Ganhar Dinheiro na Internet: 41 Erros Estúpidos a Evitar
Ganhar Dinheiro na Internet: 41 Erros Estúpidos a Evitar
Tags: Como ganhar dinheiro na internet, conselhos de sucesso, err...
Quando se pode aprender com os erros dos outros, poupamos uma enormidade de tempo, de dinheiro e de dores de cabeça.
Foi u...
Liguei-me entretanto com alguns gurus de língua portuguesa e estive na fundação do “The Magnet System” (fui mesmo eu quem ...
Índice dos 41 Erros Estúpidos que te impedem de Ganhar Dinheiro na Internet
(No artigo faço a explicação de cada item. Alt...
28. Limitar-se a seguir as opiniões dos gurus e não achar o seu próprio caminho
29. Seguir as pessoas erradas
30. Seguir t...
Se te posso dar uma opinião sobre este assunto: escolhe pessoas que tenham realmente resultados fazendo aquilo que ensinam...
Falha Depressa. Há uma quantidade de erros que terás de cometer. Comete-os depressa, aprende o máximo e segue em frente.
A...
Não há que ter medo de errar e não podes ficar a ponderar indefinidamente sobre um mesmo assunto. Esta é uma das coisas qu...
Querer que outras pessoas te dêem de graça o que sabem é como ir a uma loja e querer trazer de graça o pão, o leite e toda...
7- Comprar coisas de pouco valor e/ou evitar comprar informação de relevância superior. Achar
que caso não invista dinheir...
8- Comprar cursos e não pôr em prática
Vou contar-te uma história verídica: Há uns anos tive a ideia revolucionária de lan...
“- Se eu comprar este produto, quanto dinheiro poderei ganhar?”
O quê? Que eu saiba não é por comprarmos coisas que vamos ...
Os introvertidos, os autónomos, e muitos líderes habituaram-se a fazer tudo sozinhos. É preciso aproveitar também as siner...
 Um técnico de informática (até pode ser o melhor do mundo) não é necessariamente uma pessoa que sabe ganhar dinheiro na ...
- “O que preciso fazer para ter o meu dinheiro de volta em 30 dias?” (só para dar um exemplo de um prazo).
A primeira perg...
Precisas saber uma coisa: quando tu corres atrás do dinheiro de outra pessoa ela protege-se de ti. Quanto mais focado está...
Todos os esquemas legais mas pouco éticos, têm fins semelhantes. Mantém-te afastado destes esquemas se pretendes ganhar di...
 As pessoas que perdem o entusiasmo porque ele vem dos resultados, quanto menos resultados menos entusiasmo e, quando men...
Os resultados vêm, 100% das vezes: Se fizermos a ação correta durante o tempo necessário. Só isso.
15- Não querer aprender...
É preciso substituir TODOS os pensamentos negativos por pensamentos positivos. TODOS, SEMPRE, A TODAS AS HORAS DO DIA E DA...
As histórias que contas a ti mesmo, diariamente, determinam o teu futuro. Quanto mais depressa te convenceres disto e trat...
Uma das perguntas que me fazem com mais frequência, pessoas que dizem que querem ganhar dinheiro na Internet, é esta:
– “Q...
18- Ter uma abordagem esgotada ao seu nicho de mercado
Falemos de coisas práticas. Esta é a realidade do mercado quanto a ...
Tens um negócio de bicicletas há 20 anos. Quando abriste fizeste uns milhares de folhetos que entregaste no correio
para s...
Precisas procurar continuamente novas abordagens, ser criativo. Quando estás a fazer algo que funciona e que ainda poucas ...
A pobre da galinha passa 5 minutos sentada num ovo, e, quando começa a atingir a temperatura para começar a chocar,
a desg...
Tenho pessoas na minha lista de contactos no telefone que não podiam estar menos interessadas naquilo que eu tenho para ve...
Contactos devem ser sempre de pessoas que escolheram receber as tuas mensagens, apreciam-nas, e, se deixarem de as aprecia...
Era impressionante o detalhe: tão igual que ninguém conseguiria perceber a diferença: todas as medidas, as cores, até
os p...
22- Copiar conteúdos de outras pessoas ou distribuir materiais sem licença.
Há muitas pessoas que admiro muito e, quando l...
Todos os sites que consultei e que falam de “como ganhar dinheiro online” escritos por pessoas que realmente ganham dinhei...
Esta é a atitude que te leva ao sucesso, mais cedo ou mais tarde.
Entretanto, todos os impacientes que desistiram depois d...
24- Achar que os sistemas de divulgação automática resolvem o problema de tráfego.
Tendo um blog ou tendo um sistema de ca...
25- Achar que a divulgação gratuita é suficiente para ter tráfego em larga escala sem ter
experiência e conhecimento de SE...
É preciso ter consistência na comunicação que se faz com a nossa audiência. Se é um email por semana, é um email por seman...
 Se tem um ebook que ensina SEO e que coloca o teu nome nas primeiras páginas do Google, é melhor que quando a pessoa tec...
28- Limitar-se a seguir as opiniões dos gurus e não achar o seu próprio caminho (nunca será
do tamanho do guru e muito men...
Uma das coisas importantes que precisas fazer para teres uma possibilidade séria de ganhar dinheiro na Internet com um neg...
Pode ser bem complicado ganhar dinheiro na Internet quando se segue toda a gente e não se segue ninguém.
30- Seguir toda a gente e não seguir ninguém.
No que respeita a ganhar dinheiro na Internet, são muito mais as vozes que a...
 O custo é o local onde colocamos o nosso dinheiro e ele desaparece transformando-se em outra coisa: compraste uma casa, ...
Querem aprender com o se faz, compram cursos e treino, eu e a equipa ensinamos e ganhamos comissões que acabam
por cobrir ...
Hábitos de trabalho: precisam ser de excelência. De alto nível. Precisas ser super-produtivo, fazer muito em pouco tempo, ...
BÓNUS PARA OS LEITORES DESTE ARTIGO: Cria a Tua Conta Grátis ACEDE IMEDIATAMENTE AOS VÍDEOS
33- Pensar que as dificuldades...
Às vezes a gente tem as ideias ao contrário.
Quando digo a alguém para comprar um determinado produto ou ferramenta necess...
Tomas a decisão de começar o teu próprio projeto online trabalhando comigo, por exemplo. Falas comigo, conheces-me, fazes ...
 Outras pessoas, na minha opinião mais espertas, mantêm o objetivo, mas mudam o plano. As vezes a mudança tem de ser tão ...
Se alguém precisa criticar outra pessoa para se sentir bem consigo mesma, alguma coisa de muito errado se passa na sua vid...
37- Ter uma atitude negativa: chorar, lamentar-se constantemente e focar-se nas dificuldades
em vez de se focar e celebrar...
O que acontece 100% das vezes é que acabas por não vender nada a ninguém, simplesmente porque, nos 4 ou 5 nichos para os q...
 Quando faz uma página de captura faz as coisas conforme lhe agradam mais sem testar o que resulta melhor. Faz como acha ...
 Há pessoas que não trabalham apaixonadamente porque não querem colocar um investimento emocional grande naquilo que estã...
Estou mas ou menos intolerante a desculpas e este tipo de comentários são somente justificações que a pessoa está a invent...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ganhar Dinheiro na Internet 41 Erros Estúpidos a EvitaGanhar dinheiro na internet 41 erros estúpidos a evitar

268 visualizações

Publicada em

Para todas as pessoas particulares, profissionais e empresas que já ganham algum dinheiro na Internet mas ganham menos do que gostariam de ganhar.
Para todas as pessoas que gostariam de começar a ganhar dinheiro na Internet mas ainda não tiveram a oportunidade ou a coragem de começar.
Todas as pessoas curiosas que querem saber coisas só porque sim, e depois não fazem nada de produtivo com essa informação (também são muitas e respeitáveis).

Publicada em: Marketing
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
268
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ganhar Dinheiro na Internet 41 Erros Estúpidos a EvitaGanhar dinheiro na internet 41 erros estúpidos a evitar

  1. 1. Ganhar Dinheiro na Internet: 41 Erros Estúpidos a Evitar
  2. 2. Ganhar Dinheiro na Internet: 41 Erros Estúpidos a Evitar Tags: Como ganhar dinheiro na internet, conselhos de sucesso, erros, erros estúpidos, fracassar na Internet, mentalidade para o sucesso, sucesso, ter sucesso na internet This post is in Portuguese. Click here to view ALL posts in Portuguese, English. Faz o que Gostas + Bloga sobre isso =Ganha Dinheiro Quase todas as pessoas cometem ou já cometeram algum destes 41 erros estúpidos que impedem uma pessoa de ganhar dinheiro na Internet. A lei de Pareto diz que 80% do dinheiro que é ganho na Internet é ganho por 20% das pessoas. Isto funciona em qualquer nicho e em praticamente qualquer abordagem. Também no que diz respeito ao “ganhar dinheiro na Internet”. Vais ver com detalhe os Erros que esses 20% das pessoas que ganhamos 80% do dinheiro que é ganho na Internet simplesmente não cometemos. Quando comecei a minha aventura a tentar ganhar dinheiro online, só o fiz porque não tinha outra alternativa. A minha empresa de webdesign e de design gráfico passava por dificuldades consideráveis, eu trabalhava mais de 12 horas por dia e todos os fins de semana, e não sabia o que mais haveria de fazer. Estávamos no ano de 2005, Janeiro, quando lancei online um suplemento alimentar redutor do apetite, para ajudar as pessoas a perderem peso. Como não sabia nada de Internet Marketing, fiz umas páginas de venda e tratei de fazer spam nas redes sociais que havia na altura: Hi5, Orkut, e um pouquinho de uma cena nova chamada Facebook. Fiz algumas vendas e ganhei algum dinheiro. Vendia por 47 euros um produto que me custava 6, mas que era novidade e difícil de encontrar.
  3. 3. Quando se pode aprender com os erros dos outros, poupamos uma enormidade de tempo, de dinheiro e de dores de cabeça. Foi um negócio de oportunidade num nicho muito explorado mas sedento de novidades e novas abordagens. Funcionou relativamente bem enquanto durou.
  4. 4. Liguei-me entretanto com alguns gurus de língua portuguesa e estive na fundação do “The Magnet System” (fui mesmo eu quem inventou o nome com o jogo de palavras entre MAGnético e InterNET) o primeiro sistema de Marketing de Atração bem-sucedido em língua portuguesa. Ajudei o Magnet System a crescer fazendo todo o seu design e muito do seu marketing, e dirigi o marketing do lançamento de todos os seus produtos. Em Outubro de 2012 comecei finalmente a ter um sucesso interessante com os Lazy Millionaires de que sou membro fundador e a Empower Network, cujo conselho de líderes mundial integrei um ano e meio de pois de ter iniciado a parceria. Os cerca de 500 mil euros de rendimento que consegui na Internet nestes 2 anos e meio de ação profissional com Empower Network e com os Lazy Millionaires dão-me uma visão muito clara do caminho que percorri, dos erros que cometi e do que posso fazer para evitar que cometas os mesmos erros, e alguns da lista que eu, pessoalmente, não cheguei a cometer. Hoje estou ainda mais convicto do que alguma vez estive: Sei que “ganhar dinheiro na Internet” não é só para alguns. Pode ser para toda a gente que evitar cometer estes erros. Ou, se os cometer uma vez, não se entusiasme e não volte a cometê-los continuadamente. (Recordo-te que todos os resultados mencionados ao longo deste artigo são verdadeiros mas não são típicos nem médios na Indústria do Ganhar Dinheiro na Internet. Resultados típicos de afiliados da Empower Network podes consultá-los em ruigabriel.com/rendimentos) Antes de te dar a lista dos 41 erros estúpidos que impedem uma pessoa de ganhar dinheiro na Internet, quero esclarecer para quem escrevi este artigo. Ele é dirigido a  Todas as pessoas particulares, profissionais e empresas que já ganham algum dinheiro na Internet mas ganham menos do que gostariam de ganhar.  Todas as pessoas que gostariam de começar a ganhar dinheiro na Internet mas ainda não tiveram a oportunidade ou a coragem de começar.  Todas as pessoas curiosas que querem saber coisas só porque sim, e depois não fazem nada de produtivo com essa informação (também são muitas e respeitáveis). ok?
