Relatório de jogo Maria de fonte vs Bragança

639 visualizações

Publicada em

3ª Divisão Nacional - Época 2011/2012

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
639
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de jogo Maria de fonte vs Bragança

  1. 1. Campeonato Nacional da Terceira Divisão Relatório de Jogo Maria da Fonte VS Bragança Resultado: [1-1] Local: [Campo dos Moinhos Novos] Data: [26-02-2012] Hora: [15:00] Bragança: 35Pontos em 20jogos[10V - 5E- 5D] GM: 26golos; GS: 17golos;
  2. 2. Sistema de Jogo Inicial Karaté Jaime Móbil Gil Capelo Tamsir Ximena Kane Ricardo Gomes Luís Rodrigues Pedrinha Valadares27-Fev-12 Relatório de Jogo 2
  3. 3. Sistema de Jogo Inicial Equipa Inicial Nome Nº Posição Virgílio Loureiro “Ximena” – 30anos 1 GR Carlos Carneiro “Pedrinha” – 34anos 30 DD Ricardo Gomes – 31anos 28 DC Rui Gil – 33anos 5 DC Valter Esteves “Karaté” – 28anos 20 DE (destro) Fabien Pinto “Capelo” – 21anos 13 MDC Luís Rodrigues – 27anos 4 MC Marco Pires “Móbil” – 31anos 8 MC Telmo Valadares – 24anos 16 ED Jaime Pires – 20anos 19 EE Tamsir Kane – 26anos 21 AV27-Fev-12 Relatório de Jogo 3
  4. 4. Organização Ofensiva • Esta equipa está organizada em 1-4-3-3, é uma equipa Ximena que se caracteriza em três momentos distintos quando está em posse da bola: • 1º: Sai quase sempre a jogar em posse de bola, através Gomes Gil dos dois centrais, há uma grande movimentação dos Pedrinha 3médios (tipo carrossel), para que um deles venha Karaté receber a bola. Capelo • 2º: A bola circula quase sempre no meio (jogo interior), os três médios realizam trocas sucessivas com passes curtos e tabelas. (Há sempre apoio dos defesas Luís Móbil laterais, quando é necessário fazer campo grande). • 3º: Após estas trocas, o jogador Capelo é muito Valadares Jaime procurado pelos colegas, para efectuar o último passe, T. Kane este de ruptura para os três homens da frente, a bola é colocada geralmente nas costas da defesa contrária. • O trio da frente é rápido e móvel, o Avançado Kane está sempre em constante movimentação, indo ao meio campo dar mais uma linha de passe aos médios.27-Fev-12 Relatório de Jogo 4
  5. 5. Organização Defensiva • Defenderam em 1-4-4-2, em que os dois extremos se Ximena juntam aos dois médios de características mais defensivas, já o médio móbil é muitas vezes o primeiro a dar o sinal de pressão, saindo disparado para Gomes Gil Pedrinha Karaté pressionar o adversário MDC, DC e o DD do Maria da fonte, ficando o AV kane com o DC e o DE adversários. • É uma equipa que defende com as linhas bastante Luís Capelo próximas, a defesa encosta-se bem aos médios, Valadares Jaime deixando espaço nas costas para o adversário explorar (situação bem estudada pelo Maria da Fonte). Móbil • É uma defesa experiente, mas muito permeável no T. Kane que diz respeito á velocidade, o DC Gomes é muito forte no jogo aéreo. • O Maria da fonte explorou muito bem com bolas rápidas entre Pedrinha e Gomes. • Após o golo sofrido, subiram mais o bloco defensivo para 1-4-2-3-1.27-Fev-12 Relatório de Jogo 5
  6. 6. Transição Ofensiva – Início do Ataque • O Bragança envolve 7 jogadores neste momento do Ximena jogo, o médio de equilíbrios Luís fica mais recuado embora participante neste momento, o DE Karaté sobe muito pelo seu corredor, passando Jaime para Pedrinha Gomes Gil a posição 9, com o recuo de Kane. • Quando recuperam a bola, tentam atacar de forma rápida, com bola controlada de pé para pé. Luís • Mais uma vez é o médio Capelo o mais qualificado para realizar os passe de ruptura para os homens Móbil Capelo da frente, é o homem que pensa o jogo, quando este saiu a equipa perdeu qualidade no passe e na T.Kane Karaté posse, apostando depois num jogo mais directo, sempre com o pensamento na vitória. Valadares Jaime • O jogador mais procurado para finalizar, é o rapidíssimo Kane, tentam servi-lo nas costas da defesa.27-Fev-12 Relatório de Jogo 6
