RECURSOS DE PESQUISA NA WEB
O módulo está organizado em seis unidades: Unidade 1 - Introdução; Unidade 2 - Diretórios; Unidade 3 - Máquinas de Busca; ...
Unidade 1 - Introdução;
A Internet já deixou ser uma novidade há muito tempo.Em muitas situações já não conseguimos obter as  informações que prec...
De uma forma geral, os recursos de busca mais simples costumam retornar informações irrelevantes ou  inconscientes. Isso a...
Para se obter resultados mais adequados , enquanto não  se pode contar com mecanismos de busca perfeitos às nossas necessi...
Com o objetivo de criar oportunidades para o  desenvolvimento de práticas pedagógicas - que integrem  tecnologias -, esta ...
Estarão disponíveis, nas primeiras unidades,  conceitos  básicos sobre os tipos de ferramentas de pesquisa e  organização ...
Para encerrar esta introdução, estarão disponíveis, em  Biblioteca – Material do professor ,  textos para aqueles que dese...
Unidade 2 - Diretórios;
Diretórios
Os  diretórios  foram criados para organizar os recursos da Web. Eles surgiram quando o conteúdo da  Internet ainda era pe...
Nos diretórios exibidos ao usuário (normalmente em  ordem alfabética não existe um ordenamento de sites por relevância da ...
http://br.yahoo.com/info/diretorio.html
Os sites coletados passam pela seleção de editores ,  que tomam conhecimento de novos recursos por meio de sugestões de us...
Nem todos  os diretórios  são genéricos  e cobrem todos os assuntos.  Alguns diretórios cobrem áreas específicas e são cha...
Unidade 3 - Máquinas de Busca;
MÁQUINAS DE BUSCA
Uma  Máquina de Busca  é um sistema capaz de rastrear a Web para localizar e catalogar novas páginas e sites. A ordenação ...
Algoritmo Um algoritmo é uma seqüência de instruções que é  executada para se realizar uma tarefa ou atingir um  objetivo....
As máquinas de busca procuram sempre colecionar o maior número possível de recursos por meio do uso de  Softwares chamados...
As  máquinas de busca  começaram a  surgir  quando o  número de recursos na Web cresceu de tal forma que a sua  coleta por...
Os robôs são programas que a máquina de busca lança, de tempos em tempos na Web, para obter dados sobre o maior  número po...
O Google ( www.google.com.br ) é a máquina de  busca mais utilizada atualmente.
O programa da máquina de busca também é  responsável pela ordenação dos resultados, de  Maneira que os mais relevantes apa...
Unidade 4 - Tráfego e Acessos;
TRÁFEGOS E ACESSOS Diante de bilhões de páginas disponibilizadas na Web (em mais de 100 milhões de sites),  como identific...
Elas desenvolveram recursos para  pré-qualificar o  tráfego  de um site cadastrado. Se o tema de um site é, por exemplo,  ...
As máquinas de busca também sabem que os sites listados em Diretórios foram selecionados por editores humanos  (e a influê...
 
Unidade 5 - Dicas de Pesquisa;
DICAS DE PESQUISAS O Google é a máquina de busca  mais estudada e conhecida de todas . Por ter sido projetado e implementa...
O fato é que o seu  mecanismo de busca  contém  características especiais  para  avaliação das páginas  encontradas, sinte...
PageRank A técnica PageRank é usada pelo Google para ajudar a determinar a relevância ou  importância de uma página.  O no...
Para Saber Mais Para conhecer um pouco mais sobre o mecanismo do  Google e qual a idéia básica da técnica PageRank, acesse...
Itens especiais do Google As máquinas de busca  atualmente disponibilizam recursos e  facilidades de pesquisa muito semelh...
Vamos, aqui, conhecer algumas das facilidades do  Google, que é a máquina de busca mais utilizada no mundo  atualmente. Po...
PESQUISA DE IMAGENS A pesquisa de Imagens do Google é de fácil  compreensão , com milhões de imagens indexadas e  disponív...