  5. 5. Índice dos 41 Erros Estúpidos que te impedem de Ganhar Dinheiro na Internet (No artigo faço a explicação de cada item. Altamente recomendado ler!) 1. Não começar 2. Ficar bloqueado pela desconfiança 3. Não entender que a maior parte do conhecimento é adquirido no processo 4. Pensar que ganha dinheiro sem trabalho 5. Querer tudo de graça 6. Achar que encontra tudo de graça no Google 7. Comprar somente coisas de pouco valor e/ou evitar comprar informação de relevância superior 8. Comprar cursos e não pôr em prática 9. Querer fazer tudo sozinho (não procurar networks nem mentores) 10. Querer receber antes de dar 11. Focar exclusivamente no dinheiro que quer ganhar em vez de focar no valor que tem para dar 12. Participar em esquemas de pirâmide e de enriquecimento rápido 13. Perder o entusiasmo 14. Desistir 15. Não querer aprender 16. Pensamento crónico destrutivo 17. Parar de investir (tempo, dinheiro, competências) e não escalar 18. Ter uma abordagem esgotada ao seu nicho de mercado 19. Criar múltiplas fontes de rendimento sem ligação umas com as outras 20. Usar de “esquemas manhosos” para conseguir contactos 21. Achar que basta estar inscrito nas listas dos gurus e copiar por eles 22. Copiar conteúdos de outras pessoas ou distribuir materiais sem licença 23. Não ter paciência nem perseverança 24. Achar que os sistemas de divulgação automática resolvem o problema de tráfego 25. Achar que a divulgação gratuita é suficiente para ter tráfego em larga escala 26. Ter pouca consistência na entrega de valor 27. Fazer-se passar por “guru” ou “especialista” sem ser na verdade nem uma coisa nem outra
  6. 6. 28. Limitar-se a seguir as opiniões dos gurus e não achar o seu próprio caminho 29. Seguir as pessoas erradas 30. Seguir toda a gente e não seguir ninguém 31. Sendo o seu próprio patrão, manter mindset de empregado 32. Manter atitudes de amador: pouca ou nenhuma disciplina, fazer pouco 33. Pensar que as dificuldades são só suas e não ter noção de que todas as pessoas de sucesso passaram por dificuldades 34. Fazer as perguntas certas, às pessoas erradas 35. Continuar sem resultados durante muito tempo e não querer mudar nada 36. Criticar quem tem resultados em vez de apreciar e aprender com eles 37. Ter uma atitude negativa 38. Tentar vender tudo a todos 39. Não medir e não usar dados 40. Não investir o máximo em tempo, dinheiro e dedicação 41. Acreditar que ficar rico a ganhar dinheiro na Internet é só para os outros 1- Não começar Um dos erros mais comuns é demorar uma eternidade a tomar uma decisão, e, depois de tomada a decisão demorar uma eternidade a tomar ação, Lembra-me a história dos sapos que conto aqui. O facto é que, enquanto não começares nada acontece. A oportunidade de hoje NÃO continua aqui amanhã. A oportunidade de amanhã será outra. a de hoje podes aproveitá-la ou perdê-la para sempre às vezes com custos consideráveis. 2- Ficar bloqueado pela desconfiança (não saber em quem confiar) Quando há muita gente a falar pode ser difícil escolher quem ouvir. No que diz respeito a “Ganhar Dinheiro na Internet” há mais ruído do que informação válida. Isso acontece porque qualquer pessoa que precisa vender informação acerca de “como ganhar dinheiro na Internet” acha que tem de mostrar-se um especialista no assunto. Por isso fala como se fosse um entendido e na grande maioria das vezes não ganha nada ou ganha pouco. Está ele também a aprender.
  7. 7. Se te posso dar uma opinião sobre este assunto: escolhe pessoas que tenham realmente resultados fazendo aquilo que ensinam, que te queiram ajudar e que te mereçam respeito e confiança. 3- Não entender que a maior parte do conhecimento é adquirido no processo, depois de começar, e pretende saber como tudo vai ser antes de dar o primeiro passo. Algumas pessoas pensam que ganhar dinheiro na Internet depende das circunstâncias: do negócio, da empresa, dos produtos, do mercado, das margens, das comissões. Com certeza depende um pouco de tudo isso, mas depende principalmente de cada um. Como não têm essa percepção sentem-se tão inseguras se não sentirem que dominam todas as fases, todas as possibilidades, e todas as variáveis. Acham que poderão ganhar mais dinheiro se souberem mais coisas no início, se tiverem mais dados. Isso é em parte verdade: ninguém quer atirar-se de cabeça para uma coisa completamente desconhecida, mas por outro lado a quantidade de informação necessária para se começar um projeto e ter sucesso não é muito grande.
  8. 8. Falha Depressa. Há uma quantidade de erros que terás de cometer. Comete-os depressa, aprende o máximo e segue em frente. A maior parte das decisões são tomadas à medida que vão aparecendo as necessidades. A maior parte dos dados virão com a prática. E os erros, começa a cometê- los de preferência logo no início, o mais depressa possível para mais depressa avançares.
  9. 9. Não há que ter medo de errar e não podes ficar a ponderar indefinidamente sobre um mesmo assunto. Esta é uma das coisas que as pessoas de sucesso nesta área dizem com frequências: “Se é para ganhar dinheiro na Internet, vamos lá ganhar dinheiro na Internet. O que preciso fazer agora?” 4- Pensar que ganha dinheiro sem trabalho (quer sucesso sem viver o processo) Quando uma pessoa quer mudar de vida mas não pretende mudar nada na sua vida, isso só pode dar mau resultado. Todo o sucesso é fruto de um processo e não há atalhos. Vamos falar disto em detalhe noutras ocasiões, mas precisas saber o seguinte: Há diversas actividades que terás de desenvolver, várias tarefas que terás de executar. Haverão coisas para aprender e coisas para melhorar. É assim que se ganha dinheiro na Internet: seguindo um plano de acção. Isso não se faz não fazendo nada e, quem te disser o contrário provavelmente está com algumas segundas intenções a teu respeito e precisas proteger-te dessa pessoa. 5- Querer tudo de graça e achar mal que os outros cobrem por informações que têm. Quando andava no seminário e era ainda adolescente ouvi o meu mestre dizer: “Rui, não é estúpido que uma pessoa ache errado que outros façam precisamente aquilo que ela gostaria de fazer?” Naquela altura ele referia-se a um assalto feito às guloseimas guardadas na despensa feito por seminaristas meus amigos e denunciados por um outro. O facto é que uma pessoa que quer ganhar dinheiro na Internet precisa entender que outras pessoas também querem ganhar dinheiro na Internet. Precisa entender também que provavelmente essas outras pessoas estão alguns passos à sua frente (ou muitos!) e que já investiram muito tempo e dinheiro na sua própria formação: Assumiram riscos, deram o seu melhor. Acertaram numas coisas, erraram em outras. Agora estão a colocar à tua disposição algum do seu conhecimento e alguma da sua experiência. Porque motivo haveriam de dar-te isso de graça? Porque motivo haverias tu de dar de graça a um perfeito desconhecido o fruto do teu trabalho e do investimento que fizeste em ti mesmo durante meses ou anos?
  10. 10. Querer que outras pessoas te dêem de graça o que sabem é como ir a uma loja e querer trazer de graça o pão, o leite e todas as mercearias de que precisas, e ainda achar mal que o dono da loja queira dinheiro por isso… Pior: tu próprio estás a pensar em montar uma mercearia e querer ganhar dinheiro com ela! No ranking de ideias estúpidas esta é uma das mais estúpidas, não achas? 6- Achar que encontra tudo de graça no Google Presta bem atenção: NÃO HÁ NADA GRÁTIS. Leste bem. Podes pensar que estou aqui a escrever este artigo e a dar-te estas informações de graça, mas isso não é correto. Eu ganho dinheiro com o meu blog (mais de 500 mil euros nos últimos 2 anos e meio, para ser mais exato – resultados não típicos: rendimentos médios estão em ruigabriel.com/rendimentos). Não sei se serás tu que irás comprar alguma coisa que me dará uma comissão, mas isso não é importante para mim. Alguém irá. E essa pessoa que me comprar alguma coisa vai ficar alguns anos luz à tua frente, caso não me compres nada, simplesmente porque tem acesso a mim e ao meu conhecimento de uma forma que Google nenhum deste planeta alguma vez poderá ter. Quando tiver dúvidas e dificuldades, eu estou aqui. Quando tiver sonhos e objetivos eu estou aqui para proporcionar um caminho feito à sua medida, conforme as suas circunstâncias e os seus objetivos. É isso que faço, por exemplo com as pessoas que pretendem trabalhar comigo e compram o sistema de blog Kalatú e a afiliação (link de afiliado) como primeiras ferramentas de trabalho que em breve irão aprender a usar com maestria. Esta conexão pessoal é o que faz a diferença entre quem sabe ganhar dinheiro na Internet e quem pensa que sabe como se ganha dinheiro na Internet. Para aprenderes como se ganha dinheiro na Internet tu não precisas somente de é informação dispersa e acessível a todos. Precisas de informação que a maioria das pessoas não tenha (pois é: a maioria das pessoas pensa que pode achar tudo no Google e não compra informação relevante nem se conecta com pessoas relevantes porque isso custa dinheiro) para teres resultados que a maioria das pessoas não tem. Se pensares bem: a maioria das pessoas pensa que tem tudo de graça no Google, a maioria das pessoas não quer comprar informação relevante nem investir em criar conexões com pessoas relevantes, e… a maioria das pessoas não ganha nada na Internet. Estás a ver aqui um padrão?
  11. 11. 7- Comprar coisas de pouco valor e/ou evitar comprar informação de relevância superior. Achar que caso não invista dinheiro nenhum não corre qualquer risco Os negócios são como o amor em muitas coisas. Há quem não invista emocionalmente numa relação porque tem medo que não resulte e tem medo de sofrer. Porém o facto de não investir na relação é aquilo que vai fazer com que essa relação não funcione! Depois de terminada a relação ficas a pensar: “ainda bem que não investi muito nela, eu já sabia que podia não durar”. Ridículo! (para não lhe chamar estúpido, que pode ser um pouco forte aqui neste contexto) A realidade acaba por validar a crença. Esta é a realidade. Quando uma pessoa nova me pergunta: “será que vai funcionar para mim?” eu já sei onde precisamos começar urgentemente a trabalhar: Não precisamos avaliar as qualidades do negócio, se é bom ou não é bom. Precisamos trabalhar é na crença que a pessoa tem ou não tem em si mesma: se a pessoa acredita o suficiente para dar tudo por tudo: comprar tudo, investir o máximo possível em tempo, dinheiro, entusiasmo, competências ou se, por outro lado, tem medo que não funcione e isso vai impedi-la de dar o seu melhor… … o que, já sabes, vai fazer com que não funcione. Pessoas que não compram nada, ou compram poucas coisas, ou compram informação de pouca relevância (que toda a gente compra) e fazem isso pensando que, investindo menos correm menos riscos, estão completamente enganadas. Estão enganadas não nos negócios de Internet, mas em qualquer negócio de qualquer nicho: Não dar o máximo, não se diferenciar tendo informações que os outros não têm, não conhecer e privar com pessoas que a maioria não conhece ou com quem não convive significa normalmente fracassar.  Eu prefiro investir 10 mil euros (que até posso não ter) para maximizar as minhas possibilidades de sucesso do que investir 100 euros (que até posso ter) e maximizar as minhas probabilidades de fracasso.  Prefiro investir “sangue, suor e lágrimas” no meu projecto de Internet e ganhar meio milhão de dólares, do que fazer as coisas desapaixonadamente, sem grande envolvimento pessoal e emocional, “para não correr riscos” e não ganhar nada ou ganhar uma ninharia. Não concordas comigo? Não é estúpido uma pessoa começar um novo projecto já a pensar que pode não funcionar e que por isso não vai dar o seu melhor? É uma das ideias mais comuns mas mais idiotas que já vi.
