_ter_21062016Jornal digital 4943_ter_21062016
Jornal digital 4943_ter_21062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4948_ter_28062016
Jornal digital 4948_ter_28062016Jornal digital 4948_ter_28062016
Jornal digital 4948_ter_28062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 19 07-18
Jornal digital 19 07-18Jornal digital 19 07-18
Jornal digital 19 07-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18
Jornal Correio do Sul
 

Mais procurados (20)

Jornal digital 05 09-2018
Jornal digital 05 09-2018Jornal digital 05 09-2018
Jornal digital 05 09-2018
 
Jornal digital 11 01-18
Jornal digital 11 01-18Jornal digital 11 01-18
Jornal digital 11 01-18
 
Jornal digital 5039_seg_07112016
Jornal digital 5039_seg_07112016Jornal digital 5039_seg_07112016
Jornal digital 5039_seg_07112016
 
Jornal Correio do Sul 20-01-17
Jornal Correio do Sul 20-01-17Jornal Correio do Sul 20-01-17
Jornal Correio do Sul 20-01-17
 
Jornal digital 13 11-17
Jornal digital 13 11-17Jornal digital 13 11-17
Jornal digital 13 11-17
 
Jornal digital 15 03-18
Jornal digital 15 03-18Jornal digital 15 03-18
Jornal digital 15 03-18
 
Jornal digital 30 07-18
Jornal digital 30 07-18Jornal digital 30 07-18
Jornal digital 30 07-18
 
Jornal digital 17 04-18
Jornal digital 17 04-18Jornal digital 17 04-18
Jornal digital 17 04-18
 
Jornal digital 06 08-18
Jornal digital 06 08-18Jornal digital 06 08-18
Jornal digital 06 08-18
 
Jornal digital 29 11-17
Jornal digital 29 11-17Jornal digital 29 11-17
Jornal digital 29 11-17
 
Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018Jornal digital 19 09-2018
Jornal digital 19 09-2018
 
Jornal digital 23 08-17
Jornal digital 23 08-17Jornal digital 23 08-17
Jornal digital 23 08-17
 
Jornal digital 13 07-17
Jornal digital 13 07-17Jornal digital 13 07-17
Jornal digital 13 07-17
 
Jornal digital 23 07-18
Jornal digital 23 07-18Jornal digital 23 07-18
Jornal digital 23 07-18
 
Jornal digital 15 10-2018
Jornal digital 15 10-2018Jornal digital 15 10-2018
Jornal digital 15 10-2018
 
Jornal digital 4943_ter_21062016
Jornal digital 4943_ter_21062016Jornal digital 4943_ter_21062016
Jornal digital 4943_ter_21062016
 
Jornal digital 4948_ter_28062016
Jornal digital 4948_ter_28062016Jornal digital 4948_ter_28062016
Jornal digital 4948_ter_28062016
 
Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17Jornal digital 20 06-17
Jornal digital 20 06-17
 
Jornal digital 19 07-18
Jornal digital 19 07-18Jornal digital 19 07-18
Jornal digital 19 07-18
 
Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18Jornal digital 09 08-18
Jornal digital 09 08-18
 

Semelhante a Jornal digital 31 07-17

Jornal digital 26 06-17
Jornal digital 26 06-17Jornal digital 26 06-17
Jornal digital 26 06-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 18 12-17
Jornal digital 18 12-17Jornal digital 18 12-17
Jornal digital 18 12-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4968_ter_26072016
Jornal digital 4968_ter_26072016Jornal digital 4968_ter_26072016
Jornal digital 4968_ter_26072016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 10 08-18
Jornal digital 10 08-18Jornal digital 10 08-18
Jornal digital 10 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 09 08-17
Jornal digital 09 08-17Jornal digital 09 08-17
Jornal digital 09 08-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 28 09-2018
Jornal digital 28 09-2018Jornal digital 28 09-2018
Jornal digital 28 09-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 17 08-18
Jornal digital 17 08-18Jornal digital 17 08-18
Jornal digital 17 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 08 05-18
Jornal digital 08 05-18Jornal digital 08 05-18
Jornal digital 08 05-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 07 03-17
Jornal digital 07 03-17Jornal digital 07 03-17
Jornal digital 07 03-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
Jornal digital   13 de janeiro de 2017Jornal digital   13 de janeiro de 2017
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 08 08-17
Jornal digital 08 08-17Jornal digital 08 08-17
Jornal digital 08 08-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4969_qua_270720162
Jornal digital 4969_qua_270720162Jornal digital 4969_qua_270720162
Jornal digital 4969_qua_270720162
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4931_sex_03062016
Jornal digital 4931_sex_03062016Jornal digital 4931_sex_03062016
Jornal digital 4931_sex_03062016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 27 03-18
Jornal digital 27 03-18Jornal digital 27 03-18
Jornal digital 27 03-18
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 26 01-18
Jornal digital 26 01-18Jornal digital 26 01-18
Jornal digital 26 01-18
Jornal Correio do Sul
 

Semelhante a Jornal digital 31 07-17 (20)

Jornal digital 26 06-17
Jornal digital 26 06-17Jornal digital 26 06-17
Jornal digital 26 06-17
 
Jornal digital 18 12-17
Jornal digital 18 12-17Jornal digital 18 12-17
Jornal digital 18 12-17
 
Jornal digital 4968_ter_26072016
Jornal digital 4968_ter_26072016Jornal digital 4968_ter_26072016
Jornal digital 4968_ter_26072016
 
Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018Jornal digital 30 11-2018
Jornal digital 30 11-2018
 
Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17Jornal digital 05 10-17
Jornal digital 05 10-17
 
Jornal digital 10 08-18
Jornal digital 10 08-18Jornal digital 10 08-18
Jornal digital 10 08-18
 
Jornal digital 09 08-17
Jornal digital 09 08-17Jornal digital 09 08-17
Jornal digital 09 08-17
 
Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018Jornal digital 12 12-2018
Jornal digital 12 12-2018
 
Jornal digital 28 09-2018
Jornal digital 28 09-2018Jornal digital 28 09-2018
Jornal digital 28 09-2018
 
Jornal digital 17 08-18
Jornal digital 17 08-18Jornal digital 17 08-18
Jornal digital 17 08-18
 
Jornal digital 08 05-18
Jornal digital 08 05-18Jornal digital 08 05-18
Jornal digital 08 05-18
 
Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18Jornal digital 16 08-18
Jornal digital 16 08-18
 
Jornal digital 07 03-17
Jornal digital 07 03-17Jornal digital 07 03-17
Jornal digital 07 03-17
 
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
Jornal digital   13 de janeiro de 2017Jornal digital   13 de janeiro de 2017
Jornal digital 13 de janeiro de 2017
 
Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17Jornal digital 25 07-17
Jornal digital 25 07-17
 
Jornal digital 08 08-17
Jornal digital 08 08-17Jornal digital 08 08-17
Jornal digital 08 08-17
 
Jornal digital 4969_qua_270720162
Jornal digital 4969_qua_270720162Jornal digital 4969_qua_270720162
Jornal digital 4969_qua_270720162
 
Jornal digital 4931_sex_03062016
Jornal digital 4931_sex_03062016Jornal digital 4931_sex_03062016
Jornal digital 4931_sex_03062016
 
Jornal digital 27 03-18
Jornal digital 27 03-18Jornal digital 27 03-18
Jornal digital 27 03-18
 
Jornal digital 26 01-18
Jornal digital 26 01-18Jornal digital 26 01-18
Jornal digital 26 01-18
 

Mais de Jornal Correio do Sul

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 19 11-2018
Jornal digital 19 11-2018Jornal digital 19 11-2018
Jornal digital 19 11-2018
Jornal Correio do Sul
 

Mais de Jornal Correio do Sul (20)

Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018Jornal digital 20 12-2018
Jornal digital 20 12-2018
 
Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018Jornal digital 19 12-2018
Jornal digital 19 12-2018
 
Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018Jornal digital 18 12-2018
Jornal digital 18 12-2018
 
Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018Jornal digital 17 12-2018
Jornal digital 17 12-2018
 
Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018Jornal digital 14 12-2018
Jornal digital 14 12-2018
 
Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018Jornal digital 13 12-2018
Jornal digital 13 12-2018
 
Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018Jornal digital 11 12-2018
Jornal digital 11 12-2018
 
Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018Jornal digital 10 12-2018
Jornal digital 10 12-2018
 
Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018Jornal digital 06 12-2018
Jornal digital 06 12-2018
 
Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018Jornal digital 05 12-2018
Jornal digital 05 12-2018
 
Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018Jornal digital 04 12-2018
Jornal digital 04 12-2018
 
Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018Jornal digital 03 12-2018
Jornal digital 03 12-2018
 
Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018Jornal digital 29 11-2018
Jornal digital 29 11-2018
 
Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018Jornal digital 28 11-2018
Jornal digital 28 11-2018
 
Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018Jornal digital 27 11-2018
Jornal digital 27 11-2018
 
Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018Jornal digital 24 11-2018
Jornal digital 24 11-2018
 
Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018Jornal digital 22 11-2018
Jornal digital 22 11-2018
 
Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018Jornal digital 21 11-2018
Jornal digital 21 11-2018
 
Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018Jornal digital 20 11-2018
Jornal digital 20 11-2018
 
Jornal digital 19 11-2018
Jornal digital 19 11-2018Jornal digital 19 11-2018
Jornal digital 19 11-2018
 