 
As imagens identificadas pelo serviço de  Pesquisa de  imagens do Google podem ter direitos de uso . Então,  se for  de in...
Localização de informações em arquivos  PDF, DOC, RTF, etc. Os  resultados  das pesquisas no Google  incluem  também  arqu...
Termo de Informática: linguagem digital padrão em que são escritas as  informações das  páginas e sites publicados na Inte...
Essa busca é automática no Google e os arquivos são identificados na listagem dos resultados, para o usuário  saber que um...
 
Utilize e experimente a busca de textos no  interior de documentos do  Google  (http://www.google.com.br)  para localizar ...
Páginas Semelhantes Quando se clica no link  Páginas Semelhantes  no resultado de uma busca, o Google  vasculha  automatic...
 
Exercício Prático Utilize e experimente a busca de  Páginas Semelhantes  a  resultados do  Google  (http://www.google.com....
Domínio Restrito Para  procurar informações  dentro de um  domínio  ou site específico, basta acrescentar o operador “ sit...
 
Exercício Prático Utilize e experimente a busca do  Google (http://www.google.com.br) em um Domínio Restrito para localiza...
Procura por expressões Para restringir a busca de informações, localizando apenas documentos que contenham uma expressão o...
Assista a animação 1 Assista a animação 2
Exercício Prático Utilize e experimente a procura por expressões do Google (http://www.google.com.br) para localizar infor...
Inclusão e eliminação de palavras Para que o Google  localize documentos que não contenham determinadas palavras , basta a...
 
Exercício Prático Utilize e experimente a eliminação de expressões na  procura do Google (http://www.google.com.br) para l...
Outro filtro que pode ser aplicado aos resultados de uma busca pode ser incluído com o  uso do caractere "+“ antes do...
 
Exercício Prático Utilize e experimente a filtragem de resultados de  busca do Google (http://www.google.com.br) para  loc...
Definições de termos Para encontrar alguns conceitos e definições de termos encontrados em alguns glossários on-line ou en...
 
Exercício Prático Utilize e experimente a consulta a conceitos de  termos no Google (http://www.google.com.br) para  local...
Combinações de Recursos Uma das maiores vantagens dos recursos de pesquisa do Google é que eles podem ser combinados entre...
Exercício Prático Utilize e experimente a combinação dos recursos de  pesquisa do Google (http://www.google.com.br) para  ...
Maiúsculas, minúsculas, acentuação e  pedaços de palavras As buscas no Google não são sensíveis a  maiúsculas e minúsculas...
Para conseguir resultados mais precisos, o Google  não utiliza radicais de palavras nem caracteres substitutos .  Em outra...
Pesquisa avançada Freqüentemente, adicionar mais  palavras e atributos a uma busca ampla ajuda a estreitá-la até você enco...
 
Unidade 6 - Bibliotecas Virtuais.
Bibliotecas Virtuais
Na Internet podemos encontrar , além de informação,  muito  material educacional  pronto e disponível para uso em sala de ...
Em todo caso, é sempre importante levar em consideração  os direitos de uso de qualquer material disponibilizado na Intern...
Atividade 3 – módulo 2 - Biblioteca  material professor
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Curso de Pesquisa na Web

3.151 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.151
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
147
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
194
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso de Pesquisa na Web

  1. 1. RECURSOS DE PESQUISA NA WEB
  2. 2. O módulo está organizado em seis unidades: Unidade 1 - Introdução; Unidade 2 - Diretórios; Unidade 3 - Máquinas de Busca; Unidade 4 - Tráfego e Acessos; Unidade 5 - Dicas de Pesquisa; Unidade 6 - Bibliotecas Virtuais.