  12. 12. 8- Comprar cursos e não pôr em prática Vou contar-te uma história verídica: Há uns anos tive a ideia revolucionária de lançar um curso de Internet Marketing sem vídeos, sem PDFs, sem conferências online. Vendido por 567 euros, os únicos materiais de trabalho eram um diagrama indicando 4 fases e o que tinha de ser feito em cada uma delas e uma lista de recursos para apoiar as pessoas a completar as metas indicadas no diagrama. 100% personalizado, todos os alunos tinham o meu skype e poderiam falar comigo sempre que quisessem. O curso era completamente livre, sem horários, cada um tinha o seu diagrama para seguir e ia sexecutando as coisas ao seu ritmo, usando as ferramentas indicadas na lista de recursos. Cada aluno tinha um ano para terminar (eu calculei que todos os alunos pudessem concluir em 3 meses, mesmo sendo lentos). Depois de passado esse ano eu deixaria de dar o suporte. Um sucesso. Muitas pessoas compraram esse Curso Inédito, que não tinha reuniões, nem aulas, nem vídeos, nem horários. Cada um ao seu ritmo. O que eu dizia na conversa privada inicial era: “Eu nunca te vou ligar a perguntar como vais, mas estou sempre disponível para ti caso precises de alguma coisa. Dou-te uma tarefa e tu executas. Quando terminares, fala comigo. Se tiveres alguma dúvida, fala comigo.” Foi assim que decorreu:  De todas as pessoas que comparam o curso, 20% não chegaram sequer a falar comigo. Nunca mais ouvi notícias delas, a não ser a notificação de compra.  Das 80% com quem falei e começámos o trabalho somente 20% chegaram à segunda semana. Dos restantes, nunca mais ouvi falar.  Depois de 1 mês o meu skype estava completamente silencioso e assim continuou até hoje. Esta experiência foi muito interessante. Primeiro porque ganhei uma pipa de massa e não tive trabalho quase nenhum. Segundo porque fiquei triste e confuso acerca da natureza humana que não entendia como entendo hoje: Todos somos consumidores, mas para se ganhar dinheiro na Internet, além de consumidores temos de ser fornecedores. Comprar cursos não dá dinheiro mas pode dar competências que, se colocadas em prática podem trazer um monte de dinheiro. Às vezes pessoas perguntam-me coisas assim:
  13. 13. “- Se eu comprar este produto, quanto dinheiro poderei ganhar?” O quê? Que eu saiba não é por comprarmos coisas que vamos ganhar dinheiro. Pode ser por vendê-las, mas nunca por comprá-las. Comprando és consumidor, vendendo és fornecedor. Ganhar dinheiro na Internet significa saber como fornecer soluções e cobrar por isso.
  14. 14. Os introvertidos, os autónomos, e muitos líderes habituaram-se a fazer tudo sozinhos. É preciso aproveitar também as sinergias de uma comunidade. 9- Querer fazer tudo sozinho (não procurar networks nem mentores) Uma pessoa pode até ser bem-sucedida numa coisa mas isso não quer dizer que o possa ser noutra.
  15. 15.  Um técnico de informática (até pode ser o melhor do mundo) não é necessariamente uma pessoa que sabe ganhar dinheiro na Internet, apesar de se poderem usar computadores para aceder à Internet.  Um profissional de marketing numa empresa pode não saber o que fazer para ter sucesso no seu próprio negócio na Internet.  Um empresário pode ou não ter as qualidades necessárias para poder ganhar muito dinheiro na Internet A história de cada de nós,um colocou-nos aqui e agora, nada mais. Quando começamos um negócio novo na Internet somos todos crianças a aprender a andar. A nossa experiência prévia será de muita utilidade mas vamos precisar de saber coisas que não sabemos, de fazer coisas que não sabemos fazer.  Vamos ter de tomar decisões sem ter muitos dados e sem saber medir as consequências,  Vamos ter de executar acções que não fazem sentido dentro dos paradigmas que temos e que são oriundos na nossa experiência passada. Estas coisas serão necessárias para conseguires atingir os teus objetivos usando um veículo novo. Por isso, se não tens ainda os resultados enormes que queres ter, precisas reunir-te com outras pessoas que estão a fazer o mesmo caminho (network) numa rede de colaboração e precisas achar mentores que conheçam bem o percurso e te possam indicar direções adequadas aos teus objetivos e circunstâncias. As outras pessoas sabem coisas que tu ainda não sabes, e tu sabes coisas que eles precisam saber. Eu gosto de dizer que “Entre Todos, Sabemos Tudo”. Não pedir ajuda é normalmente parte do problema. Participar de uma rede de companheiros de jornada e ter bons mentores são a melhor forma de ajudar e deixar-se ajudar. Para dizer a verdade, é mito melhor fazer o caminho acompanhado. 10- Querer receber antes de dar Pensando em comprar algum produto online, algumas pessoas perguntam: - “Daqui a quanto tempo tenho o meu dinheiro de volta”? Esta é a pergunta errada. Porém, pergunta certa seria:
  16. 16. - “O que preciso fazer para ter o meu dinheiro de volta em 30 dias?” (só para dar um exemplo de um prazo). A primeira pergunta implica que a pessoa espera recuperar o seu investimento não fazendo nada: pensa que os resultados vêm da compra (ver também os últimos parágrafos do erro número 8). A segunda pergunta implica que a pessoa quer trabalhar, tem um objetivo em mente e está querendo seguir instruções e aprender. Um dia destes uma pessoa perguntou-me muito irritada: Mas eu já li o teu artigo, já comprei um curso na Internet, quando é que vou começar a ganhar dinheiro? O que se pode responder a uma pessoa que faz uma pergunta destas? Eu gosto de responder: “Vais ganhar todo o dinheiro que mereças por aquilo que fazes.”  Se fazes muito, bem e rápido, irás ganhar muito, bem e rápido.  Se fazes pouco, mal e lento, irás ganhar pouco, mal e lento.  Se não fazes nada, não irás ganhar nada. Parece-me uma verdade auto-explicativa e óbvia para toda a gente que antes de se receber se tenha de dar. Não compreendo porque tantas pessoas continuam a querer receber sem dar. Ter lucros sem investimento, rendimentos sem trabalho. Toda a gente entende que, para colher é preciso semear e cuidar. Mas quando se trata de dinheiro continuam a pensar que ele vem sem que se tenha de semear (investir) e cuidar (gerir). Por isso não ganham dinheiro na Internet: ficam à espera que ele venha por magia ou simplesmente não fazem ideia das ações que precisam fazer. Se é teu o caso, então precisas rapidamente de te conectar comigo ou com a minha network ou com qualquer outra que possa haver e te proporcione o ambiente que necessitas 11- Focar exclusivamente no dinheiro que quer ganhar em vez de focar no valor que tem para dar
  17. 17. Precisas saber uma coisa: quando tu corres atrás do dinheiro de outra pessoa ela protege-se de ti. Quanto mais focado estás em vender-lhe alguma coisa, mais ela resiste e mais difícil é para ti ganhar dinheiro. Em vez de te focares no dinheiro, foca-te no serviço. Proporciona a melhor experiência possível a quem se aproxima de ti no teu blog ou no teu email ou no teu perfil do Facebool. Partilha o que sabes com o intuito de realmente ajudar as pessoas. Tendo um Sistema Inteligente como este a tratar da parte das vendas por ti, tu podes focar-te na parte divertida que é a de dar conteúdo relevante que ajude mesmo as pessoas da tua audiência a encontrarem soluções para os seus desejos. BÓNUS PARA OS LEITORES DESTE ARTIGO: Internet Marketing Para Pessoas Empreendedoras: 5 horas de vídeos ao vivo, Treino especial sobre Facebook Marketing. 12- Participar em esquemas de pirâmide e de enriquecimento rápido. Ainda andas à procura de esquemas para ganhar dinheiro rápido? Eu não tenho nada contra “dinheiro rápido” mas tenho contra “esquemas”. Não há atalhos. Isto não significa que não possas ganhar muito dinheiro rapidamente na Internet. Significa somente que não o podes fazer passando ao lado do processo que precisas viver, das experiências e das aprendizagens que precisas ter e do crescimento que precisas viver. Podes fazer tudo isso mais depressa ou mais devagar, mas terás de passar pelo teu próprio processo de evolução mental, emocional, técnica e de mindset. Todos os esquemas ilegais têm fins trágicos.
  18. 18. Todos os esquemas legais mas pouco éticos, têm fins semelhantes. Mantém-te afastado destes esquemas se pretendes ganhar dinheiro na Internet hoje, amanhã e para o resto da tua vida. É o meu conselho. 13- Perder o entusiasmo Algumas pessoas criam determinadas expectativas quanto aos resultados que irão ter sem terem realmente consciência do que é preciso investir em termos de tempo, dinheiro e dedicação para atrair esses resultados. Vêem pessoas anunciarem 500 mil euros de ganhos (como eu neste post) e acham que vão conseguir o mesmo resultado fazendo aquilo que essa pessoa aparentemente faz. Não te enganes a ti mesmo. Quando vês uma pessoa de sucesso, não estás necessariamente a ver o processo que ela passou para aqui chegar: teve de tomar decisões difíceis teve de trabalhar muito, ultrapassar fracassos e frustrações e manter a chama da sua visão bem acesa no meio das dificuldades. Tu precisas viver o teu processo da mesma forma que aquela pessoa vive o dela e faz parte da vivência desse processo ter dias melhores e dias piores: dias de grande euforia e grandes feitos, e dias de desilusão e fracasso. Tudo isso vais viver, não somente no teu negócio na Internet, mas em qualquer coisa que faças na vida.  As pessoas sem sucesso perdem o entusiasmo vão buscá-lo aos resultados que vão conseguindo: um dia conseguem atingir uma meta e ficam entusiasmados. No dia seguinte não conseguem e perdem o entusiasmo.  As pessoas de sucesso estão sempre entusiasmadas porque vão buscar essa energia não aos resultados de hoje ou de ontem, mas à visão que têm de como será o seu futuro. Eles sabem que esse futuro será uma realidade e sentem-no em cada osso do corpo em todas as horas do dia. É dessa certeza que vem todo o entusiasmo que nunca acaba, independentemente dos resultados presentes. Acontece uma coisa interessante e lógica:
  19. 19.  As pessoas que perdem o entusiasmo porque ele vem dos resultados, quanto menos resultados menos entusiasmo e, quando menos entusiasmo menos ação e menos resultados: este é um caminho garantido para desistirem de tudo, incluindo do seu sonho.  As pessoas de sucesso, quando algo não corre bem, cerram os dentes e atiram-se ao trabalho com uma energia ainda maior, com mais entusiasmo ainda do que antes, porque essa energia vem da sua visão. E sabes o que acontece? Essa ação redobrada vem mudar o jogo e transformar o fracasso em sucesso. 14- Desistir Em primeiro lugar vamos ser muito claros: Não há nada de errado com desistir. Aliás, para se prosseguir em alguma coisa é preciso desistir de outras. Não acredito no sucesso das pessoas que “nunca desistem de nada”. Confundem ser persistente com ser teimoso. Sabem que precisam ser persistentes para ter sucesso, mas são somente teimosos . É verdade: para evoluir é preciso mudar… para mudar é precisotomar opções e para optar é preciso deixar de lado umas coisas (desistir delas) e abraçar outras. Certo? Para ganhar dinheiro na Internet é preciso desistir de algumas coisas (por exemplo: abdicar de algum do tempo livre ou gastar aqui algum dinheiro em vez de o gastar noutra coisa) e é preciso Nunca Desistir de outras. Um dos principais erros que cometem as pessoas é desistirem da oportunidade de ganharem dinheiro na Internet mas em troca de nada. Não deixam de tentar para irem fazer outra coisa melhor, não. Deixam de tentar e de aprender e melhorar… em troca de nada. E esta desistência em troca de nada é o erro estúpido que cometem a maior parte das pessoas que desistem de tentar ganhar dinheiro na Internet. Há um tempo atrás, quando não ganhava nada na Internet ainda, uma pessoa de família perguntou-me: – Porque não desistes e vais fazer outra coisa? Arranjar um emprego por exemplo? Para mim seria inconcebível abandonar este sonho em troca de um pesadelo que já tive e não quero voltar a ter. Desistir do sonho, nunca, porque eu já sabia uma coisa: só não tem sucesso quem não começa ou quem desiste.