Jornal digital 31 07-17

  • 1. Página 3 Turismo FAMA E POLÍCIA AMBIENTAL RECOLHEM 20 CAÇAMBAS E UMA CARRETA DE PNEUS VELHOS SANTA CRUZ E BARCELONA SÃO CAMPEÕES INVICTOS DAS SÉRIES A E B EM ARARANGUÁ Correio do SulANO XXVI EDIÇÃO Nº 5.219 R$ 2,00SEGUNDA-FEIRA, 31 DE JULHO DE 2017 www.grupocorreiodosul.com.br 23º15º Predomínio de Sol - Sol na maior parte do período. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense ARARANGUÁ FUTEBOL Página 9 Página 19 PROJETO GEOPARQUEDÁ IMPORTANTE PASSOAORECEBERASSESSORIAESPECIALIZADA
  • 2. PSDBdeveserofieldabalança Boa notícia Diretor-geral do Dnit, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte, Valter Casimiro Silveira, confirmou ao governador Raimundo Colombo (PSD) que o Governo Federal incluirá R$ 65 milhões no Orçamento da União de 2018 para a conclusão da pavimentação asfáltica da Serra da Rocinha. O valor garante que as obras de pavimentação não serão paralisadas, como se temia. Na verdade, o temor ainda existe, já que no Brasil pouco adianta qualquer governo empenhar sua palavra. De todo modo, é a primeira vez que o Dnit se manifestou oficialmente sobre o tema, o que sugere que os recursos, de fato, serão alocados. A Rocinha liga Timbé do Sul a São José dos Ausentes (RS), e faz parte de um corredor de tráfego entre a Argentina e a BR 101, na altura de Sanga da Toca, em Araranguá. Regra é clara CassaçãodovereadorsombriensePeriSoares (PP), que num primeiro momento também teve cassados seus 892 votos, gerou uma série de especulações quanto a quem de fato ficaria em seu lugar na Câmara Municipal, caso a sentença dada em primeira instância se confirme no Tribunal Regional Eleitoral. Inicialmente, com a cassação dos votos, se especulava a possibilidade de que a vaga de Peri seria ocupada, ou por Cesar Luchina (PR), ou por Volneci Baltazar (PRB), ambos suplentes de coligações opositoras ao PP. ComoaJustiçaEleitoralacaboumantendoos votosanteriormentecassados,acabouficando claro que quem eventualmente assumirá no lugar de Peri é o primeiro suplente de sua coligação, Nano Freitas (PSD). Por sua vez, o atento leitor Belmiro Coelho, diz que a matemática é bem clara. “Independente dos votos serem cassados ou não, Nano Freitas assumiria a vaga de Peri”. De acordo com ele, em todas as situações, a maior sobra de votos sempre será a da coligação encabeçada pelo PP e PSD. ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 F ontes ligadas ao PSDB ca- tarinense dão conta de que o partido está fortemente imbuído do desejo de disputar o Governo do Estado, no estilo “duela a quem duela”. A intenção seria a de não abrir mão da cabeça de chapa, nem para o PMDB, nem para o PSD, e muito menos para o PP, o que pode ser entendido como uma disposição franca dos tucanos de disputar o Pa- lácio Santa Catarina, “só para ver no que vai dar”. O PSDB, por óbvio, sabe que não possui estrutura partidária para chegar ao comando do Governo do Estado por suas próprias forças. Em 2014, o senador Paulo Bauer (PSDB) chegou aos 30% do eleitorado catarinense, numa disputa direta com o gover- nador reeleito Raimundo Colombo (PSD), meramente porque estava com sua candidatura alicerçada no PP, do seu candidato a vice, Joares Ponti- celli. Não fosse por isto, dificilmente teria ultrapassado os 10% dos votos dos catarinenses. E o motivo é um só: o PSDB não está enraizado em Santa Catarina, como estão PMDB, PP e PSD, partido oriundo do antigo PFL. Para 2018, no entanto, o objetivo não é exclusivamente o de chegar ao comando do governo. Se isto der certo, melhor, mas há também outras duas situações que estão postas, e através das quais o PSDB tem muito a ganhar.Aprimeira delas diz respeito ao palanque eleitoral que o PSDB ar- maria para a candidatura dos tucanos em nível nacional. PMDB e PSD, naturalmente, manifestarão apoio à candidatura à presidência do PSDB. Todavia, caso o PSDB também te- nha candidato ao governo estadual, seriam três candidatos a governador trabalhando, possivelmente, para Ge- raldoAlckmin (PSDB) à Presidência, o que faria com que ele tivesse uma vantagem astronômica sobre qualquer outro candidato, em especial sobre Lula da Silva (PT). Mas nem só de benevolência vive o tucanato catarinense. No que diz respeito aos interesses próprios, a segunda melhor opção do PSDB no Estado é lançar candidato ao gover- no, mesmo sem apoio de ninguém. A melhor, por óbvio, é ter candidato e ser apoiado por uma grande sigla. Todavia, caso isto não seja possível, o PSDB tem muito a ganhar com uma candidatura própria. É que isto fatal- mente forçaria um segundo turno na eleição estadual para governador. Pro- vavelmente, Mauro Mariani (PMDB) e Gelson Merísio (PSD) passariam para a segunda etapa da eleição. Por sua vez, o PSDB ocuparia o papel de fiel da balança. Praticamente, ficaria nas mãos dos tucanos a segurança da vitória do sucessor de Raimundo Colombo. Não precisa nem dizer que com um patrimônio destes os tucanos têm tudo para dar as cartas do jogo de 2019 a 2022. Basta eleger uma bancada consistente na Assembleia Legislativa, que lhes sirva de segu- rança política. Gislaine deputada Vice-prefeito de Araranguá, Primo Júnior (PR), descartou possibilidade de ser can- didato a deputado estadual ano que vem. Pressionado pelo presidente estadual do PR, deputado federal Jorginho Mello, Primo Júnior preferiu se comprometer em achar um bom nome para representar a sigla aqui no Extremo Sul Catarinense, no que diz respeito à disputa pela Assembleia Legislativa em 2018. “Temos bons nomes em nossa região, como o da vice-prefeita de Sombrio, Gislaine Dias da Cunha. Ela seria uma opção excelente para o PR”, ressaltou o vice de Araranguá. As tratati- vas sobre uma possível candidatura do PR regional à Assembleia aconteceram em meio ao Encontro Municipal do partido, que aconteceu no sábado, em Araranguá. Nele, além de Jorginho Mello, também es- teve presente o deputado estadual Maurício Eskudlark (PR). Finalmente Presidente estadual do PP, deputado federal Esperidião Amin, finalmente declarou seu apoio ao projeto de candidatura ao Governo do Estado do deputado estadual Gelson Merísio (PSD). Pressionado nas internas de seu partido, Amin acabou se rendendo ao óbvio. É que a maioria absoluta da cúpula progressista não vê outra saída para o PP, em 2018, que não seja o apoio ao projeto do PSD, numa aliança que contemple também, em princípio, o PSB da família Bornhausen. “Nosso entendimento está convergindo para esta realidade. Salvo se algo de muito anor- mal acontecer daqui para frente, o caminho do PPserá outro”, disse o deputado estadual José Milton Scheffer (PP). O pensamento é compartilhado pelo ex-deputado federal e atual Secretário Executivo de Habitação do Estado, LeodegarTiscoski (PP). “Não há muito sentido em desmontarmos algo que já estamos construindo a mais de dois anos. O alinhamento com o PSD e com a família Bornhausen é, no fundo, apenas uma volta as origens”, comenta Tiscoski. Rolando Christian CoelhoRolando Christian Coelho Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 rolando_coelho@hotmail.com (48) 99945.6787 POLÍTICA “Nossa militância precisa compreender que o projeto de união como PMDB passou. Daqui para frente precisamos construir um novo caminho, com novos parceiros”. Gelson Merísio (1966) Deputado estadual pelo PSD e pré-candidato ao Governo
  • 3. 3Geral Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 Ordem Dada NatalVerãocomeçaem24denovembro Adearpedeauxílioparasede Na tarde de sexta-feira, estiveram reunidos o presi- dente da Câmara de Verea- dores de Araranguá, Daniel Viriato Afonso, o presidente da Câmara de Dirigentes Lo- jistas (CDL), Clézio Mota,o representante da Associação dos Lojistas do Calçadão Everaldo João, e a diretora de Turismo Helen Becker, que apresentou os detalhes do projeto elaborado para re- alização do Natal Verão, que será realizado entre os meses de novembro e dezembro. Sob a responsabilidade do município, os termos ini- ciais da programação que ini- ciará no dia 24 de novembro, como proposta de decoração, valores orçados e ideias de apresentações artísticas foram detalhados por Helen. Além da CDL, os lojistas do Calçadão, que estão orga- nizados em uma associação, são os principais interessados O novo presidente da Associação dos Deficientes Físicos deAraranguá (Adear) Adilson Duarte, foi à Câmara de Vereadores de Araranguá se apresentar na sexta-feira. Adilson,empossadonoúltimo dia 15 de julho, foi recepcio- nado pelo vereador Paulo Roldão. A última sexta-fei- ra foi de festa em Praia Grande. O secretário estadual do Tu- rismo, Leonel Pavan, esteve no município para assinar a ordem de serviço que dá mais um importante passo nas atividades para a implantação do geoparque, projeto que já está há alguns anos sendo estudado para a região. “Vim desde Lages anunciando que vinha a Praia Grande assinar a ordem de serviço para trans- formá-la, definitivamente, em geoparque. Hoje cumpre-se um dever que assumimos há meses atrás”, declarou Pavan em discurso no CTG Porteira do Faxinal, onde ocorreu a assinatura. A partir de agora, se- rão seis meses de trabalho, período em que a empresa Geodiversidade Soluções Geológicas, vencedora da licitação, irá fazer estudos e prestar consultoria ao lado catarinense da região candi- data a geoparque. São sete municípios incluídos no ter- ritório, Praia Grande, Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande , e os gaúchos Morrinhos do Sul, Cambará do Sul e São José dosAusen- no evento já que as festivi- dades acontecem, principal- mente, na região central da cidade. “Estamos satisfeitos com o engajamento visto até agora e colocamos a CDL à disposição para discutir o que é melhor para a cidade e que favoreça o nosso comércio”, declarou Clézio Mota. Esta foi a primeira vez que o presidente da Câmara de Vereadores foi convidado para conhecer as propostas da diretoria do Turismo e dos Além da visita, o presi- denteaproveitouparaentregar um ofício que solicita contri- buição para a construção da sede da associação em um terreno próprio localizado no bairro Nova Divinéia. “Estamos pleiteando a verba para construir a nossa sede e atender todos os associados. Esta é principal meta da nova diretoria”, informou. Assinatura da ordem de serviço foi acompanhada por várias lideranças em clima de festa Pavan assina ato sob olhar atento do prefeito, pilchado Diretora de Turismo apresentou planejamento do Natal tes. “Agora vamos ficar no dia-a-dia do projeto, desen- volver a estratégia de geocon- servação para os municípios do território catarinense. A ideia é fazer capacitações, reuniões com gestores, le- vantamentos de geossítios já conhecidos, fazer parcerias com as Secretarias de Edu- cação para iniciativas nas escolas. Então, serão várias atividades”, explica Flávia Fernanda de Lima, geóloga e uma dos responsáveis por essa fase do projeto. Após esses seis meses, um relatório será encaminhado à Unesco, que avalia se a região pode ou não se tornar um geoparque. comercianteslocaisquantoao Natal Verão. “É imporante o envolvimentodetodososseg- mentos neste sentido. Nossa população precisa de uma festa como esta e que volte a despertar o interesse das pes- soas em participar.Aproveito em nome dos vereadores para convidar as entidades e a diretora de Turismo para apresentar as ideias numa sessão ordinária na Câmara. O debate com todos é funda- mental!”, disse Daniel. O pedido deverá ser en- caminhado ao prefeito Maria- no Mazzuco. “Vou entregar o ofício com o pedido daAdear aoprefeitoeentraremcontato com os deputados da minha confiança para viabilizarem emendascomestepropósito”, garantiu Roldão. Também participou da reunião o asses- sor LegislativoAlexandre dos Santos, que integra a Adear. Geoparqueganhanovaassessoria G.C.S LTDA - ME Comercial: l48l 3533.0870 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 diretor@grupocorreiodosul.com.br Redação: editor@grupocorreiodosul.com.br Publicações legais: tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro financeiro@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br O momento é de come- moração, sim, mas ainda há muito trabalho pela frente. Até o fim do ano, serão vá- rias capacitações, reuniões e muito trabalho de cam- po. “Queremos sair para conhecer esse território e poder levantar o patrimônio geológico dos municípios”, destaca Flávia. O prefeito Henrique Maciel, entusiasta do turismo, estava muito feliz com a visita e a assinatura da ordem. “Estamos muito felizes por poder prestar esse serviço à nossa comunidade. Nada mais justo do que nos unirmos para melhorar as vidas de todos os habitantes de sul de Santa Catarina”, declarou. Segundo ele, com a conclusão do projeto, um novo nível será alcançado pela região dos cânions. “Estamos muito focados e não vamos medir esforços para que o geoparque saia. Será a grande alavanca para que alcancemos nosso obje- tivo, temos muito potencial e o turismo, a cada dia, mais cresce”, analisa. Também estiveram pre- sentes outros prefeitos da região, o secretário regional Heriberto Schmidt e outras autoridades. Muito churrasco e boa comida coroaram o en- contro, dando à reunião aque- le ar de descontração, embora todos soubessem que havia muito trabalho a ser feito a partir desta segunda-feira. Araranguá Araranguá Aline Bauer Praia Grande
  • 4. 4 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 LUCIANO HANG DONO DA HAVAN E não vamos parar por aqui. Nos próximos 5 anos mais 100 megalojas serão inauguradas, gerando mais empregos, em mais cidades e estados. Faça parte desta história. Vamos juntos. Afinal, a Havan é minha, é sua, é daé sua, é da família, é do Brasil. Dia 05 de agosto inaugura a 100a megaloja Havan em Rio Branco, no Acre. Queremos agradecer aos nossos 12 mil colaboradores, fornecedores e a você,nosso amigo e cliente.
  • 5. Aúltima sexta-feira está sendo considerada histórica para o Hospital SantoAntônio deTimbé do Sul. Neste dia, foi feita a primeira cirurgia de prótese total de joelho, procedimento de alta com- plexidade inédito no município. O cirurgião Thiago Segun- dino foi assessorado pela equipe de enfermagem do Santo Antô- nio. “Estamos felizes e a equipe está de parabéns”, congratula o diretor técnico Robson Schmitt. Segundo ele, a intenção é fomentar ações como essa no hospital, visando qualificar e oferecer novos serviços para Timbé do Sul e toda a região diretor do hospital Leandro Fernandes. Os servidores públicos estaduais receberam na quinta-feira,a me- tade do 13º salário. Os cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda mostram que, somando o valor aos pagamentos de junho e julho, o Governo do Estado está colocando R$ 2,35 bilhões na economia cata- rinense num intervalo de 30 dias. Este é o 11º ano consecutivo que o Estado antecipa 50% do paga- mento do 13º. A segunda parcela será paga em dezembro. A medida foi anunciada pelo governador Raimundo Colombo em reunião com secretários do Grupo Gestor de Governo dia 11 de julho. O gesto é visto como uma importante demonstração de força de Santa Catarina, especialmente num momento em que muitos Estados têm dificuldades para manter os pagamentos em dia. Dia histórico no hospital Dinheiro a mais na praça N a manhã de sábado, o PR (Partido da República) realizou o seu encontro municipal e empossou o novo diretório. O vice-prefeito deAraranguá, Primo Júnior, assumiu a presidência, acompanhado de Diran Martins na presidência do PR Jovem e Margaret Timboni a frente do PR Mulher. O evento contou com aproximadamente 300 pessoas e fez cerca de 100 filiações, contando com a presença do deputado estadual Maurício Eskudlark, do deputado fe- deral e presidente estadual do partido, Jorginho Mello, do presidente de honra do PR Araranguá Primo Menegalli, do prefeito de Araranguá Ma- riano Mazzuco Neto, da vice-prefeita de Sombrio Gislaine Dias da Cunha, do vereador Adão dos Santos, o Vidrinho, do secretário de Planejamento deAraranguá, Fernando Serrano e do coordenador do PR Jovem Sul, Nícola Martins. Segundo Jorginho, o PR, de acordo com da- dos do Tribunal Regional Eleitoral, foi o partido que mais cresceu no último ano. “Isso se deu pelo movimento que fizemos e pela credibilidade que 5Geral Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 Primo JR assume o PR com festa O passado que ensina Técnico vasculha a área da pavimentação da Serra da Rocinha atrás de sítios arqueológicos ou outros traços de quem viveu na região no passado; Secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande sobre a Serra da Rocinha e a Barragem do Rio do Salto. “Conheço bem estas prioridades e já estou trabalhando em Brasília para de- senrolar as pendências e fazer com que estas obras aconteçam” temos. Ninguém vai sobreviver na política se não tiver ‘plugado’, sintonizado e acima de tudo, fazendo um partido diferente e um projeto transformador”, ressaltou Jorginho Mello. “Assumo com a missão de fortalecer o partido e o preparar para as próximas eleições, que- remos construir uma candidatura unificada a deputado estadual, com reais chances de eleição. Queremos também formar novas lideranças, preparando o partido com uma nominada forte de nomes a candidatos a vereador para 2020. Conto com todos para alcançarmos esse objetivo e fazer política levada a sério”, pontuou Primo Júnior. Durante a reunião, Jorginho Mello também fez a entrega a Primo Júnior de uma emenda de R$ 200 mil para a Saúde, totalizando o valor de R$ 460 mil já destinados por ele a Araranguá nesse primeiro semestre.
  • 6. 6 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
