SlideShare uma empresa Scribd logo
os números
Os números que todos usamos (1,2,3,4,5,6, etc.) são chamados “números arábicos” para os distinguirmos dos “números romanos” (I,II,III,IV,V,VI, etc.). Os árabes popularizaram estes números, mas a sua origem remonta aos comerciantes fenícios que os usavam para contar e fazer a contabilidade comercial.
Mas você alguma vez pensou por que motivo “1” significa "um", “2” significa "dois“, etc.? Os números romanos são fáceis de compreender mas… Qual é a lógica que há por detrás dos números arábicos ou fenícios?
Muito simples: Trata-se de ângulos É pura lógica: Se você escrever o número na sua  forma primitiva , verá que: O número 1 tem um ângulo. O número 2 tem dois  ângulos.  O número 3 tem três  ângulos  e assim por diante E o  "O" não tem ângulo nenhum.
E como uma imagem vale mais que mil palavras…
Tradução de:  Fernando Bensabat  [email_address]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os números
Os númerosOs números
Os números
Vanda Barbosa
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
Ana Maria
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
José Roberto
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
tuchav
 
números
númerosnúmeros
números
smdsm
 
Onúmerode ouro
Onúmerode ouroOnúmerode ouro
Onúmerode ouro
Fernando Damasceno
 
NÚMEROS
NÚMEROSNÚMEROS

Mais procurados (8)

Os números
Os númerosOs números
Os números
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
 
números
númerosnúmeros
números
 
Onúmerode ouro
Onúmerode ouroOnúmerode ouro
Onúmerode ouro
 
NÚMEROS
NÚMEROSNÚMEROS
NÚMEROS
 

Destaque

Inscripsion a cursos
Inscripsion a cursosInscripsion a cursos
Inscripsion a cursos
Yaris_Maldonado
 
Fotos.pdf
Fotos.pdfFotos.pdf
Dois cafés e a conta1902
Dois cafés e a conta1902Dois cafés e a conta1902
Dois cafés e a conta1902
Sergyo Vitro
 
Ingilis dili 10 z. aliyeva ad
Ingilis dili 10 z. aliyeva adIngilis dili 10 z. aliyeva ad
Ingilis dili 10 z. aliyeva ad
mimio_azerbaijan
 
Buku panduan bbl
Buku panduan bblBuku panduan bbl
Buku panduan bbl
Susianti Asry Uchie
 
Kti wa ode sitti nurbaedah
Kti wa ode sitti nurbaedahKti wa ode sitti nurbaedah
Kti wa ode sitti nurbaedah
Operator Warnet Vast Raha
 
Intolerancia religiosa
Intolerancia religiosaIntolerancia religiosa
Intolerancia religiosa
JACQUELM
 
Cronología de los sistemas operativos
Cronología de los sistemas operativosCronología de los sistemas operativos
Cronología de los sistemas operativos
carmeniborra10
 
Derecho registral notarial
Derecho registral notarialDerecho registral notarial
Derecho registral notarial
JoseantonioUFT
 
Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.
Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.
Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.
JJAPULA
 
LINEA DEL TIEMPO DE WINDOWS
LINEA DEL TIEMPO DE WINDOWSLINEA DEL TIEMPO DE WINDOWS
LINEA DEL TIEMPO DE WINDOWS
Llabajo Baez
 
2015 agos actas extraprotocolares 2015
2015 agos actas extraprotocolares 20152015 agos actas extraprotocolares 2015
2015 agos actas extraprotocolares 2015
UNIVERSIDAD DE SAN MARTIN DE PORRES
 
Linea del tiempo Microprocesadores 242M
Linea del tiempo Microprocesadores 242MLinea del tiempo Microprocesadores 242M
Linea del tiempo Microprocesadores 242M
Fernando Fernandez
 
YP-P2 Benutzerhandbuch
YP-P2 BenutzerhandbuchYP-P2 Benutzerhandbuch
YP-P2 Benutzerhandbuch
marco678
 
Tarjeta madre
Tarjeta madre Tarjeta madre
Tarjeta madre
jairoymateo
 

Destaque (20)

Trabajo practico 2
Trabajo practico 2Trabajo practico 2
Trabajo practico 2
 
test
testtest
test
 
Hotel in shimla
Hotel in shimlaHotel in shimla
Hotel in shimla
 
Inscripsion a cursos
Inscripsion a cursosInscripsion a cursos
Inscripsion a cursos
 
Reliance
RelianceReliance
Reliance
 
Fotos.pdf
Fotos.pdfFotos.pdf
Fotos.pdf
 
Const i f inal
Const i f inalConst i f inal
Const i f inal
 
Dois cafés e a conta1902
Dois cafés e a conta1902Dois cafés e a conta1902
Dois cafés e a conta1902
 
Ingilis dili 10 z. aliyeva ad
Ingilis dili 10 z. aliyeva adIngilis dili 10 z. aliyeva ad
Ingilis dili 10 z. aliyeva ad
 
Buku panduan bbl
Buku panduan bblBuku panduan bbl
Buku panduan bbl
 
Kti wa ode sitti nurbaedah
Kti wa ode sitti nurbaedahKti wa ode sitti nurbaedah
Kti wa ode sitti nurbaedah
 
Intolerancia religiosa
Intolerancia religiosaIntolerancia religiosa
Intolerancia religiosa
 
Cronología de los sistemas operativos
Cronología de los sistemas operativosCronología de los sistemas operativos
Cronología de los sistemas operativos
 
Derecho registral notarial
Derecho registral notarialDerecho registral notarial
Derecho registral notarial
 
Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.
Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.
Linea de tiempo del sistema operativo Linux-Cronología.
 