  20. 20. Os resultados vêm, 100% das vezes: Se fizermos a ação correta durante o tempo necessário. Só isso. 15- Não querer aprender Algumas pessoas começam um negócio online e não querem aprender como se faz um negócio online. Nunca ganharam dinheiro na Internet mas não querem aprender como se ganha dinheiro na Internet. Como é possível que alguém que nunca fez uma coisa possa achar que sabe o suficiente sobre essa coisa? Os especialistas, que são especialistas, sabem perfeitamente que há muito mais para aprender do que aquilo que já sabem! Por esse motivo os melhores alunos são as pessoas que já sabem mais e muitos dos mais ignorantes, continuarão ignorantes pensando que sabem tudo. Esta é a realidade dos factos em todas as atividades da vida, não somente no que respeita ao ganhar dinheiro na Internet. Conheces algum “chico-esperto” assim? Chegou agora, não faz ideia do que se passa, mas é o “sabe-tudo”? Eu conheço alguns, mas todos se dão mal em todo o lado. Não aproveitam as oportunidades para melhorar, não se conectam com líderes nem com mentores porque acham que já sabem tudo. A pior coisa que podes fazer é pensar “eu já sei isto” quando estás a ouvir alguém ou a ler alguma coisa escrita por pessoas bem-sucedidas na área que te interessa. Substitui o pensamento: “eu já sei isto” pelo pensamento “porque é que ele me está a dizer isto a mim?”. Dessa forma aprendes continuamente.
  21. 21. É preciso substituir TODOS os pensamentos negativos por pensamentos positivos. TODOS, SEMPRE, A TODAS AS HORAS DO DIA E DA NOITE. 16- Pensamento crónico destrutivo
  22. 22. As histórias que contas a ti mesmo, diariamente, determinam o teu futuro. Quanto mais depressa te convenceres disto e tratares do assunto, mais depressa começas a ter sucesso em tudo o que falas, incluindo a ganhar dinheiro na Internet. Os pensamentos provocam emoções, as emoções levam a decisões e as decisões levam a ações que trazem determinados resultados. Já sabes, por esta ordem de coisas, que os teus resultados têm origem nos teus pensamentos e que todos os sucessos e problemas têm uma origem espiritual, logo, têm também uma solução espiritual. Perguntas tu: - O que tem a ver a espiritualidade, ou os pensamentos positivos ou negativos com o “ganhar dinheiro na Internet”? Tudo:  Como podes tu tomar as decisões certas sem viveres de forma emocionalmente positiva?  Como poderás escolher um mentor adequado, uma comunidade certa, comprar produtos corretos, usá-los adequadamente, manter uma disciplina diária mesmo sem resultados aparentes durante algum tempo?  Como poderás tu fazer opções certas e difíceis, correr alguns riscos, se não acreditares que és capaz e que o teu sonho não somente é possível, mas está ao teu alcance? Sabias que muitas pessoas querem uma coisa boa mas passam o dia a pensar na falta que essa coisa lhe faz e vivem angustiados com isso?  A pior forma de um homem atrair uma mulher é viver triste e angustiado porque não tem uma mulher.  A pior forma de uma mulher atrair um homem, é viver triste e angustiada porque não tem um homem.  A pior forma de conseguir um sócio para um empreendimento é estar negativo quanto ao empreendimento e não acreditar que o possível sócio seja solução  A pior forma de ganhar dinheiro na Internet (e fora dela também) é desejar muito ter o dinheiro, mas passar o dia todo triste e amedrontado porque o dinheiro não vai chegar. Eu não tenho a certeza se o dinheiro traz felicidade, mas sei que felicidade atrai dinheiro. O dinheiro não gosta de caras tristes. 17- Parar de investir (tempo, dinheiro, competências) e não escalar.
  23. 23. Uma das perguntas que me fazem com mais frequência, pessoas que dizem que querem ganhar dinheiro na Internet, é esta: – “Quanto é preciso investir?” Se eu der um valor qualquer, fazem outra pergunta: – “Todos os meses?”  Pessoal, as pessoas comuns fazem ist0, falando de dinheiro: Gastam o máximo que podem e investem o que sobra.  As pessoas bem-sucedidas pensam de forma oposta: Investem o máximo que podem e gastam o que sobra. Estás a ver a diferença? Se não quiseres trabalhar comigo começa por me fazeres esta pergunta: – “Quanto é o mínimo possível para começar”? Esta pergunta demonstra um nível de entendimento que não afigura nada de bom para essa pessoa: quer saber qual é o mínimo porque tenciona dar o mínimo, em tempo, dinheiro, competências, dedicação… e, quando se dá o mínimo, recebe-se o mínimo. Qualquer líder ficará a pensar se vale a pena investir tempo e energia nesta pessoa, e provavelmente vai chegar à conclusão de que não vale a pena (e tem razão) Dica importante para conseguires a atenção e a ajuda personalizada dos maiores e melhores mentores: Se pretendes trabalhar com pessoas que têm realmente sucesso nunca lhes coloques esta pergunta pois vão despachar-te delicadamente para ires trabalhar com outras pessoas. Tu perderás a tua oportunidade. A pergunta correta para quem quer começar a ganhar dinheiro na Internet é: “Qual é o máximo que posso investir para começar?” E em seguida é “quanto recomendas que reinvista dos meus lucros para chegar a $xxx por mês daqui a 90 dias? Estás duas perguntas colocam qualquer guru na disposição de trabalhar contigo e te mentorar, pois vê que tens uma mentalidade afinada quanto ao que é preciso dar para se receber e estás na disposição de dar o teu máximo, durante o tempo necessário. Parabéns.
  24. 24. 18- Ter uma abordagem esgotada ao seu nicho de mercado Falemos de coisas práticas. Esta é a realidade do mercado quanto a produtos, empresas, ideias e métodos e chama-se o seu “ciclo de vida”. Tens de saber em que ponto do processo de maturidade está o teu nicho de mercado, ou o teu produto, ou a tua ideia ou… a tua forma de fazer as coisas) É um erro estúpido agir como se a tua abordagem estivesse no arranque entanto em expansão, ou agir como se a tua oportunidade estivesse na fase de maturidade, estando na fase de desenvolvimento, por exemplo. Não é errado dizer que alguns negócios de Internet “são bons para os primeiros” pois na realidade, quem pavimenta a estrada, pode cobrar portagem, Porém os riscos são muito menores para os que chegam mais tarde, e a curva de aprendizagem é sempre muito mais curta. Mas voltemos ao assunto: a tua abordagem ao teu nicho de mercado. Vamos aos exemplos:
  25. 25. Tens um negócio de bicicletas há 20 anos. Quando abriste fizeste uns milhares de folhetos que entregaste no correio para serem colocados em todas as caixas de correio da região. Foi fantástico: de um dia para o outro 80% das pessoas da tua região sabiam que havia uma nova loja, onde fica e que produtos tem para vender e… vendeste montes de bicicletas. Hoje, 20 anos depois, voltas a pensar: eu faturei x num só dia! O que foi que fiz naquela altura? Ah! Folhetos nas caixas de correio! E vais a uma tipografia encomendar milhares de folhetos, vais entregá-los nos correios e ficas à espera dos clientes: Passa um dia: nada. Dois dias: 1 cliente que nem viu o folheto. Uma semana: meia dúzia de clientes. O que ganhaste com o negócio gerado não chegou para cobrir os custos de impressão e distribuição dos folhetos. O que correu mal? Simples: a tua abordagem que era fresca há 20 anos, está esgotada. Toda a gente se cansou de receber folhetos no correio. 99% das pessoas mandam-nos diretamente para o lixo, muitas odeiam receber aqueles montes de papel todos os dias e tu estás a fazer mais daquilo que as pessoas já não querem. Por este motivo precisas ter em atenção como o mercado reage ao teu fazes. O facto de uma estratégia ter funcionado no passado não significa que funcione hoje. Pior ainda: o facto de ter funcionado no passado, para outras pessoas ou noutros negócios, não quer dizer que funcione hoje no teu negócio. Óbvio não é? Se estás preocupado com o facto de o teu negócio ou a tua oportunidade poder estar numa fase de maturidade ou mesmo de declínio, não estejas. Todas as fases do cliclo de vida dos negócios dão boas. Cada uma tem as suas vantagens e desafios. Presta atenção é em não teres uma ação desadequada ao momento que estás a viver. Falando de ganhar dinheiro na Internet, frequentemente uma forma de fazer promoção funciona bem numa semana e deixa de funcionar na semana seguinte. Isso é frequente devido à enormidade de pessoas que podem começar a fazer uma coisa e a saturar os meios de comunicação com a mesma mensagem.
  26. 26. Precisas procurar continuamente novas abordagens, ser criativo. Quando estás a fazer algo que funciona e que ainda poucas pessoas fazem estás localizado no início da curva do ciclo de vida. Tens margem para crescer e ser um dos melhores dentro do teu nicho de mercado. 19- Criar múltiplas fontes de rendimento sem ligação umas com as outras Já ouviste a expressão “não colocar todos os ovos no mesmo cesto” e isso serve para afirmar que para ganhar dinheiro na Internet, é melhor ter muitos negócios do que somente um. O argumento usado é também: “ter múltiplas fontes de rendimento“. Presta bem atenção para não te deixares enganar. Quando estás a investir em ações na bolsa, ou a jogar com dinheiro, é boa ideia não colocar todos os ovos no mesmo cesto. Minimizas os riscos se investires num portfolio um pouco mais alargado. Acho que qualquer consultor de investimentos te poderá dizer isso melhor do que eu. Porém, ganhar dinheiro na Internet não é isso na maioria das vezes. Normalmente é no formato de “negócio” e não no formato de “investimento”.  A diferença é que no formato “investimento” tu podes investir em vários negócios, e outras pessoas é que os desenvolvem. Tu colocas a tua energia na forma de dinheiro. Faz sentido investir em negócios variados.  Mas no formato “negócio” em que és tu quem o desenvolve, tu precisas de toda a tua atenção, esforço, dedicação, talento para que ele funcione no seu melhor. Quando uma pessoa está a desenvolver um negócio que depende de si e em vez de se focar nele se desfoca em múltiplos negócios, acaba por não chegar a superar a fase da aprendizagem em nenhum deles, nenhum deles vai funcionar. Se queres continuar a usar a metáfora dos ovos e dos cestos, imagina que tens uma dúzia de ovos para produzirem pintos (ou seja: dinheiro, tempo e talento, para monetizares) e espalhas os ovos por 12 cestos:
  27. 27. A pobre da galinha passa 5 minutos sentada num ovo, e, quando começa a atingir a temperatura para começar a chocar, a desgraçada tem de ir sentar-se em cima de outro, depois de outro e de outro. Dali não sairá nada: os ovos acabam por se estragar sem chegarem a ser chocados por causa da atenção dividida da galinha. Não. Não podes por cada ovo num cesto diferente. Se tens um negócio que depende de ti para ganhares dinheiro na Internet, precisas ter todos os teus recursos concentrados e focar a tua atenção naquilo que produz mais calor: mais resultados. Depois colocar ação massiva. As várias fontes de rendimento que podes ter, acho muito bem que as tenhas, certifica-te de que se potenciam umas às outras. Certifica-te de que quando uma cresce, a outra cresce também, quando trabalhas numa, a outra também beneficia. Por exemplo: estás a fazer uma lista de contactos para um produto de Internet Marketing que tenhas para vender, no meu caso, por exemplo, este blog e esta afiliação. A essa lista poderás propor também um produto de desenvolvimento pessoal para empreendedores digitais do qual recebas também uma comissão. Não sendo o mesmo tipo de coisa, há uma percentagem significativa de empreendedores digitais que adorariam ter ambos: Duas fontes de rendimento que se potenciam uma à outra. Dessa forma a tua atenção está indivisa e as tuas probabilidades de ser bem-sucedido acabaram de aumentar. 20- Usar de “esquemas manhosos” para conseguir contactos. Vamos fazer aqui uma diferenciação entre Leads e Contactos. Apesar de frequentemente serem usado aleatoriamente são coisas diferentes.  Um contacto é um “meio de contacto”. Um número de telefone na minha lista telefónica é um contacto, um email no meu hotmail é um contacto, um endereço email no meu aweber é um contacto.  Uma lead é alguém que se interessa por aquilo que temos para vender, ou pela adesão à nossa ideia . Um contacto pode não ser uma lead:
  28. 28. Tenho pessoas na minha lista de contactos no telefone que não podiam estar menos interessadas naquilo que eu tenho para vender. Tenho pessoas na minha lista de emails no meu autoresponder que se inscreveram por curiosidade ou somente para ter um determinado conteúdo grátis, mas que não querem saber de nada que tenha a ver com o meu negócio. São contactos, mas não são leads e não estão numa posição em que eu possa de alguma forma fazer qualquer tipo de negócio com eles. Uma lead pode não ser um contacto Há muitas pessoas que seguem o teu blog, ou a tua página do Facebook, e gostariam de ter o que tu tens, ou de comprar o que tu vendes, mas, por algum motivo ainda não tomaram essa decisão. Não se inscreveram na tua lista de emails, se calhar comentaram ou teu blog, ou se calhar não, talvez coloquem uns likes em publicações tuas ou até partilhem algumas coisas, mas não te deram forma de entrares em contacto com elas. Estas são leads, estão interessadas no que tens para vender ou na adesão à tua ideia, mas não são contactos: não te deram uma forma de tomares a iniciativa e entrares em contacto com elas. (na verdade muitas leads perdem uma quantidade enorme de informação e oportunidades somente porque não se inscreveram como contactos na lista da pessoa que seguem, mas isso é outra questão) Quando estás a atrair pessoas para se inscreverem na tua lista de email sob falsos pretextos: promessas falsas, facilitismo, “dinheiro fácil sem trabalhar” é típico, ou, pior ainda: desporto, sensualidade, ou outros truques para teres audiência, podes estar a atrair muita gente, podes inscrever muitos contactos n teu autoresponder, mas não terás muitas leads. Como já viste, o negócios faz-se com leads, e faz-se com contactos que sejam ao mesmo tempo leads.  Se usas extractores de emails da Internet, se usas listas de milhões de emails cujos donos não deram permissão para receber propaganda, ficas com milhões de contactos, mas provavelmente poucas leads e muito ódio. Isto chama-se SPAM  Sistemas de propaganda automática no Facebook, por exemplo que enviam milhares de mensagens privadas para milhares de pessoas indiferenciadamente, é SPAM igualmente porque estás a entrar em contacto com pessoas que não aceitaram nem pediram para ver a tua mensagem. E deixa que te diga: é bastante aborrecido estar a receber dezenas e dezenas de mensagens publicitárias, cada uma a oferecer um negócio melhor que a anterior.  Algumas pessoas inscrevem-se nas listas de toda a gente e depois colocam uma resposta automática de ausência a propagandear o seu negócio. Sempre que o sistema da “vítima” envia um email automático, ele envia aquele email de propaganda, automaticamente também: de génio”! Talvez achem que assim conseguem fazer negócios com alguém… Não há paciência! Sempre que tentas forçar a tua mensagem pela garganta de um sujeito, podes estar a fazer mais mal do que bem para o teu negócio.
