26ª Região Tradicionalista Recontando um conto A história de nossa  Região Tradicionalista 06/15/11  – Depto Jovem Regiona...
<ul><li>Para podermos falar em 26ª RT é preciso falar, primeiramente em União Gaúcha, e ainda, antes é preciso relembrar o...
<ul><li>1858, Antônio Pereira Coruja (o primeiro gaúcho a realizar uma coleta folclórica), Rio de Janeiro, Sociedade Rio-G...
<ul><li>Após essa recordação, podemos finalmente falar em como surgiu a União Gaúcha... </li></ul><ul><li>No fim do século...
<ul><li>Vasco Pinto Bandeira, sugestão de nomes: </li></ul><ul><li>União Gaúcha </li></ul><ul><li>União dos Guascas </li><...
Ata de fundação 1899 <ul><li>“ O fim principal da União Gaúcha é </li></ul><ul><li>relembrar, honrar e conservar as tradiç...
<ul><li>Patrões: </li></ul><ul><li>Justimiano Simões Lopes (1º) </li></ul><ul><li>Francisco de Paula Amarante </li></ul><u...
<ul><li>Além dos objetivos principais, a UG desde o início do século, participou ativa e decisivamente em muitas áreas: </...
Não era o fim! <ul><li>1947 – Jovens estudantes do Julinho, liderados por Paixão Cortes e Barbosa Lessa, deram início ao q...
<ul><li>18 de dezembro de 1950 – REERGUIMENTO! </li></ul><ul><li>União Gaúcha – a 1ª Entidade Tradicionalista; </li></ul><...
Criando uma Região <ul><li>Região Tradicionalista é um pólo de desconcentração territorial do MTG </li></ul><ul><li>Porque...
Eventos <ul><li>ESTADUAIS </li></ul><ul><li>1975 – 6 a 9 de março 20ª Congresso – União Gaúcha </li></ul><ul><li>Cordenado...
<ul><li>4ª Macro Regional  - setembro de 1996 – CTG Nadira aldeia – 9ª Fegart ( sociedade recreativa 15 de julho) </li></u...
<ul><li>3ª Inter – regional Enart – Centro de eventos – agosto de 2001 </li></ul><ul><li>Coordenador – Eduardo Peres </li>...
Eventos Regionais <ul><li>Elo do Jovem Tradicionalista – março – organizado pelas prendas adultas </li></ul><ul><li>Doce e...
<ul><li>Seminário de prendas e peões – Agosto  –– depto. jovem  </li></ul><ul><li>Dia Regional do Jovem Tradicionalista – ...
<ul><li>Semana farroupilha: Ronda Jovem e Tarde Farroupilha – organizada pelo depto. jovem regional </li></ul><ul><li>Carr...
Coordenadores <ul><li>1º – Ângelo Pires Moreira </li></ul><ul><li>2º – Jari Lourenço Terres </li></ul><ul><li>3º – Geraldo...
<ul><li>12º – Ari Scotto dos Santos </li></ul><ul><li>13º – Ivo Heidrich </li></ul><ul><li>14º – João Guilherme Lerk Bento...
Concurso de Prendas <ul><li>Em 1959, foi realizado em Porto Alegre, um concurso que era promovido pela rádio Gaúcha, Jorna...
<ul><li>Oficialmente, a 1ª edição do concurso estadual de prendas aconteceu  em janeiro de 1971, na cidade de Quarai, dura...
Prendas Adultas da 26ª RT  75/76- Fernanda Ely Machado- CTG Fernando Osório 89/90- Ana Celi da Silva- CTG Rancho Grande – ...
01/02- Simone Guerreiro Araujo- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório  02/03- Gisele Araújo- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório  03/04- Viv...
Prendas Juvenis Em 1984, Extra Oficialmente, o concurso estadual de prendas passou a eleger também a categoria juvenil, se...
04/05- Boni Insaurriaga Batista- CTG Carreteiros do Sul 05/06- Adriana Mattarredona  Rabassa- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório ...
Categoria Mirim  Durante o 20º Congresso Tradicionalista no ano de 1975, realizado em nossa região, na cidade de Pelotas, ...
92/91- Aline Blank- CTG Os Farrapos  92/93- Patricia Damasceno- CTG  Cel. Thomaz Luiz Osório  2ª Prenda- Daiane Maia – CTG...