LINEA DEL TIEMPO DE WINDOWS
LINEA DEL TIEMPO DE WINDOWSLINEA DEL TIEMPO DE WINDOWS
LINEA DEL TIEMPO DE WINDOWS
 
2015 agos actas extraprotocolares 2015
2015 agos actas extraprotocolares 20152015 agos actas extraprotocolares 2015
2015 agos actas extraprotocolares 2015
 
Linea del tiempo Microprocesadores 242M
Linea del tiempo Microprocesadores 242MLinea del tiempo Microprocesadores 242M
Linea del tiempo Microprocesadores 242M
 
YP-P2 Benutzerhandbuch
YP-P2 BenutzerhandbuchYP-P2 Benutzerhandbuch
YP-P2 Benutzerhandbuch
 
Tarjeta madre
Tarjeta madre Tarjeta madre
Tarjeta madre
 

Semelhante a A origem dos_numeros

Curiosidades números
Curiosidades  númerosCuriosidades  números
Curiosidades números
mariacferreira
 
Curiosidades números
Curiosidades  númerosCuriosidades  números
Curiosidades números
mariacferreira
 
Numeros
NumerosNumeros
Os número..
Os número..Os número..
Os número..
SMEC PANAMBI-RS
 
Origemdosnumeros
OrigemdosnumerosOrigemdosnumeros
Origemdosnumeros
danyalos
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
Jorge Alberto
 
Origemdosnumeros
OrigemdosnumerosOrigemdosnumeros
Origemdosnumeros
danyalos
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
emefalferes
 
Os NúMeros
Os NúMerosOs NúMeros
Os NúMeros
QSEJAETERNO
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
Lucio Borges
 
8170 números
8170 números8170 números
8170 números
Lucio Borges
 
Algarismos Arábicos
Algarismos  ArábicosAlgarismos  Arábicos
Algarismos Arábicos
Antenor Pelegrino Filho
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
Joao Ferreira
 
OS NÚMEROS
OS NÚMEROSOS NÚMEROS
OS NÚMEROS
thehousepira
 
NúMeros
NúMerosNúMeros
NúMeros
cab3032
 
Números
NúmerosNúmeros
Origem dos números
 Origem dos números Origem dos números
Origem dos números
derlonpipcbc
 

Semelhante a A origem dos_numeros (17)

Curiosidades números
Curiosidades  númerosCuriosidades  números
Curiosidades números
 
Curiosidades números
Curiosidades  númerosCuriosidades  números
Curiosidades números
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
 
Os número..
Os número..Os número..
Os número..
 
Origemdosnumeros
OrigemdosnumerosOrigemdosnumeros
Origemdosnumeros
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
 
Origemdosnumeros
OrigemdosnumerosOrigemdosnumeros
Origemdosnumeros
 
Numeros
NumerosNumeros
Numeros
 
Os NúMeros
Os NúMerosOs NúMeros
Os NúMeros
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
 
8170 números
8170 números8170 números
8170 números
 
Algarismos Arábicos
Algarismos  ArábicosAlgarismos  Arábicos
Algarismos Arábicos
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
 
OS NÚMEROS
OS NÚMEROSOS NÚMEROS
OS NÚMEROS
 
NúMeros
NúMerosNúMeros
NúMeros
 
Números
NúmerosNúmeros
Números
 
Origem dos números
 Origem dos números Origem dos números
Origem dos números
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 

A origem dos_numeros

  • 2. Os números que todos usamos (1,2,3,4,5,6, etc.) são chamados “números arábicos” para os distinguirmos dos “números romanos” (I,II,III,IV,V,VI, etc.). Os árabes popularizaram estes números, mas a sua origem remonta aos comerciantes fenícios que os usavam para contar e fazer a contabilidade comercial.
  • 3. Mas você alguma vez pensou por que motivo “1” significa "um", “2” significa "dois“, etc.? Os números romanos são fáceis de compreender mas… Qual é a lógica que há por detrás dos números arábicos ou fenícios?
  • 4. Muito simples: Trata-se de ângulos É pura lógica: Se você escrever o número na sua forma primitiva , verá que: O número 1 tem um ângulo. O número 2 tem dois ângulos. O número 3 tem três ângulos e assim por diante E o "O" não tem ângulo nenhum.
  • 5. E como uma imagem vale mais que mil palavras…
  • 6. Tradução de: Fernando Bensabat [email_address]