  29. 29. Contactos devem ser sempre de pessoas que escolheram receber as tuas mensagens, apreciam-nas, e, se deixarem de as apreciar, devem poder ir embora e não voltar a receber coisas tuas, caso não pretendam. Respeita a tua audiência. Lembra-te que, entre leads e contactos no teu autoresponder tens 100% do teu negócio. Respeita as pessoas, trata-as bem, proporciona-lhes o que desejam e procuram e terás bons resultados. 21- Achar que basta estar inscrito nas listas dos gurus, seguir o que fazem online e copiar por eles (copiar o que se vê não significa que se saiba o que não se vê) Este erro vai junto com o aqueloutro do “há tudo de graça na Internet”. Eu estou em algumas listas de pessoas que aprecio e que sigo. Faço questão de receber o que têm para me dar e de aproveitar ao máximo. Recomendo que toda a gente que quer ganhar dinheiro na Internet faça o mesmo. Não existe isso de “demasiada informação”, se tiveres os teus filtros limpos e apurados para o que realmente te interessa. Porém há pessoas que querem ganhar dinheiro na Internet e que pensam que copiando os “gurus” (um nome mais curto para as “pessoas de sucesso”) terão resultados. Vou-te contar uma história: Um homem comprou um Ferrari e o seu vizinho ficou cheio de inveja. Também queria um. Então começou a frequentar a casa do vizinho, a ir à sua garagem, a tirar fotos clandestinas do carro, de todos os ângulos. Com a familiaridade que criou com o dono do carro, até arranjou uma forma de poder ir dar um passeio nele. Este vizinho reuniu montanhas de informação detalhada sobre o carro. Olhava, fotografava e, quando chegava a casa, recriava desenhos e cores e formas, para reproduzir o Ferrari. Ele era tão bom a copiar que fez um carro exactamente igual, em madeira polida, depois de somente umas poucas semanas.
  30. 30. Era impressionante o detalhe: tão igual que ninguém conseguiria perceber a diferença: todas as medidas, as cores, até os padrões dos pneus e as costuras dos estofos. Tudo igual. E ficou orgulhoso da sua cópia, até ao dia em que decidiu levar o carro num passeio, como tinha ido com o carro do vizinho: Ele não andava. Dava à chave e não acontecia nada, não trabalhava, não se mexia. Afinal ele tinha copiado na perfeição todas as aparências, mas o que faz o carro andar não são as aparências, mas o motor e toda a mecânica que não se vê. Quando alguém copia outra pessoa está a copiar o que se vê. Mesmo que pense que está a copiar tudo como deve ser, está enganado. Nenhuma pessoa de sucesso se limita a fazer aquilo que mostra. Todos temos a nossa forma de colorar as peças a funcionar e isso faz-se privadamente, ou com um grupo de trabalho com quem se priva e se partilham as coisas. Ali pode-se copiar com melhores resultados porque se pode copiar também o motor, mas, fora daquele círculo de confiança, não acredites que poderás copiar grande coisa que realmente possas pôr a funcionar. Lamento se pensavas de outra forma, mas esta é a verdade. Se pensas em ganhar dinheiro na Internet, pensa primeiro em conectar-te com quem tem sucesso, entra nos seus círculos de confiança, compra o que tiveres de comprar, aproveita o que puderes aproveitar e prova o quanto desejas e mereces ser mentorado por ele. Em vez de tentares copiá-lo, torna-te visível e merecedor da sua atenção pelo teu esforço em tempo dinheiro e competências e vontade. Caso contrário vais continuar a mostrar o teu belo Ferrari na garagem, os teus amigos que te vêem online até ficam impressionados pelo teu carro novo, mas… ele não anda, tu sabes disso perfeitamente e tira-te o sono à noite.
  31. 31. 22- Copiar conteúdos de outras pessoas ou distribuir materiais sem licença. Há muitas pessoas que admiro muito e, quando leio o que algumas delas escrevem nos seus blogs fico meio invejoso: gostaria de ter sido eu a escrever aquilo. As ideias são as minhas e estão tão bem expostas, o efeito é tão positivo que eu adoraria ter escrito aquilo. Penso que muitas pessoas da indústria do “Ganhar Dinheiro na Internet” já sentiram isto em relação a um ou outro artigo ou ebook que leram online: eu gostaria de ter escrito isto. A boa notícia é que podes escrever isso: inspira-te nessa e noutras publicações, adiciona a tua experiência pessoal e põe-te ao trabalho. Todavia, algumas pessoas são preguiçosas e preferem roubar o conteúdo dos outros e tentar fazer um brilharete. São fãs da “industria do atalho” que promete sucesso sem sucesso, resultados sem trabalho, ganhar dinheiro sem fazer nada. Todas estas expressões dizem o mesmo: aproveitar o trabalho dos outros no meu próprio benefício sem pedir autorização. É roubo, e, no mundo dos direitos de autor chama-se plágio e é ilegal, além de ser pouco ético. Copiar dos outros tem ainda outro efeito, muito pior: quem o faz não está a adicionar nada de valioso ao mercado. Essa pessoa tem valor: Tem uma história de superação para contar, tem competências que outras pessoas até pagariam para ter, mas decidiu que é mais fácil usar o material dos outros, contando as suas histórias, partilhando o valor dos outros… os outros é que ganham o dinheiro. Ele continua a ser consumidor (e não ganha dinheiro) em vez de aproveitar a oportunidade para ser um fornecedor de valor (que são os que ganham dinheiro) Não acrescentar nada de valor significa não ter valor para o mercado. Ora ninguém ganha dinheiro na Internet nem em coisa nenhuma se não proporcionar algum valor ao mercado. 23- Não ter paciência nem perseverança: querer resultados absurdos em proporção com o valor realizado. “- Já escrevi 3 artigos no meu blog e ainda não ganhei dinheiro! O que estou a fazer de errado?”
  32. 32. Todos os sites que consultei e que falam de “como ganhar dinheiro online” escritos por pessoas que realmente ganham dinheiro online, falam de uma curva de aprendizagem de entre 3 e 5 anos. Preparam qualquer candidato para um processo longo, durante o qual vai precisar de adquirir uma quantidade considerável de competências. Isso é verdade em praticamente todas as profissões bem-pagas, porém eu tenho uma opinião diferente no que diz respeito ao Blog Marketing. É verdade que uma pessoa comum, sem experiência, precisará de comprar uma quantidade considerável de informação, porém o tempo que demora até conseguir os primeiros resultados eu acredito em meses e não em anos caso o candidato se ligue a uma comunidade genuinamente interessada em ajudá-la. Criar a estrutura de blog, de funis de marketing e aprender o suficiente para começar a ganhar algum dinheiro online, é coisa simples, se for feita dentro de um ambiente favorável. Quem tenta fazer isso sozinho, deve estar preparado para uma longa batalha de tentativas e erros, muito tempo e muito dinheiro gasto. Em qualquer dos casos, demore meses ou demore anos, é preciso ser paciente. O erro crítico das pessoas impacientes é este: - Vou dar 3 meses, se não tiver resultados desisto. Este é um erro comum e, deixa-me que te diga: estúpido. Ninguém determina quanto tempo vais demorar a ter os resultados que pretendes, a não ser o próprio mercado. Muito menos tu, que não tens experiência no campo e nem sabes o que é preciso fazer, nem quanto custa, nem durante quanto tempo terás estatisticamente de o fazer para obteres resultados. Imagina que queres ser contabilista. Informas-te: um contabilista ganha em média 1200 euros por mês. Tu não sabes nada de contabilidade e decides que queres fazer esse trabalho. Entras para a escola de contabilidade com a decisão: vou estudar durante 3 meses. Se não ganhar 1200 euros por mês desisto do curso. Estúpido, certo? Qualquer pessoa sabe que pode demorar um tempo até que o valor que a pessoa tem seja comunicado no mercado e que venha o eco, o retorno dado por esse mercado na forma de dinheiro. Algumas pessoas demoram anos a aprender a fazer isto, outras, no ambiente correto, demoram uns meses. Tu, precisas ser paciente com o processo que estás a viver. O atitude correta é: - Fazer o que for preciso durante o tempo que for preciso.
  33. 33. Esta é a atitude que te leva ao sucesso, mais cedo ou mais tarde. Entretanto, todos os impacientes que desistiram depois dos 3 meses, continuam à procura do “ovo de Colombo”, da solução para as suas vidas. Mas tu não. Tu fizeste o necessário durante o tempo necessário e os resultados vieram. Vêm sempre. Ser impaciente pode dar-te energia e colocar-te em ação máxima e em máximo sentido de urgência, e pode fazer-te sentir que o que fazes não funciona, mesmo que esteja a funcionar. O primeiro é ótimo, o segundo é péssimo.
  34. 34. 24- Achar que os sistemas de divulgação automática resolvem o problema de tráfego. Tendo um blog ou tendo um sistema de captura de contactos e de venda online, precisas de pessoas. Tráfego. Imagina que és um escritor e que escreveste uma obra prima. Mereces ficar rico, porque tens aí uma obra prima. Porém, não a publicaste. O livro está na tua gaveta.Duas resmas de papel cheias de ação, romance, intriga, mistério, paixão, que toda a gente iria adorar ler, ver no cinema e em peças de teatro pelo mundo… está dentro da tua gaveta, em tua casa, e o mundo não sente a sua falta simplesmente porque o desconhece. Imagina que tens uma loja que tem tudo de bom. Do melhor do mundo, ao melhor preço imaginável, porém está localizada num beco escuro sem acessos de natureza nenhuma e não há como as pessoas a encontrarem nem mesmo se andarem à sua procura. Ter um blog ou um sistema de vendas online e não ter tráfego é exatamente a mesma coisa: é péssimo caso desejes ganhar dinheiro na Internet. Sabendo isso, vamos tratar de arranjar tráfego! E agora começa a complicar a coisa e começam a cometer-se alguns erros estúpidos. Algumas pessoas acham que não importa quem a gente atrai. Se conseguirmos muita gente diante do nosso site, alguma coisa vai acontecer: algumas pessoas vão inscrever-se na nossa lista ou vão comentar ou partilhar ou comprar alguma coisa. É verdade. há um jogo de números a ser jogado, porém lembra-te que cada visitante vem com um preço e tu não queres gastar o teu tempo nem o teu dinheiro atraindo visitantes que nunca te irao comprar nada ou que não estão interessados em nada do que tens para oferecer. O tráfego constituído por pessoas que procuram mais ou menos algo parecido com o que tu tens, chama-se “tráfego qualificado” e é o único que te interessa. Evita sistemas de tráfego pouco claros, que até podem prometer milhões de visitas mas que não têm qualquer tipo de qualificação. Cada visita no teu site tem um preço, cada lead no teu autoresponder tem um custo a conseguir e tem outro custo mensal para se manter. Evita encher a tua lista e o teu blog de gente que não interessa.