04/05- Gabriela Guido Carvalho – CTG Os Farrapos  05/06- Emanuele Schiavon- União Gaúcha  2ª Prenda- Maurilia do Amaral Re...
Símbolos <ul><li>A 26ª RT possui 2 símbolos: a Bandeira e a Cuia de Ouro. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>A Bandeira...
<ul><li>Fundo verde retangular:  representa a riqueza de nossas campos e da nossa agricultura, além de lembrar a esperança...
<ul><li>Numeração 26ª e a dística  “ REGIÃO TRADICIONALISTA ”  e  “ MTG ” :  em branco, representam a sinceridade e a cons...
No retângulo amarelo : o simbolismo do sol, astro rei, lembrando-nos que após as trevas sempre há momentos de luz.
  Castelo de João Simões Lopes Neto, patrono da 26ªRT:  O Castelo simboliza a riqueza arquitetônica de Pelotas e o sincron...
26ª RT atualmente
 
 
 
<ul><li>Nenhum de nós é tão bom, quanto todos nós juntos! </li></ul><ul><li>“ Quando o trabalho de um grande líder é final...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tradicionalismo gaúcho

3.410 visualizações

Publicada em

Para conhecer a história de uma das primeiras Regiões Tradicionalistas do Estado

Publicada em: Diversão e humor, Turismo
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.410
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tradicionalismo gaúcho

  1. 1. 26ª Região Tradicionalista Recontando um conto A história de nossa Região Tradicionalista 06/15/11 – Depto Jovem Regional Recontando um conto A história de minha entidadade
  2. 2. <ul><li>Para podermos falar em 26ª RT é preciso falar, primeiramente em União Gaúcha, e ainda, antes é preciso relembrar os fatos que levaram um grupo de tradicionalistas a se reunirem para darem origem a Arca das Tradições do Rio Grande. </li></ul><ul><li>E para falar nesses fatos é preciso pensar que a Tradição Gaúcha existe desde que o Rio Grande nasceu, herdada do próprio povo que aqui vive e que através dos costumes, como o chimarrão, manteve acesa a chama do culto as tradições. </li></ul>06/15/11 – Depto Jovem Regional Recontando um conto A história de minha entidadade
  3. 3. <ul><li>1858, Antônio Pereira Coruja (o primeiro gaúcho a realizar uma coleta folclórica), Rio de Janeiro, Sociedade Rio-Grandense, já sinalizando traços do futuro tradicionalismo. </li></ul><ul><li>Maio de 1898, Porto Alegre, sob o comando do Major João Cezimbra Jacques (Patrono do Tradicionalismo), funda-se o Gremio Gaúcho, a primeira tentativa de reunir pessoas que buscassem resgatar o campeirismo. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Após essa recordação, podemos finalmente falar em como surgiu a União Gaúcha... </li></ul><ul><li>No fim do século 19, houve no RS uma explosão nativista, influenciada pelo militar Cezimbra Jacques. </li></ul><ul><li>Repercussão imediata em Pelotas. </li></ul><ul><li>10 de setembro de 1899; Reuniões preliminares; </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Vasco Pinto Bandeira, sugestão de nomes: </li></ul><ul><li>União Gaúcha </li></ul><ul><li>União dos Guascas </li></ul><ul><li>Sociedade Crioula </li></ul><ul><li>20 de Setembro de 1899 – FUNDAÇÃO! </li></ul><ul><li>Outras entidades – EXTINÇÃO! </li></ul><ul><li>Estatutos e eleição da primeira diretoria </li></ul>