  3. 3. Unidade 1 - Introdução;
  4. 4. A Internet já deixou ser uma novidade há muito tempo.Em muitas situações já não conseguimos obter as informações que precisamos sem realizar uma profunda pesquisa na Web. Em novembro de 2006, foi anunciado que a Internet mundial atingiu o incrível número de 100 milhões de sites. Por isso, uma das grandes questões é: como encontrar a informação que desejamos, dentro do excesso de material contido na rede?
  5. 5. De uma forma geral, os recursos de busca mais simples costumam retornar informações irrelevantes ou inconscientes. Isso acontece porque os mecanismo de busca são recursos de tecnologia, enquanto que a informação na Internet está organizada em páginas feitas por humanos , ou seja, para humanos entenderem. Uma não foi originalmente preparada para a outra. Por isso, uma grande quantidade de páginas sem nenhuma ligação com a informação esperada pode ser apresentada juntamente com os bons resultados. Torna-se difícil separar o que realmente queremos.
  6. 6. Para se obter resultados mais adequados , enquanto não se pode contar com mecanismos de busca perfeitos às nossas necessidades, vamos conhecer como funcionam os processos de catalogação de informações na Web e como podemos tirar proveito dos recursos oferecidos pelas máquinas de busca mais utilizadas.
  7. 7. Com o objetivo de criar oportunidades para o desenvolvimento de práticas pedagógicas - que integrem tecnologias -, esta oficina quer oferecer um espaço para a prática de pesquisa na Web . Isso deve acontecer de tal forma que seja possível articular o que se está aprendendo com a sua própria experiência prática.
  8. 8. Estarão disponíveis, nas primeiras unidades, conceitos básicos sobre os tipos de ferramentas de pesquisa e organização de informações na Internet .Em seguida, exercícios práticos irão orientá-los para um uso prático dos recursos de busca. O importante é que você desenvolva, progressivamente, suas próprias pesquisas na Web. Já na última unidade, você terá acesso a algumas bibliotecas virtuais que podem facilitar e maximizar sua prática na localização de mais informações na Internet.
  9. 9. Para encerrar esta introdução, estarão disponíveis, em Biblioteca – Material do professor , textos para aqueles que desejarem se aprofundar em alguns temas.
  10. 10. Unidade 2 - Diretórios;
  11. 11. Diretórios
  12. 12. Os diretórios foram criados para organizar os recursos da Web. Eles surgiram quando o conteúdo da Internet ainda era pequeno o suficiente de forma que pudesse ser coletado por pessoas. Um diretório nada mais é do que uma lista de sites e páginas da Web, manualmente selecionados , e separados hierarquicamente por categorias .
  13. 13. Nos diretórios exibidos ao usuário (normalmente em ordem alfabética não existe um ordenamento de sites por relevância da informação desejada: todos os sites de uma dada categoria são ). O Cadê? – www.cade.com.br – originalmente era um diretório . Atualmente, o maior de todos os diretórios é o Dmoz – dmoz.org, em inglês. Para localizar uma informação, os usuários precisam navegar pelas categorias e subcategorias, até encontrar uma lista específica o suficiente, que contenha os links de seu interesse.
  14. 14. http://br.yahoo.com/info/diretorio.html
  15. 15. Os sites coletados passam pela seleção de editores , que tomam conhecimento de novos recursos por meio de sugestões de usuários, de pesquisas Internet, ou ainda, pelo uso de programas para coletar novos endereços. Normalmente, apenas os melhores recursos são escolhidos para inclusão. Por conta desta triagem, e devido à enorme quantidade de sugestões, poucos sites podem ser acrescentados semanalmente.
  16. 16. Nem todos os diretórios são genéricos e cobrem todos os assuntos. Alguns diretórios cobrem áreas específicas e são chamados de diretórios temáticos ou especializados . Existem, por exemplo, diretórios especializados em imagens, jornais e revistas, software, listas de discussão; outros coletam sites sobre assuntos específicos como saúde, ciências, legislação, educação, entre outros.