  • 7. 7Geral Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 Prevenção FAN vai trazer grandes nomes BR 101 recebe novas placas A Associação Empresa- rial do Extremo Sul Catari- nense (Aciva), promove entre os dias 3 e 5 de outubro o 5º Fórum Aciva de Networking – FAN.Aquinta edição tem o apoio na organização dos nú- cleos do Jovem e da Mulher, e será realizado no auditório PlínioW. Linhares, do Center Shopping Araranguá. Conforme o presidente da Aciva, Beto Rizzotto, a programação do FAN vai contemplar grandes nomes do meio empresarial cata- rinense. “Ainda não pode- mos revelar detalhes, mas já estamos acertados com O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transpor- tes (Dnit/SC) finaliza nesta semana, a instalação de 60 elementos de sinalização ver- ticalnaBR-101Sul.Sãonovas placas, painéis e marcadores instalados em pistas, acessos e vias laterais entre os municí- pios de Içara e Passo deTorres, do km 380 ao km 465, na divi- sa com o estado do RS.Aação prevê o acréscimo, quando necessário, ou substituição das placas danificadas e faz parte docronogramadeconservação da rodovia federal. A autarquia faz perio- dicamente a manutenção na sinalização vertical. No trecho entre Laguna a Içara foram acrescidas 30 novos elementos nomêsdejunho.Oselementos são indicativos de regulamen- tação(Pare,DêaPreferência)e de indicação (aproximação de lombadas, travessia de pedes- tres), que foram fixados prin- cipalmente em vias lindeiras. Alémdostrabalhosdema- um grande nome do cenário estadual e nacional para pro- ferir a palestra de abertura”, adiantou. O objetivo do FAN é o de fomentar ideais e contribuir com a troca de contatos e criar um ambiente para negó- cios entre empreendedores da nutenção rotineiros, o Dnit/SC mantémoprogramaBRLegal. O projeto atua no acréscimo e manutenção da sinalização rodoviária e instalação de elementos auxiliares, como as defensas metálicas. Além disso, faz também, periodica- mente, trabalhos de conserva- ção na sinalização rodoviária instalada na BR-101 Sul, com serviços de roçada, limpeza do canteiro central e proteções instaladas e consertos ou subs- tituição de placas, painéis e pórticos danificados. Em caso Representantes dos municípios discutiram formas de organização da defesa civil Associação divulga fórum que reúne empreendedores O Extremo-Sul Ca- tarinense foi a 13º microrregião do estado a receber, na sexta- -feira,o II Seminário Regional da Defesa Civil. O encontro reuniu mais de 100 pesso- as, que representaram os 15 municípios da região, e foi sediado no Parque Ecológico de Maracajá. Com o tema ‘A gente não pode mudar o passado, mas pode prevenir o futuro’, a discussão, que estava inserida na pauta da Associação de Municípios do Extremo-Sul (Amesc),contoucomapresen- çade12prefeitosdaregião,sob a coordenação do presidente Valdionir Rocha e do prefeito anfitriãoArlindo Rocha, do se- cretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Heriberto Afonso Sch- midt, dos deputados estaduais Manoel Mota e José Milton Scheffer, entre outras lideran- ças, e teve como objetivo dis- cutir a importância da política de proteção e defesa civil nos municípios a fim de despertar região.Ainda segundo Rizot- to, além da palestra nacional, ao todo, o Fórum contará com quatro cases shows de grandes nomes do mercado. “O evento também já tem confirmado a participação de mais de 100 empresas ao logo de três dias”, concluiu. de acidentes com danificação de elementos de sinalização, a autarquiadevesercomunicada para que faça a substituição por novo aparato, para garan- tir a segurança dos usuários, pedestres e comunidades lin- deiras. Em caso de danos na sina- lização rodoviária instalada na BR-101 Sul, o Dnit/SC, atra- vés do consórcio Concremat- -Tecnosolo, disponibiliza o telefone 0800 6030 101 para que seja feita a substituição dos elementos danificados. Seminário discute defesa civilo interesse da resiliência local. O secretário de estado da Defesa Civil, Rodrigo Mo- ratelli, foi o palestrante da manhã. Ele apresentou dados da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que apontam que o estado possui a maior diversidade de desastres eamaiorperdapercapitaepor quilômetroquadradodoBrasil. E alertou sobre a necessidade de preparação frente aos cená- rios de risco. “Precisamos de protocolos, além da definição de planos de contingência e de planos de ações conjuntos. Precisamos de um trabalho integrado entre União, Estado e municípios voltado aos cida- dãos”, destacou. Moratelli falou ainda so- bre as ações de Defesa Civil catarinense. “Este ano teremos 100% de cobertura por radares emSantaCatarina,jáqueestão sendo implantados o radar de Chapecó e o radar móvel sul, em Araranguá. Temos a cons- trução do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd), na capital, e a construção e instalação de outros 20 Centros Regionais, bem como a elaboração dos mapas de riscos e de perigos, a elaboração de instrumentos de prevenção de desastres, por meio dos planos de contingên- cia, planos comunitários de gestão de riscos e núcleos de prevenção”, explicou. Heriberto destacou a ne- cessidade da preparação das prefeituras para a possível ocorrência de desastres, e res- saltou a importância do radar móvel para toda a região. “É um investimento que trará a prevenção para 52 cidades do Sul”, disse Schmidt. À tarde, as equipes das diretorias de Respostas a De- sastresedePrevençãotambém palestraram. Além dos gesto- res públicos, como prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e secretários, profissionais da área de proteção e defesa civil, bombeiros da melhor idade de Balneário Arroio do Silva e demais lideranças da região participaram do seminário. O coordenador regional de Defesa Civil, Sebastião Antônio de Souza, destaca que nesta segunda-feira e amanhã, terça, serão realizadas na sede da ADR em Araranguá, das 8h30min às 17h30min, as Ofi- cinas Regionais de Proteção e Defesa Civil, cujo foco serão o Plano Municipal de Contin- gência, Planos Comunitários Araranguá Região Maracajá de Gestão de Risco, NUPDEC (Núcleo de proteção e Defesa Civil Comunitário), e Planos Familiares de Emergência, com discussões pertinentes à implantaçãodosprocessosnos municípios da região. Os próximos seminários serão realizados em Joinville, Jaraguá do Sul, Blumenau, Itajaí, Caçador e Grande Flo- rianópolis.
  • 8. EntretenimentoEntretenimentoNovelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas F red pede ajuda a um cúmplice para salvá-lo de Thomas. Domitila afirma que terá um filho ho- mem. Chalaça descobre que Benedita também está grávi- da de Dom Pedro. Joaquim teme que a prisão de Fred os impeça de tê-lo como aliado. Thomas coloca Fred em um navio inglês que está ancorado no porto. O oficial questiona Nívea sobre Miss Liu. Chalaça se alia a Benedita contra Domitila. Miss Liu se preocupa com Fred. Licurgo e Germana comemoram o sucesso da feijoada na taberna. Novo Mundo -18h S abine promete aAdria- no que vai assumi-lo como companheiro no open house. Malagueta fica tenso quando Nelito lhe conta sobre o sumiço do carrinho de chá. Dilson leva Dom a um baile funk. Eric diz a Douglas que quer con- tratar um show da Rúbia para a inauguração do Carioca Palace. Cristóvão conta a Antônia que Rodolfo, o antigo gerente do hotel, era amigo de Timóteo. Canivete entrega uma carta de Timóteo a Malagueta informando ao filho que vai fugir da cadeia. A bel tenta fugir de Mere. Ivana se reconhece com as roupas de Ruy. Zeca procura Abel, e Mere se apresenta como sua mãe. Edinalva convida Mere para ficar em sua casa. Jeiza conforta Zeca. Nazaré tenta acalmarAbel. Rubinho comenta com Bibi que cuidará da contabilidade de Sabiá. Leila discute com Caio por causa de Bibi. Jeiza revela a Cândida a ficha policial de Amilcar. Ruy exige que Cibele não se aproxime mais de seu filho. Ritinha tem uma ideia para afastar Cibele de Ruyzinho. AForça do Querer-21h Pega Pega -19h Rapidinhas Áries 21/03 a 20/04 21/04 a 20/05 21/05 a 20/06 21/06 a 20/07 21/07 a 20/08 21/08 a 20/09 21/09 a 20/10 21/10 a 20/11 21/11 a 20/12 21/12 a 20/01 21/01 a 20/02 21/02 a 20/03 Leão HoróscopoHoróscopo Sagitário Gêmeos Libra Aquário Touro Terá um excelente entusiasmo e algumas coisas lhe favorecerão para isso. Uma dessas coisas será o Sol que iluminará bem o seu caminho. Evite se estressar por qualquer coisa pare e reflita antes. Alguns problemas dentro do seu planejamento acontecerão. Júpiter será um agente negativo nesta sua empreitada. Não se entregue fa- cilmente a essas dificuldades. Vênus poderá ajudar a superar com perseverança. Não deve tornar tudo em algo complexo. Tente ser mais simples na forma de pensar e de agir. Júpiter na atividade diante da constelação gemi- niana fará com que você se sinta mais sozinho e deprimido. Será um dia repleto de emoções, com algumas boas novidades. Porém Vênus deixa-lo um pouco instável. Tende a ficar mais pegajoso, o que irá afastar algumas pessoas. Tente conter algumas emoções neste dia. Irá impor algumas regras que algumas pessoas levaram como uma ofensa. Pela forte presença de Mercúrio você deve ficar mais atento em de- terminadas atitudes que você vem tendo neste período. Uma atividade Lunar impositiva sobre Urano irá transformar o seu dia.Asua capacidade de mudar será importante para um melhor desenvolvimento do seu dia. Deve buscar na praticidade o caminho para melhorar. Os acontecimentos que circundam Saturno li- bertarão o seu sentido democrático. As energias serão de convergência positiva para as atividades sociais de diálogo. Procure abrir o caminho para novas ideias. A ideia de transformação cairá sobre você como uma luva. Plutão revelará seu instinto de inten- sidade. Sua estabilidade pode ser balançada por Vênus que lhe será negativo. Notará uma divergência de ideias com algumas pessoas de Gêmeos. Mercúrio lhe deixará mais confuso na sua busca de dar sentido a tudo. Buscar um equilíbrio de ideias será a melhor opção. Buscar a competitividade será de extrema importância para o signo de Capricórnio. Pois Júpiter tende a levar para baixo um pouco sua eficiência. Seja realista e avalie a opções que você tem. O autocontrole será uma constante durante um dia com algumas perturbações. O Ar lhe ajudará a pensar em aspectos emocionais mais aprofun- dados. Deve deixar florescer uma energia mais harmoniosa. Muita amabilidade durante este dia, será cati- vante para você. Não deve frequentar ambientes de muito baixo astral. Isso poderá ressaltar instintos melancólicos e demasiadamente de- preciativos. Virgem Capricórnio Câncer Escorpião Peixes Fazendo cada vez mais sucesso, pelos qua- tro cantos do Brasil, Viviane Araújo não deixa de ter sempre um tempinho em sua agenda para colocar em dia o ótimo relacionamento que pos- sui, com seus milhares de fãs. Neste domingo (30), por exemplo, a atriz se divertiu pra valer, ao marcar presença no Arraiá da Vivi, festa or- ganizada por um de seus fã-clubes, no Rio de Janeiro. Com um caprichado e sincero sorriso no rosto, ela não só posou para várias fotos, como também aproveitou a presença dos fotógrafos para exibir o look todo meigo que escolheu, para a ocasião, com direito até a graciosos lacinhos em seus cabelos e tudo mais. Mesmo quando não está mostrando, nas telinhas, o talento que possui, para a atuação, Mariana Ximenes costuma fazer sucesso entre os fãs, principalmente os quase três milhões de internautas que seguem sua página oficial no Instagram. Neste domingo (30), por exemplo, a atriz só recebeu ainda mais elogios, depois de apostar na rede social, para compartilhar uma caprichada imagem, feita durante um passeio de barco.Na foto, a artista aparece exibindo sua fina silhueta de dar inveja, enquanto também aproveitava a ocasião para dar aquela reforçada básica no bronzeado. Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