  6. 6. Ata de fundação 1899 <ul><li>“ O fim principal da União Gaúcha é </li></ul><ul><li>relembrar, honrar e conservar as tradições rio- </li></ul><ul><li>grandenses; promover e adotar tudo quanto </li></ul><ul><li>possa concorrer para o engrandecimento pátrio; </li></ul><ul><li>aviventar a poesia, as músicas e danças crioulas; </li></ul><ul><li>cultivar os deveres tradicionais da hospitalidade </li></ul><ul><li>da lealdade e do cavalheirismo e do patriotismo </li></ul><ul><li>rio-grandenses; usar em todas as práticas e </li></ul><ul><li>diversões campestres, os trajes gaúchos(... </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Patrões: </li></ul><ul><li>Justimiano Simões Lopes (1º) </li></ul><ul><li>Francisco de Paula Amarante </li></ul><ul><li>Ildefonso Simões Lopes </li></ul><ul><li>João Simões Lopes Neto (1905) </li></ul><ul><li>Padrinhos – Clube Caixeral </li></ul><ul><li>e Grêmio Gaúcho; </li></ul><ul><li>1906 – Escritor Coelho Neto </li></ul><ul><li>chama a União Gaúcha de </li></ul><ul><li>“ A Arca das Tradições” </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Além dos objetivos principais, a UG desde o início do século, participou ativa e decisivamente em muitas áreas: </li></ul><ul><li>1º Documentário Cinematográfico do RS, intitulado “ A Festa da União Gaúcha” </li></ul><ul><li>Realizadora do 1º Rodeio Campeiro que se tem notícia; </li></ul><ul><li>Organizadora do 1º Congresso Tradicionalista; </li></ul><ul><li>Organizadora da 1ª revista tradicionalista “O Quero-Quero”; </li></ul><ul><li>Realizou a 1ª Carreta da Saúde – Atenção ao homem do campo; </li></ul><ul><li>Fundação da 26ª RT; </li></ul><ul><li>Idéia da criação da Federação; </li></ul>
  9. 9. Não era o fim! <ul><li>1947 – Jovens estudantes do Julinho, liderados por Paixão Cortes e Barbosa Lessa, deram início ao que hoje chamamos de movimento organizado; </li></ul><ul><li>1950 – Jovens do Colégio Gonzaga e Pelotense publicam no jornal Diário Popular, um convite para o reerguimento; </li></ul><ul><li>Lessa trouxe as primeiras idéias para Pelotas; </li></ul><ul><li>Os pioneiros: Adão Darty Costa, Clovis Guedes, Dirceu Terres, Ubirajara Timm, Fernando Brokstedt, Anibal Osório... </li></ul>
  10. 10. <ul><li>18 de dezembro de 1950 – REERGUIMENTO! </li></ul><ul><li>União Gaúcha – a 1ª Entidade Tradicionalista; </li></ul><ul><li>Desfile do Reerguimento; </li></ul><ul><li>Sede – Sem local para reuniões, eram realizadas na rua Princesa Isabel 306, posteriormente passando a ser na casa da família Panyagua. </li></ul>
  11. 11. Criando uma Região <ul><li>Região Tradicionalista é um pólo de desconcentração territorial do MTG </li></ul><ul><li>Porque criar outra? </li></ul><ul><li>6ª Região Tradicionalista </li></ul><ul><li>1974 – São Borja – Fernando Brokstedt </li></ul>
  12. 12. Eventos <ul><li>ESTADUAIS </li></ul><ul><li>1975 – 6 a 9 de março 20ª Congresso – União Gaúcha </li></ul><ul><li>Cordenador - Jari Lourenço Terrez </li></ul><ul><li>9 a 12 janeiro de 1992 – 37ª Congesso – União Gaúcha </li></ul><ul><li>Cordenador – Ari Ecotto dos Santos </li></ul><ul><li>2ª macro regional – 3ª Fegart - agosto 94 – União gaúcha </li></ul><ul><li>Coordenador – Ivo Heidrich </li></ul>
  13. 13. <ul><li>4ª Macro Regional - setembro de 1996 – CTG Nadira aldeia – 9ª Fegart ( sociedade recreativa 15 de julho) </li></ul><ul><li>Coordenador – João Guilherme Bento </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>44ªconvenção – julho 97 –CTG Carreteiros do Sul </li></ul><ul><li>Coordenador – Guilherme Bento </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>4ª Macro Regional – 12º Fegart – União Gaúcha </li></ul><ul><li>agosto de 97 </li></ul><ul><li>Coordenador – João Guilherme Bento </li></ul>