  17. 17. Unidade 3 - Máquinas de Busca;
  18. 18. MÁQUINAS DE BUSCA
  19. 19. Uma Máquina de Busca é um sistema capaz de rastrear a Web para localizar e catalogar novas páginas e sites. A ordenação das informações apresentadas ao usuário é feita por algoritmos implementados em programas de computador. Não há, originalmente, intervenção humana direta na ordem das listas montadas. Além disso, ao contrário dos diretórios, as máquinas de busca não organizam hierarquicamente as páginas que colecionam e, sim, apresentam uma lista única de resultados. http://www. aeudf . br /portal/ busca /index. asp
  20. 20. Algoritmo Um algoritmo é uma seqüência de instruções que é executada para se realizar uma tarefa ou atingir um objetivo. Os programas de computadores utilizam algoritmos, para resolver os problemas ou comandos solicitados. Por exemplo: existem algoritmos que dizem ao computador os passos que devem ser seguidos para colocar uma lista de palavras em ordem alfabética.
  21. 21. As máquinas de busca procuram sempre colecionar o maior número possível de recursos por meio do uso de Softwares chamados robôs . Como suas bases de dados são extremamente grandes, podendo alcançar bilhões de itens, permitem aos usuários localizar os itens desejados mediante buscas por palavras-chave , ou, às vezes, em linguagem natural . Robôs Os robôs também são conhecidos como spiders ou crawlers.
  22. 22. As máquinas de busca começaram a surgir quando o número de recursos na Web cresceu de tal forma que a sua coleta por meios manuais tornou-se muito complexa . A maioria dessas máquinas de busca derivou do trabalho de pesquisadores e estudantes interessados na Web. Como os projetos passaram cada vez mais a exigir maiores recursos humanos e técnicos, muitos pesquisadores não continuaram seus investimentos. Com a Internet comercial , os que progrediram foram adquiridos por empresas ou financiados por propagandas e investidores.
  23. 23. Os robôs são programas que a máquina de busca lança, de tempos em tempos na Web, para obter dados sobre o maior número possível de documentos e sites disponíveis. Os robôs se locomovem de um documento a outro, utilizando-se dos links existentes nas próprias páginas da Web . Geralmente, eles iniciam a busca a partir de sites conhecidos, especialmente daqueles que possuem muitos links, recuperam a sua página inicial e seguem os encontrados.
  24. 24. O Google ( www.google.com.br ) é a máquina de busca mais utilizada atualmente.
  25. 25. O programa da máquina de busca também é responsável pela ordenação dos resultados, de Maneira que os mais relevantes apareçam em primeiro lugar na lista. Embora gigantescas, as bases de dados de cada máquina de busca não são iguais . Assim, para a mesma pesquisa, cada mecanismo trará bons resultados que outros não encontraram. Para uma busca ser completa, pode ser necessário se usar mais de uma máquina de busca. Atividade 1 – módulo 2 - Biblioteca material professor
  26. 26. Unidade 4 - Tráfego e Acessos;
  27. 27. TRÁFEGOS E ACESSOS Diante de bilhões de páginas disponibilizadas na Web (em mais de 100 milhões de sites), como identificar quais as mais relevantes? Atualmente, a Internet tornou-se muito comercial e o sucesso de um site está relacionado à sua quantidade de tráfego . As máquinas de busca levam isso em consideração.
  28. 28. Elas desenvolveram recursos para pré-qualificar o tráfego de um site cadastrado. Se o tema de um site é, por exemplo, História do Brasil , não faz muito sentido receber visitantes interessados em compra de equipamentos de informática. Uma boa máquina de busca garante que os visitantes estejam em busca de algo que seu site oferece (aumentando, portanto, as chances de sucesso na procura). Portanto, os robôs visitam com mais freqüência as páginas que as máquinas de busca consideram mais relevantes e/ou que sejam atualizadas Mais freqüentemente.