  • 9. 9Segurança Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 Terreno Cheio Rapaz se exibe e se complica Colisãodemotosdeixamulherferida Pescador cai no mar e desaparece A apreensão foi realizada na tarde da última sexta-feira pelaPolíciaCivildomunicípio, após informações da Polícia Militar de que um jovem de 19 anos, morador do bairro Cidade Alta em Turvo, estava se vangloriando através de fo- tos postadas nas redes sociais, mostrando uma espingarda semelhante a um fuzil antigo e uma pistola. Os policiais foram até aUmacidenteaconteceupor volta das 11h40min de sexta- -feira, na rua Oscar de Oliveira (próximo ao Dico Pneus)no bairro Figueira, em Jacinto Machado. A vítima, uma mulher de 41 anos, estava voltando do trabalho com sua moto, uma Honda Biz vermelha, e se distraiu com um veículo que seguia na frente e logo atrás desse veículo trafegava uma motocicleta Honda CG com placas de Sombrio. As duas O Corpo de Bombeiros de PassodeTorreeregiãoestáem alertadesdeamadrugadadoúl- timo sábado, quando recebeu a informação de que um homem residênciadorapaz,quenãoes- tavaemcasa,edurantearevista encontraram a espingarda e um simulacro (imitação) de arma de fogo, que foram recolhidas. O delegado Bruno Fernandes diz que ficou em dúvida sobre ofuncionamentodaarmalonga erequisitouumaperícia.Opro- prietáriovairesponderemliber- dade um inquérito policial por posse ilegal de arma de fogo. motos acabaram colidindo e caindo. A mulher teve fratura fechada no fêmur da perna direita e suspeita de fratura na cintura pélvica, assim como laceração no pé direito. Ela foi conduzida ao Hos- pital Regional de Araranguá para avaliação e cuidados médicos. O condutor da CG permaneceu aos cuidados do Samu. Em Turvo, o Corpo de Bombeiros foi acionado para de 28 anos, tripulante do barco Manoel Lessa, desapareceu. A embarcação estava em alto mar quando o pescador caiu na água, e até a tarde de domingo não tinha sido encontrado. Bombeiros de Passo de Terreno guardava grande quantidade de pneus e já tinha sido denunciado várias vezes Rapaz exibia fotos das armas até que a polícia bateu em sua casa e as recolheu M ais de dez mil pneus foram retirados de uma casa, localizada às mar- gens da BR-101, antigo tra- jeto, no bairro Barranca, em Araranguá. O proprietário do terreno usava a borracha na fabricação de proteção para pregos e parafusos de telhas. Conforme o presiden- te da Fundação Ambiental do Município de Araranguá (Fama) Luiz Leme, a ativida- de estava sendo realizada de Também em Turvo, por volta das 21h40min de sábado, policiais militares em rondas pelaruaRuiBarbosaprenderam em flagrante dois indivíduos que estavam assaltando um mercado. Os ladrões de 20 e 18 anos, são moradores do bairro Polícia Rodoviária, em Araranguá. Com eles foram recupe- rados o dinheiro e os produtos roubados do estabelecimento e apreendido um revólver calibre 22 usado no crime. atender uma ocorrência na rodovia SC 108, no bairro São Luiz, onde uma mulher sofreu quedademotocicleta.Nolocal, encontrava-se a vítima de 31 anos, deitada na estrada.Amu- lherestavaconscienteeorienta- da, e reclamava de fortes dores naregiãotorácicaeabdominal, mas segundo os bombeiros, sem suspeita de fratura. Ela relatou que a roda de sua moto travou, fazendo com que caísse. Após os primeiros atendimentos no local, ela foi encaminhada ao Hospital São Sebastião de Turvo. Torres e região, do norte do Rio Grande do Sul e a Capi- tania dos Portos de Laguna, aguardam a possibilidade do corpo aparecer nas praias. A Capitania vai investigar como o pescador desapareceu. Fama recolhe mais de 10 mil pneus forma irregular, pois desde o ano passado o local já havia sido embargado e o dono deveria ter retirado os pneus. A propriedade fica entre as duas principais vias de acesso à cidade e constantemente populares denunciavam em redes sociais e na imprensa o amontoado de pneus, que poderiam virar focos de mos- quito da dengue. A limpeza foi realizada pela prefeitura e coordenada pela Fama, com apoio do Polícia Militar Ambiental, após determinação do Minis- tério Público de Araranguá. A ação aconteceu em duas etapas, a primeira no dia 21 e a segunda na sexta-feira. No primeiro dia, 20 caçambas e uma carreta, lotadas de pneus, foramretiradasdapropriedade e descarregadas no Eco Ponto, do bairro Mato Alto, para posteriormente o material ser encaminhado a uma empresa de reciclagem, em Curitiba, Paraná. Na sexta, segundo dia de serviço, mais 20 caçambas e uma carreta foram utiliza- das para o recolhimento dos pneus, novamente o material ficou armazenado no Eco Ponto até ser encaminhado Turvo Jacinto Machado Passo de Torres Gislaine Fontoura Araranguá Mulher cai de moto Roubo a mercado para a empresa de reciclagem. Ainda sobrou no terreno uma última pilha de pneus, que serão retirados esta semana, provavelmente cabendo em uma carreta. O Eco Ponto é um galpão coberto e apropriado para o armazenamento do material, na casa onde estavam, antes da apreensão, muitos pneus estavam com acúmulo de água, ocasionando risco para a saúde da população araran- guaense. A reportagem tentou conversar com o proprietário da residência e ele não quis dar declarações. Se voltar a descumprir a determinação judicial e acumular novamen- te pneus, ele pode responder processo e até ser preso.
  • 10. 10 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
  • 11. S e alguém tem lembranças vívidas de Sombrio, este alguém é seu Toninho do Correio. Na verdade, o nome do distinto senhor de fala sempre correta é Antônio Bernardino de Oliveira, que aos 86 anos, passa os dias em casa, tranquilo, ciente de que fez muito pela cidade que adotou como sua. Casado com a mesma mulher que conheceu quan- do adolescente, dona Ilma Espíndola de Oliveira, com quem teve sete filhos, seu Toninho teve uma movimentada vida social. Era telegrafista, e nos anos que ficou à frente dos Correios, todos os te- legramas recebidos passavam por ele. Conhecido pelo carinho no trabalho, seu Toninho foi também juiz de paz, fundou clube de serviço, fez amigos ilustres e esteve presente em momentos históricos do município. É tanta história, que uma coluna fica pequena para tudo. Resumi aqui, as palavras desse cidadão que carrega na própria memória, as grandes notícias que vinham por correspondência para Sombrio. Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 ALISSANDRA PAGANINI ali@grupocorreiodosul.com.br facebook.com/alissandrapaganini EmpresarialEmpresarial Um senhor em seu aconchego De Laguna Sou de Laguna, e lá, aos 8 anos eu já ajudava meu pai entregando cartas.Aí me tornei mensageiro aos 14 anos, para entregar telegrama. Comecei a aprender a telegrafia, e comecei a fazer isso. Aí me casei com uma moça de Araranguá e vim para cá. Serviço de Correio Vagou um lugar de telégrafo aqui em Sombrio e eu, com a família, vim para cá. O povo aqui me acolheu muito bem. Eu também entregava as cartas, às vezes, separava num montinho e entregava a alguém que fosse para os lados de Garuva, Retiro da União. Sem celular Nossa única comunicação era aquela, só aquele som do Código Morse. Tinha uma fiação que ligava aqui aAraran- guá, depois a Tubarão e ia até a capital federal, que na época era Rio de Janeiro. Mas eu não falava direto com a capital, eu falava comAraranguá e dali ia passando pelas linhas. Demorava bastante a chegar lá.Tinha o guarda-fio, uma pessoa que era responsável por cuidar se os cabos não estavam encostando no chão, ou em uma poça de água. Quando a linha tocava no chão, a gente ouvia pelo aparelho e as mensagens não passavam. Do som ao lápis No começo era difícil, tinha que transformar os sonzinhos em palavras, mas com o tempo, eu só ouvia e já sabia o que era a mensagem. De ouvido eu já sabia. Reconhecimento O progresso vem, e continua vindo, e hoje vimos Sombrio como está. Hoje, nós temos uma cidade apresentável, com recursos, mas devemos olhar para trás, para aque- les prefeitos que tinham vontade de fazer, mas era tudo escasso. Aqueles iam com machado para os matos abrir estradas. Hoje estamos bem, mas temos que lembrar daqueles que trabalhavam sem máquinas. Padre João Reitz Eu e padre João nos dávamos como dois irmãos. Nossa amizade era forte, ele confiava muito em mim, e eu nele também. Clube Lobisomens O primeiro juiz de direito da Comarca, me pediu para apresentá-lo as pessoas, queria conhecer mais o povo, e eu o levei no clube. Acabou se tornando amigo nosso. Eu gostava muito do clube, era muitas festas... Nós can- távamos também, na praça.