  14. 14. <ul><li>3ª Inter – regional Enart – Centro de eventos – agosto de 2001 </li></ul><ul><li>Coordenador – Eduardo Peres </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>3ª Inter – regional Enart - União Gaúcha agosto de 2003 </li></ul><ul><li>Coordenador - Adão Vaz </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Cfor Básico – maio de 2006 – União Gaúcha </li></ul><ul><li>Coordenador – João Guilherme Bento </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Cfor Básico Maio de 2009 – CTG Sinuelo do Sul </li></ul><ul><li>Coordenador - vivaldino Duarte </li></ul>
  15. 15. Eventos Regionais <ul><li>Elo do Jovem Tradicionalista – março – organizado pelas prendas adultas </li></ul><ul><li>Doce encontro – abril – organizado pelo departamento jovem regional e prendas juvenil </li></ul><ul><li>Carreta de agasalho – maio – gestão de prendas e peões </li></ul><ul><li>Ciranda Regional de Prendas e Entrevero Cultural de Peões – junho –Departamento Cultural </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Seminário de prendas e peões – Agosto –– depto. jovem </li></ul><ul><li>Dia Regional do Jovem Tradicionalista – depto. jovem ( semana de aniversario de pelotas) </li></ul><ul><li>Solidarte “ Arte solidaria ” – organizado na abertura da semana farroupilha – pelos peões e guris farroupilhas </li></ul><ul><li>05 de setembro – Dia Estadual do Jovem tradicionalista </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Semana farroupilha: Ronda Jovem e Tarde Farroupilha – organizada pelo depto. jovem regional </li></ul><ul><li>Carreta natalina – dezembro – realizado pelas prendas mirins </li></ul><ul><li>Rancho natalino que ocorre na festa de encerramento pelo depto. jovem regional </li></ul>
  18. 18. Coordenadores <ul><li>1º – Ângelo Pires Moreira </li></ul><ul><li>2º – Jari Lourenço Terres </li></ul><ul><li>3º – Geraldo José Maciel </li></ul><ul><li>4º – João Carlos Santana Ferreiras </li></ul><ul><li>5º – Braulino de Souza Ribeira </li></ul><ul><li>6º – Hélio Miranda </li></ul><ul><li>7º – Liste Tonne </li></ul><ul><li>8º – Sérgio Almeida Souza Andrade </li></ul><ul><li>9º – Marco Viana </li></ul><ul><li>10º – Gilberto Deman Alves </li></ul><ul><li>11º – João Francisco Rodrigues de Andrade </li></ul>
  19. 19. <ul><li>12º – Ari Scotto dos Santos </li></ul><ul><li>13º – Ivo Heidrich </li></ul><ul><li>14º – João Guilherme Lerk Bento (três gestões) </li></ul><ul><li>15º – Paulo Luis Rodrigues Souza </li></ul><ul><li>16º – Paulo Rogério de Souza </li></ul><ul><li>17º– João Carlos Baptista </li></ul><ul><li>18º – Marcelo Peres </li></ul><ul><li>19º – João Guilherme Lerk Bento </li></ul><ul><li>20º- Adão Pereira Vaz </li></ul><ul><li>21º – João Guilherme Lerk Bento </li></ul><ul><li>22º – Vivaldino Martins Duarte </li></ul>
  20. 20. Concurso de Prendas <ul><li>Em 1959, foi realizado em Porto Alegre, um concurso que era promovido pela rádio Gaúcha, Jornal Ultima Hora e VARING, e que buscava eleger a “ Mais linda prenda do RS ” Nessa. Nessa edição foi escolhida a Jovem Marly Zwestch , alguns anos mais tarde, retornaram os concursos para a escolha da mulher que melhor representasse a cultura e a beleza da mulher gaúcha. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Oficialmente, a 1ª edição do concurso estadual de prendas aconteceu em janeiro de 1971, na cidade de Quarai, durante o 16º Congresso Tradicionalista, ocorrendo sempre junto ao congresso até o ano de 1985, quando ganhou data e local exclusivos. </li></ul>