  35. 35. 25- Achar que a divulgação gratuita é suficiente para ter tráfego em larga escala sem ter experiência e conhecimento de SEO a nível de especialista. Eu adoro tudo o que é gratuito. Se posso fazer uma coisa gratuitamente prefiro isso a ter de pagar. Tráfego não é excepção: adoro tráfego grátis e recomendo que tenhas quanto mais, melhor. Porém tenho perfeita consciência de duas coisas: 1. - Tráfego grátis é difícil: dá bastante trabalho conseguir tráfego grátis nas redes sociais: precisas fazer divulgação bem feita (evita sistemas automáticos tipo Hootsuite, Autosender e outros e tenta uma abordagem mais personalizada). Ter tráfego orgânico no Facebook, no Google+ ou na rede de pesquisa do Google requer a aquisição de uma boa dose de conhecimento que pode demorar algum tempo e bastante dedicação a dominar, e tem também o seu preço. 2. - Não é escalável. Passar de 400 visitantes no teu blog para 1000 é muito difícil e demora tempo. Sabendo como fazer publicidade paga, no Facebook por exemplo, fica tudo muito mais fácil porque é escalável. Se tens 400 visitantes no teu blog e queres 3000 só tens de adquirir o tráfego nas fontes que já dominas. Se tens 20 contactos por dia na tua página de captura e queres ter 100, faz o mesmo: paga tráfego das fontes que já dominas. Dominar fontes de tráfego que produzam a quantidade e qualidade de tráfego que queres, também tem a suas dificuldade e a sua curva de aprendizagem, mas, uma vez que as domines, tens um negócio que pode crescer quase sem limites. 26- Ter pouca consistência na entrega de valor (artigo no blog, vídeos youtube, publicações redes sociais, ofertas em paginas de captura, email marketing aleatório, etc) Imagina a estupidez: uma pessoa trabalha muito no seu blog, procura dar conteúdo valioso. Tem páginas de captura de contactos, e gasta dinheiro em publicidade. Gera contactos, fruto do seu trabalho árduo e do seu dinheiro, e depois não envia emails para essas pessoas ou envia emails sem qualquer critério: É fácil matar as leads dentro da lista. Outras pessoas geram tráfego e leads no blog, ou usam o blog para melhorarem a sua reputação no seu nicho, mas publicam de forma aleatória. Um artigo num mês, depois 3 artigos em 3 dias, depois 2 meses sem publicar nada. Péssimo.
  36. 36. É preciso ter consistência na comunicação que se faz com a nossa audiência. Se é um email por semana, é um email por semana. Se verificaste que funciona melhor 2 por dia, manda 2 por dia. Se escreves um artigo por semana no blog, está bem, mas não deixes passar uma semana sem escrever nada, e também não escrevas diariamente. Há 2 motivos muito fortes para habituares a tua audiência a um determinado padrão. 1. - Ganhas credibilidade porque és consistente: és previsível e as pessoas confiam mais em ti. 2. - Quando fazes alguma coisa fora do padrão, chamas muitíssimo a atenção e produzes um efeito muito grande. (lançar um produto por exemplo, ou promover um evento) 27- Fazer-se passar por “guru” ou “especialista” sem ser na verdade nem uma coisa nem outra (tentar mostrar o que não se é) Todas as pessoas que começam a tentar ganhar dinheiro na Internet e se aproximam do “marketing de atração” ouvem ou lêm logo no início a seguinte sugestão: - Precisas estabelecer-te como especialista Vai daí começam e dar a entender que ganham dinheiro que não ganham (mesmo sem o afirmarem explicitamente), que vivem em casas onde não vivem, que têm carros que não têm (é famosa a foto ao lado do Ferrari) e que sabem coisas que não sabem. Pensam que “fazer marketing pessoal” é isto: mostrar que somos o máximo, que não há mais ninguém tão bom quanto nós. Este é um erro estúpido e vou dizer-te porquê: Na Internet tudo se sabe. É como uma pequena aldeia:  Se vens dizer que tens um curso que ensina como ganhar um milhão e tu próprio não o ganhaste, precisas ter uma boa justificação para isso, caso contrário o teu suposto “marketing pessoal” sofre um belo de um rombo.
  37. 37.  Se tem um ebook que ensina SEO e que coloca o teu nome nas primeiras páginas do Google, é melhor que quando a pessoa teclar o teu nome no Google, apareças mesmo nas primeiras páginas.  Se dizes que ensinas como ganhar dinheiro na Internet, é boa ideia que tu próprio ganhes dinheiro na Internet ou que tenhas uma boa justificação para o facto de não o ganhares,  Se tens uma página de captura a dar um curso que ensina a “escrever artigos matadores”, é boa ideia que o teu blog seja muito bom, cheio de bom conteúdo (escrito por ti) e que seja mesmo “matador” para a tua audiência. Uma pessoa apanhada numa pequena mentira, perde a credibilidade em tudo o que diga. Tudo. Não quer dizer que tenhas de ser um guru que sabe tudo antes de ensinar alguma coisa. Claro que não. Mas o que afirmas que sabes, tens de saber, o que afirmas que tens, tens de ter, o que afirmas que ganhas, tens de ganhar. E, se quiseres dar um passo mais na direção de um marketing pessoal turbinado faz o seguinte: Tenta sempre que as pessoas interpretem as tuas palavras no sentido que elas realmente têm. Quero dizer o seguinte: Há pessoas que não dizendo que fazem ou que têm, escrevem de uma forma em que dão a entender que fazem ou que têm. Com certeza muito do que dizemos é interpretado de uma forma que nõs não temos controlo, mas fazer isso propositadamente pode estar a colocar-te numa posição frágil, quando as pessoas sentirem que foram induzidas em erro. Recomendo-te que não tentes parecer o que não és. Não precisas. É muito mais interessante para a tua audiência ver-te como uma pessoa real que está a fazer o seu caminho do que ver-te como um “especialista” que mal sabe do que está a falar. Lê a coleção de artigos Guru Instantâneo. Um guia rápido para te tornares um especialista reconhecido, apreciado e pago. É um marketing pessoal muito melhor ensinar aquilo que se sabe, mostrar o que se faz, partilhar os resultados que se têm na realidade. Mesmo que possam ser poucos de momento, para as pessoas da tua audiência pode ser muito mais do que elas pensavam possível, e estás a mostrar que o sucesso é um processo: A cada dia, ou semana ou mês as pessoas vêem que estás melhor, maior, mais forte e vão seguindo o teu crescimento enquanto elas próprias estão paradas. Isso é o mais atraente que há quando se fala de negócios na Internet em que tens uma audiência que quer saber o que tu tens para ensinar.
  38. 38. 28- Limitar-se a seguir as opiniões dos gurus e não achar o seu próprio caminho (nunca será do tamanho do guru e muito menos melhor que ele) Recentemente a palavra “guru” tem assumido uma conotação um pouco negativa, mas eu gosto dela. Significa “professor”. Significa também um líder que tem seguidores por causa da qualidade do seu conhecimento. Aqui no meu blog eu uso-a com o significado de “mentor“. Todos nós precisamos seguir mentores e, já sabes, não ter mentores é um dos erros estúpidos a evitar. Porém a mesma pessoa que nos indica o caminho e nos diz o que fazer pode ser aquela que nos impede de avançar. Não sei se já passaste por isso, eu já. Quando comecei a aprender a tocar guitarra, tinha 12 anos. Tinha uma pessoa que me dava dicas, e indicava livros por onde podia aprender e me ensinava a praticar. Essa pessoa tocava guitarra lindamente. Um dia dei conta que eu tocava tão bem quanto ele, e começava a fazer coisas que ele não sabia. Dois anos depois de ter iniciado abandonei esse professor e escolhi outro formato de aprendizagem que me permitisse continuar a evoluir. O meu professor referia-se a mim frequentemente como “o aluno superou o mestre”, porém o facto é que ele estava a impedir-me de evoluir na direção que eu queria ir porque as suas competências não eram as que eu precisava: eu queria aprender guitarra clássica e, disso, ele não sabia nada. Quando queres ser bom em alguma coisa, e, neste caso, ser bom a ganhar dinheiro na Internet, precisas mudar de mentores sempre que necessário para continuares a avançar no teu próprio caminho. Isto é claro não é? Porém, o que pode não ser muito claro é: “-Qual é o Meu Caminho?” Não é? Tu não sabes qual é o teu caminho, não sabes para onde queres ir. Tens somente uma ideia acerca do resultado que queres ter, mas esse resultado não está ainda integrado no teu projeto de vida e no teu porquê. Esta é a dificuldade da maioria das pessoas em todas as profissões: não sabem para onde vão e por isso continuam a seguir os mesmos gurus ano-após-ano, ficando sempre vários passos atrás deles, seguindo o projeto de vida deles.
  39. 39. Uma das coisas importantes que precisas fazer para teres uma possibilidade séria de ganhar dinheiro na Internet com um negócio próprio online é dares o teu próprio valor ao mercado.Nunca o poderás fazer enquanto te limitares a seguir as opiniões de outras pessoas. 29- Seguir as pessoas erradas: essas são as que prometem só facilidades e não têm um sistema nem interesse real em ajudar-te. Lembra-te bem disto: quando fazes uma parceria de negócios, na realidade não estás a juntar-te a um negócio, estás a juntar-te a pessoas. Na realidade ninguém se junta a negócios, juntamo-nos a pessoas. Os negócios vão e vêm mas as relações entre as pessoas ficam. Verifica quem são as pessoas antes de te juntares a elas recolhendo testemunhos sobre elas. Vê o que dizem delas as pessoas que trabalham com elas. Se for uma pessoa de influência vai ter opositores e vai ter uns odiozinhos de estimação. Não te deixes enganar por isso, mas verifica a credibilidade e os motivos que tem as pessoas que falam bem e as que falam mal. Se prometerem muito dinheiro com pouco ou nenhum trabalho, foge delas. Provavelmente só querem o teu dinheiro, mesmo que te digam que não precisas investir nada ou pouco. Não sigas pessoas que não tenham resultados ou que não pertençam a redes de empreendedores com os resultados que tu queres para ti. No final, as pessoas que irás seguir não serão os responsáveis nem pelos teus sucessos nem pelos teus fracassos: tu é que serás. Seja porque cometeste erros no processo, seja porque escolheste acreditar nas pessoas erradas. No fim das contas é a tua vida e a tua responsabilidade. Escolhe sabiamente e corrige os erros que fores cometendo.
  40. 40. Pode ser bem complicado ganhar dinheiro na Internet quando se segue toda a gente e não se segue ninguém.
  41. 41. 30- Seguir toda a gente e não seguir ninguém. No que respeita a ganhar dinheiro na Internet, são muito mais as vozes que a nozes, ou seja: há muito mais pessoas a apregoar que têm a fórmula secreta do que pessoas que realmente têm resultados. Já reparaste que falo muitas vezes de “seguir alguém” ou “ter um mentor”. Sei da importância que isso tem e não me canso de o referir. Todos nós seguimos uma ou mais pessoas em um ou mais âmbitos da nossa vida: há pessoas que admiramos e pelas quais nos deixamos influenciar porque queremos ir na mesma direção que aquela pessoa está a ir. Daqui resulta que há imensos gurus por todo o lado, que escrevem coisas, umas com mais interesse e outras com menos, usam variadíssimos sistemas de trabalho, e defendem variadíssimas ideias, por vezes até opostas umas às outras. O erro estúpido que algumas pessoas que querem ganhar dinheiro na Internet cometem é apanhar um pouco de um, mais um pouco de outra e depois tentar criar um “frankenstein” todo às peças sem ligação umas com as outras e sem nenhuma lógica por baixo que fala aquilo funcionar. Não resulta. Recorda-te que o que traz resultados é o que se faz e as circunstâncias em que se faz (o contexto, o ambiente ou o sistema). Se copiares o que o guru faz mas depois não usas o mesmo contexto que ele usa, a tua ação não tem qualquer utilidade. Se copiares ações de mais gurus, ainda mais dispersas e sem-sentido são as coisas que fazes. Apanhar dicas dispersas e não seguir um método completo de ninguém é um dos erros mais comuns dos principiantes. Evita-o escolhendo criteriosamente um mentor, e em seguida segue as suas indicações, mesmo que tenhas de deixar de lado ações que até seriam positivas, mas no contexto de outra forma de trabalhar. 31- Sendo o seu próprio patrão, manter mindset de empregado: “investir o mínimo e gastar o máximo”, fazer o mínimo possível e esperar o máximo possível. Uma pessoa comum gasta o máximo que pode e investe o que sobra. Um empreendedor investe o máximo que pode e gasta o sobra. Há uma diferença entre custo e investimento que um dia o meu amigo Nuno explicou a uma quantidade de parceiros empreendedores na nossa comunidade.