  • 12. 12 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
  • 13. 13Segurança Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 PM prende dupla com crack Casal é preso por tráfico Helicópteroéusadopara apagarincêndio Nas últimas semanas, a Polícia Militar de Santa Rosa doSulvemconseguindofechar o cerco contra a criminalidade, realizando um trabalho em parceria com a Polícia Civil e a comunidade, que denuncia. Aunião de esforços vem dan- do bons resultados, a favor da Depois de receber uma de- núnciadetráficodedrogassendo realizado em uma casa no bairro Lagoão,emAraranguá,aPolícia Militar foi ao local e prendeu o traficante. A ação aconteceu na noitedesábado,depoisdevárias rondas feitas nas imediações. Homens do Pelotão de Pa- trulhamento Tático (PPT) pas- savam pela rua Nossa Senhora MãedosHomens,quandoviram Durante as últimas duas semanas, vários incêndios em vegetação foram registrados no costãodaSerradaRocinha,cha- mando a atenção de populares dosmunicípiosdeTurvo,Morro Grande e Timbé do Sul. Emumadessasqueimadas, devido a dificuldade de chegar a área por terra, foi acionado o helicópteroArcanjodoCorpode Bombeiros de Santa Catarina, paraconteraschamasqueavan- çavam pelo território de Morro Grande, e que não permitia a chegadadosbombeirosporterra até o local de difícil acesso. Na primeira tentativa de conter as chamas na mata foi usadaumamáquinadaprefeitu- ra de Morro Grande para repre- sarorioedeleretiraraáguacom o helicóptero, mas para facilitar comunidade e da segurança pública. Na última quinta-feira, policiais militares estavam fazendo rondas em Glorinha, às margens da BR 101, quando observaram que dois homens estavampróximoaoviadutoem atitude suspeita. Ambos já são figurasconhecidasdapolíciade Santa Rosa do Sul por vários umusuáriocomprandodrogaeo traficante jogando algo no chão ao se deparar com a viatura. Era um recipiente com 19 pedras de crack prontas para a comercia- lização. O traficante ainda saiu correndo, porém foi abordado dentro do pátio de uma resi- dência na mesma rua. Durante a tentativa de fuga,ele se livrou de um torrão de maconha e de R$ 177,00. O acusado de tráfico, con- fessou aos militares que está a logística e agilizar a ação, o helicóptero foi abastecido com água pega na parte superior da serra, já no estado do Rio Grande do Sul. estimativa do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) de Florianópolis é que entre 30 e 40 hectares tenham sido atingidos pelo fogo Segundo os bombeiros, os crimes, entre eles o tráfico de drogas que já tinha sido denun- ciado por moradores. Os policiais então aborda- ram os dois em revista encon- traram nove pedras de crack prontas para a venda, um pape- lotedemaconhaeR$154,00em dinheiro. A dupla recebeu voz deprisão,sendoconduzidapara a Delegacia da Polícia Civil. vendendodrogasháaproximada- mentedoismeses.Naresidência apontada como ponto de tráfico, estava a esposa dele e com ela foi encontrada uma peteca de cocaína. O casal foi preso e en- caminhado juntamente com os entorpecentes e o dinheiro, para a Central de Plantão Policial. O usuário também foi conduzido e após ser ouvido, foi liberado. O casal foi autuado em fla- grantepelodelegadoplantonista Luiz Otávio Pohlmann. focos maiores foram apagados utilizando2400litrosdeágua.O Corpo de Bombeiros de Turvo e os moradores das localidade próximas continuam em ob- servação, para caso seja visto algum foco de incêndio acionar osbombeirosomaisrápidopos- sível, evitando perder grandes áreas da reserva florestal. Santa Rosa do Sul Araranguá Morro Grande Caso Cassinho Júri foi realizado no fórum da comarca de Sombrio durante a manhã de sexta-feira Helicóptero transportou água para apagar focos de fogo F oi julgado e con- denado em sessão de júri popular na manhã de sexta-feira, na co- marca de Sombrio, Henrique Rodrigues da Rosa, acusado pela morte de Cássio Gene- roso dos Santos, em 2016, em Balneário Gaivota. O julgamento teve início às 9h30min e terminou por volta das 13 horas, quando foi anunciada a sentença. O réu alegou inocência dizendo que a única coisa que fez na noite do crime foi dar uma carona a Cassinho até próximo a um posto de combustível, onde ele iria encontrar umas garo- tas. Segundo Henrique, quem estava em sua companhia no carro era um rapaz chamado Michel, e nãoAlexsandro dos Santos Antunes, que chegou a ser acusado, mas depois foi absolvido. O Ministério Público, representado pelo promo- tor Daniel Granzotto Nunes, admitiu durante a acusação, que faltavam provas contra Henrique, pois foram apre- sentados contra ele uma tes- temunha, um rapaz que após Réuécondenadoa14anosdeprisão o depoimento nunca mais foi encontrado, e a investigação da Polícia Civil. O promotor usou um Power Point para ilustrar sua acusação, mas chegou a dizer-se envergo- nhado pela falta de provas e materialidade do crime. Ele informouqueduranteoanode 2015, em Balneário Gaivota, a vítima Cássio Generoso dos Santos envolveu-se em brigas com amigos do denunciado Henrique Rodrigues da Rosa. Teria surgido aí a intenção de Henrique de matar Cássio a tiros na manhã de primeiro de janeiro de 2016. DanielNunesleuosrelato de uma testemunha de acu- sação e de um investigador da Polícia Civil e finalizou dizendo que apesar da falta de provas acreditava que o réu era culpado. Posteriormente, o advo- gado Ito de Sá iniciou a defesa e depois da fala do promotor tudo levava a crer na absol- vição do réu. O advogado afirmou que Henrique, em 2015 tinha feito um curso pro- fissionalizante no Rio Grande do Sul, e planejava seguir o caminho profissional de seu pai e trabalhar com refrige- ração, mas teve o projeto impedido pela prisão, que se- gundo o advogado, foi injusta. Segundo Ito de Sá, Cássio e Henrique eram amigos e a única testemunha ouvida era envolvida com tráfico de drogas e o que teria visto foi Henrique mostrando a arma no dia do crime e dando uma carona para Cassinho. O júri formado por quatro homens e três mulheres deci- diu pela condenação do réu. Antes do anúncio, familiares de Henrique mantinham gran- de expectativa de que ele seria absolvido. Foi uma surpresa quandoojuizEvandroVolmar Rizzo apresentou a decisão do júri e a pena de 14 anos de prisão em regime fechado. Marlon Tadeu da Rosa, pai de Henrique, conversou com a reportagem do Jornal Correio do Sul. “ Eu acho que foi injusto a decisão do júri, não se tinha provas, a acusa- ção mesmo disse isso, então é lamentável! Infelizmente a única coisa que podemos fazer é esperar, o nosso advo- gado vai recorrer da decisão e vamos continuar no desejo de provar a inocência de nosso filho”. Sombrio/Gaivota
  • 14. 14 GeralJornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA PROCESSO LICITATÓRIO Nº 18/2017 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 06/2017 FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA RATIFICAÇÃO E AUTORIZAÇÃO Objeto: Dispensa de licitação, através do Processo Licitatório nº 18/2017, para a aquisição de medicamentos pertencentes ao componente básico da assistência Farmacêutica, de acordo com a RENAME 2013, REMUME 2014 e a Deliberação 501/CIB/13 do Estado de Santa Catarina, para atender as necessidades do Município de Balneário Arroio do Silva/SC, para o segundo semestre de 2017, conforme solicitação da Secretaria de Saúde de Balneário Arroio do Silva, que atendam às necessidades do contratante. Fornecedor: Consórcio Intermunicipal de Saúde da AMESC. Fundamentação legal: A presente dispensa de licitação encontra fundamento no inciso XXVI, do artigo 24 da Lei nº 8.666/93; parecer da Consultoria Geral do Tribunal de Contas nº COG/638/00 de 16/11/00, no Processo de Consulta nº COM-00/06009549, que resultou no pré-julgado nº 0944; art. 2°, § 1°, inciso III da Lei n° 11.107/05 e art. 18, do Decreto n° 6.017/07. Justificativa da contratação: A dispensa de licitação, no caso em questão, encontra justificativa na autorização legislativa que permite a aquisição de medicamentos pelos Municípios, diretamente de Consórcio Intermunicipal de Saúde, com preços notoriamente abaixo dos praticados no mercado. Na presente situação, será contratado o Consórcio Intermunicipal de Saúde da AMESC (CIS-AMESC), com preços notoriamente abaixo dos praticados no mercado. Assim sendo, a dispensa da licitação encontra amparo no artigo 24, inciso XXVI da Lei nº 8.666/93, e justifica-se pela obediência a todos os requisitos estabelecidos pelo dispositivo mencionado. Justificativa do preço: O valor global estimado dos serviços importa em R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), que serão pagos conforme fornecimento do objeto. Da dotação orçamentária: As despesas decorrentes desta aquisição correrão por conta das seguintes dotações: 3.3.90.32.02.00.00.00 (8); 3.3.90.32.02.00.00.00 (21); 3.390.32.02.00.00.00 (6). Balneário Arroio do Silva/SC, 28 de julho de 2017. GRAZIELA MINATTO DE SOUZA Gestora do Fundo Municipal de Saúde de Balneário Arroio do Silva ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE SOMBRIO PORTARIA Nº. 196 DE 28 DE JULHO DE 2017 NOMEIA SERVIDOR APROVADO PELO CONCURSO PÚBLICO EDITAL N 001/2015 (ADMINISTRAÇÃO) O PREFEITO MUNICIPAL DE SOMBRIO-SC, Senhor Zênio Cardoso, no uso da competência privativa que lhe confere a Lei Orgânica do Município de Sombrio, de 06 de abril de 1990 combinado com a Lei nº. 1.414 de 20 de Maio de 2003, e suas alterações. RESOLVE: Art. 1º. Nomear o servidor abaixo relacionado, aprovado no Concurso Público Edital nº. 001/2015 (Administração), para o cargo de Odontólogo, com Carga Horária de 40 (quarenta) horas semanais, sendo que o referido candidato deverá comparecer no prazo de 10 (dez) dias, no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Sombrio, munido dos documentos exigidos pelo Edital do Concurso Público nº. 001/2015, (Administração) para tomar posse: NOME Thais Freitas Formozo Esta Portaria Entra em vigor na data de sua publicação. Município de Sombrio – SC, 28 de julho de 2017. Zênio Cardoso Prefeito Municipal Registrada e publicada nesta secretaria em data supracitada José Sidnei Januário Secretário Municipal de Finanças e Administração Av. Papa João XXIII, 438, Parque das Avenidas, Sombrio - SC