  7. 7. Transição Defensiva – Perda de bola • Quando perdem a bola, toda a equipa se auto- Ximena ajuda, a linha de ataque recua rapidamente para apoiar os 3 médios, estes são jogadores muito pressionantes, lutadores e com vontade de recuperar rapidamente a bola pois não se Pedrinha Gomes Gil Karaté sentem confortáveis quando não a têm em sua posse. Capelo • A linha mais recuada, como já referi acima Luís aproxima-se da linha média, apostando muito Móbil no fora de jogo, são experientes e dominamValadares este tipo de situação. Jaime • O Maria da Fonte, conhecedor desta situação T.Kane tentou e criou inúmeras situações de perigo nas costas da defesa.27-Fev-12 Relatório de Jogo 7
  8. 8. Bolas Paradas• Contra: Como será possível observar no vídeo realizado com estes momentos, a equipa do Bragança defende á zona.• Não é uma equipa alta, tem centrais fortes no jogo aéreo que “limpam muitas bola”, pois têm uma atitude guerreira.• Deixam sempre um jogador na frente, o homem dos 7golos o AV Kane.• A favor: Colocam sempre muita gente na área adversária, mais uma vez há que temer o DC Gomes pois é poderoso no ar.• 6 a 7 homens dentro da área, sem qualquer tipo de jogada estudada, apenas com uma forte entrada ao lance.• Os cantos são batidos na para a zona de pénalti.• Deixam sempre 2 homens atrás, os dois defesas laterais, ficando imediatamente a seguir o médio Móbil (marcador bolas paradas).27-Fev-12 Relatório de Jogo 8
  9. 9. Resumo da equipa• Privilegia a posse de bola.• Inicio de ataque através de um jogo interior.• Defesa esquerdo (Destro), sobe no terreno com muita frequência, procura movimentos diagonais.• Saiem quase sempre a jogar.• Encontraram uma equipa conhecedora do seu futebol, que procurou anular a velocidade dos homens da frente e explorar as costas da defesa.• Saíram com um ponto no fim do jogo, através de um livre directo, o Maria da Fonte foi bem melhor no seu campo, mas não foi eficaz.27-Fev-12 Relatório de Jogo 9
  10. 10. Sugestões• Esta equipa joga numa primeira fase em posse de bola - sugiro que pressionemos imediatamente entre os centrais e os médios anulando aquela fase de construção.• Não deveremos deixar o meio - campo adversário ter bola, pois são perigosos a servir o ataque, (passes de ruptura).• Explorar o espaço nas costas da defesa.• Um PL móvel será o ideal para se bater com estes centrais pois gostam de ter uma referência para marcar, mobilidade traz-lhes dificuldades acrescidas. (Defesa central Gomes, poderoso jogo aéreo, servir o PL no espaço vazio e pelo chão).• Linha defensiva rápida, e atenta ás sucessivas trocas entre os homens da frente.• O AV Kane nunca está parado, procura vir atrás tabelar com os médios.• Esta equipa pressionada, erra muito principalmente na linha média.• Dois homens na frente que joguem entre os centrais e os laterais.• Por fim, sugiro um jogo de muito pressing e com transições rápidas.27-Fev-12 Relatório de Jogo 10
  11. 11. Dados estatísticos Golos Marcados 1ª parte 2ª parte 50% 50% Golos Sofridos 1ª parte 2ª parte 47% 53%27-Fev-12 Relatório de Jogo 11
  12. 12. Dados estatísticos Golos marcados e sofridos ao longo dos 90 min.87654 8 83 5 5 5 52 4 310 0-30 min. 30-45 min. 45-65 min. 65-90 min. Marcados Sofridos27-Fev-12 Relatório de Jogo 12
  13. 13. Dados estatísticos Evolução - Golos Marcados ao longo dos 20 jogos4,50 4,03,50 3,02,50 Marcados 2,0 Média Marcados1,50 1,0 ,50 ,0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 27-Fev-12 Relatório de Jogo 13
  14. 14. Dados estatísticos Evolução - Golos Sofridos ao longo dos 20 jogos3,50 3,02,50 2,0 Sofridos1,50 Média Sofridos 1,0 ,50 ,0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 27-Fev-12 Relatório de Jogo 14

×