  42. 42.  O custo é o local onde colocamos o nosso dinheiro e ele desaparece transformando-se em outra coisa: compraste uma casa, um carro, uma roupa, um jantar… Transformaste dinheiro em experiências, bens ou serviços e já não tens o dinheiro.  Investimento é o local onde colocamos o nosso dinheiro para que se multiplique: compraste um imóvel que fica a render, ou tens aplicações financeiras com bons juros, ou investiste em ações que se estão a valorizar, ou criaste um negócio: uma loja, um restaurante, um negócio de Internet marketing… O ideal para um empreendedor é conseguir transformar o máximo de custos em investimentos. Certo? Imaginas se comprasses um carro de sonho e que por teres comprado esse caso irias ganhar uma quantidade de dinheiro? Essa compra era em parte custo, mas em parte investimento porque realizaste dinheiro no processo. Nós, no nicho dos empreendedores digitais, gostamos muito de um tipo de marketing a que chamamos Lifestyle Marketing. Na prática é uma forma de converter alguns dos custos em ótimos investimentos. Nos últimos 24 meses visitei 22 países e territórios, fui 3 vezes à Florida, estive 2 vezes em Orlando nos parques temáticos da Disney e da Universal, em Las Vegas, Denver, Chicago, Nova Yorque, passei por diversas cidades da Europa, estive em Missões Humanitárias em Africa e múltiplas férias em diversos locais. Andei em iates, e participei em festas em praias privadas. Fiz isso tudo com a minha família a maior parte das vezes. O facto é que por causa do negócio que tenho na Internet, eu posso estar em qualquer parte do mundo e continuar a gerar rendimentos. Isso é muito atraente para praticamente toda a gente, principalmente para as pessoas que estão cansadas de trabalhar e não têm tempo para estar com a família, ou para desfrutar a vida. Sempre que publico vídeos gravados em locais exóticos, ou faço fotos de viagens, férias ou aventuras, muitas pessoas ficam entusiasmadas ao verem os meus conteúdos porque provam que é possível ganhar muito dinheiro na Internet e ter um estilo de vida muito bom.
  43. 43. Querem aprender com o se faz, compram cursos e treino, eu e a equipa ensinamos e ganhamos comissões que acabam por cobrir uma parte dos custos das viagens e das férias. Quando tens um sistema bem oleado, praticamente consegues transformar qualquer custo em investimento seja no seu todo seja em parte, mas somente se tiveres a mentalidade do empreendedor/fornecedor, mais apurada do que a mentalidade do empregado/consumidor. A este tipo de marketing chamo Lifestyle Marketing e é a melhor forma conhecida de transformar um custo (uma viagem por exemplo) num investimento (o material de marketing produzido produz mais negócios e mais rendimento.) 32- Manter atitudes de amador: pouca ou nenhuma disciplina, fazer pouco Como muitas pessoas pensam que para se ganhar dinheiro na Internet não é preciso trabalhar, trabalham pouco, fazem alguma coisa somente quando calha, sem método e sem disciplina Há várias razões para isso, mas uma delas é nossa culpa. Culpa das pessoas que têm resultados. Como nós adoramos o Lifestyle Marketing (ver item anterior) publicamos muitos conteúdo relacionado com o desfrutar a vida: viagens, férias, levantar tarde, ou estar ocioso no jardim a ler um livro numa 5ª feiras às 3 da tarde… … coisas que a maioria das pessoas não pode fazer por causa das suas responsabilidade profissionais e pessoais, mas que é a nossa realidade e faz parte do nosso marketing mostrar isso também. Porém algumas pessoas pensam que a nossa vida é só isso e tentam copiar: Tornam-se ociosas, produzem pouco, trabalham menos ainda, gastam o que não têm em coisas supérfluas porque acham podem fazer um Lifestyle Marketing igual ao que faz uma pessoa que ganha 50 ou 60 mil euros por mês. Se o tentares fazer e não ganhares o dinheiro, estás a cavar um poço de onde vai ser complicado sair. Já sabes que ninguém precisa mostrar o que não é. Tu tens valor mais que suficiente para dar ao mercado e te tornares reconhecido, apreciado e pago, sem teres de fazer parvoíces. Não é profissional gastar mais do que se ganha durante a vida toda. É preciso gastar sempre menos e escalar o negócio.
  44. 44. Hábitos de trabalho: precisam ser de excelência. De alto nível. Precisas ser super-produtivo, fazer muito em pouco tempo, optimizar os recursos que tens para que a tua actividade seja sempre rentável, Isso não se faz sendo amador. Um amador é uma pessoa que faz algo porque gosta (ama) e não pretende ganhar dinheiro com isso. Aliás, está preparado para pagar bastante pelo seu hobby, como pagam todos os que têm hoobies.  Um pescador amador gasta muito dinheiro com a pesca, mas a loja que lhe vende o equipamento ou o dono do barco que ele aluga, são profissionais e ganham dinheiro com o negócio gerado pelo amador.  Um caçador é a mesma coisa,  Um golfista, ou um adepto do futebol, ou  … Um Internet Marketer. Se és um Internet Marketer amador vais continuar a dar dinheiro a ganhar aos profissionais, continua a ter atitudes de amador: segue esta lista de erros e comete- os todos. O mercado é implacável: tira dinheiro aos amadores para o dar aos profissionais e tu, se queres ganhar dinheiro na Internet precisas ser um profissional:  Saber o que queres,  Reunir todos os recursos  Escolher mentores  Fazer um plano de acção  Colocar acção no plano de forma maciça  Durante o tempo que for necessário Isto é o que faz um profissional. Isto é o que fizeram e ainda fazem sempre todas as pessoas de sucesso que tu vês na Internet, com os cheques, as casas os carros, as viagens e as férias de sonho. Não te iludas aquilo tudo pode ser real mas não caiu do céu.
  45. 45. BÓNUS PARA OS LEITORES DESTE ARTIGO: Cria a Tua Conta Grátis ACEDE IMEDIATAMENTE AOS VÍDEOS 33- Pensar que as dificuldades são só suas e não ter noção de que todas as pessoas de sucesso passaram por dificuldades: quanto mais sucesso maiores as dificuldades superadas. Muitas pessoas entram em contacto comigo porque querem mudar de vida, trabalhar em casa, ou construir um negócio próprio ou usar a Internet para melhorarem os negócios que já têm. Para saber se a pessoa está mesmo determinada a fazer alguma coisa a respeito daquilo que diz que quer, eu coloco sempre um desafio. É sempre algo relativamente simples e fácil, mas querer que a pessoa entre em ação imediatamente e deixe o campo das intenções e do “eu gostava de…” Quando lanço um desses pequenos desafios, uma das expressões que ouço com regularidade é: “- Ah se tu soubesses da minha vida…” Para ser muito sincero contigo, quando me respondem assim a minha vontade é desligar a chamada no skype ou deixar de responder.  Porque haveria eu de querer saber da sua vida, sabendo eu que tem de ter as suas dificuldades e as suas facilidades, como tem a de toda a gente?  Porque razão a sua vida haveria de ser uma desculpa para não fazer uma coisa que ela disse que queria ver feito?
  46. 46. Às vezes a gente tem as ideias ao contrário. Quando digo a alguém para comprar um determinado produto ou ferramenta necessário para a pessoa poder ganhar o dinheiro, ou conquistar a liberdade que disse que queria, e ela me diz que não tem dinheiro e que “se soubesses a minha vida…” o que achas que eu lhe deveria dizer? Uma pessoa como eu que viveu toda a sua vida adulta no limiar da pobreza, dependente da ajuda de familiares para pagar contas e pôr comida na mesa, achas que estará muito interessada em ouvir as desculpas de outra pessoa? Não achas que seria muito mais interessante se essa pessoa dissesse: “não tenho esse dinheiro agora, mas vou arranjar uma forma, custe o que custar”? Qual é a pessoa mais determinada? A que arranja desculpas ou a que arranja um meio? Com quem gostarias tu mais de trabalhar e gastar o teu tempo? Com a pessoa positiva que luta até conseguir, ou com a pessoa negativa que se queixa e desiste ainda antes de começar? Lembra-te do seguinte: Todas as pessoas de muito sucesso só o são porque superaram muitos desafios. Muitos mais do que tu possas sequer imaginar. E podes ter a certeza: à medida que vais subindo a escada do sucesso, os desafios são cada vez maiores e tu precisas estar treinado a superar desafios, começando pelos mais pequenos que te são colocados à frente. 34- Fazer as perguntas certas, às pessoas erradas: procurar informações junto de pessoas que não têm sucesso, acreditar em “informações independentes” em blogues, comentários e sites de ódio. Algumas pessoas têm tanto medo das fraudes na Internet que acabam por cair em algumas das piores: acreditar nas pessoas que falam de alguma coisa que não fizeram, ou que tentaram e desistiram ou que, pior ainda, nem conhecem mas têm opinião. Este é um aviso sério e um Alerta de Fraude. Quando te aprece uma oportunidade de poderes trabalhar online, ganhar dinheiro na Internet e fazer um negócio próprio, estás entusiasmado, vês outras pessoas a terem sucesso, comunicas com pessoas de sucesso, falas comigo por exemplo, vês fotos minhas, da minha família, da minha casa e da minha vida privada, e sabes que sou real.
  47. 47. Tomas a decisão de começar o teu próprio projeto online trabalhando comigo, por exemplo. Falas comigo, conheces-me, fazes todas as perguntas, vês todos os dados, e tomas a tua decisão. Eu sei que tu não fazes isso, mas algumas pessoas antes de começarem a trabalhar, vão fazer perguntas sobre ganhar dinheiro na Internet, ou sobre os negócios online a pessoas que não sabem nada disso, nunca fizeram nada disso e a única opinião que têm é formada com informações dispersas que vêm a maior parte das vezes da educação mais ou menos conservadora que tiveram. Não podem dar uma opinião válida porque simplesmente não fazem ideia do que estás a falar. Ora a ignorância, como sabes, nunca impediu ninguém de dar opiniões, e o Internet Marketing não é excepção. Então o erro estúpido que comete quem pede opiniões às pessoas erradas e as ouve é muito simples: se alguém que não sabe nada disto te disser: vai em frente que é um bom negócio… e tu sabes que a pessoa não percebe nada disto, nunca fez nada online, nem tem qualquer tipo de resultados… tu irias valorizar muito a opinião dela? Acho que não. Da mesma forma não podes valorizar as opiniões desfavoráveis que encontras em sites e blogues de ódio. Todas as coisas que valem alguma coisa têm os seus detractores. Não quero dizer que tudo o que há na Internet seja bom e que tudo o que se diz de mal seja errado. Não. Mas recomendo que escolhas com ponderação a quem dás ouvidos e por quem te deixas influenciar porque no final das contas não é o dono de um blogue de ódio que te vai pagar as contas nem por comida na mesa: ele não se interessa com isso e nunca irá assumir qualquer responsabilidade se tu tomares alguma decisão baseada na opinião dele. 35- Continuar sem resultados durante muito tempo e não querer mudar nada. Vamos falar de “mudança de planos”, de saber quando desistir e saber do que desistir. Vamos falar de deixar de fazer certas coisas, ou de as fazer de uma determinada maneira que já vimos que não funciona como nós queremos. Quando traçam um objetivo e o plano de ação não estiver a funcionar bem:  Algumas pessoas mudam de objetivo e mantém o plano. Pensam assim: “se calhar fui demasiado ambicioso” e colocam um objetivo mais modesto enquanto continuam a fazer as mesmas coisas.