  • 15. 15Geral Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 [PeloEstado] - O que se espera com o concurso público para 600 professores efetivos, anunciado na semana passada? Eduardo Deschamps - Tem muito a ver com a questão de qualidade. O professor efetivo fica mais fixo na escola onde vai atuar, enquan- to o contrato do ACT (Admitido em Caráter Temporário) é inter- rompido a cada período letivo. Ele pode até voltar no ano seguin- te, mas não necessariamente para a mesma escola. Com o professor efetivo é possível fazer um plane- jamento melhor no ambiente es- colar. Esse é o objetivo principal. Nós temos uma meta no Plano Estadual de Educação de chegar a 2024 com 80% de professores efetivos na rede. [PE] - Como está hoje? Deschamps - Hoje, pelo cálculo bruto, temos 54% de ACTs e 46% de efetivos. Mas, quando transfor- mo a carga horária para uma base única, de 40 horas semanais, essa relação se inverte. Por isso está errado o cálculo que foi divulgado pela imprensa de que as 600 vagas que estamos abrindo para pro- fessores efetivos representam so- mente 3% dos ACTs. O concurso é para 10 horas semanais garan- tidas, mas o professor pode pegar mais horas. Um efetivo novo pode substituir até quatro ACTs. Só vou saber exatamente como vai ficar essa relação no começo das aulas de 2018, quando os novos professores começam a trabalhar. Mas tem outro aspecto importan- te com a abertura desse concurso, que é a periodicidade. Fizemos um em 2012, com cerca de 5 mil profissionais efetivados, e estamos fazendo outro em 2017, que já é um tempo menor que o anterior, realizado em 2005. Periodicida- de de concursos e de chamadas. O de 2012, chamamos aprovados até 2014. O que estamos abrindo PeloEstado Entrevista EDUARDO DESCHAMPS O recomeço do ano letivo da rede pública estadual, nesta segunda-feira, vai movimentar 1.073 escolas, 518.916 alunos e 40.675 mil professores. Uma grande estrutura que recebe atenção permanente do secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps. Até quinta-feira (3 de agosto), ele vai participar da inauguração de reformas, ampliações e escolas novas em Lages, São José do Cerrito, Tijucas, Florianópolis, São João do Oeste, Bom Retiro, Pescaria Brava e Palhoça, parte de um pacote de 36 obras previstas para serem entregues ao longo do segundo semestre. Para dar conta de parte das novas demandas, a Secretaria anunciou, na semana passada, concurso público para 600 professores e 400 cargos administrativos. Em entrevista exclusiva para a Coluna Pelo Estado, Deschamps falou da importância desse concurso, dos investimentos na rede estadual e de novas ações que estão sendo desenvolvidas. Secretário da Educação desde 2012, ele concilia a tarefa com a presidência do Conselho Nacional de Educação e com participação nos conselhos Consultivo do EduLab 21, do Instituto Ayrton Senna, e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep); de Governança do Movimento Santa Catarina pela Educação, da Federação das Indústrias (Fiesc); e de Administração do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) e da Rede Rede Nacional de Ciência para a Educação (CPE). “Fizemos muito para a nossa capacidade financeira e de recursos humanos. Mas, como a rede é muito grande, ainda resta muita a fazer”. Leia a íntegra da entrevista em www.centraldediarios.com.br/cnr agora, vamos poder chamar pro- fessores até 2020. Ou seja, vamos fazer chamadas de acordo com o planejamento feito ano a ano. [PE] - O concurso abre vagas para quais outras funções? Deschamps - Vamos totalizar mil vagas com as 400 abertas também para assistentes e orientadores educacionais, e administradores e supervisores escolares. Os últimos concursos para esses cargos foram em 1998 e 2005. Da mesma forma, não tinha concurso para profes- sores de escola indígena e Cedup (Centro de Educação Profissio- nal), que estamos contemplando agora. Estamos criando uma pos- sibilidade de planejamento de ges- tão de recursos na rede pública es- tadual que vai, certamente, ajudar na qualidade da própria gestão. [PE] - Como foi definido o número de vagas? Deschamps - A limitação em mil vagas está relacionada a dois fa- tores. Um fator é a cautela para a chamada, feita de acordo com o número de aposentadorias, de tur- mas abertas, áreas de maior de- manda... na região Oeste eu tenho queda de matrículas, enquanto no litoral o número é crescente. Outro fator é a Lei de Responsabilidade Fiscal. O Estado está no limite. [PE] - Qual vai ser o nível de for- mação exigido para esses novos professores? Deschamps - Graduação de acor- do com a área. Os de séries iniciais têm que ter formação em Peda- gogia. Os de Ensino Médio vão precisar apresentar Licenciatura. Mas tudo estará definido no Edi- tal, que sai na primeira quinzena de agosto. E a distribuição dos aprovados será feita de acordo com a demanda. [PE] - A Secretaria implantou um novo modelo de contagem da ali- mentação escolar. Do que se trata? Deschamps - É um trabalho que fazemos já há algum tempo, junto com a Secretaria da Fazenda, de auditoria da alimentação escolar. Temos alimentação terceirizada, abrangendo 90% das unidades da rede, e autogestão. Sempre faze- mos um comparativo de custo e temos o indicativo de que a tercei- rizada ainda é mais barata e sem perda de qualidade. Só que temos um sistema arcaico de controle e as empresas contratadas são re- muneradas por refeição servida. Por isso queremos precisão na contagem. A Fazenda identificou inconsistências e partimos para a correção. O aluno receberá uma carteirinha com código de barras ou QR Code, que será apresentada para leitura em um tablet quando ele for se alimentar. Assim, o rela- tório é imediato e preciso. Vamos ter dados para monitorar. Até o final do ano, 270 escolas, com mais de 900 alunos cada, terão esse sistema, que suporta outras aplicações. O projeto piloto mos- trou que podemos ter uma queda de 10% do número de registros de refeições servidas pelas terceiriza- das, gerando economia. A ideia é que até o final de 2019 todas as escolas estaduais sejam atendidas pelo sistema, mas esse ritmo vai depender da capacidade de dis- tribuição de tablets e rede Wi-Fi para girar o sistema. O investi- mento inicial, só com os tablets, é de aproximadamente R$ 300 mil. [PE] - A Secretaria de Educação está investindo também em siste- mas de prevenção nas escolas. O que vai ser feito? Deschamps - Temos feito um tra- balho, junto com o Ministério Público e o Corpo de Bombeiros, da necessidade de adequação de todas as estruturas públicas, no nosso caso são as escolas, às nor- mas de prevenção de incêndio e exigências da legislação. Começa- mos a receber muitas notificações dos bombeiros por problemas nos chamados sistemas vitais, forma- dos por extintores de incêndio, iluminação de emergência e si- nalização de abandono do local. Vários foram os motivos: faltou manutenção, ficaram obsoletos ou foram danificados em atos de van- dalismo. Há casos em que o siste- ma é implantado e duas semanas depois já não existe mais. Extin- tores são frequentemente rouba- dos, assim como temos registrado muitos roubos de fiação elétrica, mesmo em escolas com vigilância. É assustador o que está aconte- cendo. Já tínhamos feito um in- vestimento de R$ 4 milhões, há dois anos, em um conjunto de cer- ca de 400 escolas, apontado como mais crítico pelos bombeiros, e agora será uma nova investida, para 888 unidades escolares e R$ 12,2 milhões em recursos. [PE] - Como está o Pacto por SC Educação? Deschamps - Evoluímos bastante. O Pacto foi lançado em 2012, mas, na verdade, passamos pelo menos dois anos botando ordem na casa. Fizemos uma lista de escolas que precisávamos atender, organi- zamos com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) a forma de prestação de contas e, nesse senti- do, era preciso ter a dominialida- de do local. Aí nos deparamos com um grande número de escolas sem escritura para o Estado. Foram doações da comunidade nunca le- galizadas. Levamos muito tempo para colocar esses documentos em dia. Depois foi preciso legalizar os projetos, fazer as licitações e obter os alvarás nas prefeituras, outra etapa que por vezes demora mui- to. Foram muito os problemas bu- rocráticos vencidos e as primeiras licitações começaram em 2013, mas o grosso foi em 2014 e 2015. Acredito que hoje temos 50% das obras previstas no Pacto já con- cluídas, índice que sobe para 90% se falarmos em obras iniciadas. [PE] - Quantas unidades novas fo- ram entregues? Deschamps - É preciso explicar que o Pacto está dividido em três fontes de financiamento – FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvi- mento da Educação), BNDES e Banco do Brasil. O FNDE finan- ciou basicamente escolas novas e quadras. O Banco do Brasil e o BNDES, as grandes reformas. Tí- nhamos 40 escolas novas para en- tregar e uma leva já foi. Restam agora 15 escolas novas, das quais só uma ou duas vão ficar para o começo do ano que vem. Se consi- derarmos escolas novas, reformas e ampliações, no segundo semes- tre vamos entregar 36 unidades, sem contar as quadras. Nesse pe- ríodo todo, fizemos algum tipo de intervenção em mais de 800 esco- las, com investimento mínimo de R$ 50 mil em cada uma. Fizemos muito para a nossa capacidade fi- nanceira e de recursos humanos, mas, como a rede é muito grande, ainda resta muita a fazer. “Investimos em planejamento para qualificar a gestão” Por Andréa Leonora redacao@peloestado.com.br ThiagoMarthendal Concurso Público Educação Estadual Professores - 600 vagas Cargos administrativos - 400 vagas Validade do concurso - dois anos prorrogáveis por mais dois Inscrições - de 14/agosto a 12/setembro Provas - 08/outubro Resultado final - 05/dezembro