  29. 29. As máquinas de busca também sabem que os sites listados em Diretórios foram selecionados por editores humanos (e a influência que isso tem na qualidade). Por isso, ao avaliar o ranking de uma página, é dado um peso especial a sites listados em diretórios bem conceituados . Durante algum tempo, links no Dmoz e no Yahoo! tinham peso especial nos algoritmos do Google. Atualmente, alguns poucos sites controlam o tráfego de Máquinas de Busca na Web.
  30. 31. Unidade 5 - Dicas de Pesquisa;
  31. 32. DICAS DE PESQUISAS O Google é a máquina de busca mais estudada e conhecida de todas . Por ter sido projetado e implementado no meio acadêmico (enquanto as outras máquinas de busca desde cedo tomaram um rumo comercial), o Google teve vários documentos a respeito de sua estrutura divulgados.
  32. 33. O fato é que o seu mecanismo de busca contém características especiais para avaliação das páginas encontradas, sintetizadas por uma técnica denominada PageRank . Este foi o principal fator do sucesso do Google. Ele tornou-se o que é hoje porque seus resultados agradam os usuários. Agradam porque são mais relevantes .
  33. 34. PageRank A técnica PageRank é usada pelo Google para ajudar a determinar a relevância ou importância de uma página. O nome foi dado em homenagem a Larry Page, autor da idéia, e foi desenvolvida em conjunto com Sergey Brin (os 2 fundadores do Google), na Universidade de Stanford - EUA, em 1998.
  34. 35. Para Saber Mais Para conhecer um pouco mais sobre o mecanismo do Google e qual a idéia básica da técnica PageRank, acesse a leitura complementar, disponível em Biblioteca – Material do Professor, “Como o Google funciona”, A leitura deste material não é obrigatória mas ajuda a explicar o sucesso do Google.”.
  35. 36. Itens especiais do Google As máquinas de busca atualmente disponibilizam recursos e facilidades de pesquisa muito semelhantes entre si, com pequenas variações no uso das suas funções.
  36. 37. Vamos, aqui, conhecer algumas das facilidades do Google, que é a máquina de busca mais utilizada no mundo atualmente. Posteriormente, você pode procurar conhecer também os recursos de outras máquinas de busca na Internet (Yahoo!, MSN, Altavista, entre outros).
  37. 38. PESQUISA DE IMAGENS A pesquisa de Imagens do Google é de fácil compreensão , com milhões de imagens indexadas e disponíveis para visualização. Para utilizar este recurso, basta acessar a opção Imagens , na página principal do Google, e inserir os termos de referência da imagem desejada na caixa de pesquisa. Na página de resultados, são localizadas as imagens que se encontram em páginas que contêm os textos procurados. assista a animação
  38. 40. As imagens identificadas pelo serviço de Pesquisa de imagens do Google podem ter direitos de uso . Então, se for de interesse do usuário utilizar qualquer imagem localizada através do serviço, será necessário contactar o responsável pelo site onde a imagem está publicada, para obtenção das devidas permissões. Exercício Prático Utilize e experimente a ferramenta de pesquisa de imagens do Google (http://www.google.com.br) – opção Imagens – para localizar sites com ilustrações de “educação a distância”, “ sala de aula”, “arte na escola”, entre outras.
  39. 41. Localização de informações em arquivos PDF, DOC, RTF, etc. Os resultados das pesquisas no Google incluem também arquivos do tipo Adobe Portable Document Format ( PDF ), Microsoft Word ( DOC ), Rich Text Format ( RTF ), entre outros. Apesar da publicação de arquivos com estes formatos não ser tão comum como a de arquivos HTML , pode haver informações de alta qualidade disponíveis nestes documentos . Assista a animação
  40. 42. Termo de Informática: linguagem digital padrão em que são escritas as informações das páginas e sites publicados na Internet . HTML
  41. 43. Essa busca é automática no Google e os arquivos são identificados na listagem dos resultados, para o usuário saber que um programa específico (Acrobat Reader, Word, etc.) será executado para abrir o arquivo. Para ver o seu resultado somente em arquivos DOC , simplesmente digite “ filetype:doc ”, dentro do box de procura, diante do termo de sua pesquisa. Isso vale para qualquer outro formato (PDF, RTF, etc.).