  48. 48.  Outras pessoas, na minha opinião mais espertas, mantêm o objetivo, mas mudam o plano. As vezes a mudança tem de ser tão radical que mudam mesmo de projeto, de empresa, de trabalho… mas o objetivo, o sonho, nunca se abandona. São as pessoas que sabem a diferença entre o veículo e o tesouro, sendo o veículo o “como” que pode mudar as vezes necessárias, e o tesouro “o quê” que é o objetivo, o sonho e que nunca muda. Quando alguém diz: nunca se desiste, é importante que isso se entenda: nunca se desiste de um sonho, de um projeto de vida, porque precisamos de desistir de muitas coisas ao longo do caminho para abraçarmos outras que nos são mais favoráveis. Um erro estúpido que cometem muitas pessoas boas que querem ganhar dinheiro na Internet é nunca desistirem de fazer uma coisa de uma certa forma, simplesmente porque não sabem fazer de outra maneira. Acham que insistir numa coisa que não funciona a fará funcionar. Não é ridículo? Se não funciona e está estragado, concerta-se. Se não funciona e não se pode concertar, deita-se fora e arranja-se outro veiculo ou outro plano que funcione. Concordas comigo? 36- Criticar quem tem resultados em vez de apreciar e aprender com eles (há aqui alguma inveja, também, claro) Quando falamos de outra pessoa aquilo que dizemos releva aquilo que pensamos de nós mesmos. Se falamos mal, é bem possível que necessitemos de algum tipo de reconhecimento que fortaleça a nossa insegurança e o deitar outras pessoas abaixo pode cumprir esse papel. Por isso aproveita para falar bem de outras pessoas. Se por acaso não tiveres nada de bom para dizer e não quiseres procurar, não digas nada. Há um fenómeno curioso quando se trata de pessoas trabalhando juntas em que umas têm mais sucesso do que outras: Começam a haver grupinhos. Os grupinhos dos bem-sucedidos e os grupinhos dos murmuradores. Os murmuradores são aqueles que se juntam para falar mal de tudo e de todos e com isso sentem-se bem. Falar mal do sucesso dos outros, e achar justificações para o próprio fracasso é uma forma conhecida de armadilha mental. Por isso os murmuradores se juntam uns com os outros, para falarem mal dos bem-sucedidos. Costumo dizer que “a miséria gosta de companhia” e não falo de miséria económica mas de miséria mental e emocional.
  49. 49. Se alguém precisa criticar outra pessoa para se sentir bem consigo mesma, alguma coisa de muito errado se passa na sua vida e precisa rapidamente de deixar o ego de lado, assumir a realidade e arregaçar as mangas porque o sucesso chega para todos, mesmo para aqueles que o criticam. Quando criticas alguém porque é melhor do que tu em alguma coisa estás somente a abafar dentro de ti mesmo as qualidades que te poderiam levar a ser tão bom ou melhor que essa pessoa.
  50. 50. 37- Ter uma atitude negativa: chorar, lamentar-se constantemente e focar-se nas dificuldades em vez de se focar e celebrar os pequenos sucesso dos dia-a-dia Já reparaste bem que quando acordas de manhã e vais retomando a consciência, os teus primeiros pensamentos que a tua mente te coloca na frente são problemas que tens de resolver neste novo dia? Começas bem o dia mas depois de 10 segundos já estás enrolado no dia-a-dia. Começar o dia a dizer “Obrigado” e esboçar um sorriso são as duas melhores formas que conheço para sincronizar a mente e as emoções com o positivo e as soluções. Quando um problema surge, olha para ele de todos os ângulos, e depois foca-te em ações que levam à sua solução. Não deixes que os problemas te roubem a gratidão. Celebra cada pequeno sucesso, agradece tudo o que tens, és, sabes e fazes. Afasta-te das pessoas negativas que criticam tudo e todos, que só falam de dificuldades e de problemas. Afasta-te delas, e aproxima-te de pessoas positivas. Não permitas que o lixo de outras pessoas entre na tua mente. Seria uma pena. 38- Tentar vender tudo a todos, sem ter consciência que cada nicho tem as suas necessidades e desejos Quando trabalhava em Marketing com empresas, uma das principais dificuldades para os empresários e para os vendedores sempre foi deixar de falar para uma faixa da possível clientela e focar a mensagem numa outra. Quando somos eficazes a falar para adeptos de futebol, é óbvio que vamos deixar de lado todos os contabilistas que não gostam de bola. É assim. Deixa as pessoas irem embora e foca-te nos que ficam. Esses são os teus potenciais clientes, a tua tribo de seguidores fieis com quem poderás construir um negócio duradouro. Quando se quer ganhar dinheiro na Internet, e mesmo fora da Internet, precisas comunicar num nível de certa profundidade com algumas pessoas (o teu nicho) que são aquelas que têm maior desejo de te comprar o que tens para vender. Em consequência disso, vais deixar de focar energia em outras pessoas e outros nichos, e é aqui que começa a dificuldade: tu não queres deixar ninguém de fora, tu queres vender tudo a todos.
  51. 51. O que acontece 100% das vezes é que acabas por não vender nada a ninguém, simplesmente porque, nos 4 ou 5 nichos para os quais estás a tentar falar ao mesmo tempo , superficialmente, há 4 ou 5 concorrentes que falam em profundidade para cada um e tu perdes em toda a linha.  Verifica bem qual o valor que tens para vender no mercado.  Acha o perfil das pessoas que desejam isso.  Comunica com elas em profundidade: fala das suas dores, das suas lutas e dificuldades, e fala das tuas soluções.  Mostra exemplos, ensina de graça muitas coisas úteis e cria cumplicidade. Torna-se muito fácil não somente vender a essas pessoas, mas criar um nicho apaixonado que não comprará a nenhum dos teus concorrentes, porque confia em ti. Já compraste alguma coisa a alguém, mesmo sendo mais caro, somente porque confias mais nessa pessoa do que no seu concorrente? É isso. 39- Avaliar tudo pelo que sente, e vê ele mesmo, e avaliar a opinião dos outros a partir da sua própria opinião: não medir e não usar dados. Este é um dos erros mais estúpidos mas também mais frequentes. Faz-me lembrar, há muitos anos, um dono de uma empresa de Leiria (a cidade onde trabalhava na altura) queria fazer publicidade nos autocarros da cidade. Os meios foram estudados, os preços, os itinerários melhores, com mais passageiros e mais potenciais clientes e foi feita a proposta. Tudo bem feito, para otimizar os custos e proporcionar a melhor visibilidade mas a campanha foi recusada. Motivo: “nenhum autocarro com a minha publicidade passa em frente da minha casa“. Partimo-nos a rir, claro, mas a vontade dele foi cumprida, rotas foram recalculadas e ele conseguiu gastar mais 2 mil euros por mês e ter menos 20 mil pessoas a verem a sua publicidade só porque queria que o autocarro passasse diante da sua porta. Esta história ilustra uma realidade presente em muitas pessoas que querem ganhar dinheiro na Internet: avaliam as coisas pelo que lhes parece. Têm uma opinião empírica sobre o negócio.  Quando fazem um artigo e o publicam não voltam a mexer-lhe porque é como eles gostam, mesmo que depois os leitores o detestem, ele não sabe porque não mede.
  52. 52.  Quando faz uma página de captura faz as coisas conforme lhe agradam mais sem testar o que resulta melhor. Faz como acha mais bonito.  Quando toma uma decisão de preço, ou de promoção opta pelo que ele próprio gostaria de ver promovido sem ter consciência do que o mercado realmente quer. É preciso usar o gosto pessoal, claro. É preciso usar de intuição? Óbvio, principalmente se tens uma enorme experiência e podes confiar na tua intuição. Se não tens essa enorme experiência, a tua intuição estará a levar-te na direção para a qual está treinada, que pode ser outra coisa qualquer. Por isso, quanto mais novo fores num determinado negócio, mais precisas confiar nos dados e menos tens de confiar na intuição. 40- Não investir o máximo em tempo, dinheiro e dedicação para não correr o risco de perder: o preço de não fazer uma coisa pode ser mais elevado do que o preço de a fazer. Precisas ter consciência de que tudo tem um preço e, no que diz respeito a ganhar dinheiro na Internet, frequentemente o preço de não fazer uma coisa é mais caro do que o preço de a fazer. Esta ideia é muito clara quando falo de determinados produtos. Pessoalmente gosto do Mass Influence Formula que fala de “influenciar pessoas a fazerem aquilo que já querem fazer”. Acho isto fascinante e muitos dos meus resultados vêm do facto de eu ter aprendido e continuar a aprender como comunicar melhor, entender melhor as pessoas e poder guiá-las na direção que elas realmente querem ir. Ajudá-las a superar as auto-sabotagens, ajudá-las a tomar decisões mais rapidamente e a cometer menos erros é algo que não tem preço. Este curso custou-me 3500 dólares. Quando o comprei não tinha dinheiro, mas percebi que iria pagar um preço muito maior com o dinheiro que iria deixar de ganhar, do que o preço que ele custava. Para mim era uma fortuna. Mas a verdade é que me coloquei em campo e consegui financiar-me. Fiz isso porque tinha consciência de que a cada dia que passava eu estava a perder vendas e influência no meu nicho pelo facto de não ter aquele tipo de informação e de treino. Estava correto.  Há pessoas que não dão o seu melhor, não fazem os sacrifícios, ou as escolhas difíceis porque têm medo de fracassar.
  53. 53.  Há pessoas que não trabalham apaixonadamente porque não querem colocar um investimento emocional grande naquilo que estão a fazer. Têm medo que não resulte e depois sofrem.  Há pessoas que não dão o seu melhor na sua relação porque não querem ser feridos caso ela termine.  Há pessoas que não se comprometem ao máximo com o seu projecto de vida ou com o seu negócio, ou actividade porque têm medo de ficar mal vistos. Sabes o que acontece a todas estas pessoas: provocam o acontecimento precisamente daquilo de que tinham medo:  Por não fazerem o seu melhor,  Por não se comprometerem,  Por não se envolverem com paixão,  Por não colocarem o seu dinheiro, tempo, energia nas coisas…  … isso mesmo que temiam acontece: Fracassa a relação, o negócio, o projecto, o objectivo, a actividade, tudo. E o que provocou o fracasso foi o medo de colocar tudo em cima da mesa. O medo de fracassar, de sofrer, de ficar ferido. Pessoalmente acho mais arriscado investir 20 euros a medo só para ver se uma coisa funciona, do que investir 1000 e dar o litro para a pôr a funcionar. 41- Acreditar que ficar rico a ganhar dinheiro na Internet é mentira ou, sendo verdade é para outras pessoas que não tu. Ninguém consegue realizar algo em que não acredite. Pensa um pouco: não é a crença que faz as coisas funcionarem, por isso não basta crer para ver. Mas o acreditar dá-te uma energia que te leva a tomar decisões mais corajosas, a agir mais rapidamente e de forma mais eficaz e isso produz melhores resultados. Quando alguém me diz: “Ah isso és tu que sabes escrever bem e percebes de computadores…” apetece-me dar-lhe um estalo.
  54. 54. Estou mas ou menos intolerante a desculpas e este tipo de comentários são somente justificações que a pessoa está a inventar par explicar o facto de eu ter sucesso a ganhar dinheiro na Internet e ela não. Está a desvalorizar o meu trabalho e o meu esforço como se eu tivesse nascido a saber tudo o que sei e tudo tivesse sido fácil para mim. Quando alguém comete o erro estúpido de justificar a própria falta de coragem ou a própria inércia desvalorizando o trabalho de quem tem resultados está a cimentar a crença falsa de que não tem as condições necessárias e suficientes para ter sucesso. Esta crença impede-a sequer de tentar. Não acredita que seja possível ganhar dinheiro na Internet, mudar de vida, reconquistar montes de coisas, acordar sonhos enterrados, porque acreditar é doloroso. E se acredito e me esforço e dou o meu melhor e… não funciona? Se pensas assim, pensa também de outra forma: E se funciona? Partilha Este Post e Espalha a Palavra. Rui Gabriel Rui Gabriel conquistou uma posição de sucesso invulgar como empreendedor e mentor de empreendedores. Segue-o: Trabalha Com Rui Gabriel

×