  • 16. 16 PublicidadeJornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
  • 17. 17Publicidade Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017
  • 18. "Nãoqueroequipedefreiras",dizRenato após jogo duro e expulsão de Edílson Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 ARARANGUAENSE RAMON ABATTI AGORA É ARBITRO CBF Araranguá Porto Alegre O Grêmioatétentou, mas não conse- guiu furar mais de uma vez o bloqueio do Santos na noite deste domingo, na Arena, e ficou no empate em 1 a 1. O segundo tempo, principalmente, foi mais pega- do do que jogado. Nos últimos momentos, Edílson empurrou Thiago Ribeiro e foi expulso. Osjogadoresficaramnabronca 07-13-18-25-31-49 03-09-16-24-30-36 CONCURSO 1.674 DUPLA SENA 29/07 02-15-33-39-78 CONCURSO 4.442 QUINA 29/07 09-26-29-42-43-45 CONCURSO 1.953 MEGA SENA 29/07 com o árbitro Braulio da Silva Machado,masotécnicoRenato Gaúcho preferiu não reclamar. Afirmou apenas que não quer "freiras" nem "padres" em sua equipe. O treinador tricolor tem por costume não comentar decisões dos homens do apito apósaspartidas,pormaisqueos atletas,direçãoetorcidatenham reclamado de uma espécie de "antijogo" do Santos. Ao falar sobre a expulsão de Edílson OpresidentedaFederação CatarinensedeFutebol,Rubens Angelotti, entregou na última quinta-feira, na sede da enti- dade, em Balneário Camboriú, insígnias a novos integrantes do quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Diretor do Departamento de Arbitragem da FCF, Marco Antônio Martins, presenciou a entregasimbólicadasinsígnias. O jovem araranguaen- se Ramon Abatti Abel, que de goleiro dos campeonatos amadores de Araranguá e re- gião, virou árbitro e vem se destacando no estado, por sua idade,desenvoltura,humildade e trabalho sério, foi um dos que receberam o distintivo, e agora faz parte do quadro de árbitros da CBF. Ramon sempre gos- tou de atuar nos campeonatos amadores, onde era um grande goleiro e conquistou títulos nas competições da região. Depois começouamontarboasequipes nofutsal,eaapitarcompetições amadoras. Logo o ararangua- ense se tornou conhecido no estado todo, apesar da pouca idade, o que proporciona ainda muitos anos de atuação e busca pelo sucesso no Brasil e quem sabe chegar a árbitro Fifa. Além de Ramon, tam- bém são do quadro da CBF agora, Fernando Henrique de Medeiros,a árbitra assistente Gizeli Casari e o árbitro as- sistente Gianlucca Perrone de Vasconcellos. Atualmente o quadro na- cionaldearbitragemcontacom 35 integrantes filiados à Fede- ração Catarinense de Futebol, são 12 árbitros, uma árbitra, 17 árbitros assistentes e cinco árbitras assistentes. “Em minhas colunas sem- pre comentei que o Ramon seria sucesso, sempre apitando comdesenvolturaepulsofirme. Não tenho dúvidas que ele será escolhido o melhor árbitro do país em breve e será arbitro Fifa muito em breve, podem apostar nisso”disse o colunista esportivo Cleder Maciel. no fim, porém, Renato usou de suas figuras de linguagem para salientar que o time não deixará barato nos lances mais fortesenegouquetenhafaltado "malandragem". – Eles (jogadores) são malandros. Mas também não queroumaequipedefreiraaqui. Quero que ninguém seja padre dentro do campo. Na hora que tiver que chegar junto dentro de casa, tem que chegar junto, mas sempre com respeito ao adversário e ao árbitro. Minha equipe é de homens, não vai aceitar tudo, ficar cabisbaixo, mãozinhaparatrásevendotudo que acontece dentro de campo. Não falo de arbitragem, mas meu time não vai ser de freira, não. Sempre que tiver que chegar, vai chegar. Não com deslealdade, mas para mostrar que tem gente em casa – disse. Quanto ao resultado, Por- taluppimostrouinsatisfaçãopor a bola não ter entrado pela se- gundavez.Fezquestãodedizer que, caso houvesse vencedor, este seria o Grêmio, e elogiou a atuaçãodaequipe.Minimizoua chanceperdidadeaproximação ao Corinthians ao lembrar que nem sempre o Tricolor irá ven- cer no Brasileirão. – Normal no futebol. Nem sempre você vai ganhar. Mas o que me deixa feliz é que minha equipe jogou bem de novo. O Vanderlei foi muito bem mais uma vez. Nós trabalhamos muito, tentamos, não deixamos de criar. O Santos veio bem postado.MasoGrêmiofoibem superior. Criamos chances cla- ras, mas ele fizeram o primeiro gol, conseguimos o emapte. No segundo tempo, voltamos a criar, mas a bola não entrou mais – comentou Renato. O empate manteve o Grêmio em segundo, com 33 pontos, e os mesmos oito de diferença para o Timão. Na próxima quarta-feira, enfrenta o Atlético-GO, em Goiânia, às 21h45, pela 18ª rodada.
  • 19. Santa Cruz e Barcelona são campeões invictos Araranguá F esta bonita no CT Emerson Almeida lotado para assistir duas grandes partidas que de- cidiam os títulos deste ano,da segunda e da primeira divisão do campeonato de futebol amador de Araranguá. Na partida entre Santa Cruz e Coloniense, o Santa foi melhor no toque de bola e envolveu o adversário. O time do Geraldo Aurélio foi perfeito na marcação e na posse de bola e envolveu o time do Dango e do goleiro Ati. O Coloniense não esteve bem no jogo, só foi acordar mesmo depois que estava per- dendo de goleada. O meio de campo do Coloniense jogou mal, o que deixou bastante Brasileirão Série A Brasileirão Série B 19Esporte Jornal Correio do Sul Segunda-Feira, 31 de Julho de 2017 espaço para a forte equipe do Santa Cruz jogar. O zagueiro Anderson Bill fez dois gols de cabeça, Ramon e Maykon Viana também anotaram seus gols. Quando parecia que o time do bairro Mato Alto iria fazer mais, o Coloniense di- minuiu com dois gols de Luiz Henrique, e já nos acréscimo o Santa Cruz, com um ho- memamenos,sofreu uma grande pressão, mas o goleiro Júlio César, em uma tarde inspirada, conseguiu fazer defesas importantes. Do outro lado, o goleiro Ati também fez grandes defesas, mesmo assim o Santa Cruz venceu de 4 x 2 e conquistou o título invicto. O Santa Cruz além de levar o troféu de campeão, ainda conquistou medalhas e uma moto CG Honda 0km. Já o Coloniense levou para casa a premiação de R$ 2 mil em dinheiro, troféu e medalhas, e ainda o artilheiro da com- petição Luiz Henrique, e o goleiro menos vazado até as semifinais, Ati. Barce- lona invicto na série B A final da série B foi uma belíssima partida entre Barcelona Aru e Ave- nida, os dois melhores times da segunda divisão deste ano, e que estão garantidos na primeira divisão do ano que vem. Apartida foi bastante dis- putada, de um lado um time jovem e do outro um mais experiente, os dois correndo bastante e fazendo jogadas que levantaram as duas tor- cidas. O Barcelona perdeu um pênalti com o experiente Pas- tor Jean, mesmo assim não se abalou e partiu para o ataque buscando seu gol. Enquanto isso, os jovens jogadores do Avenida buscaram de todas as formas o gol, porém paravam nas mãos do experiente golei- ro Fabiano Borges. De tanto tentar, o Bar- celona conseguiu marcar, o zagueiro Toninho de cabeça anotou o único gol da partida. O Barcelona conquistou seu título com a vitória de 1 x 0 sobre o Avenida. O resultado foibastantecomemoradopelo presidente Jonas, pelo trei- nador Clei, atletas e comis- são técnica. O Avenida saiu também de cabeça erguida e parabenizou o adversário. O time do Barcelona Aru levou para casa o tro- féu de campeão, as meda- lhas e a premiação de R$ 1.500,00. O Avenida faturou troféu,medalhas e mil reais. O goleiro Fabiano Borges do Barcelona foi o menos vazado, já o artilheiro foi o Adriano Réus do Centenário. “Quero aqui agradecer a todos que compareceram, fe- chamosessecampeonatocom chavedeouro”,disseodiretor de Esportes Marcel Pedro. Se fizeram presentes na entregadaspremiações,opre- feito Mariano Mazzuco Neto, o deputado estadual Manoel Mota, o presidente da câmara de vereadores Daniel Viriato Afonso, o diretor do Samae JoséHilsonSasso, secretários e vereadores. Familiares do homena- geado com o nome da taça, Nascimento José dos Santos, ajudaram a entregar as pre- miações e foram homenage- ados pelo prefeito municipal.
  • 20. SEGUNDA-FEIRA, 31 DE JULHO DE 2017