  42. 45. Utilize e experimente a busca de textos no interior de documentos do Google (http://www.google.com.br) para localizar arquivos PDF com os termos “ tecnologia” e “educação”. Faça o mesmo para arquivos DOC . Exercício Prático
  43. 46. Páginas Semelhantes Quando se clica no link Páginas Semelhantes no resultado de uma busca, o Google vasculha automaticamente a Web atrás de outras páginas que estão fortemente relacionadas a este mesmo resultado.Se o conteúdo de um site específico for relevante à sua procura e você desejar ter mais informações, este link pode encontrar outros sites com conteúdo similar . Assista a animação                                                    
  44. 48. Exercício Prático Utilize e experimente a busca de Páginas Semelhantes a resultados do Google (http://www.google.com.br) para localizar outros sites após uma busca pelos termos “pesquisa na web”.
  45. 49. Domínio Restrito Para procurar informações dentro de um domínio ou site específico, basta acrescentar o operador “ site:<dominio> ”, às informações digitadas na caixa de pesquisa do Google. Domínio Um domínio é o nome utilizado para localizar um endereço ou um computador na Internet. Por exemplo, o site do MEC encontra-se no domínio “mec.gov.br”.
  46. 51. Exercício Prático Utilize e experimente a busca do Google (http://www.google.com.br) em um Domínio Restrito para localizar informações e documentos sobre “ensino fundamental” e outros termos, somente no site do MEC. Exemplo: “ensino fundamental site:mec.gov.br”.
  47. 52. Procura por expressões Para restringir a busca de informações, localizando apenas documentos que contenham uma expressão ou trecho de uma frase específica, basta digitar os termos da procura entre aspas .
  48. 53. Assista a animação 1 Assista a animação 2
  49. 54. Exercício Prático Utilize e experimente a procura por expressões do Google (http://www.google.com.br) para localizar informações e documentos sobre, por exemplo, “educação infantil indígena”. Digite a expressão sem aspas e pesquise. Depois, faça o mesmo inserindo aspas no início e no final do texto e verifique se os resultados se alteram.
  50. 55. Inclusão e eliminação de palavras Para que o Google localize documentos que não contenham determinadas palavras , basta acrescentar o caractere “-” na frente do termo indesejado. Isso vale para operadores também: “-site:” (para eliminar os documentos que estejam em determinado site ou domínio), “-filetype:” (para eliminar os documentos em determinado formato), etc. Assista a animação
  51. 57. Exercício Prático Utilize e experimente a eliminação de expressões na procura do Google (http://www.google.com.br) para localizar informações e documentos sobre, por exemplo, “ jogos educativos”, que não contenham o termo “infantis”, ou seja, procure por: “jogos educativos –infantis”. Depois, faça o mesmo com outros termos de sua escolha, inserindo o caractere “-“ antes de algumas palavras e verifique se os resultados se alteram.                                                                                                                                                                      
  52. 58. Outro filtro que pode ser aplicado aos resultados de uma busca pode ser incluído com o uso do caractere &quot;+“ antes do termo a ser utilizado na filtragem. Se for usado em conjunto com o sinal “-“ , após a eliminação de expressões, é feita uma nova filtragem para considerar apenas os resultados com o termo desejado . Assista a animação
  53. 60. Exercício Prático Utilize e experimente a filtragem de resultados de busca do Google (http://www.google.com.br) para localizar informações e documentos sobre, por exemplo, “borracha”. Em seguida, faça uma filtragem para eliminar os resultados sobre borracha escolar e uma refiltragem para borracha vegetal, ou seja, procure por: “borracha -escolar +vegetal”. Faça o mesmo com outros termos de sua escolha.