  22. 22. Prendas Adultas da 26ª RT 75/76- Fernanda Ely Machado- CTG Fernando Osório 89/90- Ana Celi da Silva- CTG Rancho Grande – CAVG 90/91- Claudia Hammes- CTG Sentinela da Saudade 92/93- Cristina Ortiz – União Gaúcha J. Simões Lopes Neto 93/94- Fernanda Maia Vorba- CTG Rancho Grande – CAVG 94/95- Márcia Eliza da Silva Souza- CTG Carreteiros do Sul 2ª Prenda – Daiane Carvalho dos Santos – C.T.G Thomaz Luiz Osório 95/96- Nilza Pietioski da Silva – CTG Os Farrapos 2ª Prenda – Viviane Vasconcelos Pereira – CTG Tropeiros do Sul 96/97- Lizandra da Silva Souza – CTG Carreteiros do Sul 2ª Prenda- Marcia Leitzke Pacheco – CTG Rancho Grande –CAVG 97/98 – 98/99 – Janice Quinzem Wilirich – CTG Os Farrapos 99/00- Kania Sinotti – CTG Carreteiros do Sul 2ª Prenda- Simone Golveia- CTG Thomaz Luiz Osório 00/01- Cindi Oliveira- CTG Negrinho do Pastoreio
  23. 23. 01/02- Simone Guerreiro Araujo- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório 02/03- Gisele Araújo- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório 03/04- Viviane Moreira- CTG Carreteiros do Sul 04/05- Alexandra Borck Gonçalves – CTG Os Farrapos 05/06- Marina Petiz Minbarcas- CTG Negrinho do Pastoreio 07/08- Tatiane Trindade – CTG Os Farrapos 2ª Prenda- Claudia Tavares – CTG Sentinela da Saudade 08/09- Priscila Fonseca – CTG Carreteiros do Sul 2ª Prenda- Mariana Faes – CTG Cel. Thomaz Luiz Osório 3ª Prenda – Catarine Furtado – CTG Sinuelo do Sul 09/10- Adriana Matarredona Rabassa- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório 2ª Prenda- Parla Cristiane de Queiroz Macedo – CTG Sinuelo do Sul 3ª Prenda- Camila Prestes – CTG Carreteiros do Sul 10/11- Jessica Hoffman dos Santos - União Gaúcha
  24. 24. Prendas Juvenis Em 1984, Extra Oficialmente, o concurso estadual de prendas passou a eleger também a categoria juvenil, sendo essa eleita oficialmente em 1985 a Jovem Marlise Vargas. Prendas Juvenis da 26ª RT 91/92- Carla Rosa - CTG Galpão da Amizade 92/93- Anelize Bergman Araújo – CTG Domingos José de Almeida 93/94- Fernanda Petiz Mimbasrcas- CTG Os Farrapos 94/95- Lucimar Marques Pinto- CTG Os Farrapos 2ª Prenda – Suzana Nizzoli- CTG Cel, Thomaz Luiz Osório 95/96- Michele Vollrath Bento – CTG Os Farrapos - 2ª Prenda Juvenil do RS – 96/97 96/97- Carla Lidiani Jeske Noronha – CTG Tropeiros do Sul 97/98- Dilene da Silva Fornentin – CTG Domingos José de Almeida 2ª Prenda- Josiane Canez Farias – CTG Os Farrapos 98/99- Indian Henke – União Gaúcha 2ª Prenda- Charlene Canez – CTH Os Farrapos 02/03- Marina Petiz Mimbarcas- Piquete Lanceiros da Amizade 2ª Prenda- Bruna Berneira- CTG Sten. Élio Olimar Rodrigues 03/04- Lidiane Portela- CTG Carreteiros do Sul
  25. 25. 04/05- Boni Insaurriaga Batista- CTG Carreteiros do Sul 05/06- Adriana Mattarredona Rabassa- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório 2ª Prenda – Vanessa Nunes Marques Dias – CTG Os Farrapos 07/08- Maurilia do Amaral Reis- CTG Negrinho do Pastoreio 2ª Prenda- Cristina Sandrini Prestes- DTG Candeeiro Crioulo 3ª Prenda- Thais Oliveira- CTG Rincão dos Xucros 08/09- Emiliane Reis Rodrigues – DTG Candeeiro Crioulo 2ª Prenda- Pamela Teixeira Silveira- CTG Sinuelo do Sul 3ª Prenda- Jéssica Hoffman dos Santos – União Gaúcha 09/10- Michele Miranda Moraes – CTG Sinuelo do Sul 2ª Prenda- Liliane Silveira- DTG Candeeiro Crioulo 10/11- Pamela Teixeira Silveira – CTG Sinuelo do Sul
  26. 26. Categoria Mirim Durante o 20º Congresso Tradicionalista no ano de 1975, realizado em nossa região, na cidade de Pelotas, foi apresentada uma proposta para a inclusão da categoria Mirim no concurso estadual de prendas, pela 1ª Prenda do RS, Lidia Silveira. Proposição aprovada, porém a 1ª candidata foi eleita somente em 1980, extra oficialmente e, oficialmente em 1928, durante o 27º Congresso Tradicionalista realizado na cidade de Campo Bom. A jovem eleita foi Viviane Cardoso de Oliveira, representante do CTG Sinuelo de Canguçu.
  27. 27. 92/91- Aline Blank- CTG Os Farrapos 92/93- Patricia Damasceno- CTG Cel. Thomaz Luiz Osório 2ª Prenda- Daiane Maia – CTG Os Farrapos 93/94- Aline Vollrath Bento – CTG Os Farrapos 94/95- Chiara Tesmmer- CTG Os Farrapos 95/96- Veronica Bettin Scaglioni- CTG Os Farrapos 96/97- Aline Dutra de Souza- CTG Tropeiros do Sul 97/98- Mariane Ricardo Acosta Lopez- União Gaúcha 2ª Prenda – Helen de Lima Borges- CTG Domingos José de Almeida 98/99- Larissa Vollrath Bento – União Gaúcha 2ª Prenda- Jessica Vaz – CTG Os Farrapos 00/01- Mariana Porto- União Gaúcha 01/02- Michele Cristina Bossa – CTG Cel. Thomaz Luiz Osório 02/03 Eduarda Peres Vieira – CTG Sem. Élio Olimar Rodrigues 03/04- Felicia Roberta Sá Brito Antunez- União Gaúcha
  28. 28. 04/05- Gabriela Guido Carvalho – CTG Os Farrapos 05/06- Emanuele Schiavon- União Gaúcha 2ª Prenda- Maurilia do Amaral Reis- CTG Negrinho do Pastoreio 3ª Prenda- Priscila Bregues Dias – CTG Rincão dos Xucros 06/07- Rafaela Kirst – CTG Galpão da Amizade 07/08- Mayara Inssauriaga CTG Carreteiros do Sul 2ª Prenda- Amanda Mendes- CTG Negrinho do Pastoreio 3ª Prenda- Leticia Ucker Aranalde- CTG Sinuelo do Sul 08/09- Lutiele Padilha Hernandorena – CTG Os Farrapos 2ª Prenda- Helen Barcelos – CTG Negrinho do Pastoreio 3ª Prenda- Bruna Escobar – CTG Sinuelo do Sul 09/10- Leticia Ucker Aranalde- CTG Sinuelo do Sul
  29. 29. Símbolos <ul><li>A 26ª RT possui 2 símbolos: a Bandeira e a Cuia de Ouro. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>A Bandeira foi instituída em 16 de agosto de 1994, em uma reunião extraordinária realizada na União Gaúcha, pelo Sr Carlos Eugênio Vacaria </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  30. 30. <ul><li>Fundo verde retangular: representa a riqueza de nossas campos e da nossa agricultura, além de lembrar a esperança de melhores dias e a luta constante pela conquista do ideal. </li></ul>
  31. 31. <ul><li>Numeração 26ª e a dística “ REGIÃO TRADICIONALISTA ” e “ MTG ” : em branco, representam a sinceridade e a consciência que deve nortear os dirigentes e representantes deste órgão, mantendo sua integridade moral, honra, caráter e ações, sem nenhuma desonra e com transparência; </li></ul>
  32. 32. No retângulo amarelo : o simbolismo do sol, astro rei, lembrando-nos que após as trevas sempre há momentos de luz.
  33. 33.   Castelo de João Simões Lopes Neto, patrono da 26ªRT: O Castelo simboliza a riqueza arquitetônica de Pelotas e o sincronismo do passado com o presente. Sobre ele, o mapa do Rio Grande do Sul, sintetizando nosso Lema: Unidos pelo tradicionalismo, crescemos com o Rio Grande.
  34. 34. 26ª RT atualmente
  35. 38. <ul><li>Nenhum de nós é tão bom, quanto todos nós juntos! </li></ul><ul><li>“ Quando o trabalho de um grande líder é finalizado, as pessoas dizem: NÓS fizemos isto”. </li></ul><ul><li>LAOTZU </li></ul>

×