  54. 61. Definições de termos Para encontrar alguns conceitos e definições de termos encontrados em alguns glossários on-line ou enciclopédias, basta incluir a expressão “define:” antes do termo desejado. Os resultados são obtidos dos sites mais utilizados para consulta a esses termos. Assista a animação
  55. 63. Exercício Prático Utilize e experimente a consulta a conceitos de termos no Google (http://www.google.com.br) para localizar algumas definições para o termo “educação”, ou seja, procure por: “define: educação”. Faça o mesmo com outros termos de sua escolha.
  56. 64. Combinações de Recursos Uma das maiores vantagens dos recursos de pesquisa do Google é que eles podem ser combinados entre si, aumentando o poder de localização de informações à medida que a busca se torna mais especifica. Quanto mais recursos de pesquisa se incluem na mesma busca, mais restrita se torna a quantidade de resultados, aproximando a relevância dos sites encontrados com o que se deseja buscar.
  57. 65. Exercício Prático Utilize e experimente a combinação dos recursos de pesquisa do Google (http://www.google.com.br) para localizar, por exemplo, documentos com a frase “ tecnologias em educação”, localizados no portal do MEC, no formato PDF, que não incluam o termo “infantil” e que somente estejam relacionados a educação a distância. Resumindo, procure por: “&quot;tecnologias em educação&quot; site:mec.gov.br filetype:pdf -infantil +distância”. Veja o total de documentos encontrados. Depois, faça o mesmo com outros termos de sua escolha.
  58. 66. Maiúsculas, minúsculas, acentuação e pedaços de palavras As buscas no Google não são sensíveis a maiúsculas e minúsculas e nem a acentuações. Todas as palavras, independentemente da forma como forem escritas, serão entendidas como minúsculas e sem acentos. Por exemplo, buscas por &quot;Educação&quot;, &quot;EdUCaçãO&quot; ou &quot;educacao&quot; trarão os mesmos resultados.
  59. 67. Para conseguir resultados mais precisos, o Google não utiliza radicais de palavras nem caracteres substitutos . Em outras palavras, o Google procura exatamente pelas palavras inseridas no campo de busca. Se for inserida “ educ” ou “educaç”, o Google não procurará por “ educação”.
  60. 68. Pesquisa avançada Freqüentemente, adicionar mais palavras e atributos a uma busca ampla ajuda a estreitá-la até você encontrar o que quer. Entretanto, o Google oferece uma página de pesquisa avançada , que facilita a aplicação dos atributos descritos acima à sua pesquisa, por meio de formulários. Para utilizar este recurso, basta acessar a opção Pesquisa avançada , na página principal do Google, e inserir os termos de referência em cada caixa de pesquisa, de acordo com sua funcionalidade e descrição. r Atividade 2 – módulo 2 - Biblioteca material professor
  61. 70. Unidade 6 - Bibliotecas Virtuais.
  62. 71. Bibliotecas Virtuais
  63. 72. Na Internet podemos encontrar , além de informação, muito material educacional pronto e disponível para uso em sala de aula e/ou on-line. São bibliotecas virtuais, sites de educação, repositórios de objetos de aprendizagem, etc. Nesta unidade, vamos apresentar alguns destes ambientes, mas sugerimos fortemente que você esteja sempre fazendo uso dos recursos de pesquisa das máquinas de busca na Web para localizar e acessar outros sites e portais de conteúdo semelhante.
  64. 73. Em todo caso, é sempre importante levar em consideração os direitos de uso de qualquer material disponibilizado na Internet. Nunca faça uso de materiais ou informações que não têm suas regras de utilização descritas claramente. Para Saber Mais Recomenda-se a leitura de um artigo que descreve esta preocupação no uso de objetos de aprendizagem. Leitura Complementar, em Biblioteca – Material do Professor, “ A Propriedade Intelectual e Objetos de Aprendizagem”.
  65. 74. Atividade 3 – módulo 2 - Biblioteca material professor

×